WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘crimes’

ITABUNA REGISTRA DOIS HOMICÍDIOS EM MENOS DE SEIS HORAS

Matheus e Thiago foram executados

Itabuna registrou dois assassinatos entre o início da noite de segunda (26) e a madrugada desta terça (27). Matheus silva Santos, de 18 anos, e Tiago Silva Santos, 32, foram executados na frente de familiares. Ambos tinham passagem pela polícia, de acordo com o comando da Polícia Militar.

O primeiro homicídio ocorreu no Bairro Manoel Leão. Matheus estava na porta de casa, na Rua Euri Leão, quando os criminosos, em um veículo preto e usando máscara de palhaço, se aproximaram e executaram a vítima. O crime ocorreu por volta das 18h50min. O Samu chegou a ser acionado, mas não houve tempo para socorro.

Tiago foi morto por volta da meia-noite e meia. Os executores invadiram a casa da vítima e mataram Tiago na frente da esposa e de filhos. Nem familiares nem vizinhos deram informações sobre os autores do crime. Os disparos atingiram as costas da vítima. Tiago, segundo a PM, tinha passagens pela polícia por homicídio, roubo, furto e porte de arma de fogo.

DE BICICLETA, ATIRADOR MATA DOIS HOMENS NO BAIRRO BRASIL, EM CONQUISTA

A violência assusta a população de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. Há pouco, dois homens foram executados no Bairro Brasil por um homem. O atirador, ainda não identificado, estava em uma bicicleta. Ele disparou vários tiros nas vítimas, informa o Blog do Giorlando, do jornalista Giorlando Lima. Um dos alvos foi Maurício Cruz.

O comando da 78ª Companhia Independente da PM informou, por meio de nota, que os disparos ocorreram por volta das 19h30min, quando uma guarnição da PM foi deslocada para a Avenida Frei Benjamin, bairro Brasil para atender a ocorrência.

Ainda segundo a polícia, no local os agentes ficaram sabendo que um indivíduo ainda não identificado, em uma bicicleta, efetuou disparos de arma de fogo contra as duas pessoas. Acionada, equipe do Samu não teve tempo para socorro. As vítimas não resistiram aos ferimentos.

LADRA SUSPEITA DE TENTAR MATAR VÍTIMA DURANTE ASSALTO É PRESA EM ITABUNA

Katiane foi presa preventivamente em Itabuna || Imagem PC-BA

A Polícia Civil prendeu a mulher suspeita de tentativa de latrocínio no Bairro de Fátima, há cerca de duas semanas, quando atirou na vítima ao assaltá-la ao lado da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Mórmons). Katiane Nascimento da Silva foi presa em cumprimento a mandado de prisão preventiva.

Katiane foi reconhecida pela vítima, o que gerou a ordem de prisão. Anderson Silva, uma das vítimas de Katiane, levou um tiro no peito, porque não deu o celular em assalto ocorrido no dia 11 de maio. À época, chegou-se a divulgar que a identidade da assaltante era a de uma menor, também autora de vários crimes no município.

A assaltante presa ontem à tarde, assim como a menor, sempre age em dupla e utilizando moto. Em março, Tiago Argolo Ramos Santos pilotava uma moto e Katiane, armada com um revólver, atacava pedestres no Alto Maron. A polícia prendeu Katiane, mas a Justiça soltou dias depois. Tiago ficou preso (relembre aqui).

BANDO INVADE CASA E EXECUTA HOMEM NO BANCO RASO

Sandoval foi executado dentro de casa, na madrugada

Um homem foi executado com mais de 40 tiros em Itabuna. O crime ocorreu na madrugada desta quarta-feira (28), no Bairro Banco Raso. Um bando chegou  à residência da vítima em três carros.

Identificando-se como supostos policiais, conforme relatos, os integrantes do bando cortaram cadeado e invadiram a casa de Sandoval Rodrigues Ferreira, de 38 anos, executado com dezenas de tiros na cabeça, informa o Verdinho. O assassinato seria mais um ligado ao crime organizado.

Sandoval estava dormindo, quando os atiradores invadiram a casa, localizada na Rua Beira Rio. A suspeita e de que o homem estivesse fazendo parte de uma facção criminosa de Itabuna. No momento da execução, a esposa, a sogra e filha de seis anos de Sandoval estavam no imóvel.

Com a execução de Sandoval, o município atinge 15 homicídios em 28 dias, média superior a um assassinato a cada 48 horas. A maioria dos crimes tem relação com o crime organizado no município, segundo investigações da polícia.

CASO MARIELLE: CRIMES CONTINUAM SEM SOLUÇÃO 6 MESES DEPOIS

Marielle foi morta a tiros no centro do Rio de Janeiro, além do motorista dela || Reprodução

Da Agência Brasil

O assassinato da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL), 38 anos, e do motorista Anderson Pedro Gomes, 39 anos, completa hoje (14) seis meses. O crime ainda aguarda solução. As autoridades federais afirmam que até o fim deste ano as respostas virão.

Para a viúva de Marielle, Mônica Benício, parentes, amigos e ativistas, a vereadora e o motorista foram executados. Independentemente das investigações, eles preservam as bandeiras de Marielle e suas propostas em defesa de ações para a inclusão das mulheres, negros e do público LGBT.

Nos últimos meses, a Câmara Municipal do Rio aprovou vários projetos de autoria da vereadora, conhecida pela militância em defesa das minorias e direitos humanos. Em agosto, Marinete Alves, mãe de Marielle, esteve com o papa Francisco. Ela disse ter falado sobre a filha para o papa que afirmou que gostaria de tê-la conhecido.

CAMPANHA

Após seis meses da morte da vereadora e do motorista, a Anistia Internacional lança hoje a campanha na internet Quem Matou Marielle Franco?. Uma tela de LED 360º de 5 metros, instalada em um caminhão, passará mensagens em frente a instituições públicas e da Justiça criminal no Rio.

O caminhão percorrerá o Parque do Flamengo, que costuma ter movimento intenso. Jurema Werneck, diretora executiva da Anistia Internacional Brasil, e parentes de Marielle Franco, são aguardados ao longo do dia hoje no local.
No site, a Anistia Internacional pede que as pessoas apóiem uma petição de urgência das investigações do assassinato, a responsabilização dos envolvidos, proteção das testemunhas e garantias de que haverá o julgamento do caso.

O documento é destinado ao ministro da Justiça, Torquato Jardim, o secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, general Richard Fernandez Nunes, o chefe da da Polícia Civil do estado, Rivaldo Barbosa, o procurador-geral do Ministério Público (do Rio), Eduardo Gussem, à procuradora federal dos Direitos do Cidadão, Deborah Macedo Duprat, e ao general Walter Souza Braga Netto, responsável pela intervenção federal na segurança no Rio.

CASO

Marielle Franco foi assassinada com quatro tiros na cabeça e seu motorista Anderson Gomes, atingido por três balas. Eles estavam saindo de um evento político-cultural, no bairro de Estácio, no centro do Rio de Janeiro, quando foram mortos, em 14 de março deste ano.

Câmeras de segurança flagraram os carros e os suspeitos. Porém, as investigações ainda não foram concluídas. Em agosto, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, reconheceu que “agentes do Estado” e “políticos” estão envolvidos no crime. Também admitiu dificuldades nas apurações.

Em julho, a Delegacia de Homicídios (DH) do Rio de Janeiro chegou a prender dois suspeitos. Segundo a polícia, os dois integravam o bando de Orlando Oliveira Araújo, conhecido como Orlando de Curicica, miliciano que está preso na penitenciária federal de Mossoró.

VALÉRIA LEAL LANÇA BOOK TRAILER DA BIOGRAFIA “O CRIME POR UM FIO”

Valéria lança book trailer de biografia

Após pouco mais de um ano do lançamento de O crime por um Fio – biografia na área de perícia criminal -, a perita forense e fonoaudióloga Valéria Leal divulgou um book trailer da obra. O vídeo, com duração de cerca de três minutos e locução de Mariana Ximenes, é uma produção independente que tem como objetivo estimular produtoras a se interessarem pelo produto.

Na obra O crime por um fio a autora decidiu transformar alguns dos mais importantes casos policiais dos últimos anos em relatos, do ponto de vista de uma perita. Publicado pela editora Chiado, o livro tem 120 páginas, custa R$ 32,00 e pode ser adquirido nos sites das livrarias Saraiva, Cultura e Travessa.

Valéria Leal, filha do jornalista diretor do jornal A Região, Manoel Leal, covardemente assassinado em 14 janeiro de 1998 – crime até hoje impune), é fonoaudióloga graduada pela PUC-SP, especialista em voz e perita forense de vestígios em arquivos digitais. Ela também é consultora em Comunicação Humana com experiência em Análise Perceptivo-Auditiva e Acústica dos Padrões de Voz, Fala e Linguagem. Confira o book trailer.

ITABUNA REGISTRA 5 ROUBOS DE MOTOS EM 3 HORAS

Moto modelo Honda Fan foi a mais roubada da terça (9) em Itabuna

Cinco motos foram roubadas em pouco mais de três horas em Itabuna, nesta terça (9). O primeiro veículo foi levado por bandidos em um assalto na Rua Oswaldo Cruz, no Centro, às 17h, quando dois homens, armados, ameaçaram a vítima caso ela não entregasse uma Honda XRE 300. A moto foi recuperada meia hora depois. O alarme disparou e os ladrões abandonaram o veículo em frente a um posto de combustível.

Minutos depois, ladrões assaltaram motociclista no Centro Comercial, a menos de dois quilômetros da primeira ocorrência, e levaram uma Honda Bros. Já às 19h47min, houve registro de novo roubo de moto. Uma dupla levou Honda CG 150 Fan, na Rua Henrique Alves, no Castália, região central da cidade.

A Central de Polícia foi acionada para atender a uma ocorrência no Loteamento Monte Líbano, no Bairro São Roque. Segundo a Polícia Militar, dupla de ladrões abandonou moto no Castália e tomou outra, uma Honda CG 150, fugindo em direção ao Condomínio Pedro Fontes, por volta das 20h50min. Antes, às 19h51min, um casal roubou mais uma moto Honda Fan 150, próximo à feira do Bairro de Fátima, e fugiu em direção à Califórnia.

AÇÕES PONTUAIS

O coordenador de Planejamento Operacional do 15º Batalhão da Polícia Militar, capitão Leandro Ferreira, disse que ainda não há uma explicação para o número alto e concentrado de roubos ocorridos ontem. “Mas é importante salientar que veículos também foram recuperados em janeiro”, disse ao PIMENTA. “Estamos atentos e apertando [o cerco]. O Serviço de Inteligência está atuando”.

De acordo com o militar, a corporação tem viaturas de forma ininterrupta nas ruas e sempre faz ações pontuais quando há elevação de índices. “Hoje, ficou prejudicado por causa da chuva”, explica, referindo-se às ações para coibir o roubo de veículos. Há elevação de crimes contra o patrimônio em períodos de festas e férias, segundo observa o oficial da PM.

ILHÉUS: POLÍCIA INVESTIGA RELAÇÃO ENTRE ASSASSINATOS DE MATEUS E JUNIOR SCHER

Polícia investiga relação entre mortes de Mateus e Scher || Reprodução

Polícia investiga relação entre mortes de Mateus e Scher || Reprodução

Delegada Andréa Oliveira investiga os crimes.

Delegada Andréa Oliveira preside inquéritos dos dois crimes || Foto Blog do Gusmão

A coordenadora do Núcleo de Homicídios de Ilhéus e Região, delegada Andréa Oliveira, ouviu nesta quinta-feira (17) duas testemunhas nos inquéritos que investigam os assassinatos de Ismenio Roberto de Menezes Scher Júnior, mais conhecido como Júnior Scher, 38 anos, e Mateus Gomes dos Santos, de 14 anos. Os dois foram mortos com requintes de crueldade em Ilhéus.

A delegada confirmou ao PIMENTA que Ismenio Roberto foi amarrado com os braços para trás, espancado e executado com tiros de pistola 380. Ele foi assassinado na tarde de quarta-feira (16), no Condomínio Águas de Olivença, mesma localidade onde o adolescente também foi morto.

A polícia investiga se a execução de Júnior tem relação com o assassinato do menor. O corpo do adolescente foi encontrado na terça-feira (15), com cabeça e braço decapitados. A cabeça da vítima foi encontrada em um terreno próximo de onde a outra parte do corpo foi enterrada. Ele estava desaparecido desde sexta-feira passada.

Segundo a delegada, existem rumores de que Júnior Scher estaria envolvido no assassinato de Mateus Gomes, e que aquele teria sido morto por vingança. “Mas ainda não temos elementos que confirmem a relação entre esses crimes. Por isso, estamos investigando outras hipóteses para as duas mortes. Não podemos descartar nenhuma possibilidade até elucidação dos dois crimes”, afirmou a delegada Andréa Oliveira.

BRIGAS

A delegada explicou ainda que está apurando informações de que tanto Júnior Scher, que era de Itabuna, quanto Mateus Gomes teriam se envolvido em brigas recentemente. Júnior teria se envolvido em mais de uma briga, sendo que uma delas durante festa numa casa que tomava conta em Águas de Olivença.

A delegada investiga ainda se os crimes estão relacionados ao tráfico de drogas. A policial já solicitou laudos sobre os dois crimes do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus e marcou para a próxima semana novos depoimentos relacionados aos dois inquéritos.

A FACÇÃO ENCURRALADA

Cel artigo 2016Celina Santos | celinasantos2@gmail.com

“É tiro??? Ou bomba?”. Quem vive em Itabuna, frequentemente, se depara com tal dúvida. O estampido ouvido há pouco foi de um tiro? Ou seriam apenas aquelas bombas chatinhas que os garotos soltam para dar susto em alguém? Além disso, é comum escutar a sirene do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), cuja ambulância segue em disparada para uma vida ser salva.

Em boa parte das situações, portanto, é mesmo um disparo – ou uma sequência deles. Estamos no início de abril e já foram registrados aproximadamente 50 assassinatos em 2016. Não é novidade que a maioria das vítimas é ligada ao uso e/ou tráfico de drogas, mas também são crescentes as mortes decorrentes de assaltos. Quando o ladrão diz o imperativo “Perdeu!”, muitas vezes não se perde apenas o celular, a carteira, o carro, a moto. Encerra-se ali o direito de respirar.

Acontece a qualquer hora, em qualquer bairro. As vítimas dos crimes impostos pelo tráfico têm o mesmo perfil: jovens, entre eles meninos, que se julgam homens, porque empunham uma arma. Aliás, são os nossos homens-bomba! Assim como aqueles recrutados pelo Estado Islâmico, entregam corpo e alma à “Vida Loka” tatuada como “carteira de identidade”. No caso dos usuários, escravos dos 15 minutos da alucinação proporcionada pela “pedra” – até a morte.

Em geral, as pessoas minimizam essas mortes, dizendo que se trata apenas de “vagabundos”. Todavia, nem sempre se pensa que o crack e a arma potente chegam às mãos do traficante de “pequeno” porte, porque tem alguém poderoso que facilita a engrenagem do comércio bilionário dos entorpecentes. Como a própria polícia reconhece, não basta prender acusados e apreender armamentos e drogas, se as leis favorecem a corriqueira impunidade.

:: LEIA MAIS »

ITABUNA REGISTRA 146 HOMICÍDIOS – E 2014 (AINDA) NÃO ACABOU

Juliano foi morto a tiros e Fabrício a facadas na região da Califórnia (Reprodução Plantão Itabuna e Facebook).

Juliano foi morto a tiros e Fabrício a facadas na região da Califórnia (Reprodução Plantão Itabuna e Facebook).

A onda de homicídios em Itabuna fez mais uma vítima. Ontem à noite, homens mataram a tiros Juliano Oliveira Santos, de 22 anos. O crime ocorreu no Bairro Califórnia. Desde o domingo, este é o sétimo assassinato, além de quase uma dezena de baleados.

Os dados apontam que, entre homicídios e latrocínios, foram 146 mortes violentas no município sul-baiano apenas neste ano. A maioria das vítimas tem entre 14 e 25 anos. Registre-se, para além da fria estatística, que este ano está ainda mais violento que 2013, quando a polícia deu um freio no crime com megaoperações.

Na noite de segunda (15), um rapaz de apenas 14 anos morreu em um crime que teve requintes de crueldade. A vítima levou 30 facadas, segundo a polícia técnica. Fabrício Gabriel Santos havia saído para comprar pão, a pedido da avó. Não mais retornou. Até agora, não se sabe a motivação do crime.

A matança dos últimos dias teve início no domingo, quando sete pessoas foram assassinadas em Itabuna. A maioria dos crimes ocorreu na região da Califórnia.

MAIS HOMICÍDIOS QUE EM 2013

violênciaAinda não chegamos a dezembro e Itabuna registra em 2014 mais homicídios que todo o ano de 2013.

Somente ontem, foram 3 homicídios no município, chegando a 133 no ano.

Os dados apontam 128 homicídios em todo o ano de 2013.

De acordo com as estatísticas, mais de 80% das mortes estão relacionadas a disputas pelo domínio do tráfico de drogas ou dívida de usuários com traficantes.

Atualizada (2/12/14), às 13h : A polícia informa que, no ano, foram 129 homicídios.

NOITE VIOLENTA TEM INCÊNDIO E CHACINA EM ITABUNA

Caminhão foi incendiado por dois homens, segundo polícia (Foto Verdinho)

Caminhão foi incendiado por dois homens, segundo polícia (Foto Verdinho)

Três homens morreram e um ficou ferido em confronto ontem à noite nos Canecos, em Itabuna. Os mortos foram identificados como Jorge Rocha Oliveira, Lucas Oliveira Nascimento e Wellington Rocha Oliveira. Um dos que estavam na casa foi baleado.

Os acusados de matar o trio dos Canecos eram rivais do Alto do Cuscuz. Na manhã desta quinta (17), três dos acusados de comandar a chacina morreram em confronto com a Polícia Militar. Dois foram presos e encaminhados há pouco para o Complexo Policial.

A noite de quarta foi sangrenta. Na “Sombrinha” do Centro Comercial, um vigilante acabou executado a tiros, sendo identificado como José de Jesus Oliveira, conhecido como “Nem Baixinho”.

Já na madrugada desta quinta, dois homens em uma moto atearam fogo em um caminhão que estava estacionado na Rua 1º de Dezembro, no Bairro Santo Antônio. A via é uma das transversais da Avenida Amélia Amado e está localizada próximo a um hipermercado, loja de ferramentas e depósito de cacau. Redação com Verdinho Itabuna.

VENDEDOR EXECUTADO NO NOVO HORIZONTE

Vendedor levou 18 tiros (Foto Radar)

Vendedor levou 18 tiros.

O vendedor Wellington Souza Barros, de 35 anos, foi assassinado ontem à noite,  na região da “Usina”, no Bairro Novo Horizonte, em Itabuna. A vítima levou, pelo menos, 18 tiros.

Moradores do bairro disseram que a vítima trabalhava vendendo laranja e salada de frutas, conforme o site Radar.

Suspeita-se que o crime tenha sido queima de arquivo ou motivado por vingança. Os tiros foram efetuados de duas armas diferentes, pistola 380 e revólver calibre 38.

Itabuna registra total de 18 assassinatos apenas em abril e 47 em 2014.

DEPUTADO PREOCUPADO COM VIOLÊNCIA EM ITABUNA

Augusto Castro sugeriu implantação de outra Base Comunitária de Segurança

Augusto Castro sugeriu implantação de outra Base Comunitária de Segurança

Repercutiu na Assembleia Legislativa a violência que voltou a assustar Itabuna no último fim de semana. Entre sábado e domingo, a cidade registrou  seis assassinatos, inclusive o crime bárbaro no qual foram vítimas a menina Clarissa Mendes Nunes, de 5 anos, e o pai dela, o pedreiro Cristiano Silva Oliveira, 25.

Em discurso no plenário do legislativo baiano, o deputado Augusto Castro (PSDB) cobrou providências do Governo do Estado para apurar os crimes e punir o responsável. O tucano criticou “o clima de insegurança que assusta as famílias do Sul da Bahia, em especial de Itabuna”.

Referindo-se especialmente ao crime que vitimou a criança, Castro afirmou considerar “um absurdo que um crime como esse, de grande comoção social, tenha acontecido justamente no bairro Monte Cristo, onde está a Base Comunitária de Segurança em Itabuna”.

A base foi instalada em sede provisória em setembro de 2012 e passou a ocupar um local definitivo no último dia 12 de dezembro, contando com 80 policiais.  “Se uma Base Comunitária não é suficiente para garantir a segurança dos cidadãos de Itabuna, que seja implantada outra Base no município”, cobrou o deputado.

O 1º HOMICÍDIO DO ANO EM ITABUNA

Chama-se Lucas Dias dos Santos a primeira vítima de assassinato em Itabuna no ano de 2014. Segundo o Plantão Itabuna, o rapaz de 24 anos foi morto a tiros na Rua Beira-Rio, em Nova Ferradas. As balas atingiram o rosto, a cabeça e o peito do jovem. Os autores do crime ainda são desconhecidos.

As estatísticas da polícia mostram que o número de homicídios na cidade em 2013 caiu 25%. Ao longo de todo o ano, houve 129 crimes contra a vida, ante 172 em 2012. Em contrapartida, houve crescimento do índice de crimes como furtos e roubos no mesmo período.

TJ-BA PROMOVE CURSO ANTICORRUPÇÃO

O Tribunal de Justiça da Bahia e a Escola Nacional de Magistratura irão promover um curso para juízes que atuam em casos de crimes contra a administração pública em quatro comarcas do Estado, entre elas a de Ilhéus. As outras são as de Salvador, Feira de Santana e Senhor do Bonfim.

A capacitação se inicia no dia 9 de setembro e tem como objetivo dar subsídios para que os juízes tenham uma atuação mais efetiva no julgamento de crimes de improbidade. Há ainda a expectativa de tirar a Bahia da última colocação na Meta 18 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), relacionada ao julgamento desse tipo de delito.

SSP ANUNCIA QUEDA DE 26% NO NÚMERO DE HOMICÍDIOS EM ITABUNA

Município apresenta redução de 26% no número de homicídios. (Foto José Nazal).

Município apresenta redução de 26% no número de homicídios. (Foto José Nazal).

Itabuna registrou queda de 25% no número de homicídios nos sete primeiros meses de 2013 quando comparado a igual período do ano passado. Segundo o coordenador regional da Polícia Civil, Evy Paternostro, o município registrou 77 assassinatos entre 1º de janeiro e 31 de julho deste ano ante 104 em 2012.

Os números da Secretaria de Segurança Pública revelam que julho foi o mês que apresentou maior redução de mortes violentas no comparativo com igual período do ano passado. Foram 4 em 2013 contra 14 em 2012. Além de destacar a criação de uma delegacia especializada para tratar de homicídios, Paternostro também reforça as megaoperações realizadas no combate ao tráfico de drogas.

– A transferência de líderes do tráfico de drogas, já presos, para presídios de Regime Disciplinar Diferenciado (RDD) e o encaminhamento, de alguns deles, para outros estados também colaboraram para a redução dos crimes de homicídio no município – disse Paternostro.

MULHERES NO CRIME: NÚMERO DE PRESIDIÁRIAS AUMENTOU 256% EM 2012

Carolina Soares | Agência Brasil

Número de presidiárias mais que duplicou em 2012 (Foto ABr).

Número de presidiárias mais que duplicou em 2012 (Foto ABr).

A população carcerária feminina aumentou 256% em 2012 informou, hoje (25), o diretor do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Augusto Rossini, órgão vinculado ao Ministério da Justiça. O aumento no caso dos homens foi quase a metade no mesmo período, 130%. Atualmente, 7% de todos os presos no Brasil são mulheres, o que corresponde a algo em torno de 36 mil detentas. Há mais de 550 mil pessoas em presídios no país e um déficit de 240 mil vagas, das quais 14 mil são para mulheres.

O diretor participou do seminário Inclusão Produtiva nos Presídios Femininos do Centro-Oeste, na 6º edição do Latinidades – Festival da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha.

De acordo com Rossini, dois fatores importantes para o aumento da população carcerária feminina são o crescimento da participação da mulher em diversas atividades, inclusive na criminalidade, e o repasse de atividades criminosas à mulher, por cônjuges, namorados ou irmãos, quando eles mesmos são presos. A maioria das detenções estão relacionadas com o tráfico de drogas, sem registros de criminalidade associado à violência.

Dados do Ministério da Justiça mostram que o perfil das mulheres presas no Brasil é formado por jovens, dois terços do total têm entre 18 e 34 anos; negras, 45% são pretas ou pardas, de acordo com a nomenclatura do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); responsáveis pelo sustento da família, 14 de cada 15 mulheres; e com baixa escolaridade, 50% têm ensino fundamental incompleto.

ITABUNA DE VOLTA À ROTINA

violênciaItabuna interrompeu trégua de oito dias sem homicídios, ontem, quando dois jovens foram assassinados. O primeiro deles, José Anderson Santos Nascimento, 24, levou 15 tiros momentos. O crime ocorreu no Bairro Fernando Gomes. A outra vítima chamava-se Wadson Nascimento da Silva Júnior. O adolescente, de 17 anos, foi executado a tiros na Rua Santa Luzia, no São Pedro.

Pelo menos um dos crimes levanta suspeitas quanto à eficácia da Operação Libertad. José Anderson Santos Nascimento, Vanzinho, acabou sendo executado momentos depois de deixar o Conjunto Penal de Itabuna. Ou Vanzinho foi visto por adversários já fora do conjunto ou as ordens para matar continuam sendo dadas de dentro do presídio.

BANDIDOS DE MOTOCICLETA

O uso cada vez mais frequente de motocicletas como veículo para a prática de crimes foi comprovado durante operação realizada pela polícia em Vitória da Conquista, maior cidade do sudoeste baiano e terceira maior do Estado.

Somente no último final de semana, policiais apreenderam 40 motos com suspeitos na zona rural do município. Sete delas estavam com a numeração do chassi adulterada.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia