WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
piaba
biofabrica


abril 2017
D S T Q Q S S
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias


:: ‘cultura’

“LETRAS DE ABRIL” NO CENTRO DE CULTURA

Genny Xavier coordenada o Letras que Voam, da FICC.

Genny Xavier coordenada o Letras que Voam.

A Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) e a Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA) promovem, na próxima terça (18), o “Letras de Abril”, que busca incentivar a leitura entre o público infantil. A programação ocorrerá das 8h às 11h30min e das 13h30min às 16h30min, voltada para crianças matriculadas em escolas municipais ou atendidas por projetos sociais.

Segundo a coordenadora do projeto, Genny Xavier, a programação da sessão especial terá atividades lúdicas de contação de histórias, com a educadora Edna Serpa; Teatro de Bonecos, com direção de Diovane Tavares; e participações musicais do cantor Nonato Teles e da cantora Jullia Ewelyn; além de exibição de filme e espaço de leitura.

O evento é parte do projeto Letras que Voam, da Ficc. O projeto visa estimular a prática de leitura por meio do acesso ao livro e da promoção de atividades lúdicas. Para agendamento de visita do projeto, com oficinas de leitura, basta entrar em contato com a FICC através do telefone (73) 3613 4915 ou enviar ofício de solicitação para o e-mailletrasquevoam@gmail.com. Interessados também podem procurar informações na Sala de Apoiodo projeto, situada na sede da FICC, na Praça Laura Conceição, 339 – Centro.

DEBATE SOBRE ECONOMIA CRIATIVA REÚNE AUTORIDADES EM ILHÉUS

Claudiana, Alexandre Simões, Marão, Bebeto e Vivaldo participam de debate.

Claudiana, Alexandre Simões, Marão, Bebeto e Vivaldo participam de debate.

No mês em que o Teatro Popular de Ilhéus (TPI) comemora quatro anos de atividades na Tenda, localizada na Avenida Soares Lopes, a economia criativa é o foco das discussões no projeto Improviso, Oxente!, no próximo sábado (8), às 19h. O TPI apresentará em seu palco um diálogo sobre o tema: “A economia criativa como propulsora do desenvolvimento social e econômico”.

O Improviso, Oxente! é gratuito e aberto ao público. Especialmente nesse sábado, durante o evento, atores do Teatro Popular de Ilhéus realizarão intervenções com músicas que integram a trilha sonora de seus espetáculos teatrais.

Para participar do bate-papo, foram convidados Claudiana Figueiredo, coordenadora regional do Sebrae; Mário Alexandre, prefeito de Ilhéus; José Vivaldo Mendonça, secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia); Bebeto Galvão, deputado federal; e Alexandre Simões, superintendente de Promoção Cultural da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

Durante esta edição do Improviso, Oxente! também serão apresentados números dos quatro anos de funcionamento da Tenda e detalhes do projeto Parque Cultural Aldeia das Artes, espaço multilinguagem com foco no desenvolvimento das novas tecnologias e economia criativa, idealizado pelo Teatro Popular de Ilhéus, com auxílio do arquiteto e urbanista alemão, Carl Van Hauenschild. :: LEIA MAIS »

FICC OFERECE 60 VAGAS E ATÉ R$ 2 MIL DE SALÁRIO EM SELEÇÃO PÚBLICA

Sede da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc).

Sede da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc).

As inscrições para o Programa de Arte e Cultura em Áreas de Interesse Social (Pacais) ficam abertas até a próxima segunda (3). São oferecidas 42 vagas para oficineiros de Arte e 18 para assistentes artísticos, de acordo com edital da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc). O programa tem por objetivo difundir a cultura através de oficinas de iniciação artística. Salário varia de R$ 1 mil a R$ 2 mil.

CONFIRA EDITAL

Do total de vagas ofertadas para os cargos descritos no Edital, duas serão reservadas a pessoas com deficiência, desde que haja compatibilidade com as atividades do cargo pretendido. Segundo a coordenadora pedagógica do programa, Denise Tavares, ao longo da sua execução o Pacais já contemplou mais de 5 mil pessoas no município.

:: LEIA MAIS »

RONARA CRIOLA E XOXÔ AGITAM O OTAMBÍ DE VERÃO

Criola e Xoxô agitam o Otambí de Verão amanhã.

Criola e Xoxô agitam o Otambí de Verão amanhã.

O Otambí de Verão deste sábado (11) é ainda mais especial, com a comemoração aos 83 anos de Mãe Ilza Mukalê, matriarca do Terreiro Matamba Tombenci Neto. Para agitar o sábado, o palco do Espaço Cultural Dilazenze recebe, a partir das 20 horas, Ronara Criola e Paulinho Xoxô.

O evento em Ilhéus é aberto ao público e faz parte da programação da IV Semana Mãe Ilza Mukalê, que contou com homenagens às mulheres, rodas de conversas e apresentações culturais, no Terreiro Matamba Tombenci Neto.

A iniciativa da Organização Gongombira de Cultura e Cidadania conta com apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.

BURITI PATROCINA BLOCO SEM CORDAS NO CARNAVAL DE ITABUNA

Babado Novo, da vocalista Mari Antunes, puxará o Te Amasso sem cordas (Foto Divulgação).

Babado Novo, da vocalista Mari Antunes, puxará o Te Amasso sem cordas (Foto Divulgação).

Mauro, da Buriti: fortalecimento da cultura regional (Foto Pimenta).

Mauro, da Buriti: apoio à cultura sul-baiana (Foto Pimenta).

A Rede de Lojas Buriti será uma das principais patrocinadoras do Carnaval Antecipado de Itabuna em 2017. A folia começa na próxima sexta (10), nas avenidas Aziz Maron e Mário Padre e deve atrair cerca de 100 mil foliões, de acordo com a organização.

Numa parceria com o Te Amasso, a Buriti contratou a Banda Babado Novo, uma das principais atrações da festa. Vocalista da Babado Novo, Mari Antunes vai agitar a multidão, com o Bloco Te Amasso desfilando sem cordas, fazendo a alegria do folião pipoca, na retomada do carnaval itabunense. “Todo mundo vai poder pular e se divertir de graça”, afirma Mauro Ribeiro, diretor comercial da Buriti.

O investimento da Buriti também garantirá mais atrações. A empresa patrocinará, ainda, o Bloco DK1 Beijo, que descerá a avenida puxado pela cantora Liu Menezes, uma das sensações da música sul-baiana. O bloco sai no sábado (11).

“Queremos que todos brinquem com segurança e alegria, relembrando os velhos tempos. Venha você também resgatar essa tradição bonita que fez Itabuna ganhar destaque nacional”, convoca Mauro.

A Buriti, afirma o diretor, busca fortalecer a cultura regional e democratizar o acesso à arte com patrocínios a festas, espetáculos teatrais e grandes eventos no sul da Bahia. A rede de lojas de material para construção completa 20 anos em 2017.

FESTIVAL REÚNE CULTURA POPULAR EM ILHÉUS; CONFIRA PROGRAMAÇÃO

Sodré é atração de festival que começa na quinta, em Ilhéus.

Sodré é atração de festival que começa na quinta, em Ilhéus.

Começa na próxima quinta (26) a primeira edição do Festival de Cultura Popular de Ilhéus, com programação no Teatro Municipal, na Praça do Teatro, na Academia de Letras e no Ponto de Cultura Literatura de Cordel Para Todos (Casar), no Pontal. Até o dia 28, serão promovidas oficinas e feiras de literatura de cordel, de xilogravura – com Luiz Natividade -, estandartes, além de apresentações de samba de roda, maculelê, bumba meu boi, terno de reis, danças indígenas, circo, feira de artesanato e seminário.

O público vai, ainda, se emocionar com os shows de grandes artistas nordestinos, como Carlos Silva, Geruza Guedes, Teo Guedes e Domingos Santeiro. O encerramento ficará por conta do santamarense Raimundo Sodré, que soltará a voz e a viola no palco do Municipal de Ilhéus.

– O Festival foi pensado para fortalecer as culturas populares existentes no município de Ilhéus e região, além de divulgar essas manifestações. O evento vai, também, estimular a criação de políticas públicas para este setor, chamando atenção para a valorização da tradição e da história da nossa cidade – explica a presidente do Casar, Mestra Janete Lainha.

Durante os três dias, a programação será aberta ao público. Já para assistir ao show Girassóis de Van Gogh, de Raimundo Sodré e convidados, no dia 28, às 20h, no Teatro Municipal de Ilhéus, os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente no Ponto de Cultura CASAR, no Teatro Municipal de Ilhéus e no Stand do Karioka, a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Sodré levará ao palco seu vasto repertório de chulas, sambas, baiões, aboios e outros ritmos que marcaram sua carreira, sem deixar de emocionar o público com o sucesso A Massa, lançado no início dos anos 1980. Clique no “leia mais” e confira programação completa: :: LEIA MAIS »

NOVA OBRA DE LOPES

Lopes lançará nova obra pela Editus em breve (Foto Divulgação).

Lopes lançará nova obra pela Editus em breve (Foto Divulgação).

O jornalista e escritor Antônio Lopes lançará nova obra em breve.

Manoel Lins: O Canto da Eterna Esperança é o título do livro.

Será publicado pela editora da Universidade Estadual de Santa Cruz, a Editus.

 

FINAL DE SEMANA DE MÚSICA NA TENDA DO TPI

Crime Organizado é uma das atrações deste final de semana no TPI.

Crime Organizado é uma das atrações deste final de semana no TPI.

A Tenda do Teatro Popular de Ilhéus, na Avenida Soares Lopes, recebe neste próximo sábado (9) o Festival da Música Independente, e no domingo (10), a segunda edição do “Metal Crushers”.

O Festival da Música Independente contará com shows das bandas Verbo&Juízo e A Unidade, as duas de Salvador, além da ilheense Crime Organizado. As apresentações iniciam às 19h, com ingresso de R$ 20 (inteira).

No domingo, o heavy metal toma conta da Tenda. Serão cinco bandas se apresentando: Cemitério (São Paulo), Escarnium (Salvador), Blessed in Fire (Salvador), Sades (Ilhéus) e Mortífera (Ilhéus). A sequência de shows terá início às 16h. O ingresso custa R$ 25 (inteira). Organizado pela HeadCrushers Produções, o Metal Crushers promete atrair caravanas de diversos municípios do estado.

A classificação indicativa para os dois eventos é de 14 anos. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do local. A Tenda é administrada pelo Teatro Popular de Ilhéus, uma das quinze instituições apoiadas pelo programa Ações Continuadas a Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

TPI TRAZ MÚSICA, TEATRO E DEBATE EM JULHO

Banda Verbo & Juízo é uma das atrações de julho da Tenda do TPI.

Banda Verbo & Juízo é uma das atrações de julho da Tenda do TPI.

A Tenda Teatro Popular de Ilhéus, espaço cultural localizado na Avenida Soares Lopes, divulgou a sua programação para o mês de julho. Ao todo, serão 13 dias de eventos, que variam desde debates a show musicais. A programação tem início já neste sábado (2), às 16h, com o Café na Ágora, que traz o professor Antônio Moreno para debater sobre a construção do autoconhecimento.

Ainda neste mês, a Tenda apresenta o Festival da Música Independente, com as bandas Verbo&Juízo (Salvador), A Unidade (Salvador) e Crime Organizado (Ilhéus), no dia 9, além do Improviso, Oxente!, que vai discutir a “Gestão pública sustentável e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, todas as terças-feiras, sempre às 19h.

Para quem gosta de uma boa comédia, o grupo Teatro Popular de Ilhéus sobe ao palco no dia 28, com Medida Por Medida, peça inspirada na obra de William Shakespeare e dirigida por Romualdo Lisboa.

A programação completa com mais detalhes pode ser conferida no site www.teatropopulardeilheus.com.br, ou ainda através do aplicativo “Tenda Teatro Popular de Ilhéus”, disponível para download gratuito no Google Play Store.

HOJE O CÉU TEM PURPURINA

O ator itabunense Osvaldinho Mil, que faz sucesso no teatro e em novelas globais, prestou ontem (17) uma grande homenagem ao jornalista e colunista social Charles Henri, morto após sofrer um AVC hemorrágico e ficar internado por quatro dias, além de passar por cirurgia. O corpo de Henri foi enterrado, há pouco, no Cemitério Campo Santo. Abaixo, a íntegra da homenagem publicada no Facebook.

Osvaldinho MilOsvaldinho Mil, via Facebook

Hoje o céu tem purpurina.

Morreu a primeira grande bicha da minha vida: Charles Henry.

Itabunenses devem ter colocado luto cor de rosa, ornado de lantejoulas brilhantes.

Hoje em dia, rapazes assumirem que gostam de rapazes é natural e corriqueiro. Apesar de todo o preconceito que ainda há, avançamos muito na aceitação desta relação. Na minha infância, no interior da Bahia, anos 70, era uma aberração. Pura viadagem. E Charles Henry fazia parte de um grupo de bichas chiques, aristocráticas e respeitadas nas terras do cacau. Diogo Caldas, Serafim de Itajuípe, Dicas Cezimbra.

Em meio à feliz viadagem deste povo, uma cidade se coloriu. Estes rapazes tinham a coragem de ser quem queriam ser em uma comunidade ainda comandada por restos de coronéis e seus ‘masculinos valores cristãos’.

E mais do que isso, nos abriu as portas para possibilidades além das que as tradições nos empunham. E não falo só em se liberar sexualmente, mas de várias outras amarras que se desfazem quando abrimos a possibilidade de enxergar caminhos além dos já conhecidos.

Minha memória mais antiga neste tema ‘fundiu minha cuca’ na época. Lembro que vi uma vez um negrão musculoso (digo ‘negrão ’porque era negro. Se fosse loiro, diria ‘loirão’), grandão, vestido de mini saia e top vermelhos. Aquela bicha forte estava de dedo em riste ameaçando alguém e dizia com raiva e força em voz grave: ‘eu só sou viado embaixo dessa roupa aqui, porque se eu tirar, eu te quebro todo na porrada’. Hein?! Como é? Viadagem não era coisa de homem bichinha, afeminado e frágil? Vi que não era. Deu um nó na cabeça do menino.

Nesta mesma época surgia o grupo Secos e Molhados. Ney Matogrosso com aquele rosto pintado, o corpo nu. Meio macho, meio fêmea. Uma figura andrógina que eu não entendia na minha meninice.

Caetano cantava: ‘ele é um homem, e eu sou apenas uma mulher’. Como é? Não entendia um homem cantando isso.

Vivas à Charles Henry!

Vida longa às nossas bichas!

Que suas purpurinas despertem os nossos arco íris!

Peço permissão para neste texto usar as palavras viado e bicha pra designar os protagonistas. Eram os únicos termos que usávamos na época. Não existia toda essa gama de palavras que hoje há para nominar rapazes que gostam de rapazes.

Beijos!

CIRCO NEGRO EMPOLGA PLATEIA EM ILHÉUS

Encenação de "Circo Negro" no palco da Tenda do TPI, em Ilhéus (Foto Clóvis Lunardi).

Encenação de “Circo Negro” no palco da Tenda do TPI, em Ilhéus (Foto Clóvis Lunardi).

Foi debaixo de uma lona circense que a CiaSenhas de Teatro abriu, ontem (8), a temporada de espetáculos e oficinas pelo Nordeste brasileiro, com o espetáculo Circo Negro. As apresentações gratuitas seguem até o sábado (11), sempre às 20h, na Tenda do Teatro Popular de Ilhéus, na Avenida Soares Lopes.  A montagem, cuja classificação indicativa é 18 anos, disponibiliza de duas intérpretes de Libras e roteiro em Braile.

O espetáculo Circo Negro tem texto do argentino Daniel Veronese, traduzido por André Carreira e dirigido por Sueli Araújo. A referência ao circo está presente em todos os elementos visuais e sonoros, que criam uma paisagem de um tempo-espaço entre as imagens do circo mítico em contraste com o teatro. A realização de números circenses serve como metáfora do jogo de relações de poder e competitividade, misturando realidade e ficção num jogo permanente com o público.

“COM-VIVÊNCIA”

Como parte do projeto Circo Negro em Circulação Nordeste, a CiaSenhas de Teatro convidou membros da classe artística ilheense para o encontro Ação de Com-Vivência. A atividade será realizada neste sábado (11) a partir das 15 horas, também na Tenda Teatro Popular de Ilhéus. O objetivo é construir um espaço de diálogo e troca de experiências entre os artistas sul-baianos e os do coletivo paranaense.

O projeto Circo Negro em Circulação Nordeste é patrocinado pelo Ministério da Cultura e pela Petrobras Distribuidora. A ação executada pela CiaSenhas de Teatro foi selecionada pelo Programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2015/2016. Após a temporada em Ilhéus, os artistas de Curitiba seguem para Juazeiro do Norte, no Ceará.

ILHÉUS RECEBE PROJETO CIRCO NEGRO

Encenação de Circo Negro, peça da CiaSenhas de Teatro (Foto Maringas Maciel).

Encenação de Circo Negro, peça da CiaSenhas de Teatro (Foto Maringas Maciel).

Ilhéus será a primeira cidade baiana a receber o projeto Circo Negro em Circulação Nordeste, da CiaSenhas de Teatr.,  De quarta-feira (8) a sábado (11), o coletivo de Curitiba apresentará o espetáculo Circo Negro e também realizará oficina de formação de plateia para alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e encontro com a classe artística regional.

A peça, cuja classificação indicativa é 18 anos, será encenada sempre às 20 horas, com acessibilidade para pessoas com deficiências auditiva e visual. A entrada é franca e o palco das atividades será a Tenda Teatro Popular de Ilhéus, localizada na Avenida Soares Lopes.

De acordo com a produtora da CiaSenhas, Marcia Moraes, 2016 está sendo importante para o grupo paranaense pela apresentação do projeto na região Nordeste. Em janeiro, a CiaSenhas fez temporada em Recife com dois espetáculos, um lançamento de livro e uma leitura dramática.

Sobre as expectativas do projeto, ela acredita que “todas as ações são fundamentais pra que o encontro entre a arte, o público e a vida possa ser mais verdadeiro. Estamos totalmente abertos para receber e conversar com as pessoas através do teatro”. Após o período em Ilhéus, o grupo segue para Juazeiro do Norte, no Ceará.

O espetáculo Circo Negro, que estreia na noite desta quarta-feira, mistura realidade e ficção num jogo permanente com o público. A montagem tem texto do argentino Daniel Veronese, traduzido por André Carreira e dirigido por Sueli Araújo. A referência ao circo está presente em todos os elementos visuais e sonoros, que criam uma paisagem de um tempo-espaço entre as imagens do circo mítico em contraste com o teatro. A realização de números circenses serve como metáfora do jogo de relações de poder e competitividade.

FORMAÇÃO DE PLATEIA

A oficina de formação de plateia ministrada pelos artistas da CiaSenhas é destinada a alunos da EJA da Escola Municipal do Banco da Vitória. Eles participarão de, aproximadamente, três horas de atividades práticas e mais bate-papo após assistirem ao espetáculo Circo Negro.

A intenção do trabalho é aproximar ainda mais os estudantes da linguagem do teatro contemporâneo. E o encontro Ação de Com-Vivência, direcionado para membros da classe artística local, objetiva a construção de um espaço de diálogo e troca de experiências com o coletivo paranaense. A ação será no sábado (11), às 15 horas, também na Tenda Teatro Popular de Ilhéus.

O projeto Circo Negro em Circulação Nordeste é patrocinado pelo Ministério da Cultura e da Petrobras Distribuidora. A ação foi selecionada pelo Programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2015/2016. Para saber mais sobre o trabalho da CiaSenhas de Teatro, basta acessar o site www.ciasenhas.art.br.

SERVIÇO
O que: Circo Negro
Local: Tenda Teatro Popular de Ilhéus
Quando: De 08 a 11 de junho, às 20 horas
Entrada: Franca
Classificação: 18 anos
Mais informações: (73) 4102-0580

EVENTO DISCUTE PROJETOS DE ARTE, CULTURA E CHOCOLATE

chocolateRenata Smith | Agência Sebrae

“Deguste!… Arte, Cultura e Chocolate”. Com este tema, o convite para mais uma ação do projeto de Economia Criativa e Chocolate do Sebrae, reuniu empresários e visitantes para um momento de lazer, troca de experiências e oportunidade de bons negócios. O evento foi realizado nesta segunda-feira, 16, das 16h às 19h, no Hotel Jardim Atlântico, no litoral sul de Ilhéus.

Empresários com experiências vitoriosas, nos segmentos de artesanato, chocolates finos e derivados de cacau, montaram estandes e expuseram seus produtos. “Queremos apresentar um ao outro, integrá-los, criar uma rede de negócios que permita o fortalecimento das ideias individuais, mas em um universo coletivo”, explicou a gestora do projeto do Sebrae Economia Criativa e Chocolates, Fabíola Paes Leme.

Entre os participantes estava o produtor de cacau, Lucas Kruschewsky, que pretende colocar definitivamente a localidade de Rio do Braço no calendário junino da região. O São João, previsto para a segunda semana de junho, resgata um dos cenários históricos mais importantes da cidade. Em seu apogeu foi construída a primeira estação ferroviária do sul da Bahia, em 1911, época de produtivas fazendas, antes das sucessivas crises do cacau.

“Quando cheguei e vi destruído aquele cenário próspero da minha infância, entrei na velha estação e prometi que não desistiria do lugar”, revelou Kruschewsky. Ele passou a morar na localidade, recuperou a estação férrea e transformou o espaço em um restaurante de comidas típicas. Na fazenda Estrela da Manhã, oferece passeios, banho de rio e pesca do Tucunaré. “Estamos renascendo e cheios de ideias”, completou o empresário.

:: LEIA MAIS »

AOS 85 ANOS, MORRE CAUBY PEIXOTO

Cauby Peixoto era considerado uma das maiores vozes da música brasileira (Arquivo Agência Brasil)

Cauby Peixoto era considerado uma das maiores vozes da música brasileira (Arquivo Agência Brasil)

Um dos maiores cantores da música brasileira, Cauby Peixoto morreu na noite desse domingo (15), aos 85 anos, em São Paulo. Ele estava internado desde o dia 9 de maio no Hospital Sancta Maggiore, no Itaim Bibi, na zona sul de São Paulo. Segundo o fã clube do artista, ele morreu por volta da meia-noite de ontem. O hospital informou que o cantor teve um quadro de pneumonia.

Cauby Peixoto Barros nasceu em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro, em 10 fevereiro de 1931. Cresceu em uma família de artistas. Trabalhou no comércio até começar a participar de programas de calouros no fim da década de 40, como a Hora dos Comerciários, na Rádio Tupi. Gravou o primeiro disco pelo selo Carnaval, em 1951, com o samba Saia branca, de Geraldo Medeiros, e a marcha Ai, que carestia!, de Victor Simon e Liz Monteiro. Foi um dos grandes nomes da chamada “era de ouro do rádio”.

Em 65 anos de carreira, teve grande sucesso com músicas como Blue Gardenia, Conceição, Mil Mulheres, Bastidores, New York, New York e Nada Além.

Cauby Peixoto  estava em turnê pelo Brasil com a cantora Angela Maria. Da Agência Brasil

ITABUNA TERÁ PROGRAMAÇÃO CULTURAL NA PASSAGEM DA TOCHA OLÍMPICA

Tocha Olímpica chegará a Itabuna exatamente um mês após ter sido acesa na Grécia

Tocha Olímpica chegará a Itabuna exatamente um mês após ter sido acesa na Grécia

Como uma das cidades contempladas com a passagem da Tocha Olímpica, Itabuna prepara um pacote de atividades culturais para marcar a presença do símbolo dos jogos. A festa está programada para o dia 21 de maio, a partir das 16 horas.

A Tocha Olímpica percorrerá as principais avenidas de Itabuna. Nesse percurso, haverá apresentações diversas, promovidas pela Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc). Está prevista exibição de rodas de capoeira, grupos de percussão, fanfarra, violinos e balé. Parte dessa programação está reservada para o momento final da passagem, em cerimônia na Praça Rio Cachoeira.

Na praça,onde a Tocha Olímpica ficará exposta, haverá apresentação da Fanfarra Falcões e de balé grego com alunas do projeto Viv-à-rte. Segundo a Prefeitura, por determinação do Comitê de Organização Local, não será permitida a instalação de barracas para venda de bebidas e alimentos na praça.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia