WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
beergarden sind sefaz


jamile_yamaha

sintesi17

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

editorias


:: ‘cultura’

ESCRITORAS PROVOCAM MERCADO EDITORIAL COM “MULHERES EM PROFUNDANÇAS”

profundanças

Escritoras e fotógrafas nordestinas provocam o mercado editorial com rodas de conversa “Mulheres em Profundanças”, projeto que já circulou pelas pernambucanas Garanhuns e Recife e, agora, chega a Ilhéus. As autoras do livro Profundanças2: antologia literária e fotográfica fomentam debates sobre a invisibilidade de mulheres no mercado editorial brasileiro, processos criativos e formas de resistência. A roda de conversa em Ilhéus será na sede da Academia de Letras de Ilhéus (ALI), na próxima quinta (28), às 19h, com entrada franca.

Ilhéus será a primeira cidade baiana a participar do circuito de debates do projeto Profundanças. A roda terá recital, leitura pública de fragmentos literários com as escritoras Lorenza Mucida, Haísa Lima, Laiz Carvalho, Daniela Galdino; um bate-papo com a fotógrafa Catarina Barbosa, seguido de um debate com o público.

Na Bahia, também receberão o Profundanças Itabuna, Cachoeira, Brumado e Salvador. A intenção, afirmam as idealizadoras, é mobilizar um vasto público interessado em literatura e ampliar o grupo de leitoras/es da antologia. Para a realização dessas rodas de conversa, a equipe tem firmado parcerias com instituições e coletivos culturais ligados à difusão literária.

Galdino é uma das idealizadoras do projeto || Foto Ana Lee

Autora de Inúmera, Galdino é uma das idealizadoras do projeto || Foto Ana Lee

OBRAS LANÇADAS

Criado há pouco mais de dois anos pela poeta/performer itabunense Daniela Galdino, o projeto ‘Profundanças’ conta com a parceria da Voo Audiovisual e já resultou na publicação de duas antologias literárias e fotográficas, sendo a primeira lançada em 2014.

Este ano, em pleno aniversário da pintora mexicana Frida Kahlo (6 de julho), foi lançado o Profundanças 2, resultado de uma ação colaborativa, sem fins lucrativos e independente, que reúne poemas, contos e crônicas de autoria de 16 mulheres.

A obra também apresenta ensaios fotográficos que retratam o cotidiano dessas escritoras realizados por 19 ‘fotógrafes’, somando talentos da Bahia, Pernambuco, São Paulo e Rio Grande do Norte. Para fazer o download gratuito do livro, basta acessar http://vooaudiovisual.com.br/projects/profundancas2/

MULHERES INSURGENTES

Nesta segunda edição, a pluralidade de experiências e a dissidência de vozes encontram um ponto em comum, que é a palavra escrita de artistas negras, não negras e transnão-binárias, que são: Aidil Araújo Lima (BA), Ana Mendes (RN), Andréa Mascarenhas (BA), Daniela Galdino (BA), Dayane Rocha (PE), Débora Ramos (PE), Erika Cotrim (BA), Haisa Lima (BA), JeisiEkê de Lundu (BA), Laiz Carvalho (BA), Larissa Pereira (BA), Lílian Almeida (BA), Mel Andrade (BA/SE), Miriam Alves (SP), Rita Santana (BA), Thalita Peixe de Medeiros (PE).

Já os ensaios fotográficos são assinados por Adrian Greyce, Ana Lee, Andrezza Tavares, Brenda Matos, Camila Camila, Catarina Barbosa, Cláudio Gomes, Haísa Lima, Henrique Valença, Inajara Diz, João Caique, João Santana, Josi Oliveira, LanmiTripoli, Leticia Ribeiro, Mariana Lisboa, Shai Andrade, Rodrigo Iris e Ytallo Barreto.

Roda de conversa “Mulheres em Profundanças”
Quando: 28.set, às 19h
Onde: Academia de Letras de Ilhéus (R. Antônio Lavigne Lemos, 39, Centro, Ilhéus)

PROGRAMAÇÃO:
19h– Abertura
19h15min – Roda de Conversa “Mulheres em Profundanças” + Recital + Leitura pública de fragmentos literários
Escritoras: Lorenza Mucida, Haísa Lima, Laiz Carvalho, Daniela Galdino. Fotógrafa: Catarina Barbosa
20h15min – Debate com o público

TPI FARÁ AUDIÇÃO DE ELENCO PARA NOVO ESPETÁCULO

Teatro Popular fará audição de elenco para montagem de espetáculo

Teatro Popular fará audição de elenco para montagem de espetáculo

O grupo Teatro Popular de Ilhéus (TPI) anunciou nesta segunda-feira (4) a realização de uma audição de elenco para o seu novo espetáculo, com estreia prevista em novembro e direção assinada por Romualdo Lisboa.

O novo espetáculo fará parte da Trilogia da Guerra, projeto que  conta exclusivamente com o financiamento do público teve como primeira montagem “Os fuzis da senhora Carrar”, de Bertolt Brecht.

Os interessados em participar da seleção têm até o próximo sábado (9) para preencher formulário online, disponível na página www.teatropopulardeilheus.com.br.

Após isso, os pré-selecionados serão contatados pelo grupo e convocados para a audição na noite de terça-feira (12), na Tenda Teatro Popular de Ilhéus, na Avenida Soares Lopes.

Apenas as pessoas que preencheram o formulário e foram contatadas poderão participar do evento, segundo a direção do TPI. A participação na pré-seleção é aberta para homens e mulheres, incluindo não atores, com idade mínima de 18 anos.

TEATRO POPULAR DE ILHÉUS 

Fundado em 1995, por Équio Reis, o TPI mantem atividades ininterruptas ao longo de seus 22 anos.  Em seu portfólio, possui mais de 40 espetáculos estreados e participações em festivais nacionais e internacionais de Teatro, com indicações aos prêmios Shell e Braskem.

Atualmente, o grupo, também administra o espaço cultural Tenda Teatro Popular de Ilhéus e é apoiado financeiramente pelo Programa Ações Continuadas a Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) através do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA).

FESTIVAIS SÃO DESTAQUES NA PROGRAMAÇÃO DO TPI EM SETEMBRO

Tenda do TPI divulga programa de setembro || Foto Lucas Vitorino

Tenda do TPI divulga programa de setembro || Foto Lucas Vitorino

Saiu a programação de setembro da Tenda Teatro Popular de Ilhéus. Os destaques são os festivais Latino-Americano de Teatro da Bahia (Filte) e Sonora – Ciclo de compositoras.

Realizado em Salvador e Ilhéus, o Filte acontece na Tenda nesta sexta (1º) e sábado (2), às 20h, com apresentação do espetáculo Os fuzis da senhora Carrar, do Teatro Popular de Ilhéus (TPI). O ingresso, que pode ser adquirido na bilheteria do espaço cultural, custa R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia). A classificação indicativa é 14 anos.

Surgido a partir de um movimento internacional na internet, o Sonora reunirá mulheres criadoras do sul da Bahia nos dias 15 e 16, com a realização da Oficina gratuita Corpo e Mandinga (9h), por Evani Tavares, e shows de diversas compositoras (19h), além do Bazar das Comadres. :: LEIA MAIS »

EM VÍDEO, JOSÉ DELMO LEMBRA OS 105 ANOS DE JORGE AMADO

Dos principais nomes da arte grapiúna, José Delmo recitou, em vídeo, poema para lembrar os 105 anos de nascimento do maior escritor baiano de todos os tempos, o também grapiúna Jorge Amado, que veio ao mundo em 10 de agosto de 1912, na Vila de Ferradas, em Itabuna. Pausa (e palmas!!!) para Zé, homenagem para Jorge!

Salve Zé! Salve Jorge! Eternamente amados!

O vídeo foi enviado ao PIMENTA pelo inquieto Gerson Marques.

GUIAS E RECEPTIVOS CONHECEM PROPOSTA DE VISITAÇÃO PÚBLICA DO PALÁCIO PARANAGUÁ

Palácio Paranaguá foi sede do governo ilheense até o ano passado.

Palácio Paranaguá foi sede do governo ilheense até o ano passado.

Agentes do trade turístico ilheense participarão, na próxima quinta-feira (27), de uma aula de instruções sobre o novo formato de visitação do Palácio Paranaguá. A explanação, às 15h, no segundo andar do próprio palácio, será feita por Anarleide Menezes, integrante da Rede de Museus e Pontos de Memória do Sul da Bahia.

Planejada pela Secretaria de Turismo e Esporte (Setur), a iniciativa é uma das etapas da implantação do Museu do Palácio Paranaguá, em Ilhéus. Segundo o município, o espaço será aberto para visitação pública nos próximos dias.

Anarleide ministra aula pública.

Anarleide ministra aula pública no Palácio.

– Nesta primeira etapa a missão é contextualizar imagens e móveis nos primeiros ambientes disponibilizados, apresentando uma ideia de como era a cidade e como o Palácio funcionava no século passado – explicou Anarleide.

O acervo do prédio histórico conta com fotografias e peças dos séculos XIX e XX e do mobiliário que atendeu a intendentes e prefeitos da cidade. Nos últimos dias, os objetos que compõem o acervo ganharam a aplicação de cera de abelha clarificada na Alemanha. O espaço foi higienizado.

O itinerário da visitação é a parte superior do Palácio Paranaguá, onde, em uma das salas, funciona a Setur. Estagiários do curso técnico do CEEP (antigo Colégio Estadual) vão acompanhar os visitantes.

A professora Anarleide Menezes elogia a decisão do governo em iniciar o processo de implantação do Museu. “Claro que ainda estamos longe do ideal. Um projeto de museu envolve mídias digitais, totens… Mas a cidade não pode ficar esperando. Tem que começar”, afirmou. “O Palácio no centro da cidade vai surpreender. A Rede de Museus e Pontos de Memória do Sul da Bahia vai ajudar na divulgação do espaço”, assegura.

PALÁCIO COM 110 ANOS DE HISTÓRIA

O Palácio do Paranaguá é um prédio histórico localizado no centro da cidade. Foi construído em 1907, no mesmo local onde existiam ruínas de um colégio jesuíta. Seu nome é uma homenagem ao presidente da província da Bahia da época do Brasil Império, o Marquês de Paranaguá.

João Lustosa da Cunha Paranaguá elevou a Vila de São Jorge dos Ilhéus à categoria de cidade, em 1881, por meio de lei provincial. O palácio é um dos símbolos da opulência que existiu na região durante a saga do cacau. Em estilo neoclássico, é uma das mais belas construções do interior do estado.

EDITUS LIBERA MAIS DE 150 LIVROS PARA DOWNLOAD GRATUITO

editusO acervo de livros da Editus para download gratuito aumentou. Agora, o Editus Digital conta com mais de 150 títulos para o leitor baixar gratuitamente. São publicações em áreas como Literatura, Educação, Saúde, Direito, Economia, História, Africanidades e Infantojuvenil.

Segundo a editora, o objetivo é colaborar com a democratização do acesso ao conhecimento e incentivar a leitura. Para isso, adotou como política institucional a disponibilização imediata dos livros após seis meses de publicação impressa.

O livro produzido pela editora pode ser lido em qualquer dispositivo (computador, smartphone ou tablet). Para baixar, acesse: https://goo.gl/JkNj7T.

ZÉ DELMO CONTA CAUSOS E COISAS DE ILHÉUS NO TEATRO MUNICIPAL

Zé Delmo conta causos e coisas da história de Ilhéus.

Zé Delmo conta causos e coisas da história de Ilhéus.

O ator grapiúna José Delmo apresenta, de segunda a sexta-feira, todas as manhãs e tardes, o espetáculo “Aqui e agora, contação de histórias sobre causos e coisas de Ilhéus”, no palco do Teatro Municipal. Um dos objetivos deste novo projeto idealizado pela prefeitura é tornar o espaço do Municipal mais intimista e próximo dos visitantes, além de valorizar o artista e tudo que ele representa para a cultura de Ilhéus e do sul da Bahia.

Para o gestor de Cultura Pawlo Cidade, Zé Delmo é uma lenda viva da arte cênica da região, considerado um decano do teatro. “Suas histórias irão alegrar e satisfazer os turistas que visitam um dos mais conceituados teatros do interior da Bahia, o de Ilhéus”. Pawlo Cidade destacou ainda que a secretaria municipal de Cultura abriu espaço do teatro para ele falar sobre coisas e causos relacionados aos coronéis do cacau.

SOBRE JOSÉ DELMO

Natural de Buerarema, mas nascido no município de Belmonte, José Delmo tem na ponta da língua boa parte da sua obra. Além de poeta, ator e artista plástico, ainda é licenciado em desenho e artes plásticas pela Universidade Federal da Bahia (Ufba). Enquanto estudava em Salvador buscou também trilhar os caminhos do teatro. Estreou como ator profissional em 1977, na peça “A função do casamento”, escrita por Haydil Linhares, no Teatro do Pelourinho (Sesc). José Delmo fez parte de movimentos culturais no sul da Bahia. Fundou ao lado de outros artistas grapiúnas, a exemplo de Ramon Vane, José Araripe, Gal Macuco, José Henrique e Marcelo Ganem, o Grupo de Arte Macuco e as Feiras de Arte de Buerarema.

CENTRO DE CULTURA RETOMA ATIVIDADES, MAS SEM A SALA PRINCIPAL

Centro de Cultura foi interditado por falta de plano de combate a incêndio.

Centro de Cultura foi interditado por falta de plano de combate a incêndio.

As atividades do Centro de Cultura Adonias Filho, em Itabuna serão retomadas nesta segunda (29). As salas multiuso foram liberadas, mas a principal, que recebe espetáculos musicais e teatrais, continuará interditada.

De acordo com comunicado da Secretaria de Cultura do Estado (Secult), a sala principal passará novamente por obras de requalificação e serão instaladas poltronas com revestimento antichamas.

A secretaria também informou que “o isolamento na parte externa e interna do muro” foi concluído “na manhã deste sábado (27)”. A promessa da Pasta é de que a “reconstrução será iniciada na próxima semana pela Superintendência de Patrimônio da Secretaria de Administração”.

Conforme a nota, a reabertura ocorre após a formulação do “projeto de Combate a Incêndio e Pânico”, que já teria sido encaminhado ao Corpo de Bombeiros para análise. “A Secretaria de Cultura demonstra desta forma preocupação em manter a segurança das atividades no espaço”.

“OS FUZIS DA SENHORA CARRAR” ESTREIA SÁBADO, NO TPI

Tânia Barbosa interpreta a personagem Senhora Carrar (Foto Lucas Vitorino).

Tânia Barbosa interpreta a personagem Senhora Carrar (Foto Lucas Vitorino).

Estreia no próximo sábado (27), às 20h, na Tenda do Teatro Popular de Ilhéus (TPI), na Avenida Soares Lopes), Os fuzis da senhora Carrar, com classificação indicativa de 12 anos. O espetáculo é uma produção do grupo teatral do TPI.

Da obra do alemão Bertolt Brecht, o espetáculo conta a história de Teresa Carrar (personagem interpretada pela atriz Tânia Barbosa), uma mãe que tenta manter a integridade dos filhos em meio à guerra civil espanhola.

Os ingressos para a estreia podem ser adquiridos, em horário comercial, na Papirus Livraria (Shopping It’art) e na bilheteria da Tenda, a partir das 19h do sábado.

O texto, escrito em 1937, durante o conflito, provoca o público a pensar sobre a estupidez das guerras, a desumanização e impotência a que são submetidas as sociedades. Este é o primeiro espetáculo da ‘Trilogia da Guerra’, projeto cênico do TPI, que apresentará ainda mais dois espetáculos nos próximos meses.

Os fuzis da senhora Carrar tem música ao vivo e utiliza recursos audiovisuais, tornando o espetáculo ainda mais atrativo. A montagem contou com o financiamento do próprio público, a partir da campanha on-line “sua contribuição vale um espetáculo”, desenvolvida pelo TPI e com a mobilização de artistas de diversas regiões do Brasil.

Uma das contrapartidas da campanha foi a doação de ingressos para estudantes da rede pública de ensino de Ilhéus, que através de um trabalho de mediação, também foram convidados pelo grupo ilheense a desenvolverem atividades sobre o contexto da história apresentada no espetáculo. O material desenvolvido pelos estudantes terá publicação online.

TENDA

A Tenda é administrada pelo Teatro Popular de Ilhéus, uma das instituições apoiadas pelo programa Ações Continuadas a Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) através do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA).

MOVIMENTO PEDE CONCLUSÃO DE REFORMA DO CENTRO DE CULTURA, QUE ESTÁ INTERDITADO

Centro de Cultura entrou em reforma em 2013 e foi reaberto em 2015. Agora, novamente interditado...

CCAF entrou em reforma em 2013 e foi reaberto em 2015. Está novamente interditado…

Após ficar fechado por dois anos, o Centro de Cultura Adonias Filho (CCAF), de Itabuna, reabriu no início do segundo semestre de 2015. À época, o secretário de Cultura do Estado, Jorge Portugal, prometeu conclusão da reforma até novembro daquele ano, durante as comemorações do centenário de nascimento do escritor Adonias Filho.

A reforma não foi concluída. De lá até aqui, o Centro de Cultura funcionava na base do improviso – por dois anos. Ontem (23), o comando do Corpo de Bombeiros em Itabuna decidiu interditar o CCAF. O estado não cumpriu as exigências de instalação de equipamentos de segurança, a exemplo de sensores de incêndio.

Notificada duas vezes, a Secult recebeu prazos para adequar o equipamento cultural às normas de segurança. Nada feito, segundo o comando do 4º Grupamento do Corpo de Bombeiros em Itabuna. Não restou outra saída a não ser a interdição do CCAF.

ABAIXO-ASSINADO

Com a decisão do Corpo de Bombeiros, atores culturais voltaram a fazer circular um abaixo-assinado de 2014, no qual pedem a imediata conclusão das obras de reforma do centro de cultura. Por enquanto, e apesar de iniciada há 3 anos, a petição digital colecionava – até as 9h58min de hoje – apenas 498 assinaturas. Número deve subir após a decisão de ontem, tomada pelo Corpo de Bombeiros e apoiada pelo Ministério Público Estadual (MP-BA).

Pelo lado do estado, a promessa é de retomada das obras de reforma em julho deste ano. Artistas já estariam programando protestos contra a Secult por causa do descaso com o Centro de Cultura Adonias Filho.

 

FICC ABRE INSCRIÇÕES PARA OFICINAS DE ARTE E DANÇA

Denise Tavares: 23 modalidades de cursos.

Denise Tavares: 23 modalidades de cursos.

As matrículas para as oficinas do Programa de Arte e Cultura em Áreas de Interesse Social (Pacais) da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) já estão abertas. Os cursos oferecidos são os de violão, teatro, desenho e pintura, futebol, percussão, zumba, yoga, ballet, bateria, dança de rua, dança afro, muay thai E contação de histórias.

As inscrições deverão ser feitas nas Unidades das Casas das Artes, das 8hs às 12hs e das 14hs às 16hs. No ato da inscrição o aluno deverá comparecer com a carteira de identidade e comprovante de residência. Menor de idade deve ir acompanhado dos pais ou responsáveis.

Segundo a coordenadora pedagógica do Pacais, Denise Tavares, são 23 modalidades de cursos distribuídos em 39 oficinas. O projeto contempla crianças, jovens e adultos de vários bairros de Itabuna. Mais informações através do telefone (73) 3613-4915.

“LETRAS DE ABRIL” NO CENTRO DE CULTURA

Genny Xavier coordenada o Letras que Voam, da FICC.

Genny Xavier coordenada o Letras que Voam.

A Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) e a Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA) promovem, na próxima terça (18), o “Letras de Abril”, que busca incentivar a leitura entre o público infantil. A programação ocorrerá das 8h às 11h30min e das 13h30min às 16h30min, voltada para crianças matriculadas em escolas municipais ou atendidas por projetos sociais.

Segundo a coordenadora do projeto, Genny Xavier, a programação da sessão especial terá atividades lúdicas de contação de histórias, com a educadora Edna Serpa; Teatro de Bonecos, com direção de Diovane Tavares; e participações musicais do cantor Nonato Teles e da cantora Jullia Ewelyn; além de exibição de filme e espaço de leitura.

O evento é parte do projeto Letras que Voam, da Ficc. O projeto visa estimular a prática de leitura por meio do acesso ao livro e da promoção de atividades lúdicas. Para agendamento de visita do projeto, com oficinas de leitura, basta entrar em contato com a FICC através do telefone (73) 3613 4915 ou enviar ofício de solicitação para o e-mailletrasquevoam@gmail.com. Interessados também podem procurar informações na Sala de Apoiodo projeto, situada na sede da FICC, na Praça Laura Conceição, 339 – Centro.

DEBATE SOBRE ECONOMIA CRIATIVA REÚNE AUTORIDADES EM ILHÉUS

Claudiana, Alexandre Simões, Marão, Bebeto e Vivaldo participam de debate.

Claudiana, Alexandre Simões, Marão, Bebeto e Vivaldo participam de debate.

No mês em que o Teatro Popular de Ilhéus (TPI) comemora quatro anos de atividades na Tenda, localizada na Avenida Soares Lopes, a economia criativa é o foco das discussões no projeto Improviso, Oxente!, no próximo sábado (8), às 19h. O TPI apresentará em seu palco um diálogo sobre o tema: “A economia criativa como propulsora do desenvolvimento social e econômico”.

O Improviso, Oxente! é gratuito e aberto ao público. Especialmente nesse sábado, durante o evento, atores do Teatro Popular de Ilhéus realizarão intervenções com músicas que integram a trilha sonora de seus espetáculos teatrais.

Para participar do bate-papo, foram convidados Claudiana Figueiredo, coordenadora regional do Sebrae; Mário Alexandre, prefeito de Ilhéus; José Vivaldo Mendonça, secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia); Bebeto Galvão, deputado federal; e Alexandre Simões, superintendente de Promoção Cultural da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

Durante esta edição do Improviso, Oxente! também serão apresentados números dos quatro anos de funcionamento da Tenda e detalhes do projeto Parque Cultural Aldeia das Artes, espaço multilinguagem com foco no desenvolvimento das novas tecnologias e economia criativa, idealizado pelo Teatro Popular de Ilhéus, com auxílio do arquiteto e urbanista alemão, Carl Van Hauenschild. :: LEIA MAIS »

FICC OFERECE 60 VAGAS E ATÉ R$ 2 MIL DE SALÁRIO EM SELEÇÃO PÚBLICA

Sede da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc).

Sede da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc).

As inscrições para o Programa de Arte e Cultura em Áreas de Interesse Social (Pacais) ficam abertas até a próxima segunda (3). São oferecidas 42 vagas para oficineiros de Arte e 18 para assistentes artísticos, de acordo com edital da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc). O programa tem por objetivo difundir a cultura através de oficinas de iniciação artística. Salário varia de R$ 1 mil a R$ 2 mil.

CONFIRA EDITAL

Do total de vagas ofertadas para os cargos descritos no Edital, duas serão reservadas a pessoas com deficiência, desde que haja compatibilidade com as atividades do cargo pretendido. Segundo a coordenadora pedagógica do programa, Denise Tavares, ao longo da sua execução o Pacais já contemplou mais de 5 mil pessoas no município.

:: LEIA MAIS »

RONARA CRIOLA E XOXÔ AGITAM O OTAMBÍ DE VERÃO

Criola e Xoxô agitam o Otambí de Verão amanhã.

Criola e Xoxô agitam o Otambí de Verão amanhã.

O Otambí de Verão deste sábado (11) é ainda mais especial, com a comemoração aos 83 anos de Mãe Ilza Mukalê, matriarca do Terreiro Matamba Tombenci Neto. Para agitar o sábado, o palco do Espaço Cultural Dilazenze recebe, a partir das 20 horas, Ronara Criola e Paulinho Xoxô.

O evento em Ilhéus é aberto ao público e faz parte da programação da IV Semana Mãe Ilza Mukalê, que contou com homenagens às mulheres, rodas de conversas e apresentações culturais, no Terreiro Matamba Tombenci Neto.

A iniciativa da Organização Gongombira de Cultura e Cidadania conta com apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.

BURITI PATROCINA BLOCO SEM CORDAS NO CARNAVAL DE ITABUNA

Babado Novo, da vocalista Mari Antunes, puxará o Te Amasso sem cordas (Foto Divulgação).

Babado Novo, da vocalista Mari Antunes, puxará o Te Amasso sem cordas (Foto Divulgação).

Mauro, da Buriti: fortalecimento da cultura regional (Foto Pimenta).

Mauro, da Buriti: apoio à cultura sul-baiana (Foto Pimenta).

A Rede de Lojas Buriti será uma das principais patrocinadoras do Carnaval Antecipado de Itabuna em 2017. A folia começa na próxima sexta (10), nas avenidas Aziz Maron e Mário Padre e deve atrair cerca de 100 mil foliões, de acordo com a organização.

Numa parceria com o Te Amasso, a Buriti contratou a Banda Babado Novo, uma das principais atrações da festa. Vocalista da Babado Novo, Mari Antunes vai agitar a multidão, com o Bloco Te Amasso desfilando sem cordas, fazendo a alegria do folião pipoca, na retomada do carnaval itabunense. “Todo mundo vai poder pular e se divertir de graça”, afirma Mauro Ribeiro, diretor comercial da Buriti.

O investimento da Buriti também garantirá mais atrações. A empresa patrocinará, ainda, o Bloco DK1 Beijo, que descerá a avenida puxado pela cantora Liu Menezes, uma das sensações da música sul-baiana. O bloco sai no sábado (11).

“Queremos que todos brinquem com segurança e alegria, relembrando os velhos tempos. Venha você também resgatar essa tradição bonita que fez Itabuna ganhar destaque nacional”, convoca Mauro.

A Buriti, afirma o diretor, busca fortalecer a cultura regional e democratizar o acesso à arte com patrocínios a festas, espetáculos teatrais e grandes eventos no sul da Bahia. A rede de lojas de material para construção completa 20 anos em 2017.

FESTIVAL REÚNE CULTURA POPULAR EM ILHÉUS; CONFIRA PROGRAMAÇÃO

Sodré é atração de festival que começa na quinta, em Ilhéus.

Sodré é atração de festival que começa na quinta, em Ilhéus.

Começa na próxima quinta (26) a primeira edição do Festival de Cultura Popular de Ilhéus, com programação no Teatro Municipal, na Praça do Teatro, na Academia de Letras e no Ponto de Cultura Literatura de Cordel Para Todos (Casar), no Pontal. Até o dia 28, serão promovidas oficinas e feiras de literatura de cordel, de xilogravura – com Luiz Natividade -, estandartes, além de apresentações de samba de roda, maculelê, bumba meu boi, terno de reis, danças indígenas, circo, feira de artesanato e seminário.

O público vai, ainda, se emocionar com os shows de grandes artistas nordestinos, como Carlos Silva, Geruza Guedes, Teo Guedes e Domingos Santeiro. O encerramento ficará por conta do santamarense Raimundo Sodré, que soltará a voz e a viola no palco do Municipal de Ilhéus.

– O Festival foi pensado para fortalecer as culturas populares existentes no município de Ilhéus e região, além de divulgar essas manifestações. O evento vai, também, estimular a criação de políticas públicas para este setor, chamando atenção para a valorização da tradição e da história da nossa cidade – explica a presidente do Casar, Mestra Janete Lainha.

Durante os três dias, a programação será aberta ao público. Já para assistir ao show Girassóis de Van Gogh, de Raimundo Sodré e convidados, no dia 28, às 20h, no Teatro Municipal de Ilhéus, os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente no Ponto de Cultura CASAR, no Teatro Municipal de Ilhéus e no Stand do Karioka, a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Sodré levará ao palco seu vasto repertório de chulas, sambas, baiões, aboios e outros ritmos que marcaram sua carreira, sem deixar de emocionar o público com o sucesso A Massa, lançado no início dos anos 1980. Clique no “leia mais” e confira programação completa: :: LEIA MAIS »

NOVA OBRA DE LOPES

Lopes lançará nova obra pela Editus em breve (Foto Divulgação).

Lopes lançará nova obra pela Editus em breve (Foto Divulgação).

O jornalista e escritor Antônio Lopes lançará nova obra em breve.

Manoel Lins: O Canto da Eterna Esperança é o título do livro.

Será publicado pela editora da Universidade Estadual de Santa Cruz, a Editus.

 

FINAL DE SEMANA DE MÚSICA NA TENDA DO TPI

Crime Organizado é uma das atrações deste final de semana no TPI.

Crime Organizado é uma das atrações deste final de semana no TPI.

A Tenda do Teatro Popular de Ilhéus, na Avenida Soares Lopes, recebe neste próximo sábado (9) o Festival da Música Independente, e no domingo (10), a segunda edição do “Metal Crushers”.

O Festival da Música Independente contará com shows das bandas Verbo&Juízo e A Unidade, as duas de Salvador, além da ilheense Crime Organizado. As apresentações iniciam às 19h, com ingresso de R$ 20 (inteira).

No domingo, o heavy metal toma conta da Tenda. Serão cinco bandas se apresentando: Cemitério (São Paulo), Escarnium (Salvador), Blessed in Fire (Salvador), Sades (Ilhéus) e Mortífera (Ilhéus). A sequência de shows terá início às 16h. O ingresso custa R$ 25 (inteira). Organizado pela HeadCrushers Produções, o Metal Crushers promete atrair caravanas de diversos municípios do estado.

A classificação indicativa para os dois eventos é de 14 anos. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do local. A Tenda é administrada pelo Teatro Popular de Ilhéus, uma das quinze instituições apoiadas pelo programa Ações Continuadas a Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

TPI TRAZ MÚSICA, TEATRO E DEBATE EM JULHO

Banda Verbo & Juízo é uma das atrações de julho da Tenda do TPI.

Banda Verbo & Juízo é uma das atrações de julho da Tenda do TPI.

A Tenda Teatro Popular de Ilhéus, espaço cultural localizado na Avenida Soares Lopes, divulgou a sua programação para o mês de julho. Ao todo, serão 13 dias de eventos, que variam desde debates a show musicais. A programação tem início já neste sábado (2), às 16h, com o Café na Ágora, que traz o professor Antônio Moreno para debater sobre a construção do autoconhecimento.

Ainda neste mês, a Tenda apresenta o Festival da Música Independente, com as bandas Verbo&Juízo (Salvador), A Unidade (Salvador) e Crime Organizado (Ilhéus), no dia 9, além do Improviso, Oxente!, que vai discutir a “Gestão pública sustentável e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, todas as terças-feiras, sempre às 19h.

Para quem gosta de uma boa comédia, o grupo Teatro Popular de Ilhéus sobe ao palco no dia 28, com Medida Por Medida, peça inspirada na obra de William Shakespeare e dirigida por Romualdo Lisboa.

A programação completa com mais detalhes pode ser conferida no site www.teatropopulardeilheus.com.br, ou ainda através do aplicativo “Tenda Teatro Popular de Ilhéus”, disponível para download gratuito no Google Play Store.

alba



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia