WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: ‘DEM’

TOM PODE SER VICE EM 2012

PRB gostou da ideia de lançar Tom Ribeiro para vice de Azevedo em 2012

A conversa entre o prefeito de Itabuna e a cúpula do PRB, ontem, na Churrascaria Los Pampas, foi bem mais abrangente do que se pensava. Não se resumiu à parceria com a TV Cabrália/Record News nem visou somente às eleiçoes vindouras.

Azevedo e o Bispo Marinho falaram muito sobre o presente. E ficou praticamente acertado que o PRB ocupará uma cadeira no primeiro escalão do governo. O presidente da Executiva Municipal, Ivo Evangelista, vai indicar o nome, ainda não se sabe para que cargo.

Na mesma conversa, Azevedo convidou o comunicador Tom Ribeiro, campeão de audiência da Cabrália, para ser o seu vice na reeleição, em 2012. É um namoro que já vem de algum tempo e é visto com simpatia pelo PRB.

Ao que tudo indica, vai dar casamento.

SEM PODER, A EX-DAMA-DE-FERRO CHOROU

Ela chorou, soluçou, bateu no PT, deu conselhos ao prefeito Capitão Azevedo. É a nova fase da presidenta do DEM de Itabuna, Maria Alice Pereira. A versão chorosa, “mais humana”, vem sendo apresentada depois que ela foi preterida no governo do capitão, ficando de fora.

Um dos trechos fará a turma do PT estrilar:

– O governador Jaques Wagner é esperto o suficiente – aliás, todos eles dessa sigla partidária o que sabem é aproveitar a mídia. Uma Bahia que está na televisão não é a Bahia que nós vivenciamos, não é a Bahia que nós vemos. A Bahia da televisão quem não estiver dentro da Bahia quer vir correndo.

A presidenta do DEM local, aliás, pôs-se a fazer críticas (coerentes até certo ponto) à (in)segurança:

– A insegurança campeia em todos os bairros da nossa cidade. Em qualquer bairro você está sendo assaltado em plena luz do dia, tem pedágio em alguns bairros e você não pode entrar. Eu andava livremente em todos os bairros da cidade. Hoje eu repenso quando tenho que sair para ir a um bairro.

Entendeu por que o “coerente até certo ponto”? Quem pode dizer que se andava livremente de um bairro para o outro ao final dos anos 90 e início dos anos 2000? Antigamente, e o ano era 1998, matava-se jornalista que circulava numa rua em que, nos seus extremos, existiam (e ainda existem!) um batalhão da Polícia Militar e um Complexo Policial.

Confira a íntegra da entrevista concedida à Celina Santos (clique aqui para ler).

NO AR, O BIG BROTHER BRASÍLIA!

AMARILDO – DOS VEGETAIS

www.amarildo.com.br

A CRISE DO DEM

Arruda: de estrela política a detento vip.

O Democratas foi criado há menos de três anos e – tão novo – já enfrenta uma crise daquelas! O partido reservava ao governador distrital José Roberto Arruda o papel de estrela eleitoral da legenda. 2010, então… Mas não deu. Arruda caiu. E foi (está) preso.

O vice-governador do DF também era do Democratas. Paulo Octávio substituiu, interinamente, o Carequinha do Panetone. Não resistiu. Renunciou ao cargo nesta tarde de sexta-feira. Alegou que o momento exige condições excepcionais para governar e não teria encontrado estas forças para seguir em frente.

Quem assume o governo do Distrito Federal é um aliado de Arruda, o Wilson Lima (PR), presidente da Câmara Legislativa do DF. A manutenção de Octávio no poder ficou insustentável desde quando a Polícia Federal descobriu suposta participação do vice também no esquema de corrupção de Arruda, o homem do panetone.

E o escândalo afeta o DEM justamente em um ano em que eleitores vão às urnas para escolher de deputados estaduais e federais a senadores, governadores e presidente.

Qual será o impacto da atual crise no capital eleitoral do ‘menino’ DEM? Uma das lideranças do partido, o deputado Rodrigo Maia, tentou lamber as feridas: “o partido fica sem governo, mas com os seus princípios”. Enigmática. Quais seriam esses princípios?

Às vésperas das eleições de 2010 o DEM experimenta um tombo semelhante ao do seu “algoz”, o PT, que soube se refazer após as denúncias do Mensalão, apoiado na máquina central e na popularidade do governo Lula.

Diferenças existem. Os ‘vermelhos’ eram os detentores do poder central. E resistiram. O escândalo dos ‘demos’ é de impacto imprevisível. Nos subterrâneos da política, certeza é que Arruda irrigou os companheiros de partido em diversas campanhas.

Passado o afastamento do governador do DF, agora vem a parte mais dolorosa, pois a Câmara Legislativa analisará pedido de impeachment do ‘hômi’. A essa altura, o carequinha elogiado – e amigo – do governador José Serra (PSDB) e do presidente Lula (PT) talvez não tenha forças para manobrar e evitar a ‘espada’.

Dólar na cueca, dinheiro na meia… Depois do ‘roubolation’, vai começar o ‘rebolation’.

KASSAB ‘KASSADO’: JUSTIÇA ELEITORAL CONDENA PREFEITO DE SP

Da Folha Online:

Cassado, o prefeito Kassab (DEM) promete recorrer da sentença

A Justiça Eleitoral condenou o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), à perda do mandato pelo suposto recebimento de doações ilegais na campanha de 2008.

A decisão deve ser publicada no “Diário Oficial” na próxima terça-feira, é o que informa a reportagem de Flávio Ferreira e Fernando Barros de Mello, publicada na edição deste domingo da Folha de S.Paulo, que já está nas bancas.

Em nota, a defesa do prefeito diz que as contas “foram analisadas e aprovadas sem ressalvas pela Justiça Eleitoral” e que a tese da sentença já foi vencida no TSE. Os advogados vão recorrer.

‘PANETONEGATE’ DE ARRUDA CADA VEZ MAIS PRÓXIMO DA BAHIA

Já se sabe que o governador Roberto Arruda (ex-DEM, agora sem partido), forniu os cofres do DEM país afora, com dinheiro de empresas fornecedoras do governo distrito federal, nas eleições de 2008. Foi assim com São Paulo, na campanha reeleitoral de Gilberto Kassab, por exemplo.

Acontece que todos que receberam recursos dizem que as transações foram limpas, o que Arruda e até os tais fornecedores – empresas, principalmente consrutoras, que receberam grandes obras do governo do Distrito Federal – fazem questão de deixar em dúvida.

O que os mangangões do DEM agora temem é que Arruda, preso na sede da Polícia Federal em Brasília, abra a boca sobre essas ‘ajudas’ eleitorais e outras coisinhas mais. Na Bahia, mesmo, tem gente pulando carnaval com uma certa dose de preocupação com as notícias que chegam de lá, do centro-oeste.

PARA LIVRAR LEGENDA, DEMOCRATAS PEDEM INTERVENÇÃO EM BRASÍLIA

O Pierrô Arruda passa carnaval no xilindró - charge: Clayton

O pedido de intervenção federal no governo de Brasília, feito pelo procurador-geral da república, Roberto Gurgel, encontra apoio até em lideranças do DEM, partido ao qual pertence o governador em exercício, Paulo Octávio.

A tática dos mangangões do DEM, a exemplo do senador Demóstenes Torres (GO), é afastar do ex-partido de Arruda qualquer possiblidade de contaminação pelo escândalo. Tarde demais.

A polícia federal já encontrou na sede oficial do governo do Distrito Federal documentos que ligam financeiramente Arruda ao DEM, através de recibos de doações de empreiteiras.

Os dirigentes democratas dizem que o dinheiro (apenas dois recibos registra mais de R$ 400 mil destinados à legenda) foi repassado de forma legal.

Só que, se assim fosse, os recibos deveriam estar na contabilidade das empresas e não no escritório de Arruda. Essa é a questão que mais intriga a Polícia Federal.

ARRUDA PASSARÁ CARNAVAL NO XILINDRÓ

O ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), ainda não anunciou, oficialmente, a sua decisão sobre habeas corpus para o governador distrital, José Roberto Arruda (ex-DEM). Mas vazou. Marco Aurélio decidiu pela continuidade do carequinha democrata onde está: atrás das grades!

O governador está preso desde a tarde de ontem. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu favorável ao pedido de prisão preventiva de Arruda, apresentado pela Procuradoria-Geral da República. Os ministros do STJ decidiram de forma quase unânime, 12 votos a 2. Arruda é acusado de tentar subornar testemunhas e atrapalhar as investigações da Polícia Federal.

ARRUDA SE ENTREGA E (QUEM SABE) DORME NA CADEIA

Arruda chegou à sede da PF no fim da tarde

O governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), se entregou à Polícia Federal por volta das 17h45min, acatando decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que decretou sua prisão.

Arruda é acusado de comandar um esquema de propina que chocou o país, após a revelação de imagens suas e de aliados políticos recebendo vultuosas quantias em dinheiro ilícito.

Seus advogados já impetraram pedido de habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF), que será julgado pelo ministro Marco Aurélio de Mello.

Caso a decisão do ministro não saia a tempo (será que não sai?), o governador domirará na carceragem da Polícia Federal, em Brasília.

A decisão do STJ pegou a nação de surpresa, uma vez que é fato se não inédito, pelo menos muito raro no país, um governador ter prisão decretada durante exercício do mandato.

DEM JÁ ESTUDA PUNIÇÃO A AZEVEDO

Maria Alice: aliança Azevedo-Wagner surpreendeu.

A presidenta do DEM de Itabuna, Maria Alice Pereira, não descarta punição ao prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo, caso o democrata confirme, com gestos e atos, o seu apoio à reeleição do governador Jaques Wagner.

Merilaice concedeu entrevista ao Bom Dia, Bahia, apresentado por Fábio Roberto na Rádio Nacional. A dirigente do DEM revelou que a notícia do apoio, divulgada aqui no Pimenta, pegou-lhe de surpresa. “Vamos nos reunir para decidir. O DEM tem candidato, Paulo Souto, que vai ser, sem dúvida, o nosso governador”, disse.

Maria Alice teria contatado o prefeito, ainda no final de semana, e Azevedo (que escorrega feito quiabo) afirmou-lhe que não havia fechado apoio a Wagner. A democrata garantiu que a decisão do prefeito de Itabuna sobre quem vai apoiar na disputa pelo Palácio de Ondina somente será anunciada em maio.

TE CUIDA, BRITTO!

Que o deputado federal Roberto Britto não gostou do apoio de Capitão Azevedo a Luiz Argôlo, não é novidade. Espumou. Mas o homem de Jequié teria ficado mais calmo após contato mantido com o prefeito de Itabuna no início da noite, por telefone.

Os dois trataram de detalhes da emenda que assegura R$ 20 milhões para a construção da Barragem no rio Colônia, em Itapé, e, no finalzinho, o parlamentar quis saber como andava aquele trato eleitoral. O capitão jurou de pés-juntos que continua tendo dois nomes para a disputa a federal (ele, Britto, e Argôlo).

Se o deputado de Jequié acreditou, não sabemos, mas os dois se reencontram nesta terça, em Brasília, quando terão audiência com o ministro das Cidades, Márcio Fortes. O capitão e o deputado querem fazer ‘pingar’ o dinheiro da água na conta do município o quanto antes. Britto que trate de deixar as coisas bem amarradas, antes que o prefeito, como se diz, pule a cerca de vez.

(Por telefone, o deputado nos informa que esteve com o prefeito Azevedo e o levou ao secretário de Agricultura, Roberto Muniz, para tratar da construção do frigorífico que substituirá o mambembe matadouro municipal).

PRESIDENTE DO DEM COMENTA ALIANÇA AZEVEDO-WAGNER

O apoio de Capitão Azevedo (DEM) à reeleição de Jaques Wagner poderá ser um dos assuntos tratados pela presidenta do Democratas em Itabuna, Maria Alice Pereira, na entrevista concedida ao programa Bom Dia, Bahia.

Apresentado por Fábio Roberto, o programa vai ao ar das 7h às 9h, na rádio Nacional.

APOIO AGRADA JW, MAS DESAGRADA GS

Azevedo, do DEM, pode confirmar nos próximos dias o apoio a Wagner, do PT

Informações colhidas pelo Pimenta dão conta de que o apoio do prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo (DEM), é visto com bons olhos pelo governador Jaques Wagner, mas não é encarado com muita simpatia pelo deputado federal Geraldo Simões (PT).

Neste sábado (06), Azevedo confirmou que vai pedir votos para eleger Luiz Argôlo (PP) para deputado federal. Hoje integrante da base de Wagner na Assembleia Legislativa, Argôlo tentará um mandato em Brasília, inclusive compondo a mesma coligação proporcional do PT.

Para muitos, a união entre Azevedo e Argôlo é meio caminho andado em direção ao governador. E o próprio prefeito já declarou que ficará com Wagner, caso este cumpra alguns compromissos com Itabuna. Entre eles, a construção da barragem no Rio Colônia e a duplicação de um trecho da BR-415 (rodovia federal estadualizada), entre os bairros de Nova Itabuna e Ferradas.

Fonte ligada ao governo estadual afirma que Wagner estaria disposto a realizar as duas obras e ainda teria mais um pacote de ações para anunciar em benefício de Itabuna, que neste ano chega ao centenário.

Na semana passada, Azevedo e mais alguns secretários municipais reuniram-se com o titular da Secretaria do Planejamento da Bahia, Walter Pinheiro. Oficialmente, conversaram sobre um projeto de R$ 4 milhões para revitalizar o Centro Comercial de Itabuna. Extraoficialmente, o assunto foi o embarque do prefeito na nau governista.

“O prego está batido, só falta virar a ponta”, resume a fonte ouvida pelo Pimenta. “E a fidelidade partidária?”, pergunta este blogueiro. Resposta: “essa é uma questão que por enquanto só atingiu mandatos legislativos, onde muitas vezes o cidadão é eleito com os votos do partido, o que não ocorre nos cargos majoritários e, portanto, isso ainda depende de uma avaliação maior”.

Quem estaria preocupado com o enlace político é o deputado federal Geraldo Simões.  Neste sábado, ele compareceu à Feijoada do Tarik, onde também estavam Azevedo, Argôlo e o ex-secretário de Assuntos Governamentais e Comunicação de Itabuna, Josias Miguel. GS chegou com um grupo grande e sentou-se ao lado do diretor-presidente da Sudic, Nilton Cruz. Pouco circulou pela área da festa.

PERDA DE ESPAÇO

A preocupação do petista seria com a perda de espaço junto ao poder estadual. Segundo a fonte do Pimenta, há oito meses foi feita uma pesquisa de opinião em todo o Estado e a região na qual o governador apresentava um de seus piores desempenhos era o sul da Bahia. Há três meses, esse quadro mudou significativamente, muito em funç%

CAPITÃO AZEVEDO, DO DEM, FECHARÁ COM WAGNER (SÓ DEPENDE DO GALEGO!)

Azevedo e Wagner: aliança costurada de olho em outubro (Foto Pimenta).

O prefeito Capitão Azevedo (DEM) começa a se definir, politicamente, com vistas às eleições de 2010. Em instantes, o prefeito de Itabuna anuncia o seu apoio à eleição de Luiz Argôlo (PP) a deputado federal em um almoço no restaurante Sabor Caipira, no Jardim Vitória.

Azevedo e a sua coordenação política deixam claro que dependerá exclusivamente da execução das ações prometidas pelo governo baiano no município para que seja fechada aliança pela reeleição de Jaques Wagner (PT).

As condicionantes são a construção da barragem no Rio Colônia, em Itapé, e a duplicação da BR-415, no trecho Ferradas-Nova Itabuna. Estas foram duas promessas do governador quando esteve em Itabuna no dia 16 de dezembro (confira aqui). Azevedo é do DEM, que tem Paulo Souto como pré-candidato a governador.

A barragem resolveria um problema crônico de Itabuna, a falta d´água. O investimento na obra é de aproximadamente R$ 70 milhões, sendo R$ 36 milhões do Estado e o restante do Governo Federal contando com uma contrapartida do município.

A barragem nas dimensões pretendidas pelo governo baiano solucionaria a falta d´água pelos próximos 50 anos. É tida como a obra mais cara e de maior vulto já feita no município. A cidade vive em racionamento de água desde o dia 26 de dezembro. A reurbanização do acesso a Itabuna pela BR-415 também é vendida pelo governo municipal como importante no pacote.

Pinheiro é o padrinho da possível aliança.

Pinheiro é o 'padrinho' da virtual aliança.

De acordo com o apurado pelo Pimenta, as articulações para que Azevedo feche pela reeleição de Wagner são comandadas pelo secretário estadual de Planejamento, Walter Pinheiro, e o deputado estadual Luiz Argôlo (PP). Pinheiro é, como se diz na política, o padrinho das negociações.

A ida para a base governista é vista com bons olhos pelo super-secretário municipal de Administração, Gilson Nascimento. Quando da visita de Wagner a Itabuna, em dezembro, Gilson disse que as obras prometidas facilitavam o apoio à reeleição do petista, tido como o prefeito de fato. As conversas avançaram nos últimos dias.

Azevedo não quer ficar apenas nestas duas obras. As negociações com o padrinho Walter Pinheiro sinalizam também para mais obras em áreas vitais, além de soluções para a problemática área da saúde.

LULA EM ITABUNA

As articulações avançaram tanto que os dois lados até planejam uma data especial para a ‘troca de alianças’. As informações vindas do Palácio de Ondina dão conta de que o ‘casamento’ ocorrerá na possível vinda do presidente Lula a Itabuna, para inauguração das obras do Gasoduto Cacimbas-Catu (Gascac), em março. O secretário Walter Pinheiro e o governador Jaques Wagner estariam operando pela vinda do presidente.

CIRCULA PELA INTERNET

“O DEM leva na meia, o PT na cueca

e o povo no lugar de sempre”.

A FLOR DO MARACUJÁ

A montagem que levou o PT itabunense a soltar nova de desagravo à sua presidente, Miralva Moitinho, é a que segue abaixo. Mimi foi comparada à presidente do DEM local, Maria Alice.

A ira de Miralva, afirma um petista, é porque o editor de A Região, Marcel Leal, agiu como cirurgião-plástico e deixou Marilaice bem magrinha. E nada fez, esteticamente falando, por Mimi.

Como diria aquele blogueiro-colunista, uma coisa dessas não se faz, Marcel!

Questão estética: Miralva (esq) não gostou da comparação.

O DEM TAMBÉM ADERIU?

Wagner e Tarcizio (centro): governador de todos nós...

Durante a visita de Jaques Wagner a Feira de Santana, para a inauguração da nova sede do DPT, o prefeito da cidade, Tarcizio Pimenta, do DEM, encerrou seu discurso chamando Wagner de “o governador de todos nós”.

Wagner e seus aliados presentes ao evento não esconderam a satisfação diante da declaração inusitada. Já o pessoal do DEM ficou com aquele sorriso amarelo, de quem diz “Pimenta na campanha dos outros não é refresco”.

ELA SÓ QUER, SÓ PENSA EM SOMAR…

Se no plano estadual tá difícil uma união entre PT e DEM, o mesmo não se pode dizer da situação nem tão sui generis de Itororó, no sudoeste baiano.

Por lá, o prefeito Adroaldo Almeida, do PT, tem o apoio seguro de dois vereadores do Democratas. Robélia Barros, suplente na coligação do DEM e PP no município, em 2008, assumiu a vaga do colega Walter Marques, que agora responde pela secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente.

Robélia, a Bela, é do DEM, e assim justificou a sua aliança com o prefeito petista:

– Meu objetivo é somar.

FERNANDO RODRIGUES EXPLICA “COMO NASCE UM CORONEL”

Para Fernando Rodrigues, Neto é projeto de coronel

Para Fernando Rodrigues, Neto é projeto de coronel

Há um elo entre os escândalos recentes e alguns personagens no Congresso. São os especialistas em minimizar danos de crises produzidas pela impostura própria ou de aliados.

O epítome desse agrupamento atende pelo nome de Antonio Carlos Magalhães Neto, o deputado ACM Neto, do Democratas (ex-PFL, ex-Arena) da Bahia.

Aos 30 anos, neto de ACM (1927-2007) e sobrinho de Luís Eduardo Magalhães (1955-1998), o jovem deputado descende de uma oligarquia de raiz antidemocrática. Honra seu passado como pode. Neto, como é chamado, trabalhou neste ano na operação-abafa de três grandes casos: o do deputado do castelo, o das verbas indenizatórias e o do mensalão do DEM.

Eleito corregedor da Câmara em fevereiro, sua primeira obra foi adotar medidas protelatórias para esfriar o caso Edmar Moreira (à época no DEM), cujo nome ficou atrelado a um castelo kitsch no interior de Minas Gerais. Acusado de usar dinheiro público de forma irregular, Moreira foi absolvido.

Mais adiante, Neto viu-se diante de dezenas de deputados usando verbas indenizatórias (R$ 15 mil mensais) de forma criminosa. Deram notas fiscais frias, pagaram serviços de suas próprias empresas ou torraram os recursos em campanhas eleitorais.Tudo ilegal.

Quando já ia fazendo o que mais aprecia -ou seja, nada-, o corregedor da Câmara beneficiou-se com o estouro do mensalão do DEM. Nada como um novo escândalo para encobrir o anterior. Neto mudou o foco. Passou a defender a não punição imediata do governador de Brasília, José Roberto Arruda, acusado de comandar um esquema de distribuição de propinas.

Arruda está rumo à salvação. Saiu do DEM sem ser expulso. E as verbas indenizatórias gastas de maneira ilegal? Esses crimes Neto engavetará no ano que vem.

Do Blog do Fernando Rodrigues, publicado também na Folha

AMARILDO – A PRINCESA DO SALÃO

.

www.amarildo.com.br








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia