WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate


alba










julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias






:: ‘Dilma’

DILMA NA BA: “VIM AGRADECER E PEDIR MAIS”

dilma

Da Redação

A candidata a presidente da República, Dilma Rousseff, veio à Bahia agradecer os 61,44% dos votos válidos obtidos no primeiro turno da eleição e, segundo ela, “pedir mais”. Numa entrevista a um pool de emissoras de rádio, a petista destacou avanços da sua gestão e a prioridade a quem mais precisa, além de de projetos como Porto Sul, Ferrovia Oeste-Leste e Adutora do Algodão. “Queremos tornar perenes, perenizar mil quilômetros de rios no Nordeste” completou.

A entrevista foi concedida a Mário Kértesz, da Rádio Metrópole. Dilma ressaltou o crescimento da Bahia e do Nordeste brasileiro. “O Nordeste e a Bahia são uma prova de que precisavam de oportunidade”.

Além de gracejos como dizer que se acha “pardinha” e que tentará cavar uma vaguinha no Olodum, a presidente-candidata disse que ficará feliz, sendo reeleita, quando voltar à Bahia para inaugurar o trecho do metrô de Salvador até o aeroporto.

Dilma ainda destacou a importância da Via Expressa para desviar o movimento pesado de carga da região central da capital urbana. Ela ressaltou investimentos em convivência com a seca e segurança hídrica

PRONATEC E APOIOS NO SEGUNDO TURNO

O Pronatec, programa de formação de mão de obra para o mercado, também mereceu menção. “A Bahia bate recordes [no Pronatec] com mais de 460 mil matrículas – comemorou, ressaltando que o Governo FHC construiu 11 escolas técnicas, enquanto o período Lula-Dilma construiu 422 escolas técnicas federais em todo o país, 208 delas nos últimos quatro anos”.

Apesar do tucano Aécio Neves aparecer à frente nas pesquisas de segundo turno e na obtenção de apoios, a presidente disse estar “extremamente tranquila”. Questionada quanto aos apoios dos partidos, saiu-se assim:

– É importante o apoio dos partidos, mas sei que numa democracia ninguém controla o voto das pessoas. Confio muito na população. [Ela] Vai olhar para a urna e pensar o que é que é bom para o futuro do país, para o meu povo e para mim mesma? – disse.

DILMA EM SALVADOR NESTA QUINTA

Dilma retorna à Bahia para agradecer e pedir votos no segundo turno.

Dilma retorna à Bahia para agradecer e pedir votos no segundo turno.

Antes da caminhada do Largo de Roma até a Igreja do Bonfim nesta quinta (9), a presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), terá reunião com prefeitos, vices, ex-prefeitos e deputados, no Museu do Ritmo, no Comércio.

Já a caminhada, está prevista para as 11 horas, com concentração na Praça Irmã Dulce, acompanhada do governador Jaques Wagner, do governador eleito, Rui Costa, do vice-governador eleito, João Leão, e do senador eleito Otto Alencar.

HORÁRIO ELEITORAL RECOMEÇA AMANHÃ

horario-eleitoral2O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Dias Toffoli, proclamou na sessão plenária desta terça-feira (7) o resultado oficial do primeiro turno das eleições para a Presidência da República.

A candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, obteve 41,59% dos votos válidos e Aécio Neves, do PSDB, recebeu 33,55%. A homologação do resultado abre oficialmente o segundo turno das eleições. A votação será no dia 26 deste mês.

Com a medida, o horário eleitoral no rádio e televisão recomeça quinta-feira (9), no bloco noturno da TV. Serão 40 minutos, divididos entre os candidatos à Presidência da República e aos governos estaduais. Dilma e Aécio terão dez minutos, cada um, no programa eleitoral. Os candidatos a governador terão direito a mais dez minutos, cada um.

A apuração da votação em todo o país foi concluída ontem (6), às 9h18. As últimas urnas apuradas foram nos municípios de Pauini e Guajará, ambos no Amazonas.

61,44%: DILMA VEM À BAHIA AGRADECER VOTAÇÃO

Dilma, ao lado de Rui Cota, retorna à Bahia nesta quinta-feira. (Foto Vaner Casaes/BAPress).

Dilma, ao lado de Rui, retorna à Bahia nesta quinta-feira. (Foto Vaner Casaes/BAPress-Arquivo).

A presidente da República e candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), estará em Salvador nesta quinta (9) para uma caminhada até a Igreja do Bonfim. Ela fará a atividade ao lado do governador eleito da Bahia, Rui Costa (PT), do senador eleito Otto Alencar, além do governador Jaques Wagner e de parlamentares. A petista enfrenta o tucano Aécio Neves neste segundo turno.

De acordo com a programação, a caminhada terá concentração às 9h, no Largo de Roma. “Ela vai agradecer ao povo baiano e ao Senhor do Bonfim a grande votação que teve neste estado”, diz o presidente do PT da Bahia, Everaldo Anunciação, coordenador da campanha de Dilma na Bahia.
Dilma venceu em praticamente todos os municípios da Bahia, onde obteve 61,44% dos votos. Ela foi derrotada apenas em Buerarema. A justificativa é a disputa por terras que envolvem indígenas e produtores rurais. Desde o ano passado, o município vive sob tensão. Mortes de produtores rurais e atos de vandalismo marcaram os últimos 18 meses na cidade.

DILMA E AÉCIO DISPUTARÃO 2º TURNO

Dilma, Marina e Aécio.

Dilma, Marina e Aécio.

Já estão definidos os candidatos que disputarão a presidência da República no segundo turno. A eleição ocorrerá em 26 de outubro.

Vão à peleja a candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), contra o ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB).

Com 95,75% dos votos apurados, Dilma tem 41,22% dos votos apurados. Aécio alcançou 33,99%.

Marina Silva (PSB) atingiu 21,21%.

“VAMOS VENCER PORQUE TEMOS MILITÂNCIA E A APROVAÇÃO DO POVO”, DIZ EVERALDO

Everaldo: temos militância e aprovação popular.

Everaldo: temos militância e aprovação popular.

Presidente do diretório estadual do PT e coordenador da campanha à reeleição da presidente Dilma na Bahia, Everaldo Anunciação disse hoje que acredita em vitória de Rui Costa (governo), Dilma (presidência) e Otto Alencar (senado) “porque o PT tem militância e a aprovação do povo brasileiro”.

Para Everaldo, “o povo compreendeu os avanços proporcionados pelos governos Lula, Dilma e Wagner”. Ele disse também que o povo quer mais. “Daremos continuidade ao projeto de desenvolvimento econômico e inclusão social”, diz Everaldo entusiasmado com a força da militância e a receptividade das pessoas nas ruas.

PESQUISA IBOPE E VOTAÇÃO

O presidente estadual do PT também comentou a pesquisa de ontem (4) do Ibope, que aponta empate entre Rui Costa (PT) e Paulo Souto (DEM), ambos com 39%. “Nem o Ibope conseguiu esconder [a realidade eleitoral]”, ironizou, afirmando que as pesquisas internas apontavam cenário diferente, favorável ao petista.

Everaldo votará em Ilhéus, às 13 horas,  no Colégio Vitória, bairro da Conquista, local onde nasceu.

IBOPE: DILMA ATINGE 40%, MARINA VAI A 24% E AÉCIO MANTÉM 19%

Dilma atinge 40%, Marina oscila para 24% e Aécio mantém 19% no ibope.

Dilma atinge 40%, Marina oscila para 24% e Aécio mantém 19% no Ibope (Montagem ABr).

Pesquisa Ibope divulgada hoje (2), a três dias das eleições, mostra a candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, com 40% das intenções de votos; Marina Silva, do PSB, com 24%,  e Aécio Neves, do PSDB, com 19%. A pesquisa foi encomendada pela Rede Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo. Na pesquisa anterior, divulgada no dia 30, Dilma tinha 39%, Marina, 25%, e Aécio, 19% da preferência dos entrevistados.

Esta é a penúltima pesquisa Ibope antes das eleições, a última será divulgada sábado (4).

Na pesquisa que saiu nesta quinta-feira, os candidatos do PSC, Pastor Everaldo, e do PSOL, Luciana Genro, tiveram, cada um, 1% das intenções de voto. Eduardo Jorge, do PV; Zé Maria, do  PSTU; Eymael, do PSDC; Levy Fidelix, do PRTB; Mauro Iasi, do PCB; e Rui Costa Pimenta, do PCO, juntos, ficaram com 1%. Votos nulos ou brancos somaram 8% e os indecisos, 7%.

Em relação aos votos válidos, se forem excluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, Dilma teria 47% dos votos, Marina, 28%, Aécio, 22%, Luciana Genro, 1%, e Pastor Everaldo, 1%. Os demais teriam menos de 1%.

Este é o mesmo procedimento usado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer a disputa no primeiro turno, o candidato precisa de 50% mais um dos votos válidos.

Na simulação de segundo turno entre Marina e Dilma, Dilma venceria com 43% dos votos e Marina ficaria com 36%. Brancos e nulos somariam 12% e 8% não sabem ou não responderam.

Em um segundo turno entre Dilma e Aécio, Dilma sairia vencedora com 46% contra 33% para Aécio. Brancos e nulos, 12%, e indecisos, 9%. Entre Marina e Aécio, Marina venceria com 38% dos votos contra 33% de Aécio. Brancos ou nulos somariam 18% e não sabem ou não responderam, 11%.

Quanto à rejeição aos candidatos, Dilma tem o maior índice, 29%; Aécio, 20%; Marina, 18%; Pastor Everaldo, 13%; Levy Fidelix, 13%; Eymael, 10%; Luciana Genro, 10%; Zé Maria, 9%; Mauro Iasi, 8%; Rui Costa Pimenta, 8%; e Eduardo Jorge, 7%.

A avaliação do governo Dilma foi considerada ótima ou boa por 39% dos entrevistados. Os que responderam regular somam 33% e os que consideram o governo ruim ou péssimo, 26%. Dois por cento não souberam responder.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 205 municípios entre os dias 29 de setembro e 1º de outubro. O nível de confiança da pesquisa é 95%, com margem de erro de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-00942/2014. Da Agência Brasil.

DATAFOLHA: DILMA MANTÉM 40%, MARINA OSCILA PARA 24% E AÉCIO VAI A 21%

Dilma, Marina e Aécio.

Dilma, Marina e Aécio.

Da Agência Brasil

Pesquisa Datafolha divulgada hoje (2) mostra a candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, com 40% das intenções de votos. Marina Silva, do PSB, aparece com 24%, e Aécio Neves, do PSDB, com 21%. Dada a margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, os dois últimos candidatos entram em empate técnico.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo. Na pesquisa anterior, apresentada dia 30, Dilma tinha 40%, Marina, 25%, e Aécio, 20%.

Na pesquisa divulgada nesta quinta-feira, os candidatos do PSC, Pastor Everaldo, do PSOL, Luciana Genro, e do PV, Eduardo Jorge, marcaram, cada um, 1% cada das intenções de voto. Zé Maria, do PSTU; Eymael, do PSDC; Levy Fidelix, do PRTB; Mauro Iasi, do PCB; e Rui Costa Pimenta, do PCO, têm juntos 1%. Votos nulos ou brancos somam 5% e os indecisos são também 5%.

Em relação aos votos válidos, se forem excluídos os brancos e nulos e os eleitores que se declaram indecisos, Dilma teria 45% dos votos, Marina, 27%, Aécio, 24%. Luciana Genro, Pastor Everaldo e Eduardo Jorge, teriam, cada um, 1%. Os demais candidatos teriam menos de 1%.

Este é o procedimento usado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer a disputa no primeiro turno, um candidato precisa de 50% mais um dos votos válidos.

Na simulação de segundo turno entre Marina e Dilma, Dilma venceria com 48% dos votos e Marina teria 41%. Na semana passada, Dilma tinha 49% e Marina, 41%.

Em um segundo turno entre Dilma e Aécio, Dilma sairia vencedora com 48% contra 41% dos votos. As porcentagens anteriores eram, respectivamente, 50% e 41%.

Quanto à rejeição aos candidatos, Dilma tem o maior índice: 32%. Marina tem 25%; Pastor Everaldo, 22%; Levy Fidelix, 22%; Aécio, 21%; Zé Maria, 18%; Eymael, 16%; Luciana Genro, 16%; Rui Costa Pimenta, 15%; Eduardo Jorge, 14%; e Mauro Iasi, 14%.

A avaliação do governo Dilma foi considerada ótima ou boa por 39% dos entrevistados. Os que responderam regular somam 36%. Já os que consideram o governo ruim ou péssimo foram 23%. Dois por cento não souberam responder.

O Datafolha ouviu 12.022 eleitores em 433 municípios do país nos dias 1º e 2 de outubro. O nível de confiança é 95%. Com margem de erro de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos, a pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-00933/2014.

DATAFOLHA: DILMA MANTÉM 40%, MARINA OSCILA PARA 25% E AÉCIO VAI A 20%

Dilma, Marina e Aécio.

Dilma, Marina e Aécio.

Pesquisa divulgada hoje (30) pelo Datafolha sobre intenções de voto para a Presidência da República mostra Dilma Rousseff (PT), à frente, com 40% das preferências do eleitorado, e diminuição da diferença entre os candidatos do PSB, Marina Silva, e do PSDB, Aécio Neves, que buscam o segundo lugar. Agora, Marina tem 25% das intenções de voto e Aécio, 20%.

É o quarto levantamento seguido que aponta queda de Marina e também com variação positiva do candidato do PSDB. No início de setembro, Marina tinha 20 pontos de vantagem sobre Aécio. Já no levantamento divulgado no dia 26, a vantagem tinha caído para 9 pontos. Se considerados apenas os votos válidos, excluindo os votos branco ou nulos, Dilma tem 45%, Marina 28% e Aécio 22%.

Nas pesquisas sobre um provável segundo turno, a vantagem de Dilma sobre Marina aumentou. Agora são 8 pontos de diferença: a petista está com 49% e a candidata do PSB, com 41%. Na pesquisa anterior, as duas estavam empatadas tecnicamente, 47% a 43%, respectivamente. Em uma simulação entre Dilma e Aécio no segundo turno, a candidata do PT também fica à frente, com 50% das intenções de voto, enquanto Aécio fica com 41%.

O Datafolha ouviu 7.520 eleitores em 311 municípios ontem (29) e hoje. Com margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, a pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-00905/2014. Da Agência Brasil.

VOX POPULI: DILMA VAI A 40%, MARINA TEM 24% E AÉCIO ATINGE 18%

Pesquisa Vox Populi, encomendada pela Rede Record, mostra a candidata Dilma Rousseff (PT) na liderança com 40% das intenções de voto para a Presidência da República. A candidata pelo PSB, Marina Silva, aparece com 24% das intenções e Aécio Neves (PSDB) com 18%. Na última pesquisa Vox Populi, Marina tinha 22% das intenções de voto e Aécio, 17%. Dilma manteve a mesma porcentagem.

Na pesquisa divulgada ontem (29), os candidatos Luciana Genro (PSOL) e Pastor Everaldo (PSC) tiveram 1% das intenções de voto cada um. Eduardo Jorge (PV), Levy Fidelix (PRTB), Zé Maria (PSTU), Eymael (PSDC), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) tiveram menos de 1% das intenções. Brancos e nulos somam 6% e 11% não souberam indicar um candidato ou não quiseram responder.

O Vox Populi fez duas simulações de segundo turno. Em disputa entre as candidatas Marina Silva e Dilma Rousseff, Dilma venceria com 46% das intenções contra 39% de Marina. Brancos e nulos somariam 9%, e 6% seriam os indecisos.

Em uma disputa entre Dilma e Áecio, a candidata do PT venceria com 48% das intenções contra 38% do candidato tucano. Os votos brancos ou nulos seriam 9%, e os indecisos 5%.

Foram feitas 2 mil entrevistas em 147 cidades. O levantamento foi no sábado (27) e domingo (28). A margem de erro é 2,2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. O número de registro na Justiça Eleitoral é BR-00888/2014. Da Agência Brasil.

CNT/MDA: DILMA AMPLIA VANTAGEM E VENCE MARINA POR 47,7% A 38,7% NO 2º TURNO

Dilma, Marina e Aécio.

Dilma, Marina e Aécio.

Pesquisa MDA divulgada nesta segunda-feira, o mostra que a presidente Dilma Rousseff ampliou a vantagem que tinha em relação a Marina Silva no primeiro turno da corrida ao Palácio do Planalto. Dilma subiu de 36% para 40,4% das intenções de voto. Marina oscilou de 27,4% a 25,2%, no limite da margem de erro na comparação para a sondagem divulgada no dia 23 de setembro. O candidato do PSDB, Aécio Neves, oscilou de 17,6% para 19,8%, também no limite da margem de erro (2,2 pontos porcentuais).

No principal cenário de disputa para segundo turno, Dilma venceria Marina por nove pontos de vantagem. A petista tem 47,7% contra 38,7% da candidata do PSB. No levantamento anterior, Dilma tinha 42% e Marina, 41%, em situação de empate técnico.

Na disputa entre Dilma e Aécio, a presidente também ampliou a diferença e se reelegeria com 49,1% contra 36,8% do tucano. A petista tinha 45,5% contra 36,5% do tucano.

Segundo a CNT, foram entrevistados 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 unidades federativas das cinco regiões do País, nos dias 27 e 28 de setembro. A margem da pesquisa de erro é de 2,2 pontos porcentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR-00992/2014.

Leia mais n´A Tarde

CRIMINALIZAÇÃO DA HOMOFOBIA ENTROU NA PAUTA DA CAMPANHA

GabrielGabriel Nascimento | gabrielnasciment.eagle@hotmail.com

A polarização entre Dilma e Marina se propõe importante. Nunca uma eleição contrapôs tão claramente candidatos a presidente em prol de minorias tão historicamente marginalizadas pelo silêncio

Essas eleições presidenciais vão entrar para a história como um marco para o movimento LGBTTS. Isso porque, pela primeira vez, a criminalização da homofobia entra na pauta eleitoral. Criando um efeito de polarização entre Dilma e Marina, o tema merece mais destaque do que o detalhe que ele está representando no atual período eleitoral.

O que a comunidade gay está assistindo é o movimento inequívoco de grupos de direitos humanos sendo, pouco a pouco, ouvidos em sentido programático pela sociedade brasileira, embora a ampla maioria dos meios de comunicação em massa sejam eles concentrados por um poder machista, racista e homofóbico, encenado em nosso país pela grande imprensa.

A polarização começou pela escolha conservadora de Marina em mudar o programa de governo por causa do sacerdote de sua igreja, o declarado homofóbico Pastor Silas Malafaia. Em segundo lugar, pela declaração da presidenta Dilma Rousseff, após debate promovido pelo SBT e Folha, dizendo que a homofobia deve ser criminalizada. Ao dizer isso, passou na frente do PT e de boa parte da esquerda que, após longos anos de comportamento estratégico e pragmático, não conseguiu fazer essa pauta avançar. Aquele foi o dia em que Dilma conseguiu estabelecer uma saudável polarização para o debate político. O fato de Marina se posicionar mais à direita nesse aspecto fez com que a declaração de Dilma fosse fundamental.

Porém, mesmo que defenda a criminalização da homofobia, a presidenta Dilma, caso reeleita, não terá um congresso ao seu favor. As pesquisas de intenção de voto têm demonstrado que a próxima composição do congresso nacional pode ser ainda mais conservadora. A tendência da bancada evangélica aumentar é muito grande e os direitos humanos têm sido a grande moeda de troca da bancada governista no Congresso Nacional. Um exemplo foi a permanência de Marco Feliciano na Comissão de Direitos Humanos e Minoria da Câmara após longo ciclo de manifestações.

:: LEIA MAIS »

DATAFOLHA: DILMA AUMENTA VANTAGEM E VENCERIA MARINA NO SEGUNDO TURNO

Dilma, Marina e Aécio.

Dilma amplia vantagem, Marina cai e Aécio oscila um ponto.

Agência Brasil

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (26) mostra a candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, com 40% das intenções de voto, Marina Silva, do PSB, com 27%, e Aécio Neves, do PSDB, com 18%. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo.

A vantagem de Dilma sobre Marina no primeiro turno aumentou em relação à pesquisa anterior, divulgada no dia 19, na qual Dilma aparecia com 37% e Marina com 30%. Aécio estava com  com 17% das intenções de voto.

No levantamento de hoje, os candidatos Pastor Everaldo, do PSC, Luciana Genro, do PSOL, e Eduardo Jorge, do PV, aparecem cada um com 1% das intenções. Os demais candidatos, Zé Maria, do PSTU, Eymael, do PSDC, Levy Fidelix, do PRTB, Mauro Iasi, do PCB, e Rui Costa Pimenta, do PCO, têm, juntos, 1%. Votos nulos ou brancos somam 5% e são 6% os indecisos.

SEGUNDO TURNO

De acordo com a pesquisa, na simulação de segundo turno entre Dilma e Marina, a candidata do PT alcançaria 47%, contra 43% da candidata do PSB, o que configura empate técnico considerada a margem de erro de 2 pontos percentuais. Na semana passada, Marina tinha 46% e Dilma, 44%.

Em uma possível disputa entre Dilma e Aécio, a petista venceria por 50% a 39%. Na semana passada, Dilma tinha 49% e Aécio, 39%.

REJEIÇÃO

Dilma tem 31% de rejeição; Marina, 23%; Pastor Everaldo, 22%; Aécio, 20%; Zé Maria, 17%; Levy Fidelix, 17%; Eymael, 16%; Luciana Genro, 15%; Rui Costa Pimenta, 14%; Eduardo Jorge, 13%; e Mauro Iasi, 13%.

Foram feitas 11.474 entrevistas, ontem e hoje (25 e 26), em 402 municípios. Com margem de erro de 2 pontos percentuais (para mais ou para menos) e nível de confiança de 95%, a pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-00782/2014.

VOX POPULI: DILMA ATINGE 38%, MARINA TEM 25% E AÉCIO SOMA 17%

Dilma discursa para multidão em Feira de Santana (BA) ao lado de Rui Costa, candidato ao governo baiano pelo PT. Foi o último evento da presidente na Bahia neste primeiro turno das eleições (Foto Vaner Casaes/BAPress).

Dilma discursa para multidão em Feira de Santana (BA) ao lado de Rui Costa, candidato ao governo baiano pelo PT. Foi o último evento da presidente na Bahia neste primeiro turno das eleições (Foto Vaner Casaes/BAPress).

Pesquisa Vox Populi/Carta Capital divulgada nesta quinta (25) mostra a candidata Dilma Rousseff (PT) com 38% das intenções de voto para a presidência da República. A candidata do PSB, Marina Silva, aparece com 25% e Aécio Neves (PSDB) com 17%.  A pesquisa foi divulgada pela revista Carta Capital.

Na última pesquisa, do dia 10, Dilma tinha 36% das intenções, Marina tinha 28% e Aécio, 15%. Votos nulos e brancos eram 7% e o percentual de indecisos estava em 13%.

Na pesquisa divulgada hoje (25), Pastor Everaldo (PSC) teve 1% das intenções de voto. Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV), Levy Fidelix (PRTB), Zé Maria (PSTU), Eymael (PSDC), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) tiveram juntos 1%. Votos brancos e nulos somam 7% e os eleitores indecisos, 11%.

O Vox Populi fez duas simulações de segundo turno. Em uma disputa entre as candidatas Marina Silva e Dilma Rousseff, o empate técnico persiste. A petista tinha 41% e foi para 42%, enquanto a candidata do PSB passou de 42% para 41%.

Em uma disputa entre Dilma e Áecio, a candidata do PT venceria com 45% das intenções de voto contra 37% do candidato tucano. Na pesquisa anterior Dilma venceria por 44% a 36%.

Foram feitas 2 mil entrevistas em 147 cidades. O levantamento foi feito na terça (23) e ontem (24). A margem de erro é 2,2 pontos percentuais. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-00757/2014. Da Agência Brasil.

AÉCIO, MARINA E O TUCANATO

marco wense1Marco Wense

O tucanato de FHC trata a candidatura de Aécio Neves com frieza e indiferença.

Os tucanos do PSDB paulista estão cada vez mais frios e indiferentes com a candidatura de Aécio Neves à presidência da República.

Nem mesmo a melhora nas pesquisas, dando uma sobrevida ao candidato, fazendo renascer a esperança do ex-governador (MG) ir para um segundo turno, sensibilizou o tucanato de FHC.

Pela Vox Populi, divulgada na última terça-feira (23) pela TV Record e pelo conceituado jornal Valor Econômico, a diferença entre Marina Silva e Aécio é de apenas cinco pontos (veja aqui).

A ex-ministra do Meio Ambiente do então governo Lula caiu de 27% para 22%. O tucano subiu dois pontos, de 15% para 17%. A presidente Dilma Rousseff, que busca o segundo mandato, saiu de 36% para 40%.

Aliás, a marca do tucanato paulista sempre foi o da frieza diante dos fatos. Essa turma é de uma insensibilidade inominável. E olhe que Aécio é um tucano de plumagens exóticas, não é um tucano qualquer.

Aécio Neves (PSDB).

Aécio Neves em Itabuna (Foto Pimenta).

Aécio sabe de tudo. Não é nenhum neófito nas artes da política e, muito menos, marinheiro de primeira viagem. O melhor caminho é o de ficar parecendo que não sabe de nada.

Milhões de “santinhos” serão distribuídos com a foto de Geraldo Alckmin, candidato ao Palácio dos Bandeirantes (reeleição), com a ambientalista Marina Silva (PSB).

Marina já autorizou a dobradinha, digamos, tucano-socialista. Alckmin, por sua vez, se faz de desentendido. Farinha pouca meu pirão primeiro. O “companheiro” Aécio que se dane.

O engraçado é que Marina descartava, de maneira até radical, qualquer possibilidade de aproximação com Geraldo Alckmin. Quando o assunto era o PSDB, a ex-petista só colocava José Serra na lista dos bons tucanos.

Marina, em nome da “nova política”, despreza os partidos políticos, chega até a satanizá-los. Acha que pode governar negociando com cada parlamentar. Vai ser um Deus nos acuda. Um varejão.

Só resta ao candidato Aécio Neves esperar o fim do processo sucessório. O troco fica para 2018, já que Alckmin é candidato ao Palácio do Planalto. É bom lembrar que Aécio é mineiro. É mineirinho.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

CNT/MDA: DILMA TEM 36%, MARINA VAI A 27,4% E AÉCIO SOBE PARA 17,6%

Dilma, Marina e Aécio.

Dilma, Marina e Aécio.

Do Brasil 247

A presidente Dilma Rousseff (PT) abriu 8,6 pontos de vantagem sobre Marina Silva no primeiro turno das eleições, revela pesquisa do instituto MDA. A candidata à reeleição pelo PT tem 36% das intenções de voto, contra 27,4% da adversária do PSB.

O candidato do PSDB, Aécio Neves, manteve a linha de crescimento, subindo mais 2,9 pontos, com 17,6% das intenções de voto. Luciana Genro (PSol) pontuou 0,7%, Pastor Everaldo (PSC) aparece com 0,4% e os outros candidatos com 0,7%.

A mostra foi divulgada na manhã desta terça-feira 23 em Brasília pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT). Em uma das simulações de segundo turno, Dilma teria 42% das intenções de voto, empatando tecnicamente com Marina, que teria 41%, mas diminuindo a distância entre as duas candidatas. Entre Dilma e Aécio, a candidata do PT seria reeleita com 45,5%, e Aécio registRaria 36,5%, segundo a pesquisa. No cenário com Marina, ela aparece com 43,1% e Aécio com 32,9%.

No último levantamento CNT/MDA, divulgado há duas semanas, Dilma tinha 38,1% das intenções de voto (queda de 2,1 pontos), contra 33,5% de Marina (queda de 6,1 pontos) e 14,7% de Aécio Neves (que cresceu 2,9 pontos). Na simulação de segundo turno, Dilma e Marina estavam tecnicamente empatadas, mas com Marina quase três pontos à frente: 45,5% contra 42,7%.

ESPONTÂNEA

Na pesquisa espontânea – quando os entrevistadores não apresentam placas com os nomes dos candidatos – Dilma subiu de 30,9% para 31,4%, enquanto Marina caiu de 25,8% para 23%. Aécio Neves mostrou um forte crescimento de 4,3 pontos percentuais, chegando a 14,4%. A maioria dos entrevistados (51,2%) acredita que a atual presidente será reeleita. Para 29,2%, Marina Silva vencerá e 7,7% consideram que Aécio Neves será eleito.

Para 37,4% dos entrevistados, o governo da presidente Dilma é ‘ótimo’ ou ‘bom’. Para 25,1%, a avaliação é negativa. Os resultados variaram pouco se comparado com a pesquisa anterior, quando a avaliação era positiva para 37,5% e negativa para 23% dos eleitores.

A pesquisa divulgada nesta terça-feira foi realizada entre os dias 20 e 21, com 2.002 entrevistados de 137 municípios brasileiros. A margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos.

DATAFOLHA: DILMA ATINGE 37%, MARINA CAI PARA 30% E AÉCIO APARECE COM 17%

Dilma tem 37% contra 30% de Marina e 17% de Aécio em nova Datafolha.

Dilma tem 37% contra 30% de Marina e 17% de Aécio em nova Datafolha.

Pesquisa Datafolha, encomendada pela Folha de São Paulo, mostra a presidente Dilma Rousseff (PT) sete pontos à frente de Marina Silva (PSB): 37% a 30%. É a maior vantagem obtida pela candidata à reeleição. O instituto foi a campo nos na quarta e ontem (dias 17 e 18).

Dilma oscilou de 36% para 37%, enquanto Marina caiu de 33% para 30%, segundo o instituto. Aécio Neves (PSDB) apresentou leve melhora. Saiu de 15% para 17% em relação à pesquisa feita nos dias 8 e 9 de setembro.

Neste cenário, os demais candidatos somam 3% das intenções de voto, sendo 1% para Pastor Everaldo (PSC) e 1% para Eduardo Jorge (PV). O percentual de indecisos atingiu 7% e o de brancos e nulos foi a 6%.

SEGUNDO TURNO
A pesquisa também testou dois cenários para o segundo turno. No embate Marina x Dilma, a candidata do PSB aparece com 46%, enquanto Dilma tem 44%.

A vantagem de Marina, que era de 10 pontos no final de agosto, agora caiu para 2, justamente a margem de erro do levantamento é 2 pontos percentuais, configurando empate técnico.

O confronto de Dilma com Aécio revela a presidente à frente do tucano: 49% a 39%, mas era 48% a 40% no final de agosto e 49% a 38% no período 8 e 9 de setembro. Já em cenário Marina contra Aécio, ela teria 54% a 35%. A diferença já foi maior: 54% a 30%.

REJEIÇÃO
O Datafolha também aferiu a rejeição aos candidatos. Dilma é rejeitada por 33% dos eleitores, Marina por 22% e Aécio por 21%. O percentual negativo de Marina dobrou em pouco mais de um mês. Era 11% no período 14-15 de agosto.

O TIROTEIO ENTRE AÉCIO E LUCIANA GENRO

Ontem à noite, presidenciáveis participaram de debate promovido pela Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), transmitido pela TV Aparecida.

Se faltou confronto entre os líderes das pesquisas (Marina Silva e Dilma Rousseff), o debate foi marcado pelo tiroteio verbal envolvendo os candidatos Luciana Genro (PSOL) e Aécio Neves (PSDB).

Aécio puxou pergunta sobre educação, mas Luciana não deixou de abordar o tema corrupção. Luciana foi na “garganta” de Aécio ao tratar o PSDB como “precursor do mensalão”. E sacou uma frase que virou meme nas redes sociais (“Linha auxiliar uma ova”). Confira o confronto no vídeo abaixo:

IBOPE TRAZ DILMA COM 36%, MARINA COM 30% E SUBIDA DE 4 PONTOS DE AÉCIO

Dilma perde 3 pontos, Marina um e Aécio ganha 4 em nova pesquisa Ibope.

Dilma perde 3 pontos, Marina um e Aécio ganha 4 em nova pesquisa Ibope.

Da Agência Brasil

Pesquisa Ibope divulgada ontem à noite mostra que a candidata Dilma Rousseff (PT) lidera com 36% das intenções de votos a disputa à presidência da República. A candidata pelo PSB, Marina Silva, aparece com 30% das intenções e Aécio Neves (PSDB) tem 19% das intenções. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo.

A pesquisa anterior, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) ao Ibope, mostrava Dilma com 39% das intenções de voto, seguida por Marina, com 31% e Aécio, com 15%.

Na pesquisa divulgada nesta terça-feira, o candidato Pastor Everaldo (PSC) marcou um 1% das intenções de voto estimuladas. Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV), Zé Maria (PSTU), Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) têm juntos 1%. Votos nulos ou brancos somam 7% e os indecisos são 6%.

Em um possível segundo turno entre Marina e Dilma, Marina teria 43% dos votos e Dilma, 40%, o que configuraria um empate técnico devido à margem de erro da pesquisa, que é dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Brancos e nulos somariam 11% e 6% não sabem ou não responderam.

Em um segundo turno entre Dilma e Aécio, Dilma sairia vencedora com 44% contra 37% dos votos. Brancos e nulos, 12% e indecisos, 6%. Entre Marina e Aécio, Marina sairia vencedora com 48% dos votos contra 30%. Brancos ou nulos somariam 15% e não sabem ou não responderam, 8%.

A pesquisa também aferiu a rejeição aos candidatos. Dilma tem o maior índice, 32%; Aécio tem 19%, Pastor Everaldo, 17%; Marina, 14%; Levy Fidelix, 12%; Zé Maria, 12%; Eymael, 11%; Luciana Genro, 11%; Mauro Iasi, 10%; Rui Costa Pimenta, 10%; e Eduardo Jorge, 9%.

AVALIAÇÃO DO GOVERNO DILMA

A avaliação do governo Dilma foi considerada ótima ou boa por 37% dos entrevistados. Os que responderam regular somam 33%. Já os que consideram o governo ruim ou péssimo foram 28% e 1% não soube responder.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 204 municípios do país entre os dias 13 e 15 de setembro. O nível de confiança é 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-00657/2014.

VOX POPULI TRAZ DILMA COM 36% E MARINA COM 27%

Dilma, Marina e Aécio, candidatos a presidente.

Dilma, Marina e Aécio, candidatos a presidente.

Nova pesquisa Vox Populi mostra a presidente Dilma Rousseff (PT) com 36% das intenções de voto ante 27% de Marina Silva (PSB) em disputa no primeiro turno. A pesquisa foi encomendada pela Rede Record.

Aécio Neves (PSDB) tem 15% e Pastor Everaldo (PSC) e Luciana Genro (PSOL) têm 1% cada um. Neste cenário, o percentual de brancos e nulos vai a 8% e o de indecisos alcança 12%.

O instituto aponta empate técnico de Dilma e Marina no segundo turno, sendo 42% das intenções de voto para a ex-petista e 41% para Dilma. Os votos brancos e nulos chegam a 11% neste cenário, que tem ainda 6% de indecisos.

Numa simulação Dilma x Aécio, a presidente vai a 47% e o tucano atinge 36%. Brancos e nulos atingem 12% e 5% são indecisos.

De acordo com o Vox Populi, foram ouvidos 2 mil eleitores em 147 municípios, no período de 12 a 14 de setembro. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais. O levantamento foi registrado sob o número BR-00632/2014 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

DILMA: “QUEM VAI PARA A PRESIDÊNCIA NÃO É COITADINHO”

Dilma afirma que quem busca presidência não pode ser "coitadinho" (Foto Arquivo Net)

Dilma afirma que quem busca presidência não pode ser “coitadinho” (Foto Arquivo Net)

Do Globo

Confrontada com as críticas da candidata Marina Silva sobre a falta de um programa de governo do PT, a presidente Dilma Rousseff disse neste domingo que não precisa fazer promessas, porque suas propostas estão sendo executadas e sendo criticadas “todo santo dia”. Candidata à reeleição, Dilma afirmou que “coitadinho” não pode chegar à Presidência da República e voltou a criticar a independência do Banco Central, defendida por Marina.

Para Dilma, os candidatos não podem “se vitimizar”. Para ela, o debate é válido enquanto girar em torno das propostas e não apelar para “a honra e as características pessoais” dos adversários.

– A vida como presidente da República é agüentar crítica sistematicamente e aguentar pressão. Duas coisas que acontecem com quem é presidente da República: pressão e crítica. Quem levar para campo pessoal não vai ser uma boa presidente, porque não segura uma critica. Tem de segurar a crítica, sim. O twitter é o de menos. O problema são pressões de outra envergadura que aparecem e que, se você não tem coluna vertebral, você não segura. Não tem coitadinho na Presidência. Quem vai para a presidência não é coitadinho, porque, se se sente coitadinho, não pode chegar lá – afirmou a presidente, acrescentando que os jornalistas são implacáveis e a vida de presidente é dura.

Leia mais








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia