WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia






secom bahia








maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

editorias






:: ‘Dilma’

AÉCIO, MARINA E O TUCANATO

marco wense1Marco Wense

O tucanato de FHC trata a candidatura de Aécio Neves com frieza e indiferença.

Os tucanos do PSDB paulista estão cada vez mais frios e indiferentes com a candidatura de Aécio Neves à presidência da República.

Nem mesmo a melhora nas pesquisas, dando uma sobrevida ao candidato, fazendo renascer a esperança do ex-governador (MG) ir para um segundo turno, sensibilizou o tucanato de FHC.

Pela Vox Populi, divulgada na última terça-feira (23) pela TV Record e pelo conceituado jornal Valor Econômico, a diferença entre Marina Silva e Aécio é de apenas cinco pontos (veja aqui).

A ex-ministra do Meio Ambiente do então governo Lula caiu de 27% para 22%. O tucano subiu dois pontos, de 15% para 17%. A presidente Dilma Rousseff, que busca o segundo mandato, saiu de 36% para 40%.

Aliás, a marca do tucanato paulista sempre foi o da frieza diante dos fatos. Essa turma é de uma insensibilidade inominável. E olhe que Aécio é um tucano de plumagens exóticas, não é um tucano qualquer.

Aécio Neves (PSDB).

Aécio Neves em Itabuna (Foto Pimenta).

Aécio sabe de tudo. Não é nenhum neófito nas artes da política e, muito menos, marinheiro de primeira viagem. O melhor caminho é o de ficar parecendo que não sabe de nada.

Milhões de “santinhos” serão distribuídos com a foto de Geraldo Alckmin, candidato ao Palácio dos Bandeirantes (reeleição), com a ambientalista Marina Silva (PSB).

Marina já autorizou a dobradinha, digamos, tucano-socialista. Alckmin, por sua vez, se faz de desentendido. Farinha pouca meu pirão primeiro. O “companheiro” Aécio que se dane.

O engraçado é que Marina descartava, de maneira até radical, qualquer possibilidade de aproximação com Geraldo Alckmin. Quando o assunto era o PSDB, a ex-petista só colocava José Serra na lista dos bons tucanos.

Marina, em nome da “nova política”, despreza os partidos políticos, chega até a satanizá-los. Acha que pode governar negociando com cada parlamentar. Vai ser um Deus nos acuda. Um varejão.

Só resta ao candidato Aécio Neves esperar o fim do processo sucessório. O troco fica para 2018, já que Alckmin é candidato ao Palácio do Planalto. É bom lembrar que Aécio é mineiro. É mineirinho.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

CNT/MDA: DILMA TEM 36%, MARINA VAI A 27,4% E AÉCIO SOBE PARA 17,6%

Dilma, Marina e Aécio.

Dilma, Marina e Aécio.

Do Brasil 247

A presidente Dilma Rousseff (PT) abriu 8,6 pontos de vantagem sobre Marina Silva no primeiro turno das eleições, revela pesquisa do instituto MDA. A candidata à reeleição pelo PT tem 36% das intenções de voto, contra 27,4% da adversária do PSB.

O candidato do PSDB, Aécio Neves, manteve a linha de crescimento, subindo mais 2,9 pontos, com 17,6% das intenções de voto. Luciana Genro (PSol) pontuou 0,7%, Pastor Everaldo (PSC) aparece com 0,4% e os outros candidatos com 0,7%.

A mostra foi divulgada na manhã desta terça-feira 23 em Brasília pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT). Em uma das simulações de segundo turno, Dilma teria 42% das intenções de voto, empatando tecnicamente com Marina, que teria 41%, mas diminuindo a distância entre as duas candidatas. Entre Dilma e Aécio, a candidata do PT seria reeleita com 45,5%, e Aécio registRaria 36,5%, segundo a pesquisa. No cenário com Marina, ela aparece com 43,1% e Aécio com 32,9%.

No último levantamento CNT/MDA, divulgado há duas semanas, Dilma tinha 38,1% das intenções de voto (queda de 2,1 pontos), contra 33,5% de Marina (queda de 6,1 pontos) e 14,7% de Aécio Neves (que cresceu 2,9 pontos). Na simulação de segundo turno, Dilma e Marina estavam tecnicamente empatadas, mas com Marina quase três pontos à frente: 45,5% contra 42,7%.

ESPONTÂNEA

Na pesquisa espontânea – quando os entrevistadores não apresentam placas com os nomes dos candidatos – Dilma subiu de 30,9% para 31,4%, enquanto Marina caiu de 25,8% para 23%. Aécio Neves mostrou um forte crescimento de 4,3 pontos percentuais, chegando a 14,4%. A maioria dos entrevistados (51,2%) acredita que a atual presidente será reeleita. Para 29,2%, Marina Silva vencerá e 7,7% consideram que Aécio Neves será eleito.

Para 37,4% dos entrevistados, o governo da presidente Dilma é ‘ótimo’ ou ‘bom’. Para 25,1%, a avaliação é negativa. Os resultados variaram pouco se comparado com a pesquisa anterior, quando a avaliação era positiva para 37,5% e negativa para 23% dos eleitores.

A pesquisa divulgada nesta terça-feira foi realizada entre os dias 20 e 21, com 2.002 entrevistados de 137 municípios brasileiros. A margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos.

DATAFOLHA: DILMA ATINGE 37%, MARINA CAI PARA 30% E AÉCIO APARECE COM 17%

Dilma tem 37% contra 30% de Marina e 17% de Aécio em nova Datafolha.

Dilma tem 37% contra 30% de Marina e 17% de Aécio em nova Datafolha.

Pesquisa Datafolha, encomendada pela Folha de São Paulo, mostra a presidente Dilma Rousseff (PT) sete pontos à frente de Marina Silva (PSB): 37% a 30%. É a maior vantagem obtida pela candidata à reeleição. O instituto foi a campo nos na quarta e ontem (dias 17 e 18).

Dilma oscilou de 36% para 37%, enquanto Marina caiu de 33% para 30%, segundo o instituto. Aécio Neves (PSDB) apresentou leve melhora. Saiu de 15% para 17% em relação à pesquisa feita nos dias 8 e 9 de setembro.

Neste cenário, os demais candidatos somam 3% das intenções de voto, sendo 1% para Pastor Everaldo (PSC) e 1% para Eduardo Jorge (PV). O percentual de indecisos atingiu 7% e o de brancos e nulos foi a 6%.

SEGUNDO TURNO
A pesquisa também testou dois cenários para o segundo turno. No embate Marina x Dilma, a candidata do PSB aparece com 46%, enquanto Dilma tem 44%.

A vantagem de Marina, que era de 10 pontos no final de agosto, agora caiu para 2, justamente a margem de erro do levantamento é 2 pontos percentuais, configurando empate técnico.

O confronto de Dilma com Aécio revela a presidente à frente do tucano: 49% a 39%, mas era 48% a 40% no final de agosto e 49% a 38% no período 8 e 9 de setembro. Já em cenário Marina contra Aécio, ela teria 54% a 35%. A diferença já foi maior: 54% a 30%.

REJEIÇÃO
O Datafolha também aferiu a rejeição aos candidatos. Dilma é rejeitada por 33% dos eleitores, Marina por 22% e Aécio por 21%. O percentual negativo de Marina dobrou em pouco mais de um mês. Era 11% no período 14-15 de agosto.

O TIROTEIO ENTRE AÉCIO E LUCIANA GENRO

Ontem à noite, presidenciáveis participaram de debate promovido pela Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), transmitido pela TV Aparecida.

Se faltou confronto entre os líderes das pesquisas (Marina Silva e Dilma Rousseff), o debate foi marcado pelo tiroteio verbal envolvendo os candidatos Luciana Genro (PSOL) e Aécio Neves (PSDB).

Aécio puxou pergunta sobre educação, mas Luciana não deixou de abordar o tema corrupção. Luciana foi na “garganta” de Aécio ao tratar o PSDB como “precursor do mensalão”. E sacou uma frase que virou meme nas redes sociais (“Linha auxiliar uma ova”). Confira o confronto no vídeo abaixo:

IBOPE TRAZ DILMA COM 36%, MARINA COM 30% E SUBIDA DE 4 PONTOS DE AÉCIO

Dilma perde 3 pontos, Marina um e Aécio ganha 4 em nova pesquisa Ibope.

Dilma perde 3 pontos, Marina um e Aécio ganha 4 em nova pesquisa Ibope.

Da Agência Brasil

Pesquisa Ibope divulgada ontem à noite mostra que a candidata Dilma Rousseff (PT) lidera com 36% das intenções de votos a disputa à presidência da República. A candidata pelo PSB, Marina Silva, aparece com 30% das intenções e Aécio Neves (PSDB) tem 19% das intenções. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo.

A pesquisa anterior, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) ao Ibope, mostrava Dilma com 39% das intenções de voto, seguida por Marina, com 31% e Aécio, com 15%.

Na pesquisa divulgada nesta terça-feira, o candidato Pastor Everaldo (PSC) marcou um 1% das intenções de voto estimuladas. Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV), Zé Maria (PSTU), Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) têm juntos 1%. Votos nulos ou brancos somam 7% e os indecisos são 6%.

Em um possível segundo turno entre Marina e Dilma, Marina teria 43% dos votos e Dilma, 40%, o que configuraria um empate técnico devido à margem de erro da pesquisa, que é dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Brancos e nulos somariam 11% e 6% não sabem ou não responderam.

Em um segundo turno entre Dilma e Aécio, Dilma sairia vencedora com 44% contra 37% dos votos. Brancos e nulos, 12% e indecisos, 6%. Entre Marina e Aécio, Marina sairia vencedora com 48% dos votos contra 30%. Brancos ou nulos somariam 15% e não sabem ou não responderam, 8%.

A pesquisa também aferiu a rejeição aos candidatos. Dilma tem o maior índice, 32%; Aécio tem 19%, Pastor Everaldo, 17%; Marina, 14%; Levy Fidelix, 12%; Zé Maria, 12%; Eymael, 11%; Luciana Genro, 11%; Mauro Iasi, 10%; Rui Costa Pimenta, 10%; e Eduardo Jorge, 9%.

AVALIAÇÃO DO GOVERNO DILMA

A avaliação do governo Dilma foi considerada ótima ou boa por 37% dos entrevistados. Os que responderam regular somam 33%. Já os que consideram o governo ruim ou péssimo foram 28% e 1% não soube responder.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 204 municípios do país entre os dias 13 e 15 de setembro. O nível de confiança é 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-00657/2014.

VOX POPULI TRAZ DILMA COM 36% E MARINA COM 27%

Dilma, Marina e Aécio, candidatos a presidente.

Dilma, Marina e Aécio, candidatos a presidente.

Nova pesquisa Vox Populi mostra a presidente Dilma Rousseff (PT) com 36% das intenções de voto ante 27% de Marina Silva (PSB) em disputa no primeiro turno. A pesquisa foi encomendada pela Rede Record.

Aécio Neves (PSDB) tem 15% e Pastor Everaldo (PSC) e Luciana Genro (PSOL) têm 1% cada um. Neste cenário, o percentual de brancos e nulos vai a 8% e o de indecisos alcança 12%.

O instituto aponta empate técnico de Dilma e Marina no segundo turno, sendo 42% das intenções de voto para a ex-petista e 41% para Dilma. Os votos brancos e nulos chegam a 11% neste cenário, que tem ainda 6% de indecisos.

Numa simulação Dilma x Aécio, a presidente vai a 47% e o tucano atinge 36%. Brancos e nulos atingem 12% e 5% são indecisos.

De acordo com o Vox Populi, foram ouvidos 2 mil eleitores em 147 municípios, no período de 12 a 14 de setembro. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais. O levantamento foi registrado sob o número BR-00632/2014 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

DILMA: “QUEM VAI PARA A PRESIDÊNCIA NÃO É COITADINHO”

Dilma afirma que quem busca presidência não pode ser "coitadinho" (Foto Arquivo Net)

Dilma afirma que quem busca presidência não pode ser “coitadinho” (Foto Arquivo Net)

Do Globo

Confrontada com as críticas da candidata Marina Silva sobre a falta de um programa de governo do PT, a presidente Dilma Rousseff disse neste domingo que não precisa fazer promessas, porque suas propostas estão sendo executadas e sendo criticadas “todo santo dia”. Candidata à reeleição, Dilma afirmou que “coitadinho” não pode chegar à Presidência da República e voltou a criticar a independência do Banco Central, defendida por Marina.

Para Dilma, os candidatos não podem “se vitimizar”. Para ela, o debate é válido enquanto girar em torno das propostas e não apelar para “a honra e as características pessoais” dos adversários.

– A vida como presidente da República é agüentar crítica sistematicamente e aguentar pressão. Duas coisas que acontecem com quem é presidente da República: pressão e crítica. Quem levar para campo pessoal não vai ser uma boa presidente, porque não segura uma critica. Tem de segurar a crítica, sim. O twitter é o de menos. O problema são pressões de outra envergadura que aparecem e que, se você não tem coluna vertebral, você não segura. Não tem coitadinho na Presidência. Quem vai para a presidência não é coitadinho, porque, se se sente coitadinho, não pode chegar lá – afirmou a presidente, acrescentando que os jornalistas são implacáveis e a vida de presidente é dura.

Leia mais

IBOPE/CNI: DILMA ATINGE 39% E MARINA OSCILA PARA 31%. AÉCIO MANTÉM 15%

dilma, marina e aécioPesquisa Ibope/Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada hoje, traz a presidente Dilma Roussef (PT) com 39% das intenções de voto e Marina Silva (PSB) com 31%. A diferença entre ambas dobrou em nove dias (4 para 8 pontos), segundo o Ibope. Na pesquisa divulgada dia 3, Marina estava com 33% e Dilma tinha 37%.

O senador Aécio Neves (PSDB) tem 15% das intenções de voto e Pastor Everaldo (PSC) aparece com 1%.

Nesta pesquisa, os demais candidatos, somados, têm 1%. De acordo com o Ibope, 8% dos entrevistados votariam em branco ou nulo e 5% estão indecisos.

Foram ouvidos 2.202 eleitores, no período de 5 a 8 de setembro, em 144 municípios. O levantamento está registrado sob o número BR-00593/2014. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

SEGUNDO TURNO

Nas simulações de segundo turno, Marina tem 43% contra 42% de Dilma, cenário em que percentual de brancos e nulos atinge 10% e o de indecisos alcança 5%.

Dilma bateria Aécio por 48 a 33%. Brancos e nulos somariam 13% e indecisos, 6%. Marina chega a 41% contra 27% de Aécio. Brancos e Nulos alcançariam 14% ante 8% de indecisos.

DATAFOLHA: DILMA ATINGE 36% E MARINA OSCILA PARA 33%

Dilma ganha fôlego, Marina oscila e Aécio ganha um ponto.

Dilma ganha fôlego, Marina oscila e Aécio ganha um ponto.

A pesquisa Datafolha divulgada nesta noite de quarta (10) traz a presidente Dilma Rousseff com 36% das intenções de voto ante 33% de Marina Silva. Na pesquisa anterior, do dia 3, a candidata à reeleição aparecia com 35% e Marina tinha 34%. Aécio Neves (PSDB) oscilou de 14% para 15%.

De acordo com o instituto, Eduardo Jorge (PV), Pastor Everaldo (PSC) e Luciana Genro (PSOL) têm 1% cada um, enquanto os demais candidatos não atingiram 1% – são eles José Maria (PSTU), Rui Costa Pimenta (PCO), Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB) e Mauro Iasi (PCB). O percentual de brancos e nulos atingiu 6% e o de indecisos foi a 7%.

Contratada pela Folha de São Paulo e Rede Globo, a pesquisa consultou 10.568 eleitores de 373 municípios, nos dias 8 e 9. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00584/2014.

SEGUNDO TURNO

Marina e Dilma voltam a empatar, tecnicamente, na disputa em segundo turno: 47 a 43% para a candidata do PSB. No embate Dilma Aécio, dá 49% a 38%. O tucano também perderia para Marina: 54% a 30%.

VOX POPULI: DILMA TEM 36% E MARINA APARECE COM 28%

Pesquisa Vox Populi divulgada hoje (10) pela Carta Capital mostra Dilma Rousseff (PT) oito pontos percentuais à frente de Marina Silva (PSB). A presidente e candidata à reeleição tem 36% ante 28% de Marina.

Aécio Neves (PSDB) surge com 15%. A soma dos demais candidatos representa 2% das intenções de voto, segundo o instituto.

Dilma e Marina aparecem empatadas em simulação de segundo turno. Marina com 42% e Dilma com 41%. É a menor diferença entre as candidatas nas últimas pesquisas divulgadas até aqui. 10% votariam em branco ou anulariam voto e 7% não souberam ou não responderam em quem votariam.

SEGUNDO TURNO

No segundo turno contra Aécio, Dilma teria 44% e o tucano 36%. Neste cenário, o percentual de brancos e nulos atingiria 12% e o de indecisos chega a 8%.

Para 49%, Dilma será reeleita presidente da República, enquanto 31% acreditam que Marina é a favorita para ganhar a eleição. Somente 8% citam Aécio.

O Vox Populi ouviu 2 mil pessoas na segunda e na terça (dias 8 e 9) em 147 cidades brasileiras. A margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos percentuais. O número de registro da pesquisa é o BR-00588/2014.

EVERALDO FALA EM VITÓRIA DE RUI NO 1º TURNO

Everaldo Anunciação acredita em vitória de Rui ainda no primeiro turno.

Everaldo Anunciação acredita em vitória de Rui ainda no primeiro turno.

Everaldo Anunciação, presidente do PT baiano, empolgado com os números da pesquisa Babesp divulgados hoje, disse acreditar em vitória de Rui Costa ainda no primeiro turno, além da eleição de Otto Alencar (PSD) ao Senado. Desde o início do horário eleitoral, Rui saltou de 11% para 27% nas intenções de voto.

Para Everaldo, o candidato ao governo pelo PT ainda tem muito espaço para crescer. Eufórico com os números, o dirigente estadual fala em vitória de Rui no primeiro turno (“tem muito espaço para crescer e até ganhar esta eleição ainda no primeiro turno”).

Outro fator considerado relevante para a tendência de maior crescimento do petista, cita Everaldo, são os apoios do ex-presidente Lula, de Dilma Rousseff e do governador Jaques Wagner. Com os apoios da trinca petista, Rui atinge 32%, enquanto Paulo Souto, com ACM Neto e Aécio Neves, cai de 39% para 37%, segundo a Babesp.

A campanha deverá colar o nome de Rui Costa, ainda mais, em Lula e Dilma. A presidente da República e candidata à reeleição tem 54% das intenções de voto na Bahia, segundo o Instituto Babesp.

A euforia toma conta dos petistas, mas o Babesp está sob a mira do DEM baiano devido às ligações do instituto com o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo, que contratou a pesquisa.

DILMA E MARINA EMPATAM NO 2º TURNO EM PESQUISA CNT/MDA

Dilma e Marina empatam no segundo turno e Aécio cai.

Dilma e Marina empatam no segundo turno e Aécio cai.

Caiu a vantagem de Marina Silva (PSB) para Dilma Rousseff (PT) numa provável disputa de segundo turno entre as duas candidatas à presidente da República, segundo pesquisa encomendada pela Confederação Nacional de Transportes à MDA.

Na pesquisa feita no período de 25 a 27 de agosto, Marina aparecia com 43,7% e Dilma alcançava 37,8%.

Agora, no levantamento de 5 a 7 de setembro, a diferença está dentro da margem de erro da pesquisa, que é de 2,2 pontos percentuais. Marina tem 45,5% e Dilma atinge 42,7% das intenções de voto.

Com folga, Dilma e Marina batem Aécio Neves (PSDB) em cenário de segundo turno. Dilma crava 47,5 ante 33,7% de Aécio. Marina vai a 52,2% e Aécio atinge 26,7%.

PRIMEIRO TURNO

A pesquisa mostra que Dilma e Marina crescem no primeiro turno. A petista saltou de 34,1% para 38,2% entre a pesquisa feita no final de agosto e a divulgada agora. Marina saiu de 28,2% para 33,5%. Aécio oscilou de 16% para 14,7%. As intenções de voto em Pastor Everaldo (PSC) atingiu 1% e a soma dos demais candidatos deu 1,1%, segundo o Instituto MDA.

Foram ouvidos 2.002 eleitores em 137 municípios. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número de protocolo oo574/2014.

APROVAÇÃO SOBE

A elevação das intenções de voto em Dilma ocorre em momento em que subiu, também, a aprovação do desempenho pessoal e caiu a rejeição à candidata. A aprovação saltou de 47,4% para 52,4% no período. A desaprovação caiu de 47,4% para 42,9%. Não sabe ou não respondeu, 4,7%.

Dilma, no entanto, tem potencial positivo de voto inferior a Marina: 65% a 56,3%. Aécio tem 48,1%, segundo esta pesquisa.

PÚBLICO FRACO

O senador Walter Pinheiro e políticos aliados participaram, ontem à noite (4), da inauguração do comitê do candidato a governador pelo PT, Rui Costa, e ao Senado pelo PSD, Otto Alencar, além de Dilma Rousseff. Chamou atenção não os discursos, mas o público. Pouca gente compareceu, retratando as dificuldades da chapa majoritária em Itabuna.

Nos bastidores, os diversos grupos que compõem a base governista e apoiam Rui, Otto e Dilma se queixam os candidatos não compareceram – nem o vice da chapa, João Leão, o “Bonitão”.

Rui e Otto devem vir a Itabuna e Ilhéus somente no próximo final de semana. Um aliado, espirituoso, diz que, com a falta de mobilização, nem Lula daria jeito – para atrair gente.

LULA DEFENDE REELEIÇÃO DE DILMA E DIZ QUE VOLTA “DISPOSTO” E COM “FORÇA” EM 2018

Lula, que anuncia retorno em 2018, puxa voto para Rui Costa (Foto Vaner Casas/BApress).

Lula, que anunciou retorno em 2018, puxa voto para Rui Costa (Foto Vaner Casaes/BApress).

Marival Guedes, para o PIMENTA

Lula afirmou hoje à noite, em Salvador, que será candidato a presidente da República em 2018. É a primeira vez que o ex-presidente fala em disputar o comando do país, após governá-lo por dois mandatos, de 2003 a 2010.

– Aí eles vão falar “Dilma mais 4 anos e depois esse tal de Lula quer ficar mais 4”. Em 2018 eu vou estar com 72 anos e disposto [a disputar a presidência novamente] – frisou, reforçando que “enquanto estiver vivo e tiver força”, não vai permitir o retorno daqueles que, na sua concepção, atrasaram o país.

Diante de um público de mais de dez mil pessoas, o ex-presidente disse enxergar que o ódio contra o seu partido, o PT, é ideológico.

[Quando estava na presidência] Eu pensava que era porque era torneiro mecânico e gente do povo. Mas não. Dilma é formada e o ódio continua. O ódio [contra o PT] é ideológico. Eles não querem o pobre viajando de avião e comendo melhor.

VOTO PARA RUI E OTTO

Ainda no comício em Salvador, Lula saiu em defesa de Rui Costa e Otto Alencar. “O povo não pode permitir que a Bahia volte a ser governada pelo atraso”. O ex-presidente fez um paralelo ao dizer que, antigamente, o coronel tinha fazenda e chicote.

– Hoje ele tem um canal de televisão e um jornal. Com isso, eles vão tentando fazer a cabeça das pessoas e nós não podemos permitir. A gente não quer mais senhor de engenho não. A gente quer fazer parte do bolo”.

O ex-presidente voltou a sair em defesa de Dilma ao falar do enfrentamento da crise econômica. “Dilma enfrentou a crise sem demitir”, observou, sem esquecer que a receita defendida pelos opositores pregava “demissões”.

Ele ainda citou números como a geração de 11 milhões de emprego em pouco mais de uma década e que hoje a inflação anual fica em torno de 6%, enquanto em 1986, citou, chegava a 86% ao mês.

DILMA E RUI UNEM PT E PCdoB EM ITABUNA

Flávio Barreto (à esq.) e Wenceslau Júnior (centro) em atividade neste sábado, na Cinquentenário.

Flávio Barreto (à esq.) e Wenceslau Júnior (centro) em atividade neste sábado, na Cinquentenário.

As eleições à presidência e ao governo baiano, além da disputa ao Senado, levaram às ruas PT e PCdoB em Itabuna neste sábado (30). A novidade é que, depois das arestas de 2012, os dois partidos caminharam juntos na Cinquentenário em atividade “de última hora”.

Vice-prefeito de Itabuna e coordenador das campanhas proporcionais no sul da Bahia, Wenceslau Júnior, posou para fotos ao lado do presidente do PT itabunense, Flávio Barreto. Os dois partidos e legendas aliadas traçam estratégias para alavancar os nomes de Dilma Rousseff (presidente), Rui Costa (governador) e Otto Alencar (senador) em Itabuna, onde a campanha do ex-governador Paulo Souto (DEM) foi para as ruas bem mais cedo.

Apoiadores de candidaturas de Davidson, Aldenes, Geraldo e Thiago Simões nas ruas hoje.

Apoiadores de candidaturas de Davidson, Aldenes, Geraldo e Thiago Simões nas ruas hoje.

MARINA EMPATA COM DILMA NO 1º TURNO. AÉCIO CAI A 15%

Marina empata com Dilma e Aécio cai ainda mais.

Marina empata com Dilma e Aécio cai ainda mais.

Pesquisa Datafolha divulgada hoje (29) mostra a candidata Dilma Rousseff (PT) e a candidata Marina Silva (PSB) empatadas no primeiro turno das eleições presidenciais. Cada uma aparece com 34% das intenções de voto. A seguir, Aécio Neves (PSDB) aparece com 15% das intenções.  A pesquisa foi encomendada pela Rede Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo.

Na pesquisa anterior, divulgada no dia 18, Dilma tinha 36% das intenções de voto, Marina, 21%; e Aécio, 20%.

O candidato Pastor Everaldo (PSC) aparece com 2% das intenções na sondagem divulgada hoje. Os demais candidatos: Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV), Zé Maria (PSTU), Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) têm juntos 1%. Votos nulos ou brancos somam 7% e são também 7% os indecisos.

SEGUNDO TURNO

De acordo com a pesquisa, na simulação de um segundo turno entre Dilma e Marina, a candidata do PSB alcançaria 50%, contra 40% da atual presidenta. Na pesquisa anterior, Marina tinha 47% e Dilma 43%. Já em um confronto entre Dilma e Aécio, o tucano perderia por 48% a 40%. O Datafolha não realizou simulação de segundo turno entre Marina e Aécio.

Em pesquisa espontânea, quando se pergunta a intenção de voto do eleitor sem mostrar a lista com os nomes dos candidatos, Dilma tem 27% das intenções de voto, Marina chega a 22% e Aécio tem 10%. O número de eleitores indecisos chega a 32% e os que votariam branco ou nulo são 3%.

Dilma tem 35% de rejeição, Pastor Everaldo, 23%; Aécio, 22%; Zé Maria, 18%; Eymael, 17%; Levy Fidelix, 17%; Rui Costa Pimenta, 16%; Luciana Genro, 15%; Marina Silva, 15%; Eduardo Jorge, 14%; e Mauro Iasi, 14%.

AVALIAÇÃO DE GOVERNO

A avaliação do governo Dilma foi considerada ótima ou boa por 35% dos entrevistados. Os que responderam regular somam 39%. Já os que consideram o governo ruim ou péssimo foram 26%. E 1% não souberam responder.

O nível de confiança da pesquisa é 95%, com margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Foram feitas 2.874 entrevistas, ontem (28) e hoje, em 178 municípios. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-00438/2014. Informações da Agência Brasil.

MDA/CNT: DILMA LIDERA NO 1º TURNO. MARINA BATE PRESIDENTE E AÉCIO NO 2º TURNO

Pesquisa do Instituto MDA, encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), confirma crescimento de Marina Silva (PSB) no primeiro turno e vitória diante de Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) no segundo turno da corrida presidencial. Os números foram divulgados nesta manhã de quarta (27).

Dilma lidera no primeiro turno com 34,2% das intenções de voto, enquanto Marina aparece com 28,2%. Aécio soma 16%. Brancos e nulos representam 8,7% e indecisos, 10,4%.

SEGUNDO TURNO

Marina aparece à frente de Dilma no segundo turno, embora com diferença de 3,1 pontos menor que a pesquisa do Ibope: 43,7% a 37,8%. Contra Aécio, Marina venceria por 48,9% a 25,2%. Já no confronto Dilma x Aécio, daria 43% a 33,3% para a presidente e candidata à reeleição.

A pesquisa foi feita de 21 a 24 de agosto, entrevistou 2.002 eleitores em 137 municípios e tem margem de erro de 2,2 pontos percentuais. Na modalidade espontânea, Dilma soma 26,4% das intenções de voto, Marina tem 18,6% e Aécio alcança 11,3%.

De acordo com a mesma pesquisa, 32,9% ainda não tem candidato na espontânea. 9,5% afirmam que votariam em branco ou nulo.

WAGNER ESPERA QUE CAMPANHA NA TV MUDE QUADRO ELEITORAL NA BAHIA

Wagner confia em arrancada de Rui (Foto Pimenta).

Wagner confia em arrancada de Rui (Foto Pimenta).

O governador Jaques Wagner deu entrevista ao jornalista Gerson Camarotti, da Globo News e Portal G1, e disse esperar uma arrancada do seu candidato ao governo baiano, Rui Costa, após o início da propaganda eleitoral no rádio e na televisão.

O desconhecimento do Rui ainda é muito elevado. E o desinteresse na eleição também é grande até o momento. Só 9% dos eleitores se manifestam por um candidato espontaneamente. Mas depois de 15 dias de propaganda eleitoral na televisão, o quadro vai mudar na Bahia.

Wagner afirmou que, na Bahia, Dilma deverá ter a sua maior vantagem dentre os estados brasileiros. A ideia é manter a margem de 2,8 milhões de votos. “O DEM quer reduzir essa vantagem para 1 milhão de votos. Mas, em 2014, Dilma vai manter a mesma vantagem da eleição passada”, disse Jaques Wagner.

IBOPE NA BA: DILMA TEM 48% E AÉCIO,15%

Corrida presidencial: Campos, Dilma e Aécio.

Corrida presidencial: Campos, Dilma e Aécio.

A pesquisa eleitoral do Ibope que aferiu as intenções de voto para o governo baiano também questionou o eleitor quanto à preferência na corrida presidencial. Na Bahia, Dilma Rousseff (PT) atinge 48% das intenções de voto. Aécio Neves (PSDB) alcança 15% e Eduardo Campos (PSB)  vai a 8%.

O Pastor Everaldo (PSC) pontua com 3%. Rui Pimenta (PCO) e Zé Maria (PSTU) atingem 1% cada um. Brancos e nulos atinge 13% e não sabe ou não respondeu, 11%.

Na pesquisa espontânea, quando o entrevistador não cita os nomes dos candidatos, Dilma atinge 36% na Bahia. Aécio vai a 9% e Campos fica com 5%.

Os percentuais de agora diferem dos apurados em maio passado, quando Dilma atingiu 50%, Aécio chegou a 12% e Campos tinha 7%. Pastor Everaldo somava 2%. Há dois meses, o percentual de brancos e nulos era 15% e indecisos (não sabe ou não respondeu), 13%.

DATAFOLHA: PREOCUPAÇÕES PARA DILMA

Corrida presidencial: Campos, Dilma e Aécio.

Corrida presidencial: Campos, Dilma e Aécio.

Levantamento do Instituto Datafolha – feito nos dias 15 e 16 de julho – levou preocupações para a campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). Se lidera com boa margem no primeiro turno, o mesmo não se pode dizer caso a peleja eleitoral vá para o segundo turno, quando empata, tecnicamente, com o tucano Aécio Neves.

No primeiro turno, Dilma aparece com 36%, enquanto Aécio tem os mesmos 20% da pesquisa anterior. Eduardo Campos (PSB) oscila para 9% para 8% e o Pastor Everaldo (PSC), de 4% para 3%. José Maria (PSTU), Eduardo Jorge (PV), Luciana Genro (PSOL), Eymael (PSDC) e Rui Pimenta (PCO) têm 1% cada um.

SEGUNDO TURNO

Juntos, todos os adversários têm a soma das intenções de voto de Dilma (36%), mas aumentou a probabilidade de segundo turno na disputa, no qual Dilma teria 44% das intenções de voto contra 40% de Aécio (antes, em 1º e 2 de julho, era 46% a 39%). Contra Campos, dá 38% a 45% (era 48% a 35% no início do mês).

A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais. Foram entrevistados 5.337 eleitores em 233 municípios brasileiros, segundo o Datafolha.










WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia