WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate


alba










julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias






:: ‘Dilma’

IBOPE/CNI: DILMA ATINGE 39% E MARINA OSCILA PARA 31%. AÉCIO MANTÉM 15%

dilma, marina e aécioPesquisa Ibope/Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada hoje, traz a presidente Dilma Roussef (PT) com 39% das intenções de voto e Marina Silva (PSB) com 31%. A diferença entre ambas dobrou em nove dias (4 para 8 pontos), segundo o Ibope. Na pesquisa divulgada dia 3, Marina estava com 33% e Dilma tinha 37%.

O senador Aécio Neves (PSDB) tem 15% das intenções de voto e Pastor Everaldo (PSC) aparece com 1%.

Nesta pesquisa, os demais candidatos, somados, têm 1%. De acordo com o Ibope, 8% dos entrevistados votariam em branco ou nulo e 5% estão indecisos.

Foram ouvidos 2.202 eleitores, no período de 5 a 8 de setembro, em 144 municípios. O levantamento está registrado sob o número BR-00593/2014. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

SEGUNDO TURNO

Nas simulações de segundo turno, Marina tem 43% contra 42% de Dilma, cenário em que percentual de brancos e nulos atinge 10% e o de indecisos alcança 5%.

Dilma bateria Aécio por 48 a 33%. Brancos e nulos somariam 13% e indecisos, 6%. Marina chega a 41% contra 27% de Aécio. Brancos e Nulos alcançariam 14% ante 8% de indecisos.

DATAFOLHA: DILMA ATINGE 36% E MARINA OSCILA PARA 33%

Dilma ganha fôlego, Marina oscila e Aécio ganha um ponto.

Dilma ganha fôlego, Marina oscila e Aécio ganha um ponto.

A pesquisa Datafolha divulgada nesta noite de quarta (10) traz a presidente Dilma Rousseff com 36% das intenções de voto ante 33% de Marina Silva. Na pesquisa anterior, do dia 3, a candidata à reeleição aparecia com 35% e Marina tinha 34%. Aécio Neves (PSDB) oscilou de 14% para 15%.

De acordo com o instituto, Eduardo Jorge (PV), Pastor Everaldo (PSC) e Luciana Genro (PSOL) têm 1% cada um, enquanto os demais candidatos não atingiram 1% – são eles José Maria (PSTU), Rui Costa Pimenta (PCO), Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB) e Mauro Iasi (PCB). O percentual de brancos e nulos atingiu 6% e o de indecisos foi a 7%.

Contratada pela Folha de São Paulo e Rede Globo, a pesquisa consultou 10.568 eleitores de 373 municípios, nos dias 8 e 9. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00584/2014.

SEGUNDO TURNO

Marina e Dilma voltam a empatar, tecnicamente, na disputa em segundo turno: 47 a 43% para a candidata do PSB. No embate Dilma Aécio, dá 49% a 38%. O tucano também perderia para Marina: 54% a 30%.

VOX POPULI: DILMA TEM 36% E MARINA APARECE COM 28%

Pesquisa Vox Populi divulgada hoje (10) pela Carta Capital mostra Dilma Rousseff (PT) oito pontos percentuais à frente de Marina Silva (PSB). A presidente e candidata à reeleição tem 36% ante 28% de Marina.

Aécio Neves (PSDB) surge com 15%. A soma dos demais candidatos representa 2% das intenções de voto, segundo o instituto.

Dilma e Marina aparecem empatadas em simulação de segundo turno. Marina com 42% e Dilma com 41%. É a menor diferença entre as candidatas nas últimas pesquisas divulgadas até aqui. 10% votariam em branco ou anulariam voto e 7% não souberam ou não responderam em quem votariam.

SEGUNDO TURNO

No segundo turno contra Aécio, Dilma teria 44% e o tucano 36%. Neste cenário, o percentual de brancos e nulos atingiria 12% e o de indecisos chega a 8%.

Para 49%, Dilma será reeleita presidente da República, enquanto 31% acreditam que Marina é a favorita para ganhar a eleição. Somente 8% citam Aécio.

O Vox Populi ouviu 2 mil pessoas na segunda e na terça (dias 8 e 9) em 147 cidades brasileiras. A margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos percentuais. O número de registro da pesquisa é o BR-00588/2014.

EVERALDO FALA EM VITÓRIA DE RUI NO 1º TURNO

Everaldo Anunciação acredita em vitória de Rui ainda no primeiro turno.

Everaldo Anunciação acredita em vitória de Rui ainda no primeiro turno.

Everaldo Anunciação, presidente do PT baiano, empolgado com os números da pesquisa Babesp divulgados hoje, disse acreditar em vitória de Rui Costa ainda no primeiro turno, além da eleição de Otto Alencar (PSD) ao Senado. Desde o início do horário eleitoral, Rui saltou de 11% para 27% nas intenções de voto.

Para Everaldo, o candidato ao governo pelo PT ainda tem muito espaço para crescer. Eufórico com os números, o dirigente estadual fala em vitória de Rui no primeiro turno (“tem muito espaço para crescer e até ganhar esta eleição ainda no primeiro turno”).

Outro fator considerado relevante para a tendência de maior crescimento do petista, cita Everaldo, são os apoios do ex-presidente Lula, de Dilma Rousseff e do governador Jaques Wagner. Com os apoios da trinca petista, Rui atinge 32%, enquanto Paulo Souto, com ACM Neto e Aécio Neves, cai de 39% para 37%, segundo a Babesp.

A campanha deverá colar o nome de Rui Costa, ainda mais, em Lula e Dilma. A presidente da República e candidata à reeleição tem 54% das intenções de voto na Bahia, segundo o Instituto Babesp.

A euforia toma conta dos petistas, mas o Babesp está sob a mira do DEM baiano devido às ligações do instituto com o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo, que contratou a pesquisa.

DILMA E MARINA EMPATAM NO 2º TURNO EM PESQUISA CNT/MDA

Dilma e Marina empatam no segundo turno e Aécio cai.

Dilma e Marina empatam no segundo turno e Aécio cai.

Caiu a vantagem de Marina Silva (PSB) para Dilma Rousseff (PT) numa provável disputa de segundo turno entre as duas candidatas à presidente da República, segundo pesquisa encomendada pela Confederação Nacional de Transportes à MDA.

Na pesquisa feita no período de 25 a 27 de agosto, Marina aparecia com 43,7% e Dilma alcançava 37,8%.

Agora, no levantamento de 5 a 7 de setembro, a diferença está dentro da margem de erro da pesquisa, que é de 2,2 pontos percentuais. Marina tem 45,5% e Dilma atinge 42,7% das intenções de voto.

Com folga, Dilma e Marina batem Aécio Neves (PSDB) em cenário de segundo turno. Dilma crava 47,5 ante 33,7% de Aécio. Marina vai a 52,2% e Aécio atinge 26,7%.

PRIMEIRO TURNO

A pesquisa mostra que Dilma e Marina crescem no primeiro turno. A petista saltou de 34,1% para 38,2% entre a pesquisa feita no final de agosto e a divulgada agora. Marina saiu de 28,2% para 33,5%. Aécio oscilou de 16% para 14,7%. As intenções de voto em Pastor Everaldo (PSC) atingiu 1% e a soma dos demais candidatos deu 1,1%, segundo o Instituto MDA.

Foram ouvidos 2.002 eleitores em 137 municípios. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número de protocolo oo574/2014.

APROVAÇÃO SOBE

A elevação das intenções de voto em Dilma ocorre em momento em que subiu, também, a aprovação do desempenho pessoal e caiu a rejeição à candidata. A aprovação saltou de 47,4% para 52,4% no período. A desaprovação caiu de 47,4% para 42,9%. Não sabe ou não respondeu, 4,7%.

Dilma, no entanto, tem potencial positivo de voto inferior a Marina: 65% a 56,3%. Aécio tem 48,1%, segundo esta pesquisa.

PÚBLICO FRACO

O senador Walter Pinheiro e políticos aliados participaram, ontem à noite (4), da inauguração do comitê do candidato a governador pelo PT, Rui Costa, e ao Senado pelo PSD, Otto Alencar, além de Dilma Rousseff. Chamou atenção não os discursos, mas o público. Pouca gente compareceu, retratando as dificuldades da chapa majoritária em Itabuna.

Nos bastidores, os diversos grupos que compõem a base governista e apoiam Rui, Otto e Dilma se queixam os candidatos não compareceram – nem o vice da chapa, João Leão, o “Bonitão”.

Rui e Otto devem vir a Itabuna e Ilhéus somente no próximo final de semana. Um aliado, espirituoso, diz que, com a falta de mobilização, nem Lula daria jeito – para atrair gente.

LULA DEFENDE REELEIÇÃO DE DILMA E DIZ QUE VOLTA “DISPOSTO” E COM “FORÇA” EM 2018

Lula, que anuncia retorno em 2018, puxa voto para Rui Costa (Foto Vaner Casas/BApress).

Lula, que anunciou retorno em 2018, puxa voto para Rui Costa (Foto Vaner Casaes/BApress).

Marival Guedes, para o PIMENTA

Lula afirmou hoje à noite, em Salvador, que será candidato a presidente da República em 2018. É a primeira vez que o ex-presidente fala em disputar o comando do país, após governá-lo por dois mandatos, de 2003 a 2010.

– Aí eles vão falar “Dilma mais 4 anos e depois esse tal de Lula quer ficar mais 4”. Em 2018 eu vou estar com 72 anos e disposto [a disputar a presidência novamente] – frisou, reforçando que “enquanto estiver vivo e tiver força”, não vai permitir o retorno daqueles que, na sua concepção, atrasaram o país.

Diante de um público de mais de dez mil pessoas, o ex-presidente disse enxergar que o ódio contra o seu partido, o PT, é ideológico.

[Quando estava na presidência] Eu pensava que era porque era torneiro mecânico e gente do povo. Mas não. Dilma é formada e o ódio continua. O ódio [contra o PT] é ideológico. Eles não querem o pobre viajando de avião e comendo melhor.

VOTO PARA RUI E OTTO

Ainda no comício em Salvador, Lula saiu em defesa de Rui Costa e Otto Alencar. “O povo não pode permitir que a Bahia volte a ser governada pelo atraso”. O ex-presidente fez um paralelo ao dizer que, antigamente, o coronel tinha fazenda e chicote.

– Hoje ele tem um canal de televisão e um jornal. Com isso, eles vão tentando fazer a cabeça das pessoas e nós não podemos permitir. A gente não quer mais senhor de engenho não. A gente quer fazer parte do bolo”.

O ex-presidente voltou a sair em defesa de Dilma ao falar do enfrentamento da crise econômica. “Dilma enfrentou a crise sem demitir”, observou, sem esquecer que a receita defendida pelos opositores pregava “demissões”.

Ele ainda citou números como a geração de 11 milhões de emprego em pouco mais de uma década e que hoje a inflação anual fica em torno de 6%, enquanto em 1986, citou, chegava a 86% ao mês.

DILMA E RUI UNEM PT E PCdoB EM ITABUNA

Flávio Barreto (à esq.) e Wenceslau Júnior (centro) em atividade neste sábado, na Cinquentenário.

Flávio Barreto (à esq.) e Wenceslau Júnior (centro) em atividade neste sábado, na Cinquentenário.

As eleições à presidência e ao governo baiano, além da disputa ao Senado, levaram às ruas PT e PCdoB em Itabuna neste sábado (30). A novidade é que, depois das arestas de 2012, os dois partidos caminharam juntos na Cinquentenário em atividade “de última hora”.

Vice-prefeito de Itabuna e coordenador das campanhas proporcionais no sul da Bahia, Wenceslau Júnior, posou para fotos ao lado do presidente do PT itabunense, Flávio Barreto. Os dois partidos e legendas aliadas traçam estratégias para alavancar os nomes de Dilma Rousseff (presidente), Rui Costa (governador) e Otto Alencar (senador) em Itabuna, onde a campanha do ex-governador Paulo Souto (DEM) foi para as ruas bem mais cedo.

Apoiadores de candidaturas de Davidson, Aldenes, Geraldo e Thiago Simões nas ruas hoje.

Apoiadores de candidaturas de Davidson, Aldenes, Geraldo e Thiago Simões nas ruas hoje.

MARINA EMPATA COM DILMA NO 1º TURNO. AÉCIO CAI A 15%

Marina empata com Dilma e Aécio cai ainda mais.

Marina empata com Dilma e Aécio cai ainda mais.

Pesquisa Datafolha divulgada hoje (29) mostra a candidata Dilma Rousseff (PT) e a candidata Marina Silva (PSB) empatadas no primeiro turno das eleições presidenciais. Cada uma aparece com 34% das intenções de voto. A seguir, Aécio Neves (PSDB) aparece com 15% das intenções.  A pesquisa foi encomendada pela Rede Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo.

Na pesquisa anterior, divulgada no dia 18, Dilma tinha 36% das intenções de voto, Marina, 21%; e Aécio, 20%.

O candidato Pastor Everaldo (PSC) aparece com 2% das intenções na sondagem divulgada hoje. Os demais candidatos: Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV), Zé Maria (PSTU), Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) têm juntos 1%. Votos nulos ou brancos somam 7% e são também 7% os indecisos.

SEGUNDO TURNO

De acordo com a pesquisa, na simulação de um segundo turno entre Dilma e Marina, a candidata do PSB alcançaria 50%, contra 40% da atual presidenta. Na pesquisa anterior, Marina tinha 47% e Dilma 43%. Já em um confronto entre Dilma e Aécio, o tucano perderia por 48% a 40%. O Datafolha não realizou simulação de segundo turno entre Marina e Aécio.

Em pesquisa espontânea, quando se pergunta a intenção de voto do eleitor sem mostrar a lista com os nomes dos candidatos, Dilma tem 27% das intenções de voto, Marina chega a 22% e Aécio tem 10%. O número de eleitores indecisos chega a 32% e os que votariam branco ou nulo são 3%.

Dilma tem 35% de rejeição, Pastor Everaldo, 23%; Aécio, 22%; Zé Maria, 18%; Eymael, 17%; Levy Fidelix, 17%; Rui Costa Pimenta, 16%; Luciana Genro, 15%; Marina Silva, 15%; Eduardo Jorge, 14%; e Mauro Iasi, 14%.

AVALIAÇÃO DE GOVERNO

A avaliação do governo Dilma foi considerada ótima ou boa por 35% dos entrevistados. Os que responderam regular somam 39%. Já os que consideram o governo ruim ou péssimo foram 26%. E 1% não souberam responder.

O nível de confiança da pesquisa é 95%, com margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Foram feitas 2.874 entrevistas, ontem (28) e hoje, em 178 municípios. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-00438/2014. Informações da Agência Brasil.

MDA/CNT: DILMA LIDERA NO 1º TURNO. MARINA BATE PRESIDENTE E AÉCIO NO 2º TURNO

Pesquisa do Instituto MDA, encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), confirma crescimento de Marina Silva (PSB) no primeiro turno e vitória diante de Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) no segundo turno da corrida presidencial. Os números foram divulgados nesta manhã de quarta (27).

Dilma lidera no primeiro turno com 34,2% das intenções de voto, enquanto Marina aparece com 28,2%. Aécio soma 16%. Brancos e nulos representam 8,7% e indecisos, 10,4%.

SEGUNDO TURNO

Marina aparece à frente de Dilma no segundo turno, embora com diferença de 3,1 pontos menor que a pesquisa do Ibope: 43,7% a 37,8%. Contra Aécio, Marina venceria por 48,9% a 25,2%. Já no confronto Dilma x Aécio, daria 43% a 33,3% para a presidente e candidata à reeleição.

A pesquisa foi feita de 21 a 24 de agosto, entrevistou 2.002 eleitores em 137 municípios e tem margem de erro de 2,2 pontos percentuais. Na modalidade espontânea, Dilma soma 26,4% das intenções de voto, Marina tem 18,6% e Aécio alcança 11,3%.

De acordo com a mesma pesquisa, 32,9% ainda não tem candidato na espontânea. 9,5% afirmam que votariam em branco ou nulo.

WAGNER ESPERA QUE CAMPANHA NA TV MUDE QUADRO ELEITORAL NA BAHIA

Wagner confia em arrancada de Rui (Foto Pimenta).

Wagner confia em arrancada de Rui (Foto Pimenta).

O governador Jaques Wagner deu entrevista ao jornalista Gerson Camarotti, da Globo News e Portal G1, e disse esperar uma arrancada do seu candidato ao governo baiano, Rui Costa, após o início da propaganda eleitoral no rádio e na televisão.

O desconhecimento do Rui ainda é muito elevado. E o desinteresse na eleição também é grande até o momento. Só 9% dos eleitores se manifestam por um candidato espontaneamente. Mas depois de 15 dias de propaganda eleitoral na televisão, o quadro vai mudar na Bahia.

Wagner afirmou que, na Bahia, Dilma deverá ter a sua maior vantagem dentre os estados brasileiros. A ideia é manter a margem de 2,8 milhões de votos. “O DEM quer reduzir essa vantagem para 1 milhão de votos. Mas, em 2014, Dilma vai manter a mesma vantagem da eleição passada”, disse Jaques Wagner.

IBOPE NA BA: DILMA TEM 48% E AÉCIO,15%

Corrida presidencial: Campos, Dilma e Aécio.

Corrida presidencial: Campos, Dilma e Aécio.

A pesquisa eleitoral do Ibope que aferiu as intenções de voto para o governo baiano também questionou o eleitor quanto à preferência na corrida presidencial. Na Bahia, Dilma Rousseff (PT) atinge 48% das intenções de voto. Aécio Neves (PSDB) alcança 15% e Eduardo Campos (PSB)  vai a 8%.

O Pastor Everaldo (PSC) pontua com 3%. Rui Pimenta (PCO) e Zé Maria (PSTU) atingem 1% cada um. Brancos e nulos atinge 13% e não sabe ou não respondeu, 11%.

Na pesquisa espontânea, quando o entrevistador não cita os nomes dos candidatos, Dilma atinge 36% na Bahia. Aécio vai a 9% e Campos fica com 5%.

Os percentuais de agora diferem dos apurados em maio passado, quando Dilma atingiu 50%, Aécio chegou a 12% e Campos tinha 7%. Pastor Everaldo somava 2%. Há dois meses, o percentual de brancos e nulos era 15% e indecisos (não sabe ou não respondeu), 13%.

DATAFOLHA: PREOCUPAÇÕES PARA DILMA

Corrida presidencial: Campos, Dilma e Aécio.

Corrida presidencial: Campos, Dilma e Aécio.

Levantamento do Instituto Datafolha – feito nos dias 15 e 16 de julho – levou preocupações para a campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). Se lidera com boa margem no primeiro turno, o mesmo não se pode dizer caso a peleja eleitoral vá para o segundo turno, quando empata, tecnicamente, com o tucano Aécio Neves.

No primeiro turno, Dilma aparece com 36%, enquanto Aécio tem os mesmos 20% da pesquisa anterior. Eduardo Campos (PSB) oscila para 9% para 8% e o Pastor Everaldo (PSC), de 4% para 3%. José Maria (PSTU), Eduardo Jorge (PV), Luciana Genro (PSOL), Eymael (PSDC) e Rui Pimenta (PCO) têm 1% cada um.

SEGUNDO TURNO

Juntos, todos os adversários têm a soma das intenções de voto de Dilma (36%), mas aumentou a probabilidade de segundo turno na disputa, no qual Dilma teria 44% das intenções de voto contra 40% de Aécio (antes, em 1º e 2 de julho, era 46% a 39%). Contra Campos, dá 38% a 45% (era 48% a 35% no início do mês).

A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais. Foram entrevistados 5.337 eleitores em 233 municípios brasileiros, segundo o Datafolha.

DILMA: BRASIL DERROTOU PESSIMISTAS E FEZ A COPA DAS COPAS

Dilma: Brasil fez a Copa das Copas (Foto Fabio Pozzebom/ABr--Arquivo).

Dilma: Brasil fez a Copa das Copas (Foto Fabio Pozzebom/ABr–Arquivo).

A presidente Dilma Rousseff fez balanço da Copa do Mundo e disse que o Brasil derrotou pessimistas ao fazer a “Copa das Copas”. A mandatária avaliou a competição mundial vencida pela Alemanha, ontem, no Maracanã, em evento nesta tarde (14), em Brasília.

O estádio estava dentre as obras, lembra Dilma, que oposicionistas diziam que só ficaria pronta em 2024. “[Diziam] que não teríamos aeroportos, não teríamos capacidade de receber milhões e milhões de turistas. Nós derrotamos, sem dúvida, essa previsão pessimista e realizamos, com a imensa e maravilhosa contribuição do povo brasileiro, a Copa das Copas”, afirmou.

Para a presidente, o problema na copa foi a partida do Brasil contra a Alemanha, quando a Seleção de Luiz Felipe Scolari perdeu por 7 a 1, no Mineirão, na última terça (8), já na semifinal. Mas completou: “a derrota é a mãe de todas as vitórias”.

DILMA TERÁ MAIS QUE O DOBRO DE TEMPO DE AÉCIO NO HORÁRIO ELEITORAL

horário eleitoral tvO Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou hoje (10) a estimativa de tempo que os 11 candidatos à Presidência da República terão no horário eleitoral no rádio e na televisão, que começa no dia 19 de agosto. Os números serão apresentados aos partidos em audiência pública na quarta-feira (16). Após as coligações tomarem conhecimento da minuta, o plano de divulgação definitivo será colocado em votação no plenário do tribunal.

Segundo os dados, a coligação Com A Força do Povo, da candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT), terá 11 minutos e 48 segundos. A coligação Muda Brasil, do candidato Aécio Neves (PSDB), ficou com 4min31s. Eduardo Campos (PSB), da Coligação Unidos pelo Brasil, terá um 1min49s.

O restante do tempo no rádio e na TV ficou dividido entre o PSC, do Pastor Everaldo (um minuto e oito segundos); PV, de  Eduardo Jorge (um minuto e um segundo); PSOL, da candidata Luciana Genro (51 segundos), e Eymael, do PSDC (47 segundos). Os candidatos Levy Fidelix (PRTB), Zé Maria (PSTU), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) terão 45 segundos para expor suas ideias.

O bloco de 20 minutos que será destinado aos que disputam a Presidência da República foi dividido de acordo com o número de partidos e coligações que registraram candidaturas ao cargo e a suas representações na Câmara dos Deputados.

O TSE definirá a primeira ordem de exibição dos programas em sorteio no dia 5 de agosto. Nos programas seguintes, a ordem seguirá o critério de rodízio. Caso a disputa vá para segundo turno, o bloco de 20 minutos será dividido de forma igualitária entre as coligações. Informações da Agência Brasil.

DILMA APOIA NEYMAR E VIRA ALVO DE BRINCADEIRA NAS REDES SOCIAIS

Dilma homenageia Neymar nas redes sociais (Reprodução Facebook).

Dilma homenageia Neymar nas redes sociais (Reprodução Facebook).

O punho da mão direita colado no antebraço esquerdo formando um ‘T’. Dessa forma Neymar comemorou muitos de seus gols ao longo da carreira, representando a expressão ‘É Tois’. Também foi com esse gesto que a presidente Dilma Rousseff resolveu demonstrar o seu apoio ao jogador por ter que ficar de fora do restante da Copa do Mundo.

A presidente divulgou uma foto fazendo o ‘T’ com os braços durante bate papo na página do Palácio do Planalto no Facebook. O perfil fake de Dilma Rousseff, o Dilma Bolada, sugeriu na rede social que ela fizesse uma homenagem ao jogador da seleção brasileira dessa forma. Pouco depois foi postada uma imagem dela fazendo o gesto.

A imagem fez sucesso nas redes sociais. Na página Dilma Bolada, ela foi curtida por mais de 11 mil pessoas e compartilhada por mais de 600 usuários. A foto também foi postada no perfil oficial da presidente no Twitter com a legenda “É TOIS para @NeymarJr”. No microblog, o ela foi retuitada mais de 4 mil vezes.

A homenagem da presidente também rendeu montagens brincando com o gesto nas redes sociais. Confira algumas:

Gesto de Dilma, repetindo Neymar, vira meme (Reprodução/Correio).

Gesto de Dilma, repetindo Neymar, vira meme (Reprodução/Correio).

DATAFOLHA: DILMA CRESCE 4 PONTOS E VAI A 38%. AÉCIO TEM 20% E CAMPOS, 9%

Dilma Rousseff, Aécio Neves e Eduardo Campos na pesquisa Datafolha.

Dilma Rousseff, Aécio Neves e Eduardo Campos na pesquisa Datafolha.

O Datafolha divulgou nesta noite de quarta (2) o resultado do mais recente levantamento que aponta alta de 4 pontos percentuais nas intenções de voto da presidente Dilma Rousseff (PT) na comparação com a pesquisa anterior, feita no período de 3 a 5 de junho (relembre aqui).

Dilma saiu de 34% para 38%, mesmo percentual que registrava em abril. Aécio Neves (PSDB) foi de 19% a 20%, enquanto Eduardo Campos (PSB) saltou de 7% para 9%. Pastor Everaldo Pereira (PSC) continuou com 4%, enquanto José Maria (PSTU) foi de 1% para 2%.

Mauro Iasi (PCB), Eduardo Jorge (PV) e Luciana Genro (PSOL) aparecem com 1% das intenções de voto. O percentual de votos brancos e nulos caiu de 17% para 13%.

O levantamento, no entanto, ainda mostra tendência de segundo turno na corrida presidencial. Isso, porque Dilma tem mesmo percentual de intenções de votos da soma dos seus adversários, exatamente 38%.

A pesquisa tem margem de erro de dois pontos percentuais. O Datafolha informa ter ouvido 2.857 eleitores em 177 municípios na terça e nesta quarta (dias 1º e 2). O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 194/2014.

CONVENÇÃO HOMOLOGA NOME DE RUI COSTA, QUE FALA EM VITÓRIA NO 1º TURNO

Rui Costa, João Leão e Otto Alencar observam participantes de convenção.

Rui Costa, João Leão e Otto Alencar observam participantes de convenção.

Um clima de euforia tomou conta do PT baiano com a convenção que homologou tanto a candidatura de Rui Costa a governador como as de João Leão (PP) a vice e Otto Alencar (PSD) a senador. No Parque de Exposições de Salvador, o partido conseguiu reunir mais de 10 mil pessoas, dentre elas Jaques Wagner, Lula e Dilma Rousseff.

Além dos partidos dos membros da chapa majoritária, o evento também garantiu o apoio do PCdoB, PDT e PTB à candidatura de Rui. O PR ainda fará convenção no dia 30, mas o governador Jaques Wagner assegura que os republicanos marcharão com o nome governista. O presidente do PT baiano, Everaldo Anunciação, disse que o evento reforçava a confiança na vitória do projeto governista.

Rui Costa, apesar de aparecer em terceiro na única pesquisa registrada até agora, a do Ibope, feita em maio, fala em vitória no primeiro turno. Disse que as mais de 10 mil pessoas foram ao evento sem receber dinheiro, o que seria uma estocada no adversário. Souto reuniu 1,2 mil pessoas em sua convenção, na semana passada (veja aqui).

A confiança em vitória no primeiro turno, diz Rui, estaria nas realizações do governo federal no período de Lula e Dilma e nas gestões de Jaques Wagner (1997 a 2014) no governo baiano.

O candidato citou programas como o Água para Todos, que levou água para cerca de 4 milhões de baianos, segundo as contas do ex-secretário da Casa Civil, cinco novas universidades federais, dentre elas a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), mais de 8 mil quilômetros de novas estradas ou de rodovias recuperadas e a construção de mais de 180 mil residências.

 

....

Wagner, Otto, Dilma, Leão, Lula e Rui Costa na convenção nesta sexta.

LULA E DILMA

A presidente Dilma Rousseff defendeu “bom combate”, sem xingamentos, e disse que os adversários apelam para o ódio e a mentira.

– Eles disseram que não ia ter Copa, que os estádios não ficariam prontos, que o povo não conseguiria chegar aos estádios e que os aeroportos iriam se transformar num caos. E nada disso aconteceu, nada disso está acontecendo. Eles subestimaram até o povo brasileiro, que está dando um show de bola, dentro e fora dos estádios – afirmou.

O ex-presidente Lula citou números dos governos do PT na União e na Bahia e disse que é preciso fazer comparações, para convencer o eleitor. “Porque não temos o direito de permitir retrocessos”, completou. “Nós nos acostumamos a comer contrafilé e agora queremos passar a comer filé. Nós deixamos de viajar de pau de arara e precisamos nos acostumar a viajar de avião”.

A SELEÇÃO DO MARKETING

walmir rosárioWalmir Rosário | www.ciadanoticia.com.br

Bola pro mato que o jogo é de campeonato. Essa expressão popular está sendo seguida fielmente pela presidenta Dilma Rousseff a pedido do seu time de marqueteiros. E não é pra menos. O ano é de eleições e de Copa do Mundo. Um está intrinsecamente ligado ao outro.

Se nossa seleção de futebol bobear na Copa a presidenta ainda terá cerca de 90 dias para se recompor da fama de “pé-frio”, atributo também conferido ao seu antecessor, o ex-presidente Lula. Para evitar esse dissabor, chamou às falas seus subordinados, exigindo mais ação do governo.

E esse chamamento foi um “puxão de orelhas” na turma de ministros e secretários, que não têm sido muito laboriosos, deixando obras importantes em atraso. Obras como as de mobilidade urbana, Programa Minha Casa Minha Vida, Pronatec, e o Programa Mais Médicos estão nessa pauta.

A presidenta deu ordens expressas para que, no máximo até o dia 5 de julho, data fatídica para participar das inaugurações, essas obras e serviços possam ser entregues. E não será fácil cumprir esse prazo. A não ser que: como já fez recentemente, inaugure a maior quantidade possível dessas obras sem estarem acabadas.

Até aí não há novidade alguma. O mais grave nisso é se os “aspones” entenderem as ordens da presidenta Dilma ao pé-da-letra e descuidarem da segurança. E essa história já foi vista por nós, principalmente na construção das formosas arenas que sediarão os jogos da Copa do Mundo.

E a dívida da presidente Dilma com a sociedade brasileira não se prende somente às obras em andamento, mas as reclamadas por parte de representantes da sociedade nas manifestações de ruas. Essas cobranças ainda estão na memória do esquecido povo brasileiro.

Os pactos anunciados por temas que versam sobre responsabilidade fiscal, reforma política, saúde, transporte e educação ainda ecoam em nossos ouvidos. De forma pronta e inteligente, essa foi a forma encontrada para abrandar a onda de protestos que abundou as nossas cidades.

:: LEIA MAIS »

FORBES: DILMA É A 4ª MULHER MAIS PODEROSA DO MUNDO

Dilma caiu no ranking da Forbes da 2ª para a 4ª colocação.

Dilma caiu no ranking da Forbes da 2ª para a 4ª colocação.

A presidente Dilma Rousseff aparece na lista anual da revista americana Forbes na lista das 100 mulheres mais poderosas do mundo. A brasileira aparece na quarta colocação de um ranking em que a chanceler alemã Angela Merkel é a primeira.

Dilma aparecia em segundo lugar na lista do ano passado. A revista justifica a presença da brasileira ao citá-la como “uma das chefes de estado mais poderosas do mundo, que comanda a 7ª maior economia mundial”.

IBOPE: DILMA ATINGE 50% NA BAHIA

Corrida presidencial: Campos, Dilma e Aécio.

Corrida presidencial: Campos, Dilma e Aécio.

A candidata à reeleição à presidência da República, Dilma Rousseff (PT), atinge 50% das intenções de voto na Bahia, segundo a última pesquisa Ibope, feita no período de 15 a 19 de maio. Aécio Neves (PSDB) atinge 12% e Eduardo Campos (PSB) chega a 7%.

Na fila dos “nanicos”, Pastor Everaldo (PSC) chega a 2% no estado. Os demais não pontuaram.

O percentual de brancos e nulos na corrida presidencial entre o eleitorado baiano atinge 14%. Já o de indecisos, chega a 13%.

A presidente Dilma também lidera na pesquisa espontânea. Ela tem 29% das intenções de voto nesta modalidade, contra 6% de Aécio Neves. Embora não seja candidato, o ex-presidente Lula é citado por 6% dos eleitores ouvidos. Eduardo Campos, 3%, assim como Marina Silva, também do PSB.

A pesquisa foi encomendada pela Rede Bahia e tem margem de erro de 3 pontos percentuais. Está registrada sob o número BR-00130/2014.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia