WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate


alba










julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias






:: ‘economia brasileira’

BOLETIM FOCUS PROJETA CRESCIMENTO DE 1,71% DO PIB BRASILEIRO EM 2019

Instituições financeiras reduziram pela oitava vez seguida a projeção para o crescimento da economia brasileira este ano. A estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – agora caiu de 1,95% para 1,71% este ano.

Para 2020, também houve redução: de 2,58% para 2,50%. Essa foi a quinta redução consecutiva. As estimativas de crescimento do PIB para 2021 e 2022 permanecem em 2,50%.

Os números constam do boletim Focus, publicação semanal elaborada com base em estimativas de instituições financeiras sobre os principais indicadores econômicos. O boletim é divulgado às segundas-feiras, pelo Banco Central (BC), em Brasília.

NETO: “A RENNER AJUDA A POSICIONAR O JEQUITIBÁ COMO ÍCONE DE MODA NO SUL DA BAHIA”

 

Manoel Chaves Neto, do Shopping Jequitibá.

Manoel Chaves Neto, do Shopping Jequitibá.

As perspectivas para a economia do Brasil nos próximos anos e os planos de investimentos para tornar o Shopping Jequitibá completo foram temas abordados na entrevista com o empresário Manoel Chaves Neto. O diretor do centro de compras do sul da Bahia mostra-se otimista com os números recentes da economia. 

Neto ainda aborda a polêmica envolvendo a CineSercla, que anunciou a inauguração de salas de cinema no shopping em 2018. “Fui pego de surpresa. Não temos contrato assinado com ninguém”, disse.

O diretor do Shopping Jequitibá também abordou o peso da chegada das Lojas Renner. Para ele, o empreendimento ajuda a posicionar o centro de compras como referência de moda na região. A filial da Renner será inaugurada na próxima sexta (16).

Neto ainda fala de família. Empresário pioneiro em várias áreas, Helenilson Chaves submeteu-se a cirurgias e se recupera em Salvador. Confira. 

Qual a perspectiva para o varejo nos próximos anos?

Resposta dificílima, pois no Brasil está quase impossível prever algum tipo de conjuntura econômica, política, etc. O que podemos afirmar é sobre o agora. Vemos, nos últimos meses, declínio da inflação ao patamar de 4% , abaixo da meta se 4,5%, com perspectiva de manutenção, em paralelo a taxa de juros Selic, antes 14,25% ao ano, hoje 10,25%, mas com prognóstico de estar abaixo dos 2 dígitos, na casa de 8,5% ao ano em dezembro. Estes fatores nos animam e fazem acreditar que o país entrará numa estabilidade em breve, pois quanto menor inflação e juros, mais sobra para consumo, que puxa a indústria e que gera emprego, situação está que se reverterá lentamente, com retorno dos investimentos e consumo.

______________

Temos seguido nosso plano estratégico. Chegaremos no final de 2018 com um Shopping Regional Dominante.

______________

Como o Shopping Jequitibá se encaixa neste cenário?

Não resta dúvida que o cenário é e continuará sendo bastante desafiador, motivo pelo qual temos focado nossos esforços na redução dos custos operacionais e despesas. Por outro lado, no complemento de mix do shopping, trazendo novidades e lojas que agreguem produtos e serviços para nossos clientes. Temos seguido nosso plano estratégico. Chegaremos no final de 2018 com um Shopping Regional Dominante.

E a inauguração da Renner?

A inauguração da Renner vem nos abrilhantar, nos fortalecer e ajudar a posicionar ainda mais o Shopping Jequitibá como ícone de moda no sul da Bahia , além de potencializar o poder de atratividade e vendas do nosso empreendimento. A loja Renner do Shopping Jequitibá terá 2.200 metros quadrados em 2 andares, térreo e primeiro andar, interligados por uma enorme escada rolante, elevadores e escada fixa com objetivo de proporcionar maior conforto e comodidade para nosso cliente. Realmente está linda. Não deixem de visitar, na próximo sexta (16), a partir das 10 horas.

______________

As vendas vão bem. Estamos com 3% de crescimento nas lojas âncoras e megalojas e 15,98% nas lojas satélites.

______________

Como estão as vendas no Shopping Jequitibá?

Graças ao bom Deus, ao trabalho assertivo do marketing, ao atendimento gentil da nossa equipe, ao treinamento contínuo dos vendedores e aos nossos empreendedores lojistas, as vendas vão bem… Gostaríamos sempre que estivessem melhores, mas, diante de toda circunstância, estamos com 3% de crescimento nas lojas âncoras e megalojas e 15,98% nas lojas satélites.

Além da Renner, o que mais foi realizado?

Nesta etapa de investimento, além de termos construído o shell da Renner e Ricardo Eletro, construímos em cima da Renner uma laje com 1.350 metros quadrados que permite, no futuro, ter 55 novas vagas de estacionamento. Além disto, no L1, destelhamos 1.700 metros quadrados, onde conseguimos implantar mais 68 novas vagas de estacionamento para uso imediato.

______________

O nosso complemento de mix contempla um multiplex com salas de cinema, academia, Centro Médico de última geração e ampliação da área de lazer e restaurantes

______________

O que tem mais por vir no complemento de mix, deste projeto de shopping completo, dominante?

O nosso complemento de mix contempla um multiplex com salas de cinema, academia, Centro Médico de última geração e ampliação da área de lazer e restaurantes.

Qual a previsão de inauguração?

Tenham certeza: quem mais está ansioso para entregar estes projetos e complemento de mix somos nós, empreendedores, juntamente com toda nossa equipe. Entretanto, por ainda não ter dada certa e nenhum contrato já assinado, preferimos agir com cautela para que, no momento certo, façamos o pronunciamento com dia e hora para data de inauguração.

______________

Sobre a CineSercla – Fui pego de surpresa. Não temos contrato assinado com ninguém. O escritório de advocacia que nos assessora está tratando dos assunto.

______________

A Cine Sercla confirma que vai inaugurar 5 salas de cinema no Jequitibá em 2018. Como ficou isso?

Assunto que me entristece, frustra nossos clientes, desgasta nossa imagem e prejudica outras negociações. Fui pego de surpresa. Não temos contrato assinado com ninguém. O escritório de advocacia que nos assessora está tratando dos assunto.

Referência de empreendedorismo no sul da Bahia, Helenilson Chaves fez 70 anos na última semana. Como ele está?

Meu grande pai, minha mãe, grandes exemplos para mim. Eles vão muito bem, pois têm estado bastante colados em todas as horas e momentos. Recentemente, meu pai passou por uma cirurgia em São Paulo. Está fazendo tratamento em Salvador, onde acredito que até o Natal ele estará de volta a sua amada cidade de Itabuna. Na verdade, chego até dizer que parte dele está aqui presente nos meus movimentos e ações, como também dos meus irmãos, pois tivemos uma criação muito próxima no qual seus ensinamentos e a sua forma de ser, pensar, agir, seu caráter e postura, guardando as devidas proporções e particularidade, estão incutidos em nós.

Como o senhor tem analisado a política de Itabuna?

Política deixo para ser comentada por políticos. Agora, queremos cada dia mais o melhor para Itabuna, Ilhéus e todas os 41 municípios do sul da Bahia. Por fim, agradeço aos meus sócios, toda minha equipe do Shopping Jequitibá e da JPS, a todos mesmos, pelo empenho e dedicação que contribuem de forma significativa para fazer do Shopping Jequitibá cada dia melhor, maior e mais feliz.

PRAZO DE ADESÃO AO REFIS DA CRISE ENCERRA-SE NESTA SEGUNDA

Receita FederalDa Agência Brasil

Os contribuintes que têm dívidas com a União, vencidas até 31 de dezembro de 2013, têm até a próxima segunda-feira (25) para pedir o parcelamento do Refis da Crise, programa de renegociação de débitos federais. O programa para a adesão está disponível no Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal (e-CAC).

O Refis da Crise prevê o parcelamento em até 180 meses (15 anos) de dívidas de pessoas físicas e jurídicas com a União. A renegociação abrange tanto tributos em atraso, devidos à Receita Federal, como débitos inscritos da dívida ativa da União, cobrados pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional.

Todos os parcelamentos terão isenção de encargos e descontos escalonados de multas e juros conforme o número de prestações. Em relação às multas de mora e de ofício, o abatimento varia de 100%, para débitos quitados à vista, a 60%, para dívidas parceladas em 180 meses. O desconto nos juros ficará entre 45% e 25% na mesma comparação.

Criado em 2009, o Refis da Crise originalmente renegociou dívidas com a União, vencidas até dezembro de 2008. No ano passado, o programa foi reaberto para incluir débitos vencidos até 2012, e fez o governo obter R$ 21,8 bilhões em receitas extraordinárias. O dinheiro ajudou no cumprimento da meta de esforço fiscal, em 2013.

Neste ano, o governo decidiu ampliar o programa e permitiu o parcelamento de dívidas vencidas até 31 de dezembro do ano passado. Originalmente, a equipe econômica esperava obter R$ 12 bilhões com a reabertura do Refis, mas a estimativa foi aumentada para R$ 18 bilhões após o governo reduzir a parcela mínima de adesão e permitir a entrada de mais empresas no programa.

Originalmente, o contribuinte deveria quitar 10% de dívidas até R$ 1 milhão e 20% de débitos acima de R$ 1 milhão para entrar na renegociação. Depois, o governo fez escalonamento diferente. Reduziu a parcela de entrada para 5% nas dívidas até R$ 1 milhão, fixou quitação mínima de 10% nos débitos entre R$ 1 milhão e R$ 10 milhões, criou a faixa de 15% de pagamento inicial nas dívidas entre R$ 10 milhões e R$ 20 milhões e manteve a exigência mínima de 20% para o pagamento de dívidas acima de R$ 20 milhões.

:: LEIA MAIS »








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia