WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba

workshop










setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘educação’

RIO CACHOEIRA NO FOCO

O Rio Cachoeira é tema de vídeos preparados por alunos de uma escola particular de Itabuna em uma gincana anual. Os alunos foram divididos em duas equipes (Tatu e Gnomos) e, ao final, produziram vídeos chamando atenção para a necessidade de preservar o rio que banha Itabuna por meio de paródias, uma delas de uma música do sertanejo Cristiano Araújo. Confira:
Gnomos

Tatu

“TRANCAÇO”: PROFESSORES DA UESC BLOQUEIAM RODOVIA ILHÉUS-ITABUNA. GREVE JÁ DURA 56 DIAS

Professores bloquearam a Rodovia Ilhéus-Itabuna nesta manhã.

Professores bloquearam a Rodovia Ilhéus-Itabuna nesta manhã.

Os professores da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) bloquearam, nesta manhã de quinta (9), o trecho da Rodovia Ilhéus-Itabuna em frente ao campus Soane Nazaré de Andrade, no Salobrinho. Os docente estão em greve há 56 dias. A paralisação por tempo indeterminado também atinge a Uesb, Uefs e Uneb.

Manifestações também ocorrem em Eunápolis, Vitória da Conquista e Feira de Santana. A coordenação do movimento docente das universidades estaduais tem audiência nesta quinta (9) com representantes do governo para discutir contrapropostas, dentre elas o aumento do orçamento das universidades, de 5% para 7% das Receitas Líquidas de Impostos (RLI) do estado.

O aumento do orçamento é uma das reivindicações dos grevistas. Existem outros como a devolução da autonomia universitária, usurpada em 1997, cumprimento de direitos trabalhistas (promoções, progressões e mudanças de regime de trabalho) e a falta de cumprimento do plano de carreira da categoria. De acordo com os grevistas, o plano foi aprovado em 2012, mas não é cumprido pelos governos.

Professores e estudantes instalam barricada na rodovia.

Professores e estudantes instalam barricada na rodovia.

MEC DIVULGA 2ª CHAMADA DO PROUNI

O resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) será divulgado hoje (6) pelo Ministério da Educação, na internet. Os estudantes pré-selecionados têm até o próximo dia 10 para comprovar nas instituições de ensino as informações prestadas no momento da inscrição.

É de responsabilidade do candidato verificar na instituição os horários e o local ao qual deve comparecer para apresentar os documentos necessários. Quem perder o prazo ou não comprovar as informações é automaticamente reprovado. Entre os documentos a serem apresentados estão um de identificação, comprovantes de residência, de rendimento do estudante e de integrantes do grupo familiar e comprovantes de ensino médio.

Quem não foi pré-selecionado na segunda chamada, ainda poderá manifestar interesse em participar da lista de espera entre os dias 17 e 20 de julho, na página do ProUni.

Nesta segunda edição de 2015 foram ofertadas 116.004 bolsas por 856 instituições particulares de educação superior. Das bolsas disponíveis, 68.971 são integrais e 47.033, parciais

O programa é destinado aos estudantes que querem concorrer a bolsas de estudo parciais e integrais em instituições particulares de educação superior, com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Com informações da Agência Brasil.

GREVE DOS PROFESSORES DE ITABUNA PODE ACABAR HOJE

O Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT 5) decidirá hoje à tarde (29) o percentual de reajuste dos professores da rede municipal de Itabuna no julgamento de dissídio. Os professores pedem 13,01% de reajuste, enquanto o município oferece 8%.

Uma audiência de conciliação no último dia 8, no TRT, terminou sem acordo. O Ministério Público do Trabalho chegou a propor 9% de reajuste, mas a proposta não foi aceita.

A greve dos professores começou em 21 de maio. A paralisação é considerada a mais radical da história de Itabuna. Com menos de vinte dias de movimento paredista, sindicalistas ocuparam o gabinete do prefeito Claudevane Leite e, um dia depois, fecharam o Centro Administrativo Firmino Alves. O sindicato da categoria, o Simpi, foi obrigado, por decisão judicial, a desocupar o prédio.

INSCRIÇÕES NO SISUTEC COMEÇAM NESTA 2ª

SisutecQuem quiser concorrer a um vaga no ensino técnico pode se inscrever a partir de amanhã (29), pela internet, no Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). As inscrições serão encerradas sexta-feira (3). Para se candidatar, é preciso ter feito a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 e não ter zerado a redação.

Por meio do Sisutec, instituições públicas e privadas de ensino superior e de educação profissional e tecnológica oferecem vagas gratuitas em cursos técnicos para participantes do Enem. O programa é do Ministério da Educação.

A divulgação dos resultados, em primeira chamada, está prevista para 7 de julho. A segunda chamada deve sair dia 14 de julho. De acordo com o edital, as aulas serão iniciadas entre 3 e 31 de agosto.

Terão prioridade no preenchimento das vagas os alunos de escolas públicas e os que estudaram na rede privada, na condição de bolsista integral.

Ao fazer a inscrição, o candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções de curso. Durante o período de inscrição serão divulgadas as notas de corte de cada curso e o candidato poderá mudar as opções para as quais se inscreveu inicialmente.

:: LEIA MAIS »

CONTRATADA PELO ESTADO, LOC SERV DEVE TRÊS MESES DE SALÁRIO A TRABALHADORES

dinheiroFuncionários da Loc Serv que trabalham como terceirizados na área de educação no Governo do Estado não recebem salário há três meses. O último vencimento que ‘pingou’ na conta foi o referente a fevereiro.

– Prometeram pagar nossos salários na segunda (15), depois ficaram enrolando. Era um dia, marcava para outro. Até hoje não pagaram nada. Vamos completar quatro meses sem salário – diz uma das vítimas da Loc Serv em Ilhéus, indignada.

De acordo com funcionários, a Loc Serv emprega mais de cem pessoas em Ilhéus. “Alguns dos funcionários até foram despejados, moço, por falta de salário”, afirma uma trabalhadora. “A gente se diverte enquanto eles curtem o São João”.

REVOLUÇÃO NAOMARIANA

jorge portugal2Jorge Portugal | jpportugal@uol.com.br

Não à toa, em recente encontro internacional de educação, realizado na Coreia do Sul, o ministro da Educação, Prof. Renato Janine Ribeiro, classificou a UFSB como uma das duas universidades de vanguarda do Brasil.

Acaba de começar no sul da Bahia uma verdadeira revolução no âmbito do ensino superior do país, e para o ensino baiano em particular. Seu nome: UFSB. Seu comandante-em-chefe: Prof. Naomar Almeida. Sim, ele mesmo que, ainda na condição de reitor da Ufba, implantou a bem sucedida política de ações afirmativas, que mudou a cara e a cor da universidade, e ainda instituiu os Bacharelados Interdisciplinares, buscando atualizar a nossa “Federal”, ajustando-a à moderna visão de universidade, mundo afora. Sei que não foi fácil. Acompanhei a sua árdua luta de convencimento aos seus pares, e vibrei com sua vitória final.

Cumprida a missão “ufbeana”, Naomar partiu para a concretização do seu sonho maior e pleno: a criação da Universidade Federal do Sul da Bahia, dando forma final e definitiva ao modelo que sempre esteve na cabeça de Anísio Teixeira, mas também no bojo do pensamento de Paulo Freire, Darcy Ribeiro e Milton Santos. Não à toa, em recente encontro internacional de educação, realizado na Coreia do Sul, o ministro da Educação, Prof. Renato Janine Ribeiro, classificou a UFSB como uma das duas universidades de vanguarda do Brasil. A outra é a Universidade Federal do ABC paulista.

A UFSB já nasce com um elenco de professores-doutores na sua totalidade; mantém e até amplia a estrutura dos Bacharelados Interdisciplinares e, culminância das culminâncias, em vez de estar narcisicamente voltada para as suas pós-graduações, inclina o seu olhar para o ensino médio da rede pública, como forma de desativar a “bomba social” do país. Por isso, a participação do Prof. Naomar e da UFSB no Pacto Social da Bahia tem sido necessariamente fundamental. Os colégios universitários nas demais cidades onde não há campus formal (Ferradas/Itabuna, Porto Seguro e Teixeira de Freitas) darão nova vida e qualidade aos estudantes da região, que já respirarão o “ar universitário” antes mesmo de ingressar no ensino superior.

Reitor Naomar e sua equipe da UFSB: magníficos!

Jorge Portugal é poeta, educador e secretário estadual de Cultura.
(Artigo publicado no Facebook da UFSB.)

CAVALCANTE DIZ QUE “SEMPRE” APOIOU OS PROFESSORES

Cavalcante recua e diz que sempre apoiou professores (Foto Pimenta).

Cavalcante recua e diz que sempre apoiou professores (Foto Pimenta).

Em nota encaminhada ao Pimenta, o vereador Antônio Cavalcante (PMDB) afirma que foi mal interpretado quando se manifestou sobre a greve dos professores da rede municipal de Itabuna.

Cavalcante diz que em momento algum teria declarado que a greve da categoria perdeu o sentido a partir do momento em que a decisão passou a depender da justiça.

Uma audiência entre a Prefeitura e o Sindicato do Magistério Público Municipal de Itabuna (Simpi) está marcada para o próximo dia 29.

O vereador afirma que sempre apoiou os professores e considera “totalmente justas” as reivindicações do Simpi. O sindicato pleiteia uma reposição salarial de 13,01% para os educadores dos níveis 2 e 3.

O peemedebista lembra ainda que votou a favor da suplementação orçamentária solicitada pelo Executivo para assegurar a melhoria salarial do magistério.

DIREC 7: TCE REPROVA CONTAS DE RITA DANTAS

Rita Dantas teve contas de 2012 reprovadas pelo TCE.

Rita Dantas teve contas de 2012 reprovadas pelo TCE.

O Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE) desaprovou, em sessão plenária desta terça-feira (9), as contas da Diretoria Regional de Educação de Itabuna (Direc 7), gerida à época pela professora Rita Dantas. A ex-diretora foi multada em R$ 3 mil. A Direc foi extinta no início deste ano e transformada em Núcleo Regional de Educação.

As contas foram rejeitadas pelo TCE devido “à ocorrência de diversas e graves irregularidades no período de 30 de janeiro a 31 de dezembro de 2012”. Já as contas da Direc 7, referentes ao período de 1º a 29 de janeiro do mesmo ano, tendo como gestora Miralva Moitinho, foram aprovadas, seguindo-se as recomendações dos órgãos técnicos.

O plenário do TCE decidiu, também, encaminhar recomendações à atual gestão da Direc e à Secretaria Estadual de Educação para a adoção de providências que evitem repetir as irregularidades encontradas. Na mesma sessão, os conselheiros aprovaram com ressalvas as contas de administrador da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), referentes ao ano de 2013, tendo como responsável o então reitor José Carlos Barreto de Santana, que foi multado em R$ 1 mil.

MINISTRO CONFIRMA SEGUNDA EDIÇÃO DO FIES

Renato Janine MECO ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, anunciou na noite de ontem (8) pela página do Facebook que haverá uma segunda edição do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) este ano. De acordo com o ministro, será priorizada a formação de professores, além de cursos da área de saúde e engenharia.

Janine disse que estabelecer prioridades “não significa excluir outros cursos! As prioridades partem do reconhecimento de nossas necessidades mais prementes”.

O programa deverá seguir critérios adotados na primeira edição deste ano, de acordo com o ministro, vai priorizar os cursos com notas 4 e 5 nas avaliações do Ministério da Educação (MEC). As notas vão até 5. Além disso, as regiões Norte e Nordeste “por suas necessidades especiais, serão também priorizadas”, diz a publicação.

A pasta vai anunciar em breve “datas e todos os detalhes, de forma transparente, o que é nosso dever e prazer”. A publicação teve mais de 1,3 mil curtidas em pouco mais de uma hora.

O Fies oferece cobertura da mensalidade de cursos em instituições privadas de ensino superior a juros de 3,4% ao ano. O estudante começa a quitar o financiamento 18 meses após a conclusão do curso. O programa acumula 1,9 milhão de contratos e abrange mais de 1,6 mil instituições. Na primeira edição deste ano, foram firmados 252 mil contratos. Com informações da Agência Brasil.

“CHEGAMOS AO NOSSO LIMITE”, DIZ VANE SOBRE REAJUSTE DE 8% A PROFESSORES

Vane em audiência no TRT (Foto Alessandra Lori).

Vane em audiência no TRT (Foto Alessandra Lori).

Os professores da rede municipal em Itabuna estão em greve há 19 dias. A categoria cobra reajuste de 13,01% para os níveis II e III, mesmo percentual assegurado aos profissionais que recebem o piso nacional. O governo oferece 8% e cita risco de comprometer pagamento em dia dos salários, se conceder reajuste maior.

Ontem, não houve avanço nas negociações entre governo e professores, desta vez em audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), em Salvador. O avanço foi a antecipação dos 3% da segunda parcela, de novembro para setembro.

O esforço pode ter sido em vão. A diretoria do sindicato dos professores municipais, o Simpi, antecipou-se à assembleia da categoria, marcada para amanhã, e disse que a greve continuará, pelo menos, até dia 29 de junho, quando ocorrerá nova audiência no TRT. Conversamos com o prefeito Claudevane Leite (Vane do Renascer), por telefone. Confira trechos:

BLOG PIMENTA – O senhor diria que houve avanço na audiência com os professores no TRT?

VANE DO RENASCER – Nós estamos dando o máximo possível de reajuste, com 5% retroativo a abril, e antecipamos para setembro os 3% da segunda parcela, que seriam pagos em novembro. Chegamos aos 8%, que é nosso limite máximo. O sindicato ficou de analisar em assembleia [na quarta]. Nenhuma prefeitura do porte de Itabuna está dando 8% de reajuste. A gente está vendo estados ricos, como Rio Grande do Sul, dando só 3%. Nem a Bahia deu 8%.

PIMENTA – Não há como conceder maior reajuste, 8% é o teto?

VANE – Nós pegamos a prefeitura com 83% da arrecadação comprometida com a folha, baixamos para 63%, mas estamos ainda acima do limite da Lei [de Responsabilidade Fiscal], 54%. A folha diminuiu em 20% sem o governo demitir. Reduzi meu salário, salário de secretários e não houve reajuste de comissionados, cortamos o número de cargos comissionados. Agora, saímos de 0% para 6,41% de reajuste, depois 7% e chegamos a nosso limite máximo, que é 8%, para os professores.

PIMENTA – A arrecadação não aumentou?

VANE – Reduzimos o peso da folha, mas nossa arrecadação não aumentou nem diminui. As despesas, o custeio aumentaram. A arrecadação não acompanhou essa demanda.

PIMENTA – O senhor acredita em fim da greve com essa antecipação da segunda parcela?

VANE – Cheguei ao nosso limite com os 8% e a antecipação da segunda parcela de reajuste. Esperamos que os professores retornem. Do contrário, a decisão será com o Tribunal Regional do Trabalho, no dia 29 de junho. A gente espera que os professores se sensibilizem. Nós temos uma crise instalada no país. Basta lembrar como pegamos a prefeitura e ainda tem essa crise nacional. A previsão é de queda na arrecadação em junho, o que dificulta ainda mais um reajuste maior. Apelamos aos professores para que vejam nosso esforço e o prejuízo social que são esses mais de 20 mil alunos sem aula.

PIMENTA – A ocupação de gabinete e fechamento da prefeitura dificultaram as negociações?

VANE – Olhe, nós ficamos preocupados e tristes. Tínhamos escolas funcionando, não aderindo à greve. O sindicato foi para cima e fechou, mas o cúmulo foi o fechamento do centro administrativo. Não prejudicaram só o governo, prejudicaram a sociedade. A prefeitura deixou de arrecadar, de atender, de fazer licitação. Foi um ato inconsequente. Estamos preocupados com o prejuízo social e estamos abertos ao diálogo.

PROFESSORES FECHAM PREFEITURA DE ITABUNA

Os professores da rede municipal de Itabuna radicalizaram os protestos contra a gestão municipal. Hoje, os acessos ao Centro Administrativo Municipal foram fechados por um grupo de professores que acampa na prefeitura desde ontem, após a reunião com o prefeito Claudevane Leite.

Há um impasse. Os educadores pedem reajuste de 13,01% para os níveis II e III, enquanto o município acena com 8% para estes níveis. O prefeito alega não ter condições para conceder reajuste maior, sob pena de atrasar pagamentos.

Ontem, Vane apelou aos professores para que retornem à sala de aula. Hoje, ele sinalizou que retomaria as negociações, mas desde que os educadores desocupem a sala de reuniões do seu gabinete e liberem os acessos ao centro administrativo.

REDA: ESTADO CONTRATARÁ 6 MIL PROFESSORES

Na semana passada, Rui Costa anunciou contratação por meio de Reda (Foto GovBA).

Na semana passada, Rui Costa anunciou contratação por meio de Reda (Foto GovBA).

A Secretaria Estadual de Educação lançará, neste mês, o edital do processo seletivo para contratar 6.145 professores pelo Regime Especial de Direito Administrativo (Reda). O novo contrato substituirá os prestadores de serviços temporários.

Serão 4.616 professores para a Educação Básica, 1,282 para Educação Profissional e 277 para Educação Indígena, de acordo com anúncio feito pelo governador Rui Costa.

A previsão é de que o resultado final seja divulgado em agosto. A seleção será feita por meio de provas. “O processo seletivo está alinhado à proposta do Educar para Transformar”, diz a superintendente de Recursos Humanos da Secretaria da Educação do Estado, Ana Catapano.

GOVERNO BAIANO FARÁ SELEÇÃO PARA SUBSTITUIR PROFESSOR TEMPORÁRIO

O governador Rui Costa usou sua página oficial no Facebook, no início da tarde desta terça-feira (26), para anunciar o lançamento, ainda neste mês de maio, do processo simplificado em Regime Especial de Direito Administrativo (Reda) que vai ser utilizado para substituir os professores que prestam serviços temporários (PSTs) na rede estadual.

“Hoje nos reunimos com a APLB e anunciamos a substituição de todos os PSTs de professores por Reda. Mais de 6 mil professores contemplados. Ao mesmo tempo em que anunciamos a tramitação do processo para realização de concurso público, cujo edital devemos publicar até o mês de dezembro”, escreveu Rui.

Após a reunião com a categoria, o governador participou de um bate-papo com internautas pelo Facebook. Ele atendeu a demandas e esclareceu dúvidas dos seguidores sobre os cinco primeiros meses de governo. Entre as perguntas respondidas pelo governador estão questionamentos sobre áreas importantes para a atual gestão como saúde, educação, segurança pública e infraestrutura.

INSCRIÇÕES NO UNIVERSIDADE PARA TODOS SÃO PRORROGADAS

universidade para todosAs inscrições para o pré-vestibular gratuito Universidade para Todos foram prorrogadas até o dia 26 de maio. Podem se inscrever estudantes que concluíram o ensino médio na rede pública de ensino municipal ou estadual  ou vão concluir em 2015. Os interessados deverão se inscrever, exclusivamente, no Portal da Educação. Estão sendo ofertadas 22,6 mil vagas.

O projeto, desenvolvido em parceria com a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Universidade Estadual da Bahia (Uneb) e com a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), é realizado na capital e em outras 186 localidades baianas, em 26 Territórios de Identidade.

Na página virtual, os candidatos conferem os municípios que serão atendidos pela ação com os locais de funcionamento, o turno e o quantitativo de vagas e os documentos necessários.

Com aulas preparatórias para o vestibular e para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) nas disciplinas Português, Redação, Matemática, Física, Química, Biologia, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), História e Geografia, o cursinho  oferece aulas regulares de segunda a sexta-feira, além de atividades complementares como seminários, oficinas, revisão para o ENEM, aulões, simulados e orientação vocacional.

:: LEIA MAIS »

GREVE DEIXA 20 MIL SEM AULA EM ITABUNA; PROFESSORES QUEREM 13,01% DE REAJUSTE

Professores fazem "Velório da Educação" (Foto Jeremias Barreto).

Professores fazem “Velório da Educação” (Foto Jeremias Barreto).

Os professores da rede municipal iniciaram, nesta quinta (21), a greve por tempo indeterminado. A categoria cobra reajuste salarial linear de 13,01%, percentual concedido aos profissionais do nível básico. A paralisação afeta cerca de 20 mil alunos matriculados na rede.

O prefeito Claudevane Leite ofereceu, como último proposta, reajuste de 8% em duas parcelas, a primeira delas retroativa a abril, data base da categoria. Durante entrevista nesta semana, Vane do Renascer disse que ainda não sabe nem como pagar o percentual oferecido.

A presidente do Sindicato do Magistério Municipal Público de Itabuna (Simpi), Maria do Carmo Oliveira (Carminha), convocou protesto na Avenida do Cinquentenário, nesta quinta (20). Os educadores desfilaram vestidos de preto com cruzes e caixão, simbolizando enterro do sistema educacional e dos serviços públicos.

ILHÉUS PERDE PROFESSOR HÉLIO MELO

Professor Hélio Melo faleceu aos 81 anos.

Professor Hélio Melo faleceu aos 81 anos.

O corpo do professor Hélio José Cunha de Mel, de 81 anos, será enterrado às 15 horas desta quarta-feira (2o), no Cemitério do Pontal, em Ilhéus. Hélio Melo faleceu ontem, em Itabuna, onde estava internado em uma Unidade de Terapia Intensiva. O motivo da morte foi falência múltipla de órgãos.

O corpo foi velado desde ontem na Maçonaria, no centro, ao lado da igreja de São Jorge, em Ilhéus, onde morava com a família. Natural de Vitória da Conquista, ele já foi homenageado com o título de Cidadão Ilheense.

Hélio José Cunha de Melo era formado em Educação Física pela Escola Superior do Exército do Rio de Janeiro, instituição onde serviu e se aposentou.

Casado há 54 anos com a educadora Adélia Maria Carvalho de Melo, fundadora do Colégio Vitória, em Ilhéus, ele deixa cinco filhas, dentre elas a reitora da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Adélia Pinheiro, além da médica Rosângela Melo, a diretora do Vitória, Ana Carolina Melo, a advogada Heliana Melo e a administradora de empresas Gilka Maria Melo.

PROFESSORES DE ITABUNA DEFLAGRAM GREVE

Os professores da rede municipal de ensino de Itabuna deflagraram greve por tempo indeterminado, após rejeitar proposta de reajuste salarial de 8% apresentada pelo governo. A greve começa na próxima quinta (21). A rede conta com cerca de 1,2 mil professores.

A presidente do Sindicato do Magistério Municipal Público de Itabuna (Simpi), Maria do Carmo Oliveira (“Carminha”), disse que a entidade esgotou as negociações com o governo. “Como não houve uma negociação satisfatória, tivemos que adentrar no movimento paredista”, disse.

A rede possui mais de 100 escolas e cerca de 20 mil alunos. O governo apresentou proposta de reajuste de 6,41% dividido em três vezes, depois elevou o percentual para 7% e, na sequência, 8%. Os educadores cobram reajuste de 13,01% para todos os níveis.

VANE OFERECE 8% DE REAJUSTE A PROFESSORES

Vane: dificuldades.

Vane: 8% de reajuste.

O prefeito Claudevane Leite apresentou nova contraproposta de reajuste salarial aos professores. O governo ofereceu 8% de reajuste, parcelado em duas vezes, sendo 5% retroativo a abril e 3% em novembro.

Antes, Vane ofereceu 6,41% parcelado em três vezes e, depois, melhorou para 7% parcelado em duas vezes. As duas propostas foram rejeitadas pelos professores. A categoria faz paralisação de 72 horas, que será encerrada nesta quarta-feira. As aulas serão retomadas na quinta (14).

Os professores cobram reajuste linear de 13,01%. O percentual é o oferecido aos professores que recebem piso básico. A nova contraproposta do governo municipal será analisada pela categoria amanhã, na Câmara de Vereadores.

PROFESSORES ANUNCIAM PARALISAÇÃO DE 72H EM ITABUNA

Professores aprovam paralisação de 3 dias (Foto Jeremias Barreto).

Professores aprovam paralisação de 3 dias (Foto Jeremias Barreto).

Os professores da rede municipal de Itabuna aprovaram paralisação de três dias, a partir da próxima segunda-feira (11). A decisão foi tomada em assembleia realizada nesta sexta (8), no estacionamento do Centro Administrativo Firmino Alves.

A categoria rejeitou uma nova proposta do governo municipal – reajuste de 7% parcelado em duas vezes. Anteriormente, o governo formalizou oferta de reajuste de 6,41%, mas parcelado em três vezes.

A direção do sindicato da categoria, o Simpi, cobra reajuste linear de 13,01%, o mesmo percentual oferecido aos professores que recebem o piso nacional, de R$ 1.917,78.

– O governo saiu de um reajuste de 0%, passou para 6,41% e agora chegou a 7%. Nossa luta é pela linearidade, 13,01%. Nós não somos mercadoria de pouco valor – disse a presidente do Simpi, Carminha Oliveira.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia