WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘eleições 2010’

PREFERÊNCIA DE NETO POR LEO KRET ABALA O DEM

Alguns dos “derrotados por antecipação”, assim chamados por ACM Neto os candidatos democratas que têm reclamado das alianças do deputado com nomes de fora do DEM, estão dispostos a deixar o partido após as eleições. É o que informa o site Política Livre, que voltou a ouvir os postulantes a mandato na Assembleia Legislativa que se sentem prejudicados pelo comportamento do parlamentar.

Neto firmou alianças com nomes como Leo Kret do Brasil (PR), Maria Luiza (PSC), Dona Raquel Ferreira (PSDB) e Bruno Reis (PRP), em detrimento de candidatos de sua própria legenda.

Ontem (23), o democrata divulgou nota em que chamou os supostos insatisfeitos de “fontes levianas e apócrifas”. A informação sobre a grita no DEM foi divulgada inicialmente pelo jornal Tribuna da Bahia.

VOX POPULI: DILMA 51%, SERRA 24% E MARINA, 10%

Além do levantamento na modalidade tracking (diário), a pesquisa tradicional do Vox Populi, encomendada pelo Portal IG e TV Bandeirantes, revela um quadro de estabilidade na disputa presidencial. Feito nos dias 18 a 21 de setembro, o levantamento apurou a ex-ministra Dilma Rousseff (PT) com 51% das intenções de voto e o tucano José Serra com 24%. A novidade foi o crescimento de Marina Silva (PV), que pulou de 8% para 10%.

A pesquisa tem margem de erro de 1,8 ponto percentual. O percentual de indecisos caiu de 11% para 9% e o de brancos e nulos ficou em 5%. O instituto ouviu 3.000 pessoas, de 219 municípios, entre os dias 18 e 21 de setembro.

Dilma Rousseff também lidera na espontânea, com 44% das intenções de voto, ante 21% de Serra e 9% de Marina. Lula ainda é citado por 1% dos eleitores.

Confira a pesquisa aqui

STF SUSPENDE JULGAMENTO SOBRE “FICHA LIMPA”

Candidatos “fichas sujas” terão de aguardar o pós-eleição para saber se a Lei da Ficha Limpa terá validade ainda para estas eleições (quando estão em disputa cargos de presidente, senador e deputados estadual e federal).

Nesta madrugada, o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o julgamento de recurso ajuizado pela defesa de Joaquim Roriz, que postula retornar ao comando do governo do Distrito Federal. A sua candidatura já havia sido negada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), daí o político ter recorrido ao Supremo.

A votação foi suspensa quando o placar cravou em 5 a 5. O presidente do STF, Cezar Peluso, abdicou do “voto de qualidade” a que teria direito para proclamar o resultado. Assim, vai-se esperar que o presidente Lula indique o 11º ministro da corte. Sobre este recairá a responsabilidade pelo voto decisivo.

Votaram contra a continuidade dos fichas sujas na disputa os ministros Ayres Britto, Cármen Lúcia, Joaquim Barbosa, Ricardo Lewandowski e Ellen Gracie. Na linha contrária, votaram os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Marco Aurélio, Celso de Mello e Cezar Peluso.

A lei também é questionada por abater políticos que ainda não sofreram condenação definitiva e, contrariando a Constituição Federal, retroagir para punir quem teve contas rejeitadas antes da lei entrar em vigor (junho deste ano).

PARADA OBRIGATÓRIA

Os comunistas Wenceslau Jr. e Alice Portugal foram sentir o axé do "Senadinho"

Dez entre dez candidatos que têm passado nestes dias pela Cinquentenário fazem um pit-stop na lanchonete situada na esquina daquela avenida com a Rua Benigno de Azevedo. Há muito tempo o local é conhecido como “Senadinho”, um velho ponto de “analistas políticos” das mais diversas tendências, que ali se dedicam a desfraldar teses sobre os rumos políticos de Itabuna, da Bahia e do Brasil. Tudo com muita propriedade.

Sabedores da eferverscência do lugar, os candidatos marcam presença e não deixam de pedir a bênção do funcionário Aldo, espécie de símbolo do estabelecimento.

VOCÊ VOTARIA NA GORDA, NA MAGRA OU NO CARECA?

O jornal A Região criou uma enquete diferente sobre a disputa presidencial de 2010. Em vez dos nomes, cita o que seria, na ótica do editor Marcel Leal, as principais características físicas dos três principais candidatos.

Dilma Rousseff seria a “Gorda”, Marina Silva, “Magra”, e José Serra, o “Careca”. Ainda existem as opções “outros” e “não decidi”.

Por enquanto (16h19min), a Gorda está à frente, com 51,43% dos votos, o Careca aparece com 30% e a Magra, 14,29%.

Confira lá

MARIA ALICE VIBRA COM AZEVEDO

Prefeito desfilou com Neto pela Cinquentenário (foto Fábio Roberto / Pimenta)

A presidente do DEM em Itabuna, Maria Alice Pereira, não se continha de felicidade na manhã desta quinta-feira, 23, diante da obediência do prefeito Azevedo. Depois de ontem dizer amém ao seu antecessor, Fernando Gomes, hoje foi a vez do prefeito acender vela para o deputado federal ACM Neto (DEM), que tenta renovar seu mandato na Câmara.

Azevedo desfilou pela Avenida do Cinquentenário, com Neto a tiracolo. No peito, propaganda do jovem deputado e do verador Solon Pinheiro, que postula uma cadeira na Assembleia Legislativa pelo PSDB.

Embora tenha ensaiado outros apoios, é para esses dois candidatos que o prefeito itabunense pediu votos e a dedicação dos ocupantes de cargo de confiança no governo. São os seus preferidos na eleição proporcional.

Para governador, Azevedo ainda esconde o jogo, numa tática que cheira a instinto de sobrevivência mesclado com uma dose de covardia política. Um de seus candidatos a senador, conforme já informado neste blog, é César Borges (PR).

Azevedo só pensa hoje em alegrar duas pessoas: Fernando Gomes e Maria Alice.

“NÃO VALE A PENA VOTAR EM CANDIDATO QUE TEM 8, 10 PONTOS”, DIZ CÉSAR BORGES

Borges: voto útil para ser reeleito (Foto Pimenta).

Sentido bafejo indesejado dos adversários Lídice da Mata (PSB) e Walter Pinheiro (PT), tal a proximidade nas pesquisas, o senador César Borges antecipou ao Pimenta qual será a sua estratégia para reverter, nesta reta final, a queda de nove pontos nas pesquisas Datafolha e Ibope.

– Vou lutar pelo voto útil, pois não vale a pena [para o eleitor] votar em candidatos que tenham oito ou dez pontos e não chegarão (a ser eleitos). A disputa vai ser travada hoje em meu nome e nos candidatos do governo (Lídice e Pinheiro).

Por esse raciocínio, Borges “Come-Come” avançará sobre o eleitorado do seu companheiro de chapa, Edvaldo Brito (PTB), e também dos candidatos José Ronaldo e José Carlos Aleluia, ambos do DEM, e que se situam entre 6% e 10% nas pesquisas de intenções de voto divulgadas durante as duas últimas semanas. Nestas eleições, serão escolhidos dois nomes ao Senado.

A entrevista de Borges, gravada, foi concedida na sua visita a Itabuna, ontem ao final da tarde, quando recebeu o apoio do prefeito José Nilton Azevedo (DEM), em um evento que também contou com a presença do candidato Edvaldo Brito e do ex-prefeito Fernando Gomes – este teria cobrado de Azevedo o apoio a Borges.

PESQUISAS E CRÍTICAS A LULA E DILMA
Sobre a sua queda nas pesquisas, ele atribui ao fato de, no início da corrida eleitoral, ainda não ter adversários fortes, ao contrário desta reta final. “Tinha 39% porque praticamente não havia adversários. Hoje são, pelo menos, oito candidatos”. Disse que, apesar disso, tem liderado em todas as pesquisas. A vantagem de Borges, no entanto, é de 1 ponto no último Datafolha (29% ante 28% de Lídice e 27% de Pinheiro).

Na entrevista, Borges criticou o presidente Lula e a presidenciável Dilma Rousseff por quebrar suposto compromisso de neutralidade  nas disputas ao governo e ao Senado na Bahia.

– Vejo isso como uma quebra de compromisso, porque o PMDB, assim como o PR, se coligaram (nacionalmente) com o PT. Nós, do PR e do PMDB, mantemos os nossos compromissos [com Dilma]. Vamos mantê-los, porque achamos que são os melhores para o país. Quem tem que explicar quando quebra os compromissos e quem os quebrou.

O senador acredita na possibilidade de um segundo turno na sucessão baiana. Para ele, o desequiilíbrio notado até aqui em favor de Jaques Wagner (53% ante 16% de Paulo Souto e 11% de Geddel) se deu porque “faltou que o presidente Lula e Dilma cumprissem o compromisso de isenção na disputa na Bahia”. Mas Borges vê “voto silencioso” no interior do estado e crê em segundo turno.

LISTA DO DIAP APONTA REELEIÇÃO DE GERALDO E VELOSO

O Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) fez um levantamento em todo o Brasil sobre quais dos 6.028 candidatos a deputado federal têm mais chances de sair vitoriosos das urnas em 3 de outubro.

Na Bahia, o Diap declinou os nomes de 51 candidatos com maiores possibilidades de “voar” para Brasília. Do sul da Bahia, estão na lista de prováveis reeleitos Veloso (PMDB) e Geraldo Simões (PT) e Uldurico Pinto (PHS), além do retorno de Josias Gomes (PT) e chegada do “calouro” Valmir Assunção (PT).

A lista foi feita, segundo o Diap, levando em conta informações qualitativas e quantitativas, incluindo desempenho individual do candidato, trajetória e popularidade do partido, recursos disponíveis, coligações e pesquisas eleitorais.

Pelos prognósticos do Diap em nível nacional, o PT terá a maior bancada na Câmara, seguido pelo PMDB e, mais distante, o PSDB. “O levantamento não possui caráter de pesquisa eleitoral”, observa. Clique no “leia mais” e confira os nomes daqueles com maiores chances de ir para Brasília (por partido).

:: LEIA MAIS »

STF DECIDE FUTURO DOS “FICHAS SUJAS”

O Supremo Tribunal Federal (STF) decide ainda nesta tarde se a Ficha Limpa terá validade para estas eleições e se alcançará políticos que sofreram condenações em período anterior à sanção da lei, ocorrida no primeiro semestre deste ano. Em resumo: decidirá se políticos considerados “fichas sujas”, como Joaquim Roriz (candidato ao governo do DF), poderão concorrer no pleito de 3 de outubro.

Há pouco, a sessão foi suspensa por 20 minutos.

Os ministros analisam o princípio da anualidade (a lei não pode entrar em vigor no mesmo ano em que é sancionada); ela não pode retroagir para prejudicar que sofrem condenações anteriormente à sanção e – o ponto mais polêmico – ela só teria validade a partir do momento em que o processo contra o político não cabe mais recurso.

Por enquanto, fala-se em placar apertadíssimo (seja em favor da aplicação da lei já nestas eleições ou nas próximas).

DRAGON – TÁ DIFÍCIL

www.dragonx.com.br

GEDDEL DESQUALIFICA TEMPORÃO

O peemedebista Geddel Vieira Lima, candidato ao governo baiano, está uma fera com o ministro da Saúde, José Gomes Temporão. Este, apesar de ser do PMDB, apareceu no programa eleitoral da coligação encabeçada pelo PT na Bahia, pedindo votos para os candidatos ao Senado, Walter Pinheiro (PT) e Lídice da Mata (PSB).

Geddel estrilou. Na tentativa de desqualificar o correligionário, afirmou que Temporão “é uma figura que não tem nenhuma importância nem relevância para o PMDB”. Disse mais: que o ministro estaria preocupado apenas em garantir o emprego.

O chilique é compreensível, mas a situação em si deixa a impressão de que nem mesmo o PMDB nacional acredita mais na viabilidade eleitoral de seu filiado.

SEGUNDA VIA DE TÍTULO ELEITORAL ATÉ DIA 30

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu na noite de hoje prorrogar, para o próximo dia 30 de setembro, o prazo para que os eleitores possam tirar a segunda via do título eleitoral. A data limite seria esta quinta-feira (23), mas em razão de uma sugestão do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), o prazo foi ampliado para o último dia de setembro.

A decisão da Corte seguiu proposta do corregedor-geral eleitoral e relator da matéria, ministro Aldir Passarinho Junior. Segundo o ministro, a Justiça Eleitoral pode proporcionar o aumento do prazo para que mais eleitores tirem essa segunda via do título, sem prejuízo dos demais trabalhos realizados pelos cartórios eleitorais.

REJEIÇÃO MAIS QUE NATURAL

Por conta do comportamento dos peemedebistas, imagem de Geddel é mais associada à de Serra

É fácil compreender a principal razão que leva a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, a rejeitar o peemedebista Geddel Vieira Lima (confira).

Tudo tem a ver com a esdrúxula situação do candidato ao Governo da Bahia, que pretende ser amigo do PT de Brasília, sendo ao mesmo tempo inimigo do PT no Estado. É uma situação complicada e que não se sustenta bem na prática política.

Para ficar mais claro, enquanto Geddel diz estar com Dilma, lideranças que o apoiam e até alguns de seus coordenadores de campanha têm verdadeira ojeriza à petista. Tome-se como exemplo o caso do coordenador da campanha geddelista no sul da Bahia, o ex-prefeito de Itabuna, Fernando Gomes. É Serra e não tem conversa.

É esse tipo de coisa que fez entrar água na estratégia de dois palanques para Dilma na Bahia. Hoje, a petista tem um palanque só: o de Jaques Wagner.

MOMENTO VIRA-FOLHA

Zé Neguinho, terceiro da esq. p/dir., quando anunciou apoio a Augusto Castro (último, à direita)

Há alguns dias, foi anunciado o apoio maciço do PPS de Ilhéus ao candidato a deputado estadual Augusto Castro, do PSDB. Zé Neguinho, que é vereador e membro do partido, estava no “pacote” e até posou para foto com o tucano.

Por isso muita gente se surpreendeu quando viu o vereador, junto a mais de 200 pescadores e marisqueiras, anunciando apoio a Ângela Sousa (PSC), que tenta reeleição à Assembleia Legislativa. A manifestação de apoio aconteceu nesta segunda-feira, 20, em evento no Clube Social de Ilhéus.

Augusto Castro, surpreso com o troca-troca de Zé Neguinho, vai ter que se contentar com a fotografia.

CARREATA

A coligação “A Bahia tem pressa” programou carreata em Itabuna para este sábado, 25, a partir das 10 horas da manhã. Segundo assessores do PMDB na cidade, a concentração será em frente ao Colégio da Polícia Militar, no bairro São Caetano.

Estão confirmadas as presenças do candidato do PMDB ao governo, Geddel Vieira Lima, além dos postulantes ao Senado, Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa pela coligação.

AZEVEDO REVELA SEU CANDIDATO AO SENADO

O senador César Borges (PR), candidato à reeleição, participará de um encontro político nesta terça-feira, 21, às 16 horas, na sede da União dos Servidores Municipais de Itabuna (Usemi). Detalhe: o prefeito José Nilton Azevedo (DEM) comunicou aos integrantes do primeiro escalão do seu governo – pedindo que redistribuíssem a informação – que deseja ver todos os comissionados no evento.

Nos bastidores do Centro Administrativo, o comentário é o de que o prefeito decidiu-se por César, atendendo a um “pedido” do ex-prefeito Fernando Gomes. É a demonstração cabal de que este político ainda exerce forte influência sobre Azevedo.

Ontem, em entrevista concedida ao Pimenta, Azevedo declarou que divulgaria seus candidatos ainda esta semana. Sabe-se que ele “apoia” vários candidatos à Câmara dos Deputados e à Assembleia Legislativa. Sai agora o primeiro senador (César) e falta definir o governador e o outro candidato ao Senado.

Como o prefeito esconde mais do que revela, fica difícil analisar seus posicionamentos. Mas há quem interprete que Azevedo, politicamente perdido, entregou o rumo de suas decisões ao seu antecessor. É ele (Fernando Gomes) quem manda e Azevedo obedece.

Gente que apostou na autonomia do prefeito já se prepara para bater em retirada…

Às 15h41min – A assessoria do senador César Borges comunica que o evento foi transferido para amanhã, no mesmo horário e local.

WAGNER VOLTA A SE QUEIXAR DA ARTILHARIA ADVERSÁRIA

Assim como no debate da TV Aratu, o governador Jaques Wagner (PT), candidato à reeleição, saiu ontem do debate da TV Itapoan reclamando da estratégia dos adversários de formarem um bloco na base do “todos contra o barbudo”.

Wagner afirmou que os quatro candidatos da oposição (Geddel Vieira Lima, Paulo Souto, Luiz Bassuma e Marcos Mendes) se uniram contra ele de forma escancarada. “(Mesmo assim) acredito que os telespectadores viram a nossa posição e estão bem informados sobre o meu programa de governo”.

Quem não estaria assim tão bem informado, segundo o candidato Geddel Vieira Lima (PMDB), é o próprio governador. O peemedebista fez dois questionamentos – um sobre a saúde e outro acerca do trabalho infantil na Bahia – e o governador declarou que não tinha as respostas na hora. Especificamente, a pergunta sobre a saúde tinha a ver com o não-repasse de verbas do Estado para a manutenção do Samu em Salvador.

Paulo Souto (DEM) tentou atacar o governador, curiosamente, em seu ponto mais forte: a vinculação de sua imagem à do presidente Lula. Wagner disse que fica bastante à vontade para demonstrar essa proximidade, pois é amigo de Lula há 30 anos e comunga dos mesmos ideais.

O petista aproveitou para dar uma cutucada no tucano José Serra, candidato de Paulo Souto à Presidência da República. “Não tenho culpa se o candidato dele à Presidência está ruim nas pesquisas e ele não usa a imagem”, comentou Wagner.

RICHA ‘BRECA’ VOX POPULI NO PARANÁ

O tucano Beto Richa (PSDB) conseguiu, via Justiça Eleitoral, impedir a divulgação dos resultados da pesquisa Vox Populi/Band, prevista para a próxima quarta-feira (22). Alegou que o levantamento não apresentava a ponderação quanto ao sexo, idade, grau de instrução e nível econômico do entrevistado, “infringindo, em tese o disposto no art. 1.º, IV, da Resolução n.º 23.190/2009-TSE”.

Richa, de uma eleição que parecia fácil até o final de agosto, tá sentindo o bafo de Osmar Dias (PDT) cada vez mais próximo do seu cangote. Por isso, não tem dispensado a lupa para analisar as pesquisas. Na semana passada, o tucano havia conseguido suspender a divulgação do levantamento do Ibope, encomendado pela Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu. Com informações do HoraH News.

NOVO DEBATE AO GOVERNO – AGORA NA ITAPOAN

Depois de ontem, haverá novo debate nesta segunda, 20, envolvendo os cinco candidatos melhores posicionados nas pesquisas de intenções de voto e com representação na Câmara Federal. Desta vez será na TV Itapoan/Rede Record, às 23 horas, logo após a novela Ribeirão do Tempo.

Estão confirmadas as participações dos candidatos Geddel Vieira Lima (PMDB), Luiz Bassuma (PV), Marcos Mendes (PSOL), Jaques Wagner (PT) e Paulo Souto (DEM).

O debate será dividido em quatro blocos e terá mediação do jornalista Eduardo Ribeiro, da Record News. Os repórteres Tom Ribeiro, Cristina Miranda, Caroline Góes, Armando Mariani e Marcus Pimenta, todos do grupo Record, participam como perguntadores.

A participação dos jornalistas ocorre já no primeiro bloco do debate. Os confrontos diretos entre os candidatos, com perguntas entre si, acontecem no segundo e terceiro blocos. O quarto e último bloco será reservado às considerações finais.

A previsão é de que o debate dure duas horas. O internauta poderá conferir o confronto dando um clique no www.itapoanonline.com. O leitor do Pimenta poderá acompanhar a nossa cobertura pelo Twitter. É só clicar @seupimenta.

PARA CAETANO, LULA É GOLPISTA E SERRA É BURRO

Caetano Veloso soltou o verbo sobre a política nacional durante entrevista concedida a uma rádio de Santo Amaro da Purificação, no Recôncavo Baiano.

O artista esteve em sua terra natal para participar do aniversário da mãe, Dona Canô, que comemorou 103 anos.

Falando sobre as eleições, Caetano chamou Lula de golpista, por afirmar que o DEM precisa ser extirpado, e adjetivou o tucano José Serra como burro, por ter procurado adotar a política da boa vizinhança com o PT no início da campanha.

Leia mais






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia