WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
unime


julho 2017
D S T Q Q S S
« jun    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

editorias


:: ‘eleições 2012’

SECULUS E COMPET EM SILÊNCIO

Dois dos institutos de pesquisa que prestaram serviços a candidatos ou empresas em Itabuna no período eleitoral ainda não se posicionaram sobre as diferenças entre os resultados aferidos no campo e os registrados nas urnas.

O Instituto Seculus, de Jequié, cravou reeleição de Capitão Azevedo com vantagem superior a 13 pontos percentuais – a diferença seria ainda maior se fossem considerados apenas os votos válidos. Como se sabe, a vitória foi do candidato Vane do Renascer (PRB) pela diferença de um ponto percentual.

A maior barbeiragem, no entanto, foi do Instituto Compet, que se envolveu em grande polêmica em 2008 ao ser acusado de manipular resultados para favorecer o então peemedebista Capitão Fábio. Neste ano, o instituto cravou empate técnico entre Capitão Azevedo e a petista Juçara Feitosa (35,82% a 33,44%, com o vencedor Vane aparecendo com apenas 23,08%).

Nas urnas, Vane teve 41,62% dos votos válidos, Azevedo somou 40,61% e Juçara ficou com 15,36%. Dentro da margem de erro, apenas o Instituto Gasparetto acertou o resultado.

Por enquanto, apenas silêncio da Compet e do Instituto Seculus.

AUGUSTO FORTALECIDO

Do Cena Bahiana

O deputado estadual tucano Augusto Castro faz as contas do período pós-eleições municipais, e calcula ter ampliado suas bases com a vitória de 13 prefeitos entre os candidatos que apoiou.

Na Assembleia, considerados os integrantes da oposição, Castro e o deputado Pedro Tavares (PMDB) são apontados como os que saíram mais fortalecidos das eleições.

PT AMPLIA VOTAÇÃO NA BAHIA

João Pedro Pitombo | A Tarde

As eleições municipais de 2012 consolidaram o PT como o partido com maior patrimônio de votos na Bahia. Após disputar  219 prefeituras, os petistas conquistaram um espólio de 1,8 milhão de votos nas majoritárias – o que representa  25% dos votos válidos registrados no Estado. Ou seja, um em cada quatro baianos votou num candidato do PT para prefeito.

O espólio representa um crescimento de 100% na votação do partido comparado às eleições de 2004, quando o PT ainda não havia sido eleito para o governo baiano, mas obteve 923 mil votos.  “Esta votação é resultado de candidaturas competitivas e alianças consistentes”, avalia o presidente  do PT, Jonas Paulo.

O desempenho do PT, contudo, ainda é inferior que o do PFL há oito anos, quando o partido ainda comandava o governo baiano. Na época, o hoje Democratas teve 2,0 milhões de votos, quando disputou 275 prefeituras.

Leia matéria completa clicando aqui

A CAIXA DE FÓSFORO E O BANCO

Cláudio Rodrigues | aclaudiors@gmail.com

A ação do MP coloca todos os membros da Câmara de Itabuna no mesmo nível. Tudo tem que ser apurado, porém separando alho de bugalho.

A ação desenvolvida pelo Ministério Público Estadual de Itabuna (MP) que culminou com o afastamento dos 13 vereadores da cidade, dentre esses o prefeito eleito Vane do Renascer e o seu vice, Wenceslau Júnior, é merecedora de muita reflexão. Como não poderia deixar de ser, o caso ganhou dimensão nacional, sendo um dos destaques do Jornal Nacional, da Rede Globo, na edição da quarta-feira, dia 10.

A ação penal do Ministério Público, denominada “Farra das Diárias”, além dos vereadores, atinge também alguns funcionário da casa legislativa. O prefeito e o vice-prefeito eleitos afirmam que, no período de 2009 a 2010, utilizaram diárias no valor de R$ 12.396,45 e R$ 11.167,09, respectivamente, o que totaliza R$ 23.563,54.

Por sua vez, o Tribunal de Contas dos Municípios ao analisar e rejeitar as contas do prefeito de Itabuna, José Nilton Azevedo, relativas aos exercícios de 2009 e 2010, constatou que há irregularidades insanáveis no valor de R$ 23 milhões, envolvendo dentre outras a empresa Marquise, que faz a coleta de lixo da cidade. Esse caso nos chama a atenção, e é o merecedor da reflexão pedida no início desse texto.

Com exceção do Ministério Público Eleitoral, que tem suas ações limitadas apenas ao processo da eleição, nenhum membro do MP de Itabuna se manifestou em relação a esse fato. A suposta “Farra das Diárias” de Vane e Wenceslau – que consumiu do dinheiro público R$ 23.563,54, deve ser apurada, assim como o caso dos R$ 23 milhões em irregularidades insanáveis na gestão Azevedo.

Não quero com isso dizer que os mais de R$ 23 mil de Vane e Wenceslau são um pecado menor que os R$ 23 milhões de Azevedo, pois como ensinou minha sábia avó, “quem rouba uma caixa de fósforo, também é capaz de roubar um banco”. Nesse fato há dois pesos e uma medida. Por que os R$ 23 mil dos dois vereadores motivaram afastamento e bloqueio de bens e os R$ 23 milhões do prefeito – pelo que se divulga – passaram batidos?

O prefeito e seu vice afirmam que as despesas de suas diárias foram utilizadas a bem do serviço público, em viagens para a capital baiana para batalhar pela construção do novo fórum, em visitas ao TCM para fiscalizar as contas da prefeitura, a participação em cursos no Rio de Janeiro ministrados pela IBAM e em Brasília na busca da implantação da Universidade Federal na região.

A ação do MP coloca todos os membros da Câmara de Itabuna no mesmo nível. Tudo tem que ser apurado, porém separando alho de bugalho. Como também devem ser apurados os prejuízos insanáveis apontados pelo TCM causados ao município pela gestão atual no período de 2009/2010.

Nesse processo que envolve o futuro prefeito e o seu vice, o princípio da inocência passou a ser o princípio da culpa. Todos são inocentes até que se prove o contrário, inclusive o prefeito Azevedo. Por isso, vamos refletir.

TSE JULGA MAIS DE 3 MIL RECURSOS DE REGISTROS DE CANDIDATURAS

Da Agência Brasil

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) já julgou 3.252 recursos sobre indeferimento de candidaturas referentes às eleições municipais deste ano. O número ainda é menos da metade dos 7.023 recursos que chegaram ao tribunal.

Dos 2.936 recursos de candidatos que tiveram o registro negado em função da Lei da Ficha Limpa, o tribunal já julgou 907. A lei, criada em 2010, determina, entre outras coisas, que ficam inelegíveis os candidatos condenados por órgão colegiado por crimes como o de improbidade administrativa.

Um levantamento parcial feito pela assessoria do TSE mostra que, entre os processos já recebidos ligados à Lei da Ficha Limpa, a maioria está relacionada a condenações por problemas nas prestações de contas dos candidatos.

São pelo menos 1.224 recursos. Em seguida vem as condenações criminais. Levantamento preliminar, feito em parte dos processos, apontou 252 recursos.

Os ilícitos eleitorais, como compra de votos ou transporte ilegal de eleitores, por exemplo, são responsáveis por 133 entre os 1.628 processos que fizeram parte do levantamento.

FALTOU ALICE

O professor e sociólogo Selem Rachid observa que este blog esqueceu de uma mulher na lista das prefeitas eleitas em municípios da Região Cacaueira: Alice (PP), de Belmonte.

Refazendo as costas, são 15 prefeitas eleitas na região, aumento de 200% entre a última eleição e o pleito de domingo.

REVOGAÇÃO DE AUMENTO

Ganha corpo nas redes sociais campanha de internautas-eleitores pela revogação do aumento de salário de vereadores.

A proposta foi aprovada pela Câmara duas semanas antes da eleição e passa a valer em 1º de janeiro de 2013. Os internautas consideram absurdo o aumento. Os novos vereadores vão ganhar R$ 10.021,17, equivalente a 16,11 salários mínimos. O de prefeito vai a mais de R$ 20 mil.

O mote para a campanha é notícia veiculada pelo portal Terra em que a vereadora eleita de Natal (RN) pelo PSDC, Eleika Bezerra, 69 anos, anuncia que renunciará ao salário.

Eleika é professora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e diz que tem o suficiente para viver com dignidade. Por isso, doará o salário para ações na área de infância e educação.

MULHERES VÃO COMANDAR 14 PREFEITURAS NA REGIÃO CACAUEIRA

Josefina, Ângela e Dra. Sandra foram reeleitas (Montagem Pimenta).

O número de mulheres eleitas prefeitas em municípios da região sul, incluindo o baixo-sul, saltou de cinco para 14 no comparativo de 2008 e 2012.

Cinco prefeitas da Região Cacaueira sul-baiana disputaram reeleição e três acabaram reconduzidas: Dra. Sandra (DEM), de Floresta Azul, Ângela Castro (PP), de Camacan, e Josefina Castro (PT), de Coaraci.

As prefeitas Neone Cordeiro (PP), de Jussari, e Ioná Queiroz (PT), de Camamu, não obtiveram êxito. Ioná comandou o município por quase todo o mandato, mas foi “ejetada” pela Justiça Eleitoral no início deste ano. Outra mulher foi eleita prefeita, Emiliana de Zequinha da Mata (PP). Em Jussari, foi eleito Valnio Muniz (PT).

A participação das mulheres nas prefeituras regionais teve aumento de 180%, mas em vários casos a eleita substituiu, de última hora, o candidato – geralmente o esposo ou pai da eleita, a exemplo de Almadina, onde Valtencir ficou impedido de disputar e colocou a esposa, Gleide de Val. Confira a relação:

Almadina – Gleide de Val (PSD)
Aurelino Leal – Liu Andrade (PP)
Barra do Rocha – Vera (PSC)
Barro Preto – Jaqueline Mota (PT)
Camacan – Ângela Castro (PP)
Camamu – Emiliana de Zequinha da Mata (PP)
Coaraci – Josefina Castro (PT)
Uruçuca – Fernanda Silva (PT)
Itajuípe – Gilka Badaró (PSB)
Floresta Azul – Dra. Sandra (DEM)
Maraú – Gracinha (PP)
Valença – Jucélia Nascimento (PTN)
Ubatã – Simeia de Expedito (PSB)
Una – Diane (PSD)

O SILÊNCIO DE AZEVEDO

Na história recente, Azevedo é primeiro prefeito a não se pronunciar após derrota.

Capitão Azevedo (DEM) esperava entrar para a história como o primeiro prefeito reeleito de Itabuna. As urnas disseram não a este desejo particular. O prefeito, então, se vê saboreando o gosto amargo da derrota.

Na política e na vida, é assim. Na vitória ou na derrota, a política exige posicionamento – e pronunciamento – público. Por enquanto, Azevedo entra para a história como prefeito que se manteve calado diante da derrota.

Nem mesmo seus antecessores agiram assim. Nem os tempos de BA-VI ou Fla-Flu político entre os grupos geraldistas e fernandistas. Diante da proclamação do resultado das urnas, os mandatários se pronunciavam publicamente – e se recolhiam para as avaliações internas. Porém, o que se vê agora é um prefeito em silêncio.

Até mesmo a terceira colocada na disputa, Juçara Feitosa (PT), para quem a derrota foi ainda mais amarga, se pronunciou. De principal força política a papel de figurante, a petista reconheceu a vontade popular e desejou boa sorte ao prefeito eleito e vice. É protocolar, é. Vai além disso. É salutar, educado, cortês. Estamos em estado de democracia.

O silêncio do mandatário é postura inaceitável para quem comanda a maior economia sul-baiana e, logicamente, mais de 200 mil habitantes até 31 de dezembro. Mais: o prefeito está à frente de uma administração com mais de 5 mil funcionários (não cabe aqui entrar em questões como inchaço da folha) e boa parte destes  espera um “oi” do chefe sobre “modos de agir” daqui para frente e até o apagar das luzes de 2012.

PIMENTA DO DIA

O verdadeiro PT queria Vane como candidato. Quem morreu foram os que quiseram fazer desse partido a sua posse, o seu curral.

Leitor José Carlos Menezes ao responder a comentário no post “Vane é o novo prefeito de Itabuna“.

VANE: “NOSSOS FILHOS TERÃO UMA CIDADE MELHOR”

Vane do Renascer é cumprimentado por eleitora após vitória (Foto Pimenta).

Vane do Renascer (PRB), disse que buscará compensar com muito trabalho a vitória obtida nas urnas ontem, 7. O primeiro vereador a ser eleito prefeito de Itabuna, com 45.623 votos, derrotou o candidato à reeleição, Capitão Azevedo (DEM). “Tenho certeza absoluta que não vou decepcionar vocês”, disse.

Para Vane, o itabunense entendeu a “proposta de seriedade e compromisso de fazer de Itabuna uma cidade melhor”. “Nossos filhos terão uma cidade melhor, as nossas crianças terão uma cidade melhor”, completou.

Ao discursar para cerca de 20 mil pessoas na Avenida Princesa Isabel, em frente ao comitê central da campanha, Vane lembrou das “calúnias, perseguições e dos golpes baixos” sofridos durante a campanha. “Eu tenho 50 anos e nunca passei por isso”. E completou: “A verdade prevaleu. O bem venceu o mal e essa cidade será muito melhor”, disse.

Clique e confira discurso em vídeo do prefeito eleito

Tendo ao lado o vice, Wenceslau Júnior, e o presidente da Bahiagás e vice-presidente estadual do PCdoB, Davidson Magalhães, o prefeito eleito encerrou o discurso prometendo recompensar a eleição “com trabalho e com toda dedicação porque ela merece”.

O candidato do PRB foi eleito tendo entre as suas principais promessas o Programa Cidade de Paz, um conjunto de ações que visam reduzir os índices de violência no município, e a Escola do Futuro, que promete a universalização do ensino em tempo integral para as séries fundamentais. Clique no “leia mais” e confira o discurso na íntegra.

:: LEIA MAIS »

ILHÉUS: CINCO VEREADORES SÃO REELEITOS

Magal: Campeão de votos.

A renovação na Câmara de Ilhéus foi ligeiramente superior a 50% dos quadros. Foram reeleitos cinco dos nove vereadores que participaram da disputa.

Os reeleitos são Valmir de Inema (PT), Alisson Mendonça (PT), Aldemir Almeida (PSB), Tarcísio Paixão (PSD) e o autor da lei que obriga alunos da rede municipal de ensino a rezar o “Pai Nosso”, Professor Gurita (PP).

O campeão das urnas na disputa legislativa foi Fábio Magal (PSC), com 2.271 votos, seguido de Gilmar Sodré (PMN), com 2.039 votos, e Dero (PT), com 1.985 votos. Confira a reeleição completa da nova Câmara e no “leia mais” confira a votação geral.

ELEITOS

Fábio Magal (PSC) – 2.271 Votos
Gilmar Sodré (PMN) – 2.039 votos
Dero (PT) – 1.985 votos
Valmir de Inema (PT) – 1.889 votos
Gurita (PP) – 1.856 votos
Alisson (PT) – 1.854 votos
Lukas Paiva (PMN) – 1.612 votos
Aldemir Almeida (PSB) – 1.571 votos
Roland Lavigne (PPS) – 1.383 votos
James (PMN) – 1.359 votos
Cosme Araújo (PDT) – 1.231 votos
Ivo Evangelista (PRB) – 1.222 votos
Edvaldo Gomes (PMN) – 1.219 votos
Rafael Benevides (PP) – 1.216 votos
Tarcísio Paixão (PSD) – 1.200 votos
Roque do Sesp (PSC) – 1.168 votos
Raimundo Basílio (PMDB) – 1.164 votos
Jamil (PP) – 1.127 votos
Doutor Jó (PCdoB) – 1.126 votos
Nerival (PCdoB) – 1.078 votos

:: LEIA MAIS »

SÓ UM VEREADOR É REELEITO EM ITABUNA E SOLDADO DA PM É CAMPEÃ DE VOTOS

A renovação na Câmara de Vereadores de Itabuna foi quase completa em 2012. Apenas o presidente da Casa, Ruy Machado (PTB), conseguiu ser reeleito.

Os vereadores que tentaram reeleição e foram reprovados na urna foram Gerson Nascimento (PSB), Roberto de Souza (PR), Solon Pinheiro (DEM), Raimundo Pólvora (DEM), Milton Gramacho (PRTB), Rose Castro (PSDB) e Clóvis Loiola (PSDC).

O processo de limpeza é visto como ainda mais forte quando se sabe que o número de cadeiras legislativas em Itabuna será ampliado em 2013, saindo dos atuais 13 para 21 vereadores.

A campeã de votos na disputa em 2013 foi a soldado Valéria Morais (PSC), ameaçada de expulsão dos quadros da Polícia Militar ao ser apontada como líder da greve da corporação no início deste ano. Com 2.054 votos, ela conseguiu atrair boa parte da corporação em Itabuna para a sua campanha. Abaixo, os eleitos e a votação total no município.

Eleitos

Valéria Morais (PSC) – 2.054 votos
Chico Reis (PRP) – 1.830 votos
Glebão (PV) – 1.788 votos
Jairo Araújo (PCdoB) – 1.560 votos
Paulinho (PT) – 1.485 votos
Aldenes Meira (PCdoB) – 1.469 votos
Nadson Monteiro (PPS) – 1.401 votos
Pastor Francisco (PRB) – 1.378 votos
Ronaldão (DEM) – 1.345 votos
Carlito do Sarinha (PTN) – 1.327 votos
Valter Socorrinho (PTN) – 1.327 votos
Júnior Brandão (PT) – 1.321 votos
Zé Silva (PSDB) – 1.113 votos
Antonio Cavalcante (PMDB) – 1.086 votos
Carlos Coelho (DEM) – 1.042 votos
César Brandão (PPS) – 1.018 votos
Joilson Rosa (PSDC) – 994 votos
Ruy Machado (PTB) – 958 votos
Carmem do Posto (PR) – 953 votos
Gegéu Filho (PMN) – 886 votos
Ailson Sousa (PRTB) – 719 votos

:: LEIA MAIS »

APURAÇÃO ATRASA EM ITABUNA

A expectativa da Justiça Eleitoral era concluir a apuração dos votos para prefeito em Itabuna às 19h, mas o atraso é superior a 1h20min.

Até as 20h27min e com 81,13% da apuração, Vane do Renascer (PRB) está à frente com 36.422 votos. O prefeito Capitão Azevedo (DEM) soma 35.981 votos.

Juçara Feitosa tem 13.457. Na sequência, aparecem Zé Roberto (PSTU), com 866 votos, Pedro Eliodório (PCB), com 645, e Zem Costa (PSOL), 559.

JUSTIÇA DIZ QUE ELEIÇÃO FOI TRANQUILA EM ITABUNA

Fiscais fecham acesso às seções do Fórum Ruy Barbosa, no centro, às 17h (Foto Pimenta).

O juiz da 27ª Zona Eleitoral, Antônio Carlos Moraes, avaliou como tranquila a eleição em Itabuna, embora tenha registrado tentativas de bocas de urna e compra de voto e falta de mesários. “Transcorreu tudo bem”, resumiu o magistrado em entrevista à Rádio Difusora.

A previsão do juiz eleitoral é de que o resultado para prefeito seja conhecido entre as 18h50min e 19h deste domingo e que até as 20h saia o resultado para a Câmara de Vereadores.

ELEIÇÕES 2012: VOTAÇÃO VAI ATÉ AS 17H

O eleitor que gosta de deixar tudo para a última hora deve ficar ligado. As seções eleitorais funcionam até as 17h em todo o país. Nesta manhã, o fluxo de votantes em Itabuna ainda é baixo, assim como a movimentação de pessoas nas áreas próximas às seções eleitorais.

O eleitor está proibido de usar celular com câmera ou máquinas fotográficas na hora da votação. A proibição é para que seja mantido o sigilo e impeça a manipulação do voto.

O cidadão pode colaborar com a lisura do pleito. Denúncias podem ser feitas nos cartórios eleitorais de sua cidade ou mesmo à polícia. Em Itabuna, os cartórios da 27ª e 28ª zonas eleitorais funcionam próximo à sede da Receita Federal, no final da Beira-Rio, centro.

MUDANÇA DE LOCAL DE VOTAÇÃO

Em Itabuna, as seções que funcionavam na Casa do Educador ( 25, 40, 287, 288, 301 e 151) mudaram para o Grupo Escolar Lúcia Oliveira, na Rua São Vicente de Paulo.

Já as seções que funcionavam na Ceplac, na Avenida Juca Leão, foram transferidas para o Centro de Cultura Adonias Filho. São os casos das seções  33,34,35,36, 286, 305 e 338.

Se você ainda não sabe onde vai votar, clique aqui. Caso encontre dificuldades, recorra ao cartório eleitoral da sua cidade ou zona.

PESQUISA IBOPE APONTA PELEGRINO E ACM NETO NO 2º TURNO EM SALVADOR

A última pesquisa Ibope antes das eleições foi divulgada há pouco pela TV Bahia mostrando vantagem para o candidato Nelson Pelegrino (PT), com 34% das intenções de votos contra 29% de ACM Neto (DEM), mas mantendo a expectativa de que o nome do próximo prefeito de Salvador seja conhecido apenas no segundo turno.

No levantamento anterior, Pelegrino tinha também 34% e ACM Neto 31%.  Já na terceira colocação não houve mudança e o peemedebista Mário Kertész continua com 7%. Logo em seguida aparece o deputado Márcio Marinho (PRB) e o candidato Rogério Tadeu Da Luz (PRTB), com 5% e 3%, respectivamente. Hamilton Assis (PSOL) mantém-se com 2% das intenções do eleitorado, mesmo percentual do último levantamento.

Entre os entrevistados, 11% afirmaram votar em branco ou nulo. Indecisos totalizaram 9%. A margem de erro é de 3,1%. O instituto começou a ouvir a população na quinta-feira e terminou a apuração neste sábado, com 805 pessoas. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número 00487/2012. Do Política Livre.

DATAFOLHA COLOCA SERRA, RUSSOMANO E HADDAD EMPATADOS

Da Folha

A disputa pela Prefeitura de São Paulo chega ao primeiro turno com três candidatos empatados tecnicamente e com um segundo turno indefinido, de acordo com pesquisa Datafolha. Na véspera da eleição, José Serra (PSDB) aparece com 28% dos votos válidos, contra 27% de Celso Russomanno (PRB) e 24% Fernando Haddad (PT).

A margem de erro das pesquisas é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Embora tenha oscilado dentro da margem de erro em relação a pesquisa anterior, realizada entre os dias 2 e 3 de outubro, o levantamento atual mostra queda acentuada de Russomanno nas últimas pesquisas. Há oito dias, na pesquisa concluída no dia 27, ele aparecia com 34% dos votos válidos.

No levantamento atual, Gabriel Chalita (PMDB) aparece com 13%, Soninha (PPS) tem 5% dos votos válidos. Carlos Giannazzi (PSOL), Paulinho (PDT), Ana Luiza (PCO) e Levy Fidelix (PRTB) aparecem com 1%. Os demais candidatos não pontuaram.

O levantamento foi feito nesta sexta-feira (5) e sábado (6) e ouviu 3.959 pessoas. A pesquisa foi registrada com o número SP-01778/2012.

CAMINHADA ENCERRA CAMPANHA DE AZEVEDO

Azevedo fez grande caminhada acompanhado de deputados como Augusto Castro (Foto Pimenta).

O candidato a prefeito de Itabuna pelo DEM, Capitão Azevedo, encerrou atos de campanha à reeleição com uma grande caminhada. O ato político começou no São Caetano e foi encerrado na região do Bairro de Fátima no início desta tarde.

A mistura de caminhada e carreata teve a presença de políticos da base de sustentação ao governo do candidato do Democratas, a exemplo dos deputados estaduais Augusto Castro (PSDB) e Coronel Santana (PTN).

Azevedo chega no dia da eleição na condição de líder em duas das três pesquisas divulgadas nesta reta final. Ele lidera intenções de voto das consultas Compet e Seculus. Vane do Renascer (PRB) lidera a pesquisa do Instituto Gasparetto.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia