WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba



policlinica





outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: ‘eleições 2014’

DATAFOLHA CONFIRMA TENDÊNCIA DE 2º TURNO NA ELEIÇÃO PRESIDENCIAL

Dilma Rousseff, Aécio Neves e Eduardo Campos.

Dilma Rousseff, Aécio Neves e Eduardo Campos.

A pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta (9) confirma tendência de segundo turno na eleição presidencial. Feito na quarta e ontem (7 e 8), o levantamento traz Dilma Rousseff, do PT, com 37% das intenções de voto, seguida por Aécio Neves, do PSDB, com 20%, e Eduardo Campos, do PSB, com 11%. O quarto colocado é o Pastor Everaldo, do PSC, com 3%.

Na pesquisa anterior, em abril, Dilma aparecia com 38%, Aécio alcançava 16% e Campos atingia 10%, enquanto Everaldo chegava a 2%.

No cenário da pesquisa atual, os adversários de Dilma, juntando os “nanicos”, somam 38% contra 37% da presidente, embora a diferença esteja dentro da margem de erro (2 pontos percentuais). O instituto ouviu 2.844 eleitores em 174 municípios.

Dilma bateria Aécio e Campos em um segundo turno. Contra o pessebista, seria 49% a 32%. A margem é menor contra o tucano: 47% a 36%. Atualizado às 9h30min.

FORCINHA DO PLIM-PLIM

Petistas de alto coturno espalham pelas redes sociais uma suposta “forcinha” da Globo para o PSDB em ano de eleições presidenciais. Após os 45 anos da Vênus Platinada em 2010, desta vez o 45, denunciam, aparece subliminarmente na marca da nova novela das 19 horas, Geração Brasil. Dentre os que criticam a estratégia da Globo está o presidente estadual do PT baiano, Everaldo Anunciação, que compartilhou este material abaixo.

globo tucanato

LÍDICE EVITA PROMESSAS E DESCARTA SOBRINHA DE IRMÃ DULCE COMO VICE

Lídice da Mata é pré-candidata ao governo (Foto Tácio Moreira/Metropress).

Lídice da Mata é pré-candidata ao governo (Foto Tácio Moreira/Metropress).

A senadora Lícide da Mata, pré-candidata a governadora, descartou neste sábado, 3, em Itabuna, a possibilidade de Maria Rita Lopes Pontes, superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), ser a vice em sua chapa.

Numa entrevista no programa Resenha da Cidade, apresentado por Roberto de Souza, na Rádio Difusora, Lídice encheu Maria Rita de elogios, mas disse que a vaga de vice será ocupada por alguém de um partido aliado do PSB. E não quis adiantar possíveis nomes. “Temos até junho para decidir”, justificou a senadora.

Na mesma em entrevista, Lídice da Mata disse que, como pré-candidata, não tem nenhuma promessa nova a fazer para o povo do sul da Bahia, pois seu projeto de governo para esta região será baseado no que já está exposto, como a duplicação da estrada Ilhéus/Itabuna, a construção da ponte que liga o Pontal ao centro da cidade, em Ilhéus, dentre outras obras, que, segundo ela, não saíram do papel.

Leia mais no Diário Bahia.

ISTOÉ/SENSUS MOSTRA DILMA COM 35%. AÉCIO VAI A 23,7% E CAMPOS ATINGE 11%

Aécio, Campos e Dilma: pesquisa revela tendência de 2º turno (Istoé).

Aécio, Campos e Dilma: pesquisa revela tendência de 2º turno (Arte Istoé).

Da IstoÉ

Pesquisa ISTOÉ/Sensus mostra pela primeira vez, desde que começaram a ser divulgadas as enquetes eleitorais de 2014, que a sucessão da presidenta Dilma Rousseff deverá ser decidida apenas no segundo turno.

No levantamento realizado com dois mil eleitores entre os dias 22 e 25 de abril, Dilma (PT) soma 35% das intenções de voto. É seguida pelo senador mineiro Aécio Neves (PSDB), com 23,7%, e pelo ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), com 11%.

Juntos, Aécio e Campos têm 34,7% dos votos, praticamente a mesma votação de Dilma (diferença de 0,3%). Como a pesquisa tem uma margem de erro de 2,2%, se a eleição fosse hoje o futuro presidente seria escolhido no segundo turno numa disputa entre Dilma e o tucano Aécio Neves.

A mesma situação ocorre quando, diante do eleitor, é colocada uma lista mais ampla, incluindo os nomes de pré-candidatos nanicos como Levy Fidelix (PRTB) e Randolfe Rodrigues (Psol), por exemplo. Nesse caso, a presidenta fica com 34% das intenções de votos e os demais candidatos, 32,4%. Diferença de 1,6%.

Um cenário que também permite concluir pela realização de segundo turno entre Dilma e Aécio. “A leitura completa da pesquisa indica que a presidenta terá muita dificuldade para reverter o quadro atual”, afirma Ricardo Guedes Ferreira Pinto, diretor do Sensus. Leia mais na Istoé

CAMPOS E MARINA EM ILHÉUS

Marina Silva e Eduardo Campos (Foto Ed Ferreira/AE).

Marina Silva e Eduardo Campos (Foto Ed Ferreira/AE).

O presidenciável Eduardo Campos (PSB) e a sua vice, Marina Silva (PSB-Rede), participam de um debate sobre desenvolvimento sustentável da Região Cacaueira baiana. O evento será na próxima sexta (2), às 15h, no auditório da Faculdade de Ilhéus.

A candidata ao governo baiano pelo PSB, Lídice da Mata, e a candidata ao Senado, Eliana Calmon, também participam do debate, além do sindicalista e dirigente do PSB, Bebeto Galvão.

Um dos temas previstos no debate é o Complexo Porto Sul. A curiosidade aumenta, pois até bem pouco tempo a ex-ministra Marina Silva era contra o empreendimento. Será uma boa oportunidade para questionamentos.

DILMA CONSIDERA “NORMAL” O “VOLTA LULA”

Para Dilma, movimenta pelo retorno de Lula é "normal".

Para Dilma, movimenta pelo retorno de Lula é “normal”.

Da Agência Brasil

Em entrevista  hoje (30) a rádios de Salvador, a presidenta Dilma Rousseff considerou “normal” o manifesto “Volta Lula”, anunciado na última segunda-feira (28) pelo líder do PR na Câmara, deputado Bernardo Vasconcellos (MG). Para Dilma, em ano eleitoral é possível ocorrer fatos “concebíveis” e “até inconcebíveis”.

“[O volta Lula] é uma situação normal. Gostaria que, quando eu for candidata, eu tenha o apoio da minha própria base. Mas não havendo esse apoio, vamos tocar em frente. Sempre por trás das coisas existem outras explicações. Daqui até o final do ano, tenho uma atividade importantíssima para fazer, que não posso me desligar”, explicou a presidenta.

Na última segunda-feira, o líder do PR, leu um manifesto, assinado por 20 dos 32 deputados da bancada, em que pedem que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja candidato à Presidência da República. De acordo com o líder do PR, Lula é o único capaz de conduzir o país “neste momento de crise econômica”.

Em resposta ao radialista Mário Kertész, da rádio Metrópole, Dilma ressaltou que gosta de sua função. “Eu gosto [de ser presidenta], sabe por quê? Porque vamos fechar este ano com mais 750 mil cisternas construídas no Semiárido. Com as cisternas construídas no governo do ex-presidente Lula e no meu, vamos chegar a 1,1 milhão de unidade. Isso me faz gostar muito de ser presidenta”, destacou. Dilma citou também números do Pronatec e do Programa Minha Casa, Minha Vida para justificar o gosto de ser presidenta.

PASCOWITCH DIZ QUE LULA SERÁ CANDIDATO

lula620Jornalista das mais bem informadas do país, Joyce Pascowitch publica no site Glamurama que o candidato do PT à presidência da República não será Dilma Rousseff, que iria à reeleição, mas o popstar Lula. Eis a íntegra da nota:

O alto empresariado brasileiro, que tinha dificuldade em dialogar com o Planalto, pode começar a ficar mais tranquilo. O candidato do PT à Presidência da República deverá ser mesmo Lula. Ele já deu como certa nesse fim de semana, para amigos mais próximos, sua intenção de voltar ao posto. No PT, a decisão é vista com bons olhos, já que o partido não concorda com várias posições da presidente Dilma Rousseff.

WAGNER: “DURANTE A CAMPANHA FICARÁ CLARO A NATUREZA DA CHAPA DE LÁ”

Wagner ao lado de Marcelo Nilo no sul da Bahia (Foto Pimenta).

Wagner ao lado de Marcelo Nilo no sul da Bahia (Foto Pimenta).

Apesar de afirmar que o candidato governista ao Palácio de Ondina está apresentando “crescimento bastante significativo”, Jaques Wagner disse não ter preocupações com pesquisas neste período de pré-campanha. “Fala [significa] muito pouco. Eu mesmo sou um exemplo vivo [disso]”, acrescentou em referência ao processo eleitoral de 2006, quando acabou surpreendendo ao ser eleito em primeiro turno.

O petista se negou a comentar a união de adversários tucanos, peemedebista e do DEM, mas não deixou de cutucar.

– Eu nunca me meti no lado de lá. Eu monto o meu time. Quem monta o time de lá, é o time de lá. Eu acho que eles montaram uma chapa… (pausa) Eu não vou comentar… Durante a campanha eleitoral vai ficar clara qual é a natureza da chapa de lá.

A chapa majoritária oposicionista tem o ex-governador Paulo Souto na disputa pela cadeira de Wagner. Geddel Vieira (PMDB) disputará vaga ao Senado, enquanto o empresário Joaci Góes será o vice.

Após a visita a Santa Cruz da Vitória neste final de semana, Wagner volta à região nesta segunda-feira (28). Em Ilhéus e Itabuna, ele assina ordens de serviço de obras de recapeamento e pavimentação asfáltica dos principais corredores urbanos das duas cidades, num investimento de R$ 6,3 milhões.

O evento em Ilhéus será no Palácio Paranguá, às 9h, de onde parte para o compromisso em Itabuna, previsto para as 11h, no auditório da FTC.  O prazo de execução das obras é diferenciado – sendo 90 dias em Itabuna e 150 na cidade vizinha.

ELEITOR TEM ATÉ 7 DE MAIO PARA TIRAR TÍTULO

Eleitor pode fazer título até dia 7 (Foto Nelson Jr./TSE).

Eleitor pode fazer título até dia 7 (Foto Nelson Jr./TSE).

O eleitor que pretende tirar o título pela primeira vez ou pedir a transferência do documento para outro estado tem até o dia 7 de maio para fazer os pedidos à Justiça Eleitoral. O prazo também vale para pessoas com deficiência solicitarem transferência para seções adaptadas. O primeiro turno das eleições será no dia 5 de outubro.

Para resolver as pendências, basta procurar o cartório eleitoral mais próximo. Para quem vai tirar o título pela primeira vez, é preciso levar documento oficial com foto, comprovante de residência e certificado de quitação do serviço militar, no caso dos homens maiores de 18 anos.

Para transferir o domicílio eleitoral para outra cidade, o eleitor deve apresentar um documento oficial de identificação com foto, o título de eleitor e um comprovante de residência. Algumas regras também devem ser observadas, como não ter pendências com a Justiça Eleitoral, morar no endereço atual há mais de três meses, ter tirado o primeiro título ou ter feito a última transferência do documento há pelo menos um ano.

No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) também é possível fazer o pré-atendimento, até o dia 2 de maio, antes de procurar os cartórios. O eleitor pode acessar a página Título Net, do TSE, ferramenta disponível para agilizar atendimento final, feito nos cartórios eleitorais. Após preencher os campos de identificação, o usuário deve comparecer ao cartório com a documentação exigida para concluir o atendimento e receber o documento. Informações da Agência Brasil.

WAGNER DIZ QUE COMPOSIÇÃO DE CHAPA OPOSICIONISTA ERA A ESPERADA

Governador diz que composição oposicionista era a esperada (foto Pimenta).

Governador diz que composição oposicionista era a esperada (foto Pimenta).

Instado a comentar a chapa oposicionista anunciada nesta quinta (10), o governador Jaques Wagner disse que não houve surpresa.

– Eles fizeram uma composição que já era esperada com o DEM, PMDB e PSDB. Nós vamos jogar o jogo com a chapa que eles montaram. Eu sempre disse isso. A nossa chapa está montada e com a base totalmente unificada – disse em entrevista ao jornal A Tarde.

A chapa terá Paulo Souto (DEM) para o governo, o empresário e escritor Joaci Góes (PSDB) como vice e o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) como candidato ao Senado (reveja aqui). A surpresa ficou por conta de João Gualberto. O tucano era tido como o nome da vice.

Do lado do governo, o ex-secretário da Casa Civil Rui Costa (PT) será o nome ao governo, tendo João Leão (PP) como vice e Otto Alencar (PSD) disputando o senado.

Outra candidatura a governador já anunciada é da senadora Lídice da Mata (PSB), cuja chapa terá a ex-ministra do STJ, Eliana Calmon, disputando vaga ao Senado.

O ELEITOR PUNE. E JÁ ESTÁ MANDANDO SEUS RECADOS

Bob Fernandes

Dilma cai 6 pontos no Datafolha, de 44% para 38%. Governo e oposição podem ler isso como deve ser lido, ou optar pelo autoengano.

Aécio Neves (PSDB-MG) e Eduardo Campos (PSB-PE) têm o que comemorar. Por ora, no quintal da vizinha. Dilma caiu, mas segue com folga na dianteira. Aécio e Campos, estacionados, com 16% e 10%.

Já o governismo pode culpar os institutos de pesquisa, ou render-se aos fatos. Forjado também por boatos, mas ancorado em fatos reais, fato é que há um clima de pessimismo, de insatisfação, no ar.

Inútil culpar apenas a oposição, a mídia, e boatos tornados fatos. Basta ouvir o que se diz no próprio governismo; e o que não se diz, o silêncio dos que deveriam comunicar, falar pelo governo.

A CPI da Petrobras, se vier, nasce de erros do governo. Se vier solteira, será palanque devastador para a oposição. E confissão de fracasso na política de alianças: uma maioria que se transmuta em minoria.

:: LEIA MAIS »

ESCANDALIZAÇÃO DA POLÍTICA

marco wense1Marco Wense

Cabe aos senhores pré-candidatos à presidência da República a espinhosa tarefa de provar que suas legendas, no caso o PT de Dilma, o PSDB de Aécio Neves e o PSB de Eduardo Campos, não têm culpa no cartório.

Não à toa que estudos apontam um crescente descrédito na classe política: apenas 3% dos brasileiros acreditam que deputados e senadores representam e defendem os interesses da sociedade.

O pior é que tudo caminha para uma situação preocupante, já que os homens de bem se afastam do processo político como o diabo da cruz. Sem falar no desabafo popular de que “todo político é ladrão”.

O duelo entre quem quer permanecer no poder e quem quer tomar o poder é de uma baixaria inominável. O debate de ideias cede lugar para acusações mútuas de corrupção.

Fazendo uma alusão ao pega-pega entre petistas e tucanos, o jornalista Miguel Martins lembra que a rinha entre o PTB de Getúlio Vargas e a UDN de Carlos Lacerda resultou em duas décadas de uma ditadura que nos tirou do trilho da modernidade.

A preocupação agora é com a eleição presidencial, com a política nacional mergulhada em um “mar de lama”. A disputa assentada na criminalização da política, em um pilar “que fez, faz e sempre fará mal à democracia”.

Mas abrir mão da apuração dos fatos em nome de uma eleição civilizada, deixando os larápios do dinheiro público sem punição, é alimentar a impunidade, que fez, faz e sempre fará mal à democracia.

Que sejam todas elas instaladas: CPI da Petrobras, com a compra da refinaria de Pasadena no Texas (EUA), CPI do Metrô de São Paulo, com as licitações fraudulentas, e a CPI do Porto de Suape (PE).

Cabe aos senhores pré-candidatos à presidência da República a espinhosa tarefa de provar que suas legendas, no caso o PT de Dilma, o PSDB de Aécio Neves e o PSB de Eduardo Campos, não têm culpa no cartório.

A dureza da lei não é só para os descamisados.

Ex-presidente Lula ao lado da presidente Dilma Rousseff.

Ex-presidente Lula ao lado da presidente Dilma Rousseff.

PLANO B

Só os incautos e desinformados continuam achando que o plano B do PT é uma invencionice da oposição para enfraquecer a candidatura da presidente Dilma Rousseff (reeleição).

O plano B, que é Luis Inácio Lula da Silva como candidato, se tornando imbatível e ganhando a eleição logo no primeiro turno, já foi comentado aqui em duas oportunidades.

Com efeito, o plano B se fortalece na medida em que a presidente cai nas pesquisas de intenção de votos. Dilma só será candidata se não houver nenhum risco do PT perder o comando do cobiçado Palácio do Planalto.

O GATO COMEU

Um grupo de vereadores está fornecendo uma recompensa de R$ 3 mil para quem oferecer alguma informação sobre o sumiço de três respiradores pulmonares do Hospital de Base.

A curiosidade fica por conta de como os R$ 3 mil foram divididos, se algum edil deu mais do que o outro. Se o grupo fosse de 21, com todos dando a mesma quantia, caberia R$ 142,85 para cada.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

DATAFOLHA: DILMA APARECE COM 38%, MAS VENCERIA NO 1º TURNO

Dilma: queda de seis pontos percentuais.

Dilma: queda de seis pontos percentuais.

As intenções de voto na presidente Dilma Rousseff registrou queda de seis pontos percentuais, segundo o Instituto Datafolha.

Enquanto em fevereiro a candidata à reeleição pontuava com 44%, na pesquisa de hoje apresenta 38%. Apesar da queda, a petista venceria no primeiro turno.

Ela aparece bem à frente de Aécio Neves (PSDB), que tem 16%, e Eduardo Campos (PSB), com 10%.

Os demais candidatos somam 6%, sendo que, entre os nanicos, quem melhor pontua é Pastor Everaldo (PSC), com 2%.

A mesma pesquisa registrou até aqui 20% de intenções de voto em branco ou nulo e 9% de quem não saberia em quem votar. O pleito ocorre em outubro.

O Instituto ouviu 2.637 pessoas em 162 municípios nos dias 2 e 3 (quarta e quinta). A margem de erro é de dois pontos percentuais. Os dados foram divulgados nesta tarde na Folha. Confira o cenário principal, com todos os pré-candidatos até aqui:

– Dilma Rousseff (PT): 38%
– Aécio Neves (PSDB): 16%
– Eduardo Campos (PSB): 10%
– Pastor Everaldo (PSC): 2%
– Denise Abreu (PTN): 1%
– Eduardo Jorge (PV): 1%
– José Maria (PSTU): 1%
– Levy Fidélix (PRTB): 1%
– Eymael (PSDC): 0%
– Mauro Iasi (PCB): 0%
– Randolfe Rodrigues (PSOL): 0%
– Brancos – nulos: 20%
– Não sabe: 9%

QUASE ALIJADO, GEDDEL SE DIZ TRAÍDO

Geddel fala em traição, segundo matéria d´A Tarde (foto Bahia Notícias).

Geddel fala em traição, segundo fontes d´A Tarde (foto Bahia Notícias).

A Tarde

A novela da definição da chapa das oposições ao governo do estado pode acabar nesta sexta, 4, com o anúncio do nome do ex-governador Paulo Souto (DEM) na cabeça, ou será empurrada até terça, uma espécie de data-limite que o condutor do processo, o prefeito ACM Neto (DEM), se impôs para divulgar quem apoiará.

Os caciques do DEM e PSDB lutam para convencer o peemedebista Geddel Vieira Lima a não lançar candidatura própria ao governo, o  que racharia as oposições. Querem Geddel na vice de Souto ou disputando o Senado, o que o ex-ministro vem se recusando a aceitar.

Pessoas que acompanham de perto o processo da escolha do candidato dizem que Geddel está muito irritado com o que considera uma traição, a escolha de Souto depois de ele ter afirmado que não disputaria a eleição de governador.

Essa recusa de Souto levou ACM Neto a informar ao peemedebista que ele seria o nome das oposições.  Geddel teria comunicado o acordo ao presidente nacional do PMDB, Michel Temer, e foi surpreendido no dia seguinte quando o ex-governador  se colocou novamente na disputa pela candidatura, picado pela mosca azul das pesquisas internas de intenção de voto que o colocam bem à frente dos outros pré-candidatos ao Palácio de Ondina. Confira n´A Tarde a matéria completa de Biaggio Talento.

ELIANA CALMON EM ITABUNA

Pré-candidata ao Senado pelo PSB, ex-ministra será palestrante em evento da OAB.

Pré-candidata ao Senado pelo PSB, ex-ministra será palestrante em evento da OAB.

A ex-ministra e ex-corregedora do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Eliana Calmon, proferirá palestra dia 16, às 19h, no auditório da FTC, em Itabuna. Pré-candidata ao Senado pelo PSB-Rede, ela vem ao sul da Bahia para abordar o papel do CNJ no controle do judiciário e no combate à corrupção na Justiça.

O evento é organizado pela subseção itabunense da OAB. Para ter acesso ao evento, o interessado deverá doar dois quilos de alimentos não perecíveis, que será destinados ao Abrigo São Francisco de Assis.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia