WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: ‘eleições 2014’

LÚCIO PROMOVE ATOS EM CANES

Almir e Lúcio cumprimenta eleitores em eventos (Foto Anderson Costa).

Almir e Lúcio (de branco) cumprimentam eleitores em eventos (Foto Anderson Costa).

Candidato à reeleição, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB) fez carreata e comício no sábado (27) em Canavieiras, acompanhado pelo prefeito Almir Melo, também do seu partido.

O prefeito peemedebista lembrou do compromisso do peemedebista com Canavieiras e combateu os deputados “copa do mundo”, que só aparecem na cidade de quatro em quatro anos para pedir votos.

Aos irmãos Vieira Lima, Almir credita a obtenção de recursos para a primeira etapa da urbanização da orla de Canavieiras, construção do Parque Esportivo e Ecológico Luiz Eduardo Magalhães, o Caminho da Fé, a reforma total da Unidade de Saúde Dr. Edmundo Lopes de Castro, num valor total de R$ 4,35 milhões.

Além de Lúcio, o prefeito de Canavieiras definiu apoio a deputado estadual (Leur Lomanto Jr.), ao Senado (Geddel Vieira Lima) e ao governo baiano (Rui Costa-PT).

AZEVEDO E O EQUÍVOCO DO TSE

Allah-GóesAllah Muniz de Góes | allah.goes@hotmail.com

O próprio MPE, com assento no TSE, emitiu parecer pugnando pelo “desprovimento do recurso”, com a consequente manutenção do acórdão do TRE-BA e o deferimento da candidatura de Azevedo a deputado estadual.

Diferentemente daquilo que alguns “especialistas” andam por aí dizendo, a candidatura do Capitão Azevedo a Deputado Estadual permanece mantida e viável, pois o indeferimento momentâneo do seu registro, que se deu através de decisão monocrática, ocorreu não por conta da suspensão de liminar obtida pela Câmara no processo que envolve as contas do Município do ano de 2011. Ocorreu, sim, em virtude da ministra Maria Thereza Rocha de Assis Moura, ter entendido que a inelegibilidade se deu pelo fato de Azevedo ter tido as suas contas de 2009 e 2010 rejeitadas, o que, absolutamente, não é a verdade, e nem corresponde ao entendimento dominante do TSE. Senão vejamos:

O Ministério Público Eleitoral da Bahia (MPE-BA), tão logo houve a solicitação de registro de candidatura de Capitão Azevedo, adentrou com pedido de impugnação, alegando que o mesmo estaria inelegível em decorrência de ter tido as suas contas, relativas aos exercícios de 2009, 2010, 2011 e 2012, rejeitadas pelo TCM-BA.

Como as contas de responsabilidade de Capitão Azevedo, relativas aos anos de 2009 e 2010, dentro do que determina a Constituição Federal, haviam sido julgadas e aprovadas pela Câmara de Vereadores, e o julgamento das contas de 2011 havia tido o seu julgamento anulado por decisão judicial da 1ª Vara da Fazenda Pública de Itabuna, o TRE-BA, por unanimidade, deferiu o registro da Candidatura de Capitão Azevedo à Deputado Estadual.

O MPE-BA recorreu desta decisão e a Câmara de Vereadores de Itabuna atravessou petição no recurso informando ter conseguido uma suspensão da liminar que anulava o julgamento das Contas de 2011 o que, em tese, reforçaria a inelegibilidade de Azevedo, pois teria as contas de 2011 reprovadas.

Ocorre que a manobra tentada pela Câmara de Vereadores se mostra tardia, pois deveria ter sido conseguida antes do deferimento do registro da candidatura de Azevedo pelo TRE-BA, pois tendo ocorrido após, conforme entendimento dominante do TSE, em nada modifica a condição de elegível do Capitão. Senão, vejamos:

:: LEIA MAIS »

NOVA PESQUISA NA BAHIA

eleições 2014O Instituto Babesp concluirá nesta segunda (29) nova pesquisa sobre a sucessão baiana. O levantamento foi encomendado pelo presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT), e afere as intenções de voto, também, para a presidência da República.

O Babesp também verifica as intenções de voto, na modalidade espontânea, para deputado estadual e deputado federal, além da corrida à vaga baiano ao Senado Federal. A previsão é de que o resultado seja publicado até a quarta (1º).

THIAGO SIMÕES E PELEGRINO FAZEM DOBRADINHA EM SALVADOR

Thiago, Pelegrino e Dr Giovanni em plenária ontem à noite (Foto Divulgação).

Thiago, Pelegrino e Dr Giovanni em plenária ontem à noite (Foto Divulgação).

O candidato a deputado estadual Thiago Simões (PSL) e o deputado federal e candidato à reeleição Nelson Pelegrino (PT) fecharam dobradinha em encontro ontem à noite, em Salvador, durante plenária que reuniu lideranças da capital baiana. A dobradinha foi costurada pelo ex-vereador Dr Giovanni, liderança do Subúrbio Ferroviário.

De acordo com Thiago e Pelegrino, a dobradinha tem como alvo Periperi, Plataforma, Ribeira e Cajazeiras. Thiago diz que as parcerias firmadas em todo o estado “mostram a credibilidade” de sua candidatura. “Isso se reflete também nessa dobradinha com um deputado como Pellegrino”.

:: LEIA MAIS »

SUL DA BAHIA PRETERIDO

Lula e Rui Costa em evento na capital baiana em junho (Foto divulgação).

Lula e Rui Costa em evento na capital baiana em junho (Foto divulgação).

O ex-presidente Lula fará a terceira visita à Bahia desde a convenção do seu partido, o PT. Mas, tudo indica, o interior do estado será preterido nesta campanha. Havia expectativa de que a estrela do partido participasse de comício em Itabuna ou Ilhéus, nesta semana, por ser a região onde o candidato ao governo baiano, Rui Costa, tem desempenho mais baixo. Não vem. Dia 1º, Lula estará, outra vez, em Salvador.

Aliás, a última visita de Lula ao sul da Bahia em atividade de campanha foi em 2000, quando o deputado federal Geraldo Simões (PT), atrás nas pesquisas, travava uma disputa dificílima contra o então prefeito Fernando Gomes. “Zé de Cuma” buscava a reeleição com o apoio do trio ACM, Paulo Souto e César Borges. Geraldo, com apoio e presença de Lula em caminhada considerada histórica, acabou eleito prefeito de Itabuna pela segunda vez.

“CLIMÃO” PARA PINHEIRO

Jaques Wagner: Pinheiro infeliz (Foto Pimenta).

Jaques Wagner: Pinheiro infeliz (Foto Pimenta).

O governador Jaques Wagner classificou, neste sábado, 27, como “”leviana” a declaração do senador Walter Pinheiro (PT-BA) à revista Veja de que correntes do PT  – “as mesmas que nacionalmente viviam se estapeando comigo por causa do mensalão” – o teriam envolvido em suposto esquema de caixa 2. Seriam recursos desviados do Fundo de Combate à Pobreza pela ONG Instituto Brasil, que tinha convênio com a secretaria estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur).

“Ele tem que dizer o nome, quem me perseguiu foi fulano, beltrano e sicrano. Generalidade para mim não tem sentido”, disse irritado o governador, admitindo que a situação de Pinheiro no partido ficou delicada. “Eu sou contra essas caças às bruxas, mas é óbvio que ficou ruim, porque ele levantou uma lebre genérica. Não gostei da declaração dele, foi infeliz”, afirmou Wagner em entrevista após inaugurar o terceiro viaduto do complexo viário Imbuí-Narandiba.

Em depoimento à Veja, o senador Walter Pinheiro disse que Dalva Sele Paiva, a ex-presidente do Instituto Brasil, pertencia à correntes do PT.

Leia mais n´A Tarde

DATAFOLHA: DILMA AUMENTA VANTAGEM E VENCERIA MARINA NO SEGUNDO TURNO

Dilma, Marina e Aécio.

Dilma amplia vantagem, Marina cai e Aécio oscila um ponto.

Agência Brasil

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (26) mostra a candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, com 40% das intenções de voto, Marina Silva, do PSB, com 27%, e Aécio Neves, do PSDB, com 18%. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo.

A vantagem de Dilma sobre Marina no primeiro turno aumentou em relação à pesquisa anterior, divulgada no dia 19, na qual Dilma aparecia com 37% e Marina com 30%. Aécio estava com  com 17% das intenções de voto.

No levantamento de hoje, os candidatos Pastor Everaldo, do PSC, Luciana Genro, do PSOL, e Eduardo Jorge, do PV, aparecem cada um com 1% das intenções. Os demais candidatos, Zé Maria, do PSTU, Eymael, do PSDC, Levy Fidelix, do PRTB, Mauro Iasi, do PCB, e Rui Costa Pimenta, do PCO, têm, juntos, 1%. Votos nulos ou brancos somam 5% e são 6% os indecisos.

SEGUNDO TURNO

De acordo com a pesquisa, na simulação de segundo turno entre Dilma e Marina, a candidata do PT alcançaria 47%, contra 43% da candidata do PSB, o que configura empate técnico considerada a margem de erro de 2 pontos percentuais. Na semana passada, Marina tinha 46% e Dilma, 44%.

Em uma possível disputa entre Dilma e Aécio, a petista venceria por 50% a 39%. Na semana passada, Dilma tinha 49% e Aécio, 39%.

REJEIÇÃO

Dilma tem 31% de rejeição; Marina, 23%; Pastor Everaldo, 22%; Aécio, 20%; Zé Maria, 17%; Levy Fidelix, 17%; Eymael, 16%; Luciana Genro, 15%; Rui Costa Pimenta, 14%; Eduardo Jorge, 13%; e Mauro Iasi, 13%.

Foram feitas 11.474 entrevistas, ontem e hoje (25 e 26), em 402 municípios. Com margem de erro de 2 pontos percentuais (para mais ou para menos) e nível de confiança de 95%, a pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-00782/2014.

CANDIDATOS AO GOVERNO BAIANO PARTICIPAM DE DEBATE NA RECORD

Da Luz, Rui Costa, Renata Mallet, Marcos Mendes, Lídice da Mata e Paulo Souto.

Da Luz, Rui Costa, Renata Mallet, Marcos Mendes, Lídice da Mata e Paulo Souto participam de debate.

Os seis candidatos ao governo baiano participam hoje, a partir das 22h40min, de debate na Record Bahia, em Salvador. O confronto envolverá Lídice da Mata (PSB), Marcos Mendes (PSOL), Paulo Souto (DEM), Renata Mallet (PSTU), Rogério da Luz (PRTB) e Rui Costa (PT).

O debate, de acordo com a Record Bahia, será mediado pela jornalista Christina Lemos, repórter especial do Jornal da Record e especializada em política.

A previsão é de que o debate dure duas horas. A atração será retransmitida pelo site R7 Bahia, Rádio Sociedade e TV Cabrália (Itabuna).

O confronto de hoje será o único, na televisão baiana, com a participação de todos os candidatos. Na Band e na TV Bahia, foi vetada a participação da candidata Renata Mallet (PSTU) porque o partido não possui representação na Câmara dos Deputados.

LULA AQUI…

Lula e o candidato ao governo, Rui Costa, durante comício em Salvador (Foto Vaner Casas/BApress).

Lula e o candidato ao governo, Rui Costa, em Salvador (Foto Vaner Casas/BApress).

São cada vez menores as chances do ex-presidente Lula participar de comício no sul da Bahia. A expectativa era grande, principalmente para quebrar o clima de “não campanha” que impera na região.

Nos dois maiores municípios sul-baianos, Ilhéus e Itabuna, aliados questionam as poucas atividades. E têm em vista qual o maior prejudicado, o candidato ao governo Rui Costa (PT). “Nem parece que temos candidatura”, afirma um aliado. “O adversário (Paulo Souto) tem volume de campanha bem maior [no sul da Bahia]. Poderá refletir bem na urna”.

IBOPE/REDE BAHIA: SOUTO TEM 43%, RUI ATINGE 27% E LÍDICE TEM 7%

Rui atinge 27%, Souto oscila para 43% e Lídice vai a 7%.

Rui atinge 27%, Souto oscila para 43% e Lídice vai a 7%.

O Ibope divulgou nova pesquisa de intenções de voto na corrida ao governo baiano. Encomendado pela Rede Bahia, o levantamento traz Paulo Souto (DEM) com 43% das intenções de voto e Rui Costa (PT) com 27%.

Na última pesquisa, Souto estava com 46% e Rui com 24%.

Lídice da Mata (PSB) saiu de 6% para 7%. Marcos Mendes (PSOL) tem 1%, assim como Renata Mallet (PSOL). Da Luz (PRTB) não pontuou.

O percentual de brancos e nulos oscilou de 10% para 11% e o de indecisos se manteve em 11%.

A pesquisa também aferiu a rejeição aos candidatos, quesito liderado pelo democrata Paulo Souto, com 26%. Rui tem 23%, Lídice aparece com 22%, Da Luz tem 21%, Marcos Mendes tem 14%, e Renata Mallet, 15%.

SEGUNDO TURNO
O Ibope também testou cenário de segundo turno entre Paulo Souto e Rui Costa. Souto vai a 46% e Rui atinge 31%.

A pesquisa ouviu 1.512 eleitores no período de 21 a 23 de setembro e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob protocolo 00763/2014. A pesquisa tem margem de erro de três pontos percentuais.

AÉCIO, MARINA E O TUCANATO

marco wense1Marco Wense

O tucanato de FHC trata a candidatura de Aécio Neves com frieza e indiferença.

Os tucanos do PSDB paulista estão cada vez mais frios e indiferentes com a candidatura de Aécio Neves à presidência da República.

Nem mesmo a melhora nas pesquisas, dando uma sobrevida ao candidato, fazendo renascer a esperança do ex-governador (MG) ir para um segundo turno, sensibilizou o tucanato de FHC.

Pela Vox Populi, divulgada na última terça-feira (23) pela TV Record e pelo conceituado jornal Valor Econômico, a diferença entre Marina Silva e Aécio é de apenas cinco pontos (veja aqui).

A ex-ministra do Meio Ambiente do então governo Lula caiu de 27% para 22%. O tucano subiu dois pontos, de 15% para 17%. A presidente Dilma Rousseff, que busca o segundo mandato, saiu de 36% para 40%.

Aliás, a marca do tucanato paulista sempre foi o da frieza diante dos fatos. Essa turma é de uma insensibilidade inominável. E olhe que Aécio é um tucano de plumagens exóticas, não é um tucano qualquer.

Aécio Neves (PSDB).

Aécio Neves em Itabuna (Foto Pimenta).

Aécio sabe de tudo. Não é nenhum neófito nas artes da política e, muito menos, marinheiro de primeira viagem. O melhor caminho é o de ficar parecendo que não sabe de nada.

Milhões de “santinhos” serão distribuídos com a foto de Geraldo Alckmin, candidato ao Palácio dos Bandeirantes (reeleição), com a ambientalista Marina Silva (PSB).

Marina já autorizou a dobradinha, digamos, tucano-socialista. Alckmin, por sua vez, se faz de desentendido. Farinha pouca meu pirão primeiro. O “companheiro” Aécio que se dane.

O engraçado é que Marina descartava, de maneira até radical, qualquer possibilidade de aproximação com Geraldo Alckmin. Quando o assunto era o PSDB, a ex-petista só colocava José Serra na lista dos bons tucanos.

Marina, em nome da “nova política”, despreza os partidos políticos, chega até a satanizá-los. Acha que pode governar negociando com cada parlamentar. Vai ser um Deus nos acuda. Um varejão.

Só resta ao candidato Aécio Neves esperar o fim do processo sucessório. O troco fica para 2018, já que Alckmin é candidato ao Palácio do Planalto. É bom lembrar que Aécio é mineiro. É mineirinho.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

BABESP APONTA SEGUNDO TURNO NA BAHIA

Rui Costa, Paulo Souto e Lídice da Mata: 28%, 37% e 9% em pesquisa.

Rui Costa, Paulo Souto e Lídice da Mata: 28%, 37% e 9% em pesquisa.

Nova pesquisa do Instituto Babesp aponta que a eleição na Bahia poderá ser decidida apenas no segundo turno. Levantamento feito de 16 a 21 de setembro traz Paulo Souto (DEM) com 37%, Rui Costa (PT) com 28% e Lídice da Mata (PSB) com 9%.

O percentual dos candidatos Renata Mallet (PSTU), Marcos Mendes (PSOL) e Da Luz (PRTB) não foi divulgado. Como a soma dos candidatos Rui e Lídice dá, exatamente, o percentual de Souto (37%), haveria segundo turno, levando-se em conta intenções de voto nos demais adversários.

Na modalidade espontânea, Souto aparece com 20,1% e Rui com 14%. Lídice tem 2,1%, segundo o Babesp.

SEGUNDO TURNO

O instituto testou cenário de segundo turno entre Paulo Souto e Rui Costa. O democrata venceria por 42% a 36%.

O Babesp também aferiu intenções de voto à disputa presidencial. Dilma Rousseff (PT) aparece com 53% e Marina Silva (PSB) com 26%. Aécio Neves (PSDB) atinge 10%. Pastor Everaldo (PSC) soma 1%, enquanto Luciana Genro, Rui Pimenta e Eduardo Jorge têm, cada um, menos de 1%.

A pesquisa ouviu 2 mil eleitores e foi registrada sob protocolo BA-00021/2014.

REUNIÃO DE EMERGÊNCIA

azevedoelbigodonIntegrantes da campanha de Capitão Azevedo (DEM) estão reunidos, neste momento, no Alto Mirante. A reunião de emergência busca saída de emergência diante da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de deixá-lo de fora da disputa eleitoral.

Por enquanto, o alívio para Azevedo é que a decisão da ministra Maria Thereza Moura não determinou a imediata suspensão da campanha. Advogados avaliam que, dificilmente, Azevedo reverterá a decisão. Agora, ele terá de apelar ao plenário do TSE.

 

DATAFOLHA: DILMA ATINGE 37%, MARINA CAI PARA 30% E AÉCIO APARECE COM 17%

Dilma tem 37% contra 30% de Marina e 17% de Aécio em nova Datafolha.

Dilma tem 37% contra 30% de Marina e 17% de Aécio em nova Datafolha.

Pesquisa Datafolha, encomendada pela Folha de São Paulo, mostra a presidente Dilma Rousseff (PT) sete pontos à frente de Marina Silva (PSB): 37% a 30%. É a maior vantagem obtida pela candidata à reeleição. O instituto foi a campo nos na quarta e ontem (dias 17 e 18).

Dilma oscilou de 36% para 37%, enquanto Marina caiu de 33% para 30%, segundo o instituto. Aécio Neves (PSDB) apresentou leve melhora. Saiu de 15% para 17% em relação à pesquisa feita nos dias 8 e 9 de setembro.

Neste cenário, os demais candidatos somam 3% das intenções de voto, sendo 1% para Pastor Everaldo (PSC) e 1% para Eduardo Jorge (PV). O percentual de indecisos atingiu 7% e o de brancos e nulos foi a 6%.

SEGUNDO TURNO
A pesquisa também testou dois cenários para o segundo turno. No embate Marina x Dilma, a candidata do PSB aparece com 46%, enquanto Dilma tem 44%.

A vantagem de Marina, que era de 10 pontos no final de agosto, agora caiu para 2, justamente a margem de erro do levantamento é 2 pontos percentuais, configurando empate técnico.

O confronto de Dilma com Aécio revela a presidente à frente do tucano: 49% a 39%, mas era 48% a 40% no final de agosto e 49% a 38% no período 8 e 9 de setembro. Já em cenário Marina contra Aécio, ela teria 54% a 35%. A diferença já foi maior: 54% a 30%.

REJEIÇÃO
O Datafolha também aferiu a rejeição aos candidatos. Dilma é rejeitada por 33% dos eleitores, Marina por 22% e Aécio por 21%. O percentual negativo de Marina dobrou em pouco mais de um mês. Era 11% no período 14-15 de agosto.

EM ITABUNA, AÉCIO CRITICA “FUGA DE EMPREGOS” E “APARELHAMENTO DA MÁQUINA”

Aécio critica condução econômica e corrupção (Foto Pimenta).

Aécio critica condução econômica e corrupção (Foto Pimenta).

O presidenciável tucano Aécio Neves encerrou a sua rápida visita a Itabuna, no sul da Bahia, hoje (18), com um discurso crítico à condução da economia brasileira e à corrupção. Ele enxerga “recessão na economia e fuga de empregos” no país.

O candidato do PSDB também fez críticas à corrupção no governo central. “Há movimentação na sociedade brasileira de que o que está aí não dá mais”, disse, para completar: “chegou a hora da virada”. Aécio é o terceiro na disputa presidencial, atrás de Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB).

O tucano seguiu a linha de discurso do prefeito de Salvador, ACM Neto, que conclamou os eleitores democratas e tucanos a “varrer o PT da Bahia e do Brasil”. Já Aécio, disse que o eleitor deveria ajudar Souto a tirar o Partido dos Trabalhadores do comando do governo baiano. “E me ajudem a tirar o PT do Brasil”.

Aécio citou Antônio Carlos Magalhães, Tancredo Neves e Jorge Amado em seu discurso. Lembrou do avô, Tancredo, e de ACM para dizer, repetindo o ex-senador baiano, que “na Bahia não se aceita canga (cangalha) de ninguém”. Era um estocada na campanha  casadinha petista Rui Costa-Dilma Rousseff.

SUCO DE CACAU

A visita rápida começou por volta das 11h30min, quando desembarcou em um heliponto às margens da rodovia que liga Ilhéus a Itabuna. Chegou ao Jardim do Ó, concentração para a caminhada, por volta das 11h50min.

O comício em cima de um trio elétrico durou pouco mais de vinte minutos. Falaram apenas ACM Neto, Paulo Souto (candidato ao governo baiano pelo DEM), Geddel Vieira Lima (candidato ao Senado pelo PMDB) e Aécio.

Logo após os discursos, o presidenciável tucano parou em uma lanchonete em frente à Praça Adami para tomar um suco de cacau preparado pela lenda Aldo Santos Cerqueira. De graça. Após a bebida, saudou eleitores e partiu em uma van, acompanhado da chapa majoritária e alguns candidatos a deputado.

PARA NILO, RUI VENCE NO PRIMEIRO TURNO

Marcelo Nilo, de camisa clara, durante carreata em Buerarema, ontem.

Ao lado de João Bacelar, Elio Almeida e Guima Barreto, Nilo (dir.) participa de carreata.

O deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT), crê em vitória de Rui Costa (PT) ainda em primeiro turno. O deputado conversou com o PIMENTA durante visita a Buerarema, ontem. A sua crença está baseada, segundo ele, no crescimento do candidato ao governo baiano nas recentes pesquisas e na resposta das ruas.

A Babesp, também conhecida como DataNilo, trouxe, na semana passada, Rui com 27% das intenções de voto, enquanto no Ibope o petista teve crescimento de nove pontos percentuais.

A situação é de empate técnico quando os nomes dos candidatos ao governo são vinculados aos apoios nacionais. Rui salta para 32% com Lula e Dilma e Paulo Souto aparece com 37%, na Babesp, ao obter apoio de Aécio Neves e ACM Neto.

Além da pesquisa, outro parâmetro, diz Nilo, é a rua. Para ele, a campanha petista tem conseguido mobilizar as massas em várias regiões do estado, embora reconheça dificuldades no Sul da Bahia. Nilo ainda aposta em vitória de Otto Alencar. “Historicamente, desde os anos 60, o governador eleito faz o senador”, observa.

PRESIDÊNCIA DA ASSEMBLEIA

Nilo também falou da disputa à Assembleia Legislativa. “Estou trabalhando, andando muito. Estou em 51 municípios, temos Buerarema aqui no Sul da Bahia”, disse.

O deputado diz ser difícil, mas afirma trabalhar para repetir a votação de 2010, quando obteve mais de 140 mil votos. O parlamentar não descarta disputar, pela quinta vez consecutiva, a presidência da Assembleia, algo ainda mais real caso o PT ganhe a disputa ao governo baiano.

SOUTO DIZ QUE “AXÉ DA BAHIA” LEVARÁ AÉCIO AO SEGUNDO TURNO

Geddel, Souto e Aécio estarão em Itabuna amanhã (Foto Valter Pontes/CPhoto).

Geddel, Souto e Aécio estarão em Itabuna amanhã (Foto Valter Pontes/CPhoto).

O ex-governador Paulo Souto, candidato ao Palácio de Ondina pela quinta vez, disse hoje que o “axé da Bahia” pode ajudar Aécio Neves (PSDB) a chegar à presidência da República.

– Já se percebe o crescimento de Aécio na preferência dos baianos e vamos, nesta reta final, trabalhar para garantir a presença dele no segundo turno. Com o axé da Bahia, ele chega lá – disse o candidato ao governo baiano pelo DEM.

Aécio estará em Itabuna nesta quinta (18), às 10 horas, onde participa de caminhada ao lado de Souto, de Geddel Vieira Lima (PMDB), candidato ao senado, e do prefeito de Salvador, ACM Neto.

O quarteto caminhará pela Avenida do Cinquentenário. Ao meio-dia, o tucano retorna para o Sudeste.

Aécio já havia programado atividade em Itabuna em agosto. Após marcar para o dia 16, adiou para 23 do mês passado, mas acabou restringindo sua visita à Bahia apenas a Salvador, quando lançou o programa Nordeste Forte.

O tucano chega em Itabuna em meio a uma polêmica envolvendo o peemedebista Geddel Vieira Lima, que entrou na justiça para que não tivesse seu nome vinculado a Aécio. A reação foi contra o programa do adversário, Otto Alencar (PSD).








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia