WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate






alba










junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias






:: ‘Eleições’

PC DO B, WENCESLAU E DAVIDSON

Marco Wense

 

A cúpula comunista acredita que no decorrer do processo eleitoral, Davidson possa crescer mais do que o vereador Wenceslau Júnior.

 

Quando o assunto é a sucessão municipal de Itabuna, o comando estadual do PCdoB prefere Davidson Magalhães, ex-candidato a prefeito e diretor-presidente da Bahiagás.

A cúpula comunista acredita que no decorrer do processo eleitoral, na efervescência dos debates, Davidson possa crescer mais do que o vereador Wenceslau Júnior.

Para não criar nenhum tipo de problema, a preferência por Davidson Magalhães é conduzida com muito cuidado, já que Wenceslau é tido como uma boa opção do PCdoB para 2012.

Outro detalhe é que Davidson é mais exigente do que Wenceslau. Para sair candidato, o homem forte da Bahiagás, além do apoio do PDT, PRB, PSC e o PV, quer o PMDB e o PP.

 

ONDE MORA JOSIAS?

O PT de Ilhéus, agora na defesa implacável do governo Newton Lima, está dividido em relação ao candidato do partido para a disputa do Palácio Paranaguá.

De um lado, os petistas ligados a Alysson Mendonça, secretário de Planejamento. Do outro, os josianistas defensores do prefeiturável Josias Gomes.

A maioria do eleitorado, segundo matéria da jornalista Ana Cristina, na edição de A Tarde (1/11/2011), quer um candidato nascido em Ilhéus e com residência na cidade.

O deputado Geraldo Simões, que trabalha pela candidatura de Alysson, sabe muito bem do estrago que essa pergunta fez na campanha do então candidato Ubaldo Dantas. Onde mora Ubaldo?

É bom lembrar que Ubaldo Dantas, mesmo considerado como um dos melhores prefeito de Itabuna, foi derrotado na sua tentativa de governar a cidade pela segunda vez.

O maior adversário de Josias Gomes não é Jabes Ribeiro e, muito menos, o PP. É o PT versus PT. É o PT que vibra com a pergunta: onde mora Josias?

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

CANDIDATOS TÊM ATÉ SEXTA PARA MUDAR DOMICÍLIO

Do site Última Instância:

Faltam quatro dias para que aqueles que pretendem concorrer nas Eleições 2012 fixem seu domicílio eleitoral no município em que têm a intenção de se candidatar a prefeito, vice-prefeito ou vereador. Essa é uma das exigências da Lei das Eleições (Lei 9.504/1997) para o registro da candidatura, assim como a filiação partidária.

No momento do pedido de registro da candidatura, o partido deve provar que os seus candidatos estavam pelo menos desde o dia 7 de outubro de 2011 com domicílio eleitoral no município em que pretendem concorrer, conforme o artigo 9º da Lei das Eleições. Essa data equivale a exatamente um ano antes do primeiro turno das próximas eleições municipais.

De acordo com a área de estatística do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), nas Eleições 2008, a Corte recebeu 43 processos questionando a comprovação do domicílio eleitoral de pré-candidatos. Em 2010, foram 11 recursos sobre o tema. Sem essa comprovação de domicílio eleitoral, o pedido de registro de candidatura é negado pela Justiça Eleitoral. Os recursos, contra decisões dos tribunais regionais eleitorais, eram tanto de candidatos quanto de adversários ou do Ministério Público.

Leia mais.

REFLEXÕES SOBRE POLÍTICA E SOCIEDADE: O CASO DE BUERAREMA

Rafael Moreira | gama.moreira@hotmail.com

O que vemos são núcleos que buscam atender a interesses específicos e que direcionam as suas ações para rumos variados.

A imponência do Jequitibá no alto da serra suscita na memória do cidadão de macuco as mais honrosas lembranças de um povo batalhador, humilde e que ao longo dos seus dias tem pautado sua vida no exercício contínuo do trabalho, da amizade e da honestidade.

A impotência frente aos desmandos políticos, da corrupção e da marcante presença da incompetência na gestão da coisa pública no município, forma no imaginário do cidadão comum, honesto e trabalhador, a sensação de que os “ratos que povoam os órgãos públicos” são, de fato, imunes aos ditames da lei.

Buerarema vive um período de confusão política e social (afirmamos ser um período, tendo em vista que a atual dinâmica política do município se arrasta a um número considerável de anos). Fato que, se observado positivamente, poderia se tornar o combustível emoliente para a formação de uma corrente de verdadeiros munícipes (agricultores, artistas, comerciante e comerciários, educadores, profissionais da saúde, advogados, empresários, estudantes, entre outros) em busca de uma solução imediata ao emaranhado de escândalos e descasos que tem sido a tônica daqueles que pela prefeitura municipal tem passado.

Porém, não é isso que percebemos. O que vemos são núcleos que buscam atender a interesses específicos e que direcionam as suas ações para rumos variados, fragilizando assim a maior das armas de um povo: a unidade na busca pelos seus ideais. Dizemos unidade para não dizermos unanimidade, pois a pluralidade é elemento básico nas sociedades ditas democráticas, no entanto, mesmo a pluralidade está a serviço de um ideal comum que é a melhoria na qualidade de vida da população.

Em nome de interesses de ordem econômica e/ou política percebemos que o foco da atenção se desvirtua e a comunidade continua a sofrer com o ininterrupto declínio dos serviços que lhes são oferecidos. Ou o leitor acredita que se oferecem serviços de qualidade quando os servidores encontram suas dispensas vazias e suas contas em atraso? Salário em dia é sinal de respeito ao trabalhador, isso para não falar em lei.

Continuo a indagar se o leitor acredita que os serviços básicos como educação e saúde podem ser prestados com a qualidade que merece o cidadão, quando os servidores presenciam colegas serem perseguidos e arbitrariamente julgados e condenados, mesmo que em foros inadequados e sem os ritos dignos da democracia, pelo fato de discordarem do atual modelo de gestão implantado pela corrente política que conduz as ações da prefeitura municipal.

Ou ainda, você se sentiria mais ou menos confortável em saber que as crianças de sua cidade, uma delas poderia ser seu filho, faz o seu lanche com merenda estragada, vencida e com insetos, apenas pelo fato de que os servidores são coagidos pela administração a não efetuarem as denúncias?

:: LEIA MAIS »

O PT ESTÁ COM NEWTON, MAS PODE CAIR NO COLO DE JABES

Walmir Rosário | wallalw1111@gmail.com

 

Os argumentos utilizados pelos “caciques” petistas são frágeis e não se sustentam numa simples plenária realizada com a base ilheense.

 

O Partido dos Trabalhadores (o PT ilheense) está numa sinuca de bico. Desempenha uma missão política, mas pode ser que não tenha como entregar a mercadoria faturada: o apoio ao candidato à sucessão do prefeito Newton Lima. É bem verdade que os petistas abandonam um projeto sem pestanejar caso ordens superiores determinem. “Somos soldados do partido”, costumam explicar.

Desta vez não será muito diferente, apesar dos projetos que dormem nas gavetas de militantes e pretendentes ao cargo de autoridade máxima do município. Eles foram pensados, repensados e elaborados com muitas discussões, contudo, raramente poderão ser executados, por culpa pura e simples dos próprios petistas.

Simplesmente o nome tido e havido como o ideal para ganhar uma eleição “pulou fora do barco” e não admite, sob qualquer hipótese, emprestar seu nome à empreitada: ser candidato a prefeito de Ilhéus. O nome do desistente: Josias Gomes, deputado federal e líder da corrente maioral do PT ilheense, que antes da eleição chegou a alimentar essa esperança, transferindo seu domicílio eleitoral para Ilhéus.

Agora, com as benesses que o cargo lhe dispensa, agraciado que é como um dos representantes, ou “homens de ouro” do todo-poderoso José Dirceu, não admite, sequer, discutir intramuros essa possibilidade. Para ele, simplesmente, melhor seria embarcar num chamado “projeto B”, mantendo os “companheiros” nos cargos disponíveis da administração municipal.

:: LEIA MAIS »

QUEM QUER FICAR COM NEWTON?

"Ninguém me ama, ninguém me quer..."

Não é à toa que os partidos ocupantes de cargos no governo Newton Lima fazem contorcionismo para explicar sua situação política. Todos alegam que, apesar de integrar a gestão, não têm compromisso de seguir as diretrizes do líder no processo sucessório.

Aliás, Newton Lima não se comporta como líder e faz que não ouve as declarações de aliados, indicativas de que há fidelidade aos cargos, mas não ao dono da caneta, e que em 2012 eles querem distância do administrador apático, lento e sem apetite para o exercício do poder.

A resistência a qualquer identificação com o prefeito ganhou outro forte motivo. Pesquisa encomendada pelo Governo do Estado para conferir a situação dos gestores das maiores cidades baianas confirmou o que todos já desconfiavam: Newton Lima ostenta o maior índice de rejeição entre todos os prefeitos avaliados.

DENÚNCIA DE FAVORECIMENTO NA UESC

Apesar do ambiente “superior”, eleição para reitoria de universidade também tem alguns ingredientes típicos dos sufrágios comuns, a exemplo de desvios, uso da máquina em favor ou desfavor de determinado candidato, denúncias e outros bafafás…

Na disputa pela reitoria da Uesc, os candidatos que combatem o status quo reclamam de que o atual reitor Joaquim Bastos tem dado uma mãozinha a sua candidata, a atual vice-reitora Adélia Pinheiro. Um dos instrumentos utilizados com esse objetivo seria o informativo interno da universidade.

Em sua página 8, a última edição do informativo aborda a eleição uesquiana, mas não cita os professores Mayana Brandão e Valter Silva, candidatos ao cargo de reitor. O único nome citado é o da professora Adélia, que teve direito até a uma pequena biografia publicada no jornalzinho.

Quem pode, pode…

DILMA NA MÃO DO PT E DO PMDB

Da Folha:

A presidente Dilma Rousseff “fica na mão” de decisões tomadas por PT e PMDB no Congresso, afirmou o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), nesta quarta-feira (24). “Ela está absolutamente condicionada a decisões que PT e PMDB tomem”, disse.

Para o governador, Dilma resolverá o problema se estabelecer “contrapontos” e colocar o PMDB “no seu devido lugar”. Gomes sugere que a petista fortaleça o PSB, o PDT e o PC do B. Ele chama essas siglas de “terceira força”.

O político falou sobre o governo Dilma no programa “Poder e Política – Entrevista”, conduzido pelo jornalista Fernando Rodrigues no estúdio do Grupo Folha em Brasília. O projeto é uma parceria do UOL e da Folha.

Na entrevista, Cid Gomes ainda defendeu o presidente do Senado, José Sarney (PMDB), que usou helicóptero da Polícia Militar do Maranhão em viagem particular. Ele também revelou pretensão de lançar o irmão mais velho, Ciro Gomes (PSB-CE), como candidato ao Senado em 2014.

Clique aqui para ler toda a entrevista.

OAB DEBATE DIREITO ELEITORAL

A subseção itabunense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), promove nesta terça-feira, 24, das 18 às 22 horas, no auditório da FTC, o Ciclo de Debates sobre Direito Eleitoral, abordando ainda a reforma política e as eleições 2012. Os debatedores serão o advogado Osias Ernesto Lopes e os magistrados Érico Araújo Bastos, da 28ª zona eleitoral de Itabuna, e Antônio Hygino, da 5ª Vara Cível desta comarca.

As inscrições podem ser feitas gratuitamente, pelo telefone (73) 3613-1892 ou pelo email itabuna@oab-ba.org.br.

TOFFOLI QUER FIM DE DOAÇÃO DE PJ A CANDIDATOS

O ministro José Antônio Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, levará para a comissão de reforma do Código Eleitoral do Senado a proposta de acabar com doações de pessoas jurídicas para campanhas eleitorais.

Toffoli preside a comissão de juristas criada pelo presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), para reformular o Código Eleitoral, e pretende debater com colegas a legitimidade de pessoas jurídicas contribuírem com candidatos e partidos.

No entendimento do ministro, as empresas não deveriam fazer doações aos candidatos. “Defendo a impossibilidade das pessoas jurídicas contribuírem. A pessoa jurídica não vota. Por que ela pode ser partícipe do processo eleitoral?”, questiona. Informações da Folha

LEI DA FICHA LIMPA DEVERÁ VALER EM 2012

Depois de ter concluído que os políticos fichas sujas tinham o direito de concorrer na eleição do ano passado, o Supremo Tribunal Federal (STF) deverá agora dar o aval para que a Lei da Ficha Limpa impeça as candidaturas a partir de 2012. A maioria dos ministros do Supremo já se posicionou abertamente ou de forma reservada a favor da entrada em vigor da lei como forma de moralizar os costumes políticos no Brasil.

O STF deverá se manifestar sobre a polêmica lei durante o julgamento de ações do PPS e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O PPS protocolou na terça-feira uma ação declaratória de constitucionalidade (ADC). A OAB promete entregar o seu pedido na próxima semana. Caberá ao ministro calouro do Supremo, Luiz Fux, o papel de relator do caso.

Leia texto completo no Estadão.

100 MIL ELEITORES PODEM TER TÍTULO CANCELADO

Termina nesta quinta-feira, dia 14, o prazo para que os eleitores que deixaram votar nas três últimas eleições regularizem sua situação. Para justificar as ausências, o cidadão deve comparecer ao cartório no qual está inscrito e apresentar o título  ou algum documento original com foto. É necessário ainda pagar uma multa no valor de R$ 9,00.

Na Bahia, 104.507 eleitores estão sob ameaça de ter o título cancelado, caso deixem de se apresentar à justiça eleitoral. O cancelamento implica na impossibilidade de obter documentos como passaporte ou carteira de identidade, além de não poder ser nomeado para função pública, entre outras punições.

Para saber a situação de seu título eleitoral, acesse o site do TSE (www.tse.jus.br), clique em “Serviços ao Eleitor”  e em seguida no botão “Situação Eleitoral”.

APROVADO O FINANCIAMENTO PÚBLICO DE CAMPANHAS

Em votação realizada nesta terça-feira, 5, a comissão do Senado que trata sobre a reforma política aprovou o financiamento público das campanhas eleitorais. Pela proposta, os candidatos ficarão proibidos de receber doações de recursos de entes privados.

Para virar lei, a matéria ainda precisa ser votada nos plenários da Câmara e do Senado.

CENÁRIO ELEITORAL EM ILHÉUS

Pesquisa feita há menos de dez dias em Ilhéus, pela empresa Compasso, deixa o cenário totalmente aberto quando os eleitores são questionados sobre em quem pretendem votar para prefeito em 2012. Quando não lhe é apresentada uma lista, o ilheense fica simplesmente perdido.

Nada menos que 77,2% não sabem em quem votar, não responderam ou estão indecisos.

FICHA LIMPA SÓ A PARTIR DE 2012

Voto do ministro Luiz Fux desempatou contra a validade da lei para as eleições do ano passado

Do G1:

Por 6 votos a 5, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (23) que a Lei da Ficha Limpa não deveria ter sido aplicada às eleições do ano passado. A norma, que barra a candidatura de políticos condenados por decisões de colegiados, entrou em vigor em junho de 2010, e, com a decisão, tem seus efeitos adiados para as eleições de 2012.

Nesta quarta, os ministros julgaram recurso do ex-secretário municipal de Uberlândia Leonídio Bouças (PMDB-MG), condenado pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) por improbidade administrativa. Bouças teve o registro de candidato deputado estadual negado pela Justiça Eleitoral com base na lei e recorreu ao Supremo.

A maioria dos ministros do STF entendeu que a lei interferiu no processo eleitoral de 2010 e não poderia ser aplicada em uma eleição marcada para o mesmo ano de sua publicação.

STF DETERMINA POSSE DE SUPLENTE DE COLIGAÇÃO

Da Folha

Pela primeira vez, o STF (Supremo Tribunal Federal) determinou nesta quinta-feira a posse de um suplente da coligação e não do partido em vaga aberta na Câmara dos Deputados. O ministro Ricardo Lewandowski negou pedido de liminar do suplente Wagner Guimarães (PMDB-GO) para assumir a vaga de Thiago Peixoto (PMDB-GO), que deixou a Casa para ser secretário de Educação de Goiás.

A decisão do ministro, no entanto, não surpreende. Presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Lewandowski já se posicionou publicamente a favor da substituição do suplente da coligação e não do partido como outros colegas têm determinado em análise de casos semelhantes. Segundo o ministro, não se aplica a regra de que o mandato pertence aos partidos na substituição dos deputados.

Lewandowski justifica ainda que, pelo sistema eleitoral brasileiro, a formação de listas de eleitos e suplentes é feita a partir dos candidatos mais votados e apresentados por determinada coligação.

DOURADO É NOME DE CONSENSO NA AMURC; ADROALDO TENTARÁ CARGO NA UPB

Dourado, Moacyr e Adroaldo: consenso na Amurc (Foto Gilvan Rodrigues).

Acabou rolando consenso na disputa pela presidência da Associação dos Municípios do Sul, Extremo-Sul e Sudoeste da Bahia (Amurc). O prefeito de Itororó, Adroaldo Almeida, almejava assumir o comando da entidade, mas abriu mão em favor de Cláudio Dourado, prefeito de Ibicuí. A eleição está marcada para o dia 31.

Dourado fechou apoio a  Adroaldo Almeida para ocupar um cargo na diretoria executiva da União dos Municípios da Bahia (UPB). Outro nome da Amurc para a diretoria da UPB é o do atual presidente, Moacyr Leite (prefeito de Uruçuca). O consenso na Amurc – e a disputa por duas vagas na UPB – foi antecipado pelo PIMENTA no último final de semana (relembre).

A MÃOZINHA RECEBIDA POR ÂNGELA SOUSA

De olhar agudo e faro apuradíssimo, o procurador e blogueiro Israel Nunes investigou as doações de campanha recebidas pela deputada estadual Ângela Sousa. E constatou que a parlamentar obteve recursos de empresas que fornecem produtos à Secretaria da Assistência Social de Ilhéus

Como se sabe, a Secretaria é da cota da deputada no goveno ilheense e até pouco tempo a pasta estava sob o comando do contabilista Augusto Macedo, homem da mais estrita confiança de Ângela Sousa. Recentemente, ele foi afastado do cargo, sob acusação de desvio de recursos.

Em seu blog, o procurador divulga os nomes das empresas e também das pessoas físicas que figuram como doadores da campanha da deputada. Entre os beneméritos, um dos que despontam é o próprio Macedo.

Confira.

COMUNISTAS QUEREM TER CANDIDATO EM ITABUNA

Militantes do PCdoB se reúnem nesta sexta-feira, 19  a partir das 18 horas, na Câmara de Vereadores de Itabuna. O objetivo é avaliar o resultado das últimas eleições e já começar a discutir qual será a postura do partido em 2012, quando acontece a sucessão municipal.

A pretensão dos comunistas é ter candidatos a prefeito em diversos municípios baianos e Itabuna é um deles. Na maior cidade do sul do Estado, o nome poderá ser o do vereador Wenceslau Júnior, que por pouco não se elegeu deputado estadual este ano, ou Davidson Magalhães, diretor-presidente da Bahiagás. Ambos estarão presentes na reunião desta sexta. Além deles, também estará no encontro o presidente do diretório estadual da legenda, Daniel Almeida.

Não é demais lembrar que em anos anteriores o PCdoB fez o mesmo ensaio em Itabuna, mas na “hora H” acabou aceitando apoiar o candidato indicado pelo PT.

WAGNER, DILMA E O SEGUNDO TURNO

O governador Jaques Wagner feliz. Ele quer aumentar em até dez pontos percentuais a votação que a presidenciável e amiga Dilma Rousseff (PT) obteve na Bahia no primeiro turno, quando saiu das urnas com 62% dos votos válidos por aqui. A julgar pelos últimos números, não está distante da meta.

Pesquisas de consumo interno dão à petista praticamente três quartos dos votos (algo como 74% dos votos válidos) em Salvador, sendo que, no interior, fica seis pontos abaixo, mas seis pontos e meio acima do que obteve nas urnas no estado no dia 3 (62%)

Detalhe: o Ibope tem feito pesquisas a cada três, quatro dias por aqui e em outros três dos principais colégios eleitorais do país.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia