WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe
nota premiada prefeitura ilheus





janeiro 2019
D S T Q Q S S
« dez    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: ‘emprego’

CARREFOUR INICIA CONTRATAÇÕES EM ILHÉUS E ITABUNA

O Atacadão-Carrefour iniciou a fase de contratação de funcionários para a loja que será inaugurada no quilômetro 24 da rodovia Ilhéus-Itabuna.

A rede vai oferecer 400 vagas na loja grapiúna, mas as primeiras contratações são para analista de recursos humanos, líderes de setores, de frente de loja e de perecíveis, além de técnicos em manutenção e refrigeração. Os candidatos devem possuir, no mínimo, curso superior incompleto.

O candidato à vaga deve procurar a unidade do SineBahia em Ilhéus, na rua Eustáquio Bastos, no SAC de Ilhéus. São exigidos RG, CPF, Carteira de Trabalho e os comprovantes de residência, escolaridade e de outras experiências.

EMPREGO: SITUAÇÃO É DIFERENTE EM ILHÉUS

Enquanto o município vizinho patina, Ilhéus mostra recuperação quanto o quesito analisado é a geração de novos empregos. Foram 327 novos postos de trabalho abertos em 2010, sendo 137 em fevereiro.

Os números positivos podem ser creditados ao setor industrial. No mês passado, as indústrias instaladas na Terra de Gabriela geraram 144 novos empregos (214 admissões contra 70 demissões).

O resultado de fevereiro não foi melhor por conta da área de serviços, que registrou baixa de 80 postos de trabalho. Os cortes são comuns nesse período devido à vocação turística da cidade e a proximidade do fim da alta estação.

Outros setores, como administração pública, construção civil e comércio, apresentaram números positivos. Juntos, criaram 52 novos empregos.

EMPREGO: ITABUNA TEM SALDO ZERO EM JANEIRO

Contrariando as estatísticas regionais e baiana, Itabuna registrou saldo zero na geração de empregos no primeiro mês do ano. De acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego, a economia local contratou 823 trabalhadores com carteira assinada em janeiro, exatamente igual ao número de demitidos.

Os setores de agropecuária e serviços são os responsáveis diretos pelo índice zero de emprego: ambos demitiram mais que contrataram. Cada um eliminou 19 vagas.

A boa notícia é que o setor de construção civil voltou a empregar, com a criação de 28 novas vagas. O comércio abriu outras 11 (resultado da admissão de 256 comerciários ante 245 demitidos).

ILHÉUS TEM SALDO POSITIVO

O cenário foi um pouco diferente em Ilhéus, onde o conjunto da economia gerou 194 novas vagas. Os setores de comércio (53 novos postos), administração pública (54) e de serviço (67 novas vagas) puxaram o saldo para cima.

Apenas as áreas de agropecuária (-13) e construção civil (-10) cortaram vagas no mês passado. No mês passado, foram contratados 683 trabalhadores com carteira assinada e outros 489 foram demitidos em Ilhéus, informa o Ministério do Trabalho e Emprego.

Em janeiro, a Bahia gerou 14.424 novos empregos. A construção civil e o setor de serviços lideraram as estatísticas com a abertura de 4.029 e 3.972 postos de trabalho, respectivamente.

LUZ PARA TODOS OFERECE 550 EMPREGO NA BA

Do Correio

O Programa Luz para Todos, do Governo Federal, está abrindo um total de 550 empregos nas regiões de Valença e Itamaraju, localizados no sul da Bahia. Os candidatos podem procurar o Sine-Bahia para inscrição.

Praticamente todas as oportunidades estão ligadas à área técnica, com destaque para as funções de eletricista NR10 e auxiliar de elétrica, que juntas estão disponibilizando 370 vagas. Os requisitos são comuns às duas ocupações: ensino médio, curso técnico na área, vivencia anterior na função e disponibilidade de viagem.

Para motoristas de guincho-munk, com experiência na carteira e habilitação categoria E, ainda existem outras 85 ofertas. Devido ao grande volume de vagas com um perfil muito específico, na área elétrica, a empresa terceirizada responsável pela execução do projeto está flexibilizando a exigência da experiência em carteira. Os candidatos mais aptos, que não possuir essa comprovação, receberão treinamento oferecido pela Coelba.

:: LEIA MAIS »

EMPREGO: ITABUNA FECHA DEZEMBRO NO VERMELHO

Itabuna registra queda no emprego em dezembro.

Itabuna registra queda no emprego em dezembro.

A indústria puxou para baixo os indicadores do emprego em Itabuna no último mês de 2009. Levantamento do Pimenta no site do Ministério do Trabalho e Emprego revela que o setor cortou 266 vagas em dezembro, quando contratou 43 trabalhadores e demitiu 314.

Setor que liderou as contratações até meados de 2009, a construção civil fechou o mês de dezembro no vermelho, quando contratou 18 operários e demitiu 59. Quem ‘salvou’ o mês foram os setores de serviços e comércio. Ambos, geraram 41 novas vagas, juntos.

Quando computados todos os setores da economia, o saldo de empregos em dezembro foi negativo, com o corte de 266 postos de trabalho. Apesar do mês “vermelho”, o município fechou 2009 com um saldo de 1.079 novos empregos, puxados pelos setores de serviço e construção civil.

ILHÉUS GERA 255 EMPREGOS

A vizinha Ilhéus caminhou em ritmo contrário ao de Itabuna e registrou abertura de 225 novas vagas no mercado de trabalho no mês passado. Em 2009, a cidade abriu 513 novos postos.

O bom resultado em dezembro teve como principais responsáveis os setores de comércio, serviços e construção civil. Juntos, geraram 259 novos empregos.

Apenas a agropecuária ‘cortou cabeças’, cepando 26 vagas. Quando avaliados todos os setores da economia, foram contratados 734 trabalhadores e demitidos 479 trabalhadores no mês passado.

BAHIA GERA 62 MIL NOVOS EMPREGOS EM 2009

Os números do emprego revelam que a Bahia abriu 62.183 novos postos de trabalho com carteira assinada em 2009. De acordo com a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI),  o estado apresentou crescimento de 4,63% do emprego, quase um ponto percentual acima da média nacional (3,64%).

Os dados são relativos ao período de janeiro a outubro deste ano. No ano passado, a Bahia havia gerado 56.500 empregos nos dez primeiros meses do ano. Ainda segundo a SEI, o estado criou 33,1% das novas vagas da região Nordeste.

COMÉRCIO, INDÚSTRIA E SERVIÇOS PUXAM DESEMPREGO

.

Mais gente teve que recorrer ao benefício em agosto.

Serviços, comércio e indústria foram os setores que mais puxaram para baixo os índices de geração de emprego de Itabuna no mês passado (confira os números aqui). De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, foram cortados 44 postos de trabalho no setor de serviços, 38 no de comércio e 22 na indústria. A construção civil voltou a contratar e registrou saldo positivo de 25 novas vagas em agosto.

O saldo é extraído da diferença entre número de admissões e demissões. No caso do setor de serviços, foram abertas 175 vagas e demitidos 219 profissionais. O comércio registrou 227 contratações com carteira assinada e 265 desligamentos. A indústria não seguiu tendência de outros meses ao contratar 170 e demitir 192.

Em Ilhéus, o saldo foi positivo por conta das contratações na administração pública (35 novos postos) e a construção civil. A economia ilheense registrou no comércio (-20 vagas), agropecuária (-13) e serviços (-12) os seus piores desempenhos no mês que passou.

Se o saldo foi positivo na geração de empregos em agosto, Ilhéus não tem muito a comemorar quando se leva em conta o retrospecto dos oito primeiros meses de 2009. O município registrou 3.981 contratações com carteira assinada, porém, demitiu 4.319 trabalhadores. Ou seja, cortou 338 postos de trabalho. Do outro lado, Itabuna registrou 864 novos empregos no ano, apesar do resultado negativo em agosto.

ITABUNA NA CONTRAMÃO DO EMPREGO

Os dados do emprego no Brasil revelam que Itabuna caminhou em tendência contrária ao da economia do país em agosto, quando foi registrado recorde de emprego no Brasil (242.126 empregos com carteira assinada). Os números foram divulgados há pouco pelo Ministério do Trabalho e Emprego,

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o município eliminou 55 postos de trabalho no mês passado. Foi o 6º pior resultado entre os 81 municípios baianos acima de 30 mil habitantes. Os melhores foram Salvador, Feira de Santana, Lauro de Freitas, Itapetinga e Camaçari.

A economia itabunense registrou 681 contratações contra 736 demissões, gerando o saldo negativo de 55 vagas. Já o município de Ilhéus conseguiu se sair um pouquinho melhor ao criar irrisórias 12 novas vagas, resultado direto das 476 contratações em agosto, ante 464 desligamentos de trabalhadores com carteira assinada.

Em instantes, os dados completos sobre o emprego nas duas maiores cidades sul-baianas.

Além de Itabuna, os campeões do desemprego no mês de agosto foram Porto Seguro (-71 vagas), Cruz das Almas (-82), Sento Sé (-168), Muritiba (-292) e Teixeira de Freitas (-444 vagas). Observe que entre os seis municípios que mais cortaram vagas formais em agosto, três são sul-baianos: Itabuna, Porto Seguro e o campeoníssimo Teixeira de Freitas.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia