WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
alba


jamile_yamaha

sintesi17

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

editorias


:: ‘energia elétrica’

HORÁRIO DE VERÃO COMEÇA NESTE DOMINGO; VEJA O QUE MUDA

Horário de verão entra em vigor neste domingo

Horário de verão entra em vigor neste domingo


– BAHIA ESTÁ FORA DO HORÁRIO DE VERÃO

O Horário de Verão começa à 0h deste domingo (15). Os relógios deverão ser adiantados em uma hora para se adequar à medida. A mudança vai valer até o dia 18 de fevereiro de 2018. É possível que esta seja a última vez que o Horário de Verão seja adotado no Brasil. Isso, porque autoridades do setor elétrico constataram mudanças nos hábitos de consumo de energia dos brasileiros.

De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o que mais tem influenciado o horário de pico do consumo de energia não é mais a incidência de luz solar, e sim a temperatura. Este ano, o Horário de Verão valerá para as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Nos estados do Norte e do Nordeste não haverá mudança nos relógios.

A justificativa para a adoção da medida ano após ano é o aproveitamento do maior período de luz solar para economizar energia elétrica. Em 2013, o país economizou R$ 405 milhões, ou 2.565 megawatts (MW), com a adoção do Horário de Verão. No ano seguinte, essa economia baixou para R$ 278 milhões (2.035 MW) e, em 2015 caiu ainda mais, para R$ 162 milhões. Em 2016, o valor economizado com Horário de Verão baixou novamente, para R$147,5 milhões.

Segundo o ONS, a redução na economia de energia com o Horário de Verão tem a ver com uma mudança no perfil e na composição da carga elétrica no país. Se antes o que determinava o horário de pico do consumo de energia era a incidência da luz solar, hoje é a temperatura. Com isso, o pico de consumo passou a ser entre 14h e 15h e não mais entre 17h e 20h. :: LEIA MAIS »

MORADORES DO CONCEIÇÃO FICAM QUASE 6 HORAS SEM ENERGIA ELÉTRICA

Cruzetas apodrecidas provocam curtos-circuitos e deixam consumidores sem energia elétrica || Foto Luiz Conceição

Cruzetas apodrecidas deixam consumidores sem energia elétrica || Foto Luiz Conceição

A queda de uma cruzeta de madeira apodrecida em um poste na Rua Duque de Caxias, nas proximidades do Colégio Batista, deixou moradores do bairro Conceição, em Itabuna, sem energia elétrica das 2h às 7h30min de hoje (8). O incidente foi causado pela falta de manutenção adequada da rede elétrica. Segundo moradores, não é a primeira vez que hastes apodrecidas derrubam a rede de alta-tensão no bairro e deixam os consumidores sem luz.

Apesar de ter chegado horas depois do ocorrido, somente por volta das 5 horas que operários da empresa que presta serviços de manutenção à Coelba puderam substituir a cruzeta e restabelecer o fornecimento de energia elétrica a grande parte das residências e casas comerciais do bairro. Quem amargou maiores prejuízos foram bares e padarias num raio de 800 metros do local do incidente. A queda também afetou outras localidades, como o Alto Maron.

CONTA DE LUZ TERÁ BANDEIRA VERDE EM JUNHO

contaenergiaA bandeira tarifária que será aplicada nas contas de luz no mês de junho será a verde, o que significa que não haverá custo extra para o consumidor.

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o retorno da bandeira verde foi possível pelo aumento das chuvas nos reservatórios das hidrelétricas em maio e pela perspectiva de redução do consumo de energia elétrica no país.

DOIS MESES NO VERMELHO

Desde abril, a bandeira estava vermelha, o que representa um acréscimo de R$ 3 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

A previsão da Aneel era de que a bandeira tarifária vermelha patamar 1 continuasse em vigor até o fim do período seco, que vai até novembro. (Agência Brasil)

NÍVEL DE RESERVATÓRIOS SOBE, MAS NÃO HÁ PREVISÃO PARA DESLIGAR TÉRMICAS

Reservatórios de usinas hidrelétricas tem elevação de nível d´água (Foto Usina Hidrelétrica de Mauá).

Reservatórios de usinas hidrelétricas têm elevação de nível d´água (Foto Usina Hidrelétrica de Mauá).

Apesar de uma melhora no nível dos reservatórios das hidrelétricas neste ano em relação ao ano passado, ainda não há uma definição do governo sobre a possibilidade de desligar as termelétricas que foram acionadas para garantir a oferta de energia para o país. O uso das usinas térmicas aumenta o preço da energia, refletido na aplicação da bandeira tarifária vermelha nas contas de luz de todos os consumidores.

Em agosto do ano passado, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) determinou o desligamento de usinas térmicas com maior custo de geração. A medida foi proposta pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), devido à recuperação de parte dos níveis de armazenamento dos reservatórios das usinas hidrelétricas. Segundo o Ministério de Minas e Energia, isso gerou uma economia de R$ 5,5 bilhões no segundo semestre de 2015 e permitiu que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) reduzisse o valor da bandeira tarifária vermelha de R$ 5,50 para R$ 4,50 por quilowatt-hora consumidos.

Mas, de lá para cá, não houve nova determinação do CMSE para que outras térmicas fossem desligadas. Na reunião mais recente do grupo, há uma semana, foi determinado que ONS deverá continuar acompanhando as condições hidroenergéticas do Sistema Interligado Nacional para, em função da sua evolução, propor ao CMSE a definição da geração térmica necessária para a garantia do atendimento energético do país.

Na avaliação do presidente do Instituto Acende Brasil, Claudio Sales, a energia das termelétricas deverá continuar sendo usada pelo menos até abril, quando termina o período mais chuvoso no país, para que se possa para avaliar as condições dos reservatórios das hidrelétricas e decidir sobre a possibilidade do desligamento. “Aí então se terá segurança para poder, eventualmente, promover o desligamento parcial dessas usinas”, diz. Atualmente, as termelétricas que estão ligadas geram cerca de 14 mil megawatts médios de energia.

O nível dos reservatórios do Subsistema Sudeste/Centro-Oeste, que é responsável por cerca de 70% do armazenamento de água para a geração de energia no país, está em 39,1% atualmente. Em janeiro do ano passado, o nível chegou a 16,8%. “Não é um número espetacular, é relevante em relação ao ano passado, mas historicamente, nesta época os níveis são mais elevados. Mas é uma melhora significativa”, destaca Sales.

:: LEIA MAIS »

SEM ENERGIA ELÉTRICA

Manutenção em rede deve ser concluída até as 16h (Foto Pimenta).

Manutenção em rede deve ser concluída até as 16h (Foto Pimenta).

Moradores de áreas próximas da praça principal do Bairro Santo Antônio, em Itabuna, estão desde as 9 horas de hoje (13) sem energia elétrica. O fornecimento de energia foi interrompido por causa de serviços de manutenção na rede de alta tensão do bairro. A previsão da Coelba é de que o trabalho seja concluído até as 16h.

FALTA DE ENERGIA ELÉTRICA DEIXARÁ 11 LOCALIDADES SEM ÁGUA EM ILHÉUS

Manutenção em rede da Coelba deixará zona sul sem água.

Manutenção em rede da Coelba deixará zona sul sem água.

O abastecimento de água será interrompido na zona sul de Ilhéus, amanhã (4), das 9h30min às 15h30min, de acordo com comunicado da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa).

A paralisação ocorrerá porque a Coelba suspenderá fornecimento de energia naquela região, afetando a captação de água em Rio de Engenho.

Segundo o comunicado, a previsão é de que o abastecimento de água seja normalizado em até 24 horas depois da retomada das operações de captação e tratamento.

As localidades afetadas com a suspensão programada serão Couto, Santo Antônio, Nossa Senhora da Vitória, Rodovia Ilhéus/Olivença, Ilhéus II, Pontal, Jardim Atlântico, Barreira, Hernani Sá, Mambape e Nelson Costa.

HORÁRIO DE VERÃO ENTRA EM VIGOR EM 10 ESTADOS E NO DF

relógio1O Brasil entrou neste domingo (18), a partir de zero hora, no horário de verão. A população tem que adiantar os relógios em uma hora nos estados de Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro; Espírito Santo. Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal. A mudança que vai durar até dia 20 de fevereiro de 2016.

O horário de verão deste ano deverá resultar em uma economia de R$ 7 bilhões em investimentos no setor elétrico. O governo tem a expectativa de que deixarão de ser consumidos 2.610 megawatts. “É um investimento economizado”, justificou o secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Luiz Eduardo Barat.

De acordo com o ministério, nos últimos dez anos a medida tem possibilitado uma redução média de 4,5% na demanda por energia no horário de maior consumo e uma economia absoluta de 0,5%. Isso equivale aproximadamente ao consumo mensal de uma cidade do porte de Brasília, com 2,8 milhões de habitantes.

Além disso, a mudança do horário poupa o país de sofrer as consequências da sobrecarga na rede durante a estação mais quente do ano, quando o uso de eletricidade para refrigeração, condicionamento de ar e ventilação é o maior do ano.

:: LEIA MAIS »

HORÁRIO DE VERÃO COMEÇA DOMINGO; BAHIA ESTÁ FORA

relógio1O horário de verão começa à zero hora do próximo domingo (18) nos estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste do País, quando o relógio, para a população destas localidades, terá que ser adiantado em uma hora.

Os moradores de estados das regiões Norte e Nordeste, que estão fora do horário de verão, serão afetados em relação a horários bancários, de voos comerciais e de programações de televisão, por exemplo.

A expectativa do governo é de reduzir o consumo de energia entre 4% e 5% nesta temporada 2015/2016. O horário de verão será encerrado em 20 de fevereiro do ano que vem, segundo o Ministério das Minas e Energias.

“PIPA” DEIXA PREFEITURA E BANCO RASO SEM ENERGIA ELÉTRICA

Incidente no Banco Raso deixa prefeitura sem energia elétrica.

Incidente no Banco Raso deixa prefeitura sem energia elétrica.

Há mais de 20 minutos o prédio do Centro Administrativo Firmino Alves e parte dos bairros Banco Raso e São Caetano estão sem energia elétrica. A interrupção foi provocada por um incidente, de acordo com técnicos da Coelba. Uma pipa caiu na rede de baixa tensão. Os garotos nada sofreram.

Técnicos da companhia de energia elétrica encontram-se na localidade para efetuar os reparos na rede. Não há previsão de quando o fornecimento será regularizado. Na prefeitura, todos os serviços estão, temporariamente, suspensos, sendo retomados após a conclusão dos serviços por parte da Coelba.

Atualização às 11h04min – De acordo com a companhia de eletricidade, um dos transformadores da região estourou por causa do incidente. A previsão é de que a energia elétrica seja restabelecida até as 14h, tempo necessário para a troca do transformador.

Pipa na rede provocou interrupção da energia elétrica, segundo Coelba.

Pipa na rede provocou interrupção da energia elétrica, segundo Coelba.

ZONA SUL E CENTRO DE ILHÉUS FICAM SEM ENERGIA ELÉTRICA; COELBA PROMETE SOLUÇÃO ATÉ AS 14H

vela apagãoVárias localidades de Ilhéus estão sem energia elétrica desde as 2h10min desta terça-feira (26). As regiões mais afetadas são a Zona Sul, Avenida Itabuna e Conquista.

Consumidores que acionam a Coelba reclamam da falta de informação dos atendentes. “Eles não sabem dizer o que houve. Apenas informam que existem equipes em campo e não há prazo para voltar”.

COELBA PROMETE SOLUÇÃO ATÉ AS 14H

A Coelba emitiu nota, há pouco, em que reforça que equipes estão trabalhando para restabelecer o fornecimento de energia “na Orla Sul, bairros da Zona Sul e centro de Ilhéus”.

De acordo com a nota, a previsão é de que o serviço seja normalizado até as 14 horas desta terça. “A Coelba lamenta a falta de energia e coloca-se à disposição para esclarecimentos necessários”.

A companhia de eletricidade não informa o que teria interrompido o fornecimento de luz elétrica no município.

MORADORES DO VILA ZARA CRITICAM COELBA

Energia elétrica Vila ZaraUm serviço de manutenção na rede de energia elétrica deixou os moradores do Vila Zara, em Itabuna, por quase cinco horas neste domingo (26). A manutenção na rede começou por volta das 10h30min e terminou às 15h10min, de acordo com as vítimas.

Os moradores reconhecem a necessidade de melhorias na rede, mas a bronca contra a Coelba é por outro motivo: falta de aviso. Sem saber que não o fornecimento de energia seria suspenso, não puderam se precaver.

Fica o alerta para a companhia de eletricidade. Se houve aviso, poucos da Vila Zara souberam. A crítica foi geral, assim como os “elogios” à empresa.

COELBA REAJUSTARÁ TARIFA EM 10,4%

conta de energia coelbaDo Correio24h

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta quarta-feira (14) o reajuste para consumidores residenciais de 10,45% na tarifa da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba). Os novos valores começarão a ser aplicados a partir da quarta-feira (22).

Os novos valores vão atingir 5,5 milhões de unidades consumidoras – entre casas, indústrias e pontos comerciais – em 415 municípios baianos. Para residências e comércio (baixa tensão), o reajuste será de 10,45%. Para a indústria (alta tensão), o aumento será de 13,34%.

O reajuste foi aprovado após cálculo que considerou o aumento do custo de distribuição gerado pela inflação e de outros índices e encargos do setor. O reajuste foi aprovado durante Reunião Pública.

Em março, a conta de luz já havia ficado mais cara após revisão tarifária extraordinária aprovada pela Aneel para 58 concessionárias. Na Bahia, a Coelba teve reajuste de 5,4%.

A revisão extraordinária está prevista nos contratos de concessão das distribuidoras, e permite que a Aneel revise as tarifas para manter o equilíbrio econômico e financeiro do contrato.

CONTA DE LUZ TERÁ REAJUSTE DE 4,6% NA BAHIA

conta de energia coelbaAs contas de energia elétrica terão índice médio de reajuste de 5,4% na Bahia a partir da próxima segunda-feira (2), quando começa a vigorar a revisão extraordinária aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta sexta-feira (27). Ao todo, a Aneel autorizou o reajuste das tarifas de 58 das 63 distribuidoras de energia do país. No Brasil inteiro, o reajuste é de, em média, 23,4%.

De acordo com a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), para os clientes de baixa tensão (residenciais), que representam 99% dos consumidores baianos, o percentual médio de aumento a ser aplicado é de 4,6%. Já os consumidores industriais e comerciais de médio e grande porte terão um reajuste médio nas contas de 6,9%. Do G1.

 

FALTA DE ENERGIA ELÉTRICA DEIXA PARTE DE ILHÉUS SEM ÁGUA

aguatorneiraParte de Ilhéus está sem água nesta manhã de terça-feira (9) por causa da falta de energia elétrica nas estações de captação do Iguape e de tratamento de água (ETAs) no Distrito e no Centro. De acordo com a assessoria da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), 21 bairros e regiões foram afetados do município.

As localidades atingidas são Iguape, Savoia, Barra, Malhado, Alto Nerival, Alto Soledade, São Miguel, São Domingos, centro, Conquista, Pacheco, Oiteiro de São Sebastião, avenida Esperança, avenida Princesa Isabel, Malhado, Alto do Amparo, Alto da Legião, Alto do Coqueiro, Banco da Vitória, Vila Cachoeira e Salobrinho.

A previsão é de que o abastecimento de água seja regularizado em até 24 horas. Apenas consumidores que não têm boa reserva de água ficarão sem o produto, temporariamente.

JAÇANÃ E JARDIM PRIMAVERA NO ESCURO

Escuridão JaçanãMoradores dos bairros Jaçanã e Jardim Primavera reclamam que estão sem energia elétrica desde as 15h desta segunda-feira. Até agora, a Coelba não explicou o que provocou a queda de energia nos dois bairros e regiões próximas. Complexo Policial, indústria de materiais esportivos e 15º Batalhão da PM estão localizados na região afetada.

Atualização – O fornecimento de energia somente foi regularizado às 20h30min. Até agora, a Coelba não informou a causa da interrupção por mais de cinco horas.

COELBA MUDA SISTEMA DE EMISSÃO DE CONTA DE ENERGIA

Kit que será usado pelo leiturista, no sul da Bahia, a partir do dia 14 (Foto Divulgação).

Kit que será usado pelo leiturista, no sul da Bahia, a partir do dia 14 (Divulgação).

A fatura de energia elétrica poderá ser entregue imediatamente após a leitura de consumo, na região de Itabuna, a partir do dia 14. A mudança no processo de leitura e faturamento foi anunciado pela Coelba nesta semana.

Além de Itabuna e Ilhéus, a mudança chegará a 41 outros municípios do sul da Bahia, atingindo cerca de 740 mil clientes. A previsão é de que o novo sistema seja implantado em todo o estado até o final deste ano.

De acordo com a Neonergia, o investimento total é de R$ 30 milhões para compra de equipamentos, capacitação de profissionais e implantação do sistema na Coelba.

A mudança faz com que a empresa visite o cliente só uma vez por mês. No sistema atual, são duas idas até o consumidor: medição do consumo e entrega da fatura.

Os leituristas, segundo a coordenação da Coelba em Itabuna, irão utilizar kit com coletor de dados e impressora térmica. Para preservar os dados, o papel utilizado é resistente à água.

“O novo formato da fatura mantém todas as informações contidas na conta anterior”. Os equipamentos, de acordo com a empresa, serão rastreados 24 horas por dia. Se roubado, o equipamento recebe comando de bloqueio que trava o acesso às informações.

“APAGÕES” AFETAM PORTO SEGURO

Após apagão, área central sofreu - ainda mais - com engarrafamento (Fotos Pimenta).

Após apagão, área central sofreu – ainda mais – com engarrafamento (Fotos Pimenta).

Porto Seguro ficou sem energia elétrica por, pelo menos, dez minutos deste sábado (28). O “apagão” ocorreu por volta das 22h. O blecaute aumentou ainda mais os congestionamentos na região central, principalmente no entorno da Passarela do Álcool.

A Coelba não se posicionou, até o momento, sobre as razões da falta de energia elétrica no município do extremo-sul baiano. Porto Seguro é o segundo principal destino turístico da Bahia, ficando atrás apenas de Salvador em atração de visitantes.

ASSIM NÃO PODE…

Lojistas e moradores da Avenida Juracy Magalhães, em Itabuna, estão tiriricas com a Coelba. A companhia interrompeu o fornecimento de energia elétrica numa das principais vias da cidade, deixando-os no escuro.

Prejuízo maior para lojistas. Quem abriu o estabelecimento, funcionou precariamente. A maioria reclama que a Coelba não avisou previamente da manutenção na rede.

SITE PERMITE CALCULAR SE DESCONTO EM CONTA DE LUZ ESTÁ SENDO APLICADO

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) está disponibilizando uma ferramenta que permite que os consumidores verifiquem se os descontos anunciados pelo governo na conta de luz estão sendo aplicados corretamente. Em janeiro deste ano, o governo federal anunciou uma redução na conta de luz dos brasileiros, em média de 18% para as residências e de até 32% para as indústrias, agricultura, comércio e serviços.

O cálculo pode ser feito no site www.energiaaprecojusto.com.br. Para saber o percentual de redução, basta selecionar o estado e a distribuidora, o nível de tensão e o tipo de tarifa (residencial, baixa renda, rural). Também é preciso informar o consumo da unidade em quilowatts-hora. A ferramenta calcula automaticamente qual o percentual de desconto que foi aplicado, o valor atual da tarifa e quanto sairia sem a redução. Também informa o valor e o percentual dos impostos incididos na conta. Informações da Agência Brasil.

CENTRO DE ITABUNA FICA SEM ENERGIA ELÉTRICA

Parte do comércio central de Itabuna está sem energia elétrica desde as 16h de ontem. O “blecaute” afeta o comércio das ruas Dom Pedro I e a 13 de Maio e o trecho final da Avenida do Cinquentenário, além da Praça da Bandeira.

Os comerciantes reclamam dos prejuízos. Ontem, foram obrigados a fechar mais cedo e estão impedidos de fechar vendas a cartão, por exemplo. Na região afetada, apenas as Lojas Americanas operam normalmente por dispor de gerador de energia.

A Coelba foi acionada ainda ontem, mas até agora não deu retorno, segundo comerciantes ouvidos pelo PIMENTA. Desde o final do ano passado, o comércio de Itabuna vem fazendo seguidas críticas contra o serviço prestado pela companhia de eletricidade.

alba



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia