WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate


alba










julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias






:: ‘Engenharia Civil’

APÓS PARECER DO CEE, CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DA UESC OBTÉM RECONHECIMENTO

Uesc obtém reconhecimento para o Curso de Engenharia Civil

O Curso de bacharelado em Engenharia Civil da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) acaba de obter reconhecimento. Assinado pelo governador Rui Costa, o Decreto 18.430 foi publicado na edição desta terça-feira (5), no Diário Oficial do Estado.

O reconhecimento, conforme a publicação, tem validade de seis anos e já havia obtido parecer favorável do Conselho Estadual de Educação (CEE), em 16 de maio deste ano. O curso foi autorizado pelo Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) em 4 de agosto de 2010, abrindo as primeiras turmas no segundo semestre de 2011.

INVESTIMENTOS

O professor Gesil Sampaio Amarante participou do projeto de criação do curso de Engenharia Civil da Uesc, além de outros três cursos na área de Engenharia. Ao PIMENTA, ele disse que o reconhecimento dá maior segurança aos estudantes. Gesil falou da ousadia da Universidade, à época, para aumentar o quadro de professores. Quando a instituição pôde contratar, 80% dessas vagas foram para as Engenharias (Civil, Elétrica, Mecânica e Química).

“Na época [início desta década], o Brasil crescia bastante e tínhamos carência de profissionais em Engenharia. A gente foi nessa direção”, lembra, ressaltando que a Uesc investiu para viabilizar os cursos, mas, na outra ponta, não houve investimento do governo. “A gente nunca teve, do governo, reconhecimento com aumento de recursos para premiar a universidade”. Atualizado às 12h11min.

MORRE EMPRESÁRIO HANS SCHAEPPI, DO CHOCOLATE CASEIRO ILHÉUS

Hans Schaeppi: paixão pelo jornalismo e literatura || Foto Daniel Thame

O empresário Hans Schaeppi faleceu aos 90 anos de idade, às 4h desta quarta-feira (16), na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Rafael, em Salvador. As causas da morte não foram informadas, mas o empresário enfrentava câncer de pele há vários anos.

Hans Schaeppi fundou, em outubro de 1985, a Chocolate Caseiro Ilhéus, fábrica que se tornou famosa mundialmente pela produção de chocolates de origem e que levavam nomes de personagens de romances do escritor grapiúna Jorge Amado. Era presença cativa em festivais de chocolate, como o ilheense.

Ele também era proprietário do Ilhéus Praia Hotel, inaugurado também na década de 80, e do Pontal Praia Hotel, ambos no município sul-baiano.

O corpo do empresário será enterrado no Cemitério Campo Santo, em Salvador, nesta quinta-feira (17), às 11 horas.

A morte de Hans Schaeppi foi lamentada pelos ilheenses. O presidente da Câmara de Dirigentes de Ilhéus (CDL Ilhéus), Clóvis Júnior, emitiu nota na qual confirmou que a homenagem do Troféu CDL deste ano.

Obra de Schaeppi lançada pela Via Literarum

DUAS PAIXÕES: LITERATURA E JORNALISMO

Hans nasceu em 1927, em Salvador, mas logo cedo foi levado para Ilhéus, no sul da Bahia. Formou-se em Engenharia Civil em 1951 pela Universidade Federal da Bahia (Ufba). Depois, tornou-se superintendente de Obras da Odebrecht e presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado da Bahia (Sinduscon), além de diretor da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB) e diretor de Obras Públicas da Prefeitura de Salvador.

Uma das suas paixões era o jornalismo. Escreveu para jornais como A Tarde, Jornal da Bahia, Gazeta do Turismo e Agora, onde mantinha coluna semanal. Também era compositor (adorava MPB) e artista plástico.

No ano em que fundou a fábrica Chocolate Caseiros Ilhéus, recebeu o título de Cidadão Ilheense. Já em 2005, passou a ocupar a cadeira 3 da Academia de Letras de Ilhéus (ALI). Escreveu O velho Adolpho – A história de uma tocaia, pela Via Literarum. Em 2010, recebeu a Comenda do Mérito de São Jorge dos Ilhéus. Atualizado às 11h02min, com a colaboração do jornalista Daniel Thame.

PROUNI OFERECE 476 BOLSAS EM FACULDADES DE ILHÉUS E ITABUNA

Inscrições no Prouni vão até dia 3 (Foto Pimenta).

Inscrições no Prouni vão até a próxima sexta-feira (Foto Pimenta).

Estudantes que fizeram o último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e desejam disputar bolsas do Programa Universidade para Todos (Prouni) terão 43 opções de cursos superiores em faculdades de Itabuna e outras 25 opções em Ilhéus. No total, são 476 bolsas integrais e parciais, de acordo com o Ministério da Educação (MEC). As inscrições para concorrer às vagas começaram hoje (31) e terminam no próximo dia 3.

As faculdades em Itabuna oferecem 327 bolsas integrais e 6 bolsas parciais pelo programa. Dentre as instituições com vagas pelo Prouni, estão a FTC e a Unime. Dentre os novos cursos oferecidos em Itabuna pelo Prouni, está Medicina Veterinária, na FTC, com 2 bolsas, ambas integrais.

Já em Ilhéus, as instituições particulares de ensino superior disponibilizam 69 bolsas integrais e 74 parciais, conforme levantamento feito pelo PIMENTA. As opções são para aulas presenciais e a distância.

Administração e Direito são os cursos que oferecem mais bolsas pelo Prouni em Itabuna, com 31 e 30 vagas, respectivamente. Outras opções bastante concorridas e com bom número de bolsas são os cursos de Enfermagem (23), Engenharia Civil (22) e Psicologia (14).

As maiores ofertas de bolsas em faculdades de Ilhéus são para Enfermagem (15), Direito (14) e Administração (13). Dos cursos mais caros, Odontologia (Faculdade de Ilhéus) tem oferta de 4 bolsas, todas integrais. A mensalidade deste curso custa R$ 1.891,00, segundo informado pela instituição ao MEC.

CRITÉRIOS DO PROUNI

 

Para participar do Prouni, o estudante precisa ter obtido 450 pontos, na média, no Enem, e não ter zerado a prova de redação.

O candidato precisa, ainda, ter estudado o Ensino Médio em escola pública ou ter sido bolsista integral na rede particular. Pessoas com deficiência podem disputar bolsa, independente da escola em que tenha estudado.

Professores da rede pública e que estejam no exercício da profissão também podem concorrer, sem precisar comprovar renda.

RENDA

A renda bruta familiar mensal não pode ser superior a um salário mínimo e meio para bolsas integrais. Para disputar bolsa parcial, a renda não deve superar três salários mínimos.

ITABUNA PERDE DAGOBERTO BRANDÃO

Dagô comandou por muitos anos o PDT itabunense.

Dagô comandou por muitos anos o PDT itabunense.

O engenheiro civil Dagoberto Brandão, de 82 anos, faleceu nesta tarde de quarta (13), em Salvador. As causas da morte não foram informadas.

Um dos quadros mais respeitados do PDT itabunense, Dagô, como também era chamado pelos amigos, deixa esposa, Marielza, e os filhos Sabrina e Rafael.

De acordo com o amigo e articulista político Marco Wense, o corpo de Dagô será trasladado para Itabuna, sua terra, onde será enterrado no Cemitério Campo Santo. O local do velório e horário do enterro serão informados pelos familiares.

“Grande profissional, engenheiro competente, articulador nato dos bastidores da política itabunense”, definiu o bancário aposentado e ex-pedetista Carlinhos Cardoso. “Atuava com dinamismo e lealdade aos princípios do que é política verdadeira e sua democracia”.

O advogado Paulo Jorge Teles, amigo de Dagô, assim o definiu: “homem íntegro na política e probo na administração pública”. Paulo Jorge trabalhou com Dagô na prefeitura de Itabuna e também militaram juntos na política partidária.

TJ-BA DIVULGA EDITAL PARA 1,3 MIL VAGAS DE ESTÁGIO PARA NÍVEIS MÉDIO E SUPERIOR

 

Seleção pública abre 1,3 mil vagas em comarcas da capital e interior (Foto TJ-BA).

Seleção pública abre 1,3 mil vagas em comarcas da capital e interior (Foto TJ-BA).

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) publicou edital de processo seletivo para a contratação de 1,1 mil vagas de estágio de nível superior, além das 200 vagas para nível médio. A publicação ocorreu nesta segunda (14), na edição eletrônica do Diário da Justiça.

CONFIRA O EDITAL

As vagas disponíveis para nível superior são para estudantes dos cursos de Direito, Administração, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Tecnologia da Informação, Psicologia, Arquitetura, Enfermagem e Serviço Social. É preciso ter pago, pelo menos, 50% das matérias.

Das 1,3 mil vagas, 5% estão reservadas a pessoas com deficiência, conforme edital. A seleção será feita pela Metrópole, vencedora de licitação do TJ-BA.

As inscrições começam amanhã (16) e vão até dia 31 de julho. Já as provas, serão aplicadas no dia 17 de agosto. A divulgação dos resultados está prevista para o dia 29 de agosto.

As vagas de nível superior serão distribuídas entre comarcas de Salvador e do interior. As de nível médio são apenas para a capital.

LUTO NA UESC

ricardoalvim2A reitora da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Adélia Pinheiro, declarou luto pela morte do professor Ricardo de Carvalho Alvim, ocorrida na segunda, 28, em Salvador, onde o corpo do titular do Departamento de Ciências Exatas e Tecnológicas foi cremado.

Alvim foi um dos autores do projeto de implantação do curso de Engenharia Civil, junto com os colegas Gesil Sampaio Amarante Segundo, João Pedro de Castro Nunes e Maria Lícia Sílvia de Queiroz. O professor também foi membro da comissão que criou novos cursos de engenharia (além de Civil, Mecânica e Elétrica) na Uesc.

FTC DE ITABUNA SELECIONA PROFESSORES

A FTC de Itabuna abriu processo seletivo para contratar professores para os cursos de Enfermagem e Engenharia Civil. O prazo de inscrições encerra-se na próxima quarta, 11. As vagas disponíveis são para as disciplinas Atenção à Saúde do Adulto (Enfermagem) e Topografia (Engenharia Civil.

O processo seletivo prevê análise de currículo, entrevista e aula pública prevista para dia 17, na FTC. O edital está disponível no site da instituição (confira aqui).

ALUNOS DE ENGENHARIA CIVIL DA UESC FAZEM GREVE POR PROFESSORES E ESTRUTURA

Estudantes denunciam falta de estrutura e docente... e deflagram greve.

Os alunos do curso de Engenharia Civil da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) decidiram em assembleia entrar em greve por tempo indeterminado.

A paralisação foi a forma encontrada para forçar a reitoria da universidade a contratar professores e equipamentos necessários para o curso.

Eles emitiram nota pública em que denunciam falta de docente para as principais disciplinas dos semestres iniciais do curso, a exemplo de Cálculo Diferencial e Integral I, e de laboratório para as atividades práticas.

Outra queixa é a falta de material essencial, como pranchetas de desenho, projetores, réguas, transferidores e esquadros. A falta de software licenciado também impede que os alunos dos semestres iniciais tenham aula da disciplina Programação.

O presidente do Centro Acadêmico de Engenharia Civil, Thiago Pacheco, cita que o curso precisa de, pelo menos, 30 horas de aula prática nesta disciplina para ser considerado de excelência.

NOVO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA FTC DESAGRADA

Estudantes protestam contra novo sistema de avaliação (Foto Pimenta).

Estudantes da FTC/Itabuna lotaram o auditório da instituição em protesto contra a obrigatoriedade da “Prova Vida” e de novos critérios de avaliação adotados neste semestre. Os estudantes reclamam, principalmente, do peso atribuído à prova multidisciplinar ao final de cada semestre. “Quem tira média sete na primeira e na segunda unidades tem que obter 80% de aprovação nesta prova mesmo assim”, afirma um grupo de alunos do curso de engenharia civil.

No método antigo, o aluno que obtivesse média sete nas duas unidades estaria aprovado e não precisaria se submeter à prova agora questionada – e que antes valia como crédito extra. Estudante de psicologia, Jamile Vieira disse que não é contrária à prova, mas cobra estrutura por parte da faculdade. Ela diz que está há duas semanas sem aula por falta de professores. “Nossa principal queixa é essa [a falta de professores]”.

O coordenador da Comissão Própria de Avaliação (CPA) da FTC, Alonso Góes Guimarães, reconhece que o aluno precisará ter uma média superior a 8 para ser aprovado caso zere ou falte à prova multidisciplinar. Alonso, no entanto, vê a prova como um ganho na aprendizagem. “O aluno podia não ter bom desempenho nas avaliações individuais e mesmo assim ser aprovado por causa das avaliações em grupo”, observa.

Para ele, a mudança aprimora a avaliação e aponta tanto a qualidade do ensino quanto do profissional que está sendo formado na instituição. No entendimento de Alonso, a implementação da prova exige que o aluno estude um pouco mais. Ele nega, no entanto, que a faculdade esteja interessada em reprovar o maior número de alunos, para gerar mais renda.

:: LEIA MAIS »

MEDICINA E ENGENHARIA CIVIL SÃO OS MAIS CONCORRIDOS DO VESTIBULAR UESC 2011

Uesc divulga concorrência de cursos em 2011.A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) finalmente divulgou a concorrência para os 33 cursos de graduação oferecidos no Vestibular 2011. O campeão é o curso de Medicina: 73,10 candidatos por vaga. As provas serão aplicadas nos dias 16, 17 e 18 de janeiro.

Se não há surpresa em relação ao mais concorrido, o mesmo não se pode dizer do segundo colocado. “Estreante”, o curso de Engenharia Civil tem 28,43 candidatos por vaga, desbancando nesse quesito os tradicionais cursos de Direito e de Enfermagem.

O curso de Direito no turno matutino tem 21,12 candidatos por vaga e o Direito noturno tem 18,68 concorrentes. A concorrência do curso de Enfermagem é de 13,20 vestibulandos por vaga, superado pelo curso de Administração no turno noturno (13,25/vaga).

14.592 candidatos disputam 1.600 vagas divididas pelos 33 cursos de graduação. Quatro deles são novos. Além de Engenharia Civil, as novidades são Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica e Engenharia Química. As primeiras turnas destes quatro cursos serão inauguradas no segundo semestre de 2011.

O Pimenta preparou ranking a partir dos mais concorridos. No outro extremo, aparece o curso de bacharelado em Matemática, que apresentou número de candidatos inferior ao de vagas disponíveis (0,83/vaga).

Confira a concorrência por curso/turno

:: LEIA MAIS »

VESTIBULAR 2011 DA UESC TERÁ 5 CURSOS DE ENGENHARIA

Uesc oferecerá 4 novos cursos.

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) oferecerá quatro novos cursos na área de Engenharia. Conforme a instituição, o Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) aprovou para a instituição os cursos de Engenharia Química, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica e Engenharia Civil.

Cada um dos cursos oferecerá 40 vagas já no vestibular de 2011 e as aulas começam no segundo semestre do próximo ano. A instituição já possui curso de Engenharia de Produção e Sistemas.

As inscrições ao vestibular devem ocorrer entre setembro e outubro, conforme tradição da Uesc. Os novos cursos também atendem futuras necessidades do sul da Bahia, prestes a ganhar investimentos de grande porte.

O trabalho que assegura os novos cursos foi tocada por uma comissão. Os professores Gesil Sampaio Amarante Segundo (olha ele aí!!!), João Pedro de Castro Nunes, Maria Lícia Sílvia de Queiroz e Ricardo de Carvalho Alvim tocaram o projeto de Engenharia Civil.

Álvaro Afonso Leite foi o autor do projeto de Engenharia Elétrica e Danilo Barquete, o de Engenharia Mecânica. Evandro Sena Freire, Flávio Pietrobon, Francisco Bruno Oliveira, Franco Dani Amado são os autores do projeto de Engenharia Química.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia