WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia






secom bahia








maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

editorias






:: ‘Ensino superior’

ESTADO ANUNCIA R$ 50 MILHÕES EM PROGRAMA DE BOLSAS E ESTÁGIO PARA UNIVERSITÁRIOS

Alunos da Uesc podem concorrer a bolsa e estágio do programa   (Foto Robson Duarte).

Alunos da Uesc podem concorrer a bolsa e estágio do programa (Foto Robson Duarte).

O governo baiano anunciou R$ 50 milhões em investimentos em um programa de permanência voltado a estudantes das universidades estaduais, o Mais Futuro. Segundo o governador Rui Costa, o programa beneficiará até 9 mil estudantes com bolsas-permanência e estágio.

De acordo com ele, o auxílio financeiro visa auxiliar na continuidade dos estudos e evitar o abandono do curso superior por falta de condições de concluir a graduação. O Mais Futuro é uma remodelagem de programas de assistência estudantil já existente em universidades estaduais, como a Uesc, em Ilhéus.

O edital do programa foi lançado nesta terça (7) e os estudantes terão até 31 de março para fazer inscrições e concorrer às bolsas e estágio, por meio do site http://maisfuturo.educacao.ba.gov.br/, onde podem ser conferidos critérios do programa.

O auxílio será de R$ 300,00 ou R$ 600,00 ao mês. O primeiro valor é destinado a universitários que estudam a até 100 quilômetros da sua cidade de origem. Já o segundo, para aqueles que moram em cidades a mais de 100 quilômetros de distância do campus onde estão matriculados. Estando dentro do perfil do programa, o estudante poderá receber o auxílio desde o primeiro semestre até completar dois terços do curso. No terço final, o universitário pode concorrer a vagas de estágio na própria instituição.

JOSÉ ADERVAN – FOI O HOMEM, FICA SUA HISTÓRIA

walmirWalmir Rosário | wallaw1111@gmail.com

Adervan lutou pela transformação da Fespi em Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) se empenhou na criação da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). Mas nada disso se compara como o carinho com que recebia jovens estudantes que frequentemente visitavam o Agora.

Em 3 de março próximo José Adervan completaria 75 anos de existência, 66 deles vividos em Itabuna – sem levar em conta o período que passou em Salvador e Alagoinhas. A intenção dos amigos e família era elaborar uma edição especial do Jornal Agora para homenageá-lo, mas como ainda não conseguiram tornar a vida perene, nos deixou antes disso.

Lutou contra a enfermidade até não poder mais. E não poderia ser diferente para quem passou toda a vida superando obstáculos, sempre com a naturalidade que lhe era peculiar. Se as coisas estavam difíceis, aí era que ele apostava num salto mais alto. Contava que aprendeu isso com sua mãe, obstinada, como toda sergipana, em tornar vencer as dificuldades.

E Adervan, o mais baiano – grapiúna – dos sergipanos, costumava lembrar do dia em que chegou a Itabuna, numa data qualquer de 1951, em cima de um “pau-de-arara”, fugindo da terrível seca. Aos nove anos, o menino se deslumbrou quando o caminhão parou no terreno baldio onde hoje é o Fórum Ruy Barbosa, e resolveu fazer um reconhecimento daquela que seria a cidade do seu coração.

Mais do que sergipano de Boquim, passou a ser itabunense e cidadão da região cacaueira, título dado e passado pela população do Sul da Bahia, como reconhecimento dos seus feitos. Era um obstinado pelo desenvolvimento regional e travou uma luta constante na defesa da nossa economia, pelo cumprimento das promessas dos políticos, e pela garantia básica de direitos assegurados em nossa Constituição, como educação, saúde e cidadania.

É bom que se diga que esse estofo não nasceu do Jornal Agora, bastião da defesa regional, criado por Adervan e Ramiro Aquino, uma instituição que teima em desafiar a história, sobrevivendo por longos 35 anos. Não pensem que foi o Jornal Agora quem fez Adervan. Foi exatamente o contrário e desde os tempos de Alagoinhas que ele já se dedicava à imprensa, editando uma revista.

Dos tempos menino, quando começou a respirar o cheiro das tintas nas gráficas, ainda com tipos frios, passou pelo chumbo quente dos linotipos até as impressoras planas e a composição digital. Durante esse período, dividiu seu tempo com a política, a começar pela estudantil, elegendo-se presidente da então toda poderosa União dos Estudantes Secundaristas de Itabuna (Uesi). :: LEIA MAIS »

CONCURSO DO IF BAIANO OFERECE 80 VAGAS E ATÉ R$ 9,1 MIL DE SALÁRIO

Campus do IF Baiano em Uruçuca, na região sul do Estado.

Campus do IF Baiano em Uruçuca, na região sul do Estado.

O Instituto Federal Baiano (IF Baiano) fará concurso público para preenchimento de 80 vagas para docentes (básico, técnico e tecnológico) e técnicos-administrativos em Educação para os vários campi no estado. As inscrições começam na próxima quinta (9) e serão encerradas em 9 de abril, conforme edital retificado. Os salários variam de R$ 1.834,69 a R$ 9.114,67, a depender do cargo em disputa e titulação.

As inscrições devem ser feitas somente pelo site da fundação (clique aqui) e a taxa foi definida em R$ 100,00 para os cargos de nível E, R$ 80,00 para os de nível D e R$ 60,00 para o C. Para os cargos de professor, está fixada em R$ 150,00.

Das 80 vagas, 43 são reservadas a docentes e 37 para técnicos. O concurso possui cotas para negros e pessoas com deficiência em vários cargos em disputa.

As provas estão previstas para serem aplicadas em 9 de julho pela Fundação Cefet Minas, em Salvador. O candidato terá 6 horas para fazer o exame.

CARGOS

Os cargos oferecidos no concurso para nível E são Analista de Tecnologia da Informação, Economista, Médico Veterinário, Relações Públicas e Bibliotecário-Documentarista, com oferta de R$ 3.868,21 de salário.

Os cargos de nível D, que oferece R$ 2.294,81 de salário, são as de Tecnólogo em Cooperativas, Tecnólogo em Gestão Pública, Assistente em Administração, Revisor de Texto Braile, Técnico em Alimentos e Laticínios, Técnico em Contabilidade, Tradutor e Intérprete de Línguas e Sinais.

Para o nível C, o cargo é o de Assistente de Aluno, com R$ 1.834,69. O IF Baiano oferecerá auxílios transporte, alimentação (R$ 458,00) e plano de saúde para todos os níveis.

DOCENTES

O concurso reserva 43 vagas para professor, sendo 13 vagas para área de Música, 10 para Atendimento Educacional Especializado, 3 para Matemática, 1 para História, 2 para Língua Inglesa, 2 para Agronomia, 1 para Engenharia Química, 1 para Gastronomia, 4 para Meio Ambiente e 2 para Cooperativismo, conforme edital corrigido. O salário base é R$ 4.234,77. A depender da titulação do docente, a remuneração pode chegar a R$ 9.114,67.

O prazo de validade do concurso será de um ano, podendo ser prorrogado pelo mesmo período. Da Redação.

MEC DIVULGA SEGUNDA CHAMADA DO PROUNI

Inscrições no Prouni vão até dia 3 (Foto Pimenta).

Programa ofereceu total de 476 bolsas em faculdades em Ilhéus e Itabuna (Foto Pimenta).

O Ministério da Educação (MEC) divulgou, ao final da tarde de hoje, a segunda chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni), que oferece bolsas integrais ou parciais em instituições particulares de ensino superior. O resultado pode ser acessado na página do programa (confira aqui).

Os estudantes selecionados têm até a próxima sexta (24) para confirmar as informações e garantir a matrícula. A confirmação é feita na instituição na qual o selecionado se inscreveu.

Para concorrer a bolsa de estudo do Prouni, o estudante tem que cumprir algumas exigências, dentre elas ter renda e ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Faculdades instaladas no eixo Ilhéus-Itabuna ofereceram 476 bolsas integrais e parciais pelo Prouni neste semestre.

INSTITUTOS E UNIVERSIDADES CONVOCAM CANDIDATOS DA LISTA DE ESPERA DO SISU

As instituições de ensino convocam, a partir de hoje (16), os candidatos da lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Estudantes que confirmaram interesse em participar da lista devem acompanhar as informações junto às instituições, já que elas são as responsáveis pela convocação nessa fase.

A lista de espera é válida para os candidatos não selecionados em nenhuma das opções na chamada regular e aqueles selecionados na segunda opção, independentemente de terem efetuado a matrícula. A participação na lista de espera estava restrita à primeira opção de vaga do candidato.

Ao todo, o Sisu ofertou 238.397 vagas em 131 instituições públicas, entre universidades federais e estaduais, institutos federais e instituições estaduais.

O Sisu seleciona os estudantes com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), desde que não tenham tirado nota zero na redação. Cabe a cada instituição definir o cálculo que utilizará para a seleção dos novos alunos. Ao todo, mais de 6,1 milhões fizeram o Enem em 2016.

PROUNI OFERECE 476 BOLSAS EM FACULDADES DE ILHÉUS E ITABUNA

Inscrições no Prouni vão até dia 3 (Foto Pimenta).

Inscrições no Prouni vão até a próxima sexta-feira (Foto Pimenta).

Estudantes que fizeram o último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e desejam disputar bolsas do Programa Universidade para Todos (Prouni) terão 43 opções de cursos superiores em faculdades de Itabuna e outras 25 opções em Ilhéus. No total, são 476 bolsas integrais e parciais, de acordo com o Ministério da Educação (MEC). As inscrições para concorrer às vagas começaram hoje (31) e terminam no próximo dia 3.

As faculdades em Itabuna oferecem 327 bolsas integrais e 6 bolsas parciais pelo programa. Dentre as instituições com vagas pelo Prouni, estão a FTC e a Unime. Dentre os novos cursos oferecidos em Itabuna pelo Prouni, está Medicina Veterinária, na FTC, com 2 bolsas, ambas integrais.

Já em Ilhéus, as instituições particulares de ensino superior disponibilizam 69 bolsas integrais e 74 parciais, conforme levantamento feito pelo PIMENTA. As opções são para aulas presenciais e a distância.

Administração e Direito são os cursos que oferecem mais bolsas pelo Prouni em Itabuna, com 31 e 30 vagas, respectivamente. Outras opções bastante concorridas e com bom número de bolsas são os cursos de Enfermagem (23), Engenharia Civil (22) e Psicologia (14).

As maiores ofertas de bolsas em faculdades de Ilhéus são para Enfermagem (15), Direito (14) e Administração (13). Dos cursos mais caros, Odontologia (Faculdade de Ilhéus) tem oferta de 4 bolsas, todas integrais. A mensalidade deste curso custa R$ 1.891,00, segundo informado pela instituição ao MEC.

CRITÉRIOS DO PROUNI

 

Para participar do Prouni, o estudante precisa ter obtido 450 pontos, na média, no Enem, e não ter zerado a prova de redação.

O candidato precisa, ainda, ter estudado o Ensino Médio em escola pública ou ter sido bolsista integral na rede particular. Pessoas com deficiência podem disputar bolsa, independente da escola em que tenha estudado.

Professores da rede pública e que estejam no exercício da profissão também podem concorrer, sem precisar comprovar renda.

RENDA

A renda bruta familiar mensal não pode ser superior a um salário mínimo e meio para bolsas integrais. Para disputar bolsa parcial, a renda não deve superar três salários mínimos.

SISU TEM QUASE 800 MIL INSCRIÇÕES EM POUCAS HORAS

Uesc é uma das instituições que oferecem vagas pelo Sisu (Foto Robson Duarte).

Uesc é uma das instituições que oferecem vagas pelo Sisu (Foto Robson Duarte).

No primeiro dia de inscrições abertas, o Sistema de Seleção Unificada recebeu, até as 13 horas, 773.341 inscritos e 1.483.554 inscrições. Cada candidato pode escolher até duas opções de curso. Os candidatos poderão se inscrever até sexta-feira (27). Ao todo, são 238.397 vagas em 131 instituições públicas, entre universidades federais e estaduais, institutos federais e instituições estaduais.

O Sisu seleciona os estudantes com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Cabe a cada instituição definir o cálculo que utilizará para a seleção dos novos alunos. Para participar do processo, o estudante não pode ter tirado nota 0 na redação do exame. Ao todo, mais de 6,1 milhões fizeram o Enem em 2016. O resultado será divulgado no dia 30. O período de matrícula será de 3 a 7 de fevereiro.

Os candidatos que não forem selecionados na chamada regular poderão participar da lista de espera, entre 30 de janeiro e 10 de fevereiro. Esses candidatos serão convocados a partir do dia 16 de fevereiro, caso haja vagas remanescentes. Da Agência Brasil.

IF BAIANO OFERECE 380 VAGAS DE NÍVEL SUPERIOR PELO SISU; 70 SÃO EM URUÇUCA

IF Baiano em Uruçuca oferece 70 vagas neste semestre.

IF Baiano em Uruçuca oferece 70 vagas neste semestre.

O Instituto Federal Baiano (IF Baiano) oferecerá 380 vagas para cursos superiores pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) neste primeiro semestre. As inscrições poderão ser feitas de 24 a 27 de janeiro. Quem participou do Enem 2016 e não zerou a redação pode disputar vaga.

O estudante pode fazer opção por até dois cursos. As notas de corte vão sendo divulgadas durante o período de inscrição para que o candidato analise suas chances e, caso queira, alterar opções de curso.

As matrículas serão nos dias 3, 6 e 7 de fevereiro, conforme o cronograma do Sisu, para os selecionados na chamada regular, que será divulgada no dia 30 de janeiro. Os candidatos não contemplados na chamada regular, poderão participar da Lista de Espera, inscrevendo-se entre os dias 30 de janeiro e 10 de fevereiro.

VAGAS

São 380 vagas para o primeiro semestre de 2017, distribuídas em oito cursos no graus tecnológicos, bacharelados e licenciatura, nos campi Uruçuca, Guanambi, Catu e Senhor do Bonfim. Confira quadro de vagas em http://sisu.mec.gov.br/cursos?tipo=ies&valor=14509

NO SISU, UFSB AINDA É UFESBA

Sigla da UFSB ainda é desconhecida pelo sistema Sisu (Foto Gabriel Oliveira).

Sigla da UFSB ainda é desconhecida pelo sistema Sisu (Foto Gabriel Oliveira).

O Ministério da Educação abriu consulta às vagas disponíveis no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para quem fez o Enem 2016. Mas o estudante deve ficar atento, caso deseje disputar vaga na Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB).

Para localizá-las o candidato deverá digitar o nome completo da universidade ou, simplesmente, Ufesba. Outra opção é por município. A sigla designativa UFSB ainda não é reconhecida pelo sistema.

A propósito, a universidade está oferecendo total de 480 vagas para cursos de graduação pelo Sisu, sendo 160 para cada um dos campi da instituição – Itabuna, Porto Seguro e Teixeira de Freitas.

As inscrições no sistema de seleção começam na terça (24). No eixo Ilhéus-Itabuna, também oferecem vagas a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Atualizado às 11h17min.

MEC AUTORIZA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA NA FMT

Campus da Madre Thaís, na Avenida Itabuna, em Ilhéus (Foto Divulgação).

Campus da Madre Thaís, na Avenida Itabuna, em Ilhéus (Foto Divulgação).

O Ministério da Educação (MEC) autorizou o funcionamento do curso de Engenharia Elétrica na Faculdade Madre Thaís (FMT) em Ilhéus. A Portaria 768/2016 está publicada na edição do Diário Oficial da União da última sexta (2).

O diretor-geral da FMT, Eusínio Lavigne Gesteira, anunciou para janeiro o vestibular de formação da primeira turma do curso. A faculdade está autorizada a oferecer até 100 vagas.

Segundo Eusínio, a FMT atende a uma demanda regional por engenheiros eletricistas, pois o sul da Bahia, afirma, “chega a absorver mão de obra especializada de outros estados”.

MEC AUTORIZA CURSO DE ODONTOLOGIA NA FTC ITABUNA

FTC de Itabuna oferecerá curso de Odontologia em 2017 (Foto Divulgação).

FTC de Itabuna oferecerá curso de Odontologia em 2017 (Foto Divulgação).

O Ministério da Educação (MEC) autorizou a implantação do curso de Odontologia na FTC Itabuna. A Portaria 739 foi publicada no Diário Oficial da União do dia 25 passado e autoriza a abertura de 75 vagas.

Omena anuncia curso em Itabuna.

Omena anuncia curso em Itabuna.

As inscrições para o vestibular do curso em Itabuna estão abertas até o dia 9 de dezembro. O vestibular está programado para dia 11. “A implantação do curso de Odontologia é uma clara demonstração de que o plano de expansão da FTC Itabuna não se trata de um projeto estático, mas sim dinâmico”, diz Omena.

Novo diretor da FTC Itabuna, Luiz Alfredo Omena assegurou que o curso de Odontologia no sul da Bahia seguirá padrões acadêmicos e de qualidade das unidades da FTC em Salvador, Feira de Santana, Jequié e Vitória da Conquista. O curso de Odontologia da FTC Salvador foi implantado há 14 anos.

Segundo o diretor, o plano de expansão busca atender às demandas reprimidas em várias áreas de conhecimento. A FTC de Itabuna, após 15 anos de instalação, frisa Omena, já oferta 20 cursos de graduação, tecnólogos e de pós-graduação.

CRÉDITO PARA O FIES

Bebeto: crédito para o FIES.

Bebeto: crédito para o FIES.

O deputado federal Bebeto Galvão (PSB) defendeu, nesta quinta (6) a liberação de crédito suplementar de R$ 1 bilhão, dos quais R$ 702 milhões para o FIES. Sem a suplementação, avalia o deputado, pode haver um “travamento da liberação de crédito para os estudantes”.

– Os estudantes já não suportam mais a pressão que têm sofrido, estudantes que podem perder seus anos letivos. Eu próprio estive presente num debate com jovens estudantes na Faculdade de Ilhéus, que clamaram para que esta Casa tivesse uma decisão a favor do Brasil – disse ele.

EMPRESAS DE ENSINO ACIONAM O TCU E COBRAM R$ 700 MILHÕES PARA O FIES

FiesAs companhias de ensino superior privado acionaram o Tribunal de Contas da União (TCU) pedindo que uma liberação de crédito suplementar para o Fies possa ser feita via medida provisória. Conforme antecipou o Broadcast (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado), essa hipótese vinha sendo discutida no Ministério da Educação após reuniões com representantes de empresas, as quais estão há três meses sem receber pelas mensalidades de alunos do Fies.

Em ofício enviado ao TCU, o Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular considera que há urgência na liberação de cerca de R$ 700 milhões necessários para destravar o programa de financiamento estudantil. A ideia é tentar obter previamente uma autorização do TCU para conceder o crédito suplementar por meio de medida provisória. Com isso, o entendimento é de que o governo evitaria o risco de que a medida viesse a ser questionada no futuro.

Leia mais no Uol Educação

PROJETO DA UESC LEVA ALUNOS AOS JOGOS OLÍMPICOS

Equipe da Uesc vai acompanhar Jogos e participar de arbitragem na Rio-16 (Foto Divulgação).

Equipe da Uesc vai acompanhar Jogos e participar de arbitragem na Rio-16 (Foto Divulgação).

Um projeto criado pelos professores Alberto Kruschewsky e Maria Morel, do Colegiado de Educação Física da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), levará alunos do curso à Olimpíada do Rio 2016.

O Vivenciando Olimpíada e Paralimpíada  prevê como ação, neste ano, um ônibus disponível para que os alunos possam vivenciar a Olimpíada no Brasil. Os alunos sairão da Uesc para o Rio de Janeiro no próximo dia 12, ficando na capital fluminense até o dia 22. Os alunos não terão despesas com o transporte, ficando responsáveis pela sua hospedagem e mobilidade no Rio.

Segundo Alberto, a ideia nasceu em 2007, quando era estudante do curso e foi aos Jogos Panamericanos do Rio. “Quando retornei, entendi o quanto os momentos vividos influiriam e influenciariam minha atividade profissional. Desde então, estive praticamente em todos os grandes eventos esportivos, Londres 2012, Toronto 2015, sempre constatando a riqueza que é poder presenciar esses eventos”, disse Alberto.

A ideia para os Jogos Olímpicos 2016 foi fortalecida em conversa com colegas do curso, inclusive a professora Marcia Morel, ex-atleta de alto nível. “Além disso, temos contado com o apoio da Reitoria, Colegiado de Educação Física, Departamento de Ciências da Saúde, Proad, Setor de Transportes e diversas outras áreas que se sensibilizaram com o Projeto”. A professora Morel salientou que também estão previstas ações voltadas para a área de organização e gestão de eventos esportivos.

A seleção dos alunos incluiu a presença de acadêmicos que já se certificaram como árbitros de modalidades esportivas, como acontece com o triathlon, e aqueles que participam voluntariamente de outros eventos esportivos. Segundo o professor, a Uesc tem atuado desde 2012 junto à Confederação Brasileira de Triathlon, abrindo certificações para os alunos do curso, no intuito de proporcionar uma formação ampliada, conectada com a prática esportiva. Outras áreas, como Letras, abriram curso de inglês, que reforçou a presença de egressos da universidade na arbitragem do triathlon olímpico, nos dias 18 e 20/08, e 10 e 11/09.

MEC RECREDENCIA FACULDADE MADRE THAÍS

Campus da Madre Thaís, na Avenida Itabuna, em Ilhéus (Foto Divulgação).

Campus da Madre Thaís, na Avenida Itabuna, em Ilhéus (Foto Divulgação).

O Ministério da Educação (MEC) renovou o credenciamento a Faculdade Madre Thaís (FMT), de Ilhéus, após a instituição ter sido submetida a avaliação pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

A portaria 755, de 20 de julho, foi publicada na edição 139 do Diário Oficial da União, tendo validade de cino anos. Para o presidente da FMT, Isidoro Gesteira, o recredenciamento reflete “o empenho de cada um dos professores, coordenadores da instituição”.

Diretora acadêmica da FMT, a professora Tatiana Barcelo avalia que o recredenciamento significa que a instituição alcançou “ótimo desempenho, considerando-se os aspectos como ensino, extensão, responsabilidade social, gestão da instituição, corpo docente e formação do egresso”.

KROTON PREPARA COMPRA DA ESTÁCIO

Fusão cria negócio milionário na área de ensino.

Fusão cria negócio bilionário na área de ensino.

Líder e vice-líder do ensino superior no Brasil, Kroton e Estácio podem anunciar, a qualquer momento, fusão de suas operações criando uma gigante do setor, de acordo com informações divulgados pelo portal G1. O negócio está avaliado em R$5,5 bilhões.

– O Conselho de Administração da Estácio, em reunião realizada ontem [quinta-feira], manifestou que está de acordo com os termos econômicos da nova proposta da Kroton, desde que os demais termos da operação sejam estabelecidos de forma satisfatória- informou a Estácio em comunicado ao mercado nesta sexta-feira (1º).

Tanto a Kroton, por meio da Unime, como a Estácio, via cursos EaD, têm presença no mercado sul-baiano, precisamente em Itabuna. A Kroton possui 1,01 milhão de alunos em todo o país ante 588 mil estudantes da Estácio.

GOVERNO DÁ “ZIG” EM ESTUDANTES E ADIA CRONOGRAMA DO FIES

Governo adiou para dia 15 a conclusão das inscrições no Fies (Foto Reprodução).

Governo adiou para dia 15 a conclusão das inscrições no Fies (Foto Reprodução).

O Ministério da Educação (MEC) adiou o cronograma do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A conclusão da inscrição dos estudantes pré-selecionados, cujo prazo começaria hoje (1º), foi adiada para o dia 15 de julho. A decisão está em edital publicado nesta sexta-feira no Diário Oficial da União.

O resultado do Fies foi divulgado ontem (30). Embora ainda no prazo previsto, a lista com os estudantes selecionados demorou para ser divulgada, tendo saído apenas às 22h. Até as 12h, o novo cronograma ainda não constava na página do programa. Falta ainda definir a data de convocação dos estudantes em lista de espera.

A publicação no DOU diz apenas que a conclusão da inscrição deverá ser feita a partir do dia 15, sem prazo para o término. Em nota, o MEC diz que a prorrogação se deu por conta de “ajustes necessários na fórmula de cálculo para adaptação do sistema à mudança de faixa de renda de 2,5 para 3 salários mínimos”. A pasta diz ainda que a mudança “não compromete o processo de financiamento”.

Os estudantes podem conferir na página do Fies o resultado da seleção. O resultado é uma pré-seleção, assegura apenas a expectativa de direito às vagas para as quais se inscreveram no processo seletivo do Fies. A contratação do financiamento fica condicionada à conclusão da inscrição no Sistema Informatizado do Fies (SisFies) e ao cumprimento das demais regras e procedimentos do programa.

Nesta edição serão ofertados 75 mil financiamentos. Aqueles que não forem selecionados serão automaticamente inscritos na lista de espera.

:: LEIA MAIS »

MEC LIBERA NOVA CHAMADA DO PROUNI

prouniO resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) foi divulgado hoje (27) pelo Ministério da Educação (MEC). Os aprovados devem correr, pois o prazo para entrega de documentação na faculdade para a qual se inscreveu termina na próxima sexta (1º).

Neste semestre, estão sendo oferecidas 125.442 bolsas integrais ou parciais em faculdades particulares em todo o país. Os beneficiados são aqueles que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Quem se inscreveu para disputar bolsa e não foi chamado, deve manifestar interesse para participar da lista de espera. O prazo para isso vai de 8 a 11 de julho, no site do ProUni.

ACADÊMICOS: MASTURBADORES OU CRIADORES?

Felipe-de-PaulaFelipe de Paula | felipedepaula81@gmail.com

 

Nossas universidades estão repletas do que costumo chamar de praticantes de masturbação intelectual. A analogia com a prática do “auto-prazer” vem da ideia de que aquilo não gera nada além de satisfação para aquele que a pratica.

 

Li uma matéria jornalística a respeito de um projeto da Universidade do Minho, em Portugal, que desafiava seus doutorandos a apresentarem suas pesquisas num pub da cidade. Público externo ao ambiente acadêmico, exigindo uma linguagem mais objetiva, direta, que permita a comunicação com aquelas pessoas.

A proposta é, segundo os organizadores, promover um ambiente descontraído e informal, com uma linguagem e profundidade adequadas. É, na minha opinião, um pouco mais do que isso. A proposta de levar o que é feito na Academia para um ambiente externo significa refletir sobre o sentido do que se faz dentro das universidades. Qual o sentido de produzir se o que é feito se esgota nos limites do campus, preenche uma estante na biblioteca, garante uma nota ao formando ou uma progressão funcional ao docente?

Nossas universidades estão repletas do que costumo chamar de praticantes de masturbação intelectual. A analogia com a prática do “auto-prazer” vem da ideia de que aquilo não gera nada além de satisfação para aquele que a pratica. Acadêmicos das mais diversas áreas gastam infindáveis horas com discursos rebuscados, debates acalorados com os seus pares, textos de linguagem distante e destinados apenas a congressos e publicações altamente especializadas. Ruim? Não necessariamente. Útil para a sociedade? Também não necessariamente.

Complicado pensar numa instituição – e em seus profissionais – sustentada por uma população que nem ao menos tem a chance de conhecer o que se passa lá dentro. O acadêmico moderno deve ter a obrigação de apresentar a universidade “ao mundo de fora”. Ali não é (ou não deveria ser) um panteão para privilegiados. Ali está um recorte de mundo com extremo potencial para produzir conhecimento. E esse conhecimento deve ser útil para a sociedade, de domínio da sociedade, com caráter libertador a fim de desatar os nós da ignorância e da opressão que vem associada a esta.

Acadêmicos: ao mundo! Uma universidade que morre em si, ajuda a sociedade morrer junto com ela. Uma universidade que não está em seu devido lugar – em meio ao povo – não tem razão de existir.

Se o dito popular afirma que traduzir é trair, a Academia tem o dever de reverter esse pensamento. Traduzir o academicismo, no caso, é permitir. O desenvolvimento, a integração, os saberes. Construamos universidades com cada vez menos “masturbadores” e cada vez mais criadores. A sociedade agradece.

Felipe de Paula é professor da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB).

PROUNI ABRE INSCRIÇÕES PARA VAGAS REMANESCENTES

prouniO Ministério da Educação (MEC) vai oferecer as bolsas que não foram preenchidas no processo de seleção regular do Programa Universidade para Todos (ProUni). Os interessados poderão se inscrever a partir de amanhã (23) até 31 de março, pela internet.

O ProUni oferece a estudantes brasileiros de baixa renda bolsas de estudos integrais e parciais (50% da mensalidade) em instituições privadas de ensino superior. Na primeira edição de 2016, o ProUni ofertou 203.602 bolsas para 30.931 cursos. As bolsas que não foram preenchidas em nenhuma das chamadas regulares serão ofertadas nesta etapa.

As inscrições serão pelo site do ProUni.

Podem concorrer professores da rede pública de ensino, além dos estudantes que fizeram alguma edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010. O candidato não pode ter nota zero na redação e precisa ter, no mínimo, 450 pontos na média no Enem.

As bolsas integrais são para os candidatos com renda familiar bruta por pessoa de até 1,5 salário mínimo por mês e as bolsas parciais, para os participantes com renda familiar bruta por pessoa de até três salários mínimos. Os professores estão dispensados do critério de renda.

Aqueles que se candidatarem terão dois dias úteis para comprovar as informações prestadas na inscrição nas instituições e ensino. Cabe ao estudante verificar o local, a data e o horário de atendimento e demais procedimentos. Com informações da Agência Brasil.










WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia