WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba








novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

editorias






:: ‘EUA’

TIMIDEZ NA PEDALADA PELADA BAIANA

Bom comportamento na Pedalada Pelada de Salvador (foto divulgada nas redes sociais)

Bom comportamento na Pedalada Pelada de Salvador (foto divulgada nas redes sociais)

Em junho de 2004, ciclistas de várias partes do mundo saíram às ruas para chamar a atenção sobre os danos causados pelo uso de veículos movidos a combustíveis fósseis, além de pedir mais respeito e civilidade no trânsito. Para não passar despercebidos, eles pedalaram sem roupa, daí o nome do movimento: “pedalada pelada”.

Ontem, após quase 12 anos de seu lançamento mundial, a Pedalada Pelada teve sua versão na capital baiana, mas, quem diria, de uma maneira um tanto tímida. Enquanto na Austrália, Estados Unidos e até na Rússia os ciclistas vão às ruas com tudo de fora, na quente, animada e supostamente desinibida Salvador a maioria optou por um nudes parcial.

Não se sabe se foi medo de chocar a sociedade ou ser enquadrado no crime de ato obsceno, o fato é que poucos participantes radicalizaram e a manifestação “pecou” pelo bom comportamento… Logo na Bahia!

Pode-se dizer que todo mundo fica tímido da primeira vez, mas de qualquer maneira o recado foi dado.

PRESIDENTE AMERICANO FARÁ VISITA HISTÓRICA A CUBA

Obama anuncia reaproximação, mas ouve crítica de Raúl a manutenção de embargo econômico.

A Casa Branca deverá anunciar hoje (18) que o presidente Barack Obama planeja viajar para Cuba em março deste ano, Será a primeira viagem de um presidente norte-americano a Havana, capital cubana, em 88 anos. A viagem, que vinha sendo comentada informalmente nos meios diplomáticos, foi confirmada pelo The Wall Street Journal, na edição de hoje (18), citando como fonte um alto funcionário do governo norte-americano.

A viagem de Obama ocorrerá 15 meses depois que os Estados Unidos e Cuba anunciaram planos para restaurar relações após um congelamento diplomático que durou mais de 50 anos. A visita constitui mais uma etapa na reaproximação histórica entre os Estados Unidos e Cuba. A última e única visita de um presidente norte-americano ao país foi feita por Calvin Coolidge, em 1928.

Situada a apenas 145 quilômetros da costa da Flórida, Cuba vem sofrendo um embargo econômico dos Estados Unidos desde 1961, quando as relações entre os dois países foram cortadas . O rompimento ocorreu depois da revolução cubana liderada por Fidel Castro.

A reaproximação Cuba-Estados Unidos avançou em dezembro de 2014, quando Obama anunciou mudanças nas relações com Havana. Posteriormente, os dois países restauraram relações diplomáticas, reabriram embaixadas em Washington e em Havana e chegaram a acordos sobre voos comerciais diretos e serviço de correio. Projeto-piloto para levar o acesso à internet de banda larga à população foi anunciado por Cuba no mês passado. Da Agência Brasil

PARLAMENTARES QUEREM FACILITAR ACESSO A ARMAS

Da Agência Brasil

Enquanto a discussão sobre o controle de armas ganha força nos Estados Unidos, o Brasil vive um movimento inverso, com diversas tentativas de parlamentares para flexibilizar o acesso às armas de fogo e aumentar o número de categorias com direito a porte de arma, alerta Melina Risso, diretora do Instituto Sou da Paz, organização não governamental que atua na prevenção da violência.

No Brasil, a presidenta Dilma Rousseff vetou integralmente o texto do Projeto de Lei 87/2011, há pouco mais de uma semana. A justificativa foi que, se sancionado, implicaria maior quantidade de armas de fogo em circulação, “na contramão da política nacional de combate à violência e em afronta ao Estatuto do Desarmamento”.

O tema voltou a ser discutido nos Estados Unidos depois do recente massacre em Newtown, no estado norte-americano de Connecticut, quando o jovem Adam Lanza, de 20 anos, atirou contra crianças e funcionários de uma escola infantil e provocou 26 mortes. O crime ocorreu em dezembro do ano passado e gerou comoção nacional e internacional.

Leia mais

EXPORTAÇÕES BAIANAS CRESCERAM EM 2012

A Bahia registrou crescimento de 2,3% de suas exportações em 2012 na comparação com o ano anterior. De acordo com a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais (SEC), órgão vinculado à Secretaria Estadual de Planejamento, o Estado já responde por 60% das vendas externas realizadas pelo Nordeste.

O valor das exportações baianas no ano passado chegou a US$ 11,27 bilhões, um recorde histórico de acordo com o governo. Os setores que tiveram os melhores desempenhos foram os de petróleo e derivados (crescimento de 9%), soja e derivados (11,6%), algodão (7,2%) e o de metais preciosos (4,3%).

A China é o país que mais importa produtos made in Bahia, respondendo por 13,6% das vendas realizadas pelo Estado. Em segundo lugar, vêm os Estados Unidos,com 12,3% do valor exportado, mesmo com queda de 5,1% na participação americana ante 2011.

Entre os estados brasileiros, a Bahia também melhorou sua posição. Ficou com 4,64% das exportações em 2012, enquanto no ano anterior havia ficado com 4,28%.

IPHONE 5 COMPRADO NOS EUA FICA ATÉ R$ 1 MIL MAIS BARATO

Da CBN

Trazer um iPhone 5 dos Estados Unidos sai quase R$ 1 mil mais barato do que comprar o smartphone no Brasil, apesar dos impostos e da cotação do dólar. O modelo mais simples, com 16 GB de armazenamento, custa US$ 650 desbloqueado.

Com o imposto de 8,875% cobrado em Nova York, mais 6,38% de IOF no cartão de crédito, o aparelho sai por R$ 1.611. Mas a isenção de impostos para celulares comprados no exterior se aplica somente para um item, de uso pessoal, por viajante.

EDUCAÇÃO: UM ÍNDICE

Valéria Ettinger | lelaettinger@hotmail.com

 

O caminho ao pleno desenvolvimento humano através da educação segue caminho inverso de uma educação conteudista, voltada para os índices.

 

Estava lendo o artigo de Thomaz Wood Jr. na revista Carta Capital que relata dois casos que não encontro um adjetivo para classificá-los.

Primeiro retrata o caso de uma mãe na Indonésia que denunciou à mídia local que “seu filho, durante um exame nacional, fora forçado por seus próprios professores a passar suas respostas para colegas menos capazes”. Essa mãe fez a denúncia porque a escola não aceitou a sua reclamação. Após a divulgação da mídia os professores justificaram seu comportamento com base nas pressões que as escolas sofrem para conseguir bons resultados nos exames nacionais para obter recursos do governo.

Do outro lado do planeta, na cidade de Atlanta nos EUA, foi descoberto que professores forneciam as respostas aos estudantes e permitiam que alunos com baixo desempenho escolar copiassem dos colegas mais capazes e até preenchiam eles mesmos as folhas de respostas. Isso tudo ocorreu para a obtenção de premiações e recursos governamentais relacionados a resultados excepcionais alcançados pelos estudantes.

Esse quadro não é diferente no Brasil, pois considera-se uma boa educação aquela que mais aprova em exames nacionais e concursos públicos, resultando, a meu ver, uma educação mecanicista voltada aos resultados.

Esse modelo de educação poderá, até, promover uma seleção das melhores instituições de ensino, mas jamais poderá promover o pleno desenvolvimento da pessoa, o seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho, como diz a Constituição Federal de 1988 em seu art. 205.

O caminho ao pleno desenvolvimento humano através da educação segue caminho inverso de uma educação conteudista, voltada para os índices, pois nesse modelo de educação o estudante é um mero reprodutor de uma linguagem já sedimentada, de um conteúdo já construído e de uma orientação apenas aos resultados e não prepara o homem conforme suas habilidades e competências.

Como desenvolver um homem se ele não é tratado de forma singular sendo um ser diferente? Como desenvolver um homem se a educação não produz autonomia? Como desenvolver um homem se o conhecimento é apenas um meio para a obtenção de uma carreira ou de um salário?

Nesse modelo de educação o homem não é o objeto principal, mas é o meio para a obtenção de resultados. Esse modelo de educação gera uma padronização de desempenho. Nesse modelo de educação não se valoriza as habilidades. Esse modelo de educação está criando uma sociedade de estressados e depressivos. E por fim, esse modelo de educação não produz a libertação como diz o prof. Paulo Freire, mas expõe o homem a um padrão de sucesso, que longe estará de ser o caminho ao seu pleno desenvolvimento.

Valéria Ettinger é professora universitária.

HAJA MARIJUANA EM TIJUANA!

Um túnel com quase 25 toneladas de maconha foi descoberto ontem, por autoridades dos Estados Unidos e México. O “ervotúnel” fica entre a cidade mexicana de Tijuana e San Diego, na Califórnia.

Do lado americano, agentes de imigração, alfândega e patrulha de fronteira descobriram de cara mais de 20 toneladas de erva. No México, o exército cuidou de sua parte da operação, apreendendo 4,5 toneladas do entorpecente. Uma denúncia anônima favoreceu a ação dos militares.

Outras 12,9 toneladas de maconha já haviam sido apreendidas em Tijuana na segunda-feira, 1º, numa casa que fica em frente a um centro de reabilitação para viciados em drogas. No mesmo local, houve a execução de 13 dependentes no dia 24 de outubro último.

Com informações do G1








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia