WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: ‘Fábio Júnior’

CULTURA: PAWLO CIDADE AFIRMA QUE SAI “DE CABEÇA ERGUIDA” DO GOVERNO MARÃO

Pawlo Cidade foi exonerado no 500º dia à frente da Cultura em Ilhéus || Foto Divulgação

Pawlo Cidade foi exonerado, ontem (10), do cargo de secretário de Cultura de Ilhéus. Por meio das redes sociais, o gestor cultural disse lamentar a saída justamente quando completava 500 dias à frente do setor no Governo Marão e que sai de cabeça erguida.

– Gente boa desse mundão do meu Deus! Quero aqui externar minha gratidão por estes 500 (quinhentos) dias que passei à frente da Secretaria Municipal da Cultura de Ilhéus. Foram 500 dias de aprendizado e construção de uma política pública de cultura voltada para a descentralização, a desconcentração, a democratização e, acima de tudo, a transparência com os recursos destinados à nossa Cultura – escreve.

Mais adiante, Pawlo Cidade brinca com a exoneração. “A política, não a Cultural, tem dessas coisas. A gente sabe o dia que entra, mas não tem como saber o dia que sai (ou cai! RS)”, não sem antes apontar ter apresentado no governo um projeto – “com começo, meio e quase fim” – agora interrompido.

Pawlo também lembra que 500 tem a ver com o projeto pensado para a Pasta, o Cultura 500 e agradece o período em que pôde tocar a política do setor no município que, no próximo dia 28, completa 458 anos de fundação.

– Nestes 500 dias – também número do nosso Programa de Ação o Cultura 500, tentei forjar uma política cultural de escuta, de proposições, de ações e de responsabilidades. Uns compreenderam, outros ficaram apenas no campo das ideias e muitos apenas observaram. Perdemos a oportunidade de solidificar um projeto que nos pautaria pelos próximos anos. Afinal, nosso papel, enquanto gestores culturais, é o de criar soluções e políticas de Estado.

Gestor cultural pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e também escritor, Pawlo Cidade deixa a Secretaria de Cultura de Ilhéus após reforma administrativa implementada pelo prefeito Mário Alexandre (Marão). Sai para dar lugar ao empresário Fábio Júnior. Marão fundiu as pastas da Cultura e do Turismo. A de Turismo estava sem titular desde a saída de Alcides Kruschewsky, há dois meses.

NAZAL ASSUME PREFEITURA SEM TRANSMISSÃO DE CARGO

Nazal não aceitou acordo e assume prefeitura “na marra”

Cotado para assumir a Secretaria do Turismo de Ilhéus, o empresário do ramo hoteleiro Fábio Wanderley Cavalcante Júnior tentou selar a paz entre o prefeito Mário Alexandre (Marão) e o vice-prefeito José Nazal.

Ambos conversaram no último sábado, momentos antes de Marão partir para Salvador e, da capital baiana, para um compromisso em Washington, nos Estados Unidos, onde participa de evento global sobre meio ambiente, a partir desta quarta (8).

Não houve acordo.

Marão até pensou em passar a caneta a Nazal durante os 10 dias que ficará fora. Desistiu, pois queria do vice-prefeito, dentre outras coias, o compromisso de que não readmitiria os mais de 300 servidores mandados para a rua em janeiro deste ano.

O vice-prefeito havia se posicionado contra a posição de Marão. Não foi escutado. O prefeito também temia que Nazal exonerasse uma leva de comissionados, dentre eles o secretário da Administração, Bento Lima, considerado o prefeito de fato do município.

Com tantos temores, Marão viajou e nem deu tchau ao vice.

Hoje, Nazal assume a prefeitura, temporariamente, sem que tenha havido a transmissão do cargo.

Aguardemos as cenas dos próximos capítulos.

O DIA EM QUE AS “GUERRILHAS” SE INTENSIFICARAM NAS REDES SOCIAIS

marivalguedes2Marival Guedes | marivalguedes@gmail.com

No último dia 26, aniversário do ex-presidente Lula e do segundo turno das eleições do ano passado, as “guerrilhas” nas redes sociais se intensificaram.

No Twitter, a hashtag criada para a comemoração do aniversário de 70 anos do ex-presidente alcançou o primeiro lugar nos Trending Topics Brasil e o sexto nos mundiais.

A oposição não deixou passar em branco, reagiu postando banners e vídeos. Nas guerrilhas entre governo e oposição os alvos principais foram Lula, Dilma, Aécio, Eduardo Cunha e o juiz Sérgio Moro.

Alguns internautas repetiram a baixaria do cantor Fabio Júnior num show em Nova York, quando o público xingou a presidenta Dilma e o artista informa que o dedo perdido de Lula está enfiado no nosso (deles).

Mas houve críticas criativas contra o governo. Por exemplo, um banner com a foto da presidenta escrito: “Volta Dilma. Queremos de volta a Dilma que elegemos em outubro.”

O site Sensacionalista ironiza a justiça postando matéria com o título Para escapar da cadeia, preso usa máscara de Eduardo Cunha. O texto afirma que ‘um guarda chegou a ver o falso Cunha cruzando o portão, mas não fez nada’. “Eu reconheci, mas sei que esse a gente não pode prender, então nem me mexi”.

AécioEm meio aos requentamentos, um banner, criado especialmente para o dia 26, exibe a histórica foto dos tucanos no final da apuração do segundo turno na casa da irmã de Aécio Neves.

O clima antes era de comemoração com brindes em taças de champanhe. Mas, no momento desta foto, Dilma já está à frente e nas imagens se  destacam, atônitos, Aécio Neves, o presidente nacional do DEM, Agripino Maia, e o apresentador Luciano Hulk.

O texto: Hoje faz um ano… Que eu não paro de rir com esta foto.

 

Marival Guedes escreve crônicas aos domingos no Pimenta.

PLAYBOY COM “CREO” PIRES VAZA NA INTERNET

Nem bem a edição de agosto da Playboy chegou às bancas do país e as fotos do ensaio com a atriz Cleo Pires vazaram na internet. A atriz aparece como veio ao mundo e, por Itabuna, há quem lamente o fato do prefeito Capitão Azevedo ter trazido o pai da artista, Fábio Júnior, para a Festa do Centenário, e não a filha (pra ser cantada, lógico!).

O ensaio estará disponível nas bancas nesta terça, 10, mas a distribuição para assinantes começou no final de semana – para alegria dos marmanjos. A publicação da Editora Abril em terras brasileiras espera vender mais de um milhão de exemplares da edição com “Creo”.

CHUVA E LAMA NA FESTA DO CENTENÁRIO

Show atrai público pequeno em noite chuvosa (Foto Fábio Roberto/Pimenta)

O show do cantor Fábio Júnior começou há menos de 50 minutos e o público é fraco, espantado pela chuva que cai insistentemente em Itabuna. A festa acontece ao lado do centro administrativo Firmino Alves (prefeitura), na avenida Princesa Isabel.

No local da festa, muita lama. Quem não teve acesso aos camarotes reservados a convidados do prefeito Capitão Azevedo, se protege da chuva em cima do lamaçal. A programação desta noite tem ainda como atrações as bandas Chiclete com Banana e Lordão.

Às 23h30min – Fábio Júnior frustrou o público com um show de apenas uma hora e quinze minutos.

ATRAÇÕES DO CENTENÁRIO CUSTARÃO MAIS DE R$ 500 MIL

Azevedo torra mais de R$ 500 mil na festa.

A prefeitura de Itabuna gastará mais de R$ 500 mil apenas com as contratações de bandas e cantores para a Festa do Centenário.

O valor apurado não inclui gastos do município com estrutura de shows, hospedagem e transporte das atrações que se apresentarão nos dias 27 e 28 na avenida Princesa Isabel, ao lado do centro administrativo Firmino Alves.

De acordo com os contratos, o show do Chiclete com Banana ficará por R$ 240 mil. Será a atração mais cara. O cachê de Fábio Júnior é de R$ 103 mil. A Banda Lordão custará R$ 71 mil, conforme divulgado na última sexta-feira (clique aqui).

No dia 27, ainda se apresentam Banda Vera Cruz e John Kelson. Outras bandas de menor expressão foram contratadas pelo município. A Festa do Centenário ainda prevê apresentações gospel na avenida Princesa Isabel, dia 28. Aline Barros é a principal atração do dia 28, aniversário de 100 anos de emancipação político-administrativa de Itabuna. A apresentação custará R$ 58,4 mil.

A prefeitura não divulga em seu material informativo à imprensa qual a estimativa de gastos com a contratação de bandas e cantores e estrutura de shows. A informação é de que o Grupo Chaves assumirá parte dos custos com infraestrutura de shows, mas não é divulgado qual o valor investido pelo grupo.

Os extratos dos contratos publicados pelo município deixam claro a contratação dos serviços musicais das atrações, mas não esclarecem sobre os custos com transporte, hospedagem e infraestrutura de shows. Os R$ 500 mil só como cachê na festa é o equivalente à realização de um Carnaval Antecipado no município.

CENTENÁRIO SUPERFATURADO

O programa Bom Dia, Bahia, da rádio Nacional, detonou a bomba e, agora, o blog Boca Maldita dá mais detalhes do que poderá se constituir em um escândalo. De acordo com a denúncia, a prefeitura de Itabuna está contratando a banda Chiclete com Banana a peso de ouro: R$ 300 mil, fora os gasto com hospedagem e transporte. Os chicleteiros se apresentaram em Ilhéus, no dia 7 de janeiro, por R$ 150 mil.

A Festa do Centenário está programada para o dia 27 de julho, véspera do aniversário de 100 anos de Itabuna. Outras atrações da programação festiva são Fábio Júnior (R$ 100 mil), Lordão e Vera Cruz. Em sendo verdade, há uma fábrica de dinheiro lá pelas bandas do centro administrativo Firmino Alves.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia