WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: ‘facção criminosa’

ACUSADOS POR SÉRIE DE HOMICÍDIOS EM ITABUNA SÃO PRESOS; UM SUSPEITO FOI MORTO

Polícia prende acusados por série de homicídios em Itabuna|| Foto divulgação

Megaoperação integrada prendeu, na quarta-feira (6), oito pessoas acusadas de fazer parte de duas facções criminosas apontadas como responsáveis por uma série de assassinatos em Itabuna. Um dos suspeitos foi baleado no confronto com policiais e não resistiu aos ferimentos. Ele foi identificado como Wesley Melo de Jesus, o “Lélis”, com quem foi encontrada uma arma calibre 38.

O alvo principal da megaoperação foi Edson Januário da Silva, o ‘Didiu’, acusado de ser líder de uma facção criminosa envolvida com tráfico, homicídios e roubos, que cumpre pena no Conjunto Penal de Itabuna. Além da prisão, ele será remanejado para o presídio de segurança máxima, localizado na cidade de Serrinha. Wenerson Reis da Silva, o ‘Calango’, e Wagner Nascimento Cordeiro, o ‘Guito’, foram os outros detentos com mandados cumpridos.

Fora do sistema prisional, Simone Januário dos Santos, irmã de Didiu, Taciana Santos Paixão, Silvanei José dos Santos, Marcos Venicius Santos Nery, gerente da quadrilha, e Davi Rosa do Carmo acabaram presos.

No Conjunto Penal de Itabuna, os policiais e agentes penitenciários encontraram facas, celulares, carregadores e porções de maconha. Com o quinteto do lado de fora, dois revólveres calibre 38 foram achados.

“As equipes da 6ª Coordenadoria Regional da Polícia Civil (COORPIN), da PM e do sistema prisional estão de parabéns. Excelente resultado que demonstra a força do trabalho integrado e de inteligência. Com certeza novos desdobramentos serão realizados”, enfatizou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

DELEGADO DIZ QUE HÁ NOVA FACÇÃO CRIMINOSA EM ITABUNA

Líderes do tráfico em Itabuna foram transferidos há um ano (Foto Jorge Cordeiro).

Líderes do tráfico em Itabuna foram transferidos há um ano (Foto Jorge Cordeiro).

Macedo: facção quer aniquilar família de rivais (Foto Diário Bahia).

Macedo: facção quer aniquilar família de rivais (Foto Diário Bahia).

A briga pelo comando do tráfico de drogas fez surgir uma nova facção criminosa em Itabuna, segundo afirma o delegado Marlos Macêdo em entrevista ao Diário Bahia. A facção DMP reúne bandidos dos bairros Daniel Gomes, Maria Pinheiro e Pedro Jerônimo e seria a responsável por boa parte das mais de cinquenta mortes ocorridas em Itabuna só em 2014.

Titular da Delegacia de Homicídios, Macêdo afirma que a DMP foi criada por ex-integrantes das facções Raios A e B. As mortes são uma tentativa de aniquilar adversários, segundo a autoridade policial.

A facção tomou corpo após a mega-operação que transferiu os chefes do tráfico em Itabuna para o presídio de Segurança Máxima de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. O objetivo dos criminosos, por enquanto, é aniquilar os rivais.

A disputa pelo comando do tráfico no município – ou, pelo menos, na região do DMP – levou o grupo a metralhar a residência de um dos antigos chefes do crime no município, Sidmar Soares Santos, o Bolota.

Segundo o delegado, a disputa tem como alvo, também, os familiares dos bandidos presos. O ataque, conforme Macêdo, teria sido ordenado pelo chefe do DMP, Thiago Penteado, que tem contra si um mandado de prisão.

Macêdo voltou a repetir que tem a sensação de que a polícia enxuga gelo ao tentar combater o tráfico de drogas. E explica:

– Quanto mais prendemos, citando a PM e a Civil, a gente observa que sempre há alguns adolescentes assumindo os postos de comando do tráfico de drogas. Estamos sempre prendendo as mesmas pessoas.

Clique e confira a reportagem de Simone Nascimento no Diário Bahia.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia