WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia





maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

editorias






:: ‘Fernando Gomes’

PREOCUPADO COM O CLIENTE

Burgos trabalha para ele ficar feliz

Uma das maiores preocupações do secretário da Fazenda de Itabuna, Carlos Burgos, é defender o seu cliente-mor, o ex-prefeito Fernando Gomes. O defende como advogado e também na condição de membro do primeiro escalão do governo Azevedo.

Provas dessa atuação dedicada não faltam.

Recentemente, a Emasa ensaiou uma ação para revogar a lei que isenta a Santa Casa de Misericórdia do pagamento da conta de água. A liberação foi feita no último governo de FG e custa à empresa nada menos que R$ 1,2 milhão por ano.

Muita gente no governo critica a cortesia feita com o “chapéu alheio” (o dinheiro é do povo), uma vez que a Santa Casa é uma entidade privada, presta serviços remunerados e tem um faturamento nada desprezível.

O problema é que Burgos viu a possibilidade de que a ação contra o benefício resvalasse em seu melhor cliente (possível candidato a um processo por improbidade administrativa em virtude da renúncia de receita).

Resultado: ação barrada na origem, não em nome do interesse público ou de alguma “causa santa”, mas do compromisso entre um advogado e seu cliente. 

Profissionalismo é isso aí!

FERNANDO GOMES SERÁ EXPULSO DO DEM

A presidente do DEM itabunense, Maria Alice Pereira, recebeu da Executiva Estadual a dolorosa missão de expulsar do partido o campanheiro de 30 anos de vida pública, o ex-prefeito Fernando Gomes.

A cúpula do DEM avalia que Fernando traiu o partido ao abandonar a candidatura de Paulo Souto e cair nos braços do ex-ministro Geddel Vieira Lima, pré-candidato ao Palácio de Ondina.

Maria Alice, ainda no final de semana, foi chamada pelo ex-prefeito para uma conversa. Fernando Gomes queria convencê-la a apoiar o peeemedebista. Ouviu um “não” da presidente do DEM.

Maria Alice disse ao ex-prefeito que não foi consultada quando este decidiu ingressar na campanha eleitoral de Geddel e, além disso, deve satisfações ao seu partido.

FERNANDO NEGA APOIO A RENATO COSTA

O ex-prefeito e ex-deputado Fernando Gomes aceitou a missão de coordenar a campanha de Geddel Vieira Lima no sul e sudoeste da Bahia, mas rejeitou a ideia de apoiar a campanha do pré-candidato a deputado estadual Renato Costa (PMDB).

De acordo com fonte limpíssima, Fernando foi direto quando abordado por Geddel sobre o assunto: “Você tem meu apoio, mas o seu (sic) deputado estadual aqui na região, não”.

A conversa também fluiu bem em relação à rádio Difusora. Sabedor das dificuldades que tem para vender a emissora (o passivo beira R$ 1 milhão, segundo funcionários), o ex-prefeito ofereceu a Geddel a opção de compra. A rádio estará sob controle do pré-candidato a governador até meados de 2011, numa espécie de “arrendamento”.

PROPOSTA SEDUTORA

O deputado federal e pré-candidato a governador Geddel Vieira Lima (PMDB) chega a Itabuna, no próximo sábado, 17, com uma proposta pra lá de sedutora para o ex-prefeito Fernando Gomes: fazer do democrata o seu coordenador regional da campanha ao Palácio de Ondina.

FG deixou o governo de Itabuna em 2008. Está morando em Vitória da Conquista desde os primeiros dias fora do poder. Mas é da cidade do sudoeste baiano que ele dá as principais ordens no governo do também democrata Capitão Azevedo, seu pupilo. Geddel sabe disso e quer ter Fernando em seus braços e usar o ex-prefeito como cupido na sua relação com Azevedo, de quem também espera apoio.

Geddel deseja fechar, ainda no sábado, o apoio do ex-prefeito Zé de Cuma ao pré-candidato a deputado estadual Renato Costa. Em contato com o Pimenta, Renato disse que não rejeita apoio e que somente se pronuncia após o encontro de Geddel e FG.

O médico e pré-candidato reconhece a força eleitoral do ex-prefeito, que lhe maltrata desde o tempo em que foi vice-prefeito de Itabuna, entre 1989-1992, quando lhe tirou o salário de vice e o expulsou da prefeitura. Coisas do passado, disse Renato.

O médico que sonha em retornar à Assembleia Legislativa baiana também confirmou a este blog que Geddel visitará Itabuna e a aniversariante Barro Preto tendo a tiracolo o senador César Borges (PR). Será a primeira incursão da dupla ao sul da Bahia após aliança eleitoral firmada, no último final de semana.

FALA, DOUTOR

Ao não desistir da prefeitura em 2004, eu livrei Geraldo de uma derrota histórica. Veja o que aconteceu com [Capitão] Fábio e Juçara [Feitosa]

Renato Costa, rejeitando o rótulo de laranja de Fernando Gomes em 2004. Naquela peleja, FG venceu o pleito por 2.819 votos de diferença para Geraldo Simões e tornou-se prefeito pela quarta vez.

RENATO: POLÍTICA NÃO SE FAZ OLHANDO NO RETROVISOR

O médico Renato Costa, pré-candidato a deputado estadual pelo PMDB, concedeu entrevista há pouco ao programa “Bom Dia, Bahia” na Rádio Nacional. E, naturalmente, é questionado sobre o possível apoio que receberia do ex-prefeito e ex-desafeto Fernando Gomes (DEM).

Segundo Renato, não existem conversas engatilhadas sobre o tema, mas o apoio – se vier – será bem acolhido. “Eu e Fernando tivemos divergências em 1989, portanto há mais de 20 anos, e não posso fazer política olhando no retrovisor”, disse o médico.

Renato já conta com o apoio do filho do ex-prefeito, Sérgio Gomes, que é filiado ao PMDB. Neste sábado, 17, o deputado federal Geddel Vieira Lima estará na região e uma de suas missões seria convencer Fernando Gomes a apoiar a candidatura de Renato Costa.

A despeito daquelas divergências de 20 anos, Renato é hoje só elogios a Fernando. “Quem pode dizer que Fernando não é uma grande liderança? Se ele me apoiar, é claro que aceitarei”, enfatizou. O médico disse ainda que até Jaques Wagner aceitaria o apoio de Fernando Gomes.

FERNANDO COM RENATO COSTA?

Renato Costa já tem apoio do filho de FG

Parece improvável, mas tem gente especulando que o ex-prefeito de Itabuna, Fernando Gomes (DEM), poderá apoiar a eleição do médico Renato Costa (PMDB) para deputado estadual. E tudo por uma questão de DNA…

O filho de FG, Sérgio Gomes, que foi candidato a prefeito de Pau-Brasil em 2008, já se definiu pelo apoio a Renato e tenta levar o pai pelo mesmo caminho. Por trás da articulação, estaria ninguém menos que o deputado federal Geddel Vieira Lima.

Uma reunião entre Geddel e Fernando está marcada para este sábado, 17, em Itabuna. E o assunto Renato Costa encontra-se na pauta.

Para refrescar a memória dos mais jovens, Renato foi vice-prefeito de Fernando de 1989 a 1992 e a convivência entre os dois não foi das mais tranquilas. Eles brigaram tanto, que o então prefeito mandou impedir a entrada do vice no seu próprio gabinete.

Sem sala e sem consideração, o vice-prefeito era (é até hoje) chamado de “Renato Moleza” por Fernando Gomes. E Geddel agora assume a empreitada de reajuntar os dois.

Não é moleza. É dureza!

CAÇA E CAÇADOR

Reconhecido por suas tiradas, o vereador Didi do INSS (PDT) fazia troça de Ruy Machado (PRP). Na legislatura passada, lembra,  o colega estava sem mandato, mas articulava nos bastidores. E dizia sempre que Fernando Gomes não possuía bancada, mas batucada na Câmara.

Agora, Didi é quem faz gracejos.

– Hoje, Azevedo tem um trio elétrico. É só bater lá, e correm Loiola, Ruy e Pólvora.

Trio elétrico e doidinho por…

TCM MANDA FERNANDO DEVOLVER R$ 321 MIL

Na sessão em que rejeitou as contas do ex-prefeito Fernando Gomes, relativas a 2008, o conselheiro Oyama Ribeiro também determinou que o político devolva aos cofres públicos a cifra de R$ 321.775,86, a título de “ressarcimento”.

Ontem, o TCM rejeitou as contas de Fernando pela quarta vez. Cabe recurso da decisão. O conselheiro aplicou multa de R$ 4 mil ao ex-prefeito por ter deixado restos a pagar superior. O déficit orçamentário atingiu R$ 19.313.665,26 no ano passado.

FG E GEDDEL

Marco Wense

O ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional), pré-candidato ao Palácio de Ondina, pediu a Juvenal Maynart, correligionário de sua inteira confiança, o telefone de Fernando Gomes (DEM).

Geddel ligou para Fernando e passou um bom tempo conversando, obviamente sobre política. O prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo, eleito pelo DEM, foi o alvo predileto da conversa.

O peemedebista queria saber a opinião de Fernando Gomes sobre o Capitão. Se o ex-alcaide acreditava que Azevedo iria apoiá-lo em detrimento de Paulo Souto, pré-candidato do Partido Democratas.

Em relação a esse tão comentado apoio, há quem aposte que o DEM não faria qualquer objeção, não criaria nenhum obstáculo. A medida mais dura seria acionar o instituto da fidelidade partidária.

Como os democratas acreditam que Geddel fica com Paulo Souto em um eventual e cada vez mais provável segundo turno, o comando estadual da legenda fecharia os olhos para um possível apoio de Azevedo ao ministro.

Os democratas, assim como os petistas, apostam em uma eleição polarizada entre Wagner e Souto. O ministro Geddel seria o grande e disputadíssimo cabo eleitoral do segundo round.

LULA VERSUS FHC

“A comparação entre os governos FHC e Lula não será favorável aos tucanos”. A frase é do petista: 1) Jaques Wagner. 2) Aloísio Mercadante. 3) José Dirceu. 4) Tarso Genro. 5) Nenhuma das alternativas.

Quem cravou o x na opção 5, acertou. O autor da frase é o tucano Aécio Neves,  governador de Minas Gerais. A cúpula do PSDB está tiririca da vida com a sinceridade do bom mineiro.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

DRAGON – CARGA PESADA

.

.

www.dragonx.com.br

FG NO PIQUETE

A greve dos bancários no sul da Bahia ganhou um reforço, diriamos, inusitado. Na agência Bradesco da avenida do Cinquentenário, ao final da manhã desta quarta, o ex-prefeito Fernando Gomes juntou-se aos sindicalistas do PCdoB e reforçou a manifestação na porta do banco.

Ele justificou o apoio ao movimento. O ex-prefeito disse ter sacado uns milhares de reais para fechar uma transação de compra de gado. E olhe o que aconteceu:

– Fiz o saque no banco e veio a nota falsa de R$ 100,00.

Diante de sindicalistas incrédulos, o ex-prefeito exibiu a nota falsa. Hoje, disse ter se sentido lesado ao pagar R$ 4,00 por um simples extrato bancário.

E fez a graça dos manifestantes ao dizer que quem cobra um valor desses em um simples extrato tem de pagar bem aos seus funcionários.

‘Cururus’ juram de pés juntos que, na saída, Fernando ainda pediu uma cópia da Internacional Socialista.

...

Fernando se empolgou com o movimento grevista e agora só falta assinar ficha de filiação...

CGU INICIA FISCALIZAÇÃO EM ITABUNA

Gestões de Azevedo e Fernando são fiscalizadas.

Azevedo e Fernando: gestões fiscalizadas.

A temida Controladoria-Geral da União (CGU) iniciou nesta sexta-feira, 4, a fiscalização especial em Itabuna. Neste momento, três auditores da Controladoria-Geral fazem vistoria técnica no Restaurante Popular de Itabuna, que o prefeito Capitão Azevedo (DEM) mudou para Restaurante do Povo e passou por reformas há menos de três meses.

A finalidade é apurar se houve desvio de recurso. Os auditores vão fiscalizar as áreas de agricultura, assistência social, comércio, cultura e serviços. Eles vão examinar a aplicação de recursos destas áreas repassados ao município, além de inspecionar obras e serviços executados com recursos da União. A fiscalização recai sobre as administrações do ex-prefeito Fernando Gomes e do atual, Capitão Azevedo, ambos do DEM.

Itabuna está entre os 60 municípios brasileiros sorteados para sofrer a fiscalização especial. Na Bahia, também estão sendo fiscalizados Antônio Gonçalves, Potiraguá, Igrapiúna e Fátima. Ao contrário de Itabuna, os demais municípios serão fiscalizados nas áreas de educação e saúde.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia