WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate


alba










julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias






:: ‘Fernando Gomes’

PROCURA-SE UM PRESIDENTE

marco wense1Marco Wense

 

A escolha deve ser feita com muito cuidado, sob pena de uma desagradável surpresa. Tem pretendente, por exemplo, que pode ter uma recaída pelo fernandismo.

 

Conforme anunciou o blog PIMENTA, a secretaria de Governo Maria Alice, fiel escudeira do prefeito Fernando Gomes, vai para o PSD do senador Otto Alencar.

A ida de Alice para o PSD se deu até mesmo por falta de opção, já que outros partidos da base aliada do governador Rui Costa (PT) foram descartados.

Não sei como será o relacionamento da secretaria com o prefeito ACM Neto. O alcaide soteropolitano sempre teve uma grande admiração pela “dama de ferro”.

Outro detalhe é que Alice vai para uma legenda que tem um bom relacionamento com Neto, adversário de Rui na disputa pelo Palácio de Ondina na eleição de 2018.

Como em política as nuvens de hoje podem ter outros formatos a qualquer momento, fica a hipótese, ainda que remotíssima, de se encontrarem em um mesmo palanque na sucessão estadual.

Agora, é encontrar alguém que possa substituir Maria Alice com a mesma disposição e vontade política inerentes a fernandista de carteirinha.

A escolha deve ser feita com muito cuidado, sob pena de uma desagradável surpresa. Tem pretendente, por exemplo, que pode ter uma recaída pelo fernandismo.

Todo cuidado é pouco. A política não costuma socorrer os que dormem e, muito menos, os ingênuos e incautos.

Marco Wense é editor d´O Busílis e articulista do Diário Bahia.

MARIA ALICE NO PSD

Maria Alice, de vermelho, cumprimenta o governador Rui Costa || Foto O Trombone

Maria Alice, de vermelho, cumprimenta o governador Rui Costa || Foto O Trombone

A secretária de Governo de Itabuna, Maria Alice, concedeu entrevista a Ederivaldo Benedito, no sábado (15), na Rádio Nacional, anunciando a saída dela do DEM. Evitou falar sobre qual será o destino partidário. Nem precisava.

Tanto Maria Alice como Fernando Gomes deverão oficializar a saída do Democratas e se filiarem ao PSD de Otto Alencar e do deputado federal Paulo Magalhães, o avalista. Tudo combinado com o governador Rui Costa.

Maria Alice oficializará a saída do DEM logo após as comemorações do aniversário da cidade. Fernando não terá a mesma pressa.

O LARANJA DE CUMA E O INADIMPLENTE DA PALAVRA

Renato Costa e Geraldo Simões em encontro em 2012, em Itajuípe || Foto Erê

Renato e Geraldo em 2012, em Itajuípe || Foto Erê

A coluna Tempo Presente, d´A Tarde, assinada pelo jornalista Levi Vasconcelos, narra uma tentativa de reaproximação entre Geraldo Simões (PT) e o ex-peemedebista Renato Costa, após as desavenças em 2002. O patrocinador da causa foi o hoje diretor-geral da Ceplac, Juvenal Maynart.

O médico tascou uma frase que até hoje persegue o petista:

– Geraldo Simões é um inadimplente da palavra.

Foi numa entrevista ao Agora, após romper com o petista.

Após a briga dos dois no governo de Geraldo, Renato decidiu concorrer à prefeitura em 2004, pleito em que Geraldo concorria à reeleição.

O médico manteve a candidatura, embora fosse improvável a sua vitória, conforme pesquisas. Isso, na análise do petista, favorecia Fernando Gomes. Geraldo então “acusou” Renato de estar a serviço de “Cuma”. Traduzindo: chamou Renato de laranja de Fernando.

Juvenal conta a Levi como foi a tentativa de reconciliação, seis anos depois.

– Geraldo, eu não tenho a menor condição de ficar com você. Você até já me chamou de laranja! – reagiu Renato.

Diante da recusa do médico e ex-deputado, Juvenal sacou argumento pra amenizar o clima…

– É para compensar o inadimplente da palavra [Renato].

Até Geraldo caiu na gargalhada, conta o colunista…

TRAÍDO PELA CÚPULA DO DEM, FERNANDO CAI NAS GRAÇAS DE RUI COSTA

Rui e Fernando Gomes se cumprimentam durante evento em Ilhéus || Foto Divulgação

Rui e Fernando Gomes se cumprimentam durante evento em Ilhéus || Foto Divulgação


Fernando observa a obra da Ponte Estaiada, em Ilhéus || Foto Ed Ferreira

Fernando observa obra da nova ponte em Ilhéus || Foto Ed Ferreira

O ano de 2016 significou uma guinada política para Fernando Gomes. Estava decidido a disputar a Prefeitura de Itabuna pela sexta vez. Embalado por sentimentos como “ausência de prefeito” depois das gestões de Capitão Azevedo, sua cria, e Claudevane Leite (Vane do Renascer), Fernando, que um dia sonhou em ser governador do estado de Santa Cruz (uma ideia dele, na década de 80), achava que dava.

As pesquisas em meados de maio já lhe eram favoráveis. Um conjunto de fatores levou FG a se aproximar de um grupo filiado a um partido contra o qual militou por décadas, o PT. Nesse caminho, nada mais pesou do que um pedido de ACM Neto. O prefeito de Salvador queria que Fernando retirasse a própria candidatura e apoiasse o tucano Augusto Castro. Soou traição.

Era julho, às vésperas da convenção do DEM itabunense. A “surpresa” no encontro em Salvador foi acompanhada de outra “peça”: Augusto também estava ali, na sala. O gosto amargo da traição tomava a boca do então pré-candidato a prefeito pelo DEM. Palavras impublicáveis teriam sido ditas à época.

O presidente do DEM baiano, José Carlos Aleluia, assistiu a tudo, em silêncio. O amargor só fez aumentar. Era traição dupla. Fernando, como se sabe, não aceitou o pedido de Neto. E, pelo menos publicamente, sobrou para Augusto, a quem restou cuidar dos próprios hematomas.

O PRÓXIMO PASSO

Puxado por Maria Alice Pereira e o empresário Rafael Moreira, Fernando começou a namorar, politicamente, petistas. Começou com Josias Gomes e Lula Viana em diálogos em que eram sorvidos goles de café e chocolate em restaurantes e no Centro de Convenções de Ilhéus, onde ocorria mais uma edição do Festival do Chocolate e Cacau de Ilhéus e, à noite, Djavan se apresentaria para mais um show memorável em que, claro, cantava amores – e desilusões, também.

A conversa evoluiu rapidamente nos bastidores. Fernando já dialogava com Rui Costa. “Foi empatia à primeira vista”, disse um importante assessor do governador ao PIMENTA ao final de uma visita que Rui fazia à obra da nova ponte do Pontal, em Ilhéus, na quarta-feira (28).

Fernando exibe uma gravata "vermelho PT" || Foto Ed Ferreira

Fernando e a gravata “vermelho PT” || Foto Ed Ferreira

Momentos antes, Fernando Gomes reunia sua trupe para participar da recepção de prefeitos a Rui em Ilhéus. Estava vestido a caráter. E à vontade. A gravata chamava atenção. Não pelo modelo, mas pela cor, como pode ser visto nas fotos do experiente Ed Ferreira.

Então, prefeito, está na base mesmo? – pergunta repórter deste blog.

– Estou. Mas não é apoiando partido. Estou com o governador – ressalva, descontraído.

Ao contrário de boa parte dos seus assessores, Fernando mostra se sentir bem no novo aconchego. E é paparicado. Rui irá à festa de aniversário do prefeito, nesta sexta (30). “Tá confirmado, ele vai participar”, festejava Fernando. Ou “Cuma”. A comilança regada a política será no endereço do aniversariante. 78 anos.

Fernando está alegre, também, por outros fatores. Tem recebido apoio do governo em quase tudo que solicita. Por último, confirmou que o Estado concluirá as obras do Teatro e do Centro de Convenções. Rui ratificou o compromisso ontem (28). Só falta o prefeito enviar o novo projeto executivo da obra. A conclusão deve demandar algo como R$ 22 milhões.

“CORRERIA”, OBRAS E SUL DA BAHIA

Ainda na visita, Fernando olhava para o traçado da ponte, enquanto conversava. O repórter pergunta sobre a relação dele com o governador e o desempenho de Rui. O prefeito itabunense mostra admiração pelo jeito (do) petista. E crava, olhando para as primeiras colunas da ponte estaiada:

– Se entregar essa obra e sair a estrada, será o maior governo da história para o sul da Bahia. Antes dele, quem fez? Teve Lomanto Júnior, com aquela ponte ali – diz, apontando para a Ponte Lomanto Júnior, mais conhecida como Ilhéus-Pontal.

E a conversa avança. Ele sempre deixando claro a sua empatia pelo governador, e fazendo duas, três ressalvas de que “não existe mais partido” depois da Lava Jato.

E, novamente, repete:

– Estou com o governador. Não tem esse negócio de partido. Tem mais partido com essa Lava Jato? Não tem mais.

O deputado federal Paulo Magalhães (PSD), amigo e um dos avalistas da campanha fernandista em 2016, aproxima-se e aproveita para “discordar”, no estilo não é bem assim:

– Tem o PSD… – completa.

A propósito, e apesar dos embates com Neto, Fernando ainda continua filiado ao DEM, assim como Maria Alice Pereira, que ontem também se destacava na multidão com um vestido, como se diz, “vermelho PT”.

“AGORA” APRESENTA NOVO PROJETO E EQUIPE

Braga e Rui Carvalho apresentam projeto e equipe do Agora | Foto Rodrigo Bithencourt

Braga e Rui Carvalho apresentam projeto e a equipe do Agora | Foto Rodrigo Bithencourt

A nova concepção editorial e gráfica do Agora foi apresentada ao mercado publicitário e empresarial, nesta quarta (28), durante encontro no Hotel Tarik. O veículo passa a ser administrado pelo empresário e presidente da CDL Itabuna, Jorge Braga.

Braga falou dos desafios para manter um jornal que tem mais de 30 anos de história, fundado pelos jornalistas José Adervan e Ramiro Aquino. O jornal deixa de ser diário. A nova proposta prevê três edições semanais. às terças e às quintas, com 8 páginas, e ao sábados, com 12.

O publicitário Rui Carvalho, da RCM Propaganda e delegado regional do Sindicato das Agências de Propaganda (Sinapro), também participou e destacou a oportunidade de mídia que a edição especial de aniversário de Itabuna, em julho, representa para anunciantes.

As novidades do jornal na internet e peças e peças do Agora foram apresentadas às agências. Secretário de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente, John Vinicius Nascimento falou, durante o evento, da ligação do prefeito Fernando Gomes com o jornal.

Direção do Agora e publicitários durante apresentação || Foto Rodrigo Bithencourt

Direção do Agora e publicitários durante apresentação || Foto Rodrigo Bithencourt

PASSARELA LIGARÁ CENTRO E GÓES CALMON

Ao lado de Chico Reis e Minas Aço, Fernando assina ordem de serviço (Foto Pedro Augusto).

Ao lado de Chico Reis e Minas Aço, Fernando assina ordem de serviço (Foto Pedro Augusto).

A Prefeitura de Itabuna construirá passarela ligando o centro da cidade à Praça Rio Cachoeira (Góes Calmon). A obra custará R$ 1.275.288,00 e será executada pela Minas Aço, segundo o município.

A previsão é de que a passarela seja entregue no aniversário da cidade, no dia 28 de julho. Será construída sobre a Ilha do Jegue.

A ordem de serviço para a execução da obra foi assinada pelo prefeito Fernando Gomes e o proprietário da Minas Aço, Roberto Barbosa, ex-candidato a prefeito e ex-presidente do PP de Itabuna.

O presidente da Câmara de Vereadores de Itabuna, Chico Reis (PSDB), e o líder do Governo no Legislativo, Robinho (PP), além da secretária de Governo, Maria Alice, estiveram no ato de assinatura.

MP-BA RECOMENDA E FERNANDO PODE TER QUE EXONERAR ESPOSA E SOBRINHO

Inocêncio recomenda a Fernando a exoneração de Sandra e Dinailson.

Inocêncio recomenda a Fernando a exoneração de Sandra e Dinailson.

Após concluir investigação, o Ministério Público Estadual (MP-BA) recomendou ao prefeito Fernando Gomes a exoneração dos secretários Sandra Neilma (Assistência Social) e Dinailson Oliveira (Administração), respectivamente, esposa e sobrinho do gestor de Itabuna. O promotor Inocêncio Carvalho, da área de Proteção ao Patrimônio Público e Moralidade Administrativa, apurou a prática de nepotismo na Prefeitura de Itabuna.

Segundo a promotoria, “foi constatado” indício “da prática de nepotismo por parte do prefeito” ao nomear os dois parentes para o cargo. Dinailson e Sandra Neilma foram ouvidos e, segundo Inocêncio, afirmaram que possuem apenas o Ensino Médio.

Embora haja súmula do Supremo Tribunal Federal (STF) que libere nomeação de parentes para cargos de comando, o promotor lembra que, “com fundamento nos reitorados julgados do STF”, Dinailson e Sandra não possuem “qualificação técnica” para o desempenho das funções.

A promotoria ainda destaca que a nomeação de parentes na gestão pública municipal é vedada pela Lei 2.03/2007), sancionada pelo então prefeito, Fernando Gomes, há 10 anos. Lembra Inocêncio que, em 2007, Fernando assinou termo de ajustamento de conduta no qual exonerou a esposa do mesmo cargo.

A recomendação pela exoneração de Sandra Neilma e Dinailson foi emitida no último dia 15. O MP-BA ainda enfatiza que Fernando tentou, no início deste ano, alterar a lei de 2007, mas não obteve êxito.

Inocêncio ameaça entrar com Ação Civil Pública para assegurar a exoneração dos dois secretários, caso o prefeito não atenda a recomendação. Ainda em janeiro deste ano, tanto o prefeito Fernando Gomes como a secretária de Governo, Maria Alice Pereira, defenderam as duas nomeações como sendo legais. Disseram que o STF libera a nomeação de parentes para cargos de primeiro escalão, conforme entendimento da súmula 13, de 2008.

ITAPÉ E BARRO PRETO

Inocêncio de Carvalho também abriu investigação para apurar a prática de nepotismo nas prefeituras de Itapé e Barro Preto. Disse que ainda aguarda resposta dos gestores Naeliton (Itapé) e Ana Paula (Barro Preto) e dos outros alvos da investigação.

FERNANDO FECHA DOIS “CULÉGIOS” POR BAIXA DEMANDA

Prefeito durante campanha fez críticas ao fechamento de escolas (Reprodução Pimenta).

FG, quando candidato, criticava fechamento de escolas (Reprodução Pimenta).

Vane do Renascer foi duramente criticado, na campanha de 2016, pelo fechamento de 10 escolas da rede municipal. O reordenamento da rede era necessário devido à baixa demanda de alunos, de acordo com o ex-gestor de Itabuna.

A justificativa foi ignorada na disputa eleitoral. Quem mais explorou o fato durante a peleja, acabou eleito prefeito de Itabuna. “Isso é um crime”, dizia o então candidato Fernando Gomes. Não sabia o que o aguardava.

Ontem, por meio de nota, confirmou-se que a gestão de Fernando fechou duas escolas (Escola Municipal Califórnia e Escola Comunitária Santa Inês, transferindo os alunos, respectivamente, para a 28 de Julho e Grupo Escolar Amélio Cordier).

A secretária de Educação, Anorina Smith Lima, que também fez críticas à decisão de Vane e da então secretária Dinalva Melo, alegou “baixa demanda na procura por vagas” e impossibilidade “de formação de turmas”. Os espaços eram alugados, acrescentou.

Contraria-se o discurso em nome da racionalidade dos recursos públicos, o que é salutar. Mas o vale-tudo eleitoral precisa acabar. E o eleitor, ficar mais atento.

Antes, como agora, os alunos não ficaram sem lugar para estudar. Espaço, antes e agora, não faltava, não falta. A rede municipal cada vez mais perde alunos. Antes, eram 30 mil (anos 2000). Hoje, não chega a 18 mil. Sobram vagas. E professores, também. Um dos motivos para reordenamento na rede.

ITABUNA: EMPRESAS DE ÔNIBUS INVESTEM R$ 9 MILHÕES EM RENOVAÇÃO DA FROTA

Nova Frota começa a circular nesta semana, segundo AETU (Foto Pedro Augusto).

Nova Frota começa a circular nesta semana, segundo AETU (Foto Pedro Augusto).

As empresas Sorriso da Bahia e São Miguel investiram aproximadamente R$ 9 milhões na renovação da frota do transporte coletivo de Itabuna. Até a próxima semana, 26 novos ônibus serão integrados ao sistema de transporte público do município.

Os veículos foram apresentados nesta terça (9), na Avenida Firmino Alves (Alameda da Juventude), centro de Itabuna, pelos diretores das duas empresas e o prefeito Fernando Gomes.

Parte dos ônibus começa a circular nesta quarta. “Até a próxima semana, toda a nova frota estará rodando”, disse ao PIMENTA o diretor operacional da Associação das Empresas de Transporte Urbano de Itabuna (AETU), Elvis Souza. O prazo será necessário para conclusão de emplacamento – veículos ainda não estavam emplacados – e instalação de equipamentos hoje usados em veículos que serão substituídos.

Frota do transporte público ganha novos ônibus (Foto Pimenta).

Frota do transporte público ganha novos ônibus (Foto Pimenta).

CONCESSÃO

De acordo com o diretor da AETU, São Miguel e Sorriso da Bahia passam a atender exigência do contrato de concessão com os 26 novos veículos. O contrato, assinado por sócios das empresas e o então prefeito Claudevane Leite em 22 de novembro do ano passado, determinou que metade da frota tenha, no máximo, dois anos de uso.

Todos os veículos cumprem exigência de acessibilidade a pessoas com deficiência. Modelos não possuem ar-condicionado, item citado como um dos ganhos com a concessão feita pelo Governo Vane.

 

FACULDADE DE MEDICINA EM ITABUNA DEVERÁ SER INAUGURADA EM JULHO

Dirigente da Santo Agostinho explica termos de contrato (Foto Pedro Augusto).

Dirigente da Santo Agostinho explica termos de contrato (Foto Pedro Augusto).

A Faculdade Santo Agostinho (Fasa) estabeleceu o dia 28 de julho, aniversário da cidade, como data prevista para inaugurar a sua sede em Itabuna. Hoje, os diretores Mércio Coelho Antunes e Eunápio Ferreira assinaram protocolo que define as obrigações da Fasa para implantação do curso de Medicina no município sul-baiano. O vestibular deverá ser lançado ainda neste ano, conforme compromisso firmado em evento com o prefeito Fernando Gomes, nesta segunda (8).

A instituição venceu o edital do Programa Mais Médicos, em 2015, e foi aprovada pelos ministérios da Saúde e da Educação e pela Secretaria de Educação de Itabuna, à época gerida pela professora Dinalva Melo. A sede provisória da Fasa será construída na região da Nova Itabuna.

Os investimentos da Fasa no sul da Bahia têm o empresário Edmar Margotto como sócio. Segundo ele, a previsão é de que a Faculdade Santo Agostinho, nos próximos anos, chegue a 30 mil alunos. Hoje, são 15 mil nos campi instalados em Montes Claros e Sete Lagoas, ambos municípios mineiros, e Vitória da Conquista.

MENSALIDADE: R$ 5,5 MIL

No município do sudoeste baiano, a Fasa já oferece o curso de Medicina. A mensalidade é superior a R$ 5,5 mil em Conquista. O curso em Itabuna terá 85 vagas na primeira turma, sendo que 10% delas serão bolsas integrais.

A instalação do curso de Medicina em Itabuna deveria ocorrer no ano passado. O cronograma sofreu atraso, por causa do Tribunal de Contas da União (TCU), que suspendeu todos os editais das concorrências em todo o país. A liberação somente ocorreu em 2016.

FACULDADE DE MEDICINA EM ITABUNA

mais médicosRepresentantes da Prefeitura de Itabuna e Faculdade Santo Agostinho assinam, às 10 horas de hoje, no auditório do Hospital de Olhos Beira Rio (HOBR), na Avenida Mário Padre, Góes Calmon, contrato para implantação do curso de Medicina em Itabuna. A previsão é de que as atividades letivas do curso comecem no segundo semestre deste ano. O contrato será assinado pelo prefeito Fernando Gomes e diretores da Santo Agostinho.

A Fasa foi a vencedora do edital do Programa Mais Médicos, em 2015, para implantar o curso em Itabuna. A primeira turma deverá ter 85 alunos. Dez das vagas serão para bolsistas, conforme o edital do programa criado na gestão da presidente Dilma Rousseff.

A Santo Agostinho deverá, ainda, implantar outros três cursos nos próximos meses no município, a depender de autorização do Ministério da Educação. Na macro-região sul da Bahia, Eunápolis também terá curso de Medicina no âmbito do Mais Médicos. A vencedora deste outro edital foi a Pitágoras, do sistema Kroton.

SEMANA SANTA SEM PEIXE

FG SEM PEIXEO prefeito Fernando Gomes quebrará uma tradição em Itabuna: a distribuição de peixe na Semana Santa. Durante inauguração de quadra poliesportiva, Fernando disse ter encontrado a prefeitura com dívidas superiores a R$ 600 milhões. “Por isso, não vamos poder distribuir peixe para a população carente na Semana Santa”.

Com a notícia não agradável para os moradores da comunidade carente que envolve os bairros Corbiniano Freire e Novo Horizonte, o prefeito saiu-se com a promessa de pacote de obras a ser entregue em 2018. E tascou: “No próximo ano, vamos inaugurar uma obra por semana, com o apoio da Câmara de Vereadores e da sociedade civil organizada”.

Não faltou ataque ao ex-prefeito Claudevane Leite e a ameaça de acioná-lo, juridicamente, por não ter feito, até o momento, a prestação de contas de 2016.

EX-SECRETÁRIO CRITICA FERNANDO E DIZ QUE NÃO ABRE MÃO DA “TRANSPARÊNCIA E HONESTIDADE”

Lavinsky deixa o cargo com fortes críticas ao prefeito Fernando Gomes.

Lavinsky deixa o cargo com fortes críticas ao prefeito Fernando Gomes.

Vitor Lavinsky deixou o cargo de secretário de Saúde de Itabuna, hoje (22), com fortes críticas ao prefeito Fernando Gomes. O advogado e especialista em gestão pública disse ter enfrentado dificuldades “inerentes ao próprio cargo” e, também, pela falta de visão do prefeito “em relação ao que deveria ser uma gestão voltada para os compromissos técnicos”. Na carta pública explicando os motivos de sua exoneração, Vitor observa faltar a Fernando “respeito ao próximo”.

Ao afirmar que teve todas as suas contas aprovadas por onde passou como gestor público, o ex-secretário aponta que lhe foram sugeridas formas de administrar que, “muitas vezes, fugia ao que mandam os preceitos da legalidade”. E completa: “A administração pública, na minha visão, sempre exigiu transparência e honestidade e disso nunca abri mão”.

Ainda falando sobre respeito, disse o ex-secretário ter aprendido, apesar de jovem (tem 34 anos), que “não é com gritos, gestos bruscos, atitudes com único objetivo de menosprezar as pessoas ou propostas indecentes que devemos basear as nossas vidas, especialmente quando o bem público está colocado sob a nossa responsabilidade”.

Vitor Lavinsky também afirmou estar “cansado das “mumunhas” políticas:

– Sou brasileiro e, como tal, estou, a exemplo da população, cansado das “mumunhas” políticas, das jogadas sujas, dos dribles desconcertantes que a população tem encarado, todas dadas por gente que sempre busca o melhor para as suas vidas e sequer se importa com os caminhos sujos que seguem e com as práticas delituosas.

OUTRO LADO

O PIMENTA procurou  ouvir o prefeito Fernando Gomes quanto ao conteúdo da carta aberta. O site aguardou posicionamento dentro do prazo solicitado e fez nova ligação. A Assessoria de Comunicação, então, informou que Fernando havia acabado de viajar para Salvador (“onde terá audiência com o governador”).

O governo vai se posicionar apenas por meio de nota. Nesta tarde, a secretária de Governo, Maria Alice Pereira, falará da exoneração e do conteúdo da carta.  Clique no “leia mais” e confira a íntegra da carta aberta. :: LEIA MAIS »

CHICO FRANÇA PEDE EXONERAÇÃO; GOVERNO FG SOFRE TRÊS BAIXAS EM 80 DIAS

Chico França deixa Secretaria de Viação e Obras (Foto NaChapa).

Chico França deixa Secretaria de Viação e Obras (Foto NaChapa).

O engenheiro civil Francisco França entregou, ao final da tarde de hoje (20), a carta de exoneração e não é mais secretário de Desenvolvimento Urbano de Itabuna. Profissional de renome, “Chico” deixa o governo menos de três meses após assumir o cargo.

A saída do engenheiro é a terceira baixa no Governo Fernando Gomes nos seus primeiros 80 dias. Ainda em janeiro, Sérgio Gomes deixou o comando da Secretaria de Transporte e Trânsito por causa da repercussão nacional do nepotismo. Logo após, José Leopoldo deixou o comando da Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna, mantenedora do Hospital de Base, que é municipal. A saída de Leopoldo até agora não foi explicada.

As passagens de França pela prefeitura têm sido quase meteórica. Durante o governo de Capitão Azevedo (2009-2012), o engenheiro ficou menos de 30 dias no comando da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa). De estilo forte e considerado ético, França não é dado a fazer concessões. Em janeiro, ele não gostou de ver o contrato dos serviços de limpeza pública ser gerido pela Secretaria de Administração. Fez divulgar nota pública deixando claro que nada tinha a ver com o negócio milionário.

FACULDADE PODE GERAR 800 EMPREGOS

A instalação do campus Itabuna da Faculdade Santo Agostinho (Fasa) pode gerar até 800 empregos no município, de acordo com projeções da instituição de ensino apresentadas pelo prefeito Fernando Gomes. A Santo Agostinho, de origem mineira, implantará campus em Itabuna com a formação da primeira turma do curso de Medicina.

A previsão é de que as atividades comecem no segundo semestre deste ano, na Nova Itabuna. Além de Medicina, a Santo Agostinho deverá oferecer cursos de Engenharia Civil, Arquitetura, Farmácia e Direito, conforme Gomes. Na Bahia, a Fasa já possui unidade em Vitória da Conquista.

A Santo Agostinho foi a vencedora do edital do Programa Mais Médicos, em 2015, para instalar o Curso de Medicina em Itabuna com oferta de 85 vagas, sendo 10 delas bolsas integrais.

DE CHICO REIS PARA FERNANDO…

Fernando Gomes e Chico Reis.

Fernando Gomes e Chico Reis.

O presidente da Câmara de Itabuna, Chico Reis (PSDB), irritou-se com o prefeito Fernando Gomes (DEM), após levar um “chá de cadeira”, hoje (21), no Centro Administrativo Firmino Alves. Fernando recebia executivos  da Lupo, nova dona da Trifil/Scalina.

Chico já aguardava o prefeito fazia longos “minutinhos”. E retou ao saber que Fernando havia reservado espaço na agenda para recebê-lo somente no final da tarde. O tucano deu “cavalo-de-pau” e picou a mula, deixando o gabinete. Foi alcançado por um cumpridor de ordens já no estacionamento.

Pondera daqui, pondera dali, Chico retornou e avisou: se Fernando quiser interlocução com a Câmara, que vá até a sede do legislativo. O quiprocó é contado pelo Resenha da Cidade, de Roberto de Souza.

Aqui, no PIMENTA, o episódio ganha trilha sonora: Me dê motivo, com Tim Maia.

EM ITABUNA, PRESIDENTE DA LUPO ANUNCIA EXPANSÃO DA TRIFIL

Mazzeu e Liliana Aufiero, da Lupo, com o prefeito Fernando Gomes, secretário John Nascimento e auxilia

Jorge Tomate, Mazzeu, Aufiero, Fernando Gomes, John Nascimento e Tarciso Soares.

Investimentos na unidade da Trifil em Itabuna foram anunciados pela presidente da Lupo, Liliana Aufiero, durante visita ao município sul-baiano. A executiva antecipou que a indústria local ganhará nova linha para lançamento de novos produtos. A Lupo adquiriu a Trifil no ano passado (relembre aqui).

Segundo a executiva, a visita à fábrica em Itabuna tem a finalidade de avaliar as condições operacionais e definir estratégias de expansão da empresa.

Parte dos equipamentos da linha de produção da Trifil em Guarulhos serão destinados a Itabuna, segundo Aufiero. “Estamos inclusive trazendo partes das máquinas da fábrica de Guarulhos, que serão destinadas ao lançamento de novos produtos como a meia calça, com alto padrão de qualidade”.

Aufiero e o diretor superintendente do grupo empresarial no país, Carlos Alberto Mazzeu, também participaram de audiência com o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, acompanhado do secretário de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, John Nascimento, o diretor de Licitações, Jorge Tomate, e o diretor de Indústria e Comércio, Tarciso Soares.

EXPANSÃO DA LUPO

De acordo com entrevista concedida pela presidente da empresa, a Lupo apostará em duas frentes, uma delas o crescimento das franquias da Lupo e a expansão da fábrica da Trifil em Itabuna. A Trifil Scalina possui 90 lojas próprias. A Lupo, 320.

FERNANDO RETOMA A MATERNIDADE DA MÃE POBRE

Almir e Fernando, quando fecharam parceria em 2015.

Almir e Fernando, quando fecharam parceria em 2015.

O prefeito Fernando Gomes decidiu retomar o controle da Maternidade da Mãe Pobre. A partir da próxima segunda-feira (20), Sérgio Gomes, filho do prefeito e pré-candidato a deputado estadual, vai dirigir a unidade materno-infantil.

A maternidade estava sendo administrada pela Fundação Gonçalves Sampaio desde o final de 2015, após negociações entre o médico Almir Gonçalves e Fernando.

O porém para que Fernando reassuma o controle do negócio é a multa rescisória em caso de quebra de contrato, estipulada em R$ 4 milhões. Mas esse ponto é negociado pelo agora prefeito com o médico.

7 MESES DE SALÁRIO EM ATRASO

Cerca de 20 funcionários da Fundação Gonçalves Sampaio, que trabalham na Maternidade da Mãe Pobre, aguardam ansiosos pelo desfecho. Reclamam que estão há sete meses sem receber salário e vale transporte. “Alguns até pediram demissão porque não aguentavam mais passar por tanta necessidade”, disse uma das vítimas.

DEM, FERNANDO E ALICE

marco wense1Marco Wense

 

Alguns nomes já despontam para substituir Maria Alice no comando do DEM de Itabuna, como os do ex-vereador Solon Pinheiro e do advogado Cosme Reis, pai de Chico Reis, presidente da Câmara de Vereadores.

Matematicamente falando, diria que Fernando Gomes e Maria Alice vão sair do DEM como 2+2 são quatro. Politicamente, não sei por que continuam na legenda.

Ambos já declararam que o Partido do Democratas é coisa do passado. A secretária de Governo até que mostrou certo sentimento. O prefeito chutou o pau da barraca, como diz a sabedoria popular.

Estranho é a cúpula do demismo, sob a batuta de ACM Neto, ficar inerte diante de uma situação irreversível. O deputado federal José Carlos Aleluia, presidente estadual do partido, segue no mesmo diapasão.

Essa passividade, essa desaconselhável acomodação, lembra a expressão latina “Dormientibus Non Sucurrit Jus”. Ou seja, assim como no direito, o processo político não costuma socorrer os que dormem.

A falta de reação dos democratas passa a impressão de que estão desolados com a atitude de Fernando, que a legenda ainda mantém acessa a possibilidade de um entendimento.

Alguns nomes já despontam para substituir Maria Alice no comando do DEM de Itabuna, como os do ex-vereador Solon Pinheiro e do advogado Cosme Reis, pai de Chico Reis, presidente da Câmara de Vereadores.

Como a decisão do demismo é de fazer oposição implacável ao governo FG, hoje aliado do Partido dos Trabalhadores, a indicação do doutor Cosme Reis não é do agrado do enraizado fernandismo.

Maria Alice sempre foi uma dirigente partidária atuante, daquelas que não medem esforços para alcançar os objetivos. Continua sendo a fiel escudeira de Fernando Gomes e a “dama de ferro” do pupilo político.

Depois da derrota de Marcelo Nilo na eleição para presidir o Parlamento estadual, o PSL ficou desnutrido e já é carta fora do baralho para ser o próximo abrigo partidário do alcaide.

Com efeito, Nilo pode até perder o controle do PSL para o deputado estadual Nelson Leal. O ex-todo poderoso presidente da Assembleia Legislativa vive seu pior momento na vida pública. Vale lembrar que Nilo foi derrotado por Félix Júnior na disputa pelo comando do PDT.

O PSD do senador Otto Alencar, cada vez mais forte e, agora, tendo seus passos monitorados pelo PT, pode ser o mais novo refúgio de Fernando Gomes de Oliveira e seus seguidores.

A expectativa fica por conta de quando as lideranças do DEM vão acordar.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

FERNANDO GOMES LEMBRA PAPEL DE ADERVAN E DECRETA LUTO OFICIAL

Assim como o prefeito de Uruçuca, Moacyr Leite, Fernando Gomes decretou luto oficial de três dias em Itabuna, em reconhecimento à contribuição de José Adervan de Oliveira para o desenvolvimento e, ainda, a luta pela liberdade da informação, “mantendo um diário de circulação regional por mais de 30 anos”.

Por meio de nota, o prefeito destaca a militância política de Adervan e sua “destacada atuação em favor do esporte e da cultura, bem como em defesa da ética profissionais e dos valores morais”.

Adervan faleceu na tarde do último domingo (12), no Hospital Calixto Midlej Filho, em Itabuna. O corpo foi enterrado ontem à tarde, em Itabuna. Ontem, o ex-prefeito Jabes Ribeiro lembrou da sua relação com Adervan e emitiu nota em que lembra da última homenagem prestada ao jornalista, ano passado, com a entrega da Comenda São Jorge dos Ilhéus.

Adervan, paletó claro, quando recebeu comenda em Ilhéus das mãos de Jabes, em 2016 (Foto Alfredo Filho).

Adervan, paletó claro, quando recebeu comenda em Ilhéus das mãos de Jabes, em 2016.

CÂMARA DE ILHÉUS

A Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Ilhéus se pronunciou em nota na qual enfatiza o amor do jornalista e empresário pelo sul da Bahia. “Foi um influente comunicador do sul da Bahia, que perde um dos seus grandes defensores. Neste momento de dor, enviamos nossos pêsames à família e amigos”.

BIOFÁBRICA

O Instituto Biofábrica de Cacau também emitiu nota na qual destaca a relevância de Adervan no desenvolvimento da comunicação regional. “Adervan deixa um importante legado para a comunicação regional, configurando como um dos principais personagens do setor”, observa a nota. “À família e aos amigos enlutados, a Biofábrica presta solidariedade”. O profissional era um dos maiores defensores da agropecuária regional.

Além da Prefeitura de Itabuna, Biofábrica e Câmara de Ilhéus, a FTC de Itabuna, por meio do seu diretor Luiz Alfredo Omena, também se posicionou. “Com o falecimento de José Adervan, o jornalismo sulbaiano perde uma das suas referências do profissionalismo exercido com ética, competência e seriedade”.

VEREADOR ILHEENSE CRITICA “CORONELISMO” DE FERNANDO EM DEBATE SOBRE A UFSB

Fernando queria UFSB "toda" em Itabuna e Gil o chama de coronel.

Fernando queria UFSB “toda” em Itabuna e Gil o chama de coronel.

O vereador e radialista Gil Gomes condenou a postura do prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, que, numa audiência com o reitor Naomar Almeida, lamentou ter parte da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) sendo construída em território ilheense (reveja aqui).

“Esse comportamento do senhor prefeito FG é um absurdo. Ilhéus e Itabuna se complementam. Hoje a política é moderna, ela mergulha numa nova linhagem, e portanto, a política do senhor do engenho e do coronelismo não existe mais”, disse o vereador.

Gil Gomes, um dos profissionais de maior audiência do rádio ilheense, recomendou a Fernando Gomes “renovar a mente”. Para o vereador, Fernando está no grupo daqueles “que se comportam com a mente política do século passado”.

O vereador acrescenta que este não é momento para rivalidade, mas diálogo. “O debate é para a implantação da Região Metropolitana [Ilhéus-Itabuna]. Esse é o debate”, acrescentou.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia