WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba










novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

editorias






:: ‘Flávio Barreto’

“BUSCAREMOS UM NOME DE CONSENSO”, AFIRMA FLÁVIO BARRETO

Flávio Barreto diz que buscará a unidade do PT

O Partido dos Trabalhadores (PT) buscará um nome de consenso para a direção do partido nas eleições internas que ocorrerão no segundo semestre deste ano, segundo o presidente do diretório itabunense, Flávio Barreto. O nome deverá ser escolhido para as eleições até o final de julho, de acordo com ele. Flávio trabalhará para que não haja bate-chapa.

Também conhecido como Flávio da Comonte, o dirigente disse que, assim como o presidente estadual, Everaldo Anunciação, não poderá concorrer a um novo mandato. Isso, porque o partido não permite mais de uma reeleição dos seus dirigentes.

Mais cedo, o site publicou nota afirmando que uma ala do PT local, puxada pelo filiado Manoel Porfírio, defenderá o nome da professora Miralva Moitinho para o comando do partido (relembre aqui).

PORFÍRIO QUER MIRALVA NO COMANDO DO PT ITABUNENSE

Porfírio vai trabalhar nome de Miralva ao comando do PT itabunense

O assessor parlamentar Manoel Porfírio arregimentou nomes para filiação no PT de Itabuna. O movimento dele não foi à toa. Assessor dos deputados Osni (estadual) e Joseildo (federal), Porfírio está disposto a fortalecer grupo que rivalize com a ala geraldista do diretório local.

O nome que o assessor trabalha para levar à presidência do partido no município é o da professora Miralva Moitinho, que já presidiu o diretório quando era do grupo do ex-prefeito e ex-deputado Geraldo Simões.

Do outro lado da contenda, Flávio Barreto, que deve disputar a reeleição. As eleições no PT ocorrerão no segundo semestre deste ano, quando serão definidos os dirigentes para os diretórios municipais, estaduais e nacional.

REELEITO COM 69% DOS VOTOS, FLÁVIO FALA DE DESAFIOS DO PT EM ITABUNA

 Flávio fala em união de partido e atração da juventude.

Flávio fala em união de partido e atração da juventude.

O presidente do Diretório do PT de Itabuna, Flávio Barreto, foi reeleito com 69% dos votos válidos, ontem (9), em disputa contra um dos nomes históricos do partido, o ceplaqueano Jackson Primo. Flávio obteve 369 votos ante 167 de Jackson. De acordo com a comissão eleitoral, 571 filiados votaram, sendo 36 votos em branco e 16 nulos.

O resultado na eleição para a estadual, ficou assim: Waldenor Pereira com 322 votos, Everaldo Anunciação, 155; e Fernanda Silva, 39. Waldenor teve apoio de Flávio e do ex-deputado Geraldo Simões. Everaldo foi apoiado por Jackson.

DENTRO DO ESPERADO

Flávio disse que o percentual de votos alcançado ficou dentro do esperado. “Na primeira, nós obtivemos 65%”, assinala, apontando crescimento. O dirigente fala em fazer uma gestão colegiada, não centrada na figura do presidente, procurar o outro lado da disputa. “Agora é unir o partido. Nosso foco são as lutas contra a reforma da Previdência e o ataque à CLT, além de reeleição de Rui Costa [a governador] e eleição do presidente Lula”.

O dirigente do PT também comentou a possibilidade de vitória do deputado federal Waldenor Pereira para o comando do diretório estadual do partido. “Temos mais de 50% dos delegados para a estadual [na apuração até aqui]”, assinalou. Para ele, as perdas do PT baiano nos últimos anos também contribuíram para a votação obtida por Waldenor. Em 2016, o partido perdeu dois terços das prefeituras no estado, mesmo com o governo estadual tendo boa aceitação, observou.

ATRAIR A JUVENTUDE

Falando de mandato, o presidente reeleito diz que um dos planos para o diretório local é atrair a juventude. “O partido vai fazer campanha para filiar jovens e também atrair a juventude. Muitos nasceram na gestão [nacional] do PT. Não sabiam o peso da mão da direita. Estão conhecendo agora. A juventude tem bandeiras comuns às do partido, a exemplo da Reforma da Previdência e questões de gênero”.

Flávio avalia que os resultados até aqui acabam fortalecendo o ex-deputado Geraldo Simões, “que trabalhou também para fazer essa aliança [com Waldenor Pereira], mantendo a liderança com o apoio da direção estadual”.

PETISTAS HISTÓRICOS RETORNAM AO PARTIDO

 Flávio festeja retornos de nomes históricos.

Flávio festeja retornos de nomes históricos.

O PT terá evento significativo, em Itabuna, na próxima sexta (6), às 18h, na Câmara de Vereadores. Durante plenária, serão assinadas fichas de filiação de nomes históricos da legenda no município. São profissionais liberais, educadores e médicos que deixaram a legenda há anos e, agora, retornam ao partido.

Alguns dos nomes confirmados são os da educadora Raimunda Assis e do ex-secretário de Saúde de Itabuna Humberto Barreto, além dos advogados Jorge Almeida e Valdir Mesquita.

A negociação para o retorno da legenda começou faz tempo. “Foi muito diálogo e o entendimento de que precisamos fortalecer o partido no município”, disse, sorridente, Chico do PT a este blog.

O retorno é festejado pelo presidente do PT itabunense, Flávio Barreto. “São companheiros valorosos, que deram grande contribuição para a formação do partido em Itabuna”, disse ao Pimenta.

Segundo ele, o ato de refiliação terá parte da cúpula estadual da sigla presente (Everaldo Anunciação e Josias Gomes), do deputado federal Jorge Solla e do ex-deputado Geraldo Simões, que abonou a ficha dos refiliados.

O grupo de históricos petistas que retornam à legenda deverá lançar um nome para disputar vaga na Câmara de Vereadores em 2016.

PMDB, PT E O CONVITE PARA GERALDO

Flávio Barreto: convite foi para Geraldo...

Flávio Barreto: convite foi para Geraldo.

O PMDB baiano convidou o ex-deputado e ex-prefeito de Itabuna Geraldo Simões para filiar-se ao partido. Duas vezes prefeito de Itabuna, deputado estadual na década de 90 e federal por três mandatos, o fundador do PT em Itabuna terá, ainda, tempo razoável para se decidir. O prazo final de filiação para quem pretende disputar eleição em 2016 é outubro.

Este blog perguntou ao presidente do PT itabunense, Flávio Barreto, se ele também pode ir para o PMDB. Aliado do ex-deputado, Flávio não quis dar espaço para problemas internos:

– O convite [do PMDB] foi para Geraldo e [esses convites] é muito natural na política, principalmente neste período que antecede o prazo limite para filiação. Ainda que fosse para mim, tenho uma tarefa para cumprir, que termina em 2017. Temos muito a conquistar à frente do nosso partido – afirmou, descartando deixar o PT.

PT DISCUTE ESTRATÉGIA ELEITORAL EM ITABUNA

pt baO presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação, terá reunião com a executiva municipal do partido, em Itabuna, até o início de abril para discutir possibilidade de a legenda ter candidatura própria a prefeito no município. A visita ficou definida em reunião do Diretório Estadual do partido, no último final de semana. Além de Itabuna, também serão visitados os municípios de Juazeiro, Camaçari e Vitória da Conquista.

Flávio Barreto, presidente do diretório itabunense, diz que a meta é “fortalecer o partido, elegendo o máximo de prefeitos e vereadores do PT no estado”.

Durante a reunião do final de semana, o partido analisou a conjuntura e definiu estratégia eleitoral para os 35 maiores municípios baianos, dentre eles Itabuna. Foi deliberado, por meio de resolução, que nestes municípios será mantido o diálogo com os partidos aliados, mas a definição das estratégias e candidaturas é dos diretórios municipais com acompanhamento da Comissão Executiva Estadual do PT.

– Aqui em Itabuna estamos nos organizando para o próximo período. Já temos uma Plenária de Formação para os novos filiados que acontecerá no próximo dia 28. Logo em seguida, abriremos o debate interno no partido para definirmos a nossa estratégia visando a sucessão de 2016.

EVERALDO DIZ QUE ALIADOS TERÃO PREFERÊNCIA, MAS NÃO PRIORIDADE

Everaldo reforça necessidade de diálogo e diz que aliados terão preferência, não prioridade.

Everaldo reforça necessidade de diálogo e diz que aliados terão preferência, não prioridade.

O presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação, sabe bem das complicações que a legenda terá pela frente, caso o diretório estadual imponha nomes de partidos aliados em detrimento de candidaturas petistas nas 35 maiores cidades baianas em 2016. Ao PIMENTA, o dirigente afirmou que os “aliados terão preferência, não prioridade” nas candidaturas.

Ao defender a preferência dos gestores aliados que tentarão reeleição, o dirigente busca evitar maior tensão na base governista estadual e, ao mesmo tempo, construir nomes de consenso no enfrentamento contra candidaturas do espectro oposicionista, com sérias implicações no pleito estadual de 2018. Everaldo até admite que poderá haver duas candidaturas aliadas do governo disputando prefeituras, mas sem a tensão que isso pode provocar se o processo não for dialogado.

Ainda nesta semana, a Executiva Estadual se reúne e comunicará aos presidentes de diretórios municipais a decisão em relação a estes municípios. Itabuna, por exemplo, o prefeito é do PRB (Claudevane Leite), mas o diretório local trabalha para que o candidato seja o ex-deputado Geraldo Simões, que detém o controle do PT local.

No último sábado, o presidente do diretório municipal, Flávio Barreto, afirmou ao PIMENTA que pretende sacudir a reunião do próximo sábado (14), em Salvador, quando questionará a perda de espaço do PT nos governos estadual e federal – e o processo de definição de candidaturas petistas nos maiores municípios baianos. Para ele, o partido adota estratégia de enfraquecimento próprio no momento em que precisa ter forças para enfrentar questionamentos em várias frentes.

DIRIGENTE DO PT DIZ QUE É “NATURAL” SAÍDA DE NINÃO DO GRUPO DE GERALDO

Flávio Barreto diz que mudança é natural.

Flávio Barreto diz que mudança é natural.

O presidente do diretório do PT de Itabuna, Flávio Barreto, disse ao PIMENTA que considera “natural a mudança de agrupamento político” do ex-candidato a vereador Eduardo Almeida “Ninão”.

Nesta noite de quarta (26), Ninão anunciou neste blog que estava deixando o grupo do ex-prefeito e deputado federal Geraldo Simões. O rompimento político ocorre após 19 anos. Ele vai apoiar o deputado Valmir Assunção (confira entrevista concedida mais cedo).

Barreto ainda afirmou que a mudança do filiado é “movimentação cotidiana” no PT, “onde as forças se harmonizam e se movimentam democraticamente e, para tanto, são devidamente respeitadas seguindo a tradição petista”.

O deputado Geraldo Simões ainda não se posicionou quanto ao rompimento de um de seus mais antigos e até então fiéis aliados. Nos bastidores, houve tensão, pois Geraldo pensava que Ninão iria apoiar o deputado federal Josias Gomes, que tem base em Itabuna e virou algoz do ex-prefeito itabunense.

SEM MIRALVA, FLÁVIO BARRETO ASSUME PRESIDÊNCIA DO PT

Flávio fala durante ato de posse na sede do PT (Foto Josivaldo Dias).

Flávio fala durante ato de posse na sede do PT (Foto Josivaldo Dias).

O empresário Flávio Barreto tomou posse, ontem à noite, como presidente do diretório municipal do PT de Itabuna. Num ato simples, na sede do partido, Flávio disse que “o PT está de portas abertas a todo itabunense”.

O evento contou com o deputado federal Geraldo Simões e o prefeito de Ibicaraí e presidente da Amurc, Lenildo Santana, além de políticos regionais.

Mas um dos fatos que marcaram a posse foi a ausência da professora Miralva Moitinho. Ela deveria transmitir o cargo ao novo dirigente.

A ausência, aliás, tem a ver com o clima da disputa pelo diretório. A ex-presidente foi “alvejada” por mover recurso contra a posse do novo dirigente, acusado de usar recursos externos na campanha do partido.

APÓS RECURSO, FLÁVIO BARRETO TOMA POSSE NA 5ª

Flávio da ComonteA Direção Nacional do PT rejeitou recurso apresentado pela chapa de Zaquêl Oliveira e o empresário Flávio Barreto (Flávio da Comonte) teve a posse confirmada, na presidência do PT de Itabuna, para a próxima quinta-feira (12).

Zaquêl, por meio da presidente do diretório, Miralva Moitinho, apresentou recurso alegando que Flávio havia recorrido a auxílio financeiro externo para a disputa à presidência do diretório petista.

Como prova, foram reunidas camisas de campanha com o nome de uma loja de material de construção. A defesa alegou que a ata da eleição não havia registrado nenhum problema na disputa. O documento foi assinado pela comissão eleitoral e pelos dois lados da disputa.

O julgamento foi levado ao diretório estadual, mas acabou “subindo” e foi analisado ontem pelo Diretório Nacional. Flávio tem o apoio do deputado federal Geraldo Simões. A vitória do empresário pegou de surpresa vários petistas que negociavam um “acordão” ou novo pleito, mas sem Flávio na cabeça da chapa.

IMPUGNAÇÃO DA ELEIÇÃO “É DESESPERO DE QUEM NÃO SABE PERDER”, DIZ PETISTA

Flávio da ComonteO presidente eleito do PT itabunense, o economista Flávio Barreto, comentou a notícia de que sua eleição sofreu tentativa de impugnação no Diretório Estadual. Flávio confirmou que houve um recurso, impetrado pela atual presidenta do PT de Itabuna, Miralva Moitinho, e lamenta que a dirigente tenha seguido pelo caminho da apelação, após ser derrotada no voto, por ampla maioria.

Flávio Barreto foi eleito por 471 votos, contra 245 de Zaquêl Lima, além dos 53 votos brancos e nulos. No total, foram 769 votos computados. “Não imagino porque a presidenta Miralva tenha tanto medo de perder o comando do PT em Itabuna, a ponto de apelar dessa forma. A votação transcorreu de forma tranquila, assim como a apuração”, observa Barreto.

Ele reforça esse argumento afirmando que Miralva e os demais envolvidos na eleição e apuração elaboraram a ata de todo o processo, que foi assinada por todos, “sem registro de nenhuma ocorrência de irregularidade nem protestos, seja de candidatos ou de correntes partidárias que estavam na disputa”.

O presidente eleito lembra ainda que a eleição teve grande participação da militância, sendo a terceira em percentual de comparecimento em toda a Bahia. “Não querer reconhecer a nossa vitória num pleito marcado pela lisura, pelo menos de nossa parte, é demonstrar que tem muito apego ao poder, ou que não desistiu de levar nosso partido para uma administração que está afundando nossa cidade”, pondera Barreto.

Flávio lembra que não teve nenhuma decisão, ainda, sobre o recurso apresentado por Miralva e um militante do município de Pau Brasil, e que, caso não obtenha sucesso na instância estadual, recorrerá ao Diretório Nacional, por receio que haja “politização do julgamento na instância estadual”.

ACILINO DEFENDE APOIO DO PT A VANE; VICE-PRESIDENTE REJEITA ALIANÇA

Rejeitando cargos, Acilino defende apoio do PT a Vane.

Rejeitando cargos, Acilino defende apoio do PT a Vane.

O ex-vereador Emanoel Acilino defende que o diretório itabunense do PT apoie o governo de Claudevane Leite, Vane do Renascer. “Faço parte do diretório e já me posicionei em favor do apoio ao Governo Vane”, afirmou, deixando claro que não deixaria a Ceplac para integrar a gestão municipal. “Não é apoio por cargo. Continuarei aqui, na Ceplac”, ressalta.

O ex-vereador e membro do Diretório Municipal do PT observa que o novo prefeito de Itabuna é do PRB, partido que integra a base de apoio tanto à presidente Dilma Rousseff quanto ao governador Jaques Wagner. “Nossos inimigos em Itabuna são o DEM e o PSDB”, disse.

Acilino enfatiza que o Partido dos Trabalhadores não pode fazer oposição ao município por causa do resultado do pleito de outubro passado. Ele diz que o PT precisa repensar sua estratégia em Itabuna. “Temos a necessidade de repensar Itabuna. A cidade sofreu muito com o desastre de oito anos consecutivos do DEM. Torço muito para que Vane faça uma boa administração. Quem ganha somos nós, itabunenses”.

VICE DO PT DIZ NÃO À ALIANÇA

Flávio diz que não houve convite do governo.

Flávio: não houve convite do governo.

Enquanto Acilino defende a aliança, o vice-presidente do diretório municipal vai em mão contrária. Flávio Barreto diz que a resolução de 28 de novembro do ano passado deliberou pela não participação no novo governo (“até porque, não houve convite nesse sentido”). Em nota ao PIMENTA, Flávio anota que o PT “manterá uma posição fiscalizadora, austera e responsável junto à gestão municipal e, juntamente com suas lideranças e vereadores, apoiará os projetos e iniciativas políticas de interesse do povo de Itabuna”.

A nota assinada por Flávio, no entanto, não tem o apoio da presidente do diretório municipal, Miralva Moitinho. Sabe-se que, ao final da semana passada, houve reunião tensa na sede do PT, na Beira-Rio. Apenas Flávio e outros três membros do diretório insurgiram-se contra a aliança. Os dois vereadores do partido (Júnior Brandão e Paulinho do INPS) não se manifestaram contra o apoio. O partido se posicionará, oficialmente, nesta semana.

Leia também
PT CAMINHA PARA APOIAR GOVERNO VANE








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia