WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba



policlinica





outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: ‘futebol’

PARA ALELUIA, DUPLA BA-VI CAIU POR CULPA DO PT; EVERALDO DIZ QUE DEPUTADO ESTÁ FORA DE ÓRBITA

Everaldo x Aleluia.

Everaldo x Aleluia.

Da Tribuna da Bahia

Ao justificar o posicionamento contrário da bancada do Democratas na Câmara Federal que foi contra a criação da Autoridade Pública de Governança do Futebol, previsto na Medida Provisória 671/2015, conhecida com MP do Futebol, o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM) fez uma afirmação intrigante. Para o parlamentar, a entidade, que acompanharia a gestão dos clubes, seria uma tentativa de estatizar o futebol e citou exemplos de fracasso do público ‘administrando” o privado: “a queda do Bahia e do Vitória foi culpa do PT. Eles que afundaram os clubes”.

Em tese, Aleluia apontou para figuras ligadas ao PT, como o presidente do Bahia na época do rebaixamento, Fernando Schmidt, personagem muito ligada ao ex-governador Jaques Wagner, mas que é filiado ao PSB, hoje aliado do governo Rui Costa (PT). No Vitória, a pessoa mais próxima ao PT é o deputado federal José Rocha (PR), que é presidente do Conselho Deliberativo do clube, que também já presidiu o rubro-negro. Quando o Vitória caiu no ano passado, o responsável pelo clube era Carlos Falcão.

O presidente do PT na Bahia, Everaldo Anunciação, não gostou de ver mais uma responsabilidade na lista de culpas do partido. “As derrotas nas eleições majoritárias deixaram Aleluia fora de órbita. É simplesmente ridículo que um deputado federal que representa um estado como a Bahia esteja tão atrasado na forma de pensar e com o tamanho da hipocrisia que ele vem revelando em alguns temas relacionados ao país. Acho que ele precisa de uma reciclagem, e como o DEM está acabando, que seja urgente”, atacou.

SÉRIE D: COLO COLO FALHA NA ESTREIA E TENTARÁ RECUPERAÇÃO EM CASA

Tigre, de azul, enfrentou o Serra Talhada, no agreste pernambucano.

Tigre, de azul, enfrentou o Serra Talhada, no agreste pernambucano.

Mesmo de longe, a torcida do Colo Colo se decepcionou com o time. Estreando pela Série D do Campeonato Brasileiro, em jogo realizado no agreste de Pernambuco contra o Serra Talhada, o time de Ilhéus perdeu por 2 a 0, na tarde deste domingo (12).

Os gols do jogo, válido pela 1ª rodada do Grupo A-3, foram marcados por Dicco e Gilberto Matuto (de pênalti). Sem banco de reservas, o Tigre foi envolvido no jogo do time da casa e volta sem pontos na bagagem.

Com o resultado, o Serra Talhada divide a liderança do grupo com Campinense, que também venceu por 2 a 0 o Globo-RN.

Pra tentar respirar na competição, o Colo Colo volta a campo no próximo domingo (19), contra o Campinense-PB, às 16h, ao lado da torcida, no Estádio Mário Pessoa.

TÉCNICO RECLAMA DO ÁRBITRO

O técnico do Colo Colo, Duzinho, lamentou a arbitragem escolhida para o jogo contra o Serra Talhada. “Pegamos uma arbitragem complicada. Os dois bandeirinhas são de Pernambuco, eu não entendo isso. O árbitro amarelou o time todo e ainda expulsou Dé Bahia, que vinha bem em campo”, reclamou.

COLO-COLO ENFRENTA SERRA TALHADA EM ESTREIA NA SÉRIE D

Elenco terá primeiro desafio na Série D neste domingo (Foto Divulgação).

Elenco terá primeiro desafio na Série D neste domingo (Foto Divulgação).

O Colo-Colo estreia na Série D do Campeonato Brsileiro 2015 contra o Serra Talhada, de Pernambuco, neste domingo (12), no campo adversário. O elenco do Tigre Ilheense foi reforçado para a disputa do Nacional.

De acordo com Pablo Brandão, da assessoria de comunicação do time sul-baiano, as contratações priorizaram setores que falharam durante a disputa do Baianão 2015. O Colo-Colo terminou o Estadual em quarto lugar.

A base da defesa foi mantida. O goleiro Waldson, os zagueiros Michel e Nildo, e o lateral-esquerdo Danilo seguem no Tigre. No meio-campo, permanecem Flávio, Marconi e Jussimar, que se destacaram no estadual.

Dois reforços chegaram para atuar no meio-campo. São eles Dé Bahia, ex-Grapiúna, e Marlon, que já passou pelo Porto (de Portugal). Léo Araújo, do Sub-20, foi promovido para o profissional.

O ataque, bastante criticado, foi o setor com mais alterações. Chegaram Minho, bicampeão do Intermunicipal, Thiago Alagoano, artilheiro pela Jacuipense, Gian, ex-Seleção de Uruçuca, e Mailson, ex-Jequié. Mailson é polivalente. Atua no ataque e também na lateral-esquerda.

40 EQUIPES NA SÉRIE D

O Tigre Ilheense está no Grupo A3 da Série D do Brasileiro 2015. Do grupo, também fazem parte Coruripe-AL, Globo-RN e Campinense-PB.

A competição nacional conta com 40 equipes divididas em oito grupos com cinco times cada um. Avançam à segunda fase os dois melhores de cada grupo. Os semifinalistas ascendem à Série C do Brasileiro de 2016.

BAHIA VENCE PAYSANDU E ENTRA NO G-4

O Bahia retornou ao G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro de Futebol, nesta noite de terça (7), após vencer o Paysandu, na Fonte Nova, por 2 a 0. Os gols foram marcados por Jacó.

O Esquadrão de Aço reabilita-se depois de sofrer goleada no clássico contra o Vitória, no último sábado (4), quando levou 4 a 1, no Barradão.

PARAGUAI DESPACHA O BRASIL

O Brasil acaba de ser eliminado pelo Paraguai da Copa América 2015. Após empate em 1 a 1, a desclassificação veio em cobrança de pênaltis. O Brasil conseguiu converter apenas 3 das 5 penalidades, enquanto o Paraguai fez 4.

A Seleção Brasileira volta para casa. Já os paraguaios, enfrentarão a Argentina nas semifinais. Ao final do jogo, Robinho, autor do gol brasileiro no 1 a 1, foi econômico, mas preciso. Disse que a seleção precisa melhorar muito.

PRESIDENTE DO BAHIA QUER APOIO DAS GRANDES EMPRESAS AO ESPORTE E À CULTURA

Sant´ana e Hereda em audiência hoje à tarde (Foto Divulgação).

Sant´ana e Hereda em audiência hoje à tarde (Foto Divulgação).

O presidente do Bahia, Marcelo Sant´ana, defendeu que grandes empresas apoiem a cultura e o esporte estadual. Para isso, defendeu que o governo baiano faça gestões nestas empresas. Sant´ana foi recebido pelo secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jorge Hereda.

– O que temos visto nos últimos anos é a Bahia atrair grandes companhias, como a Basf, o Boticário, a Kimberly-Clark, a Ford, o Magazine Luiza, a Bridgestone, a Continental, Alstom, a Casas Bahia, a ISM e a Frysk, mas não vemos essas empresas no dia a dia dos baianos, nos eventos culturais e esportivos – disse Sant´ana.

O presidente do Bahia disse defender que o governo baiano, “em troca de parte da renúncia fiscal, faça com que as empresas destinem um percentual mínimo do investimento para atividades esportivas e culturais”.

Tricolor roxo, o secretário Hereda disse que o pleito do presidente do Bahia é justo – e possível de ser atendido. “Vamos discutir com o governador Rui Costa e com o secretário da Fazenda, Manoel Vitório, para tentar incluir esta pauta nos futuros protocolos que serão assinados entre o Governo da Bahia e as empresas privadas. E não será nenhum favor: o marketing esportivo e o cultural rendem excelentes dividendos e mais negócios”, destacou Hereda.

O secretário lembrou que foi durante a sua gestão como presidente da Caixa Econômica que o banco passou a patrocinar clubes do futebol brasileiro. “Com o patrocínio aos clubes, a Caixa gastou três vezes menos que um grande concorrente privado desembolsou para bancar uma só competição. Aqui, na Bahia, o Esporte Clube Vitória é beneficiado com esse patrocínio. Por falta de certidões legais, infelizmente, o Bahia ficou de fora. Vamos trabalhar e ajudar o presidente Sant’ana a ‘correr atrás’ desse prejuízo”, disse o secretário.

BRASIL DESPACHA VENEZUELA E ENFRENTARÁ PARAGUAI


Sem Neymar, o Brasil venceu a Venezuela por 2 a 1 sem grandes dificuldades, fechou a primeira fase na liderança do Grupo C e agora vai pegar o Paraguai pela Copa América 2015. Os gols foram marcados por Thiago Silva, Firmino e Arango.

O resultado e a atuação afastaram, provisoriamente, o fantasma da ausência de Neymar, principal figura e capitão do time que não empolgou nas duas primeiras rodadas.

Robinho e Philippe Coutinho entraram no time, Miranda assumiu a faixa de capitão e o equipe só foi ameaçada no finzinho, quando Dunga fez testes e colocou David Luiz de volante e Marquinhos de lateral. Se passou longe de dar show neste domingo, o Brasil ao menos conseguiu vencer sem sustos e com amplo domínio do jogo.

Agora, terá a missão de exibir-se da mesma forma diante dos rivais mais fortes no mata-mata. O primeiro compromisso será no sábado que vem, contra o mesmo Paraguai que eliminou o Brasil na Copa América 2011 nos pênaltis. Se vencer, o time de Dunga vai às semifinais para enfrentar Argentina ou Colômbia. Com informações do Uol Esporte.

PRINCIPAIS MERCADOS DO FUTEBOL IGNORAM TÉCNICOS BRASILEIROS

Scolari deixou o comando do Grêmio e vai comandar time chinês.

Scolari deixou o comando do Grêmio e vai comandar time chinês.

De uns anos pra cá, treinadores brasileiros não figuram dirigindo equipes em praças importantes no mundo do futebol. Os últimos profissionais que treinaram equipes importantes da Europa foram Felipão, de 2003 a 2008 na seleção de Portugal e de 2008 a 2009 no Chelsea, e Vanderlei Luxemburgo que comandou o Real Madrid no ano de 2005.

Mas por que os “professores” não vingam ou sequer despertam interesse, mesmo de equipes pequenas daquele continente? Um dos motivos é a metodologia utilizada pela grande maioria deles. O famoso “rachão”, abolido dos treinamentos no futebol europeu há anos, ainda é muito usado como preparação dos times. Na Europa, a prioridade são treinos táticos, muitas vezes por setores, defesa e ataque, e as atividades em campo reduzido para aperfeiçoar posicionamento e toque de bola. Por aqui, se o técnico não der o tal rachão é criticado por dirigentes e também por jogadores. Outra razão é a falta de inovação e de conceitos de jogo, a pobreza tática e a mesmice nos jogos são evidentes.

Ao contrário, os técnicos argentinos, chilenos, uruguaios e colombianos, vêm cada vez mais ganhando espaço nos principais mercados da bola, como Espanha, Itália, Inglaterra, França e agora no Brasil. Esses treinadores são considerados mais estudiosos e mais atualizados em relação aos brasileiros. Conseguem fazer times de pouca força financeira e de elencos limitados, equipes competitivas e fortes, é o que vemos por exemplo em muitos times na Libertadores da América, ao passo que os comandantes daqui não conseguem fazer tal proeza, existem as exceções, logicamente, porém, a grande parte chamam a atenção por não mostrarem nada de arrojado nas suas equipes.

O fato é que os sul-americanos agradam e são muito procurados pelos cartolas do outro lado do Atlântico. São treinadores que superam os brasileiros tanto na quantidade como na qualidade de seus trabalhos. Diego Simeone saiu da Argentina para o Catânia da Itália, por lá fez trabalho razoável e seguiu para o Atlético de Madrid, time em que atuou como jogador. Simeone faz esplêndido trabalho por lá, foi campeão espanhol, já faturou Copa do Rei e neste ano garantiu seu time em mais uma edição da Uefa Champions League.

Confira artigo completo no Futebol e Prancheta

 

ITABUNA (AINDA) TEM CHANCE DE SUBIR

O Itabuna venceu o líder Fluminense, por 3 a 1, no Estádio Luiz Viana Filho, hoje, e embolou ainda mais a disputa pelas duas vagas do acesso à Série A do Campeonato Baiano de Futebol 2016.

O Azulino manteve chance de subir para a “elite” do Estadual e disputará a vaga com o próprio Flu de Feira. A corrida tem, ainda, Flamengo de Guanambi, Ypiranga (que derrotou o Grapiúna por 2 a 1) e Juazeiro.

Quem não tem mais chance de disputar vaga é o Grapiúna. O time Bem-Te-Vi se despediu da competição com a derrota para o Ypiranga, no Estádio de Pituaçu, em Salvador, fazendo 10 pontos em oito jogos.

ÚLTIMA RODADA

O Itabuna volta  jogar no domingo (14), às 16h, no Estádio Pedro Amorim, em Senhor do Bonfim, contra o Botafogo. O Juazeiro enfrentará o Ypiranga, o Flamengo de Guanambi pegará o Atlético e o Flu enfrentará o Jequié. Todos os jogos serão às 16 horas.

OAB DE OLHO NA FBF

De acordo com a Coluna Tempo Presente (A Tarde) a secção baiana da OAB protocolou ofício na Federação Bahiana de Futebol (FBF) em que pede ao presidente,Ednaldo Rodrigues Gomes, cópias dos contratos da entidade com a CBF, a Fifa e a Traffic Sports. Ainda de acordo com a coluna assinada pelo jornalista Levi Vasc0ncelos, o pedido foi feito com base na Lei de Acesso à Informação.

“Traffic Sports é a empresa de J. Hawilla, o empresário brasileiro preso nos EUA que delatou o esquema do rebuliço. Na Copa, ela andou na Fonte Nova”, anota a coluna. O ofício é assinado pelo presidente da OAB-BA, Luiz Viana Queiroz, e pelo presidente da Comissão de Combate à Corrupção, Domingo Arjones, para quem “há indícios de irregularidades também no futebol baiano”.

A ESPERANÇA É A ÚLTIMA QUE…

A vitória por 3 a 0 contra o Jequié aumentou a esperança de dirigentes do Grapiúna. A equipe foi a 10 pontos e ocupa a terceira posição na Série B do Campeonato Baiano. Duas equipes sobem para a Série A de 2016.

O Grapiúna e o Jequié tem um jogo a mais que as outras equipes. Ou seja, a esperança não morreu, mas a vaga na primeira divisão dependerá de uma boa combinação de resultados. Hoje, o líder é o Flu de Feira (13 pontos), seguido do Flamengo de Guanambi (11p).

O Flu pega o Itabuna (dia 7) e o Atlético (dia 14). Já o Flamengo de Guanambi, terá pela frente o Atlético e o Jequié. O Grapiúna deverá torcer por maus resultados de Ypiranga, Itabuna e Juazeiro.

PARA ROMÁRIO, PRISÃO DE MARIN É INÍCIO DE MUDANÇAS NO FUTEBOL

Romário diz que prisão de Marin é início de mudanças no futebol (Foto Marcelo Camargo/ABr).

Romário diz que prisão de Marin é início de mudanças no futebol (Foto Marcelo Camargo/ABr).

O senador Romário (PSB-RJ) comemorou hoje (27) a prisão do ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) José Maria Marin, na Suíça. Crítico das ações do dirigente na confederação, o parlamentar destacou que a ação da polícia, em Zurique (Suíça), pode significar o início de mudanças no futebol brasileiro.

“Corruptos e ladrões que fazem mal ao futebol foram presos, inclusive José Maria Marin. Ladrão tem que ir para cadeia. Parabéns ao FBI [Polícia Federal norte-americana]. Infelizmente não foi a gente [polícia brasileira] quem prendeu”, disse em audiência pública na Comissão de Educação do Senado que debate a situação do futebol feminino no país.

Romário disse ainda que a situação atual do futebol resulta da atuação de pessoas que não estão interessadas em ajudar, mas só em dinheiro, e chamou de “ladrão, safado e ordinário” o atual presidente da CBF, Marco Polo Del Nero. “Suas contas fora do país estão recheadas”, afirmou.

Além de Marin, seis altos dirigentes da Fifa foram detidos na manhã desta quarta-feira (27) pela polícia de Zurique a pedido das autoridades dos Estados Unidos. A lista de 14 investigados por um tribunal de Nova York, por corrupção, tem outros dois brasileiros, José Hawilla, dono da empresa de marketing esportivo Traffic, e José Margulies, dirigente da empresa Valente Corp. and Somerton. A Agência Brasil entrou em contato com a CBF e aguarda retorno.

EXECUTIVOS DA FIFA E EX-PRESIDENTE DA CBF SÃO PRESO NA SUÍÇA

José Maria Marin é um dos presos em operação do FBI na Suíça.

José Maria Marin é um dos presos em operação do FBI na Suíça.

Do Site da ESPN

A dois dias da eleição para a presidência, um terremoto sacode a Fifa. Na madrugada desta quarta-feira, horário brasileiro, uma operação especial das autoridades suíças, sob liderança do FBI, prendeu sete executivos importantes da entidade sob a acusação de corrupção, entre eles José Maria Marin, ex-presidente da CBF. O grupo dos detidos será extraditado para os Estados Unidos a fim de uma maior investigação sobre o assunto na federação mais importante do futebol mundial.

Segundo nota oficial do Departamento de Justiça norte-americano, 14 réus são acusados de extorsão, fraude e conspiração para lavagem de dinheiro, entre outros delitos, em um “esquema de 24 anos para enriquecer através da corrupção no futebol”. Sete deles foram presos na Suíça. Além de Marin, Jeffrey Webb, Eduardo Li, Julio Rocha, Costas Takkas, Eugenio Figueredo e Rafael Esquivel. Um mandado de busca também será executado na sede da Concacaf, em Miami, nos EUA.

O brasileiro J.Hawilla, dono da Traffic, conhecida empresa de marketing esportivo, é um dos réus que se declararam culpados, assim como duas empresas de seu grupo, a Traffic Sports International Inc. and Traffic Sports USA Inc. Em dezembro de 2014, segundo a justiça dos EUA, ele concordou em pagar mais de 151 milhões de dólares, sendo que US$ 25 mi foram pagos na ocasião. As acusações são de extorsão, fraude eletrônica, lavagem de dinheiro e obstrução de justiça.

Além de Hawilla, também se declararam culpados o norte-americano Charles Blazer, ex-secretário-geral da Concacaf e ex-representante dos EUA no Comitê Executivo da Fifa; Daryan e Daryll Warner, filhos do ex-presidente da Fifa Jack Warner.

Veja a lista com os 14 acusados na investigação:

ALEJANDRO BURZACO, 50, argentino
AARON DAVIDSON, 44, norte-americano
RAFAEL ESQUIVEL, 68, venezuelano
EUGENIO FIGUEREDO, 83, uruguaio
HUGO JINKIS, 70, argentino
MARIANO JINKIS, 40, argentino
NICOLÁS LEOZ, 86, paraguaio
EDUARDO LI, 56, costarriquenho
JOSÉ MARGULIES, conhecido como José Lazaro, 75, brasileiro
JOSÉ MARIA MARIN, 83, brasileiro
JULIO ROCHA, 64, nicaraguense
COSTAS TAKKAS, 58, britânico
JACK WARNER, 72, trinitino
JEFFREY WEBB, 50, caimanês

MARCONE AMARAL SINALIZA QUE DISPUTARÁ SUCESSÃO EM ITAJUÍPE

Após encerrar carreira no Qatar, Marcone entra na política em Itajuípe.

Após encerrar carreira no Qatar, Marcone entra na política em Itajuípe.

Vitorioso nos gramados mundiais, o empresário e ex-jogador de futebol Marcone Amaral quer entrar em outro campo, o da política. A sinalização foi dada em um perfil que o empresário e ex-atleta mantém nas redes sociais.

A proposta de candidatura estava posta na cidade e o empresário costumava responder que estudava a situação do município. Se a candidatura se confirmar, vai mexer com o jogo sucessório que tem como candidatos a prefeita Gilka Badaró e Si Dantas, que tenta preservar o espólio eleitoral familiar.

No Qatar, onde fez carreira, Marcone participou da festa de encerramento da temporada 2014/2015 onde confirmou a sua aposentadoria dos gramados. Ele deixou claro em sua postagem que estava direcionando todos os seus esforços para o Brasil, em especial a Itajuípe, o que deixou os amigos e simpatizantes na cidade completamente eufóricos com a possível candidatura.

De tradicional família do município sul-baiano, Marcone mantém vários empreendimentos em Itajuípe, empregando dezenas de pessoas. Uma das empresas, a M5, da área de comunicação visual, é uma das maiores em solo sul baiano.

SÉRIE B: GRAPIÚNA VENCE; ITABUNA PERDE

O Grapiúna pulou para a quarta colocação da Série B do Campeonato Baiano, ontem (24), após vencer o Botafogo por 3 a 1, no Estádio Pedro Amorim. Com sete pontos em seis jogos, a equipe ainda tem chances matemáticas de levar uma das duas vagas na “elite” do Baianão de 2016.

Já o Itabuna, perdeu por 2 a 1 para o Flamengo de Guanambi, na casa do adversário, ontem, ficando com cinco pontos em cinco jogos. O Azulino precisará vencer todas as suas partidas para retornar para a Série A do Estadual, embora em situação melhor que a do Grapiúna, que tem um jogo a mais.

O líder da Série B é o Fluminense de Feira, que conquistou 12 pontos em cinco jogos. O vice-líder é o Flamengo, com 11 pontos em seis partidas, seguido pelo Ypiranga, com 8 pontos em cinco jogos.

O Itabuna encara o Atlético de Alagoinhas, no próximo sábado (30), no Itabunão, às 15h, enquanto o Grapiúna pega o Jequié, no domingo (31), também em casa, às 10h da manhã.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia