WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia






secom bahia








maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

editorias






:: ‘gás de cozinha’

PETROBRAS REAJUSTA GÁS DE COZINHA EM 3,43%

Petrobras reajusta gás de cozinha em mais de 3% neste domingo

A Petrobras vai reajustar em 3,43%, em média, a partir do próximo domingo (5), o preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP Residencial), o gás de cozinha, para botijão de 13 quilos às distribuidoras sem a cobrança de tributos. O botijão vai custar R$ 26,20 sem tributos para as distribuidoras.

O último reajuste ocorreu no dia 5 de fevereiro, exatamente há três meses, quando o valor do gás de cozinha subiu para R$ 25,33 para as distribuidoras.

Em nota, o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) informou que as empresas distribuidoras associadas à entidade foram comunicadas na tarde de sexta (3) pela Petrobras que o GLP residencial para embalagens de até de 13kg ficará mais caro a partir do próximo domingo. De acordo com o Sindigás, o reajuste oscilará entre 3,3% e 3,6%, de acordo com o polo de suprimento. Com informações da Agência Brasil.

HADDAD PROMETE GÁS DE COZINHA A R$ 49,00 E AUMENTO DE 20% NO BOLSA FAMÍLIA

Presidenciável Fernando Haddad é recebido pelo governador do Maranhão, Flávio Dino, e promete gás de cozinha mais barato || Foto Ricardo Stuckert

O candidato do PT à presidência da República, Fernando Haddad, disse hoje (21), em São Luís, capital do Maranhão, que se eleito, vai editar uma medida estabelecendo o preço máximo do gás de cozinha em R$ 49. Ele também afirmou que aumentará o valor do Bolsa Família em 20%.

Segundo o candidato, as medidas estão entre as suas prioridades e devem ser colocadas em prática logo em janeiro. De acordo com Haddad, com o aumento do preço do gás de cozinha, famílias pobres têm optado por usar o álcool – o que não é recomendado para uso doméstico e tem causado diversos acidentes. O anúncio foi feito após caminhada pelas ruas do Anil, bairro popular localizado na região central da capital maranhense.

Acompanhado por aliados e simpatizantes, Haddad caminhou ao lado do governador reeleito Flávio Dino (PC do B). O petista conversou com as pessoas que o paravam. Em seguida, ele seguiu para um hotel, no centro da capital maranhense para conceder uma entrevista à imprensa.

Haddad encerra em São Luís a viagem ao Nordeste que começou na sexta-feira (19), quando desembarcou em Fortaleza. Ele passou pelas capitais do Ceará e Maranhão, foi também a Picos, no Piauí, Crato e Juazeiro do Norte, no interior cearense.

RUI APOIA GREVE DOS CAMINHONEIROS, MAS APONTA RISCO A SERVIÇOS ESSENCIAIS

Rui: “a sociedade não pode entrar em colapso” || Reprodução

O governador Rui Costa se posicionou sobre a greve nacional dos caminhoneiros, por meio das redes sociais, na manhã deste sábado (26). No vídeo publicado integralmente no Facebook, Rui declarou apoio a manifestações por um Brasil melhor, mas pediu a cooperação de todos para que a oferta de serviços essenciais à população não sejam interrompidos.

“Como cidadão brasileiro, eu respeito, apoio e me solidarizo como todos os que se manifestam, legitimamente, por um país melhor. No entanto, como governador da Bahia, eu tenho que garantir que não haja um colapso dos serviços públicos. É meu dever garantir a segurança da população e outros serviços essenciais à vida”, afirmou Rui Costa.

GASOLINA A R$ 2,60 COM DILMA

Rui lembrou que no governo da ex-presidente Dilma Rousseff, a gasolina custava R$ 2,60. “Hoje, tá R$ 5,00”, observou. E também lembrou do preço do botijão de gás de cozinha de 13 quilos. Disse que no Governo Lula custava R$ 12,00. “Hoje, custa R$ 80,00. Muita gente passou a usar lenha ou mesmo álcool [para cozinhar]. Foi para isso que eles fizeram a retirada da Dilma e a prisão de Lula? Nós não podemos concordar com isso”.

Neste sábado, o governador cumpre agenda de trabalho no município de Chorrochó, onde entregará um sistema de abastecimento de água e vai autorizar a implantação de um sistema de esgotamento sanitário, além de participar da inauguração do novo prédio do Samu e do Calçadão da Saúde.

GÁS DE COZINHA FICA 15% MAIS CARO

Gás de cozinha ficará até 15% mais caro no país.

Gás de cozinha ficará até 15% mais caro no país.

O preço do gás liquefeito de petróleo (GLP) para uso residencial, envasado em botijões de até 13 quilos, foi reajustado em 15% em média. O percentual, segundo a Petrobras, passa a valer a partir desta terça (1º de setembro).

De acordo com o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigas), o preço atual médio do botijão de gás de 13 quilos é de R$ 46,00, valor que deverá subir de imediato, pois as empresas deverão repassar o novo valor ao consumidor.

Segundo o Sindigás, atualmente existem 99 milhões de botijões em circulação em todo o país e, a cada dia, são entregues 1,5 milhão de botijões aos consumidores brasileiros.

Sete grandes empresas controlam 96% do mercado brasileiro de GLP, sendo que as quatro maiores são: Ultragaz, com 23,11% do total, Liquigas (22,61%), Supergasbras (20,58%) e Nacional Gas (19,16%)










WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia