WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba



policlinica





outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: ‘Geddel’

POUCA GENTE NA CAMINHADA DE SOUTO E AÉCIO

Simpatizantes das candidaturas de Paulo Souto (DEM), postulante ao governo baiano, e de Aécio Neves (PSDB), que disputa a presidência da república, ainda procuram explicações para o público aquém do esperado na caminhada desta quinta-feira (18). Pretendia-se um evento “bombástico”, mas o que se viu foi uma passeio de poucos militantes, inexpressivo para a expectativa criada.

Entre os eleitores dos dois candidatos, uns avaliam que foi o sol forte; outros afirmam que foi o horário inadequado (perto de meio-dia); e há ainda quem admita a carência de militantes dos tucanos e demistas.

Estava presente, além de Neves e Souto, o candidato ao Senado pelo PMDB, Geddel Vieira Lima, que na semana passada entrou na justiça contra o PT porque o programa do partido afirmava que ele é “o candidato de Aécio”. Também compareceram o prefeito de Salvador, ACM Neto, e políticos que disputam mandato de deputado federal e estadual.

A caminhada começou no Jardim do Ó e foi encerrada na Praça Adami, sem chegar ao final da Avenida Cinquentenário. Simplesmente, não valeria o esforço.

Confira vídeo do comício.

SOUTO DIZ QUE “AXÉ DA BAHIA” LEVARÁ AÉCIO AO SEGUNDO TURNO

Geddel, Souto e Aécio estarão em Itabuna amanhã (Foto Valter Pontes/CPhoto).

Geddel, Souto e Aécio estarão em Itabuna amanhã (Foto Valter Pontes/CPhoto).

O ex-governador Paulo Souto, candidato ao Palácio de Ondina pela quinta vez, disse hoje que o “axé da Bahia” pode ajudar Aécio Neves (PSDB) a chegar à presidência da República.

– Já se percebe o crescimento de Aécio na preferência dos baianos e vamos, nesta reta final, trabalhar para garantir a presença dele no segundo turno. Com o axé da Bahia, ele chega lá – disse o candidato ao governo baiano pelo DEM.

Aécio estará em Itabuna nesta quinta (18), às 10 horas, onde participa de caminhada ao lado de Souto, de Geddel Vieira Lima (PMDB), candidato ao senado, e do prefeito de Salvador, ACM Neto.

O quarteto caminhará pela Avenida do Cinquentenário. Ao meio-dia, o tucano retorna para o Sudeste.

Aécio já havia programado atividade em Itabuna em agosto. Após marcar para o dia 16, adiou para 23 do mês passado, mas acabou restringindo sua visita à Bahia apenas a Salvador, quando lançou o programa Nordeste Forte.

O tucano chega em Itabuna em meio a uma polêmica envolvendo o peemedebista Geddel Vieira Lima, que entrou na justiça para que não tivesse seu nome vinculado a Aécio. A reação foi contra o programa do adversário, Otto Alencar (PSD).

GEDDEL NÃO QUER SEU NOME LIGADO A AÉCIO

Geddel quer desvincular-se de Aécio (Foto Valter Pontes/CPhoto).

Geddel quer desvincular-se de Aécio (Foto Valter Pontes/CPhoto).

Da Coluna Tempo Presente, d´A Tarde

Geddel (PMDB) viu maldade na abertura do programa eleitoral de Otto Alencar, concorrente ao Senado, e pediu à justiça para retirar o começo do vídeo, que diz: ‘Acabou o programa do candidato a senador de Aécio Neves’…

A Justiça negou. E a turma de Otto cutucou, dizendo que Geddel apoia Aécio, mas não quer que se diga isso.

OTTO SOBE 10 PONTOS E GEDDEL FICA COM 36%

Geddel, Otto e Eliana disputam vaga ao Senado.

Geddel, Otto e Eliana disputam vaga ao Senado.

Além da disputa ao governo, a pesquisa Ibope/TV Bahia aferiu as intenções de voto para a vaga baiana no Senado. Embora tenha oscilado de 35% para 36%, Geddel Vieira Lima (PMDB) começa a levar “calor” de Otto Alencar (PSD), que saltou dez pontos e agora aparece com 27%.

O crescimento de Otto pode estar relacionado a uma campanha mais propositiva na TV. No palanque eletrônico, além de ser “puxado” por Lula, Otto defende propostas como o fim do fator previdenciário e a ampliação (redução) da maioridade penal.

Quem continua patinando nas pesquisas é a ex-corregedora do Conselho Nacional de Justiça, Eliana Calmon (PSB-Rede), com 4%. Marcelo Evangelista (PEN) e Hamilton Assis (PSOL) aparecem com 2% cada um. De acordo com o instituto, o percentual de indecisos atinge 16% e o de brancos e nulos chega a 13%.

PRE-BA ACIONA RUI COSTA, SOUTO E GEDDEL

Souto, Geddel e Rui Costa podem ser multados.

Souto, Geddel e Rui Costa podem ser multados.

A Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia (PRE-BA) acionou três candidatos ao governo baiano e ao Senado Federal por terem cometido propaganda eleitoral antecipada. Paulo Souto (DEM) e Rui Costa (PT), candidatos ao governo, e Geddel Vieira Lima (PMDB), candidato ao Senado, sofreram representação por parte da PRE, além dos seus respectivos partidos.

A propaganda antecipada, de acordo com a procuradoria, foi cometida por meio de vídeos exibidos em inserções comerciais veiculadas em maio na TV Bahia. O espaço era reservado aos partidos, mas foi usado para promover os então pré-candidatos.

Na propaganda do PMDB, ACM Neto aparece exaltando supostas qualidades de Geddel Vieira Lima, fazendo o mesmo em vídeo do DEM em que o prefeito de Salvador elogia Paulo Souto, companheiro de partido. O vídeo do PT traz o ex-presidente Lula sugerindo Rui Costa como o melhor nome para o governo baiano.

As representações são do procurador André Batista. Para ele, “em nenhuma medida os segmentos apresentados se destinam à divulgação de ideias, atuações, metas ou programas dos partidos em relação a temas políticos comunitários, conforme dita o art. 45 da Lei nº 9.096/95. Esta prática, diz Batista nos documentos, provoca desmedido prejuízo ao equilíbrio do pleito, revelando-se absolutamente reprovável em todos os aspectos”.

O procurador pede multa de R$ 203 mil para o DEM e Paulo Souto, R$ 49,8 mil para o PMDB e Geddel Lima e de R$ 144,3 mil para o PT e Rui Costa. Os valores são para cada um dos acionados e levam em conta a quantidade de inserções exibidas pela emissora. A multa para propaganda eleitoral antecipada, segundo a Lei nº 12.034/2009, é de cinco a R$ 25 mil ou, se for maior, o valor da propaganda.

AÉCIO NEVES EM ITABUNA

Geddel, Souto e Aécio Neves participarão de evento em Itabuna (Foto Valter Pontes/CPhoto).

Geddel, Souto e Aécio Neves participarão de evento em Itabuna (Foto Valter Pontes/CPhoto).

O candidato a presidente da República pelo PSDB, Aécio Neves, visitará Itabuna no próximo dia 16. O presidenciável tucano desembarcará no aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus, às 15h, deslocando-se de carro para Itabuna, onde participará de carreata com a chapa majoritária ao governo baiano, encabeçada por Paulo Souto (DEM), informa o Políticos do S. da Bahia. O roteiro da carreata ainda está sendo definido.

Será o primeiro evento do presidenciável tucano na Bahia desde o início oficial da campanha eleitoral (6 de julho). Aécio pretende reforçar sua presença no Nordeste para retirar ao máximo votos de Dilma Rousseff (PT) na região e tentar levar a disputa para o segundo turno. A estratégia inclui a cooptação de nomes do PMDB em estados como a Bahia e o Ceará, onde terá apoio do candidato a governador peemedebista Eunício Oliveira.

AÉCIO, CAMPOS E LULA NA BAHIA

Geddel, Souto e Aécio Neves em Feira (Foto Valter Pontes/CPhoto).

Geddel, Souto e Aécio Neves em Feira (Foto Valter Pontes/CPhoto).

A Bahia será um dos principais alvos do tucano Aécio Neves e do pessebista Eduardo Campos durante a batalha eleitoral deste ano. A dupla está em visita ao estado nesta segunda-feira.

Aécio acabou de participar de evento em Feira de Santana, o segundo maior colégio eleitoral do estado. Campos participa de evento com universitários no terceiro maior colégio eleitoral baiano, Vitória da Conquista.

Para não perder terreno, o PT convocou o ex-presidente Lula, que também está na Bahia. Vem para solenidades em São Francisco do Conde e Salvador, onde anuncia apoio ao pré-candidato ao governo baiano pelo PT, Rui Costa.

Há pouco, Aécio disse em Feira que a aliança construída pelo PSDB, DEM e PMDB está entre as mais sólidas do país. “A chapa dos pré-candidatos Paulo Souto, ao governo, e Geddel Vieira Lima, ao senado, é o resultado da aliança política mais bem construída até agora no Brasil”, disse o tucano.

JUTAHY DIZ QUE SE SENTE VITORIOSO

Jutahy diz que oposição construiu chapa forte (foto George Gianni)

Jutahy diz que oposição construiu chapa forte (foto George Gianni)

Apesar de ter defendido o nome de João Gualberto (PSDB) para o posto de vice de Paulo Souto (DEM), o tucano Jutahy Magalhães Jr. afirma que não se considera vencido.

“Eu me sinto vitorioso, pois sempre acreditei que Paulo Souto é o melhor candidato ao governo. E Geddel Vieira Lima é o melhor candidato ao Senado. Por isso nossa chapa é a mais forte”, disse Jutahy ao blog Políticos do Sul da Bahia. O tucano declarou ainda que João Gualberto não criou empecilho para a indicação de Joaci Góes para a vice da oposição

Resolvido o impasse com o PMDB, a oposição busca demonstrar que segue unida e sem arestas para a disputa. Quanto ao catapultado Gualberto, não se sabe ainda o que ocorrerá. Candidaturas à Câmara de Deputados ou à Assembleia Legislativa são cogitadas.

 

AUGUSTO ELOGIA GUALBERTO E NEGA PREJUÍZO PARA O PSDB

Augusto-Castro12-300x221Em seu perfil no Facebook, o deputado estadual Augusto Castro (PSDB) escreveu que a troca do ex-prefeito de Mata de São João, João Gualberto, pelo empresário e escritor Joaci Góes, na chapa oposicionista que disputará o governo estadual, não implicou em perdas para os tucanos.

“A substituição foi feita por ajustes nas negociações e viabilizou a definição da chapa com a participação do PSDB na vice”, argumenta o deputado. Segundo Augusto, o ex-prefeito João Gualberto é uma liderança expressiva no tucanato baiano e “teve papel importante no crescimento do PSDB na Bahia”.

 “O nosso partido tem muito a agradecer a João Gualberto, que comandou com competência, por oito anos, um dos mais atraentes roteiros turísticos da Bahia e do Nordeste ”, registrou o deputado. A chapa, com Paulo Souto (DEM) na cabeça, Joaci Góes (PSDB) na vice e Geddel Veira Lima (PMDB) como candidato ao Senado, será apresentada formalmente na próxima segunda-feira (14), em Salvador.

WAGNER DIZ QUE COMPOSIÇÃO DE CHAPA OPOSICIONISTA ERA A ESPERADA

Governador diz que composição oposicionista era a esperada (foto Pimenta).

Governador diz que composição oposicionista era a esperada (foto Pimenta).

Instado a comentar a chapa oposicionista anunciada nesta quinta (10), o governador Jaques Wagner disse que não houve surpresa.

– Eles fizeram uma composição que já era esperada com o DEM, PMDB e PSDB. Nós vamos jogar o jogo com a chapa que eles montaram. Eu sempre disse isso. A nossa chapa está montada e com a base totalmente unificada – disse em entrevista ao jornal A Tarde.

A chapa terá Paulo Souto (DEM) para o governo, o empresário e escritor Joaci Góes (PSDB) como vice e o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) como candidato ao Senado (reveja aqui). A surpresa ficou por conta de João Gualberto. O tucano era tido como o nome da vice.

Do lado do governo, o ex-secretário da Casa Civil Rui Costa (PT) será o nome ao governo, tendo João Leão (PP) como vice e Otto Alencar (PSD) disputando o senado.

Outra candidatura a governador já anunciada é da senadora Lídice da Mata (PSB), cuja chapa terá a ex-ministra do STJ, Eliana Calmon, disputando vaga ao Senado.

GEDDEL FECHA COM O DEM E SERÁ CANDIDATO AO SENADO

Geddel ameaçou, esperneou, mas será vice de Souto.

Geddel ameaçou, esperneou, mas será candidato ao Senado.

Enfim, a chapa das oposições foi definida. O peemedebista Geddel Vieira Lima aceitou a condição do DEM e será candidato ao Senado. Pela composição, Paulo Souto disputará o governo e o vice será o escritor Joaci Góes.

A chapa foi anunciada nesta quinta (10) em comunicado da estadual do DEM. O anúncio oficial ocorrerá na próxima segunda-feira (14). A promessa é de um grande evento.

– Hoje pela manhã, com a presença do prefeito ACM Neto, foi selada a união das oposições, que culminou com uma aliança histórica e a composição da mais forte chapa para disputar e vencer o pleito eleitoral, colocando os interesses da Bahia em primeiro plano – diz a nota do DEM baiano.

O DEM teria aceito “pacotão” de Geddel. A imposição daria, segundo comentário de bastidores, a vice de ACM Neto na eleição de 2016 ao PMDB. É o sonho de o partido voltar a administrar a prefeitura de Salvador em 2018, quando Neto, se reeleito prefeito, sairia para a disputa ao governo estadual.

Geddel também avaliou a possibilidade de, sendo candidato, fragmentar a oposição e favorecer o petista Rui Costa. A pesquisa feita pelo PMDB indicaria que o candidato de Wagner, por ser mais desconhecido, teria menor rejeição dentre os pré-candidatos até agora.

QUASE ALIJADO, GEDDEL SE DIZ TRAÍDO

Geddel fala em traição, segundo matéria d´A Tarde (foto Bahia Notícias).

Geddel fala em traição, segundo fontes d´A Tarde (foto Bahia Notícias).

A Tarde

A novela da definição da chapa das oposições ao governo do estado pode acabar nesta sexta, 4, com o anúncio do nome do ex-governador Paulo Souto (DEM) na cabeça, ou será empurrada até terça, uma espécie de data-limite que o condutor do processo, o prefeito ACM Neto (DEM), se impôs para divulgar quem apoiará.

Os caciques do DEM e PSDB lutam para convencer o peemedebista Geddel Vieira Lima a não lançar candidatura própria ao governo, o  que racharia as oposições. Querem Geddel na vice de Souto ou disputando o Senado, o que o ex-ministro vem se recusando a aceitar.

Pessoas que acompanham de perto o processo da escolha do candidato dizem que Geddel está muito irritado com o que considera uma traição, a escolha de Souto depois de ele ter afirmado que não disputaria a eleição de governador.

Essa recusa de Souto levou ACM Neto a informar ao peemedebista que ele seria o nome das oposições.  Geddel teria comunicado o acordo ao presidente nacional do PMDB, Michel Temer, e foi surpreendido no dia seguinte quando o ex-governador  se colocou novamente na disputa pela candidatura, picado pela mosca azul das pesquisas internas de intenção de voto que o colocam bem à frente dos outros pré-candidatos ao Palácio de Ondina. Confira n´A Tarde a matéria completa de Biaggio Talento.

ACM NETO EM SAIA JUSTA

Souto, Geddel e ACM Neto: saia justa.

Souto, Geddel e ACM Neto: saia justa.

Do Bahia 24h

O peemedebista Geddel Vieira Lima e o pedetista Marcelo Nilo viveram situações parecidas nessa fase de arrumações do processo sucessório. O primeiro quer porque quer encabeçar a chapa oposicionista; o segundo pleiteava o segundo posto na chapa encabeçada pelo PT.

Pretensões à parte, o que chama atenção nos dois é a diferença de estilos. Nilo esperou calado e, quando chegou perto da chamada “hora da onça beber água”, antecipou somente ao governador Jaques Wagner o que faria se fosse preterido. Não alardeou nem fez ameaças públicas.

Geddel, pelo contrário, faz uma pressão danada para ser o candidato ao governo pelo bloco oposicionista. Para isso, atua como lutador de vale-tudo e a principal arma do peemedebista tem sido a ameaça. Ele afirma, não para os envolvidos na decisão, mas para o mundo, que será candidato de qualquer maneira, podendo até rachar se não for o escolhido.

A postura do peemedebista deixa a oposição em uma bela saia justa. Hoje, ACM Neto se vê na seguinte situação: se escolhe Paulo Souto, corre o risco de ver seu grupo dividido e enfraquecido; se opta por Geddel, deixará claro que o faz por temer as bravatas do aliado. Ou seja, a candidatura não nasceria com a marca do desejado consenso, mas sim da coação.

Tudo isso porque Geddel optou por tornar públicas suas ameaças, numa fase do processo em que as articulações pedem discrição e sobriedade.

Leia mais

MAIS OU MENOS…

Pré-candidato ao governo baiano, o peemedebista Geddel Vieira Lima negou ontem, ao PIMENTA, que tenha rompido com o DEM e, consequentemente, Paulo Souto (também pré-candidato) e o prefeito de Salvador, ACM Neto.

Momentos depois, Geddel, questionado por um eleitor se ele havia mesmo rompido com o consórcio DEM-PSDB, como informava o Chocolate com Política, respondeu de forma bem atucanada:

– Mais ou menos.

Ou seja, o não de momentos antes significava, na verdade, um “sim, talvez, sei lá, vamos ver”.  O peemedebista, na definição de um próximo, “está de bruna”.

GEDDEL NEGA ROMPIMENTO COM O DEM

Por meio do Twitter, o ex-ministro Geddel Vieira Lima negou que tenha rompido com o DEM. A negativa se deu em resposta a pergunta do PIMENTA no microblog.

A pergunta: rompeu ou não rompeu com o DEM?

A resposta do peemedebista:

– Não!

Pelo Twitter, Geddel nega rompimento.

Pelo Twitter, Geddel nega rompimento.

Mais cedo, o site Chocolate com Política havia noticiado que Geddel estava rompendo com o DEM de ACM Neto e Paulo Souto e montaria chapa com o PSC, tendo Eliel Santana como candidato ao Senado e o próprio peemedebista na cabeça da chapa, candidato ao Palácio de Ondina.

Como em política nem sempre o não quer dizer não, aguardemos até a próxima semana. É o prazo anunciado pelo próprio ACM Neto para o fim da novela.

Pelo sim, pelo não (ops!), hoje Geddel disse que estava feliz ao reunir em torno de si representantes de oito partidos de oposição.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia