WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba








novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

editorias






:: ‘Gilson Nascimento’

DRONE AUXILIARÁ AGENTES DE TRÂNSITO NO RÉVEILLON DE ILHÉUS

Trânsito ilheense será monitorado, também, via drone || Foto Divulgação

Drone auxiliará agentes de trânsito com imagens em tempo real

O trabalho de monitoramento das principais avenidas de Ilhéus vai terá o auxílio de drone com imagens em tempo real do trânsito neste réveillon. De acordo com o diretor da Sutran, Gilson Nascimento, o equipamento terá como base a rótula da Praça Cairu, no centro, sobrevoando regiões no entorno de três quilômetros.

Segundo ele, o equipamento permitirá agir de forma mais rápida, “identificando gargalos e trabalhando para evitar grandes congestionamentos”, explica. Além do equipamento, a Sutran também vai posicionar agentes de trânsito em pontos estratégicos, como nos mirantes do Plano Inclinado e do bairro Teresópolis, para controlar, do alto, regiões estratégicas como a Ponte e a Avenida Lomanto Júnior, no Pontal.

A Lomanto Júnior é o único acesso do centro para a zona sul de Ilhéus, onde se concentra boa parte da rede hoteleira e onde estão previstos diversos festejos de réveillon.

Nascimento revela ainda que a estratégia de monitoramento e circulação de veículo poderá sofrer alterações de acordo com a demanda identificada pelas autoridades de trânsito. “Em alguns momentos, por exemplo, poderemos liberar o acesso à avenida Princesa Isabel para quem chega via BR 415. Outros momentos, podemos apresentar novas alternativas e orientações. Vai depender do fluxo”, explica.

DAVIDSON CRITICA MUDANÇA NO DETRAN EM ITABUNA E PROMETE “TROCO” NO GOVERNO

Davidson ficou irritado com mudança no Detran e bateu no governo.

Davidson: irritado com mudança no Detran.

O deputado federal Davidson Magalhães bateu forte no Governo Rui Costa, ontem (12), por causa da exoneração do coordenador do Detran em Itabuna, subtenente Gilson Nascimento. Para o deputado, o governo foi desleal com o PCdoB. “Vai ter troco. Isso não é possível”. O ataque ocorreu durante almoço em homenagem a Gilson em uma churrascaria de Itabuna.

Davidson disse ter levado a sua insatisfação ao próprio Rui Costa, a quem afirma ter dito que a mudança foi “uma agressão” ao PCdoB. O cargo deverá ser assumido pelo advogado Edmundo Tavares, por indicação do deputado Rosemberg Pinto e do deputado federal licenciado e secretário de Relações Institucionais, Josias Gomes, ambos do PT. Edmundo espera concluir curso, até a próxima semana, para assumir.

“A articulação política do governo fez um absurdo em Itabuna”, disse Davidson, enfatizando que a gestão de Gilson era considerada referência até dentro do governo. “Nós temos uma gestão excelente no Detran”.

O parlamentar federal disse não ter medo de perder o mandato (ele é segundo suplente na coligação com o PT) e rejeitou o cargo de diretor do SAC em Itabuna.”O PCdoB não é o partido da boquinha. Nós não queremos aquele cargo lá,”, completou. Ele afirma reconhecer a importância do SAC, mas reprova a atitude do governo e, por isso, rejeita a mudança.

Nas pancadas em Rui e na articulação política, Davidson também lembrou do início da campanha eleitoral, em 2014, para falar da lealdade do seu partido. Citou que o PCdoB fechou com Rui, embora o petista estivesse com 6% nas pesquisas. Um vídeo com o discurso do deputado foi divulgado pelo site Chapa Quente.

Sobrou até para gente do próprio partido do parlamentar. Davidson, que é da executiva estadual do PCdoB, mandou recado para o presidente da Câmara de Itabuna, Aldenes Meira.

– Quem do PCdoB estiver assanhado para indicar cargo lá, que faça sozinho. É uma migalha e não corresponde á nossa força política. Se alguém quiser fazer sozinho, que faça. Mas enfrentará as consequências dentro do partido.

MUDANÇA DE CRITÉRIOS

Coube a Aldenes a indicação do nome para substituir Maria Fernanda Galvão no comando do SAC em Itabuna. Nanda Galvão chegou ao cargo por indicação do ex-deputado Geraldo Simões.

A mudança de critérios para indicação dos cargos no governo estadual tem provocado insatisfações. Pelas regras atuais, somente os ex-candidatos a deputados estadual e os eleitos para a Assembleia Legislativa indicam os ocupantes de cargos. Foi isso que deu direito a Aldenes da indicação para o SAC. E levou à derrota política de Davidson no Detran de Itabuna e de Geraldo no SAC.

Davidson bateu na articulação política do governo, em Josias Gomes e, ainda mais forte, em Rosemberg Pinto, enfatizando que o parlamentar teve menos de 3 mil votos em Ilhéus e de 2 mil em Itabuna. Rosemberg, porém obteve mais de 16 mil votos no Território Litoral Sul.

Leia também

“NÃO PODEM ME CULPAR DE UMA REGRA
DEFINIDA COM O PCdoB”, DIZ ROSEMBERG

 

RACISMO NAS RUAS DE ITABUNA

Gilson Nascimento -Gilson Nascimento | gnpj10@hotmail.com

Pela placa, através do sistema Renavam, a pedido da delegada plantonista, identificamos como proprietário da moto um cidadão de nome Welton.

Amigos, mais uma vez não poderia me calar diante de um acontecimento que muitos julgam ultrapassados, outros julgam irreais e outros ate julgam banais.

Imaginem a cena: Um agente de trânsito de Itabuna, no exercício de sua função, legalmente constituído pelo Código de Trânsito Brasileiro, faz sua ronda diária, a fim de coibir os abusos e as infrações nas vias do centro de Itabuna.

De repente, esse agente flagra motocicleta, importada, estacionada em local proibido pela sinalização. Então passa a realizar os procedimentos administrativos que o Código de Trânsito Brasileiro lhe obriga a adotar.

Ao iniciar a lavratura do Auto de Infração, papel constitucional a ele atribuído, o Agente é abordado pelo suposto proprietário da moto, de forma violenta, ríspida, grosseira, racista e irracional, dizendo: “NÃO FAÇA ISSO SEU NEGRO IMUNDO. VOCÊ SÓ ESTÁ MULTANDO MINHA MOTO PORQUE TEM INVEJA E NUNCA TERÁ CONDIÇÕES DE COMPRAR UMA MOTO DESSAS”.

Isso aconteceu em Itabuna, na última quinta feira, na Avenida do Cinquentenário, na frente de várias testemunhas. O Agente de Trânsito se dirigiu até a delegacia local, acompanhado de várias testemunhas, comerciantes, comerciários e gente do povo de Itabuna que, de forma voluntária e cidadã, se prontificaram para ajudar a denunciar o crime de racismo.

Pela placa, através do sistema Renavam, a pedido da delegada plantonista, identificamos como proprietário da moto um cidadão de nome Welton. Gostaria de dizer ao Sr. Welton que quem utiliza de argumentos racistas para justificar seus erros é um pobre de espírito, que não merece ser considerado cidadão brasileiro, já que somos fruto da miscigenação de vários povos (preto, branco, índio e etc).

Espero que a OAB, Ministério Público, entidades de classe, clubes de serviços e toda sociedade em geral se manifestem, e cobrem das autoridades, rigor e rapidez, para que crimes e criminosos dessa natureza sejam banidos de nossa sociedade.

Gilson Nascimento é subtenente da PM e chefe da 5ª Ciretran (Itabuna).

A MORTE DO ADOLESCENTE DO BAIRRO LOMANTO – CRIMES DOLOSO E CULPOSO

Gilson Nascimento -Gilson Nascimento | gnpj10@hotmail.com

Não poderia me calar diante da tentativa de alguns em transformar os policias militares em assassinos e monstros na história da morte do adolescente no bairro Lomanto. Pelas evidências e opiniões de peritos no assunto, ocorreu de fato um crime culposo, ou seja, aquele em que não há a intenção de matar! Ocorreu um acidente de trânsito com vítima fatal. Conhecendo a seriedade da Corporação Militar, os policias serão punidos com rigor, se comprovada a culpa.

Chamo atenção para outro crime que fora cometido antes, o qual foi decisivo para o acontecimento fatídico do dia 16/02/2014. Refiro-me ao crime de trânsito descrito no artigo 310 do Código de Trânsito Brasileiro que diz: Permitir, confiar ou entregar a direção de veículo automotor a pessoa não habilitada ou ainda, a quem, por seu estado de saúde, física ou mental não esteja em condições de conduzi-lo com segurança.

Este crime, por sua vez, pode ser classificado pelos criminalistas como Dolo Eventual, ou seja, quando, os pais do adolescente, sem querer efetivamente produzir o resultado, assumiram o risco de produzi-lo. Isso fica evidente quando a tia em uma reportagem afirma que já havia reclamado sobre o fato do adolescente ir, todos os dias, buscar a irmã na escola e o pai, que naquele dia, o teria mandado buscar uma peça de carro. Ou ainda quando, em vários depoimentos de populares, fica claro que era prática normal a permissão, a entrega e a confiança, de veículos automotores ao adolescente.

O crime doloso também esta tipificado no artigo 249 da Lei 8069/90 – Estatuto da Criança e do Adolescente, que fala: “Descumprir, dolosa ou culposamente, os deveres inerentes ao pátrio poder familiar ou decorrente de tutela ou guarda”.

Os policiais envolvidos no episódio certamente serão punidos com todo o rigor previsto na legislação militar, pois os estatutos e regimentos da corporação assim preveem, tratando-se de crime culposo. Por sua vez, não recairão sobre os pais do adolescente, nenhum tipo de pena, pelo cometimento do crime doloso, pois eles já foram punidos com a dor da morte do filho querido.

:: LEIA MAIS »

O INDICADO DE RUY

O vereador reeleito Ruy Machado chamou para si a responsabilidade pela indicação do secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Itabuna no futuro governo de Vane do Renascer (PRB). Ao PIMENTA, Ruy apontou as qualidades de Lanns Almeida e completou:

– Não foi indicação de Wallace (Setenta), mas nossa. Entra no governo pela cota do PTB – disse, acompanhado do chefe da 5ª Ciretran, Gilson Nascimento, e do assessor Alisson Cerqueira.

Tanta disputa pela indicação de Lanns é compreensível: o engenheiro agrônomo é das unanimidades entre os escolhidos para a equipe de Vane.

5ª CIRETRAN TERÁ CLÍNICA ESPECIAL PARA ATENDER DEFICIENTES

Subtenente Gilson, chefe da 5ª Ciretran.

A 5ª Ciretran ganhará em breve a clínica especial para portadores de necessidades especiais retirar carteira de habilitação em Itabuna, não precisando mais se deslocar até Salvador ou esperar até um ano para que uma banca especial seja designada para o município.

O chefe da 5ª Ciretran, Gilson Nascimento, afirma que as obras de reforma e adaptação da estrutura física para instalação da clínica já começaram. “A ideia é criar uma junta permanente, que já possui uma equipe médica para atender o público de Itabuna e região”, afirma.

No próximo dia 17, a Ciretran vai inaugurar o Centro de Atendimento e a nova sala de Legislação. A cerimônia poderá contar com as presenças do diretor-geral do Departamento de Trânsito, major João Maurício Botelho, e do diretor-adjunto, Major Blanco.

A 5ª Ciretran realiza média de 1,2 mil serviços de habitação e 2,3 mil atendimentos veiculares, a exemplo de vistoria, transferência e emplacamento.

RESOLUÇÃO DO CONTRAN TERCEIRIZA VISTORIA VEICULAR

Gilson: mudança atende resolução do Contran.

A Visto Car foi credenciada pela 5ª Ciretran de Itabuna para os serviços de vistoria  e emissão de veículos de médio e pequeno porte. A medida visa atender às exigências do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) para vistoria por sinal óptico (fotografia), segundo o chefe da Ciretran, subtenente Gilson Nascimento.

Ele acredita que a mudança dará celeridade aos serviços prestados à população e vai garantir a segurança no laudo pericial de veículos. Pelo serviço, é cobrada taxa de R$ 82,00, o que gerou protestos, mas o chefe da 5ª Ciretran lembra que são garantidos e certificados os dados de origem do veículo.

A mudança se deve à resolução 282/2008 do Contran, que determina a vistoria para a transferência de automóveis por meio da captação de sinal óptico. As numerações do chassi, motor e das placas do veículo são registradas por fotos.

Os dados são transmitidos pelo Sistema de Controle de Laudos e Vistorias (SCLV) on-line e confrontados pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e Detran, quando as informações são validadas.

Técnico faz vistoria em veículo (Foto Pedro Augusto).

A Visto Car realiza média mensal de 28 vistorias de automóveis e motocicletas. Somente os veículos de grande porte continuam sendo vistoriados no Detran.

Além de Itabuna, o sistema terceirizado já funciona em Itapetinga, Ubaitaba, Ubatã, Una, Eunápolis, Porto Seguro, Camacan, Canavieiras, Gandu, Cruz das Almas, Cachoeira, São Félix, Maragogipe, Itagimirim e Itamaraju.

O serviço realizado pela empresa oferece a segurança da autenticidade do veículo e o seguro de R$ 200 mil, caso o veículo seja apurado, posteriormente, como clonado.

A vistoria é feita na Rua 1, nº 10, bairro Jardim Primavera, próximo ao 15º Batalhão de Polícia Militar. “Apesar de gerar custo, trata-se de avanço que garante a qualidade e a autenticidade do veículo”, diz Henrique Borri Júnior, consultor jurídico da empresa.

CAPITÃO FÁBIO NO PRESÍDIO

Fábio queria a Ciretran, mas acabou no presídio de Itabuna (Foto Pimenta/Arquivo).

O ex-deputado estadual Capitão Fábio foi nomeado pelo governador Jaques Wagner como novo diretor do Conjunto Penal de Itabuna. Ele substituirá capitão Nivaldo Mascarenhas. Os dois atos foram publicados na edição desta quinta (19) no Diário Oficial do Estado. O ex-deputado almejava o cargo de diretor da 5ª Ciretran, em Itabuna, mas acabou perdendo a peleja para subtenente Gilson Nascimento (PC do B), ex-secretário de Administração de Itabuna.

Capitão Fábio volta a assumir cargo público não-eletivo quase um ano depois de deixar a Assembleia Legislativa. Ele tentou reeleição em 2010, mas acabou derrotado. Apesar do fracasso nas eleições estaduais, o policial militar não pensa em abandonar a carreira política.

O CAPITÃO QUER O CARGO DO SARGENTO

Os comunistas já estão impacientes com a demora do governador Jaques Wagner em assinar o decreto de nomeação do Sargento Gilson Nascimento para a chefia da 5ª Ciretran, em Itabuna. A longa espera imposta a Nascimento tem a ver com a pretensão do ex-deputado estadual Capitão Fábio, que está de olho no mesmo cargo.

O capitão “aquartelou-se” em Salvador, a espera do desenrolar dos acontecimentos. Já os cururus dizem que se Wagner quebrar o acordo com o PCdoB estará abrindo um precedente perigoso, ameaçando o critério de distribuição de cargos do Estado.

“Aí vai virar bagunça”, prevê um membro do partidão.

SEGUNDO ANUNCIAÇÃO, GILSON NASCIMENTO MONTOU ESQUEMA DE ESPIONAGEM NA PREFEITURA DE ITABUNA

Da coluna “Política, Gente, Poder” (Diário Bahia), nesta quarta-feira, 11:

“Gilson Nascimento, quando secretário de Administração, dito poderoso desta capital-cidade do Planeta Cacau, Itabuna, de formação militarista, sargento da caserna, militar, sigilosamente e secretamente instalou, montou um sofisticado sistema para identificar, mexericar, escutar as ligações telefônicas, decisões de seus companheiros, colegas secretários. Ele atuava na clandestinidade, como se fosse um privilegiado araponga, agente da espionagem provinciana, tupiniquim”

WENCESLAU NEGA RISCO PARA NOMEAÇÃO DE GILSON NASCIMENTO

Uma possível reversão na ida do sargento Gilson Nascimento para o comando da 5ª Ciretran é descartada pelo vereador itabunense Wenceslau Júnior, presidente do diretório municipal do PCdoB. O comunista diz ter feito consultas em Salvador e identificado que não há barreiras para a nomeação de militares para o órgão ligado ao Departamento Estadual de Trânsito.

“Soube, inclusive, que o futuro chefe da Ciretran de Paulo Afonso é um tenente em Alagoinhas vai assumir um sargento”, declarou Wenceslau. Segundo ele, na própria cúpula do Detran há oficiais de várias patentes.

O vereador afirmou que resolveu fazer as sondagens, após a ameaça à indicação ter sido divulgada pela imprensa local. “Temos informação de fonte segura que o fato de Gilson ser sargento não impedirá sua nomeação”, salienta.

Segundo Wenceslau, o tão esperado decreto poderá ser publicado na semana que vem. “Ainda não saiu porque as nomeações foram suspensas devido ao esforço do governo para aprovar a reforma administrativa”, explica.

PC DO B TEM “PLANO A” PARA CIRETRAN

Aquisição comunista pode estar comprometida

Caso a nomeação do Sargento Gilson Nascimento para o comando da 5ª Ciretran não seja possível, o PCdoB de Itabuna poderá voltar ao “plano A”, que é a indicação do administrador Rosivaldo Pinheiro.

Um comunista ouvido hoje pelo PIMENTA revelou que o partido está conversando com o governo da Bahia, na tentativa de resolver a situação. Também estava marcada uma reunião para hoje, onde a pauta principal seria o “caso Gilson Nascimento”.

Nesta terça-feira, 26, o site “O Trombone” divulgou que a nomeação do sargento poderia realmente não sair, em função de uma diretriz do governo Wagner de não permitir que militares ocupem funções alheias à sua carreira.

Integrantes do PCdoB já veem grandes dificuldades para emplacar o indicado, já que isto implicaria em abrir um precedente desconfortável para o governo baiano.

NOMEAÇÃO DE GILSON PERIGA NÃO ROLAR…

Wenceslau e Gilson: melou?

D´O Trombone

Subiu no telhado a nomeação de Gilson Nascimento, o Sargento Gilson, para a direção da 5ª Ciretran, com sede em Itabuna. O militar foi anunciado há duas semanas em almoço no Los Pampas pelos comunistas itabunenses. Sua filiação (de gaveta), foi comemorada como a grande aquisição do partido para as eleições de 2012.

Mas há um porém. O sargento Gilson corre sério risco de não assumir a cadeira que um dia já foi do prefeito Azevedo e que era seu grande objeto de desejo. A pendenga: uma decisão do governo Wagner – que data do início da primeira gestão – diz que militares não podem ser nomeados para cargos fora da própria área militar. Como a Ciretran está ligada à secretaria da Administração…

Confira na íntegra

ATAQUE À “IMPRENSA MARROM”

Ruy Machado exercita sua verve de humorista (foto Pimenta)

O vereador Ruy Machado, presidente da Câmara de Itabuna, voltou suas baterias contra a imprensa local durante o almoço que confirmou o ingresso do sargento Gilson Nascimento nas fileiras comunistas. Em um breve,e hilário discurso (Machado tem o dom de fazer as pessoas rirem), o vereador acusou jornalistas de “receber migalhas” de seu inimigo político, o vereador Roberto de Souza. O “jabá” garantiria proteção a Roberto e artilharia pesada contra Machado.

Como não citou os nomes dos jabazeiros, o vereador fez uma crítica pela metade, capenga e leviana. Poderia ter indicado quem participa do “pegue-e-pague” de Roberto de Souza até para prestar um serviço à sociedade. Não o fez.

O PIMENTA, que acompanhou o evento comunista, ficou com uma pulga atrás da orelha. A impressão é que o discurso de Machado tem a ver com uma nota postada neste blog, que cita fato ocorrido nas dependências da Faculdade de Ciência e Tecnologia de Itabuna. Em sala de aula, no curso de direito, um professor mencionou que hoje existem “ex-presidiários” no exercício de mandatos políticos. E usou como exemplo o vereador Ruy Machado, que no passado cumpriu pena no presídio de Bangu, no Rio de Janeiro (fato, como se diz, “público e notório”). O professor só não sabia que um dos alunos na sala era a filha do vereador. Constrangimento geral!

O blog não recrimina o vereador e entende que os erros do passado estão sujeitos ao perdão e ao arrependimento. Ter cumprido uma pena não o faz inferior a ninguém, em princípio. Melhor seria que o vereador exorcizasse esse fantasma, assumindo que cometeu um erro e pagou por ele. Pronto! Por que ficar negando o que todo mundo sabe e já foi citado em diversas reportagens de jornal? Chega a ser infantil.

Assim como é infantil, além de leviano, fazer determinadas críticas porque não gostou do que viu nos jornais ou nos blogs.

Em tempo: este blog mantém o compromisso de fazer jornalismo com seriedade e não pauta sua linha editorial pelo que entra na conta bancária; por isso é lido e respeitado por tanta gente.

GILSON EXPLICA OPÇÃO PELO PC DO B E ROMPIMENTO COM AZEVEDO

A saída definitiva de Gilson Nascimento do grupo político do prefeito Capitão Azevedo (DEM) caiu como uma bomba no governo itabunense. Azevedo sabia das divergências no campo político, mas não esperava que o ex-secretário de Administração desse uma guinada de 180 graus e acabasse filiando-se ao PCdoB.

Ironicamente, o ato de filiação de Gilson ocorreu na churrascaria Los Pampas, onde Azevedo se encontrava e discutia sobre limites territoriais de Itabuna e Ilhéus com o prefeito ilheense, Newton Lima (PSB).

Azevedo, ao contrário do comportamento em todas as vezes que encontrava o vereador e presidente do PCdoB itabunense, cumprimentou Wenceslau Júnior com frieza, acusando o golpe da filiação de Gilson à legenda cururu. Também não foi efusivo o cumprimento ao amigo e agora adversário no campo político. O PIMENTA conversou com o novo comunista da praça. Eis o papo:

PIMENTA – Por que o senhor decidiu aceitar o convite do PCdoB e a indicação ao Detran?
Gilson Nascimento – Primeiro, não foi por um convite para simplesmente dirigir o órgão, mas por acreditar em um projeto político e em um grupo consistentes. Nosso preocupação será melhorar o atendimento no Detran. Eu tenho experiência na área de trânsito, fui convidado por Rosivaldo Pinheiro e Wenceslau Júnior, achei viável o projeto e não se discutiu nomes, mas um projeto para recuperar o Detran em Itabuna.

Esse seu alinhamento com o PCdoB já sinaliza qual o seu comportamento para 2012?
A partir de agora a gente se integra às discussões do partido, que pretende lançar candidato a prefeito e estaremos juntos para desenvolver este projeto.

Essa sua decisão sinaliza claramente o rompimento político com o prefeito Capitão Azevedo (DEM)?
Esse rompimento se deu já na minha saída do governo. Gosto muito do prefeito, é meu amigo particular, mas no campo político estaremos em campos antagônicos. Continuaremos amigos e não temos problemas pessoais.

A sua decisão de sair do governo se deu, exatamente, por qual razão?
Ocorreu uma dicotomia política quanto ao alinhamento em relação ao governo do estado. Eu sou servidor do estado, acreditei nos projetos de [reeleição] de Wagner e [eleição] de Dilma e nos projetos da base aliada do governo. Esperávamos a aliança política, tentamos de toda forma trazer [Azevedo] para a base aliada. Mas dada a resistência e a decisão do prefeito de continuar no DEM, decidimos separar em relação a pensamento político.

GILSON NASCIMENTO FILIA-SE AO PC DO B E ASSUMIRÁ DETRAN EM ITABUNA

EXCLUSIVO

Sena, Wenceslau, Gilson e Rosivaldo no anúncio da filiação (Foto Domingos Matos).

O PCdoB acaba de anunciar em evento na churrascaria Los Pampas a filiação do ex-secretário da Administração de Itabuna, Gilson Nascimento. Ele chega ao partido após sinalizar, desde 2009, afinidade com nomes como o do vereador Wenceslau Júnior, que abona a ficha do novo filiado.

Gilson foi um dos principais cabos eleitorais de Wenceslau, o candidato a deputado estadual mais votado em Itabuna na disputa de 2010.

Bacharel em administração e sargento da Polícia Militar, Gilson chega ao PCdoB e é o nome mais forte do partido para ocupar a direção da 5ª Ciretran/Detran em Itabuna, conforme a política de divisão de cargos implementada pelo governo estadual.

Gilson saiu do governo de Capitão Azevedo (DEM), após demonstrar insatisfações com os rumos tomados pela administração. Ainda nos bastidores, é comentada a insatisfação do sargento com o deputado federal Luiz Argôlo (PP).

“DÊ VOTOS” NA PROCISSÃO

A eleição municipal é logo ali e o que não faltou na procissão de São José, o santo padroeiro de Itabuna, foi político à caça dos bens mais importante para eles, o voto e o eleitor. Importantes em épocas pré e eleitorais, claro.

A novidade deste ano foi a separação de alas entre os oposicionistas ao governo do prefeito Capitão Azevedo. Enquanto o democrata caminhou ladeado pelos deputados Augusto Castro (PSDB) e Luiz Argôlo (PP) e secretários, os muy amigos petistas e comunistas saíram em alas separadas – e a uma boa distância.

 

Azevedo, ladeado por dois ex-secretários, e perseguido por deputados e vereadores (Foto Pimenta).

Ala geraldista não contou com reforço do PCdoB neste ano (Foto Pimenta).

EM BUSCA DA FORMA IDEAL

Wenceslau e Gilson caminham para 2012

Tornaram-se como unha e carne o vereador Wenceslau Júnior e o ex-secretário da Administração de Itabuna, Gilson Nascimento. Gordinhos, eles chegam a fazer até duas caminhadas por dia às margens do Rio Cachoeira, o que os especialistas na área de educação física podem considerar um excesso. Mas o que Gilson e Wenceslau procuram, além de queimar calorias, é construir um projeto político.

Essa caminhada começou na eleição de 2010, na qual o vereador teve apoio do então secretário na disputa por uma vaga na Assembleia Legislativa. Como se sabe, o candidato ficou com a primeira suplência do PCdoB e ainda sonha com a cadeira de deputado.

Agora, Wenceslau é um dos pré-candidatos do PCdoB a prefeito de Itabuna e quer Gilson como um dos generais da campanha. Pelo rigor dos exercícios e harmonia das passadas, os dois pretendem chegar tinindo em 2012.

GILSON SAI ATIRANDO… NA SECRETÁRIA

Gilson Nascimento, ex-secretário de Adminstração de Itabuna, concedeu entrevista ao jornal A Região e fuzilou a sua adversária no governo, Joelma Reis, secretária particular do prefeito Capitão Azevedo (DEM). Dois trechos:

1 – “Joelma é uma simples secretária e deve se colocar no lugar dela”.

2 – “Joelma é uma amadora, mal sabe fazer um documento oficial”.

Gilson parece ter encontrado um jeito de atingir o prefeito, sem citá-lo diretamente. Primeiro, foi o caso que flagrou o mestre-de-obras José Pascoal de Brito desviando material público para uma casa de praia. Agora, a secretária Joelma Reis. E tanto Joelma quanto Pascoal são umbilicalmente ligados a Azevedo.

Confira a íntegra da entrevista (clique aqui).

TRATOR

Maurício Athayde é o novo super-secretário do pedaço e passou à condição de homem de confiança do prefeito Capitão Azevedo (DEM). Além de acumular as pastas de Planejamento e Tecnologia e de Administração, assumiu oficiosamente a coordenação política do (des)governo.

O último que teve tanto poder assim foi o super-secretário Gilson, que respondia pela Administração, saiu brigado com Azevedo e nem compareceu à prefeitura para a transmissão de cargo ao companheiro (ops!) Athayde.

SALA NOVA

O vice-prefeito de Itabuna, Antônio Vieira, não quis correr o risco de ficar desalojado após sua saída da Secretaria da Saúde, na última terça-feira, 04. Rapidinho, Vieira mudou-se para o gabinete desocupado pelo ex-secretário da Administração, Gilson Nascimento, que deixou o governo no final de dezembro.

Já na quarta-feira, o vice desembarcava com caixas e papéis na antiga sala de Nascimento. O novo secretário da Administração, Maurício Athayde, que também acumula o Planejamento, usará apenas sua velha sala para cuidar das atribuições das duas pastas. Sem grande prejuízo, uma vez que o atual governo não é muito dado a planejar.

GILSON, AZEVEDO E O PT

Gilson vinha tomando posições contrárias ao prefeito, principalmente no campo político, onde o terreno é movediço e traiçoeiro.

Marco Wense

Na sucessão municipal de 2008, o então candidato Capitão Azevedo, do Democratas (DEM), teve a sorte de contar com um tripé – Gilson Nascimento, Carlos Burgos e Josias Miguel – que terminou sendo imprescindível para sua vitória.

Cada um no seu cada qual, fazendo o que sabia fazer. Carlos Burgos, o advogado, cuidando dos entraves jurídicos inerentes ao processo eleitoral. Josias Miguel, o publicitário, dando conta do recado. E Gilson, o sargento, cuidando das negociações políticas.

É bom lembrar, até mesmo por uma questão de justiça, que Josias também participou, com bastante desenvoltura, da aproximação do candidato Azevedo com os partidos e suas respectivas lideranças.

Com a eleição do Capitão Azevedo para prefeito de Itabuna, Gilson Nascimento, Carlos Burgos e Josias Miguel viraram secretários, respectivamente de Administração, Finanças e Ações Governamentais.

Josias Miguel deixou o governo. Não saiu atirando. Mas totalmente decepcionado com o prefeito, principalmente com sua pouca autoridade diante dos que ocupam cargos de confiança.

Agora é a vez do “rebelde” Gilson Nascimento. Sua saída provoca um vácuo político no governo, um desmoronamento no diálogo com os partidos, lideranças partidárias e comunitárias.

O prefeito José Nilton Azevedo não ficou surpreso com o pedido de exoneração do colega de farda. Em conversas reservadas, o chefe do Executivo já teria dito que a situação de Gilson era insustentável.

Na cúpula do azevismo, a opinião que prevalece é a de que o sargento Gilson vinha tomando posições contrárias ao prefeito, principalmente no campo político, onde o terreno é movediço e traiçoeiro. Gilson seria o protagonista-mor de um “governo paralelo”.

O prefeito-capitão e o secretário-sargento continuam amigos. A sintonia política acabou. Cada um vai seguir o seu rumo. Integrantes do diretório do PT de Itabuna não descartam a possibilidade de Gilson apoiar Geraldo Simões (ou Juçara Feitosa) na sucessão de 2012.

REMANESCENTE

O ex-marinheiro Raimundo Vieira, que tem suas hilariantes histórias contadas pelo empresário “Mané Cem”, é o mais fiel remanescente do fernandismo. É companheiro de todos os minutos do ex-prefeito Fernando Gomes.

Somente três pessoas participaram da primeira reunião com Lúcio Vieira Lima, presidente estadual do PMDB, para tratar da campanha de Renato Costa à Assembleia Legislativa do Estado: Fernando Gomes, Juvenal Maynart e Raimundo Vieira.

Entre o ex-alcaide, que é o presidente de honra do PMDB de Itabuna, e o aposentado Raimundo Vieira, ex-proprietário de empresa funerária, existe uma recíproca e inabalável confiança.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia