WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe





dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

editorias






:: ‘GlaucomaDay’

MARGARETH MENEZES APOIA GLAUCOMADAY

O Hospital de Olhos Ruy Cunha (DayHORC) realiza, no próximo sábado (20), um dia de ações preventivas contra uma das doenças que mais causam cegueira no mundo. Durante o GlaucomaDay, em Itabuna, pessoas a partir de 40 anos terão atendimento gratuito para detecção da doença. A cantora Margareth Menezes apoia a ação e convida para o evento, que começa às 8h, na Avenida Ruffo Galvão, centro, próximo à Catedral de São José.

MUTIRÃO IDENTIFICA 768 CASOS SUSPEITOS DE GLAUCOMA

Médica Francielle Viana atende paciente no mutirão contra glaucoma.

Médica Francielle Viana atende paciente no mutirão contra glaucoma.

O esforço conjunto de médicos e colaboradores na 4ª Edição do GlaucomaDay, realizado em Itabuna pelo Hospital de Olhos Ruy Cunha (DayHorc), no ultimo sábado (4), foi considerado “altamente positivo” e diagnosticou a suspeita da doença em 768 pacientes.

Um dos beneficiados, o aposentado Jedeon Rodrigues dos Santos, cujo exame de tonometria indicou pressão ocular bastante elevada, elogiou os serviços oferecidos. “Cheguei às 8h30min e às 9 horas já tinha sido atendido e saí com a consulta de acompanhamento agendada. Nunca imaginei que a pressão do meu olho estivesse alterada, nunca senti dor ou qualquer alteração na visão, mas graças ao atendimento no GlaucomaDay irei investigar a fundo a predisposição ao Glaucoma”, contou, bastante satisfeito.

Durante a ação, foram prestados 4.500 atendimentos à população, entre procedimentos de tonometria, fundoscopia, aferição de pressão arterial e glicemia, além de orientações médicas e distribuição de material informativo.

Pacientes durante cadastro do mutirão no último sábado.

Pacientes durante cadastro do mutirão no último sábado.


Aos pacientes que tiveram diagnóstico de glaucoma foi garantido o tratamento pelo SUS por meio de acompanhamento contínuo e até mesmo com recebimento de colírios. Segundo o oftalmologista Rogério Vidal, “O glaucoma não tem cura, mas pode ser controlado por meio de procedimentos médicos e medicação”, explicou.

Para a gerente da unidade do DayHorc de Itabuna, Rosemeire Correia, a satisfação transmitida aos pacientes demonstra o empenho e envolvimento da equipe. “O DayHORC tem um trabalho de orientação e prevenção a doenças oculares e a nossa preocupação é oferecer um atendimento humanizado e de excelência, seja em dias comuns ou até mesmo durante o alto fluxo de atendimento como esse. Nossa prioridade no mutirão é o diagnóstico precoce, pois assim podemos combater o Glaucoma trazendo melhor qualidade de vida para a população”, esclareceu.

Rosemeire agradeceu o empenho de toda a comunidade, colaboradores, corpo clínico, parceiros e patrocinadores: FURC, Óticas Carol, Jornal Agora, Diário Bahia, site Pimenta na Muqueca, Rádio Difusora, Drogaria Velanes, Prefeitura Municipal de Itabuna, Gráfica Cartonsul, Diságua, Gráfica Mesquita, Nestlé, Óticas Diniz, Morena FM, Tv Cabrália, Tv Santa Cruz, Rádio Jornal, Rádio Nacional, Rádio Tudo FM de Itajuípe, além de sites e blogs locais e regionais.

USO DE COLÍRIOS COM CORTICOIDE PODE ANTECIPAR OU AGRAVAR O GLAUCOMA

Rogério Vidal alerta para fatores de risco para o glaucoma.

Rogério Vidal alerta para fatores de risco para o glaucoma.

Comprar um colírio sem indicação médica é um hábito muito mais prejudicial do que se pensa, principalmente se este medicamento for à base de corticoide. Os colírios anti-inflamatórios hormonais, ou seja, à base de cortisona, podem aumentar a pressão intraocular, principal causa para o aparecimento do glaucoma. Nesta mesma linha os chamados colírios vasoconstritores, ou seja, aqueles colírios que contraem os vasos sanguíneos, só devem ser utilizados sob indicação e acompanhamento médico.

O alerta é feito pelo médico oftalmologista e especialista em glaucoma, Rogério Vidal, do DayHorc. Segundo ele, é mais comum do que se imagina a presença no consultório de pacientes com agravamento do glaucoma devido a um histórico de uso indiscriminado de colírios sem indicação médica. “Temos ainda casos de pessoas com predisposição genética para o glaucoma que tiveram antecipado o aparecimento da doença devido, principalmente, ao uso destes medicamentos“.

Segundo ele, existem marcas de colírio muito populares e de baixo custo, vendidos em farmácias sem receita médica e vistos como solução para sintomas geralmente simples, como olhos secos, prurido, irritação e sensação de ardência.

– No entanto, o prejuízo do uso destes medicamentos é considerável, pois estes colírios em específico elevam a Pressão Intraocular e contribuem para a degeneração do nervo óptico, ocasionando uma relação direta com o aparecimento ou agravamento do Glaucoma – disse Rogério.

De igual forma, o Conselho Brasileiro de Oftalmologia alerta para o uso indiscriminado de corticoide de uma forma geral, não somente via colírios. “Principalmente pacientes com quadros alérgicos, de artrites, asmas, que precisam fazer uso de medicamentos à base de cortisona por períodos prolongados, o prejuízo é muito grande para quem tem glaucoma ou predisposição para a doença”.

A cortisona em qualquer forma – spray, comprimidos ou injeção – pode se tornar fator de risco para o glaucoma ao entrar na corrente sanguínea. E pode ser via couro cabeludo, ingerido ou inalado, de acordo com o médico.

GLAUCOMADAY

Estas e outras orientações poderão ser acessadas durante o GlaucomaDay – Mutirão de Prevenção e Detecção Precoce do Glaucoma, que será realizado no sábado (13), das 7h às 14h, na Unidade do DayHorc, em Itabuna.

São público alvo e preferencial para atendimento pessoas acima de 40 anos, com histórico de cegueira na família, diabéticos, negros, com miopia acima de 6 graus e com traumas ou infecções oculares recentes.

Para ser atendido, basta apresentar documento oficial, cartão do SUS e comprovante de residência. Esta é a terceira edição do GlaucomaDay em Itabuna, projeto que este ano foi estendido também à Salvador, onde foi realizado no final de maio.

DAYHORC TERÁ MUTIRÃO GRATUITO DE DETECÇÃO DE GLAUCOMA

Mutirão oferece serviços gratuitos de detecção e tratamento de glaucoma (Foto Divulgação).

Mutirão oferece serviços gratuitos de detecção e tratamento de glaucoma (Foto Divulgação).

O Hospital de Olhos Ruy Cunha (Day Horc) realizará um mutirão de detecção precoce do glaucoma, neste sábado (19), a partir das 7h, em Itabuna. O atendimento gratuito será feito por 15 oftalmologistas.

O paciente deverá levar documento de identidade, CPF e comprovante de residência. O mutirão terá ainda serviços oferecidos pela Santa Casa de Misericórdia de Itabuna e Secretaria de Saúde de Itabuna.

O mutirão dará prioridade no atendimento a pessoas com mais de 40 anos de idade, negras ou asiáticas, pessoas com histórico de glaucoma na família, portadoras de enxaqueca crônica ou diagnosticada com alta miopia ou hipermetropia. O Hospital de Olhos Ruy Cunha fica na Avenida Ruffo Galvão, próximo à Catedral de São José, centro.

MUTIRÃO DO DAYHORC OFERECE DETECÇÃO E TRATAMENTO GRATUITOS DO GLAUCOMA

GlaucomaDay será realizado no DayHorc de Itabuna.

GlaucomaDay será realizado no DayHorc de Itabuna.

Pelo menos 3 mil pessoas devem ser atendidas neste sábado, 25, durante o GlaucomaDay. O mutirão começa vai das 8h às 14h, no Hospital DayHORC, na Rua Ruffo Galvão, centro, em Itabuna. Cerca de 100 profissionais são mobilizados para o evento de prevenção e combate ao glaucoma.

O mutirão oferecerá atendimento gratuito e dará prioridade a pessoas que compõem grupo de risco da doença que é a segunda maior causa de cegueira no mundo. O grupo considerado de risco é formado por pessoas acima de 40 anos e que tenham histórico de glaucoma na família. Outros pacientes prioritários são diabéticos, míopes em alto grau ou quem já tenha apresentado trauma ocular.

Para ser atendido, o paciente precisará apresentar RG, CPF e cartão do SUS, além de comprovante de residência. Dúvidas podem ser esclarecidas pelos telefones (73) 3214-2035 e 3214-2088.

O MUTIRÃO

Após a inscrição no mutirão, o paciente é submetido a triagem ainda no sábado. Se diagnosticada a doença, ele já sairá do DayHORC com consulta marcada. A consulta vai definir o tipo de glaucoma e o estágio da doença.

– Todos os casos suspeitos [de glaucoma] sairão com agendamento para check-up completo aqui mesmo no DayHORC. Confirmado o diagnóstico, encaminharemos o paciente para inscrição no programa de dispensação gratuita de colírios, realizado em parceria com o Ministério da Saúde – explica o gerente do DayHORC de Itabuna, Jean Wagner Pereira.

Além do diagnóstico gratuito, o DayHorc vai promover ações educativas com  divulgação de informações sobre grupo de risco, sintomas e sinais da doença e o tratamento. O GlaucomaDay é desenvolvido pelo DayHORC e tem apoio das Drogarias Velanes, que oferecerá testes gratuitos de glicemia e aferição de pressão arterial. Esta é a segunda edição do mutirão contra o glaucoma.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia