WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: ‘greve dos bancários’

BANCOS REABREM NESTA TERÇA, APÓS 21 DIAS DE GREVE

Bancos reabrem nesta terça, após 21 dias de greve.

Bancos reabrem nesta terça, após 21 dias de greve, mas paralisação continua em agências públicas.

Os bancários baianos aceitaram a proposta de reajuste salarial de 10% e encerraram uma das mais longas greves da categoria. A assembleia foi realizada em Salvador e nos grandes municípios do interior do Estado. A paralisação já durava 21 dias. Instituições reabrem nesta terça (27) na Bahia, exceto as agências do Banco do Nordeste.

A longa greve teve efeitos diretos no comércio. A estimativa de comerciantes itabunenses é de que o combinado crise econômica mais e uma baixa na circulação da moeda reduziu as vendas em até 30%.

No período da paralisação dos bancários, a saída eram as casas lotéricas, que limitavam movimentações por clientes e enfrentavam constantes quedas de sistema, impedindo movimentações bancárias como depósitos (exemplo de correntistas da Caixa).

BB FAZ ACORDO COM A OAB-ITABUNA PARA PAGAMENTO DE ALVARÁS DURANTE GREVE

Andirlei: direitos de advogados e clientes assegurados.

Andirlei: direitos de advogados e clientes assegurados.

Ação conjunta entre a diretoria da OAB-Itabuna e Conselho Consultivo dos Jovens Advogados Itabunenses (CCJA) resultou em acordo com a direção do Banco do Brasil que possibilita o saque de Alvarás e Requisições de Pequeno Valor (RPVs) na agência Grapiúna (Praça Olinto Leone) durante a greve dos bancários.

A partir de agora, quem possuir essas ordens de pagamentos para saque no BB deve ir à agência, no período das 9h às 11h e entregar o documento ao segurança que estiver de plantão. Pelo acordo, estes seguranças farão a entrega aos servidores do banco e estes depositam o valor em conta.

Para o presidente da CCJA, George Cardoso, “mais uma vez a OAB-Itabuna está correndo atrás dos interesses de seus pares e não tem como não se sentir orgulhoso disso”. “Quando começou a greve, sabíamos que nós, os mais jovens, que seríamos mais prejudicados. Então, procuramos a diretoria local e a mesma se prontificou a nos ajudar a encontrar soluções para minimizar os prejuízos que sofreríamos. O acordo com o Banco do Brasil é uma vitória para nossa classe e para nossos clientes”, disse George.

CAIXA FECHOU ACORDO HÁ UMA SEMANA

Com a adesão do Banco do Brasil, os advogados itabunenses ficam com seus direitos assegurados, já que, na semana passada, a gerência da Caixa Econômica Federal já havia disponibilizado a agência do TRT 5, no São Caetano, para que os advogados possam solicitar o depósito em conta de seus Alvarás e RPVs no período do expediente bancário.

O presidente da OAB-Itabuna, Andirlei Nascimento, reforça que não é contra a greve, mesmo porque ela é um direito de todo trabalhador, mas que busca minimizar seus efeitos. “Os jovens advogados são os mais prejudicados numa situação desta, porque ainda estão se estabilizando na carreira e nosso intuito, como instituição, é tentar fazer com que eles não se prejudiquem nem prejudiquem os seus clientes”, disse Andirlei.

BANCÁRIOS ENTRAM EM GREVE AMANHÃ; CONSUMIDOR DEVE FICAR ATENTO ÀS CONTAS

Bancários entram em greve nesta terça-feira (Foto Pimenta/Arquivo).

Bancários entram em greve nesta terça-feira (Foto Pimenta/Arquivo).

Com a greve dos bancos amanhã (6), consumidores devem ficar atentos ao pagamento de faturas, boletos bancários e outros tipos de cobrança. Segundo o Instituto de Defesa do Consumidor, o Procon, de São Paulo, embora a greve não afaste a obrigação do consumidor de pagar as obrigações, a empresa credora tem que oferecer outras formas e locais para que os pagamentos sejam efetuados.

Para não ser cobrado de encargos (juros e multa) e ter o nome enviado a serviços de proteção ao crédito, o consumidor deve entrar em contato com a empresa e pedir opções de formas e locais para pagamento, como internet, a sede da empresa, casas lotéricas, código de barras para pagamento em caixas eletrônicos, dentre outros, orienta o Procon-SP.

A recomendação é para que o consumidor documente esse pedido, ou seja, guarde cópia de email ou anote o número de protocolo de atendimento, por exemplo. Assim, caso o fornecedor não atenda à tentativa de quitar o débito, o consumidor pode fazer a reclamação ao Procon.

As assembleias que aprovaram o início da greve foram feitas na semana passada. A legislação determina que a greve só pode ter início com aviso prévio de pelo menos 72 horas. Esse período é necessário para informar aos bancos e à sociedade sobre a interrupção dos serviços.

A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) ofereceu 5,5% de reajuste para salários e vales. A proposta inclui abono de R$ 2,5 mil, não incorporado ao salário. Os bancários querem reajuste salarial de 16% (incluindo reposição da inflação mais 5,7% de aumento real), entre outras reivindicações. Com informações da Agência Brasil.

GREVE DOS BANCÁRIOS CHEGA AO FIM NA REGIÃO DE ITABUNA

Greve afetou mais de 10 mil agências bancárias.

Greve afetou mais de 10 mil agências bancárias.

Os bancários da área de abrangência do sindicato da categoria em Itabuna voltam ao trabalho nesta terça-feira (7), após aprovação das propostas da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) em assembleia realizada na sede da entidade, ontem. Além de Itabuna, o funcionamento volta ao normal, também, em Buerarema, Camacan, Coaraci, Ibicaraí, Itajuípe, Itapitanga, Itapé, Itororó e Pau Brasil.

O fim do movimento, que começou dia 30, foi decidido por 38 votos a 24. De acordo com a Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo Financeiro (Contraf), a greve foi encerrada na maioria dos estados. Porém, a greve continua em agências do Banco do Nordeste do Brasil.

A proposta reajusta os salários e demais verbas em 8,5% (aumento real de 2,02%), o piso salarial em 9% (2,49% acima da inflação) e o vale-refeição em 12,2%. Os sindicatos comemoram o que chamam de avanços “não econômicos”, a exemplo de mecanismos de combate às metas abusivas e do assédio moral.

BANCÁRIOS DE BH, SP, RIO E BRASÍLIA VOLTAM AO TRABALHO

Os bancários de alguns dos maiores sindicatos do país decidiram encerrar a greve iniciada no dia 30 de setembro. Assembleias feitas hoje (6) em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte votaram pelo fim da paralisação após aceitarem a nova proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), feita na última sexta-feira (3).

A proposta prevê reajuste de 8,5%, sendo 2,02% de aumento real (acima da inflação) e  vale-refeição em 12,2%. Após o recebimento dessa proposta, o Comando Nacional dos Bancários divulgou orientação à categoria para que encerrasse a greve.

A proposta da Fenaban também tratava das pressões sobre os bancários na cobrança das metas, consideradas excessivas pela categoria. De acordo com a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf), os bancos devem incluir na Convenção Coletiva o compromisso de que “o monitoramento de resultados ocorra com equilíbrio, respeito e de forma positiva para prevenir conflitos nas relações de trabalho”. Além disso, a cobrança de metas por SMS ou qualquer outro tipo de aparelho ou plataforma digital será proibida.

Nas cidades de Porto Alegre e de Curitiba, sindicatos também representativos, além dos estados da Paraíba e Roraima, a greve continua apenas para os funcionários do Banco do Brasil. Em Florianópolis e nos estados da Bahia, do Piauí, do Amapá e de Roraima a paralisação continua na Caixa.  De acordo com a Contraf, existem pontos específicos, como plano de cargos e salários e plano de saúde, que ainda carecem de acordo.

:: LEIA MAIS »

BANCÁRIOS PODEM ENCERRAR GREVE HOJE

Os bancários da região de Itabuna se reúnem em assembleia às 17 horas desta segunda (6) para decidir os rumos da greve iniciada no último dia 30. A tendência é de fim da paralisação, após os bancos oferecerem reajuste de 8,5%.

Serão avaliadas propostas da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e dos bancos do Brasil e da Caixa. “Os bancos oficiais também apresentaram novas proposições, mas é a categoria quem define os rumos ad campanha salarial”, informa nota do sindicato itabunense.

A assembleia será realizada na sede do Sindicato dos Bancários, na Duque de Caxias, 111, centro de Itabuna.

No último sábado, o comando nacional dos bancários emitiu orientação à categoria para que a greve fosse encerrada em assembleias nesta segunda (confira aqui).

COMANDO NACIONAL RECOMENDA FIM DA GREVE DOS BANCÁRIOS

Greve dos bancários começou no dia 30 (Foto Pimenta/Arquivo).

Greve dos bancários começou no dia 30 (Foto Pimenta/Arquivo).

Após receber nova proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), o Comando Nacional dos Bancários divulgou orientação à categoria para que encerre a greve. A paralisação começou no último dia 30. Ao todo, 10.355 agências e centros administrativos nos 26 estados e no Distrito Federal aderiram ao movimento.

Por meio de nota, o comando informou que, na nona rodada de negociação da Campanha 2014, a Fenaban aumentou o índice de reajuste de 7,35% para 8,5% (aumento real de 2,02%) nos salários e demais verbas salariais; de 8% para 9% (2,49% acima da inflação) nos pisos; e de 12,2% no vale-refeição.

Ainda segundo o comunicado, os bancos também vão incluir na convenção coletiva o compromisso de que o monitoramento de resultados ocorra com equilíbrio, respeito e de forma positiva para prevenir conflitos nas relações de trabalho. “Trata-se de mais um passo no combate às metas abusivas, que tem provocado adoecimento e afastamento de bancários”, avaliou o comando.

Outra mudança citada pela categoria é que a cobrança de metas passará a ser proibida não somente por mensagem de celular, mas também por qualquer outro tipo de aparelho ou plataforma digital.

De acordo com o comando, a Fenaban propõe a compensação dos dias parados durante a greve na forma de uma hora por dia no período de 15 de outubro a 31 de outubro – para quem trabalha seis horas, e uma hora por dia no período entre 15 de outubro e 7 de novembro para servidores com jornada de oito horas.

:: LEIA MAIS »

GREVE DOS BANCÁRIOS NA BAHIA

Greve afetará bancos públicos e privados (Foto Pimenta/Arquivo).

Greve afetará bancos públicos e privados (Foto Pimenta/Arquivo).

Bancários baianos aderiram à greve nacional que atinge outros 20 estados. A paralisação por tempo indeterminado começa nesta terça (30).

A greve na Bahia foi confirmada no início da noite de ontem (29), em Salvador. Após sete rodadas de negociações, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), ofereceu 7% de reajuste, enquanto os bancários pedem 12,5%, correspondendo a 5,4% de aumento real.

As negociações pouco avançaram do último sábado até ontem. Nova assembleia está prevista para as 18h30min desta quarta (1º) em Salvador.

Durante a greve, opções serão a internet ou casas lotéricas. Operações em caixas eletrônicos estão liberadas.

BANCÁRIOS MANTÊM GREVE PARA 3ª

Após uma nova rodada de negociações entre a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf) e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), os bancários decidiram manter a greve prevista para começar na próxima terça-feira (30).

Na reunião de ontem (27), os bancos elevaram o índice de reajuste de 7% para 7,35% para os salários, e de 7,5% para 8% para os pisos, segundo a Contraf. “O Comando Nacional dos Bancários considerou a nova proposta insuficiente não somente do ponto de vista econômico, mas também porque ignora completamente as demais reivindicações da pauta de reivindicações da categoria”, informou a categoria, em nota.

Os trabalhadores pedem reajuste salarial de 12,5% e piso salarial de R$ 2.979,25, entre outras reivindicações, como fim das metas, consideradas abusivas, combate ao assédio moral e isonomia de direitos para afastados por motivo de saúde.

GREVE FECHA 100% DAS AGÊNCIAS BANCÁRIAS EM ILHÉUS E ITABUNA

Barbosa (de vermelho) afirma que adesão à greve é surpreendente (Foto Pimenta/Arquivo).

Barbosa (de vermelho) diz que adesão à greve é surpreendente (Foto Pimenta/Arquivo).

A greve dos bancários começou nesta quinta-feira (19) e atinge todas as agências em Ilhéus e Itabuna. A paralisação é por tempo indeterminado. Os bancários cobram reajuste salarial de 11,93%. A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) oferece 6,1%, contraproposta rejeitada pela categoria.

Além dos 11,93% de reajuste, os bancários cobram aumento na Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e pauta com cláusulas de saúde e segurança. Neste último item, a preocupação é grande na Bahia, um dos estados campeões em ataques de bandidos a postos de atendimento e caixas de instituições financeiras.

ITABUNA

Segundo o presidente do Sindicato dos Bancários em Itabuna e Região, Jorge Barbosa, o percentual de reajuste oferecido pela Fenaban não cobre a inflação do período. “Os 6,1% estão abaixo dos 6,6% apurados nos últimos 12 meses”, disse. A rodada de negociação ocorreu em 5 de setembro. “De lá para cá, não houve mais nenhuma negociação e não há indicativo [de quando os dois lados sentam-se à mesa novamente]”.

Jorge Barbosa disse que, além de todas as agências fechadas, a adesão da categoria neste ano é considerada surpreendente. “A adesão está muito boa. Nestes últimos anos não tivemos adesão tão boa como agora”, afirmou ao PIMENTA.

A paralisação é total em municípios como Itajuípe, Itapitanga e Coaraci, de acordo com Barbosa. Até o início da tarde, o sindicato terá balanço da paralisação em todos os 11 municípios cobertos pela entidade que tem sede em Itabuna.

ILHÉUS

“Todas as agências estão fechadas em Ilhéus e a adesão [dos bancários] chega a 90% nas agências privadas, 75% no Banco do Brasil e 80% na Caixa”, afirmou ao PIMENTA o presidente do Sindicato dos Bancários de Ilhéus, Rodrigo Cardoso.

As agências bancárias em municípios da base do sindicato ilheense também fecharam, a exemplo de Una, Canavieiras, Ubaitaba, Itacaré e Camamu. Na avaliação de Cardoso, as negociações devem ser retomadas a partir do momento que a Fenaban sentir o nível de adesão dos bancários à greve. A entidade dos banqueiros, segundo ele, tem se comportado desta forma todos os anos.

ALTERNATIVAS PARA O CORRENTISTA

Enquanto perdurar a greve, os correntistas somente poderão realizar operações via caixas eletrônicos, internet e telefone ou recorrer a casas lotéricas.

 

FUNCIONÁRIOS DO BB E BN VOLTAM AO TRABALHO

Os funcionários do Banco do Brasil e Banco do Nordeste (BN) na região de Itabuna decidiram em assembleias, ocorridas ontem à tarde e nesta manhã, retornar ao trabalho depois de mais de uma semana de greve. Os bancários dependiam de propostas específicas feitas pelas diretorias dos dois bancos públicos. Todas as agências bancárias em Itabuna abrem nesta sexta pós-acordo. O BB possui duas agências no município e o BN tem uma.

No caso do Banco do Nordeste, os funcionários retornaram após analisar a proposta do banco de piso de R$ 1.892,00 para contratados como analistas bancários (remuneração mínima) e compromisso do banco em distribuir até 9% do lucro líquido a título de Participação nos Lucros e Resultados (PLR). Neste caso, a PLR será de 90% dos salários mais fixo de R$ 1.540,00, conforme comunicado do Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região. O BN possui duas agências na área do sindicato, sendo uma em Itabuna e outra em Camacan.

GREVE CONTINUA NO BB E BN EM ITABUNA. CAIXA RETORNA

Os funcionários do Banco do Brasil e Banco do Nordeste na área de abrangência do Sindicato dos Bancários de Itabuna decidiram manter a greve iniciada na semana passada. A decisão foi tomada em assembleia realizada na sede do sindicato em Itabuna, há pouco.

Os funcionários do BB mantiveram greve por 26 votos, 15 contrários e duas abstenções. Já os funcionários da Caixa Econômica, decidiram retornar ao trabalho por 24 votos. Dez dos trabalhadores votaram pela continuidade e quatro se abstiveram. Como são bancos públicos, as três instituições têm propostas específicas, diferentemente dos bancos privados.

BANCÁRIOS VOLTAM AO TRABALHO NESTA 5ª

Greve em Itabuna fechou 100% das agências bancárias (Foto Pimenta).

Reunidos em assembleia na noite desta quarta, 26, os bancários das instituições privadas decidiram acabar com a greve que começou na terça-feira da semana passada (18).

Os empregados dos bancos particulares aceitaram a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) que prevê reajuste salarial de 7,5%, aumento de 8,5% do piso salarial e dos auxílios-refeição e alimentação. Determina também aumento de 10% para a parcela fixa da Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

Os funcionários do Banco do Brasil (BB) e da Caixa também fizeram assembleias. Os empregados do BB concordaram com a proposta do banco e também voltam ao trabalho nesta quinta-feira. O pessoal da Caixa, no entanto, decidiu rediscutir a proposta em nova assembleia prevista para hoje. Informações da Agência Brasil.

GREVE FECHA 100% DAS AGÊNCIAS BANCÁRIAS EM ITABUNA

Bancários na porta de agência do Bradesco no centro de Itabuna (Foto Pimenta).

O correntista teve que recorrer a caixas eletrônicos e internet para enfrentar o primeiro dia de greve dos bancários em Itabuna. De acordo com o comando de greve local, todas as agências no município estão fechadas em adesão ao movimento nacional. São aproximadamente 500 bancários atuando em 16 agências em Itabuna.

Os bancários reivindicam reajuste de 10,25%, três salários como Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e piso salarial de R$ 2.416,38, além de vale-refeição de R$ 622,00. Do outro lado, os banqueiros, por meio da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) oferecem 6% de reajuste. As negociações começaram em agosto.

BANCÁRIOS BAIANOS ENCERRAM GREVE

Os bancários baianos decidiram voltar ao trabalho nesta terça-feira (18) ao votar a proposta fechada na última sexta (14). A decisão da categoria foi tomada em assembleia em Salvador, no início da noite. Apenas os profissionais do Banco do Nordeste não retornam ao trabalho amanhã. Os bancários aceitaram os 9% de reajuste salarial, retroativo a setembro. A categoria teve piso reajustado em 12% (passando a R$ 1,4 mil).

FILAS E FALTA DE PACIÊNCIA NOS BANCOS

A greve dos bancários em todo o Brasil tem levado dor de cabeça a muitos correntistas. Quem recorre aos caixas eletrônicos para fazer depósitos ou mesmo transferências têm enfrentado um longo teste de paciência. Na única agência do banco Itaú em Itabuna, a longa fila invadia a rua, como se vê na foto abaixo.

Clientes ocupam calçada e rua em frente à praça Manoel Leal (Foto Pimenta).

Nesta segunda (3), os bancários entraram no sétimo dia de greve e anunciaram “intensificação” do movimento. A categoria quer 12,8% de aumento salarial, mas a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) oferece 8%. Os bancários também reivindicam elevação do piso para R$ 2.250,00 e maior participação nos lucros e resultados (PLR).

ITABUNA: GREVE DOS BANCÁRIOS ATINGE 100% DAS AGÊNCIAS

Sindicalistas "batem ponto" na frente de agência do Bradesco, na Cinquentenário (Foto Pimenta).

A greve dos bancários atingiu todas as 14 agências em Itabuna neste primeiro dia. De acordo com o presidente do Sindicato dos Bancários de Itabuna e Região, Jorge Barbosa, a adesão da categoria à greve foi de 70% nesta terça (27).

Os bancários reivindicam 12,8% de reajuste salarial, mas a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) oferece 8%. Além disso, a categoria quer um novo piso de R$ 2.250,00. “É o piso justo definido pelo Dieese [Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos]”, afirma Jorge Barbosa.

Os bancários também querem maior participação nos lucros e resultados (PLR) e a contratação de mais profissionais. Segundo Jorge, existem 400 bancários em Itabuna. Ano passado, a greve da categoria durou 12 dias. Para os clientes, a alternativa tem sido recorrer aos caixas eletrônicos para depósitos e transferências. A Fenaban diz que a greve é “sem propósito”.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia