WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: ‘Holanda’

COPA AMÉRICA: BRASIL ENFRENTARÁ VENEZUELA NA FONTE NOVA

Apelidada de Fonte de Gols, a Arena Fonte Nova receberá ao menos um jogo do Brasil

O sorteio de grupos da Copa América 2019 ocorreu na noite desta quinta-feira (24), no Rio de Janeiro. Na primeira fase da competição continental, o Brasil enfrentará a Bolívia na estreia, no Estádio Morumbi, em São Paulo, em 14 de junho.

A segunda partida será na Arena Fonte Nova, em Salvador, dia 18 de junho, quando pegará a Venezuela. A última partida da Seleção Brasileira na fase de grupos será contra o Peru, dia 22, na Arena Corinthians, em São Paulo.

A competição começa em 14 de junho e será encerrada com a finalíssima em 7 de julho. O Brasil está no Grupo A. São três grupos. Estão no B, Argentina, Colômbia, Paraguai e Qatar. Já o C tem Uruguai, Chile, Japão e Equador.

O jogo do Brasil na capital baiana já cria expectativa. Desde a Copa de 2014, a Fonte Nova é apelidada de Fonte de Gols depois de receber grandes jogos naquele Mundial, alguns deles reunindo seleções de ponta, como Espanha, Portugal e Holanda.

APÓS 20 ANOS, PORTO DE ILHÉUS INICIA OPERAÇÕES PARA EXPORTAR CACAU

Navio levará seis mil toneladas de cacau sul-baiano para a Holanda (Foto Pimenta).

Navio levará seis mil toneladas de cacau sul-baiano para a Holanda (Foto Pimenta).

A carga é histórica e carregada de simbolismo. Após 20 anos, o sul da Bahia volta a exportar cacau. As seis mil toneladas do produto começaram a ser embarcadas, no Porto Internacional do Malhado, em Ilhéus, na manhã desta quarta-feira (27).

O carregamento deverá ser concluído no próximo final de semana, entre sábado (31) e domingo (1), quando o Navio Achtergracht, de bandeira holandesa, zarpa em direção a Amsterdã.

A operação será marcada, também, pelo ineditismo, de acordo com fontes da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba). O cacau será exportado a granel. Isso para ganhar tempo, evitando um reenvase por causa da falta de padronização das sacas. A exportação será feita pela Cargill, que tem parque moageiro em Ilhéus, e enviará a carga para a sua unidade naquele país europeu.

AUTOESTIMA

A operação levanta a autoestima do produtor em um período de alta na produção e na cotação do cacau nas bolsas internacionais – e com a arroba sendo comercializada, em média, a R$ 140,00 no eixo Ilhéus-Itabuna.

O produtor e presidente do Sindicato Rural de Ilhéus, Milton Andrade, ressalta pontos positivos e negativos da operação. Para ele, a exportação é um reconhecimento da qualidade do produto brasileiro e aponta, ao mesmo tempo, que há excedente no mercado. Caso as operações de exportação sejam contínuas, os reflexos serão ainda mais positivos para a região, na análise de Milton.

DESÁGIO

Milton enxerga como ponto negativo o deságio de, aproximadamente, 1,4 mil dólares por tonelada paga pela Cargill. O deságio faz com que deixem de ser movimentados em torno de R$ 576 milhões na Bahia e mais de R$ 1 bilhão em todo o país, quando computadas as produções do Pará, Amazonas, Rondônia e Espírito Santo.

Homens em operação de embarque de carga de cacau no porto ilheense (Foto Pimenta).

Homens em operação de embarque de carga de cacau no porto ilheense (Foto Pimenta).

Hoje, de acordo com estimativas do mercado, há excedente de, pelo menos, 60 mil toneladas de cacau no país, em parte como reflexo do excesso de importação no ano passado, quando as indústrias moageiras trouxeram 40 mil toneladas do produto no mercado africano.

Apesar da arroba do cacau atingir um dos melhores preços dos últimos anos, os cálculos de Milton apontam para um deságio de R$ 50,00 por arroba pago pela indústria ao produtor sul-baiano. “O preço justo da arroba do cacau, hoje, seria R$ 190,00”, diz em entrevista ao PIMENTA. A íntegra poderá ser conferida nesta semana.

DEPOIS DO CHOCOLATE…

Garoto chora em derrota do Brasil contra a Alemanha (Foto Getty Images/Fifa).

Garoto chora em derrota do Brasil contra a Alemanha (Foto Getty Images/Fifa).

O Brasil tomou sonoro (e vergonhoso) 3 a 0 diante da Holanda na disputa pelo terceiro lugar da Copa 2014. O time mostrou erros semelhantes aos do jogo contra a Alemanha (do inesquecível 7 a 1) e despediu-se da competição de forma vergonhosa, tomando dez gols em dois jogos. Fez um. Como resultado, torcedores – adultos ou mirins – lamentando, e chorando, por mais uma derrota na Copa das Copas.

FELIPÃO DIZ QUE FARÁ MUDANÇAS PARA DISPUTA DO 3º LUGAR

Felipão e o zagueiro Thiago Silva em coletiva (Foto Marcello Casal Jr/ABr).

Felipão e o zagueiro Thiago Silva em coletiva (Foto Marcello Casal Jr-ABr/Arquivo).

O treinador da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, disse, em entrevista coletiva, que fará duas alterações em relação ao time que iniciou o jogo contra a Alemanha, na fase semifinal da Copa do Mundo. O objetivo, segundo o treinador, é dar oportunidade a atletas que jogaram pouco, mas ele também indicou que a estrutura tática da equipe deve mudar para enfrentar a Holanda, amanhã (12), em Brasília.

“Vou mexer em uma ou duas posições daquele time que iniciou contra a Alemanha, até porque tem jogadores que jogaram pouco ou nem jogaram. Uma substituição vou fazer porque entendo que um jogador em determinada posição será bom”, disse o técnico.

A volta do zagueiro e capitão Thiago Silva ao time, suspenso na última partida, é certa, mas o treinador não explicou se essa é uma das duas alterações previstas ou se haverá outras trocas na equipe que inicia o jogo.

Felipão também procurou mostrar que o time está motivado para a partida de amanhã e que a seleção brasileira deve valorizar o terceiro lugar no Mundial.

Segundo a Agência Brasil, ele citou o exemplo da própria seleção alemã, que enfrentou na disputa de terceiro lugar na Copa de 2006, quando treinava Portugal. “Perdi para Alemanha de 3 a 1 a disputa de terceiro lugar e vi o tanto que eles valorizaram aquele jogo”.

O zagueiro Thiago Silva, presente na coletiva, reforçou que o grupo quer honrar a camisa nessa última partida na Copa. “A motivação é a maior possível. Não é o primeiro lugar que estará na disputa, mas sim a honra a dignidade. Temos que honrar a camisa da seleção acima de tudo”.

O capitão do time não escondeu a frustração por ficar fora da final, mas ressaltou que os jogadores aprenderam com a eliminação. “É frustrante sim, porque passei muitas noites sem dormir pensando nessa Copa, nessa final e não vai acontecer. Mas temos que crescer com os erros e esse erro do jogo passado nos faz mais fortes”, disse Thiago.

FANFARRÃO, TÉCNICO HOLANDÊS QUER VITÓRIA EM SUA DESPEDIDA

Van Gaal será treinador do Manchester (Foto Fifa).

Gaal será treinador do Manchester United (Foto Fifa).

Apesar de ter desdenhado a disputa pelo terceiro lugar na Copa do Mundo, o técnico da Holanda, Louis Van Gaal, pediu a seus jogadores uma vitória sobre o Brasil como presente de despedida da seleção holandesa. Após a Copa, ele assumirá o cargo de técnico do time inglês Manchester United. O jogo contra o Brasil está marcado para amanhã (12), às 17h, em Brasília.

Durante coletiva de imprensa hoje (11) no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, Van Gaal lembrou que o time brasileiro teve um dia a mais de descanso para a partida.

– O fato é que o Brasil [na primeira fase da Copa] começou primeiro e, depois, jogou a última partida após a nossa. E agora, para enfrentar a Holanda, tiveram um dia de vantagem. Esses são os fatos. Sabemos as implicações, mas a pergunta é por quê? [Luiz Felipe] Scolari tem de pensar sobre isso. É difícil nos prepararmos em apenas dois dias e meio – acrescentou.

Van Gaal disse que os jogadores holandeses “estão tristes porque tinham confiança de que seriam campeões”, e que considera melhor perder de 7 a 1, a exemplo do Brasil, do que por disputa de pênaltis. Apesar da tristeza, a equipe holandesa está motivada para vencer. “Queremos retornar sem derrota”, disse. Com informações da A. Brasil.

“PERDE PROS ARGENTINOS E FICA SE OFERECENDO”…

Momentos após a derrota da Holanda para a Argentina na Copa 2014, um holandês fez graça diante das câmeras da Band em um link no Jornal da Band. Baixou as calças e posicionou-se de forma a não fugir das lentes em um restaurante no Rio de Janeiro. O apresentador Ricardo Boechat, conhecido pela elegância e suas tiradas, não deixou passar em branco:

– Perde pros argentinos e ainda fica se oferecendo em rede nacional. Laranja, segura a onda – disse, sorridente.

ARGENTINA FARÁ FINAL CONTRA ALEMANHA

Romero defendeu dois pênaltis e levou Argentina à final (Foto Getty Images-Fifa).

Romero defendeu dois pênaltis e levou Argentina à final (Foto Getty Images-Fifa).

Após a decepção brasileira no Mineirão ontem, havia quem torcesse por um Brasil x Argentina na disputa pelo terceiro lugar na Copa 2014. O duelo sul-americano ficará para depois. Os hermanos bateram os holandeses nos pênaltis (4 a 2), após empate em 0 a 0 no tempo normal e prorrogação. Sobressaiu-se a garra de Sergio Romero, autor de duas defesas e herói da classificação argentina no Itaquerão (SP). E assim eles encaram os alemães na finalíssima, no próximo domingo (13), no Maracanã, templo onde o Brasil não teve o privilégio de pisar nesta copa. Infelizmente.

MELHOR ESTÁDIO, FONTE NOVA TEM JOGO DE DESPEDIDA

Fonte Nova registrou maior média de gols na copa no Brasil (Foto Getty Images-Fifa).

Fonte Nova registrou maior média de gols na copa no Brasil (Foto Getty Images-Fifa).

Hoje é o adeus da Fonte de emoções, gols. O Estádio Fonte Nova recebe hoje o seu último jogo da Copa do Mundo 2014. No derradeiro confronto da fase semifinal, Holanda e Costa Rica se enfrentam às 17h, em Salvador.

O primeiro estádio totalmente reconstruído para a competição da Fifa também é o líder da preferência dos torcedores, conforme ranking do portal UOL. Obteve 9,5 como nota média.

A Fonte Nova também foi palco de grandes goleadas, dentre elas o inesquecível 5 a 1 aplicado pela Holanda em cima da campeã Espanha, na primeira rodada do mundial.

A sequência teve ainda Alemanha 4 x 0 Portugal, França 5 x 2, Suíça e Bósnia 3 x 1 Irã. E, já nas oitavas, a Bélgica batendo os Estados Unidos por 2 a 1, na prorrogação, em jogo dos mais emocionantes do torneio.

A rede balançou 24 vezes, numa incrível média de 4,8 gols por jogo. Está entre as dez maiores médias da história dos 20 mundiais realizados até aqui, pontuando com a sexta melhor, conforme estatística da organizadora da competição. E registrou um dos gols mais bonitos desta copa, o de Van Persie, da Holanda, nos 5 a 1 em cima da Espanha.

BANCO PROJETA BRASIL E HOLANDA NA FINAL

Brasil de Neymar é favorito em projeções do Goldman da goleada frente a Camarões (Foto Getty Images/Fifa).

Brasil de Neymar é favorito em projeções do Goldman da goleada frente a Camarões (Foto Getty Images/Fifa).

Seleção brasileira mantém o favoritismo na Copa do Mundo, vinte dias, algumas zebras e muitas surpresas após o início do campeonato. O Goldman Sachs atualizou suas projeções e agora vê 46,4% de probabilidade de o país ser campeão, ante 48,5% no relatório de maio, antes da estreia dos jogos.

A final deve ser disputada contra a Holanda — que tem 18,3% de chance de vitória. Na primeira rodada de previsões, o Goldman via apenas 5,6% de chances para o país. Do Valor Econômico.

FRANÇA E ALEMANHA ABREM QUARTAS DE FINAL DA COPA 2014

Jogadores belgas comemoram classificação (Foto Getty Image-Fifa).

Jogadores belgas comemoram classificação (Foto Getty Image-Fifa).

França e Alemanha abrem as quartas de final da Copa do Mundo na próxima sexta-feira (4), às 13 horas, no Maracanã (RJ).  Brasil enfrentará Colômbia às 17 horas, no Castelão, em Fortaleza (CE), também na sexta.

A lista dos oito times que continuam na disputa pelo título da copa disputada no Brasil foi fechada ontem com a classificação da Bélgica diante dos Estados Unidos.

No jogo emocionante na Fonte Nova (Salvador), os europeus bateram os americanos por 2 a 1. O jogo terminou 0 a 0 no tempo normal e foi decidido apenas na prorrogação.

A copa terá outros dois jogos no sábado (5), quando a Argentina enfrentará a Bélgica, às 13h, no estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF). Às 17 horas, na Fonte Nova, enfrentam-se Holanda x Costa Rica.

COPA 2014: O DIA DO MASSACRE HOLANDÊS

Van Persie e Robben marcaram duas vezes cada um (Foto Alex Grimm/Getty Image-Fifa).

Van Persie e Robben marcaram duas vezes cada um (Foto Alex Grimm/Getty Image-Fifa).

A sexta-feira, 13!, foi daqueles dias para espanhol esquecer quando o tema é futebol. Foi uma tarde-noite de três jogos na Copa do Mundo e inacreditáveis 11 gols. Não pela quantidade do todo, mas de uma das partes, a que diz respeito ao confronto Espanha x Holanda. Agora, um resumo. Na sequência, o que temos para hoje.

México 1 x 0 Camarões, em Natal [Melhor em Campo: Giovani dos Santos].
Espanha 1 x 5 Holanda, em Salvador [Melhor em Campo: Robin van Persie].
Chile 3 x 1 Austrália, em Cuiabá [Melhor em Campo: Alexis Sánchez].

Neste sábado (14), a Copa 2014 terá:

Colômbia x Grécia, às 13h, em Belo Horizonte (MG);
Uruguai x Costa Rica, às 16h, em Fortaleza (CE);
Inglaterra x Itália, às 18h, em Manaus (AM); e
Costa do Marfim x Japão, às 22h, em Recife (PE).

ESPANHA E HOLANDA SE ENFRENTAM EM SALVADOR

Fonte Nova será palco de Espanha x Holanda hoje (Foto Manu Dias).

Fonte Nova será palco de Espanha x Holanda hoje (Foto Manu Dias).

Três partidas serão jogadas nesta sexta-feira (13) pela Copa do Mundo. Pelo Grupo A, o mesmo do Brasil, se enfrentarão México e Camarões, às 13h em Natal (RN). Pelo Grupo B se enfrentarão Espanha e Holanda, às 16h, em Salvador (BA); e Chile e Austrália jogarão às 18h, em Cuiabá (MT).

Apesar de ser o atual campeão olímpico, tendo derrotado o Brasil pelo placar de 2 a 1 na final, o México ocupa apenas a 20ª posição no ranking da Fifa. O selecionado mexicano tenta, nesta Copa, superar sua melhor campanha na competição, que foi chegar às quartas de final – feito obtido nas duas edições em que sediou a Copa (1970 e 1986).

Camarões é a nação africana que inaugurou uma nova fase para o futebol de seu continente em copas do Mundo, após ter saído invicta da Copa de 1982, disputada na Espanha. Na oportunidade, conseguiu um histórico empate em 1 a 1 com a Itália, campeã daquela edição. Oito anos depois, no jogo de abertura da Copa de 1990, disputada na Itália, fez outro registro histórico: derrotou a Argentina, campeã da Copa de 86 no México.

O jogo de abertura do Grupo A foi ontem e terminou com uma vitória do Brasil sobre a Croácia pelo placar de 3 a 1.

Atual campeã mundial e líder no ranking da Fifa, a Espanha enfrenta a Holanda, pelo Grupo B, reeditando a final da Copa de 2010, disputada por essas duas tradicionais seleções. Em seguida, jogarão Chile e Austrália, completando a rodada do grupo.

DE ÔNIBUS, “ORANJE FANS” CRUZAM A BAHIA ATRÁS DA SELEÇÃO DA HOLANDA

Ônibus holandês circula em Itabuna e faz paradinha em Ilhéus (Foto Marcos Souza).

Ônibus holandês circula em Itabuna e faz paradinha em Ilhéus (Foto Marcos Souza).

Há pouco, torcedores fanáticos da Holanda cruzaram Itabuna a caminho de Salvador em um ônibus de dois andares nas cores da seleção europeia. Os “Oranje Fans” assistirão ao jogo de estreia da Holanda na Copa 2014 na Arena Fonte Nova, na sexta (13). Partida duríssima contra a campeã mundial Espanha.

Antes de chegar a Salvador, os holandeses farão uma parada no litoral ilheense. A passagem por Itabuna foi flagrada pelo fotógrafo Marcos Souza. Na paradinha próximo à Praça José Bastos, o Ônibus Laranja Holandês (Dutch Orange Bus) atraiu olhares curiosos.

SALVADOR

A seleção holandesa desembarcou em Salvador nesta quarta (11). Os fans holandeses chegam à capital baiana nesta quinta (12).

NO RASTRO DA PROPINA

Luiz Alberto integra comissão que irá a Holanda

Luiz Alberto integra comissão que irá a Holanda

Do BA24Horas

Três baianos foram escalados para participar da comissão externa que irá a Holanda, investigar suspeita de pagamento de propina pela empresa SBM Offshore a funcionários da Petrobras.

Farão parte da excursão os deputados federais Paulo Magalhães (PSD), Mário Negromonte (PP) e Luiz Alberto (PT).

O mais curioso na seleção dos nomes é que Negromonte é citado em reportagem da revista Veja, publicada neste fim de semana, como um dos beneficiários de um esquema de pedágio abastecido por fornecedores da Petrobras.

Outro suspeito, que teria enviado mensagem cobrando 120 (provavelmente R$ 120 mil) ao doleiro Alberto Youssef, foi identificado somente pelas iniciais: “L.A.”.

Leia mais

BEM-VINDA AO CLUBE

Daniel Thame | www.danielthame.blogspot.com

A Seleção da Espanha jogou para o gasto e não para o gosto. Ganhou.

A Espanha bateu a Holanda por 1×0, com um gol discutível no finalzinho da prorrogação e, ao conquistar a Copa do Mundo da África do Sul, entrou para o seleto clube dos campeões da mais importante competição futebolística do planeta.

Os espanhóis agora fazem companhia ao Brasil (cinco), Itália (quatro), Alemanha (três), Argentina e Uruguai (dois) e Inglaterra e França (um).

A Espanha campeã é o retrato do futebol atual e em nada contribuiu para resgatar a magia do jogo. Em sete partidas, marcou gols absolutamente necessários (venceu cinco por 1×0, uma por 2×1 e perdeu da Suíça por 1×0).

Os espanhóis, que por décadas carregaram a fama (justa, até então) de amarelar em Copas do Mundo, viajaram à África para buscar o título. Se desse para jogar futebol, tudo bem, se não desse, azar.

Jogou para o gasto e não para o gosto. Ganhou.

Nenhuma injustiça. A Holanda também foi à África para ganhar. Venceu medianamente suas seis primeiras partidas (incluindo o 2×1 sobre um Brasil descontrolado) e tropeçou justamente no  “jogo de espelhos”, em que, não fosse pela  camisa e pelos nomes dos jogadores, seria difícil identificar quem eram os holandeses e quem eram os espanhóis.

Uma Copa insossa só poderia terminar sem um craque indiscutível, aquele que as gerações futuras lembram como o nome do Mundial, como Pelé em 58, Garrincha em 62, Pelé de novo em 70, Cruijjf em 74, Paulo Rossi em 82, Maradona em 86, Romário em 94, Zidane em 98 e Ronaldo Fenômeno em 2002.

É preciso fazer um esforço monumental para citar o craque  de 2010.

Messi? Robben? Iniesta? Davi Villa? Diego Forlán? Müller?

Nenhum deles é unaminidade.

O saldo positivo da Copa é que os sul-africanos conseguiram realizar um Mundial bem organizado e, mais do que isso, contagiante pela alegria da população. Até as insuportáveis vuvuzelas tiveram sua graça.

Baixadas as cortinas do espetáculo (?) na África do Sul, as atenções se voltam para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

E é bom que as atenções estejam bem atentas mesmo!

Porque, no quesito bola, alguns de nossos políticos botam até craques estelares no bolso (embora prefiram botar é outra coisa no bolso!).

É muito dinheiro em jogo, na reforma e construção de estádios e aeroporto, melhorias no sistema viário e outras obras de infra-estrutura.

É um olho na Seleção, que vai juntar os cacos, e outro nessa gente que adora um tipo nada ortodoxo de jogo.

Daniel Thame é jornalista e autor do livro Vassoura.

COPA 2010: SEM BRILHO, DEU ESPANHA!

Iniesta, melhor do jogo, faz o gol do título espanhol (Foto Getty Images/Fifa).

A Espanha confirmou seu favoritismo em campo e acabou levantando a taça de campeão da Copa do Mundo 2010 em sua primeira finalíssima na competição da Fifa. Na Copa de arbitragem medíocre, o gol do título foi originado em um escanteio que o juiz Howard Webb não viu, não deu à Holanda. Iniesta aproveitou lá na frente e estufou a rede no segundo tempo da prorrogação do jogo, uma final feia, de muita pancadaria, cartões amarelos e uma expulsão.

COPA 2010: A PELEJA DA FÚRIA CONTRA A LARANJA

Os craques Sneijder e Villa são os protagonistas da finalíssima do Mundial (Foto Getty Images/Fifa).

Domingo, 15h30min do dia 11 de julho de 2010. Muitos apostavam que nesse horário, nesta data, estariam “190 milhões em ação” torcendo pelo Brasil contra qualquer outro time na finalíssima da Copa do Mundo da África. Não deu. O futebol mundial livrou-se do jogo mediano da Seleção Brasileira.

Se os 190 milhões sofrem, compensa-se com a promessa de futebol em bom nível: Holanda vs Espanha, na peleja da Fúria contra a Laranja. Você, amado leitor, em quem aposta suas fichas para papar o título?

ESPANHÓIS BATEM ALEMÃES E FAZEM FINALÍSSIMA

Espanha meteu 1x0 nos alemães em gol de Puyol (Foto Getty Images/Fifa).

A Espanha jogou melhor, soube aproveitar as chances e bateu a Alemanha por 1×0, gol de Puyol. O jogo foi encerrado há pouco. Os espanhóis farão uma finalíssima inédita contra a Holanda, que ontem enfiou 3×2 no Uruguai.

A finalíssima da Copa do Mundo será no próximo domingo, 11. Os espanhóis chegam à final fazendo apenas sete gols em seis jogos. É um ataque “econômico”.

HOLANDA MANDA MAIS UM SUL-AMERICANO PRA CASA – E ESTÁ NA FINAL!

Robben, o terrível, foi um dos destaques holandeses na vitória sobre o Uruguai, último "pedaço" de resistência americano na Copa 2010 (Foto Getty Images/Fifa).

O terrível Robben ajudou a mandar o Uruguai "mais cedo" para casa. A Holanda venceu o último "pedaço" sul-americano na Copa 2010 numa vitória contestável, por 3x2. E, mais uma vez, uma seleção avança com uma ajudinha da arbitragem. Sneijder estava impedido quandl fez o segundo gol dos europeus.

INFELIZMENTE, ACABOU!

Duas falhas da defesa, uma seleção desequilibrada, desarrumada no segundo tempo, uma falha dupla de Júlio César e Felipe Melo (argh!!!). Junte tudo isso… E o Brasil está fora da Copa do Mundo.

E não adianta jogar (só) nas costas de Felipe Melo a culpa pela derrota contra a Laranja Mecânica, como faz aquele narrador que você conhece! Não adianta procurar um “Novo Dunga”. A Holanda está nas semifinais da Copa. O Brasil, “arrogante”, volta pra casa. Que, no caso, é a Europa!

Jornal holandês Depers "já sabia" e meteu uma loura em lugar do Cristo Redentor.

E AGORA, DUNGA?








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia