WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
alba


jamile_yamaha

sintesi17

dezembro 2017
D S T Q Q S S
« nov    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

editorias


:: ‘Ilhéus’

POLÍCIA PRENDE SUSPEITO DE SER DONO DE 110 QUILOS DE MACONHA APREENDIDA EM ILHÉUS

Polícia prende suspeito de ser dono de droga em Ilhéus

Um homem preso na manhã de terça-feira (12), no Alto da Gamboa, em Ilhéus, identificado como Thales Uilliam Silva Santos, é apontado pela Policia Civil como dono de 97 tabletes de maconha apreendidos pela Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (Cippa) da Polícia Militar.

Polícia apreendeu quase 100 tabletes de maconha em Ilhéus

De acordo com investigações, Thales Uilliam é inquilino do apartamento onde a droga foi apreendida na segunda-feira (11), na Rua Napoleão Laureano, no Alto Teresópolis. Com o acusado, os policiais civis apreenderam R$ 3.370,00, que teriam sido arrecadados com o tráfico de drogas.Ele foi encaminhado para audiência de custódia na manhã desta quarta-feira e vai responder por tráfico de drogas.

A polícia chegou até o imóvel onde estava a droga após uma denúncia anônima de armazenamento de pássaros silvestres. O denunciante informou sobre um suposto cativeiro de pássaros silvestres, mas no imóvel, que estava vazio no momento da ação policial, foram encontrados os tabletes de maconha prensada, totalizando 110 quilos de droga, segundo a Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental.

ODONTOMÓVEL ATENDE GRATUITAMENTE EM ILHÉUS

Unidade do OdontoMóvel atende moradores de Ilhéus e outros sete municípios

Moradores de Ilhéus e de outros municípios atendidos pelo Mutirão de Cirurgias também têm acesso a serviços de odontologia da Sesab (Secretaria Estadual de Saúde). O Odontomóvel atende ao lado da estrutura de consultas e marcação de cirurgias, na Avenida Soares Lopes, região central de Ilhéus.

No Odontomóvel, são realizados procedimentos gratuitos  como limpeza, aplicação de flúor, restauração e cirurgias de alta e de baixa complexidade, a exemplo de tratamentos de canal e da área de periodontia. O limite é de 150 consultas por dia. Além de Ilhéus, a unidade móvel de odontologia atenderá pacientes de Arataca, Canavieiras, Itacaré, Mascote, Santa Luzia, Una e Uruçuca, região beneficiada pelo mutirão de cirurgias.

A carreta do Odontomóvel está estacionada , ao lado das unidades móveis da Sesab, onde são feitas as pré-consultas para o mutirão de cirurgias eletivas. A iniciativa faz parte das ações promovidas pelo governo do Estado para marcar a inauguração do Hospital da Costa do Cacau, na próxima sexta-feira (15).

ILHÉUS INVESTIGA 245 SERVIDORES SUSPEITOS DE ACÚMULO ILEGAL DE FUNÇÃO

Prefeitura abre investigação contra servidores por acúmulo de cargo || Foto Clodoaldo Ribeiro

A Prefeitura de Ilhéus abriu sindicâncias para apurar indícios de irregularidades no acúmulo de função de cerca de 245 servidores. Os nomes foram apontados no módulo de análise do Sistema de Integrado de Gestão e Auditoria do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Embora a análise do Tribunal tenha ocorrido na gestão anterior, somente na última sexta-feira (8), o Município foi notificado, com base no Edital 291/2017.

Conforme despacho do secretário de Administração, Bento José Lima Neto, juntamente com o controlador-geral do Município, Alex Santos de Souza, publicado no Diário Oficial Eletrônico, os servidores relacionados pelo TCM estão intimados a apresentar defesa ou exercício da opção nos termos do artigo 162 da Lei regente, no prazo de dez dias. O prazo começou a contar ontem (11), sob pena de abertura de processo administrativo disciplinar para apurar o caso.

A apuração quanto ao acúmulo e incompatibilidade de cargos e de multiplicidade de vínculos foi iniciada pelo Governo da Bahia, por meio das secretarias de Administração e de Educação do Estado, em 2014, após inspeções realizadas pela Corregedoria Geral (CGR). O Estado fez cruzamento de dados com as folhas de pagamento das prefeituras de Itabuna e Ilhéus.

CONFIRA RELAÇÃO DOS SERVIDORES INVESTIGADOS

POLÍCIA APREENDE MAIS DE 110 QUILOS DE MACONHA EM ILHÉUS

Polícia apreende mais 110 quilos de maconha em Ilhéus|| Foto divulgação

Mais de 110 quilos de maconha foram apreendidos, no final da manhã desta segunda-feira (11), por equipes da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (Cippa) da PM, em Ilhéus. Os policiais chegaram até o imóvel, após uma denúncia anônima de armazenamento de pássaros silvestres.

O flagrante ocorreu na Rua Napoleão Laureano, no Alto do Teresópolis, em um apartamento. A princípio a denúncia falava sobre um suposto cativeiro de pássaros silvestres, mas no imóvel, que estava vazio no momento da abordagem, foram encontrados os tabletes de maconha prensada. A polícia agora tenta localizar o dono do imóvel.

“Esse flagrante mostra como as quadrilhas agem em diversos ramos ilegais. Sabemos que, infelizmente, com a chegada da alta estação o fluxo de drogas aumenta, pois o consumo cresce. Estamos atentos e trabalhando neste combate. A tropa está de parabéns”, afirmou o comandante de Operações da PM, coronel Paulo Uzêda.

COSTA FAVOLOSA ATRACA EM ILHÉUS; DESTINO ATRAI 21 TRANSATLÂNTICOS NA TEMPORADA

Sob céu nublado, Costa Favolosa atracou em Ilhéus nesta manhã || Maurício Maron/Jornal Bahia Online

O navio cruzeiro Costa Favolosa atracou no Porto Internacional do Malhado, em Ilhéus, nesta manhã de segunda-feira (11), trazendo milhares de turistas. A previsão da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) é de que, na temporada 2017/2018, 21 cruzeiros tenham Ilhéus como um dos destinos, trazendo cerca de 72 mil turistas. O transatlântico zarpa em direção a Salvador às 18 horas.

O próximo cruzeiro em Ilhéus será o MSC Musica, que atraca no terminal internacional no dia 17, retornando à cidade em 4 e 18 de janeiro.  A Prefeitura de Ilhéus é a responsável por organizar o receptivo aos turistas. Baianas de acarajé e manifestações culturais locais incrementam a recepção aos visitantes.

NOVO HOSPITAL DE ILHÉUS DIVULGA LISTA DE APROVADOS; 45 SÃO CONVOCADOS

Hospital divulgou lista de aprovados em seleção pública

Com um dia de atraso, o Instituto Gerir divulgou neste domingo (10) a lista de aprovados em seleção pública para vagas no Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus. Os profissionais deverão ser contratados imediatamente. O hospital estadual será inaugurado na próxima sexta (15) e deverá entrar em funcionamento no dia 18.

Os aprovados são para as vagas de Almoxarife, Assistente de Departamento Pessoal, Assistente Farmácia, Assistente Social, Auxiliar Administrativo, Biomédico, Enfermeiro, Enfermeiro do Trabalho, Enfermeiro Especialista em Terapia Intensiva e Farmacêutico.

A lista de profissionais aprovados tem, ainda, Faturista, Fisioterapeuta, Especialista em PGRS, Técnico em Imobilização Ortopédica, Técnico em Enfermagem, Técnico em Informática e Técnico em Segurança do Trabalho. O processo seletivo também serviu para formar cadastro de reserva.

HOSPITAL CONVOCA 45 APROVADOS

Já para esta segunda (11), estão sendo convocados 45 aprovados para as vagas de Almoxarife, Assistente de Farmácia, Farmacêutico e Enfermeiro. A lista completa pode ser acessada no link de lista dos convocados. A apresentação com os documentos para a contratação deverá ser no horário das 9h às 11h, no setor de Recursos Humanos do Hospital da Costa do Cacau, na Rodovia Ilhéus-Itabuna, no Banco da Vitória.

1 — CONFIRA A LISTA DOS APROVADOS E CADASTRO RESERVA

2 — CONFIRA LISTA DOS CONVOCADOS (11.DEZ)

 

________

________

ITABUNA VIVE, MAS NADA RECORDA DA TRÁGICA ENCHENTE DE 1967

Luiz Conceição | jornalistaluizconceicao2@gmail.com

 

No dia seguinte, a natureza em fúria fez o rio avançar ainda mais. Desta vez pela Avenida do Cinquentenário e demais vias e praças na parte baixa do centro, inundando lojas de tecidos, sapatos e acessórios e eletrodomésticos, residências, agências bancárias, depósitos de cacau…

 

Há 50 anos o céu cinzento de dezembro era prenúncio de chuvas e de muita fartura. Fazendeiros e comerciantes estavam animados com aquele tempo, porque chuva nesta época do ano significava mais fruto de cacau na safra e mais dinheiro na caixa registradora e circulando, irrigando a economia.

A vida das famílias seguia com a expectativa das festas de fim de ano. Para alguns estudantes, era fim do ciclo primário e do ginásio, para onde muitos de nós ansiávamos chegar com o exame de admissão.

A temida prova dava acesso à 1ª série ginasial. Era ritual de passagem da infância para a adolescência. Por isso, o resultado do exame de admissão era aguardado com ansiedade e medo por toda a família e não só por nós.

À medida que se aproximava o Natal era intenso o frenesi pelos presentes nas lojas e nas casas. Nessa época, chovia abundantemente no sul da Bahia, abençoado com a rica mata atlântica, ribeirões e rios fartos e cheios de peixes. Os índices pluviométricos registram no começo de todos os verões o início da quadra chuvoso do ano.

Passou a festa natalina. As chuvas ficaram ainda mais fortes e intensas. Transbordamento de riachos, ribeirões e cursos d’água e dos tributários – Salgado e Colônia – que formam o Rio Cachoeira que corta Itabuna em direção ao mar no litoral da velha Capitania de São Jorge dos Ilhéus.

Com o volume d’água crescendo a cada hora ficaram mais encorpados. O que era alegria do povo em ver o rio cheio de suas margens, junto com crianças e adolescentes em algazarra e férias, se transformou em medo, drama e terror a partir do dia 27 de dezembro.

As águas turbulentas, escuras e sujas do Cachoeira transbordaram da calha e alcançaram as parte baixas da cidade. Burundanga, Berilo e Bairro Mangabinha, na zona oeste. Cajueiro e Fátima, ao leste, e bairro Conceição, lado oposto ao centro da cidade, tiveram famílias desalojadas e desabrigadas.

No dia seguinte, a natureza em fúria fez o rio avançar ainda mais. Desta vez pela Avenida do Cinquentenário e demais vias e praças na parte baixa do centro, inundando lojas de tecidos, sapatos e acessórios e eletrodomésticos, residências, agências bancárias, depósitos de cacau…

O que era espetáculo virou tragédia, desespero.

As águas derrubaram casas, carregaram móveis e utensílios domésticos. No comércio se perderam mercadorias nos expositores, balcões e depósitos.  Alguns comerciantes foram vítimas de saqueadores que, desavergonhadamente, furtaram-lhes mercadorias em meio ao caos.

Muitos empregados no comércio arriscaram-se em proteger e salvar lojas e bens dos patrões, inclusive com a própria vida. Não se sabe ao certo quantos morreram enfrentando a correnteza forte das águas que em alguns locais do centro comercial do centro de Itabuna alcançou 2,5 metros, derrubando a posteamento da rede de energia elétrica e sinais de trânsito, solapando marquises.

______________

A outrora culta e reluzente sociedade grapiúna é hoje arremedo do que foi antes da cheia desta Cachoeira que completa agora 50 anos. 

______________

Há todo um folclore posterior à tragédia de 1967 que, ao lado das enchentes do Rio Cachoeira em 1914 e 1947, figura com a mais espetacular e terrível de todas. Mesmo quem não se viu diretamente atingido não deixou de se condoer com parentes, amigos e vizinhos que perderam tudo.

Embora a cidadã ainda viva, não tem nenhuma memória da mais famosa enchente de sua história que não foi fato isolado. Houve rumores do estrondo de uma barragem numa fazenda de criação de gado nas bandas de Santa Cruz da Vitória, então 36, fato noticiado de forma acanhada pela imprensa de então.

Há imagens de ruas e avenidas alagadas dos fotógrafos Newton Maxwell (Buião), Sabino Primitivo Cerqueira e Emerson Trindade Carregosa (Foto Emerson), dentre outros, ainda preservados em sites na Internet. A outrora culta e reluzente sociedade grapiúna é hoje arremedo do que foi antes da cheia desta Cachoeira que completa agora 50 anos.

As águas levaram consigo o balcão frigorífico, cadeiras e mesas do Vagão, bar e restaurante à cabeceira da Ponte do Marabá, margem direita do rio. Lá se reunia a intelectualidade e a promissora juventude da época de ouro do cacau para sorvetes, cuba libre ou hi-fi e bebidas diversas após sessões de cinema.

Janeiro chegou e com ele o socorro pelos Governos federal e estadual às vítimas, inclusive com a criação do atual bairro Lomanto e vacinações. O comércio teve pouca ajuda que se iniciou com caminhões de guarnições do Corpo de Bombeiros de Salvador lavando as avenidas, ruas e praças do centro.

Itabuna vive, mas nada recorda da trágica enchente de 1967. Além de destruir a dignidade das pessoas, bens e mercadorias, certamente a cheia lavou tudo, incluindo o amor à cidade e sua gente, além do que restou de nossa pouca memória que um dia nos faltará muita, mas muita falta. E não é porque não haja dinheiro para estudos e pesquisa sobre sua própria história.

Luiz Conceição é jornalista.

PASSAGEIROS TERÃO 580 HORÁRIOS EXTRAS DE ÔNIBUS PARA O INTERIOR DA BAHIA

Passageiros terão mais de mil horários extras de ônibus para deixar Salvador

A Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transporte e Comunicações da Bahia (Agerba) montou duas operações especiais para atender à demanda, no período de 17 a 31 deste mês, quando 245 mil passageiros devem deixar Salvador com destino ao interior da Bahia. A Agência informou que serão disponibilizados 580 horários extras para o período, além dos 540 horários regulares.

A estimativa é que cerca de 150 mil passageiros deixem Salvador no período dos festejos natalinos, entre 17 e 25. Eles vão contar com 400 ônibus extras nestes dias. Já para as comemorações de Réveillon, de 26 a 31, 180 horários extras serão disponibilizados para atender a 95 mil pessoas. Entre os destinos mais procurados estão Itacaré, Ilhéus e Porto Seguro. Crescem também as vendas de passagens para Juazeiro (norte), Barreiras (oeste), Chapada Diamantina, além do Recôncavo.

COMPRA ANTECIPADA

Agerba orienta a compra antecipada da passagem para evitar transtornos. Os bilhetes podem ser adquiridos por telefone, internet ou presencialmente. “No dia da viagem, recomendamos que o passageiro chegue ao terminal com antecedência de 20 minutos. Além disso, no momento do embarque é imprescindível que pessoas com idade igual ou superior a 12 anos apresentem documento de identificação com foto”, diz o coordenador da agência, Abdul Novais.

Mais informações sobre os direitos e deveres de quem utiliza o transporte rodoviário intermunicipal podem ser encontradas no site Agerba ou por meio do teleatendimento gratuito da Ouvidoria da agência 0800 071 0080.

RÉVEILLON DE ILHÉUS MUDA PARA A 2 DE JULHO

Réveillon de Ilhéus será na Avenida 2 de Julho

Realizada todos os anos na Avenida Soares Lopes, a Festa da Virada em Ilhéus mudará de local. Há pouco, o prefeito Mário Alexandre (Marão) confirmou a Avenida 2 de Julho como novo local do réveillon popular, tendo como cenário um dos mais belos cartões postais da Terra de Gabriela, a Baía do Pontal.

Serão três dias de festa. A programação começa no dia 30 e será encerrada no dia 1º com o “Vem Louvar, Verão”, evento voltado ao público que curte o som gospel. A promessa é de, pelo menos, duas atrações de expressão nacional e talentos regionais.

O diretor de Eventos, Fomento e Produções Artísticas da Secretaria de Turismo de Ilhéus, Hélio Ricardo, disse que a expectativa é de que a rede hoteleira atinja 100% de ocupação na virada e o município atraia 50 mil turistas no período.

COMÉRCIO DE ILHÉUS DIVULGA HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO NO PERÍODO NATALINO

Comércio de Ilhéus terá horário especial em dezembro

O comércio varejista de Ilhéus funcionará à noite, em dezembro, a partir desta sexta-feira (8), quando as lojas ficarão abertas das 9h às 20h. No sábado (9), o funcionamento será das 9h às 16h, segundo acordo entre os sindicatos patronais e de empregados.

Já no período de 11 a 14 de dezembro, as lojas vão abrir as 9h e fecharão às 20hs. O consumidor terá mais tempo para compras na sexta-feira (15), com o funcionamento do comércio das 9h às 22h. No sábado (16), será das 9 às 18 horas.

NATAL

De segunda (18) a sexta-feira (22), a lojas abrirão das 9h às 22h, enquanto no sábado (23) será das 9 às 18 horas. Já na véspera do Natal, o comércio funcionará das 9h às 18h.

Já de terça (26) a sexta-feira (29), as lojas vão reabrir das 9h às 20h. No dia (30), será das 9h às 18h, enquanto no domingo (31), véspera da virada, funcionará das 9h às 17h.

MAIS DE 75 MIL ELEITORES ILHEENSES AINDA NÃO FIZERAM CADASTRAMENTO BIOMÉTRICO

Faltando menos de 60 dias para o encerramento do cadastramento biométrico para a votação a partir do próximo ano, muitos ilheenses ainda não fizeram o procedimento, que é obrigatório no município. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ilhéus possui 134.466 eleitores aptos, mas só 59 mil atenderam à convocação para atualizar os dados. O prazo se encera no dia 31 de janeiro.

Em Ilhéus, quem não fizer o cadastramento terá o título cancelado. O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) informou que o eleitor que ficar sem o documento enfrentará dificuldade para receber o benefício Bolsa Família,  manter o passaporte, receber aposentadoria ou pensão paga pelo Governo Federal, além de não realizar matrícula em instituição de ensino superior e tomar posse em cargo público.

Os eleitores ilheenses podem fazer o cadastramento biométrico, de segunda a sexta-feira, na Avenida Governador Roberto Santos, no Fórum Eleitoral (das 8h às 18h); na Biblioteca Pública (das 8h às 18h). Outra opção é o posto da Justiça Eleitoral no SAC, que funciona das 7h30 às 15h30. Mais informações podem ser obtidas por meio dos números (73) 3634-5074 /3596.

RODOVIA ILHÉUS-URUÇUCA SERÁ A PRIMEIRA ROTA DO CHOCOLATE DA BAHIA

Rodovia Ilhéus/Itacaré vira rota temática

O contrato para a implantação do roteiro turístico Estrada do Chocolate foi assinado na sexta-feira (1º), entre as secretarias estaduais do Turismo (Setur) e do Planejamento (Seplan) e a Associação de Turismo de Ilhéus (Atil). A rodovia, que interliga os municípios de Ilhéus e Uruçuca, será a primeira rota temática da Bahia, com perspectiva de incrementar o turismo na região sul do estado.

O acordo foi firmado durante a Reunião do Conselho Estadual de Desenvolvimento Territorial, realizado no âmbito da Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro), no Parque de Exposições. A Estrada do Chocolate permitirá ao visitante conhecer a riqueza histórica e cultural do sul da Bahia, grande produtor mundial de cacau e chocolate.

A proposta é implantar um roteiro por diversas fazendas de cacau, onde o turista poderá vivenciar as etapas da produção do fruto e do chocolate e uma produção agrícola que tem como característica marcante a convivência com a preservação da Mata Atlântica. “Hoje o turismo não é só contemplação. É a experiência de vivenciar o local, conhecer o que se faz e o que se produz ali em todas as suas etapas”, afirmou o secretário estadual do Turismo, José Alves.

O roteiro compreende a rodovia BA-262, que liga o município de Ilhéus ao entroncamento da BR-101, passando pelo município de Uruçuca, e a rodovia Jorge Amado, no trecho da BR-415 que liga Ilhéus a Itabuna. “Vamos utilizar uma estrada já existente, mas ainda não explorada de forma turística”, acrescentou José Alves. :: LEIA MAIS »

COMANDO DA PM TRANSFERE CPR SUL DE ITABUNA PARA ILHÉUS

A sede do Comando de Policiamento da Região Sul (CPR Sul) será transferida de Itabuna para Ilhéus. A inauguração da nova sede deverá ocorrer ainda em dezembro.

O comando-geral da Polícia Militar ainda não explicou o porquê da mudança de sede de Itabuna para Ilhéus. O CPR Sul funcionará no Iguape.

A transferência da sede regional revela perda de prestígio – inclusive político – do município mais populoso – e violento – do sul da Bahia.

HOSPITAL COSTA DO CACAU É MARCO PARA A SAÚDE DO SUL DA BAHIA, AFIRMA GERALDO

Geraldo: hospital é marco para a saúde regional

A inauguração do Hospital Regional Costa do Cacau, no próximo dia 15, é um marco para a saúde de todo o sul da Bahia, na avaliação do ex-prefeito Geraldo Simões. O ex-deputado federal vê o equipamento como “a mais importante obra na área da saúde em todos os tempos na região”.

O petista elogia o governador Rui Costa e o secretário Fábio Vilas-Boas (Saúde) pela obra e prevê uma melhora significativa no atendimento à população. O hospital foi construído em Ilhéus, à margem da Rodovia Ilhéus-Itabuna (BR-415).

Geraldo observa que o debate que deve ser travado em torno do hospital é sobre de que forma os municípios vão se organizar e os pacientes que estão nas filas de espera vão acessar, “o mais rapidamente possível”, os serviços oferecidos.

O ex-prefeito diz que a saúde é um dos grandes gargalos das administrações municipais, não apenas de Ilhéus e Itabuna, mas de toda a região. Ele diz, porém que esse hospital vai obrigar os municípios a fazer a atenção básica que, combinado com a futura Policlínica Regional em Itabuna, possibilitará ao sistema de saúde pública atender as pessoas com mais dignidade na região.

Hospital será inaugurado dia 15 de dezembro

“Ao mesmo tempo em que olhamos para o aspecto global da saúde, com um equipamento como o Hospital da Costa do Cacau, temos certeza que a resolutividade nas localidades também vai contribuir para o pleno atendimento das demandas. Aí, os municípios terão que investir em atenção primária, para que o sistema funcione perfeitamente”, observa Geraldo Simões.

JOVEM ARRASTADO E ESPANCADO POR QUATRO HOMENS EM ILHÉUS TEM MORTE CEREBRAL

Família confirma morte cerebral de Luiz Felipe

Familiares confirmaram a morte cerebral de Luiz Felipe Morais Barbosa, 23 anos. O jovem foi internado em estado grave na madrugada do dia 12 deste mês após ser atropelado, arrastado e agredido a socos e pontapés por quatro homens. Luiz trafegava em uma moto com o amigo João Marcos Andrade, 24 anos, que também foi agredido e segue internado.

De acordo com testemunhas, os dois jovens foram perseguidos pelas ruas de Ilhéus e atropelados quando trafegavam de moto pela Avenida Itabuna. Os dois rapazes foram covardemente espancados pelos quatro homens minutos depois de um desentendimento em uma festa no local conhecido como Escobaba, na rodovia Ilhéus/Itabuna (Jorge Amado).

A titular do Núcleo de Homicídios da 7ª Coordenadoria da Polícia Civil de Ilhéus (Coorpin), delegada Andréa Oliveira, deve concluir nesta semana o inquérito que investiga os quatro homens acusados. A polícia ouviu três dos quatro suspeitos da tentativa de homicídio. O quarto acusado é considerado foragido.

A moto em que estavam os dois jovens foi arrastada, na Avenida Itabuna, por mais de 10 metros pelo VW Gol, placa KFL 7103, de Ilhéus. Parte das agressões foi registrada por câmaras de videomonitoramento.

POLÍCIA PERTO DE CONCLUIR INQUÉRITO QUE APURA AGRESSÕES A JOVENS EM ILHÉUS

Delegada deve concluir inquérito na próxima semana

A delegada Andréa Oliveira, titular do Núcleo de Homicídios da 7ª Coordenadoria da Polícia Civil de Ilhéus (Coorpin), deve concluir até a próxima semana o inquérito que investiga quatro homens acusados de atropelar, arrastar e espancar dois jovens na madrugada do dia 12 deste mês. As agressões ocorreram minutos depois de desentendimento em uma festa na Rodovia Ilhéus-Itabuna (Jorge Amado).

Os homens são suspeitos de tentar esmagar Luiz Felipe Morais Barbosa, 23 anos, e João Marcos Andrade, 24 anos. A delegada disse ao PIMENTA que já ouviu todas as testemunhas e três dos quatro acusados da tentativa de homicídio. A policial informou que o quarto suspeito é considerado foragido.

O veículo ocupado pelos acusados, cujos nomes ainda não foram divulgados pela polícia, teria colidido propositalmente com a moto em que estavam os dois jovens. A moto foi arrastada, na Avenida Itabuna, por mais de 10 metros pelo VW Gol, placa KFL 7103, de Ilhéus.

Um vídeo mostra que, mesmo com os dois jovens caídos em estado grave, os homens desceram do veículo e desferiram socos e pontapés. Em seguida, três deles fugiram do local em outro veículo, enquanto um quarto elemento seguiu no Gol, que foi apreendido pela polícia.

HOMEM QUE MUTILOU E MATOU TRABALHADOR RURAL É PRESO EM ITABUNA

Pedro Paulo cometeu crime em Ilhéus e fugiu para Itabuna || Foto PC-BA

O homem que mutilou e matou um trabalhador rural na última segunda (20) em Ilhéus foi preso por policiais civis, em Itabuna, nesta quinta (23). Pedro Paulo Falcão Freire assassinou Manoel Pinto a golpes de facão na Princesa Isabel, em Ilhéus, na tarde da última segunda.

De acordo com a polícia, a vítima era caseiro de uma fazenda de propriedade do pai do acusado de assassinato em Rio do Engenho, em Ilhéus.

O juiz da Vara do Júri de Ilhéus, Gustavo Henrique Almeida Lyra, decretou a prisão preventiva de Pedro Paulo, atendendo a pedido da titular do Núcleo de Homicídios de Ilhéus, Andréa Oliveira.

Após a prisão em Itabuna, o acusado foi transferido para a sede da Polícia Civil em Ilhéus e aguardava a transferência para o presídio Ariston Cardoso. A polícia terá dez dias para concluir o inquérito e encaminhá-lo à Justiça.

HACKERS INVADEM SITE DA PREFEITURA DE ILHÉUS

Mensagem deixada pelos hackers em invasão nesta madrugada de sexta

O site da Prefeitura de Ilhéus foi invadido por hackers nesta quinta (23). O sistema ficou fora do ar desde as primeiras horas da manhã e começou a ser restabelecido no período da tarde. Áreas como Administração, Controladoria-Geral e Finanças estão entre as mais afetadas.

A invasão deixou o site fora do ar e afetou sistemas de emissão de certidões, do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e do Cartão Vale Mais, que ainda não funcionam.

Durante a invasão, os hackers deixaram mensagem com algumas exigências para desencriptar o sistema e liberar o acesso à internet e aos serviços disponibilizados pelo município via internet.

Uma das exigências era o pagamento pelo serviço, o que não ocorreu. A invasão chama a atenção para falhas na segurança do sistema utilizado pelo município.

Site ficou fora do ar e, no retorno, vários serviços ainda não funcionam

INVESTIGAÇÃO

Por telefone, o secretário de Comunicação Social de Ilhéus, Alcides Kruschewsky, confirmou a invasão. A Prefeitura também ficou sem internet desde a terça (21), segundo o secretário.

Setores da Controladoria-Geral e da Administração abriram procedimento para investigar a falta de internet e a invasão ao site oficial. O município também registrou queixa na Polícia Civil, de acordo com Alcides.

Desde 2011, esta é a terceira vez que o site oficial de Ilhéus é invadido. Além de 2011 e hoje, também ocorreu invasão em 2013.

RÁDIO EVANGÉLICA NA WEB É INAUGURADA EM ILHÉUS

Rádio evangélica na Web é inaugurada em Ilhéus

Já está no ar “Na Onda da Palavra”, uma Rádio Web de Ilhéus que promete uma programação evangélica recheada de música, notícias, entretenimento e prestação de serviços para os moradores não só da Bahia, mas de outros estados e até países. Os diretores afirmam que a emissora vai buscar contagiar os ouvintes 24 horas por dia.

A inauguração  da “Na Onda da Palavra” é resultado da parceria entre os evangélicos Gilson Lago e Carlos Alberto Souza. “É um sonho de alguns anos levar o que há de melhor para a população, incluindo boa música, informação e propagação do evangelho. Teremos uma grade extensa e bem dinâmica, com entrevistas, mensagens bíblicas para todas as idades”, destaca Gilson Lago.

Os ouvintes podem participar da programação pelo telefone (73)3231-9646 ou pelo facebook “Rádio na Onda da Palavra”, que tem o foco no gospel.  O aplicativo também já está disponível no Play Store para baixar nos smartphones, e breve, em celulares

A  sede da primeira rádio de Ilhéus exclusivamente na Web fica na Rua Sete de Setembro, n° 122, 1º andar, sala 101. O ouvinte pode baixar o aplicativo “Na Onda da Palavra” ou conferir a programação no link  http://naondadapalavra.com.br

POLÍCIA CAÇA ACUSADO DE DECEPAR MÃOS E MATAR TRABALHADOR RURAL EM ILHÉUS

Polícia tenta prender acusado de assassinar trabalhador rural|| Foto FRN

A polícia de Ilhéus tenta localizar Pedro Paulo Falcão, que é acusado de decepar as mãos e,  em seguida, assassinar um trabalhador rural na tarde de segunda-feira (20). Depois de torturada, a vítima identificada como Manoel Pinto foi golpeada até a morte. O crime ocorreu na Avenida Princesa Isabel e o corpo do homem foi abandonado em uma canoa no Rio Cachoeira.

Nesta quarta-feira (22), a titular do Núcleo de Homicídios da 7ª Coordenadoria da Polícia Civil de Ilhéus (Coorpin), delegada Andréa Oliveira, informou ao Pimenta que ainda são desconhecidos os motivos que levaram Pedro Paulo a assassinar Manoel Pinto com requinte de crueldade. O homem trabalhava na fazenda do pai do agressor, na região do Rio do Engenho.

De acordo com a delegada, desde o dia do crime que policiais fazem buscas para tentar prender o acusado. Andréa Oliveira afirmou que  Pedro Paulo é usuário de droga e suspeito de outro assassinato na fazenda da família. O acusado teria intenção de jogar o corpo do homem no rio, mas foi descoberto por moradores da região.

Até o momento nenhum parente do trabalhador rural apareceu para fazer o reconhecimento do corpo, que continua no Departamento de Polícia Técnica de Ilhéus.Quem tiver notícias sobre o acusado ou sobre os familiares da vítima pode entrar em contato com as polícias pelos telefones 197 (civil) e 190 (militar).

ASSALTANTES ROUBAM CARRO DE OFICIAL DA PM, SOFREM ACIDENTE E SÃO PRESOS EM ILHÉUS

Robson e William roubaram carro de oficial da PM || Pimenta

Dois criminosos do Bairro de Fátima, em Itabuna, foram presos no início da noite deste domingo (19), em Ilhéus, após roubar um Hyundai HB20 do Capitão Leal, ex-comandante da 69ª Companhia Independente da Polícia Militar (Ilhéus).

Os criminosos, identificados como Robson Gomes dos Santos, 31 anos, e Willian Vinicius Ossério, 24, tomaram o veículo do oficial da PM no Cururupe, na zona sul de Ilhéus, por volta das 18h30min. Na sequência, a polícia foi acionada e conseguiu deter a dupla de assaltantes nas proximidades da Rua Luiz Gama, já na saída de Ilhéus para Itabuna.

Dupla bateu carro durante fuga em Ilhéus || Divulgação PM-BA

Durante a perseguição, o criminoso-motorista perdeu a direção do veículo, chocando-o contra um muro. Ambos tiveram escoriações. O Samu 192 e o Corpo de Bombeiros foram acionados para socorrer os assaltantes. Ambos foram conduzidos para a delegacia da polícia civil, após atendimento médico.

AVENTURA DE SEBASTIÃO MAGALI E BANDO EM ILHÉUS FAZ 110 ANOS

Luiz Conceição

 

 

Sebastião Magali jamais confessou de onde teria partido a ordem e quem teria financiado o ataque. Presos, achavam-se tranquilo, conversando e rindo. A calma do líder impressionava, mas quebrou-se quando confrontado com telegrama em que pediu mais cartuchos, armas e até canhões de tiro rápido.

 

Em novembro de 1907 um fato insólito aconteceu em Ilhéus. Decorridos 110 anos, tem pitoresco sabor de faroeste.

Chegaram à cidade, no dia 22, na lancha União 3ª, procedente de Salvador, aonde desembarcara dois dias antes do navio inglês Byron, nove indivíduos que se diziam de nacionalidade inglesa, americana e canadense: George Gordon, Baker, Parcker, Davies Gruthorp, Wilson, Rice, Pfannebecker e Borer, liderados por Sebastião Magali.

Munidos de pesada bagagem, traziam malas de couro próprias para viagens terrestres, alforjes, etc. O grupo dizia que tinha Caravelas como destino, de onde passaria a Minas Gerais. Mas, como tivesse enjoado na travessia entre a capital e Ilhéus, resolveu pernoitar. Alugou um andar térreo de um sobrado da Fazenda Pimenta, no subúrbio. Também se disseram artistas de circo.

Mas não traziam animais nem os apetrechos necessários à montagem de espetáculos, o que causou desconfiança aos então moradores da antiga Capitania de São Jorge dos Ilhéus. Coube ao promotor público Afonso de Carvalho intimar o chefe do grupo à delegacia. Lá reafirmou serem seus colegas e ele artistas circenses. A partir daí, Magali apressou-se a comprar animais de montaria e carga com a promessa de pagar no dia 26, quando receberia dinheiro vindo da capital.

Porém, na véspera, chegou ao conhecimento de um dos vendedores dos animais e mercadorias que cedo o grupo de Sebastião Magali encilhava a tropa no pátio da fazenda sem nada pagar. Dirigiu-se ao local para reclamar. Os gringos entraram na casa e começaram a se armar. Prezilino Azevedo apoderou-se de dois dos três cavalos e saiu em disparada, tendo chegado à delegacia.

Voltando à fazenda para recuperar mais mercadorias deu de encontro com os nove sujeitos, armados e em disparado galope disparando tiros a torto e a direito, tendo um projétil lhe atingido. O bando trajava uniforme cáqui do exército americano, perneiras e grossas blusas. À frente, seguia Magali que, ao entrar na Praça da Câmara de Vereadores, bradava: “Este é o circo!” ao mesmo tempo em que atirava de carabina.

A população de Ilhéus entrou em pânico, mas a reação popular foi imediata, já que cresceu o número de pessoas que saiu no encalço do bando disparando tiros de revolver. Narra João da Silva Campos no livro Crônica da Capitania de São Jorge dos Ilhéus[1], que até crianças e mulheres se envolveram no episódio digno das fitas de cinema nos bons tempos de Hollywood.

O destacamento policial, composto de seis soldados, delegado à frente, tomou o caminho no encalço do bando de Magali, tendo abatido um dos seus integrantes ao que se apurou um homem de 38 anos. O tiro foi disparado por um soldado que descia da Conquista para recolher-se ao quartel, mas ouviu o tiroteio. O bando então tomou o rumo da praia.

O sargento alvejou outro deles, que caiu do cavalo, mas conseguiu fugir em direção à casa do coronel Eustáquio Bastos, que o prendeu. Não foi linchado pela ação do advogado João Mangabeira que o protegeu da massa exaltada.  Os demais fugiram pela praia rumo norte, em linha reta, deitados sobre os cavalos a fim de fugir das balas que choviam sobre eles. Além de dois mortos, houve três ou quatro feridos. Um dos quais perdeu a perna, conseguindo sobreviver até 1934.

Uma expedição dirigida pelo inspetor de polícia Balduíno Pereira Duarte seguiu em perseguição dos sete sujeitos restantes. “Ao mesmo tempo, o coronel Domingos Adami de Sá avisava seus parentes e amigos em Almada de quanto se passava, concitando-os a se armarem e saírem em busca dos aventureiros. Então, reuniram-se ali mais de 200 homens armados de repetições, dirigindo-os o capitão João Bastia Homem d El- Rei, chefe da tropa, Durval Hohlenwerger e Argélio Dórea, aos quais se uniu o inspetor Balduíno. Levam ordem de evitar mortes”, narra o cronista.

Os fugitivos foram alcançados no dia 26 na fazenda Mocambo, 14 léguas de distância de Ilhéus, o equivalente a 84 quilômetros. O bando repousava, mas mantinha sentinela avançada. Dado o alarme, tomaram das carabinas e fuzilaram a expedição, que prontamente revidou a agressão, ferindo dois aventureiros. Para evitar mortes, acaso o tiroteio continuasse, o capitão Durval deu a ordem: “Peguem à unha!” A tropa avançou e dominou o bando a coronhadas e panaços de facão.

De joelhos, três pediram clemência. Magali, porém, e os outros se bateram como loucos do começo ao fim da rápida ação. Mas acabaram presos. Chegaram a Ilhéus às 19h30min do dia 27, rodeados de numerosa escolta montada, tentando grosso magote de populares linchá-los. Magali estava ferido na cabeça, na perna e com um braço fraturado. Havia recebido três balaços de máuser, uma carga de chumbo, coronhadas e um golpe de facão.

Outros dois, seriamente feridos, foram trazidos em canoas. Dos atacantes também saíram feridos outras três pessoas. Então, perguntavam constantemente a Sebastião Magali se não havia notícia de movimentos iguais em outros pontos do Estado. Na fuga, Magali foi inutilizando a linha telegráfica. Como indagassem dele se aquilo era o circo que trouxera a Ilhéus, respondeu com sorriso zombeteiro. Depois de fotografados foram ouvidos pela polícia com o auxílio de Henry Dunningham, contador da estrada de ferro.

Sebastião Magali e os remanescentes do seu bando foram submetidos a dois julgamentos. Ficaram presos na cadeia de Ilhéus, fizeram muitos amigos, ganharam presentes e atenções. Parker ficou na Bahia, atuou na profissão de engenheiro eletricista. Magali tornou-se popular, lendário. Enlouqueceu, sendo recolhido a um asilo.

Houve a individualização dos indivíduos, ficando constatado que eram Cecil Bore, ator, inglês, ex-tenente exercito blanco na derradeira guerra civil do Uruguai; Hubert Wilson e George Kincaid, irlandeses, da Polícia Montada do Canadá; Samuel R Parker, engenheiro eletricista; Herbert Pfannebekcer, do Brooklyn; George Gordon, escocês; George H. Vice, de New York. Todos jovens entre 21 e 30 anos, à exceção de Norl Philp Davies Gruthorp, sexagenário, da reserva do exército inglês.

Sebastião Magali jamais confessou de onde teria partido a ordem e quem teria financiado o ataque. Presos, achavam-se tranquilo, conversando e rindo. A calma do líder impressionava, mas quebrou-se quando confrontado com telegrama em que pediu mais cartuchos, armas e até canhões de tiro rápido.

Mas, as investigações provaram ser Magali brasileiro, natural de Porto Alegre e ex-marinheiro tendo servido a bordo do navio de guerra Comandante Freitas. Além disso, seria Sebastião Magalhães o seu nome civil. Os comparsas americanos teriam sido contratados a um dólar por dia. Queriam repetir aqui que se dera na Venezuela.

O fato repercutiu na imprensa, inclusive no New York Herald, com transcrição no Brasil pelo Jornal de Notícias, editado em Salvador.  Também foi tema de reportagens no Jornal do Brasil e The Sun, de Nova York. Olavo Bilac fez crônica sobre a malograda aventura. Sebastião Magali e os remanescentes do seu bando foram submetidos a dois julgamentos. Ficaram presos na cadeia de Ilhéus, fizeram muitos amigos, ganharam presentes e atenções. Parker ficou na Bahia, atuou na profissão de engenheiro eletricista. Magali tornou-se popular, lendário. Enlouqueceu, sendo recolhido a um asilo.

Luiz Conceição é jornalista.

[1] Obra editada em 1947; reedições em 1981 e 2006, esta pela Editus (editora da Uesc).

UBER ADIA CHEGADA A ITABUNA E ILHÉUS

Uber adia início de operações em Itabuna e Ilhéus

O  aplicativo de carona remunerada Uber reviu planos e somente deverá estrear nos dois maiores municípios do sul da Bahia no próximo mês. A empresa iniciou o cadastramento de motoristas e de veículos em Ilhéus e Itabuna há mais de dois meses e deveria começar a operar na segunda quinzena de outubro. O Uber começa a operar na região em dezembro, mas ainda sem data definida, segundo informou à equipe do PIMENTA.

alba



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia