janeiro 2015
D S T Q Q S S
« dez    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031



:: ‘Itabuna’

VANE CITA PROGRAMAS SOCIAIS E DIZ QUE DADOS DA VIOLÊNCIA SÃO PREOCUPANTES

Vane: programas sociais e geração de emprego para reduzir violência  (Foto Pimenta).

Vane: programas sociais e geração de emprego para reduzir violência (Foto Pimenta).

O prefeito Claudevane Leite (Vane do Renascer) respondeu a questionamentos do PIMENTA em relação aos dados da violência em Itabuna no período de 2009 a 2012, quando o município se tornou tricampeão nacional em homicídios na adolescência. “Os dados trazem preocupação e a prefeitura vem fazendo a parte dela no sentido de reduzir os índices apresentados”, afirmou.

Vane elenca ações como o Programa Cidade de Paz, que atende mais de 2 mil crianças com o Projeto Bom de Bola, Melhor na Escola e o Viv-À-rte. Na avaliação do prefeito, os programas e projetos oferecem oportunidade de inclusão e formação por meio da arte e do esporte.

Segundo ele, estes programas e projetos buscam “mitigar” a vulnerabilidade infanto-juvenil e a violência. “Mas sabemos que essas ações não podem e nem teriam como realizar mudanças nesse cenário de violência no curto prazo”.

O prefeito lembra a responsabilidade do governo estadual na segurança pública e, por outro lado, as limitações da Guarda Municipal, “que não pode fazer policiamento ostensivo, investigar, prender ou fazer enfrentamento direto a bandidos, a não ser em casos de agressão ao patrimônio público ou situações pontuais em que se tenha que preservar a vida”.

Ele cita ainda como estratégia de enfrentamento as Casas das Artes e programas de formação de jovens, em parceria com o governo federal, por meio do Pronatec. “O programa de formação profissional estava abandonado e atende jovens que passam a ter opção de formação artística, cultural e profissional”, disse ao PIMENTA.

Vane crê em redução da violência, também, por meio de geração de emprego. Segundo ele, a Tel Telemática, empresa de telemarketing que se instalará em Itabuna, vai gerar cerca de 1,5 mil empregos já na primeira fase. A ação, considera ele, é reforçada com a destinação de área para que 23 empresas de logística e tecnologia se instalem em Itabuna ou dobrem sua capacidade de geração de emprego.

JUIZ COMENTA ÍNDICE DE HOMICÍDIOS E DIZ QUE AÇÕES DA SSP-BA EM ITABUNA “SÃO NEGATIVAS”

Bandeira aponta resistências para mudar realidade em Itabuna.

Bandeira aponta resistências para mudar realidade em Itabuna.

O juiz da Vara da Infância e Juventude, Marcos Bandeira, fez severas críticas às ações da Secretaria de Segurança Pública para reduzir número de homicídios de adolescentes em Itabuna. Para o magistrado, os dados do Índice de Homicídios na Adolescência (IHA) referentes a Itabuna, divulgados pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e pela Organização das Nações Unidas (ONU), “estão corretos”. Itabuna tornou-se tricampeã nacional em homicídios de jovens na faixa dos 12 aos 18 anos. Assim como em 2012, a cidade também foi primeira do ranking em 2009 e 2010.

O juiz diz que a SSP-BA “não tem dados científicos para desmerecer esta pesquisa e afirmar que a violência reduziu em Itabuna”. Ele ainda completa afirmando que “essas ações policiais são importantes na repressão ao crime e constitui dever do Estado fazê-las bem, mas daí concluir que elas contribuíram para reduzir a violência entre adolescentes em Itabuna há uma distância abismal”.

Bandeira ainda firmou ao PIMENTA que a SSP tem desempenho negativo nas ações de prevenção a homicídios de jovens em Itabuna. Para colaborar com a sua afirmação, o magistrado cita que a desativação da Seção de Investigação do menor Infrator (Semi) em Itabuna.

– Na verdade, uma Comarca do porte de Itabuna, que engloba os municípios de Lomanto Junior e Itapé, com uma população flutuante de mais de 300 mil habitantes, deveria ter uma delegacia especializada para o adolescente Infrator – disse ele ao PIMENTA.

O juiz ressalta ter interditado a seção de custódia de adolescentes infratores “por falta de condições mínimas para abrigar seres humanos”. Segundo ele, a Secretaria de Segurança Pública até hoje não tomou qualquer providência para reabrir a custódia. “Essa é a realidade de Itabuna, nua e crua. Os jornais e a mídia eletrônica noticiam todo o dia a morte de adolescentes de forma violenta. Não tem como tapar o sol com a peneira”.

O magistrado enfatiza que luta, “há muito tempo” para modificar o quadro em Itabuna, “mas a resistência é gigantesca”. E acrescenta que, em 2014, julgou procedente uma ação civil pública contra o Estado da Bahia para instalar uma unidade de internação para adolescentes em Itabuna. “O Estado recorreu e até agora nada”.

– Sabemos que muitos projetos sociais em Itabuna ao longo desse período para jovens são implementados deficientemente, ou até mesmo não são implementados, por falta de projetos. Logo, quando o setor primário falha, aparece o adolescente vítima ou autor de ato infracional – conclui.

VANE VAI FALAR…

Prefeito Claudevane Leite rompe o silêncio (Foto Gabriel Oliveira).

Prefeito Claudevane Leite rompe o silêncio (Foto Gabriel Oliveira).

O prefeito Claudevane Leite concederá entrevista coletiva amanhã, na sede da Ficc, para falar dos últimos dados da violência em Itabuna (até agora ele está mudo quanto a este assunto e não respondeu ao pedido de entrevista do PIMENTA) e reforma administrativa.

Deverá comunicar a extinção de secretarias e o nome do novo secretário de Transporte e Trânsito. Clodovil Soares, titular da Pasta, deixa o cargo, oficialmente, amanhã (30). Antonio Cavalcante está descartado como substituto de Clodovil.

A coletiva de Vane está marcada para as 8h. A escolha da sede da Fiic para a entrevista não foi por acaso. Vane dirá que os dados da violência são de 2012, último ano do Governo de Capitão Azevedo (DEM), e que desenvolveu projetos de cultura e cidadania desde 2013 para melhorar os indicadores sociais. Pode ser, mas, no plano institucional, tem sido omisso nas cobranças aos governos federal e estadual quanto a ações na área de segurança e, também, social.

SAI LISTA DE APROVADOS EM SELEÇÃO DE AGENTES DE ENDEMIAS

Todos os candidatos que participaram do TAF foram aprovados (Foto Divulgação).

Todos os candidatos que participaram do TAF foram aprovados (Foto Divulgação).

A Prefeitura de Itabuna divulgou a lista de aprovados na segunda etapa (teste de aptidão física) da seleção para agentes de combate a endemias. Todos os 72 candidatos que participaram do TAF foram aprovados e serão submetidos à terceira e última etapa da seleção, o Curso de Formação Inicial. A etapa de testes físicos incluiu flexão de membros superiores e corrida de 12 minutos (1,1 mil metros e 1,8 mil metros, a depender da faixa etária).

A terceira etapa, o Curso de Formação Inicial, será coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde e terá caráter eliminatório, sendo contratados aqueles que concluírem o curso e obtiverem bom aproveitamento. O processo seletivo ofereceu 139 vagas, mas menos de 80 foram classificados. Confira, no Leia Mais, abaixo, a lista dos aprovados no TAF.

:: LEIA MAIS »

RITA DANTAS É AFASTADA DA DIREC 7

rita dantasA professora Rita Dantas foi afastada da Diretoria Regional de Educação (Direc 7) por meio de portaria publicada nesta quinta (29), no Diário Oficial do Estado.

A portaria é assinada pelo secretário estadual de Educação, Osvaldo Barreto, com validade desde o dia 1º.

As Direcs foram extintas pela lei de reforma administrativa estadual, dando espaço a 27 Núcleos Regionais de Educação (NREs).

O governador Rui Costa já definiu titulares de vários núcleos, a exemplo de Itapetinga e Bom Jesus da Lapa. Ainda não foi definido o nome do diretor do NRE do Território Litoral Sul, que englobará Ilhéus e Itabuna.

ITABUNA LIDEROU ÍNDICE DE HOMICÍDIOS NA ADOLESCÊNCIA EM 2012

Itabuna foi a cidade mais violenta do país em 2012, segundo estudo (Foto José Nazal).

Itabuna foi a cidade mais violenta do país em 2012, segundo estudo (Foto José Nazal).

Itabuna foi considerado o município mais violento para adolescentes em 2012, conforme dados da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. O município de Itabuna liderou o ranking de homicídios na adolescência em 2012 entre as cidades brasileiras acima de 200 mil habitantes.

O município sul-baiano registrou, naquele ano, 17,11 assassinatos de jovens para cada 1 mil habitantes, segundo o estudo elaborado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o Observatório de Favelas e o Laboratório de Análise da Violência da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (LAV-UERJ).

O estudo analisou os dados de criminalidade de 288 municípios. Dos 20 municípios brasileiros onde adolescentes estavam mais vulneráveis em 2012, cinco eram baianos. Além de Itabuna, aparecem Camaçari (9,82 homicídios por 1 mil habitantes), Vitória da Conquista (8,7), Salvador (8,2) e Feira de Santana (6,79).

Quando considerados os dados por estado, lideram o ranking de homicídio e vulnerabilidade, por ordem, Alagoas, Bahia e Ceará, que tem a sua capital, Fortaleza, como a capital mais violenta para jovens no país (9,92 homicídios por 1 mil habitantes). Atualizado às 15h40min

IHA 2012

 

ALDENES QUER AMPLIAR DIREITO À MEIA PASSAGEM

Aldenes-Meira-em-Brumado-Noticias-41O vereador Aldenes Meira (PCdoB), presidente da Câmara de Itabuna, estuda apresentar emenda à lei municipal que regulamenta o direito à meia-passagem no transporte coletivo.

A ideia é assegurar o benefício a todos os estudantes, e não apenas àqueles que moram a mais de um quilômetro do local onde estudam.

Para o vereador, a restrição não leva em conta outros deslocamentos dos alunos, além do trajeto entre a casa e a escola. “Os estudantes também têm direito ao lazer, e a meia-passagem deve atender a essa necessidade”, defende Aldenes.

A intenção do comunista é apresentar a proposta de emenda logo no início dos trabalhos da Câmara, em fevereiro.

O FIM DO LÚCIA OLIVEIRA E O DESPREZO PELA HISTÓRIA DE ITABUNA

Lúcia Oliveira é fechado ao completar 80 anos (Foto Divulgação).

Lúcia Oliveira é fechado ao completar 80 anos (Foto Divulgação).

A estratégia de reordenamento da rede escolar levou a Prefeitura de Itabuna a fechar dez escolas, dentre elas uma das mais tradicionais e históricas do município, o Lúcia Oliveira, que completou 80 anos de história em 2014. O seu fechamento revela o desprezo pela história do município.

O grupo escolar pertence ao Sindicato dos Comerciários, mas há mais de três décadas é alugado às redes públicas. Como não foram feitas intervenções físicas no prédio de mais de oito décadas, parte da laje do colégio desabou no ano passado. No início de janeiro, a secretária de Educação, Dinalva Melo, informou o fechamento da unidade escolar.

O Lúcia Oliveira sempre foi sinônimo de história e qualidade. Em 2012, foi a escola com a melhor média no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de Itabuna, na faixa equivalente até a 4ª série do Ensino Fundamental (no município, o ensino é por ciclos). Por lá, passaram milhares de alunos que hoje são profissionais de destaque em suas áreas.

Itabuna dá fim à sua história – e, exatamente, na área educacional.

VEM AÍ O PRIMEIRO VITAL DAY DE 2015

vital day

A academia Vital Fitness, de Itabuna, prepara mais um Vital Day, evento que oferece aulas diferenciadas, degustação de produtos, sorteio de brindes, entre outras atrações.

A programação é voltada tanto para os alunos da academia como para o público externo, que tem acesso mediante o pagamento de uma diária normal.

O primeiro Vital Fitness de 2015 será realizado em março.

PREFEITURA CADASTRA AMBULANTES PARA A LAVAGEM DO BECO DO FUXICO

Os vendedores ambulantes que desejam trabalhar na Lavagem do Beco do Fuxico devem se cadastrar na Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo, nesta quinta (29). O cadastramento começa às 9h, no Espaço Cultural Josué Brandão (Câmara de Vereadores), na Beira-Rio.

De acordo com a secretaria, serão inscritos ambulantes para venda de bebidas e alimentação tanto em barracas como em isopor.  As licenças para venda no circuito da Lavagem serão concedidas, segundo a secretaria, por ordem de chegada.

A Lavagem do Beco do Fuxico é promovida pelos blocos tradicionais e tem apoio da Prefeitura de Itabuna. A festa deste ano comemorará os 30 anos da axé music, reunindo os blocos Maria Rosa, Casados I… Responsáveis, Mendigos de Gravata, Descasados, Resgate dos Kizumbas, Planeta Reggae, Encantarte e Hora Extra. A maior atração musical da festa será o “Pai da Axé Music”, Luiz Caldas.

ITABUNA: MP INVESTIGA DIRETOR DE TRÂNSITO

O diretor de Trânsito da Secretaria de Transporte e Trânsito de Itabuna, Manoel Raimundo Alves Júnior, é alvo de denúncia por exercer, ilegalmente, o cargo. Uma representação foi protocolada, no Ministério Público Estadual (MP-BA), contra o ocupante de cargo de confiança.

Manoel Júnior foi nomeado para a Diretoria de Educação para o Trânsito em fevereiro de 2013, conforme decreto 10.290, mas exerce a função de Diretor de Trânsito.

A mesma denúncia investigada pelo MP-BA sugere que Júnior esteja nomeado para a diretoria de Educação para o Trânsito (CC1) por causa do salário, que é superior ao de Diretor de Trânsito (CC2).

Cópias de documentos em que Manoel Júnior assina, ilegalmente, como diretor de Trânsito foram entregues ao MP. Ele ainda é denunciado por supostas irregularidades à frente do cargo, como tratamento privilegiado a um grupo de servidores, além de manter condições insalubres no departamento.

Manoel Júnior foi candidato a vereador em 2012 pelo PRB, mesmo partido do prefeito Claudevane Leite. O blog não localizou o diretor para que ele comentasse a denúncia.

ANIMAIS NA PONTE NOVA

Cavalos "desfilam" na Ponte Nova e exigem cuidado - e paciência - de motoristas (Foto do leitor).

Cavalos “desfilam” na Ponte Nova e exigem cuidado – e paciência – de motoristas (Foto do leitor).

Quem trafega de carro ou de moto pela Ponte Calixto Midlej Filho (Ponte Nova) ontem ao meio-dia deparava com esta cena. Tem sido cada vez mais comum a presença de animais de grande porte nas avenidas de Itabuna. A ponte é uma das principais ligações da região central com os bairros Vila Zara, Conceição e São Judas, além de atalho para quem deseja ir para a região do São Caetano.

“A TARDE” DIZ QUE PROBLEMAS DE GESTÃO COMBALIRAM COFRES DE PREFEITURA

Vane: dificuldades.

Vane: dificuldades.

A edição de ontem do Jornal A Tarde traz reportagem especial sobre o drama financeiro das prefeituras baianas. A União dos Municípios da Bahia (UPB) informa que 30% das prefeituras do Estado devem salário e metade terá dificuldades para quitar a folha de janeiro.

A reportagem também destaca o drama econômico-financeiro da Prefeitura de Itabuna. A gestão tem problemas desde 2010 para o pagamento de parte dos servidores da área de Saúde. Os problemas se agravaram agora. Desde agosto do ano passado, a prefeitura vem atrasando a quitação da folha, depositando o dinheiro na conta do servidor sempre depois do prazo legal, o quinto dia útil de cada mês.

O jornal também ressalta os gastos sem comprovação de despesa e o déficit orçamentário de R$ 64 milhões em 2013.

A Tarde traz reportagem com o drama financeiro de Itabuna (Reprodução).

A Tarde traz reportagem com o drama financeiro de Itabuna (Reprodução).

TIROTEIO E MORTE NO CONCEIÇÃO

Dois homens em uma moto executaram outro motociclista no Bairro Conceição, por volta das 10. O crime aconteceu próximo ao Colégio Batista.

A vítima foi identificada como José Raimundo Moreira Paixão e pilotava uma moto Honda Titan vermelha, placa OZT-8790. De acordo com testemunhas, os dois executores dispararam mais de dez tiros.

José Raimundo foi identificado como morador do Santa Clara e teria envolvimento com o tráfico de drogas. No “Leia mais” cena forte, não recomendada para menores de 18 anos.
:: LEIA MAIS »

COMEMORAÇÃO PROSSEGUE

É realmente de prefeiturável a agenda do vice-prefeito de Itabuna, Wenceslau Júnior (PCdoB), nestes últimos dias.

Na sexta, reuniu quase 300 pessoas em um almoço na churrascaria Los Pampas, para comemorar seu aniversário de 45 anos. Hoje, dia 25, o vice fecha as comemorações em uma missa na Catedral de São José. Depois, segue para atividades em Itajuípe.

Se a candidatura ainda é uma incógnita, a movimentação não deixa dúvidas quanto à disposição do comunista.

BANDIDOS INCENDEIAM ÔNIBUS EM ITABUNA. EMPRESAS RECOLHEM VEÍCULOS

Bandidos atearam fogo em ônibus da Expresso Cachoeira (Reprodução Silmara Sousa/TV Cabrália).

Bandidos atearam fogo em ônibus da Expresso Cachoeira (Reprodução Silmara Sousa/TV Cabrália).

Um ônibus da Expresso Rio Cachoeira que fazia a linha Bananeira-Hospital de Base foi incendiado por ordem de bandidos, por volta das 21h50min, na Bananeira.

De acordo com a Secretaria de Transporte e Trânsito, o veículo fazia a última viagem de hoje, quando houve o ataque dos bandidos. Cinco bandidos armados deram a ordem para que todos descessem. Na sequência, atearam fogo no veículo. Ninguém ficou ferido.

A ordem para incendiar o ônibus partiu de bandidos das “Casinhas” da Mangabinha e pode ter relação com o confronto contra policiais no Santa Clara.

Ontem, Murilo Sena, de 18 anos, e Gabriel Bispo dos Santos, de 19, enfrentaram a polícia e foram mortos no Santa Clara, vizinho à Bananeira. Murilo é acusado de envolvimento na morte do engenheiro Wallace Machado, na BR-101, ano passado. Hoje, Warlei Guimarães também tombou em confronto após tentar matar um policial no Santo Antônio. Ele residia na região da Bananeira.

ÔNIBUS RECOLHIDOS
Após o ataque ao ônibus na Bananeira, a ordem das empresas Rio Cachoeira e São Miguel foi recolher todos os veículos que ainda estavam na rua. A ação teve apoio da Secretaria de Transporte e Trânsito, conforme fonte, e teve a finalidade de preservar os rodoviários.

SECRETARIA NÃO PAGA FORNECEDOR E RESTAURANTE POPULAR FECHA

Restaurante Popular fechou por falta de gás para cozinhar alimentos (Foto Gabriel Oliveira).

Restaurante Popular fechou por falta de gás para cozinhar alimentos (Foto Gabriel Oliveira).

O Restaurante Popular reabriu na última segunda (19), após obras de reforma. Nem bem reabriu, fechou… Isso, porque a Secretaria de Assistência Social deixou de pagar a empresa que fornece gás de cozinha. Sem dinheiro, a empresa não entregou o produto.

Encontrar a porta do restaurante novamente fechada foi uma frustração para centenas de pessoas que recorrem ao estabelecimento em busca de alimentação a R$ 2,00. O secretário de Assistência Social, José Carlos Trindade, não explicou o porquê do atraso ao fornecedor.

O governo nem bem começou o terceiro ano de gestão e já está sem gás…

PROCON LISTA MATERIAIS QUE ESCOLAS NÃO PODEM EXIGIR

Corrida às livrarias pode ter susto menor com apoio do Procon.

Corrida às livrarias pode ter susto menor com apoio do Procon.

Marcos Bastos dá dicas para evitar abusos de escolas particulares (Foto Gabriel Oliveira).

Marcos Bastos dá dicas para evitar abusos de escolas particulares (Foto Gabriel Oliveira).

A Coordenadoria de Defesa e Proteção do Consumidor (Procon) de Itabuna está orientando os pais ou responsáveis por crianças e adolescentes em idade escolar sobre a lista de itens do material escolar que não podem ser exigidos pelos colégios.

De acordo com o diretor Marcos Bastos, o Procon tem recebido denúncias contra escolas e decidiu elaborar uma listagem para identificar materiais proibidos em lista escolar. Da lista fazem parte álcool, cartolina, flanelas, corpos descartáveis (confira todos os 61 itens no “leia mais”, abaixo).

O Procon também alerta sobre práticas consideradas irregulares. Entre elas, a de que as escolas não podem recusar a matrícula ou impor qualquer penalidade aos pais que se neguem a entregar material escolar considerado abusivo.

Segundo Marcos Bastos, a Lei Estadual nº 6.586/94 permite a solicitação do material escolar que visa o atendimento das necessidades individuais do educando, desde que atinja à finalidade didático-pedagógica.

– As escolas não podem cobrar nenhuma taxa, além dos valores semestrais ou anuais contratados pelos pais. Muitos pais pensam que o pagamento de janeiro é matrícula. É sim uma mensalidade do valor do contrato. Qualquer valor cobrado além da mensalidade é ilegal – alerta.

Os pais e responsáveis, segundo Marcos, devem solicitar da escola o Plano de Execução dos Materiais, que descreve a atividade pedagógica de cada item. “As escolas têm obrigação de fornecer a lista de material para que as famílias possam pesquisar preços e escolher fornecedores de sua preferência”, completou Marcos Bastos.

Segundo ele, no Plano de Execução de Materiais devem constar, de forma detalhada e com referência a cada unidade de aprendizagem do período letivo, a discriminação dos quantitativos de cada item de material escolar, seguido da descrição da atividade didática para o qual se destina, com seus respectivos objetivos e metodologia empregada.

Estão vedadas, explica Marcos Bastos, a cobrança de taxa de material escolar e a indicação, pelo estabelecimento de ensino, de preferência por marca ou modelo de qualquer item. “A escola não poderá exigir marcas dos materiais escolares, nem pode obrigar ao responsável adquirir material em determinado estabelecimento comercial, quando se tratar de produtos oferecidos no mercado em geral”, afirmou.

Também é proibido constar na lista ou exigir do educando materiais de consumo de expediente ou de uso genérico, tais como papel de ofício, papel higiênico, fita adesiva, cartolina, álcool e artigos de limpeza e higiene, que fazem parte do uso operacional do estabelecimento de ensino. Clique no “leia mais” e confira a lista de itens proibidos.

:: LEIA MAIS »

ÁGUA NÃO É MERCADORIA, MAS UM DIREITO HUMANO

erick maiaÉrick Maia | erickmaia13itb@gmail.com

Falar em Parceria Público-Privada (PPP) para o saneamento em Itabuna é realmente preocupante, por uma razão muito simples: é entregar o patrimônio público sem riscos de investimento à iniciativa privada e com altas margens de lucratividade.

Sem nenhuma dúvida, essas são as condições para implantação de uma PPP, que nada mais é que uma privatização disfarçada, onde a água é similar a uma mercadoria, invertendo-se assim, a lógica da água como um direito humano fundamental.

Segundo o teólogo Leonardo Boff, “quem domina a água tem poder sobre a vida, e quem tem poder sobre a vida tem poder total”. Nesse sentido, a defesa do saneamento público passa a ser uma questão estratégica de interesse social, o que não é compatível com o ambiente de negócios privados.

Vários são os exemplos do fracasso da privatização da água ao redor do mundo. Na América Latina, chama atenção a “guerra da água” na Bolívia e o processo de reestadualização na Argentina. Mas o caso mais emblemático é, com certeza, o da remunicipalização dos serviços de águas em Paris em 2010, que, após 25 anos nas mãos das maiores empresas privadas do setor, voltou ao controle público, trazendo benefícios tangíveis em relação a qualidade e ao preço dos serviços de saneamento.

Além disso, dos casos de privatização dos serviços de abastecimento de água pelo mundo, o que se sabe é que poucos benefícios trouxeram às populações, principalmente as de regiões periféricas e com baixo poder aquisitivo. A gravidade desta situação levou as Nações Unidas a estabelecer o objetivo de reduzir para metade, até 2015, a percentagem da população mundial que não tem acesso à água potável de forma satisfatória. Estima-se que mais de 1 bilhão e quatrocentos mil pessoas não têm acesso à água potável no mundo e mais de 30.000 morrem todos os dias por problemas de saúde que têm a ver com o acesso à água.

Em relação a Itabuna, a EMASA (Empresa Municipal de Águas e Saneamento) é, certamente, a maior empresa municipal de saneamento da Bahia, cujo potencial econômico e social é reconhecido em todo o estado, apesar de enfrentar uma situação delicada por falta de investimentos em esgotamento sanitário e em controle de perdas de água, que afetam, significativamente, a regularidade do abastecimento e o faturamento da empresa.

Assim, as discussões sobre os serviços públicos de saneamento no município, que durante todo o ano de 2014 foram intensificadas pelos governos estadual e municipal, mas sem a participação da sociedade, volte em 2015 incluindo os principais interessados nesse processo: a população grapiúna e os trabalhadores da EMASA.

Érick Maia é diretor da base do Sindae e coordenador do Grito da Água de Itabuna.

BRINQUEDOS QUEBRADOS EXPÕEM CRIANÇAS AO PERIGO NA PRAÇA CAMACÃ

Falta escada e proteção na casinha infantil do parque (Foto Jorge Bitencourt).

Faltam escada e proteção na casinha infantil do parque da Praça Camacã(Foto Jorge Bitencourt).

Os pais ou responsáveis devem ficar atentos ao levar crianças para diversão em algumas das praças públicas de Itabuna. Brinquedos quebrados expõem os pequenos ao risco de acidentes em parques infantis como o da Praça Otávio Mangabeira (Camacã), no centro da cidade.

Gangorras-balanço quebradas, sem assentos ou com pregos expostos aumentam os riscos de acidentes com os menores. O problema é antigo e a promessa de solução, também. Recentemente, as estruturas de ferro foram substituídas por material produzido a partir de madeira.

Gangorra balanço está sem assento, mas não foi interditada (Foto Jorge Bitencourt).

Gangorra balanço está sem assento, mas não foi interditada (Foto Jorge Bitencourt).

Os brinquedos do parque infantil da Praça Camacã são os mais utilizados. A falta de manutenção é a maior queixa de pais que aproveitam o parque para a recreação das crianças.

Outra queixa é a circulação em pontes centrais, como a do Marabá, onde a fiação elétrica está exposta. “O risco de uma tragédia é grande”, assinala Cláudia Silva, que costuma levar filha e sobrinhos também à Praça Rio Cachoeira. As duas praças estão distantes menos de 300 metros. A ponte é a ligação mais próxima entre ambas.

Brinquedos estão abandonados e não há faixa de interdição (Foto Jorge Bitencourt).

Maioria dos brinquedos está quebrada e não há sinalização na área (Foto Jorge Bitencourt).

PRAZO DE INSCRIÇÃO NO SISU TERMINA HOJE

UFSB oferece 360 vagas pelo Sisu neste semestre (Foto Gabriel Oliveira).

UFSB oferece 360 vagas pelo Sisu neste semestre (Foto Gabriel Oliveira).

Termina às 23h59min (horário de Brasília) desta quinta (22) o prazo de inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Podem concorrer às mais de 205 mil vagas em cursos superiores e técnicos estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano passado e não zeraram a redação.

Somente no eixo Ilhéus-Itabuna são quase duas mil vagas nas universidades Estadual de Santa Cruz (Uesc) e Federal do Sul da Bahia (UFSB). As notas de corte podem ser conferidas no site do Sisu (sisu.mec.gov.br). São mais de 1,6 mil vagas na Uesc e 360 na UFSB.

ITABUNA OU ILHÉUS, VILAS-BOAS?

Parece que o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, cederá aos apelos de políticos ilheenses e, contrariando a Lei 13.204, de 11 de dezembro de 2014, transferirá, de Itabuna para a Terra de Gabriela, a sede do Núcleo Regional Sul da Sesab.

Até ontem, o governo anunciava o núcleo em Itabuna. Hoje, ao dar posse aos diretores dos nove núcleos regionais, dentre eles Marisa Eduane (Sul), Vilas-Boas divulgou a sede da regional da Sesab em Ilhéus. A escolhida para comandar a regional sul da secretaria, Maria Eduane, é de Itabuna, lotada na extinta 7ª Diretoria Regional de Saúde (7ª Dires).

Tecnicamente, a sede deverá ser em Itabuna, devido à sua localização e, também, por abrigar maior número de serviços públicos em saúde. Porém, Ilhéus possui um hospital geral de grande porte – pertencente ao estado – e deverá contar com outro hospital regional, a ser construído na Rodovia Ilhéus-Itabuna, entre a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e o Banco da Vitória, bairro ilheense.

ROSEMBERG DEFENDE RECUPERAÇÃO DE NASCENTE DO RIO COLÔNIA

Rosemberg PintoO deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) esteve em Itabuna na segunda-feira (19), para a inauguração das novas instalações do SAC. Ele aproveitou para comentar sobre a expectativa de breve retomada das obras da barragem do Rio Colônia, mas fez questão de observar a necessidade de recuperar a nascente do manancial.

Situada na Serra do Macuco, em Itororó, a nascente do Rio Colônia sofre ameaça devido à exploração abusiva dos recursos naturais na região. “É preciso cuidar da nascente para não perder o investimento [na barragem]”, advertiu o parlamentar.

A barragem do Colônia servirá para ampliar a oferta de água nos municípios de Itabuna e Itapé. A obra chegou a ser iniciada em 2013 e paralisada poucos meses depois pela construtora Andrade Galvão.  Nova licitação foi realizada em novembro de 2014, mas não houve empresas interessadas. Na última sexta-feira (16), um terceiro processo licitatório foi aberto pelo governo.

ESCRITORES LANÇAM LIVROS DE POESIA E SUSTENTABILIDADE NA QUINTA

Andréia, Luedy e Lavigne lançam livros na quinta, em Itabuna.

Andréia, Luedy e Lavigne lançam livros na quinta, em Itabuna.

Os escritores Marcos Luedy, Geraldo Lavigne de Lemos e Andréia Quinto dos Santos lançam livros em Itabuna, na próxima quinta-feira (22), às 18 horas, na Livraria Nobel, na Rua Paulino Vieira, centro de Itabuna. As obras foram publicadas pela Editora Mondrongo. Os livros nascem do empenho de cada autor e do esforço da editora, que tem como princípio valorizar e publicar os bons valores da literatura baiana contemporânea. As obras de Marcos e Geraldo são de poesia. Já a de Andréia, que é bióloga e professora, traz uma série de artigos relacionados à preservação do meio ambiente.

O silêncio & As palavras, de Marcos Luedy, trata, segundo o autor, de um trabalho gestado há três gerações, sintetizado em impressões e expressões substancialmente inquietas do viver e sentir humano. A obra possui apreciações críticas da professora e crítica literária Maria de Lourdes Netto Simões, e de Gustavo Felicíssimo, escritor e editor da Mondrongo.

Já a obra de Geraldo Lavigne de Lemos, possui um inusitado projeto gráfico que reúne dois livros em um mesmo volume. De um lado, tem-se o livro Amenidades, do outro Alguma sinceridade, ambos com capa elaborada pelo artista plástico Rafael Pita. No centro da obra, onde um e outro livro se encontram, há um texto crítico do poeta e teórico capixaba Jorge Elias Neto. Os livros contam ainda com prefácios de André Rosa e Baísa Nora.

O livro Sustentabilidade: uma questão de consciência, da bióloga e professora Andréia Quinto dos Santos, é o primeiro publicado pela Mondrongo com artigos relacionados ao meio ambiente e preservação ambiental. Nele, a autora toca em assuntos relevantes, como gestão ambiental, política ambiental no Brasil, negócios sustentáveis, entre outros de enorme relevância para a preservação do ecossistema do planeta. Os livros estarão a venda por valores promocionais que variam entre R$ 25,00 e 30,00, cada.

Obras serão lançadas na Livraria Nobel.

Obras serão lançadas na Livraria Nobel.