WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba










novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

editorias






:: ‘Itabuna’

BARRAGEM QUE RENDE

Ontem, o prefeito Capitão Azevedo (DEM) e o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur), Afonso Florence, tiveram audiência para discutir detalhes técnicos da construção da barragem no rio Colônia, em Itapé.

A audiência ocorreu na Sedur. Azevedo, a todo instante, revelava a sua preocupação com os fazendeiros e, obviamente, a indenização sobre as áreas que serão inundadas com a construção da barragem.

Com ar quase impaciente, Afonso olhou para Azevedo e para o deputado estadual Luiz Argôlo (PP) e tratou de dar o “remédio” para a aflição do prefeito. Disse a Azevedo que não se preocupasse com os fazendeiros, mas com a lei. E reforçou: a lei – pelo menos nesse caso – está a favor da grande maioria (mais de duzentas mil pessoas, bem entendido!).

A partir daí, o papo fluiu melhor.

JUIZADO ESPECIAL ATINGE META DO CNJ

DO TJ-BA

Cumprimento de metas em mutirão de conciliação (Foto Pimenta).

Magistrado comemora cumprimento de metas (Foto Pimenta).

A 2ª Vara dos Juizados Especiais Cíveis da Comarca de Itabuna cumpriu as atribuições da Meta 2 do CNJ, segundo o juiz George Alves de Assis.

Restaram apenas a apreciação de dez processos, cujo julgamento foi impossibilitado, exclusivamente, devido ao não retorno dos avisos de recebimento das intimações para comparecimento às audiências, designadas entre 30 de novembro e 17 deste mês.

O cumprimento da Meta de Nivelamento nº 2, em Itabuna, só foi possível em razão dos trabalhos implementados pela 2ª Semana Nacional da Conciliação, na qual estiveram em pauta 743 processos, dos quais 490 faziam parte da Meta 2.

As atividades da 2ª Semana Nacional da Conciliação na 2ª Vara do Sistema dos Juizados de Itabuna foram estendidas até a última quinta-feira, 17, sem interrupções.

ARGÔLO ATIRA NO CARLISMO E DEFENDE APOIO DE AZEVEDO A WAGNER

Argôlo critica carlismo e defende Azevedo com Wagner em 2010 (Foto A Região).

Argôlo critica carlismo e defende Azevedo com Wagner em 2010 (Foto A Região).

De origem carlista e seguidor do ex-governador Paulo Souto, o deputado estadual Luiz Argôlo (PP) concedeu entrevista ao jornal A Região e deu estilingadas em seu antigo grupo político e defendeu que o prefeito Capitão Azevedo, do DEM, marche junto com o governador Jaques Wagner (PT) em 2010.

Eleito em 2002 o deputado mais jovem da história da Bahia, com 21 anos, Argôlo cita a sua própria história para condenar os carlistas, espécie quase em extinção. Segundo ele, o PP possuía uma boa bancada de deputados federais e estaduais, mas foi “podado” pelo grupo do ex-senador ACM. Nem mesmo uma só secretaria o partido comandava.

Argôlo lembra dos novos tempos da política baiana, de decisões e poder compartilhados. E reforça que a tendência natural de Azevedo, prefeito de Itabuna, é apoiar a reeleição de Wagner, pelas ações implementadas por parte do estado no município sul-baiano.

Quem também compartilha da ideia de apoio do democrata ao petista em 2010 é o secretário de Administração, Gilson Nascimento. Homem forte do governo de Azevedo, Gilson afirmava na solenidade de quarta-feira, 16, que as obras anunciadas por Wagner facilitavam o apoio do prefeito ao governador. “Agora fica mais fácil”, dizia o secretário, ouvido atentamente – e de perto – pelo Pimenta.

Leia a íntegra da entrevista n´A Região.

DRAGON – O DONO DA BOLA

.

www.dragonx.com.br

NOVENTENA

Consultor do Sebrae, o advogado André Portella assessora prefeitura e Câmara nas discussões sobre a reforma do Código Tributário Municipal. E jogou balde de água fria nas pretensões de Capitão Azevedo (DEM) em aumentar o IPTU em até 50% já para 2010.

Para aumentar o imposto, o município deveria ter enviado o projeto de reforma tributária em setembro, no máximo, mas só o fez há pouco mais de 10 dias, pedindo votação em regime de urgência.

A saída seria apenas a correção anual. Raciocinaram nesta linha o relator da reforma tributária, Claudevane Leite (Vane do Renascer), e o primeiro-secretário da Câmara, Roberto de Souza.

É mais provável que o projeto de reforma seja fatiado.

COMÉRCIO ABRE NESTE DOMINGO

As lojas do comércio de Itabuna abrem neste domingo, 20, das 14 às 20h, segundo acordo entre sindicatos patronal e de empregados.

Às vésperas do Natal, elas também funcionam em horário especial durante a semana: das 9h às 22h de 21 a 23. No dia 24, o comércio abre das 9h às 18h.

Já o Jequitibá Plaza Shopping funcionará das 10h às 22h neste domingo. O centro de compras abrirá das 10h à meia-noite nos dias 21, 22 e 23. No dia 24, será das 9h às 19h.

CEI

A proposta de instalação de uma Comissão Especial de Inquérito, para apurar irregularidades no setor de saúde, serviu para esclarecer a posição de cada vereador em relação ao governo do Capitão Azevedo (DEM).

A CEI da Saúde mostrou também que existe a figura do vereador malandro, que é oposição durante o dia e governo na calada da noite. Do vereador com atuação parlamentar marcada pelo cinismo e muita hipocrisia. (Marco Wense)

POLÍCIA RECONSTITUI CRIME QUE ENVOLVE SECRETÁRIA DE PREFEITO

A polícia civil fará, ainda hoje, a reconstituição do crime do qual foi vítima Alex Silva Santos, 30, servidor da prefeitura de Itabuna e esposo da secretária de gabinete, Suzana Andrade.

A reconstituição ocorre quase um mês após o crime. No dia 21 de novembro, por volta das 22h, Alex foi executado com dois tiros na Rua A, 12, Parque Verde. Um homem teria entrado na residência e atirado contra Alex. Suzana Andrade disse ainda que, ao perceber que o homem estava armado, correu para o fundo do quintal, quando ocorreram os disparos fatais.

A versão de Suzana é questionada pela polícia. A secretária-particular do prefeito Capitão Azevedo (DEM) tornou-se a principal suspeita do assassinato e nessa condição foi ouvida pela polícia, no dia 27, quando se apresentou com o advogado Carlos Burgos. O depoimento durou mais de cinco horas.

SEMINÁRIO DEBATE SEGURANÇA PÚBLICA

O Instituto Brasileiro de Defesa dos Direitos Humanos (Ibra) promove seminário sobre segurança pública, direitos humanos e justiça, hoje, às 19h, no plenário da Câmara de Vereadores de Itabuna.

Quem profere palestra sobre o tema é o deputado federal Uldurico Pinto (PHS). O seminário terá carga de quatro horas e entrega de certificado.

SOLTO ACUSADO DE FURTAR ARMAS DO DPT

Afrânio obtém liderdade (Foto A Região).

Afrânio obtém liberdade (Foto A Região).

O motorista Afrânio Cunha da Hora Filho, 45, motorista do Departamento de Polícia Técnica de Itabuna (DPT), conseguiu habeas corpus  e está livre da prisão. Ele é acusado de furtar, pelo menos, sete armas que seriam periciadas no DPT local. Afrânio estava preso desde o dia 6 de novembro, no Complexo Policial.

A polícia acredita que o motorista está acobertando outros dois participantes do furto de revólveres calibre 38 e quatro pistolas automáticas. Quando preso, Afrânio disse que apenas queria “chamar a atenção” do estado. A polícia não comeu a história. Ele trabalha para o DPT em contrato precário do Reda, há quatro anos. Com informações do Xilindró.

QUEM AGUENTA?

Ontem, houve confusão e xingamento no Hiper Bompreço, loja de Itabuna, à noite. Os clientes reclamavam do péssimo e demoradíssimo atendimento. A média de espera na fila do caixa era de 1h55min.

Houve até quem pensasse em comprar colchonetes à espera de atendimento.

A CIDADE ACIMA DE TUDO

Luiz Conceição

A cidade está acima dos partidos políticos e das ideologias políticas. Se vivemos uma crise de identidade e de baixa estima, creio que se deva isto ao que deixou de se fazer nos últimos 50 anos pelo orgulho besta de fazer política sozinhos.

Itabuna está ficando para trás, assim como Ilhéus, e sendo ultrapassada por políticas públicas sérias e firme planejamento dos gestores de Feira de Santana e Vitória da Conquista. Enquanto as cidades do sudoeste e do médio recôncavo baiano se projetam para o futuro, as nossas duas cidades se vêem apenas pelo retrovisor.

Aliás, há muito, antes da crise da lavoura cacaueira, diga-se, somos as terras do “já teve”. Os nossos políticos, sem exceções, só projetam a si próprios. E nós ainda vivemos no dia-a-dia embalados pelos jingles e VTs bonitos das campanhas políticas quatrienais que nunca se acabam.

Vamos esperar que, ingressando no ano Centenário, sejamos capazes de sacudir a poeira e dar a volta por cima. Do contrário, as estatísticas sobre estas cidades empobrecidas da outrora pujante Civilização do Cacau serão ainda mais medonhas a espelhar a contínua depressão em que nos metemos.

Luiz Conceição é jornalista.

“ACOMPANHEI O PROCESSO À DISTÂNCIA”

O juiz Eros Cavalcanti entrou em contato com o blog, há pouco. O magistrado informou que não exerceu poder de polícia para que a cirurgia do paciente Ailton Prado, 71 anos, fosse realizada. “Acompanhei o processo à distância, estava na comarca de Barro Preto, onde também sou juiz”.

Eros Cavalcanti foi quem deferiu a liminar determinando à Santa Casa de Misericórdia de Itabuna a realizar a cirurgia do paciente, vítima de tumor maligno no cérebro. A informação de que o juiz teria se deslocado até a Santa Casa foi repassada pelo setor administrativo do Ministério Público estadual.

GOVERNADOR SE COMPROMETE A REATIVAR AEROPORTO

O governador Jaques Wagner assegurou a revitalização do aeroporto Tertuliano Guedes de Pinho, de Itabuna, numa entrevista concedida ao programa Alerta Total (TV Cabrália/Record News), apresentado por Tom Ribeiro.

O petista considerou um crime a construção de casas populares em cima da pista do terminal. Após contatos com a Infraero, para verificar a sua viabilidade, o petista sustentou que o aeroporto será revitalizado.

Desativado há quase 10 anos, o aeroporto é utilizado como base para o Corpo de Bombeiros e sede da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito. A pista vem sendo usada por autoescolas.

Um dos mais empolgados com a notícia é o serventuário Olívio Borges, do Aeroclube Itabuna. “O aeroporto não é espaço só para ricos, como se costuma pensar”, observa.

A utilização do espaço para jatos executivos e UTI aérea são alguns dos exemplos de utilização. “Há empresário que reclama da falta de estrutura para voos no município”.

Para Olívio, a cidade não pode perder a chance oferecida com a expansão da economia regional através de grandes projetos que vão do Gasoduto (que atrairá novas indústrias e executivos) a investimentos do Complexo Intermodal Porto Sul.

A ideia de reativação do terminal tem o apoio da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (Acei), presidida pelo empresário Eduardo Fontes. Olívio está exultante. “Esta é uma luta de mais de três anos”. E começou quando a prefeitura decidiu construir casas em cima da pista do Tertuliano Guedes de Pinho. As obras foram embargadas e o Tribunal de Contas da União (TCU) as julgou ilegais, suspendendo novos repasses de recursos.

WAGNER ANUNCIA OBRAS E ‘DÁ AULA’ DE DEMOCRACIA

Azevedo e Wagner em momento "deixa que digam, que pensem, que falem / deixa isso pra lá, vem pra cá, o que que tem?"

Azevedo e Wagner em momento "deixa que digam, que pensem, que falem / deixa isso pra lá, vem pra cá, o que é que tem?"

Dirigindo-se a uma platéia formada especialmente por agentes de saúde e de combate a endemias, políticos regionais e servidores do governo e da prefeitura, o governador Jaques Wagner discursou hoje à tarde falando sobre um dos temas que mais gosta: como se governa sem perseguições e com espírito republicano.

O governador Jaques Wagner esteve em Itabuna hoje à tarde para a entrega de 512 geladeiras do projeto Geladeira Nova, parceria da Coelba com o governo do estado. Wagner também anunciou a revitalização da entrada de Itabuna pela BR-415 (trecho entre Ferradas e a J. S. Pinheiro) e a construção da barragem que vai garantir o abastecimento de água no município (veja nota abaixo).

“O que o partido do prefeito tem a ver com a população de uma cidade? Nem quero saber de que partido é o prefeito do município”, afirmou, diante de um Azevedo (DEM) que a tudo assentia. A frase foi precedida da assinatura da ordem de serviço para a construção da barragem em Itapé (na região da Estiva).

Wagner foi além. Afirmou que, mesmo tendo apoiado a candidata Juçara Feitosa (PT), na eleição de 2008, como governador do estado tem a obrigação de respeitar a vontade do povo de Itabuna. “Respeitando o prefeito Azevedo, estou respeitando a população que o escolheu”.

Dirigindo-se ao deputado Geraldo Simões, mas mandando um recado aos políticos do DEM, o governador reforçou: “Geraldo, com certeza Azevedo não vai sofrer o que você sofreu em 94, vendo a população beber água salgada e sem receber ajuda do governo”.

O governador ainda ‘decretou’ o fim da era do governo que age com o chicote em uma mão e o dinheiro na outra, visando a perpetuação no poder. “Quero ganhar, mas governando meu jeito. Mas se o prefeito olhar pra mim e disser: ‘esse cabra é retado, eu vou apoiar ele’, aí, ninguém reclama, né?”.

2010 NO PACOTE

Os dois lados escondem o jogo, mas o apoio do prefeito Capitão Azevedo à reeleição do governador Jaques Wagner foi ainda mais facilitado depois do “Galego” assegurar recursos da ordem de R$ 60 milhões para Itabuna.

Essa, pelo menos, é a opinião de um secretário do núcleo duro do governo de Azevedo. De acordo com fontes do Pimenta, o apoio ficou praticamente fechado com a intermediação do deputado estadual Luiz Argôlo (PP), que participou das várias reivindicações do prefeito de Itabuna.

Wagner só não fez chover, hoje, em Itabuna, mas conseguiu colocar, lado a lado, o deputado federal Geraldo Simões e o prefeito Capitão Azevedo.

JUIZ VAI A HOSPITAL DETERMINAR CIRURGIA EM IDOSO

Hospital negou atendimento a idoso com câncer.

Hospital Calixto Midlej nega atendimento a idoso com câncer.

Informa o jornalista Joel Filho, do blog Sport News, que o juiz Eros Cavalcanti teve de ir pessoalmente ao Hospital Calixto Midlej Filho (HCMF) para que seja realizada a cirurgia para extração de tumor no cérebro do aposentado Ailton José do Prado, 71 anos.

Apesar do quadro grave, a direção do hospital se negava a realizar a cirurgia, alegando que o SUS cobria apenas a cirurgia, mas não os custos com o pós-operatório. Quando o juiz chegou à Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, o provedor Renan Moreira teria saído de fininho. O magistrado somente saiu do hospital quando obteve a garantia de que o procedimento cirúrgico ocorrerá até a próxima sexta, 18.

O aposentado ficou por mais de um mês no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem) à espera da cirurgia. O promotor público Clodoaldo da Anunciação havia entrado com ação de pedido de tutela antecipada para assegurar a cirurgia.

A ação caiu nas mãos do juiz Antônio Laranjeiras, que teria chamado o secretário de Saúde de Itabuna, Antônio Vieira, para que este resolvesse a questão.

Conta ainda o Sport News que Vieira atendeu à determinação judicial, mas o provedor Renan Moreira resistia, pois alegava pendência da prefeitura com a Santa Casa. O impasse foi resolvido com a chegada do juiz Eros Cavalcanti à Santa Casa.

Às 9h53min: A coordenação de marketing e a assessoria de comunicação da Santa Casa emitiu nota oficial destacando os seguintes pontos:

1 – O pacientes encontrava-se em tratamento no Hospital de Base a mais de 50 dias, até a data de hoje.

2 – A habilitação para realização de procedimentos em neurocirurgia, conferida pelo Sistema Único de Saúde é a mesma tanto para o HBLEM, quanto para a Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, o que iguala as instituições quanto a capacidade técnica perante o sistema de saúde.

3 – A Santa Casa tomou ciência ontem (terça-feira – 15), de uma liminar que determinava a remoção do paciente Ailton José do Prado, do HBLEM para o HCMF, em 24 horas e determinando a Santa Casa a realização do procedimento cirúrgico no prazo máximo de 3 dias, a contar do recebimento do paciente, bem como determinou a Prefeitura Municipal de Itabuna, que, neste mesmo prazo, promova o custeio do material utilizado na intervenção cirúrgica caso este não seja ordinariamente coberto pelo SUS.

4 – O paciente chegou a Santa Casa no início da tarde de hoje, (16/12/09), transportado pelo SAMU, foi acolhido no PA enquanto era providenciado leito para o internamento. O internamento se deu já no final da tarde, no leito 3C da unidade João Otávio, o que descaracteriza qualquer intenção de abandono, quanto mais a efetiva ação como denunciado.

5 – A neurocirurgia foi acionada e estamos aguardando a avaliação para seguimento do tratamento e definição dos materiais necessários ao procedimento, se for o caso.

6 – Em contato com o paciente, Sr Ailton e familiares, não foi relatado qualquer constrangimento ou humilhação, como também não há nenhum registro de funcionários ou prepostos da administração que estejam agindo da forma como noticiado.

7 – Quanto à não cobertura do SUS para o procedimento neurocirúrgico, a questão não está no pós operatório, mas sim no custo dos materiais especiais utilizados nas cirurgias. Com frequência os materiais solicitados pela equipe médica não se encontram na relação de materiais pagos pela tabela SUS, o que gera um problema financeiro que deve ser tratado através do Gestor do SUS e não imposto ao prestador do serviço, no caso em questão à Santa Casa de Misericórdia de Itabuna.

8 – Após a avaliação do neurocirurgião, havendo necessidade de materiais especiais não compatíveis com os autorizados pelo SUS, notificaremos o solicitado ao Sr Prefeito Municipal de Itabuna para que este cumpra com o custeio determinado pela liminar, ou na forma do material ou na forma dos recursos financeiros para a aquisição.

9- A administração ou mesmo a provedoria da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna desconhece o comparecimento em caráter oficial do juiz Eros Cavalcante ou de qualquer outro magistrado a qualquer uma de nossas unidades hospitalares durante o dia desta quarta-feira (16/12).

Nota da Redação:

a) Um relatório sobre a situação do paciente e a necessidade de transferência do Hblem para o Calixto Midlej Filho foi apresentado à Santa Casa no dia 5 de novembro, conforme relatório assinado por um neurologista do Hospital de Base;

b) O hospital municipal, infelizmente, não tem a mesma capacidade técnica da Santa Casa para estes casos.

c) O paciente foi encaminhado ao Calixto no início da tarde, após resistência da unidade de saúde em recebê-lo, mas o encaminhamento de sr. Ailton para o leito se deu às 19h, conforme um dos seus familiares, o filho Adailton Prado, que sustenta situações de constrangimento sofridas na unidade de saúde.

d) De fato, e conforme nota postada acima, o juiz Eros Cavalcanti não esteve no hospital, apenas acompanhando o processo à distância. A informação inicial partiu do setor administrativo do Ministério Público estadual.

e) No mais, este blog torce para que Itabuna e o sistema público de saúde brasileiro consigam oferecer um atendimento digno aos seus cidadãos e observa que em nenhum momento teve o intuito de denegrir imagem de pessoas ou instituições, mas mostrar a situação a que pacientes são expostos.

DOR, DESESPERO E HUMILHAÇÃO NO CALIXTO MIDLEJ

Nos corredores do Hospital Calixto Midlej Filho (HCMF), um paciente agoniza à espera da boa vontade da provedoria da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna. Ele necessita de uma cirurgia urgente para extração de tumor no cérebro.

Clodoaldo da Anunciação, da promotoria de Cidadania do Ministério Público Estadual, determinou ao provedor da Santa Casa, Renan Moreira, que aceitasse o paciente e que a instituição realizasse – com urgência – o procedimento cirúrgico.

O paciente estava internado há mais de um mês no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem), em Itabuna, que não possui tecnologia para o tipo de procedimento.

O Calixto se negava a receber o paciente. Com a determinação do MP, ele foi praticamente abandonado em um dos corredores do hospital.

A família da vítima do descaso médico-hospitalar diz estar sendo humilhada pela direção da Santa Casa. Segundo descrevem funcionários do Calixto e familiares, a toda hora alguém da administração passa pelo paciente e exibe a fatura de serviços.

O procedimento para a extração do tumor é coberto pelo SUS, mas o pós-operatório, não. A Santa Casa alega que a prefeitura de Itabuna está em débito com a instituição e por isso não realizaria a cirurgia.

O promotor público Clodoaldo da Anunciação está em Salvador. Indignado com o tratamento da provedoria, o promotor manteve contato com assessores e falou até em pedido de prisão de médicos e provedor caso persista a humilhação e falta de socorro ao paciente.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia