WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba

workshop










setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘Jader Guedes’

FERNANDO ANUNCIA CONCESSÃO DA EMASA POR 30 ANOS

Prefeito vai passar a gestão da Emasa para a iniciativa privada

Numa coletiva no Centro Administrativo Firmino Alves, há pouco, o prefeito Fernando Gomes anunciou a concessão da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) pelos próximos 30 anos. O gestor disse que o município não dispõe de recursos para investir em água e esgoto no município.

A empresa que ganhar a concessão assumirá a Emasa por 30 anos. Pelo edital, a ganhadora deverá investir R$ 350 milhões, dos quais R$ 240 milhões nos cinco primeiros anos. Dentre as empresas interessadas na concessão, a Embasa e a BRK Ambiental.

O presidente da Emasa, Jader Guedes, disse que “a concessão é bem-vinda” e terá agência forte para fiscalização da concessionária. Para ele, a obrigação da empresa que vencer a concessão é viável. Segundo ele, a tarifa da Emasa não terá elevação, mas diz que “não existe almoço de graça”.

FERNANDO QUER ACELERAR CONCESSÃO DA EMASA

Fernando quer acelerar processo de concessão da Emasa

O prefeito Fernando Gomes e o presidente da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), Jader Guedes, estão em Salvador. A dupla tem um dedo de prosa com o sobrinho e ex-presidente da OAB baiana, Dinailton Oliveira, num dos shoppings mais movimentados da capital baiana, nesta quarta (3).

Após receber estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV) na semana passada (relembre aqui), Fernando quer apressar o passo e encaminhar a concessão da Emasa, um desejo pessoal de mais de 20 anos. Ficou entusiasmado, também, com a defesa que o governador Rui Costa fez da necessidade de parcerias público-privadas (PPPs) na área de saneamento.

A preocupação em fazer a concessão da Emasa também tem a ver com o tempo que terá para fechar o mandato, pois 2020 está próximo e a privatização da empresa é tema difícil de ser digerido em período eleitoral.

APÓS CHUVAS, EMASA SUSPENDE RACIONAMENTO

Chuvas dos últimos dias decretam fim do racionamento de água.

Chuvas dos últimos dias decretam fim do racionamento de água.

Jader Guedes, presidente da Emasa.

Jader Guedes, presidente da Emasa.

O grande volume de chuvas e a elevação dos níveis de água nos rios que abastecem Itabuna levaram a Emasa a decretar o fim do racionamento. Foram registrados 150 milímetros de chuva nos últimos dias. Segundo o presidente da empresa, Jader Guedes, o volume de chuvas assegura a normalidade no abastecimento pelos próximos 60 dias.

Jader alertou a população para que “continue racionalizando o uso da água”. O dirigente da empresa municipal disse que a situação estava “ficando crítica, pois a captação havia caído para apenas 350 litros por segundo em Rio do Braço e Castelo Novo” em Ilhéus. No mesmo período, a captação em Nova Ferradas foi suspensa devido ao baixo volume no Rio Cachoeira.

De acordo com o presidente da Emasa, o sistema voltou a captar 650 litros de água por segundo em Rio do Braço e a captação em Nova Ferradas foi retomada. O volume captado em Nova Ferradas permite abastecer a região oeste de Itabuna, que abrange os bairros de Ferradas, Nova Ferradas, Sinval Palmeira, Urbis IV e Maria Matos (Rua de Palha).

A direção da empresa acredita que a situação do abastecimento terá solução definitiva quando a Barragem do Rio Colônia entrar em operação. As obras, executadas pelo Governo do Estado, devem ser concluídas em maio, porém ainda não há previsão de obra para a construção da adutora que trará a água da barragem para as estações de tratamento da Emasa.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia