WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

editorias






:: ‘Jaffet Ornellas’

#QUEROCINEMA (EM ITABUNA)

A campanha deflagrada pelo músico Jaffet Ornellas ganhou apoio não apenas no Facebook. Depois da rede social, invadiu também o Twitter, sob a hashtag #QUEROCINEMAITABUNA. Seja no Twitter ou no Facebook, os cinéfilos são convidados a retuitar ou curtir a campanha mais do que nobre.

CINEMA JÁ!

O músico Jaffet Ornellas deflagrou uma campanha interessante na internet. Via Facebook, ele pede o que muito nos faz falta: cinema em Itabuna! As duas últimas salas de projeção “sumiram” no ano passado com o início das obras de expansão do Jequitibá Shopping.

O centro de compras até prometeu novas salas (pelo menos seis e com espaço para até setenta pessoas), mas esta somente sairá do papel numa segunda expansão do empreendimento. A condição de cidade orfã de cinema é algo estranho para quem já teve até sete, oito cinemas ao mesmo tempo – e hoje não tem uma sala sequer, apesar dos seus 204 mil habitantes.

Dá-lhe, Jaffet!

PROTESTO CONTRA DEMOLIÇÃO

Romilton Teles expressa indignação contra o atentado (Foto Jorge Bittencourt).

Nesta quarta à noite (8), artistas itabunenses fizeram protesto contra a demolição do espaço cultural Sala Zélia Lessa, no centro, ao lado da Escola Profissionalizante. Romilton Teles, Eva Lima e Jaffet Ornellas foram alguns dos que se levantaram contra o atentado à cultura local. A sala foi transformada em espaço artístico em 1986 e recebeu apresentações de nomes expressivos do teatro baiano, a exemplo de Mário Gusmão, Carlos Betão e o global Jackson Costa.

O espaço era utilizado pelo Conselho Tutelar da Criança e do Adolescente por mais de seis anos e foi desocupado há mais de um mês. A atriz Eva Lima e o cantor e ator Jaffet Ornellas conversaram com a secretária de Assistência Social, Marina Silva, para que o espaço fosse novamente explorado pelos artistas locais, relata Ari Rodrigues. A secretária acenou positivamente.

O golpe de Marina e do prefeito Capitão Azevedo (DEM) começou a ser aplicado no início desta semana. A secretária não marcou a reunião, mas comandou pessoalmente a demolição do miniteatro, que tinha capacidade para 150 pessoas e contava até mesmo com estrutura de camarim.

Ontem, artistas fizeram um velório simbólico da Sala Zélia Lessa e criticaram a falta de apreço do prefeito Capitão Azevedo pela cultura local.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia