jardim das hortensias


junho 2016
D S T Q Q S S
« maio    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

editorias


:: ‘Jaques Wagner’

DILMA DÁ POSSE AOS NOVOS MINISTROS DA JUSTIÇA, AGU E CGU

Baiano Wellington César Lima assume Justiça.

Baiano Wellington César Lima assume Ministério da Justiça.

A presidenta Dilma Rousseff acaba de dar posse aos ministros da Justiça, Wellington César Lima e Silva; da Advocacia-Geral da União (AGU), José Eduardo Cardozo; e da Controladoria da Geral da União (CGU), Luiz Navarro de Brito, em cerimônia no Palácio do Planalto.

Na segunda-feira (29), Dilma aceitou o pedido de demissão de Cardozo da pasta da Justiça e o nomeou titular da Advocacia-Geral da União, no lugar de Luís Inácio Adams. Há algumas semanas, Adams vinha manifestando a intenção de deixar o governo para dar andamento a projetos pessoais.

As conversas sobre a ida de Wellington César para o governo começaram na semana passada, quando ele esteve no Palácio do Planalto, reunido com o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, que foi governador da Bahia.

Navarro já foi secretário-executivo da CGU. Após a saída de Valdir Simão do órgão para chefiar o Ministério do Planejamento, o cargo vinha sendo ocupado interinamente por Carlos Higino, que antes estava na secretaria executiva da pasta.

PERFIL DO NOVO MINISTRO

Nascido em Salvador, Wellington César Lima e Silva é procurador de Justiça do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA). Ele chegou ao cargo mais alto do órgão em 2010, escolhido pelo atual ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, que à época era governador da Bahia. Wellington César foi escolhido a partir de uma lista tríplice feita pelos procuradores e promotores. O procurador ficou em terceiro lugar na eleição. Ele foi reconduzido ao cargo em 2012, após se candidatar à reeleição e ter sido o mais votado para a formação da lista tríplice.

:: LEIA MAIS »

STF ARQUIVA PEDIDO DE INVESTIGAÇÃO CONTRA WAGNER

Pedido de investigação contra Wagner é arquivado  (Foto Pimenta).

Pedido de investigação contra Wagner é arquivado (Foto Pimenta).

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou hoje (24) arquivamento de investigação sobre o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, e os deputados federais Paulinho da Força (SD-SP) e Luiz Sérgio (PT-RJ). Na decisão, Mello acolheu parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR) e entendeu que não há provas para abertura de investigação contra os acusados.

Os acusados foram citados em depoimentos de delatores da Operação Lava Jato, mas os supostos crimes não têm ligações com a investigação da Petrobras. Na mesma decisão, o ministro determinou a remessa do conteúdo da investigação para o juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, responsável pelas investigações da Lava Jato.

Atendendo pedido da PGR, o ministro também determinou que os dados sobre doações eleitorais para a campanha do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, sejam enviados à Justiça Eleitoral para apuração.

Sobre o ministro da Educação, Aloízio Mercadante, e o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), Celso de Mello determinou que novas informações sobre a investigação sejam anexadas ao inquérito no qual amos já são investigados no Supremo.

A parte da investigação encaminhada a Sergio Moro é referente ao ex-ministro das Comunicações, Hélio Costa, e ao ex-deputado federal Valdemar Costa Neto. Da Agência Brasil.

ITABUNA: NOME DA BASE SERÁ DEFINIDO ATÉ ABRIL, DIZ JOSIAS GOMES

(Foto Pimenta)

(Foto Pimenta)

O governador Rui Costa espera haver unidade da sua base nas eleições municipais de Itabuna, lançando apenas um nome para disputar a sucessão no maior município sul-baiano. No último final de semana, o secretário estadual de Relações Institucionais, Josias Gomes, se reuniu com o ex-prefeito Geraldo Simões, pré-candidato a prefeito de Itabuna, e o presidente do PT baiano, Everaldo Anunciação, para costurar essa unidade.

Ao Pimenta, Josias disse que as negociações envolvem outros nomes do arco de alianças – Davidson Magalhães (PCdoB) e Carlos Leahy (PSB). “Esse processo será conduzido com calma. O nome da base deve sair até abril”.

Segundo Josias, o prefeito Vane do Renascer, que desistiu da reeleição, ajuda no processo de construção da unidade da base. Confira principais trechos da entrevista.

Blog Pimenta – O senhor se reuniu com petistas, o prefeiturável Geraldo Simões entre eles. Já existe uma definição do nome da base?

Josias Gomes – Conversamos com Geraldo e vamos construir essa unidade da base, identificar o melhor nome. Esse processo será conduzido com calma. O nome deve sair até abril. Estamos conversando com Vane, que ajuda nesse processo. Além de Geraldo, vamos também conversar com os outros candidatos da base, Davidson Magalhães e Carlos Leahy.

Pimenta – E Roberto José?

Josias – O que estamos propondo são as condições para que nossos partidos tenham uma candidatura. Nesse sentido, é de nosso interesse que ele consiga entender o propósito. E acho que dá para fazer isso muito bem. Vou aí [em Itabuna] para conversa com Davidson e, em seguida, fazer esse caminho.

Pimenta – O PSD apoiará o nome da base?

Josias – Otto [Alencar] tem sido um grande parceiro nosso. Temos estado com ele, já analisamos uma série de questões como, por exemplo, onde o partido tem interesse. Estamos muito alinhados. O PSD, assim como todos da base, tem sido parceiro. Nenhum [partido] tem se colocado em situação de confronto. Agora, é claro que cada partido tem um interesse eleitoral, ampliar número de prefeitos e vereadores.

Pimenta – E o PT, como se coloca nesse processo?

Josias – O presidente estadual do PT me disse que o partido deve apoiar aliados em mais de 300 municípios. E vai concorrer em pouco mais de 100. Ou seja, o partido vai apoiar, abrir mão na maioria dos municípios. Estamos buscando essa construção.

______________

PINHEIRO DE SAÍDA – Na visão dele próprio, seu ciclo no PT já se encerrou. E temos conversado no sentido de contribuir. É um grande parlamentar, é uma opção.

______________

 

Pimenta – O senador Walter Pinheiro deixará o PT? De fato, irá para o PSD?

Josias – Ele me disse que ainda não havia decidido. Na visão dele próprio, seu ciclo no PT já se encerrou. E temos conversado no sentido de contribuir. É um grande parlamentar, é uma opção. Ele deve ir para um partido da base [governista]. Conversou com o PDT, teve com Otto e com o pessoal da Rede.

Pimenta – Ou vai para a base de ACM Neto, como já foi especulado?

Josias – Eu não sei se houve isso, essa conversa. Seria uma coisa tão extravagante para a história dele fazer uma movimentação dessa… Não está no horizonte dele. Para mim, ele sempre negou [a ida para a base de Neto]. Pinheiro em 2010 não era o queridinho [do partido, quando foi eleito senador]. Teve nosso apoio. Fomos para cima e foi o escolhido com 80% dos votos da minha corrente [no PT, sendo depois eleito senador].

______________

CARMELITA, JABES E BEBETO – Como são nomes da base, preferimos que os partidos discutam, definam. Diferente de Itabuna. Estive com Carmelita, com Bebeto. Tenho conversado bastante.

______________

Pimenta – Falando da disputa no eixo Ilhéus-Itabuna, Professora Carmelita (PT) é candidata?

Josias – É sim. Lá, em Ilhéus, temos situação diferente da de Itabuna. Existem as candidaturas de Jabes e Carmelita. Podemos ter, também, Jabes e Bebeto. Carmelita pode fazer movimentação no sentido de apoiar Bebeto ou receber apoio do PSB. Pode resultar nisso: PT e PSB contra Jabes, esse tipo de situação. Como são nomes da base, preferimos que os partidos discutam, definam. Diferente de Itabuna. Estive com Carmelita, com Bebeto. Tenho conversado bastante. Demora um pouco mais pra definir em Itabuna.

______________

PESQUISA ELEITORAL EM ITABUNA – É o tipo de situação que não recomenda fazer projeção. Rui é um exemplo disso. Acabou eleito. Hoje, o que há é um sentimento. E pesquisa quantitativa não consegue identificar isso.

______________

Pimenta – O que as pesquisas sinalizam em Itabuna?

Josias – Não temos trabalhado com pesquisa quantitativa. Hoje, em fevereiro, não faz muita diferença para a eleição, que ocorre em outubro. Em 2012, [Jaques] Wagner pedia a desistência de Carmelita no início daquele ano. No período da campanha, chegamos a ter 32% a 30% entre ela e Jabes. É o tipo de situação que não recomenda fazer projeção. Rui é um exemplo disso. Acabou eleito. Hoje, o que há é um sentimento. E pesquisa quantitativa não consegue identificar isso. Em Itabuna, há o sentimento de setores da sociedade de que, isoladamente, sem ter esse diálogo com Estado e sem União, o prefeito não vai resolver as grandes questões daí.

Pimenta – E Salvador?

Josias – Há essa movimentação de PT mais PCdoB, PSD. Tem a candidatura de Sargento Isidório. Se esses partidos se entenderem para fazer confrontação política e ideológica com o Neto… Isso, espero que a gente consiga construir. Essa eleição não é fácil para Neto. Não se iluda. Sem ter contraponto, é fácil. Essa eleição em Salvador ainda tem desdobramentos. Rui é bem avaliado aqui. Teremos um confronto político bem interessante.

DENUNCISMO SEM LIMITE

josias gomesJosias Gomes

 

Bastou Wagner assumir papel de preponderância na condução dos negócios políticos do país, junto a presidente Dilma, para espocarem as denúncias, as suspeitas, as insinuações, as digressões mais bem armadas, as inferências programadas.

 

O Brasil vive um momento crucial de sua história, e, para que seja possível superá-lo é necessário, antes de qualquer coisa, que as instituições amadureçam sempre no sentido de uma maior responsabilidade com os atos de cada uma delas.

A necessidade de amadurecimento, por sinal, diz respeito a todas elas: o Executivo, o Legislativo, o Judiciário, as organizações sociais e democráticas, as instâncias populares, a imprensa etc.

Creio que em função de termos vivido por tanto tempo em nossa história submetidos a infelizes regimes de ditaduras e manias de golpes, estejamos, agora, nos refastelando de democracia de uma forma meio atabalhoada.

Todos os dias a imprensa veicula denúncias, as redes sociais multiplicam, o povo, enfim, apreende as histórias pelo preço de fatura. Nesse estapafúrdio processo, não mais que de repente, todos vão virando bandido. Não há refresco para ninguém.

Para que a denúncia vire coisa julgada e definitiva, basta que algum investigado cite, em alguma delação premiada, o nome de alguém. Rapidamente, a pessoa vira bandido e passa a ser execrado em meio à opinião pública.

O processo é generalizado. Porém, gostaria de me referir a um caso específico, que atinge alguém que eu conheço, e privo da amizade, que é a pessoa do ex-governador da Bahia, Jaques Wagner.

Enquanto ele esteve no Ministério da Defesa, cuidando, e bem, dos assuntos referentes às Forças Armadas, sem se imiscuir nos assuntos políticos, nada, absolutamente nada, surgiu de tão grave na mídia que o atingisse.

Bastou Wagner assumir papel de preponderância na condução dos negócios políticos do país, junto a presidente Dilma, para espocarem as denúncias, as suspeitas, as insinuações, as digressões mais bem armadas, as inferências programadas.

Seja uma filha profissional que trabalha em determinada empresa que, por acaso, esteja sendo uma empresa investigada, seja pelos contatos que, como Governador, teve, por força do cargo, com líderes empresariais por acaso caídos em desgraça.

O curioso, e altamente preocupante, em tudo isso, é que membros da oposição, até bem mais citados do que Wagner, ou mesmo até devidamente implicados, não chegam a assumir o protagonismo que deveriam ter nas páginas e nas virtualidades da mídia.

Wagner foi governador do Estado da Bahia por oito anos, eleito e reeleito pelo povo baiano, e que poderia estar hoje no Senado Federal caso tivesse feito essa opção, alcançando tal sucesso em virtude do bom governo que fez.

O reconhecimento da Bahia ao governo Jaques Wagner, que fez o seu sucessor, acontece exatamente porque conduziu-se no cargo, durante os oito anos em que foi governador, da maneira mais transparente, eficiente e honesta possível.

Antes desse período, ou, agora, depois dele, assumiu funções de destaque em Brasília, desempenhando com o mesmo senso de transparência e honestidade as tarefas institucionais que lhe coube desempenhar.

Embora não tenha procuração para fazer-lhe a defesa, tomo a iniciativa não apenas porque pertenço ao mesmo partido dele, mas, principalmente, porque conheço bem Wagner, e sei de seu compromisso com os interesses da Bahia e do Brasil.

Acho que não podemos continuar vivendo esse processo louco de denuncismo sem limites, a atingir as pessoas antes de qualquer tipo de julgamento, sob pena de as vitórias resultantes de processos assim sejam vitórias sem qualquer valor.

Vitórias em terra arrasada.

Josias Gomes é secretário de Relações Institucionais da Bahia.

WAGNER: IMPEACHMENT NÃO PODE SER USADO COMO MEIO DE LUTA POLÍTICA

Wagner durante transmissão de cargo na Casa Civil (Foto José Cruz/Agência Brasil).

Wagner durante transmissão de cargo na Casa Civil (Foto José Cruz/Agência Brasil).

O ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, disse hoje (7) que a busca do impeachment por parte da oposição é um ato “perigoso” para o país e para a própria democracia. Segundo o petista, que assumiu o cargo nesta quarta-feira, o impeachment não pode ser usado como meio de luta política. Ele substitui Aloizio Mercadante, que passa a ser o ministro da Educação.

“Considero que o impeachment é um instrumento poderosíssimo para casos muito bem determinados no texto constitucional. Por isso, acho um perigo as pessoas trabalharem o impeachment como se fosse um instrumento de luta política. Ele não trata de luta política. A luta política se trata no debate no Parlamento, na eleição”, afirmou, em sua primeira entrevista coletiva na nova função.

ministro criticou a postura daqueles que, segundo ele, têm agido com o objetivo de “chegar ao impeachment”. “Isso, por si só, já está errado. Tomamos um ano falando o tempo todo que se precisa construir o impeachment, mas ninguém constrói impeachment, ninguém busca. Essa é a grande subversão na minha opinião.”

Wagner acrescentou que a redução da popularidade do governante não pode ser usada como justificativa para tirá-lo do poder. “Significa dizer, se for tocada nessa toada, que toda vez que se tiver um governo que está com a taxa de popularidade baixa, com dificuldade na sua maioria congressual, é a oportunidade para o impeachment? Acho [isso] um risco muito grande, principalmente, no ano em que a gente comemora 30 anos de democracia ininterrupta. Respeito quem está pregando mas, evidentemente, discordo porque acho que é um péssimo uso de uma ferramenta de exceção.”

Jaques Wagner disse que, neste momento, o principal desafio do governo é concluir a reforma administrativa e criar um ambiente positivo para retomada do crescimento. “O anúncio dos novos ministros e os cortes de ministérios são só o começo. Qualquer economia não tem um processo de sustentabilidade definitivo. A economia sempre recebe impacto até das economias de fora.”

:: LEIA MAIS »

TCE ENTREGA À ASSEMBLEIA PARECER DE CONTAS DE WAGNER

Inaldo Paixão entrega parecer prévio ao presidente da Assembleia Legislativa.

Inaldo Paixão entrega parecer prévio ao presidente da Assembleia Legislativa.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) encaminhou à Assembleia Legislativa baiana o parecer prévio das contas de 2014 do ex-governador Jaques Wagner. O documento foi entregue pelo presidente do TCE-Ba, Inaldo Paixão, ao presidente da Assembleia, Marcelo Nilo.

– Dentre todos os trabalhos relevantes do Tribunal de Contas do Estado da Bahia, este é o maior de todos. A apresentação do parecer prévio sobre as contas do governo é o que nós temos de mais relevante em torno do controle das contas públicas – disse Inaldo.
O trabalho do TCE foi elogiado pelo presidente da Assembleia. Nilo prometeu olhar com carinho as contas. “Afinal de contas eles são técnicos. Mas vai tramitar nas comissões pertinentes para que nós possamos levar ao plenário”, afirmou.

GERALDO SE MOVIMENTA DE OLHO EM 2016

Geraldo: pé-de-orelha com Wagner.

Geraldo: pé-de-orelha com Wagner.

O ex-deputado federal Geraldo Simões se movimenta para tentar garantir sua candidatura a prefeito de Itabuna em 2016. Sem muito alarde, manteve na semana passada uma “conversa fecunda” – como diria o saudoso Eduardo Anunciação – com o ex-governador e ministro da Defesa, Jaques Wagner.

“Foi uma boa conversa. Discutimos a conjuntura nacional, o momento pelo qual o PT está passando e a situação regional e local. O ex-governador, embora responda pelo ministério da Defesa, é um dos conselheiros políticos da presidenta Dilma. Isso faz dele um dos nomes de maior peso hoje em Brasília”.
Geraldo, pelo menos por enquanto, nada fala sobre 2015, cargo ou indicação sua para o governo estadual ou federal. Porém, a afirmação sobre a força política de Wagner pode querer dizer muito mais que um simples elogio ao Galego.

ROBINSON ALMEIDA EM BRASÍLIA

Robinson Almeida (à direita) será o chefe de gabinete do ministério de Rosseto.

Robinson Almeida (à direita) será o chefe de gabinete do ministério de Rosseto.

O ex-secretário estadual de Comunicação Social, Robinson Almeida, arrumou as malas e partiu para Brasília. Robinson não assumirá mandato de deputado federal (ele é o terceiro suplente da coligação governista), mas a chefia de gabinete da Secretaria Geral da Presidência da República. Trabalhará ao lado do ministro Miguel Rosseto.

– A partir de agora, vou trabalhar no Palácio do Planalto e me dedicar de corpo e alma a essa nova missão de ajudar a presidente Dilma [Rousseff] a fazer mais um governo vitorioso – disse ele por meio de uma rede social.

Da equipe de Robinson na Secom, permanecem na secretaria nomes como Isaac Jorge, que atuava como assessor de comunicação do governador, e Edmundo Filho, coordenador da área de rádio. A Secom foi assumida pelo jornalista André Curvelo.

RUI: NOVO SAC DE ITABUNA SERÁ INAUGURADO EM DEZEMBRO

Estrutura física do SAC já está pronta e faltam ajustes técnicos (Foto Pimenta).

Estrutura física do SAC, no Shopping Jequitibá, está pronta e faltam ajustes técnicos.

O novo SAC de Itabuna será inaugurado em dezembro, após a conclusão dos ajustes técnicos, conforme assegurou ao PIMENTA o governador eleito da Bahia, Rui Costa, por meio do Twitter.

– Faltam alguns detalhes para a inauguração. Até o final do ano a população terá o serviço à disposição – disse ele.

A unidade itabunense do SAC funcionará no piso superior do Shopping Jequitibá, na Avenida Aziz Maron (Beira-Rio). As obras começaram primeiro semestre deste ano. A parte física está pronta há mais de 30 dias.

O governador Jaques Wagner anunciou a inauguração para outubro, mas houve atraso no cronograma.

rui costa sac itabuna

HORA DO APERTO

 (Foto Pimenta).

(Foto Pimenta).

O governador Jaques Wagner determinou medidas de “aperto” nas contas públicas estaduais, dentre elas cancelamento de férias de servidores em dezembro, reprogramando-as para janeiro de 2015.

A medida ainda prevê suspensão de compra de bens e celebração de novos convênios e foi publicada no Diário Oficial do Estado no ano passado.

A oposição vê neste ato sinal de que as contas do estado não vão bem.

O governo diz se tratar de medidas de praxe em período de transição de governo. A intenção, por essa linha, seria deixar a máquina azeitada para o sucessor e aliado, Rui Costa, também do PT.

WAGNER NO MINISTÉRIO DA FAZENDA?

Wagner na Fazenda (Foto Pimenta).

Wagner na Fazenda (Foto Pimenta).

Não se sabe se faz parte da estratégia de queimá-lo, mas a coluna Radar, assinada pelo jornalista Lauro Jardim, divulga neste início de manhã de sexta-feira (24) que o nome do governador Jaques Wagner, da Bahia, está sendo cotado para assumir o Ministério da Fazenda. Assumiria, claro, se Dilma Rousseff (PT) for reeleita.

Contaria a favor dele o fato de ser habilidoso no relacionamento, também, com o empresariado. Nesta linha, lembram o sucesso do ex-ministro Antonio Palocci, que não era economista ou administrador, mas médico de formação.

A bolsa de apostas políticas, no entanto, dá como certa a nomeação de Wagner para a Casa Civil, caso Dilma seja reeleita.

DILMA EM SALVADOR NESTA QUINTA

Dilma retorna à Bahia para agradecer e pedir votos no segundo turno.

Dilma retorna à Bahia para agradecer e pedir votos no segundo turno.

Antes da caminhada do Largo de Roma até a Igreja do Bonfim nesta quinta (9), a presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), terá reunião com prefeitos, vices, ex-prefeitos e deputados, no Museu do Ritmo, no Comércio.

Já a caminhada, está prevista para as 11 horas, com concentração na Praça Irmã Dulce, acompanhada do governador Jaques Wagner, do governador eleito, Rui Costa, do vice-governador eleito, João Leão, e do senador eleito Otto Alencar.

WAGNER E MINISTRO LANÇAM LICITAÇÃO DE OBRAS DA ILHÉUS-ITABUNA

 

Pista atual da rodovia terá ações de preservação ambiental e recuperação (Foto Pimenta/Arquivo).

Rodovia Ilhéus-Itabuna terá licitação lançada nesta segunda (Foto PIMENTA).

EM PRIMEIRA MÃO

Wagner: licitação via RDC (Foto Pimenta).

Wagner: licitação via RDC (Foto Pimenta).

O governador Jaques Wagner e o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, lançam amanhã, às 17h, o edital de licitação para a obra de duplicação da Rodovia Ilhéus-Itabuna. A licitação será pelo Regime Diferenciado de Contratações (RDC). Por este regime, a empresa vencedora poderá ser conhecida em até 45 dias e a obra começar em até dois meses.

Conforme apurou o PIMENTA, a autorização será assinada durante a entrevista que Wagner concederá a veículos de comunicação do sul da Bahia, nesta segunda (8), no Príncipe Hotel, em Itabuna. A estimativa é de que a duplicação custe R$ 180 milhões.

As licenças para a obra já foram concedidas pelo Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), órgão ambiental do governo baiano. Parte dos recursos para a obra já está assegurada no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

A nova pista será construída à margem direita do Rio Cachoeira. Três pontes serão construídas nas proximidades da Ceplac, da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e do Banco da Vitória para interligar a nova pista coma atual. A extensão do novo trecho da Ilhéus-Itabuna será pouco menor que vinte quilômetros, atingindo o Banco da Vitória.

Após o governo federal delegar a obra ao Estado, a duplicação será executada com a supervisão do Departamento de Infraestrutura de Transporte da Bahia (Derba), hoje comandado pelo itabunense Saulo Pontes.

Plotagem aponta o traçado da nova pista (Projeção Projeção traz o traçado da nova pista (confira seta) da Rodovia Ilhéus-Itabuna (Projeção Pablo Joaquim e Wallace Silva).

Plotagem aponta o traçado da nova pista (Projeção Pablo Joaquim e Wallace Silva / PIMENTA).

AULA INAUGURAL DA UFSB

A assinatura ocorrerá momentos antes da aula inaugural da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). A aula será proferida pelo ministro da Educação, José Henrique Paim, no campus Jorge Amado, em Ferradas (trecho Itabuna-Ibicaraí da BR-415), às 18 horas.

A UFSB funcionará, inicialmente, com 1.050 alunos, sendo 720 nos campi de Itabuna, Porto Seguro e Teixeira de Freitas e 330 em unidades que integrarão a rede de Colégios Universitários (CUNIs). A reitoria foi instalada em Itabuna em setembro do ano passado.

A estimativa é de que a universidade ofereça 36 cursos de graduação e tenha cerca de 11,1 mil alunos até 2020.

Aulas na UFSB começam nesta segunda-feira (Foto Gabriel Oliveira).

Aulas na UFSB começam nesta segunda-feira (Foto Gabriel Oliveira).

WAGNER LAMENTA PERDA DE RILZA

WagnerLembrando o legado de Rilza Valentim, o governador Jaques Wagner lamentou, há pouco, a morte da prefeita de São Francisco do Conde, na Região Metropolitana de Salvador. Ela sofria anemia falciforme e faleceu por volta das 17h30min, no Hospital Aliança, na capital baiana.

– Rilza cumpriu sua missão e será sempre um exemplo de luta em defesa das causas sociais e pelo desenvolvimento da nossa Bahia. Representava a força da mulher, negra e nordestina, que venceu por sua garra e determinação – disse.

Wagner destacou, dentre as lutas de Rilza, a implantação da Universidade Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab). Rilza foi eleita prefeita em 2008 e acabou sendo reeleita em 2012 com 75,89% dos votos.

RUI COSTA: “ERA UMA LÍDER AUTÊNTICA”

rui costa2O deputado federal, ex-secretário e candidato ao governo baiano, Rui Costa (PT), se disse triste e consternado com a morte de Rilza Valentim, “sobretudo porque Rilza Valentim partiu tão prematuramente, com tantos sonhos e projetos a realizar”.

– Rilza era uma líder autêntica e idealista, que combatia as injustiças e defendia a liberdade e a igualdade. Deixou um legado de grandes realizações e desenvolvimento para  cidade onde nasceu e construiu sua trajetória política disse.

Devido à morte da companheira de partido, Rui anunciou nesta noite que suspenderia todas as atividades de campanha previstas para esta sexta (25). O velório de Rilza está previsto para a tarde de amanhã.

Líder do PT na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Rosemberg Pinto disse que recebia a notícia com muita dor e tristeza. O parlamentar era amigo de Rilza Valentim. “Não só São Francisco do Conde, mas toda a Bahia perde hoje uma grande filha, mãe e mulher, que nunca mediu esforços para lutar por conquistas para seu município e condições dignas para seu povo”.

Rilza Valentim ao lado do deputado e amigo, Rosemberg Pinto.

Rilza Valentim ao lado do deputado e amigo, Rosemberg Pinto.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA APROVA AUTONOMIA DO CORPO DE BOMBEIROS

Corpo de Bombeiros 1

Corpo de Bombeiros será desvinculado da PM na Bahia.

Zé Neto é líder do governo na AL-BA.

Zé Neto é líder do governo na AL-BA.

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que torna independente da Polícia Militar o Corpo de Bombeiros na Bahia foi aprovado nesta segunda (30) pela Assembleia Legislativa (AL-BA). Com a autonomia, a corporação passará a ser chamada Corpo de Bombeiros Militar da Bahia.

– Eles agora terão autonomia e liberdade para se adequar às suas necessidades, ter planejamento e diretrizes próprias, sem com isso perder condição militar – afirma o líder do Governo, Zé Neto (PT).

A proposta de autonomia do Corpo de Bombeiros foi discutida durante a greve da Polícia Militar, em abril. A PEC foi encaminhada pelo governador Jaques Wagner ao legislativo em maio (relembre aqui).

A Assembleia ainda deverá votar, nos próximos dias, a Lei de Organização Básica da Polícia Militar, segundo o deputado Zé Neto (PT). O projeto está recebendo emendas e modificações, sugeridas por militares, e deverá ser apreciado em regime de urgência.

PROFESSORES

Ainda na sessão de hoje, o legislativo baiano aprovou  duas propostas que beneficiam os professores. A primeira altera o Estatuto do Magistério e modifica itens na carreira. Os docentes de níveis fundamental e médio farão um curso de aperfeiçoamento que garantirá as promoções.

Outro ponto é que aqueles educadores que exercem cargos de confiança terão a opção de continuar a receber a Gratificação de Estímulo a Atividades de Classe ou receber a Gratificação por Condições Especiais de Trabalho (CET), que passará a ser a diferença entre o valor atribuído ao cargo comissionado e o da primeira bonificação. Redação com informações do Bahia Notícias.

PRB CONFIRMA ALIANÇA COM SOUTO. VANE DEVE FICAR NEUTRO NA CAMPANHA

Com o PRB indo de Souto, Vane tem um pepino nas mãos para descascar..

Com o PRB indo de Souto, Vane tem um pepino nas mãos para descascar..

O deputado federal Márcio Marinho (PRB) anunciou hoje que o seu partido apoiará o candidato do DEM ao governo baiano, Paulo Souto. Segundo ele, a decisão foi tomada após consulta às principais lideranças dos republicanos no interior e na capital do estado.

A decisão tomada por Marinho e pelo PRB contraria o prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, para quem a melhor decisão seria apoiar o candidato petista, Rui Costa.

Vane deve anunciar nos próximos dias qual será o seu posicionamento na campanha eleitoral estadual, mas a tendência é de que mantenha o apoio a Márcio Marinho, mas fique neutro na disputa ao governo baiano.

Marinho e lideranças do partido estarão, amanhã, na convenção que sacramentará Souto o candidato do DEM.

VALDEMIRO APRESSOU O PRB

A posição tomada pelo PRB baiano pouco tem a ver com cálculo eleitoral. A reaproximação com o carlismo tem a ver com a ameaça de o Bispo Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus.

Valdemiro estava disposto a jogar alto, financeiramente falando, na campanha de Souto, numa tentativa de aumentar os tentáculos da sua igreja na Bahia, mas no campo político e das comunicações (relembre aqui).

FUNCIONAMENTO DO METRÔ É “VITÓRIA DA PERSEVERANÇA”, DIZ RUI COSTA

Metrô de Salvador começa a funcionar hoje, gratuitamente (Foto Manu Dias).

Metrô de Salvador começa a funcionar hoje, gratuitamente (Foto Manu Dias).

Rui Costa: vitória da perseverança.

O pré-candidato ao governo baiano, Rui Costa (PT), disse que a entrada em operação do metrô de Salvador, hoje, é “dívida quitada” e “superação de dificuldades”, além de “vitória da perseverança e do trabalho”.

Tido pela presidente Dilma Rousseff e pelo ex-presidente Lula como um dos responsáveis por fazer o metrô circular, Rui Costa, ex-secretário estadual da Casa Civil, diz ter sentimento de dever cumprido ao “destravar o metrô, parado há 14 anos”.

– Tenho muito orgulho de cumprir essa determinação, mas minha meta agora é fazer o metrô chegar até Cajazeiras e Lauro de Freitas – comprometeu-se.

O sistema será inaugurado em instantes (previsto para a faixa das 10h) com uma primeira viagem oficial no trajeto Acesso Norte / Campo da Pólvora / Acesso Norte. Da viagem, participam o governador Jaques Wagner e a presidente Dilma Rousseff. O sistema metroviário está sob administração do estado desde abril do ano passado.

CÂMARA REPROVA CONTAS DE MARCOS DANTAS

marcos dantasO ex-prefeito de Itajuípe Marcos Dantas (PP)  a integrar a lista dos fichas sujas da política. Hoje, o político que governou a Velha Pirangi por dois mandatos (2004-2012) teve as contas de 2012 reprovadas por 9 votos a 2. O legislativo já havia reprovado as contas de 2011 – e pelo mesmo placar.

Apenas os vereadores Raimundo Alves, o Raimundo da AABB, e Ivan Júnior votaram contra o relatório do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). O parecer do tribunal era pela rejeição das contas do ex-prefeito devido a várias irregularidades cometidas no último ano de mandato. Com a inclusão na lista dos fichas sujas, Dantas fica impedido de disputas eleitorais pelos próximos oito anos, conforme a Lei Ficha Limpa.

O capital político é assumido pela sobrinha, Si Dantas, que há menos de 30 dias foi expulsa do PSD. É acusada de trair o partido ao anunciar apoio a Paulo Souto (DEM). O PSD é comandado na Bahia pelo vice-governador Otto Alencar, hoje candidato ao Senado Federal na chapa do petista Rui Costa, que disputa a sucessão de Jaques Wagner..

NÃO PODEMOS PERDER O TREM DA HISTÓRIA

Davidson MagalhãesDavidson Magalhães1

É preciso trabalhar ainda mais para adequar-se a essa nova potencialidade de desenvolvimento que se conjectura, sob pena de perdermos a passagem do trem da história.

Há sete anos, quando assumi a presidência da Bahiagás, passamos a investir pesado na construção de gasodutos para levar o gás natural aos municípios das regiões sul e extremo sul.

Com a chegada do gás natural e da rede de distribuição da Bahiagás, os municípios passaram a dispor de uma fonte de energia mais limpa e de menores custos, que favorece a implantação de indústrias, estimula o comércio, beneficia a construção civil e a economia familiar. Este panorama descortina novos horizontes de patamares econômicos e concretas perspectivas de melhoria da qualidade de vida para todos os habitantes.

A Bahiagás expandiu-se na região porque sabíamos que estrategicamente era preciso criar condições para atender à nova demanda do desenvolvimento regional, focada no sul da Bahia, onde se realiza um dos mais importantes eixos de obras estruturantes do governo Jaques Wagner que, em parceria com o governo federal, encarou o desafio.

O complexo logístico produtivo do sul da Bahia é uma infraestrutura fundamental e gigantesca para recolocar o progresso nos trilhos, a partir da Fiol (Ferrovia de Integração Oeste-Leste), Porto Sul da Bahia, Aeroporto Internacional de Ilhéus (o governo do estado já recebeu a autorização para a construção) e a Zona de Processamento de Exportação (ZPE), além da duplicação da BR-415, no trecho Ilhéus-Itabuna.

A Ferrovia Oeste-Leste, entre Ilhéus e Figueirópolis (Tocantins), com 1527 km de extensão, cria uma nova vertente de desenvolvimento ao integrar a economia do sul da Bahia ao oeste, zona de maior produção do estado, e a área de mineração de Caetité. Além de escoar a produção da Bahia, a Oeste-Leste servirá de elo para a interligação a outros polos do país, através da conexão que terá com a Ferrovia Norte-Sul, em Figueirópolis (TO), transformando o novo porto em Ilhéus no grande escoadouro destas produções.

A dinâmica deste complexo logístico tem como desdobramentos estratégicos a agregação de valor para cadeias produtivas do Semiárido, Oeste e Brasil Central, a sinergia com o turismo e a cadeia do cacau. Serão criadas condições para adensar cadeias produtivas nos segmentos têxtil, de alimentação, mineral, entre outros. Sem esquecermos o crescimento que advirá para a extensa cadeia de prestação de serviços.

Somos também a região de uma instituição do porte da Ceplac, com um complexo educacional de nível superior da qualidade da Uesc, agora acrescido com uma recente conquista de todos nos: a instalação da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), oferecendo até o ano de 2020 cerca de 18 mil vagas, novas escolas técnicas federais e o Pronatec.

Este conjunto de cenários sociais dará à economia regional uma dinâmica excepcional para a atração de novos investimentos e geração de emprego e renda. Haverá substancial aumento dos recursos municipais, criando as condições para um novo ciclo de acumulação de capital, agora integrado por diversos segmentos econômicos e de perfil diferencial do capital agrário e mercantil do tempo do cacau.

:: LEIA MAIS »

VANE PEDE NOVO PRESÍDIO EM ITABUNA

Vane: novo presídio (Foto Pimenta).

Vane: novo presídio (Foto Pimenta).

O prefeito Claudevane Leite emitiu nota em que lamenta a rebelião ocorrida no presídio de Itabuna, nesta sexta (23), e disse que vai pedir ao governador Jaques Wagner agilidade na construção de novo conjunto penal. Vane informou que o terreno já foi doado ao governo baiano e está localizado na região de Ferradas, às margens da BR-415.

Para o prefeito, a superlotação do presídio colaborou para o que classificou como tragédia hoje. “A superlotação no presídio é um dos componentes mais fortes entre os fatores que provocam uma rebelião”, disse.

O gestor ainda destacou o empenho de profissionais do Samu e do Hospital de Base, para onde foram encaminhados os mais de 30 feridos. Vane ainda citou ações na área social como meio de oferecer a crianças e jovens opções de cultura, esporte e formação profissional, afastando-os das drogas e do crime.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia