WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: ‘Jaques Wagner’

“MAIS IMPORTANTE É ONDE PODEMOS CHEGAR”, AFIRMA IDEALIZADOR DO FESTIVAL DO CHOCOLATE

Aberto ontem à noite, Festival do Chocolate e Cacau vai até domingo (Foto Pimenta).

Aberto ontem à noite, Festival do Chocolate e Cacau vai até domingo (Foto Pimenta).

Wagner e Marco Lessa na abertura do festival (Foto Pimenta).

Wagner e Lessa na abertura do festival (Foto Pimenta).

A verticalização da cadeia produtiva do cacau é um dos desafios do Sul da Bahia e foi a mensagem presente na abertura da quinta edição do Festival Internacional do Chocolate e Cacau da Bahia, em Ilhéus, ontem. “Mais importante do que onde estamos é onde podemos chegar”, afirma o diretor da MVU Eventos e idealizar do evento, o publicitário Marco Lessa.

O governador Jaques Wagner foi na mesma linha e ressaltou a evolução do festival em cinco anos, quando saiu de três para 14 o número de produtores de chocolate no sul da Bahia em exposição no Centro de Convenções de Ilhéus. “Temos o cacau e não podemos abrir mão de transformá-lo em chocolate para agregar valor. Por isso temos lutado pelo bom preço do cacau e realizado uma série de ações para apoiar os produtores baianos”, disse Wagner.

As condições para fabricar chocolate com alto teor de cacau são ressaltadas por Lessa como fatores que podem qualificar ainda mais o destino turístico Costa do Cacau. “Temos condições de ser o mais qualificado destino de chocolate do mundo”, disse. Num discurso pontuado pelo combate à ideia de “esperar por milagres”, o publicitário e idealizador do festival apresenta outro desafio. “Vamos cobrir essa região de mais esperança”.

Wagner degusta chocolate com 70% de cacau fabricado em Ibicaraí (Foto Pimenta).

Wagner degusta chocolate com 70% de cacau (Foto Pimenta).

Nessa linha, o publicitário aponta avanços também na intenção de transformar esse apelo em produto turístico, a exemplo da da Rota do Cacau, Rodovia Ilhéus-Uruçuca (BA-262), que tem no seu trajeto belas e conservadas fazendas de cacau e áreas de produção de chocolate. “Não se deve esperar por milagres, mas fazer [acontecer”. A Rota do Cacau é roteiro que está sendo formatado pela Associação de Turismo de Ilhéus (Atil) com a Secretaria Estadual de Turismo.

O FESTIVAL

O Festival do Chocolate e Cacau da Bahia foi aberto ontem (3) e será encerrado no próximo domingo (7). No Centro de Convenções de Ilhéus, haverá palestras com nomes renomados da cadeia do cacau – dentre eles, chocolatiers, oficinas, Feira do Cacau, ChocoCine e espaço para o público infantil (Fábrica de Chocolate), além de concurso de amêndoas.  A entrada é gratuita.

A área de exposição reúne estandes de produtores de chocolates finos com concentração de cacau que chega a 70%, a exemplo da Cacau Bahia, de Ibicaraí, e a Modaka Cacau Gourmet, de Barro Preto. O evento reúne 50 expositores e espera atrair cerca de 30 mil pessoas nos cinco dias.

 

Saulo Fernandes é uma das atrações do festival deste ano.

Saulo Fernandes é uma das atrações do festival deste ano.

SAMBÔ E SAULO FERNANDES

O evento também reúne expressões da música nacional com shows pagos. Neste ano, as atrações confirmadas são o conjunto Sambô e Saulo, ex-Banda Eva, na Arena Chocolate (Concha Acústica). Sambô se apresenta nesta quinta, às 22h, e o show de Saulo será no sábado (6). Ingressos podem ser adquiridos no Stand do Carioca e Encantur (Ilhéus) ou no Shopping Jequitibá (Itabuna). Na área livre, no Centro de Convenções, todas as noites haverá shows gratuitos de artistas regionais.

SERVIÇO

Festival do Chocolate e Cacau
Quando: 3 a 7 de Julho
Onde: Centro de Convenções de Ilhéus
Entrada franca (exceto shows de Sambô e Saulo, na Concha).

Confira programação completa no site www.festivaldochocolate.com/2013/

SENADORA DEFENDE DESMILITARIZAÇÃO DA PM

Lídice defende desmilitarização da PM.

Lídice defende desmilitarização da PM.

A senadora Lídice da Mata (PSB) defendeu hoje em entrevista ao programa Acorda pra vida (Salvador) um debate aprofundado sobre a desmilitarização da PM. Ela disse reconhecer que, nas manifestações, o clima fica tenso, mas enxergou exageros da polícia na repressão às manifestações nos últimos dias.

No ato do dia 22 de junho, por exemplo, o repórter Francis Juliano, do Bahia Notícias, foi preso ao questionar o motivo do espancamento pelos militares de um fotógrafo. O PM que deu a ordem de prisão foi o capitão Temístocles. Além de prender o jornalista, o policial disse, em outros termos, que o repórter era homossexual e “filho da p…”.

A desmilitarização da PM é uma das reivindicações da Carta Aberta do MPL Salvador. O assunto também foi discutido pela Associação Baiana de Imprensa (ABI), Sindicato dos Jornalistas da Bahia (Sinjorba), Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Estado da Bahia (Arfoc) e a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Bahia, que estão elaborando um dossiê sobre os excessos cometidos pela Polícia Militar contra profissionais de imprensa.

O relatório será entregue ao governador Jaques Wagner, à Secretaria da Segurança Pública da Bahia, à Corregedoria da PM e ao Ministério Público Federal. Na reunião foram ouvidos os profissionais vítimas da polícia: o repórter fotográfico Almiro Lopes (Correio da Bahia), o editor Evilásio Jr e o repórter Francis Juliano, ambos do Bahia Notícias.

O PRESENTE DA CIDADE

Jabes (1)Jabes Ribeiro | ilheus.secom@gmail.com

É preciso salientar que desde janeiro tomamos medidas administrativas importantes para assegurar a prestação de serviços públicos, reduzindo gastos abusivos.

Quando concordei em concorrer pela quarta vez à Prefeitura de Ilhéus, sabia que tinha pela frente uma longa e dura jornada para devolver a dinâmica social, econômica e cultural do município e resgatar a autoestima da população, que parecia não mais ver soluções para os graves problemas que se enraizaram nos últimos anos.

Sabia que o desafio não era apenas administrativo, dizia respeito também à retomada da credibilidade do município junto às esferas Federal e Estadual, sem a qual não seria possível conseguir o apoio necessário para trazer os benefícios que Ilhéus tanto precisa.

Neste aniversário de Ilhéus, com a assinatura, pelo governador Jaques Wagner, da ordem de serviço para a construção da nova ponte que ligará o centro à região sul, damos mais um importante passo para ultrapassar aquela barreira do descrédito que travava o desenvolvimento do município. Fomos ao governador, explicamos nossa situação, pedimos urgência, e hoje estamos celebrando este presente.

A construção da primeira ponte estaiada da Bahia é de fato um presente para a cidade. Um presente tão esperado, que vai promover melhorias na mobilidade urbana e colaborar com o transporte de cargas aqui no sul e, posteriormente, em todo o Estado, com a implantação da Ferrovia Oeste Leste (Fiol) e do Porto Sul. A ponte já é uma realidade. Já faz parte do presente da cidade.

Graças ao êxito da nossa parceria com o Estado, podemos dizer que também já fazem parte do presente da cidade o novo Hospital Regional, uma Unidade Básica de Segurança e um Núcleo do Sistema Baiano de Incubação, que fortalecerá as atividades do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico em Informática e Eletroeletrônica de Ilhéus (Cepedi). Todos projetos prontos para ser implantados. E já está em fase final o projeto executivo para a requalificação da Central de Abastecimento do Malhado.

Temos um diálogo permanente com pastas importantes do governo Federal, obtendo apoio para iniciativas como o saneamento da Bacia do Pontal e a retomada do programa Viva o Morro (incluídas no cronograma de verbas do PAC II), e buscamos incluir Ilhéus no programa Cidades Digitais. Já iniciamos a construção do Centro Educacional Unificado das Artes e dos Esportes, com recursos do PAC II, e demos continuidade às obras de Requalificação da Orla Sul, paralisadas desde meados do ano passado, e garantimos duas Unidades de Pronto Atendimento (nas zonas Norte e Sul).

:: LEIA MAIS »

SEXTA SEM DILMA

Dilma: visita cancelada.

Dilma: visita cancelada.

O Planalto confirmou nesta quinta (20) notícia divulgada com exclusividade pelo PIMENTA. A presidente Dilma Rousseff cancelou os compromissos dela na Bahia (relembre aqui), programados para esta sexta (21).

Mais tarde, a Agência Brasil e outros veículos nacionais publicariam a informação. A versão oficial confirma que o cancelamento ocorreu devido à onda de protestos no País e pedido do governador Jaques Wagner para que fosse adiada a visita.

Dilma viria ao Estado para lançamento do Plano Safra do Semiárido e entrega de equipamentos e veículos na área de Educação. Dilma pode vir na próxima semana.

GOVERNO NÃO CONCLUI OBRA E CÂMARA QUASE APROVA MOÇÃO DE REPÚDIO CONTRA WAGNER

Centro de convenções abandonado em Itabuna.

Centro de convenções abandonado em Itabuna.

Faltaram só 3 votos para moção contra Wagner (foto) ser aprovada.

Faltaram só 3 votos para moção contra Wagner (foto) ser aprovada.

A Câmara de Vereadores de Itabuna acabou rejeitando a moção de repúdio contra o governador Jaques Wagner proposta por José Silva (PSDB). O vereador cobra a conclusão do teatro e do centro de convenções de Itabuna.

A obra foi interrompida em outubro de 2006, pelo então governador Paulo Souto (DEM). Wagner assumiu em 2007, mas não retomou a obra, alegando erros estruturais.

Para Zé Silva, o governador deveria concluir a obra de, aproximadamente, R$ 20 milhões e na qual já foram investidos mais de R$ 3 milhões. A construção virou um elefante branco e já foi objeto de matéria no Fantástico (Rede Globo).

Zé Silva acabou obtendo 11 votos, mas precisava de 14 para que a moção fosse aprovada. Vereadores de partidos da base do Governo Wagner e até de oposição votaram contra a proposição.

Votaram contra os vereadores Júnior Brandão (PT), Aldenes Meira e Jairo Araújo (ambos do PCdoB), Glebão (PV), Nadson Monteiro (MD), Joilson Rosa (PSDC), Paulinho do PT e Pastor Francisco (PRB). Brandão lembrou que o município precisava reforçar a sua parceria com o governo e a aprovação da proposta de Zé Silva não era boa para Itabuna.

Dentre os vereadores que aprovaram a moção, está o líder do Governo Vane na Câmara, César Brandão (MD).

Ruy Machado (PTB) e Soldada Valéria (PSC) não compareceram à sessão de hoje.

DILMA SANCIONA LEI QUE CRIA A UFESBA

Wagner comemora lei da Ufesba.

Wagner comemora lei da Ufesba.

A lei de implantação da Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufesba) será sancionada pela presidente Dilma Rousseff, na próxima quarta, 5, em Brasília, segundo antecipou, hoje, o governador Jaques Wagner.

A Ufesba foi aprovada pelo Congresso Nacional em maio e vai oferecer mais de 30 cursos de graduação e 11 mil vagas nos campi em Teixeira de Freitas, Porto Seguro e Itabuna, que será a sede da reitoria da instituição. A estimativa é de que a instituição tenha 600 professores e, aproximadamente, 700 funcionários da área administrativa.

O acesso aos cursos será feito por meio do Sistema Unificado de Seleção (Sisu). Para se inscrever, o aluno precisa participar e obter boa média no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano. O ato em Brasília está entre os assuntos tratados por Wagner na Conversa com o governador (ouça aqui), editado pelo jornalista Edmundo Filho.

CAMPUS DA UNEB EM VALENÇA – FINALMENTE! – SERÁ INAUGURADO

Alunos fizeram protesto pela inauguração das novas instalações do campus.

Alunos fizeram protesto pela inauguração das novas instalações do campus.

Após protestos de estudantes, o campus da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), finalmente, será inaugurado nesta sexta-feira, 17, em solenidade com o governador Jaques Wagner.

O novo campus tem 16 salas de aula e dois laboratórios de informática e ocupa área de 14 mil metros quadrados, além de espaço para o Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) e diretórios acadêmicos dos cursos de Direito e Pedagogia.

Os estudantes dos dois cursos oferecidos no campus de Valença da Uneb fizeram protesto em março. Eles colocaram nariz de palhaço em suas fotos em perfis nas redes sociais, além de promover mobilização para denunciar o atraso e desperdício de recursos nas obras do campus (relembre aqui). As antigas instalações eram alugadas. Os estudantes reclamavam das condições precárias.

“UNIDOS VENCEREMOS”

Rosemberg e Nilo (Foto Sisal N).

Rosemberg e Nilo (Foto Sisal Notícias).

Momento hilário na manhã deste sábado, 11, durante a inauguração da usina de beneficiamento de leite em Coaraci.

Diante do governador Jaques Wagner, o presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT), fez uma provocação a Rosemberg Pinto (PT), que tentou disputar o comando da AL na última renovação da mesa diretora.

Nilo, presidente desde 2007, cutucou Rosemberg:

– Você deveria parar de disputar comigo e apoiar minha candidatura ao Governo do Estado. Aí eu lhe apoio para a presidência da Assembleia.

Gargalhada geral, Nilo arrematou:

– Hoje, Rosemberg, a chance de você ser presidente da Assembleia é a mesma que eu tenho de ser governador.

WAGNER INAUGURA FÁBRICA DE LATICÍNIOS

Fábrica será inaugurada nesta manhã de sábado.

Fábrica será inaugurada nesta manhã de sábado.

O governador Jaques Wagner inaugura, hoje, às 9h, a Fábrica de Laticínios Almada, em Coaraci, no sul da Bahia. A unidade atenderá produtores rurais de oito municípios sul-baianos e reorganiza a cadeia produtiva do leite.

A unidade ocupa área de 13 mil metros quadrados, no quilômetro 2 da BA-262, e terá capacidade para processar até 10 mil litros de leite por dia, além de contar com tanques de beneficiamento nos municípios beneficiados.

Com investimento de 1,2 milhão da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), da Secretaria Estadual de Desenvolvimento e Integração Regional (Sedir), a Laticínios Almada produzirá manteiga, iogurte, leite do tipo C, doce de leite e queijos mozarela, prato e minas frescal.

O investimento do governo baiano e as ações do Vida Melhor beneficiam cerca de 300 produtores dos municípios de Coaraci, Itajuípe, Almadina, Itapitanga, Barro Preto, Ibicaraí, Floresta Azul e Ilhéus (Distrito de Inema). A fábrica é resultado de convênio do governo baiano com a Cooperativa dos Produtores de Leite das Bacias do Almada e Gongogi (Coopragi).

BAHIA TERÁ R$ 5 BILHÕES EM INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA, DIZ MINISTRO

Wagner, dfadfdafdaf (Manu Dias/GovBA).

Borges e Wagner (ponta direita) discutem investimentos (Manu Dias/GovBA).

O governo federal projeta investir R$ 5 bilhões em infraestrutura logística na Bahia em um prazo de cinco anos, segundo afirmou ao governador Jaques Wagner o ministro dos Transportes, César Borges. A apresentação foi feita ontem, 2, na Governadoria, em audiência que também contou com a participação do secretário estadual de Infraestrutura, Otto Alencar.

Os R$ 5 bilhões contemplam investimentos como a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) e manutenção e construção de rodovias federais. Borges citou a duplicação da BR-101 no entroncamento com a BR-324 até Sergipe e de Eunápolis até a divisa com o Espírito Santo. Não houve citação às obras de duplicação da BR-415, trecho Ilhéus-Itabuna.

OTTO ALENCAR: “O CANDIDATO QUE WAGNER APONTAR EU APOIO. JOGO PARA O TIME”

O vice-governador Otto Alencar (PSD) disse ao PIMENTA que apoiará em 2014, para governador, o candidato que Jaques Wagner e o conjunto de 13 partidos da base aliada apontarem. “Pode ser qualquer um. Eu jogo para o time”, disse, afirmando que, às vezes, o atacante sofre o pênalti, mas quem cobra é o goleiro.

Otto desconversou ao comentar a “forcinha” do PP à sua candidatura a governador. Agradeceu o gesto do dirigente progressista na Bahia, Mário Negromonte. “Fico feliz por me conhecer há 30 anos e saber que eu sou leal, sincero, verdadeiro”. E disse que apoia a decisão de Wagner qualquer que seja o escolhido: “pode ser Rui Costa, Gabrielli, Caetano, Marcelo Nilo, Lídice da Mata, primeira prefeita de Salvador, primeira senadora da Bahia”. Confira em vídeo.

JABES LAMENTA CRISE E WAGNER IRONIZA “CHORORÔ”

O prefeito Jabes Ribeiro (PP) passou parte do seu discurso em evento da Bahiagás, hoje, 24, lamentando a situação financeira de Ilhéus e pediu ao governador Jaques Wagner que também defenda um novo pacto federativo.

A resposta de Wagner ocorreu na sequência, em tom irônico:

– É que hoje eu vim sem carteira. Eu quase tiro um real para dar para ele – disse governador, provovando risos na plateia formada por jornalistas, políticos e empresários sul-baianos. Wagner emendou lembrando que o Estado da Bahia perdeu R$ 300 milhões entre fevereiro e março, resultado da queda no repasse do Fundo de Participação dos Estados (FPE), e nem por isso estava a se lamentar.

O governador encerrou a sua crítica a Jabes lembrando que nenhum político é obrigado a assumir cargo. “Ninguém nos obrigou a estar aqui”. E enfatizou que é o político quem corre atrás de voto. “Então, temos que nos virar”, completou. As críticas foram feitas em cerimônia da Bahiagás, hoje, em Ilhéus (confira abaixo). Wagner até brincou, dizendo que precisaria de um lençol para o chororô do mandatário ilheense.

Para amenizar a “pegada”, o governador lembrou dos projetos em Ilhéus e das obras da nova ponte (“vai virar um cartão postal [de Ilhéus]”), fechando o discurso com um gracejo:

– Espero, Jabes, que você tenha ficado mais alegre. Otto lhe arrrumou um real aí?

Apesar de defender o pacto federativo, o prefeito ilheense é criticado pelos colegas por não participar das reuniões. Até agora, Jabes não compareceu a nenhum dos encontros da Associação dos Municípios do Sul, Extremo-Sul e Sudoeste da Bahia (Amurc) e nem do evento estadual Diálogos Territoriais, realizado pela Secretaria de Planejamento (Seplan), no mês passado, em Itabuna. Jabes é fundador da Amurc.

Enquanto Jabes discursa…

Jabes lamenta falta de dinheiro nos cofres do palácio (Foto Pimenta).

Jabes lamenta falta de dinheiro nos cofres do palácio (Foto Pimenta).

… Otto Alencar e Wagner riem do eterno “chororô”

Otto e Wagner riem enquanto Jabes engata um "chororô" pela falta de dinheiro (Foto Pimenta).

Otto e Wagner riem enquanto Jabes “chororô” pela falta de dinheiro (Foto Pimenta).

WAGNER CRITICA LEGISLAÇÃO AMBIENTAL E DIZ QUE “PARAR OBRA DA FIOL É CRIME”

Wagner critica legislação ambiental e pede mais flexibilidade (Foto Pimenta).

Wagner critica legislação ambiental e pede mais flexibilidade (Foto Pimenta).

O governador Jaques Wagner aproveitou a solenidade de lançamento de edital do Gasoduto Itabuna-Ilhéus para fazer críticas ao rigor na fiscalização ambiental, que tem, na leitura do gestor, atrapalhado o andamento de grandes obras. Wagner citou o atraso nas obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) devido a entraves ambientais.

“Por causa de 2%, 5% de políticos errados, a gente para o país. Todos sabem da luta que foi para trazer a ferrovia, um projeto tirado da gaveta após 150 anos. Acho um crime parar uma obra que está andando como a Ferrovia Oeste-Leste”, disse Wagner.

O governador direcionou críticas a ambientalistas ao também citar o Porto Sul. Ele ainda lembrou que, hoje, o Porto de Salvador está situado numa das regiões do metro quadrado mais caro da capital baiana e o Porto de Suape, na Grande Recife, “está a um quilômetro do Porto de Galinhas”.

OBRA DA NOVA PONTE COMEÇA EM 3 SEMANAS

O governador ainda citou a importância do gasoduto Itabuna-Ilhéus para atração de investimentos para os dois maiores municípios do sul-baiano. Wagner antecipou que, em três semanas, devem começar as obras para construção da ponte que ligará o centro de Ilhéus à zona sul do município. O vencedor da licitação foi anunciado ontem (veja aqui).

GASODUTO ITABUNA-ILHÉUS

A solenidade realizada no centro de convenções do hotel Praia do Sol, em Ilhéus, pela Bahiagás lançou o edital para as obras que vão estender a linha de gasoduto de Itabuna para Ilhéus. São 36 quilômetros de dutos que vão transportar gás natural para o município da Costa do Cacau. O investimento é de R$ 45 milhões.

O presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, disse que o investimento para expandir a rede de distribuição de gás natural no Sul da Bahia chega a R$ 70 milhões. A previsão é de que as obras comecem em agosto deste ano. O prazo de conclusão, segundo Davidson, é de dois anos. Ele aponta ganhos econômicos e ambientais para o sul da Bahia com a expansão do gás natural.

WAGNER DEMITE POLICIAL CIVIL QUE MATOU AGENTE PENITENCIÁRIO NO ESPORA DE OURO

Cantídio foi demitido da Polícia Civil.

Cantídio foi demitido da Polícia Civil.

O investigador Cantídio Nascimento Filho foi demitido dos quadros da Polícia Civil pelo governador Jaques Wagner. A demissão está publicada no Diário Oficial do Estado desta terça, 23. No decreto simples assinado por Wagner, o investigador foi destituído dos quadros da polícia por “infração” considerada incompatível “com o exercício da função policial”.

Cantídio matou com um tiro o agente penitenciário Marcone Pena dos Santos, em 6 de maio do ano passado, durante uma festa no parque de vaquejada Espora de Ouro, em Itabuna.

O investigador assediou, segundo testemunhas, a esposa de Marcone. O agente penitenciário e o investigador discutiram. Cantídio sacou uma pistola Taurus ponto 40 e atirando no agente.

O disparo atingiu a barriga de Marcone, que morreu no local. O investigador foi preso em flagrante e, depois, transferido para a Corregedoria-Geral da Polícia Civil, em Salvador.

Cantídio, além desse crime, respondia por um outro, cometido em 2005, também no Espora de Ouro, quando disparou contra uma pessoa, atingindo a perna da vítima, sendo indiciado por lesões corporais.

INVESTIMENTO EM INFRAESTRUTURA

WagnerOs investimentos em infraestrutura na capital baiana e no interior do estado são temas da edição desta semana do programa Conversa com o Governador. Jaques Wagner ressaltou os R$ 63 milhões que serão aplicados na construção do complexo de viadutos do Imbuí, em Salvador.

A assinatura da ordem de serviço para a obra ocorreu hoje, em solenidade que também contou com a presença do prefeito ACM Neto. Wagner também cita investimentos feitos no interior do Estado, a exemplo da construção de 500 unidades do Programa Saúde da Família e restauração de rodovias estaduais.

Para ouvir o programa, clique aqui.

MOEMA TOMA POSSE NA SEDES

Governador Jaques Wagner dá posse à nova secretária (Foto Manu Dias/GovBA).

Governador Jaques Wagner dá posse à nova secretária (Foto Manu Dias/GovBA).

A ex-prefeita de Lauro de Freitas Moema Gramacho (PT) tomou posse, hoje, 15, como titular da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes) em solenidade na Fundação Luís Eduardo Magalhães (Flem). Moema disse que dará continuidade ao trabalho já executado por Maria Moraes.

O governador Jaques Wagner ressaltou o trabalho da nova secretária como prefeita de Lauro de Freitas. Para ele, a experiência adquirida nos oitos anos no Executivo vai auxiliar no novo desafia da titular do Desenvolvimento Social. Ex-deputada estadual por três mandatos, Moema comandou o município da Região Metropolitana de Salvador entre 2005 e 2012.

ALIADO DE WAGNER CRITICA PONTE DE R$ 7 BI

felixjrOs críticos ao projeto de construção da ponte Salvador-Itaparica ganharam um aliado bem na base do Governo Wagner. Ontem à noite, o deputado federal Félix Júnior (PDT) fez críticas ao investimento de R$ 7 bilhões no projeto. Para ele, são recursos que deveriam ser aplicados na educação pública:

– A ponte é um sonho antigo de todos os baianos, mas, sinceramente, a minha opinião é de que, se fizéssemos uma “ponte para a educação”, teríamos muito mais lucro, o Estado teria muito mais lucro – disse o pedetista em entrevista a uma emissora de Salvador.

O parlamentar defendeu a concorrência no ferry-boat, hoje operado por uma empresa do Maranhão, a Marítima. Para ele, há movimento que justifique mais de uma empresa no sistema.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia