WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate






alba










junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias






:: ‘Jaques Wagner’

LULA DE OLHO NO CENÁRIO BAIANO

Nota publicada na coluna Painel, da edição de hoje da Folha, revela preocupação do ex-presidente Lula com a performance dos governadores petistas. A nota “Alerta vermelho” cita, principalmente, Bahia, Rio Grande do Sul e Distrito Federal. Eis a nota:

“Em conversa com dirigentes do PT, Lula manifestou preocupação com o desempenho de governos petistas, sobretudo no Rio Grande do Sul, Bahia e Distrito Federal. Citando a derrota de Ana Júlia (Pará), atribuída por ele à ausência de diagnóstico das falhas da gestão, pediu novas pesquisas de avaliação dos mandatos de Tarso Genro, Jaques Wagner e Agnelo Queiroz. O ex-presidente quer traçar panorama para 2014 conhecendo os pontos frágeis da sigla nos Estados que administra”.

WAGNER E DILMA NA DESPEDIDA A CHÁVEZ

Chávez recebeu Wagner no Miraflores em março de 2009 (Foto Divulgação).

Chávez recebeu Wagner no Miraflores para tratar de dengue e investimentos (Foto Francisco Batista).

O governador Jaques Wagner embarcará com a comitiva presidencial brasileira que irá a Caracas, na Venezuela, para participar das últimas homenagens a Hugo Chávez, presidente venezuelano morto na última terça-feira, 5, vítima de câncer.

O corpo do comandante venezuelano será enterrado nesta sexta, 8. Wagner lembra das visitas de Chávez ao estado e das colaborações do presidente do país vizinho em ações de combate à dengue na Bahia. O voo a Caracas está marcado para o meio-dia de hoje.

Wagner esteve em missão oficial, na Venezuela, há exatos quatro anos (relembre aqui). Em março de 2009, o governador baiano foi recebido por Chávez, no Palácio Miraflores, quando foi tratar de projeto na área petroquímica e ações de combate à dengue na Bahia.

O país sul-americano havia enfrentado uma grande epidemia de dengue em 2006.

WAGNER E DILMA COMENTAM RENÚNCIA DE BENTO XVI

Fátima Mendonça e Wagner em visita a Bento XVI, no Vaticano, em maio de 2012.

Primeira dama e Wagner em visita a Bento XVI, no Vaticano, em maio de 2012. Padre recebeu livro sobre Irmã Dulce (Foto Arquivo).

O governador Jaques Wagner solidarizou-se, hoje, com o agora papa emérito Bento XVI em sua decisão de renunciar ao pontificado. O sumo pontífice deixou o cargo máximo da Igreja Católica apostólica romana às 16h desta quinta, 28.

Wagner considerou o gesto do papa uma demonstração de “coragem e firmeza”. Wagner visitou o papa, no Vaticano, em maio do ano passado, quando presenteou a autoridade religiosa com livro sobre Irmã Dulce (foto acima). A íntegra da mensagem do governador baiano ao papa emérito foi divulgada pela sua assessoria.

– Expresso, hoje, em meu nome e de todos os baianos, profunda admiração e respeito pela decisão de Vossa Santidade de renunciar ao papado, gesto imbuído de muita coragem e firmeza, ao mesmo tempo em que manifesto sincero desejo de que em sua nova residência, em Castel Gandolfo, possa continuar sendo um instrumento de luz, sabedoria e amor em prol da humanidade.

A presidente da República, Dilma Rousseff, também se pronunciou quanto à renúncia de Bento XVI.  “Manifesto o meu respeito pela decisão de Vossa Santidade de renunciar à Cátedra de São Pedro. Desejo que essa nova fase de recolhimento o encontre com saúde e paz”, disse em mensagem tornada pública pela sua assessoria.

NOVO ATRASO NAS OBRAS DA FONTE NOVA

Fonte Nova será entregue só no dia 8, se não houver novo adiamento (Foto Divulgação).

Fonte Nova será entregue só no dia 8, se não houver novo adiamento (Foto Divulgação).

Do GE

Gramado plantado e podado, traves instaladas, campo marcado, iluminação externa testada e refletores do campo a pleno funcionamento. De longe, a Fonte Nova parece pronta para ser entregue à população de Salvador. No entanto, ainda não será dessa vez que o estádio baiano receberá o carimbo de ‘obras finalizadas’.

Nesta manhã, o governador Jaques Wagner reconheceu que haverá um atraso na entrega da arena. O prazo, que inicialmente vencia nesta quinta-feira, foi adiado pela segunda vez. Agora, a promessa é de que o palco de jogos da Copa das Confederações deste ano e da Copa do Mundo de 2014 só passará para o Governo do Estado em 8 de março, dia Internacional da Mulher.

WAGNER DEFENDE ALIADO NA DISPUTA PELA PRESIDÊNCIA EM 2018

Wagner defende aliado na disputa presidencial em 2018.

Wagner defende aliado em 2018.

O governador Jaques Wagner surpreendeu petistas em sua passagem pela capital pernambucana, na noite da segunda-feira, 25, quando defendeu que o PT abra espaço na disputa pela presidência da República a um dos partidos aliados em 2018. O gesto, logo em Recife, foi visto como uma forma de agradar o governador Eduardo Campos, que é do PSB e faz jogo (não tão claro) com vistas à disputa de 2014.

– Eu posso falar que em 2018 a gente vai inteirar 16 anos de governo, de um projeto político que tem aliados sem os quais a gente não teria andado e que tem o PT na condução; mas que não tem, obrigatoriamente, que ter o PT na condução.

Wagner, segundo reportagem do Valor, também disse que a melhor forma é “caminhar agregando” para que não dar chances aos adversários. Afirmou isso ao discorrer sobre alianças e participação do PSD no governo da presidenta Dilma Rousseff.

Enquanto isso, não se sabe qual o jogo de Wagner para 2014 na sua área, a Bahia. O partido dele, o PT, tem, pelo menos, quatro nomes na disputa pela cadeira principal do Palácio de Ondina, dos quais se destacam o senador Walter Pinheiro e os secretários estaduais José Sérgio Gabrielli e Rui Costa.

Do lado da oposição, nomes ventilados são os do peemedebista Geddel Vieira Lima e do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), que – por enquanto – descarta entrar na disputa do próximo ano.

VANE ANUNCIA FÁBRICA DA DEL VALLE E PROGRAMA PARA 10 MIL CRIANÇAS E JOVENS

(Fotos Gabriel Oliveira)

(Fotos Gabriel Oliveira)

O prefeito Claudevane Leite (Vane do Renascer) disse que estão adiantadas as negociações do governo estadual para que a fábrica de sucos Del Valle, da Coca-Cola Company, seja instalada em Itabuna. A unidade deverá se instalar no Distrito Industrial, às margens da BR-415. Uma área de 72 hectares foi desapropriada pelo governador Jaques Wagner para criar o distrito e abrigar indústrias como a Del Valle.

Durante entrevista exclusiva ao PIMENTA, o prefeito itabunense também revelou a criação do que considera o maior programa social da história do município. A iniciativa envolverá 10 mil crianças e adolescentes em atividades de inclusão por meio do esporte e deverá começar “nos próximos meses”. É uma das cartadas para tentar diminuir os índices de violência no município e integra as ações do programa Cidade de Paz, prometido em campanha.

Vane também comentou sobre a força do PCdoB no governo e negou que os comunistas tenham sido desleais. “Eu desafio aqui os meios de comunicação ou qualquer pessoa a dizer onde foi que o PCdoB avançou sinal”.

A entrevista também aborda duas questões caras nesse início de governo: a nomeação – e exoneração – de azevedistas e as dívidas deixadas pelo ex-prefeito Capitão Azevedo (DEM).  Apenas com a Marquise, cita, foram R$ 12 milhões não pagos, além de R$ 1 milhão com a Oi, o que deixou prefeitura e redes de educação e saúde sem telefone e internet, afetando, por exemplo, a marcação de exames e consultas. Confira principais trechos da entrevista.

BLOG PIMENTA – A mudança foi o lema da sua campanha, mas a sua gestão manteve quadros e situações do governo passado. Com isso, não há uma quebra de expectativa? O senhor não acha que faltaram ações de impacto que marcassem a diferença de um momento para o outro?

CLAUDEVANE LEITE – Eu acredito que houve choque de gestão com a revisão, agora, de todos os contratos feitos de 2009 para cá. Conseguimos reduzir o valor da maioria dos contratos. Dos cargos comissionados, nós preenchemos apenas 40%, o que é muito difícil um prefeito fazer. Quanto aos comissionados do governo anterior, foram 9, 10 pessoas, não era uma multidão e, até onde eu sei, não eram pessoas envolvidas com nada de errado. Nós terminamos por exonerá-las,  exatamente porque a opinião pública não aceitava. [A nomeação] talvez tenha sido um equívoco. Os que ficaram são efetivos e quem errou vai responder. Vamos enviar [as provas] para o Ministério Público estadual.

BP – Numa entrevista, o senhor disse que nomeou algumas das pessoas do governo passado, apresentadas pelos seus secretários,  sem mesmo conhecê-las. Essa surpresa se deu também com o ex-secretário José Alencar?

CL – Não. José Alencar é um bom técnico, tem trânsito muito bom no governo federal e tinha uma boa equipe de planejamento, de projetos. No primeiro momento, a gente precisou ficar com algumas pessoas aqui para passar informações de projetos. Chegamos e não tínhamos conhecimento de como estavam os projetos. Uma dessas pessoas foi José Alencar, que ficou e nos ajudou muito.

BP – Essa necessidade seria um indicativo de que não houve transição efetivamente?

CL – Houve transição, trabalhamos, mas, efetivamente, o governo anterior não encaminhou todas as informações. Até agora, eles não passaram as informações contábeis. Marcam a data e não cumprem. Estamos em nossa auditoria interna e vamos contratar empresa.

BP – Fará auditoria externa?

CL – Exatamente. Estamos conversando com várias empresas. Vamos fechar essa auditoria externa até a próxima semana.

Vane entrevista Pimenta5 foto Gabriel Oliveira______________

NOMEAÇÃO DE AZEVEDISTAS: Foram 9, 10 pessoas, não era uma multidão. Nós terminamos por exonerá-las,  exatamente porque a opinião pública não aceitava.

 

BP – Nos levantamentos internos, o que já foi detectado?

CL – O comprometimento das finanças, as dívidas deixadas, sem dúvida, são os maiores problemas. Itabuna está no Cadin [Cadastro de Inadimplentes] e, por isso, não pode pleitear muitos dos convênios federais por causa da inadimplência. Só de INSS, são R$ 250 milhões em dívidas. Isso é histórico, vem de muito tempo. Temos dívida de R$ 19 milhões com empresas de lixo. São R$ 12 milhões com a Marquise e R$ 7 milhões da Torre.

BP – Como será solucionado este impasse com a Marquise, que tem contrato até setembro?

CL – A Marquise está trazendo muita dificuldade para gente. Aqui em Itabuna, já encontramos empresas que podem fazer o serviço pela metade do preço da Marquise, mas com qualidade. Óbvio que iremos ver isso por meio de licitação. Ainda falando dos problemas encontrados, o ex-prefeito também não pagou os servidores, que precisam receber, mas como é que você paga R$ 11 milhões nessa dificuldade? Outro problema muito grave é com a telefônica Oi. Deixaram R$ 1 milhão de débito. A gente não tem como quitar R$ 1 milhão de um dia para o outro. Em janeiro, tivemos um mês infeliz. Nossa arrecadação caiu de R$ 23 milhões, em janeiro de 2012, para R$ 18 milhões em 2013. 70% da nossa frota estava praticamente sem funcionar, inclusive a patrulha mecânica, equipamento novo. Temos também o alto percentual gasto com a folha de pagamento. Apenas a folha dos efetivos já é muito alta e isso é extremamente preocupante.

BP – Muitos municípios têm sofrido com esse aumento do percentual de gasto com a folha não pelo empreguismo, mas por causa da queda de arrecadação. Qual a saída para aumentar receita?

CL – Nós temos que trabalhar com austeridade e buscar aumentar a receita própria, mas sem aumento ou criação de impostos, e vamos fazer isso. Volto a dizer que cortamos as funções gratificadas e deixamos de preencher 60% dos cargos comissionados como medidas de economia. Mas vamos ter que contratar para a saúde, educação, assistência social. Precisamos estruturar a saúde para que todos os postos estejam funcionando em março. A saúde está sendo preparada para receber a Plena.

______________Vane entrevista Pimenta 6 Foto Gabriel Oliveira

DÍVIDAS E GESTÃO: Nossa perspectiva é de um cenário melhor a partir de abril, mas já estamos fazendo muito dentro do possível. Nós pegamos uma prefeitura com débito e sem dinheiro em caixa.

BP – O retorno do Comando Único estaria condicionado, ainda, ao pagamento de dívidas deixadas em 2008, quando o município perdeu a gestão plena?

CL – Este não é um complicador para que o comando único retorne. O mais importante é melhorar a atenção básica. Nós estamos acelerando para que isso aconteça.

BP – O senhor traz um retrato de “terra arrasada”. Há perspectiva de quando o governo começa a trabalhar dentro de um cenário mais otimista?

CL – Tivemos uma melhora em fevereiro, mas nossa perspectiva é de um cenário melhor a partir de abril, mas já estamos fazendo muito dentro do possível. Nós pegamos uma prefeitura com débito e sem dinheiro em caixa. Estamos regularizando a dívida com o servidor, contratamos 150 pessoas para varrição de ruas, poda, jardinagem e estamos com operação tapa-buracos e iluminando as vias. A cidade não está melhor, mais limpa, por causa desse problema com a Marquise, que faz a coleta de resíduos sólidos. O Hospital de Base já deu uma melhorada, mesmo com toda a dificuldade. As consultas médicas estão sendo marcadas. Gente que estava há oito meses sem marcar exame já  está conseguindo.

BP – Mas quem procurou marcar consulta no início de fevereiro enfrentou dificuldades.

CL – Com certeza, mas isso foi por causa do sistema que é ligado à Oi, a quem a prefeitura deve R$ 1 milhão. Esse foi um problema operacional, que já estamos regularizando. A gente começou a limpar a cidade, tapar os buracos e limpar canais. O canal do São Caetano há seis anos que não passava por limpeza e nós começamos a limpar. E o da Califórnia, também. Então, a gente acredita que de abril em diante a gente comece a avançar muito mais.

BP – As feiras livres de Itabuna sempre foram sujas, mas hoje estão ainda mais. O centro comercial está muito sujo. O que fazer?

CL – O centro comercial é um condomínio e precisa dar uma resposta. Diante da dificuldade toda que temos, estamos fazendo grande esforço. Queria antecipar que, na conversa com o governador Wagner, nós tratamos da revitalização das feiras livres. Outro assunto foi a volta do Comando Único do SUS. A gente não quer apenas melhoramento, mas fazer revitalização total das feiras. As feiras são questão de saúde pública e um pedido de Itabuna. As feiras do São Caetano e Califórnia têm canais sujos, com ratos, urubus… Nós solicitamos ao governador, e ele pediu para encaminhar projeto. Pensamos em feira com estacionamento, pavimentos e que as pessoas que trabalham lá possam aumentar sua renda.

Vane entrevista Pimenta5 foto Gabriel Oliveira______________

FEIRAS LIVRES: As feiras são questão de saúde pública. A gente não quer apenas melhoramento, mas fazer revitalização total das feiras.

 

 

BP – Esses projetos das feiras livres implicam em mudança de local?

CL – Não temos intenção de mudança de local. Pedimos mais algumas coisas ao governador, a exemplo dos canais e apoio para a pavimentação dos bairros.

BP – Na última entrevista ao blog, ainda na condição de prefeito eleito, o senhor falou que um dos assuntos da audiência seria a geração de empregos, atração de indústrias. Isso foi tratado?

CL – Sim, o governo já desapropriou área de 72 hectares para a Sudic. Virá uma empresa para cá. Estou muito preocupado porque 90% das pessoas que vêm à Prefeitura estão em busca de emprego. Nesses 50 dias de governo, já me reuni com mais de 20 empresários. Todas essas 20 virão para Itabuna? Não, mas tentaremos trazê-las. Nós fomos o primeiro prefeito da Bahia que criou a Sala do Empreendedor, com o Sebrae, para que o pequeno empreendedor saia de lá com tudo prontinho, tenha também acesso a crédito, junto com a Caixa [Econômica Federal]. Essa semana, também, já tivemos com o Banco do Povo, para que a prefeitura possa dar suporte financeiro para que possamos expandir o microcrédito. A visão nossa é ampla, estamos preocupados com a questão da saúde, da educação, do emprego, da violência.

BP – Qual a empresa que ocupará essa área do distrito industrial?

CL – É a indústria de sucos Del Valle (da Coca-Cola) e já é uma negociação que está bem adiantada. Mas temos também aquela área onde funcionou a Kildare, que eu penso em utilizar para instalar uma incubadora de pequenas e médias empresas. Hoje nós temos diversas empresas interessadas naquele espaço e nós estamos avançando nisso, embora ainda haja uma questão judicial a ser resolvida. Mas estamos muito preocupados com a questão do emprego e renda em Itabuna.

BP – Existe possibilidade de negociação amigável com os Kaufmann, que reivindicam os galpões?

CL – Na verdade, hoje a Prefeitura tem o domínio da área, mas ainda há questões a serem vencidas.

Vane entrevista Pimenta 7 foto Gabriel Oliveira______________

VIOLÊNCIA E CIDADE DE PAZ: A cada ano a violência aumenta e isso é uma coisa que nos deixa extremamente preocupados. O ano de 2013, particularmente, começou dando sinais de que será pior nesse aspecto.

BP – Como o governo está se mobilizando para transformar em realidade o projeto Cidade de Paz, que foi um de seus compromissos de campanha?

CL – Na última década, os índices mostram que a cada ano a violência aumenta e isso é uma coisa que nos deixa extremamente preocupados. O ano de 2013, particularmente, começou dando sinais de que será pior nesse aspecto. Nós vamos procurar resolver isso, fazendo políticas públicas. Temos feito diversas reuniões com nossos secretários e todas as ações, principalmente na cultura, na Fundação Marimbeta, Secretaria de Esportes, de Educação, é visando promover programas e projetos voltados à inclusão social. O que precisamos fazer é trabalhar a criança e o adolescente para reduzir sua vulnerabilidade. Estamos articulando junto ao Pronatec [Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego] a atração de diversos cursos profissionalizantes. Além da ampliação da renda, queremos oferecer esse treinamento e mais opções no que se refere ao esporte e à cultura.

BP – Já existe algum projeto pelo menos em vias de ser concretizado?

CL – Nós ainda não estamos divulgando na imprensa, mas nos próximos meses vamos lançar um programa que vai atender 10 mil crianças e adolescentes. Será o maior programa social da história de Itabuna. Somente na Vila Olímpica, sede da Usemi (União dos Servidores Municipais de Itabuna) e no Itabunão (Estádio Luiz Viana Filho),  teremos vaga para 3 mil crianças praticarem esportes. Outras 2 mil serão acolhidas na Fundação Marimbeta e mais 5 mil pela Ficc [Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania]. Será o primeiro grande passo que daremos em relação às políticas públicas de inclusão, mas também de prevenção. Itabuna terá uma programação cultural e esportiva que jamais teve. Queremos fazer grandes festivais culturais e muitas competições esportivas para que, nos próximos anos, em vez de ver a  violência aumentar, possamos vê-la diminuir.

CLIQUE NO LINK ABAIXO E CONFIRA TODA A ENTREVISTA
:: LEIA MAIS »

DE OLHO EM 2014, GABRIELLI ENTRA EM CAMPO

Gabrielli quer entrar na disputa pelo trono de Wagner (Foto Marcos de Souza/Pimenta).

Gabrielli quer entrar na disputa pelo trono de Wagner (Foto Marcos de Souza/Pimenta).

Lilian Machado | Tribuna da Bahia

Em meio ao grande número de pré-candidaturas petistas para a sucessão ao governo do Estado, em 2014, o secretário estadual de Planejamento, José Sérgio Gabrielli, um dos nomes que tenta conquistar esse espaço, começa a entrar em campo.

A partir desta quinta-feira (21/2), ele inicia o primeiro dos 27 encontros a serem realizados no interior, intitulados de “Diálogos Territoriais”. O ponto de partida será o município de Conceição do Coité, região do Sisal, sendo o evento realizado na Uneb.

O objetivo, segundo sua assessoria, é discutir “a efetividade da gestão pública, as ações de governo, e o atendimento das demandas populares”, mas nos bastidores, os encontros são vistos, como uma forma de aproximação do secretário com as lideranças do interior. Gabrielli esteve presente ontem na festa de 33 anos de aniversário do PT, em São Paulo.

Embora desconverse sobre o seu possível ingresso na disputa estadual, o secretário tenta viabilizar o próprio nome tendo como apoiadores alguns aliados petistas, como os deputados estaduais Marcelino Galo e o líder do PT na Assembleia Legislativa, Rosemberg Pinto.

O líder petista na AL ressalta a defesa em torno de Gabrielli. Segundo Rosemberg, entre os pré-candidatos, o secretário de Planejamento é aquele que mais consegue “aglutinar a massa política e o apoio do partido”.

MINERADORA VAI GERAR 1,2 MIL EMPREGOS EM MARACÁS

Autoridades e investidores lançam pedra fundamental de mineradora em Maracás (Foto Manu Dias/GovBA).

Autoridades e investidores lançam pedra fundamental de mineradora em Maracás (Foto Manu Dias/GovBA).

A pedra fundamental da primeira mineradora de vanádio das Américas foi lançada hoje, 21, em Maracás, pelo governador Jaques Wagner e dirigentes da canadense Largo Resources Ltda. O empreendimento deve gerar 1,2 mil empregos na fase de implantação da mineradora no município, além de 400 quando entrar em operação.

De acordo com o governo baiano, a mina descoberta na Fazenda Patrício, no povoado de Porto Alegre, em Maracás, transformará a Bahia em maior fornecedor de ferro-vanádio do Brasil. De acordo com estudos da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), parceira da Largo Resources no empreendimento, a jazida é a melhor do mundo, “podendo se tornar produtora estratégica em nível global”.

MAURÍCIO BARBOSA NA FRITURA

Maurício Barbosa está mantido no cargo, apesar da fritura (Foto Pimenta).

Maurício Barbosa está mantido no cargo, apesar da fritura (Foto Pimenta).

Flambado em grau nada brando, o secretário de Segurança Pública da Bahia, Maurício Barbosa, ganhou fôlego hoje. A defesa foi feita pelo próprio governador Jaques Wagner, que se disse satisfeito com o trabalho do delegado de Polícia Federal à frente da SSP baiana.

– Intrigas não derrubam nem nomeiam secretários no meu governo. Maurício foi escolhido por mim e vai ser mantido pela qualidade do seu trabalho. Maurício só sai por vontade própria – disse Wagner por meio de sua assessoria.

A segurança pública tem sido das áreas mais criticadas do governo baiano.

“TE CUIDA, RAMIRO AQUINO”

Hoje, nada lembrava a beligerância eleitoral entre o prefeito Claudevane Leite e o deputado Geraldo Simões. Os dois e o vice-prefeito Wenceslau Júnior até provocaram risos no plenário da Câmara de Vereadores, durante o encontro de prefeitos e comissão da Ufsba.

Geraldo falou primeiro. Começou elogiando Vane:

– Queria parabenizar Vane pela austeridade em seu governo. Escolheu o vice-prefeito para secretário de Planejamento e mestre de cerimônia.

Vane, a princípio, pensou se tratar de “pegadinha” política. Wenceslau, o vice-secretário-cerimonialista, entrou na “onda” do parlamentar petista:

– Geraldo, o governo não está preocupado só em economizar. Contratou um cerimonalista do primeiro time – disse, sem esclarecer se já passou pela escola do multimídia e mestre Ramiro Aquino.

AÇÃO ENTRE AMIGOS: WAGNER NOMEIA MULHER DE DEPUTADO PARA VAGA NO TCM

Do Política Livre

O governador Jaques Wagner nomeou na última quinta-feira, passado o Carnaval, Camila Vasquez Gomes Negromonte para o cargo de Procuradora-Geral do Ministério Público Especial de Contas junto ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Seu nome foi escolhido pelo governador a partir de uma lista tríplice.

A nomeação saiu menos de um mês depois que a advogada, formada pela UFBA, casou-se com o deputado estadual Mário Negromonte Jr. (PP), informação que o site do Tribunal de Contas dos Municípios omite, curiosamente, grafando seu nome de duas formas, como solteira e casada.

A nomeação reforça especulações de que o deputado federal Mário Negromonte (PP), sogro da procuradora, deve ser indicado por Wagner para uma vaga no Tribunal.

PARA WAGNER, HOUVE EQUILÍBRIO NAS DISCUSSÕES DO PORTO SUL

Wagner diz que não houve medo em rever posições.

Wagner: não houve medo em rever posições.

O Porto Sul e a Ferrovia Oeste-Leste foram dois dos temas citados pelo governador Jaques Wagner, na abertura dos trabalhos ordinários da Assembleia Legislativa em 2013. Na avaliação de Wagner, o processo de licenciamento prévio do Porto Sul demonstrou amadurecimento e equilíbrio das partes envolvidas, tornando-o referência nacional.

– Não tivemos medo de rever posições. O equilíbrio foi a palavra. Nós dialogamos com todos os envolvidos e tomamos a decisão, em benefício de uma Bahia mais competitiva – disse, em referência à mudança na localização do Porto Sul (relembre aqui).

Para ele, Porto Sul e ferrovia abrem novas perspectivas para a economia do Estado. Wagner ainda se comprometeu a atrair novos investimentos, “sem demonizar a questão ambiental”.

Ainda na Assembleia Legislativa, o governador baiano falou de convivência com a seca e lembrou que as chuvas, desde dezembro, têm amenizado o quadro desolador registrado em 2012. A licença definitiva para o projeto ainda é aguardada para até o final deste semestre.

SPIKE LEE NA BAHIA…

spike na ba

AJUSTE NA AGENDA

Vane terá audiência com Wagner, mas antes participa de sessão na Câmara (Foto Pimenta).

Vane terá audiência com Wagner, mas antes participa de sessão na Câmara (Foto Pimenta).

A abertura dos trabalhos legislativos ordinários em Itabuna sempre ocorre à tarde, mas neste ano os vereadores vão ajustar a agenda. A primeira sessão da nova legislatura será às 9h da próxima sexta, 15.

O motivo: o prefeito Claudevane Leite participará, no mesmo dia, às 16h, de uma audiência com o governador Jaques Wagner, em Salvador, e não quer faltar à abertura dos trabalhos na Câmara, agora na condição de chefe do Executivo e primeiro vereador a deixar o legislativo para comandar o município. Sinal de prestígio à nova legislatura.

Sobre a audiência com Wagner, Vane levará no bolso alguns pedidos, dentre eles agilidade na assinatura de protocolo para que a fábrica de sucos Del Valle (Coca-Cola) seja instalada em Itabuna.

NO CLIMA DA FOLIA, PSC ADERE AO GOVERNO WAGNER

Após longo período “pré-nupcial”, o enlace entre o PSC e o governador Jaques Wagner foi selado e já passou para a base de sustentação, que conta agora com oito partidos na Assembleia Legislativa e nada menos que 47 deputados. As negociações com os socialistas cristãos se arrastam desde 2011.

A informação foi antecipada pelo governador Jaques Wagner, em entrevista no programa Balanço Geral e confirmada pelo presidente estadual do PSC, Eliel Santana. Segundo ele, o martelo foi batido após reunião com a executiva nacional e representantes estaduais.

Eliel Santana assegura que as costuras não envolveram barganha por cargos, mas sim os pleitos, os ideais, as bandeiras do PSC. Informações da Tribuna da Bahia.

COBERTURA É INSTALADA E OBRA DA FONTE NOVA ESTÁ 95% CONCLUÍDA

Arena Fonte Nova tem 95% das obras concluídas e deverá ser entregue em 31 de março (Foto Divulgação).

Arena Fonte Nova tem 95% das obras concluídas e deverá ser entregue em 31 de março (Foto Divulgação).

O consórcio responsável pela construção da Arena Fonte Nova, em Salvador, atingiu, hoje, 95% das obras físicas do estádio que receberá jogos da Copa das Confederações neste ano e da Copa 2014. Hoje, os técnicos colocaram a última lâmina da cobertura do estádio. O ato simbólico teve a presença do governador Jaques Wagner.

A previsão é de que o estádio esteja totalmente pronto no próximo dia 28, segundo o diretor de engenharia da Arena Fonte Nova, José Luís Góes. Nesta data, devem começar os testes no estádio. Ele adianta que a arena será entregue com capacidade completa de operação.

Pelo cronograma, o estádio será entregue à Fifa no dia 31 de março.

ENQUANTO ISSO, NA FONTE NOVA…

cobertura fonte nova

 

ESQUERDA, VOLVER

marco wense1Marco Wense

Só falta agora ACM Neto defender a reforma agrária, tema já esquecido pelo governismo palaciano.

 

ACM Neto (DEM), ex-deputado federal, hoje prefeito de Salvador, quer ser o mais esquerdista da direita brasileira, uma espécie de ovelha negra do demismo.

Suas primeiras iniciativas como chefe do Executivo estão deixando petistas, socialistas e comunistas atônitos, estupefatos, já que ninguém esperava essa, digamos, “esquerdização” no governo.

Entre tantas medidas, a implantação das cotas raciais para os servidores municipais, aumento do IPTU das mansões e a proibição de nepotismo na prefeitura.

Só falta agora ACM Neto defender a reforma agrária, tema já esquecido pelo governismo palaciano, sem falar nas reformas política e tributária.

_______________

LONGE DO COMPUTADOR

eduardo anunciação foto diário bahiaO jornalista Eduardo Anunciação, do Diário Bahia, já declarou que seus artigos são escritos na “velha máquina de escrever”, como costuma dizer.

Mino Carta, da CartaCapital, é outro que descarta as teclas do avanço tecnológico: “Pego-me a olhar para os colegas da redação, dobrados sobre seus computadores, enquanto batuco na minha Olivetti Linea 88”.

No quesito assiduidade, Anunciação goleia o bom Mino Carta. O velho Duda nunca falhou com sua coluna. São treze anos de Política, Gente, Poder.

Os leitores, com óculos, sem óculos, com binóculos, sem binóculos, agradecem. Não só os de priscas eras como os contemporâneos.

_______________

LENILDO E A AMURC

“Sem partidarização e personalismo”.  A proposta do prefeito de Ibicaraí, Lenildo Santana (PT), foi fundamental para o consenso em torno da sua candidatura à presidência da Amurc.

O governador Jaques Wagner, que escolheu Ibicaraí como a primeira cidade a ser visitada em 2013, tem razão quando diz que “Lenildo se revelou um grande prefeito”.

Mas no comando da Amurc não basta só a preocupação e a luta para tirar os municípios da grave situação financeira. O combate a corrupção é imprescindível.

Para os bons e honestos gestores, o instrumento do corporativismo. Para os abutres do dinheiro público, o desprezo e a condição de “persona non grata”.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

WAGNER NO SUL DA BAHIA

Balneário de Serra Grande tem das mais belas vistas da Costa do Cacau.

Balneário de Serra Grande oferece uma das mais belas vistas da Costa do Cacau.

Representantes dos governos federal e estadual e a Empresa Baiana de Água e Saneamento (Embasa) inauguram amanhã, 2, às 9h, o sistema de esgotamento sanitário da localidade de Serra Grande, Uruçuca, no sul da Bahia.

A solenidade terá participação do governador Jaques Wagner e do presidente da Embasa, Abelardo de Oliveira Filho, além da prefeita Fernanda Silva. A obra teve investimento de R$ 4,7 milhões e beneficia 2,3 mil moradores.

Logo após, Wagner se desloca para Itajuípe, onde entrega mamógrafo à Fundação Lourdes Lucas, às 11h. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), o equipamento custou R$ 245 mil.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia