WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘João Almeida’

KART LOVE E ZABUMBAHIA ABREM “VIVA ILHÉUS”

Kart Love é uma das atrações da festa de aniversário de Ilhéus.

Kart Love é uma das atrações da festa de aniversário de Ilhéus.

Josenaldo: festa a baixo custo para município.

Josenaldo: festa a baixo custo para município.

As bandas Via de Acesso, Kart Love, Zabumbahia e Mel de Forró abrem a festa de aniversário de Ilhéus, nesta sexta (26), no Parque de Exposições, no trecho Ilhéus-Olivença da BA-001. A programação começa às 20 horas.

A festa terá Di Bali, Léo Santana, Forrozão e Di Balada no sábado. Já no domingo, 28 de junho, João Almeida, Daniela Mercury e Danniel Vieira encerram as comemorações dos 481 anos de Ilhéus.

De acordo com o secretário de Turismo de Ilhéus, Josenaldo Cerqueira, a prefeitura conseguiu reunir um mix de atrações com custo relativamente baixo. Como informamos ontem, as principais atrações custaram R$ 240 mil.

Josenaldo ressalta que boa parte dos custos será coberta pelos patrocinadores, a exemplo do Governo Baiano e da iniciativa privada. Dentre as empresas patrocinadoras, estão a Cidadelle Empreendimentos, a ViaMetro, a Cicon Construtora e a Rota Transportes.

JOÃO ALMEIDA DIZ QUE PSDB “NÃO TEM NOME COMPETITIVO EM ITABUNA”

O vice-presidente nacional do PSDB, João Almeida, disse que os tucanos vão se esforçar pela unidade das oposições na Bahia. O ex-deputado esteve em Itabuna nesta quinta (1º) e afirmou que a tendência do partido é pelo apoio à reeleição do prefeito Capitão Azevedo (DEM). “O PSDB não tem candidato competitivo em Itabuna”, explicou em entrevista ao PIMENTA.

Almeida disse que no campo das oposições aos governos federal e estadual o melhor nome no município é o de Azevedo. “Uma das diretrizes do PSDB nacional é fortalecer candidaturas de aliados que estejam bem, onde não temos candidatura competitiva”, repete.

O diretório nacional recebeu até pedido de intervenção no diretório itabunense para que os tucanos apoiem a candidatura democrata. O diretório municipal, no entanto, defende candidatura própria e apresenta como nome o empresário Ronald Kalid, ex-secretário de Obras de Itabuna na década de 80.

Confira trechos da entrevista.

PIMENTA – Olhando para 2012, qual a tendência do partido em Itabuna?
JOÃO ALMEIDA –
É natural que apoiemos candidato melhor posicionado e [a tendência] é pelo apoio à reeleição do prefeito Azevedo. Do que conheço do PSDB, não temos candidato competitivo em Itabuna. Temos bons quadros, como o próprio José Adervan, [presidente do partido], mas não sem força eleitoral. Ele já foi candidato, mas não se mostrou competitivo.

A direção local do partido defende o nome de Ronald Kalid. O sr. acredita que ele não tem potencial eleitoral?
Eu não entro nesse mérito, pois posso cometer alguma injustiça. Mas o PSDB não demonstrou força política na outra eleição (2008). Não se constrói uma candidatura de véspera, a não ser em um contexto de emergência de um quadro que esteja vinculada a uma ação social e ainda não era político e resolve ser candidato. Esses fenômenos acontecem às vezes, mas desde que tenha apoio político grande. É raro.

Indo para o plano nacional, o PSDB trabalha de que forma para 2014? Qual seria o nome?
O nome para 2014, inquestionavelmente, é o de Aécio Neves. Não há outro.

Nem Geraldo Alckmin nem José Serra?
Ambos têm grandes méritos, mas vejo Alckmin, por exemplo, disputando a reeleição ao governo de São Paulo. Aécio é o nome.

O senhor acredita que a oposição terá sucesso em 2014 na Bahia?
Agora não é só uma questão de boa vontade ou bom senso, mas de necessidade. Ou nós nos apresentamos unidos, com proposta, ideias claras para a população baiana ou não haverá disputa. A oposição erra muito, mas chega uma hora em que o bom senso baixa. Necessitamos de bom senso, pois é inadmissível que tenhamos um governo tão medíocre como esse. Viu o que aconteceu ontem em Porto Seguro? O cerco aos bandidos se fecha em outros lugares [São Paulo] e eles correm para a Bahia.

JOÃO ALMEIDA CULPA O PSDB POR DERROTA

Numa entrevista à Tribuna da Bahia, o deputado federal João Almeida (PSDB) culpou a direção estadual tucana por não ter conseguido a reeleição em 3 de outubro.

Segundo ele, o PSDB errou ao não aceitar coligar-se com o DEM na chapa federal na Bahia. E diz que houve soberba tucana no episódio. “Isso determinou a minha derrota”.

PERDA LAMENTADA

Ontem, jornalistas e políticos conversavam na redação do Pimenta sobre as derrotas sofridas por nomes respeitados aqui e alhures. Entre eles, o deputado baiano João Almeida, líder do PSDB na Câmara Federal.

Os 80.180 votos foram insuficientes para a reeleição do tucano.

O PSDB baiano elegeu Antônio Imbassahy (112.630 votos) e Jutahy Magalhães (110.268).

TUCANO DEFENDE A PEC DOS PRECATÓRIOS

Deputado defende PEC.

Almeida defende PEC.

Criticada por setores da sociedade por ver na proposta um ‘calote’ institucionalizado, a PEC dos Precatórios (351/09) é defendida pelo deputado federal João Almeida (PSDB/BA). A proposta de emenda constitucional cria o regime especial de pagamento de precatórios tanto para estados como distrito federal e municípios, e cria regras para o pagamento deste tipo de dívida.

Para o poder público, é uma boa saída. Eles terão até 15 anos para quitar dívidas trabalhistas ou indenizações, por exemplo. Idosos e quem preferir acordos ou aderir a leilões têm preferência nos pagamentos. A PEC também define nível de comprometimento do orçamento para a quitação dos precatórios.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia