WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate






alba










junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias






:: ‘juiz Antônio Carlos Moraes’

JUSTIÇA INVESTIGA SAQUES ÀS VÉSPERAS DA ELEIÇÃO

Antônio Carlos Moraes comenta processo eleitoral (A Região).

Candidatos que fizeram saques de altos valores às vésperas da eleição em municípios como Itabuna, Itapé e Jussari entraram na mira da Justiça. O juiz titular da 27ª Zona Eleitoral, Antônio Carlos Moraes, disse que foram constatados “saques elevadíssimos”. Os valores, conforme entrevista do magistrado ao jornal A Região, chegaram até R$ 1 milhão.

Antônio Carlos Moraes cita registro de casos em que candidatos foram pessoalmente a agências do Banco do Brasil e Caixa Econômica para realizá-los, a dois dias do pleito. O juiz também comenta na entrevista os abusos cometidos no período eleitoral em Itabuna e sugestões para reduzir a poluição sonora (veja aqui).

ZEM COSTA ABRE HORÁRIO ELEITORAL

Chefe de cartório, Marcelo Brito, e o juiz Antônio Carlos Moraes, durante sorteio (Foto Pimenta).

A Justiça Eleitoral sorteou nesta terça, 7, a ordem de exibição dos programas eleitorais dos candidatos a prefeito e das coligações proporcionais (vereadores) de Itabuna. O sorteio foi presidido pelo juiz da 27ª Zona Eleitoral, Antônio Carlos Moraes. O primeiro programa eleitoral a prefeito vai ao ar no dia 22. A programação será aberta pelo candidato do PSOL, Zem Costa, com tempo aproximado de 1 minuto e 47 segundos.

O primeiro programa terá, na sequência, Vane do Renascer (PRB),  Capitão Azevedo (DEM), Juçara Feitosa (PT) e Pedro Eliodório (PCB).  Zé Roberto (PSTU) vai fechar o primeiro dia de horário eleitoral das chapas majoritárias. Nos demais, segue-se ordem em que o último será o primeiro e aquele que abriu o programa anterior será o segundo e assim por diante.

A Justiça deveria definir ainda hoje o tempo de cada candidato e das chapas proporcionais, mas o sistema ainda aguardava o registro de todas as candidaturas a prefeito.

PROPORCIONAL 

A Justiça Eleitoral também definiu a ordem de exibição dos programas a vereador. A coligação A Mudança Começa Agora (PRB/PSC/PV) abre o horário eleitoral da proporcional, seguida de PTN, PSOL, PMDB, Coligação União e Trabalho (PSDC, PTB e PSDB), PCB, Unidos Por uma Itabuna Melhor (PP e PPS), DEM, PDT/PRP/PTdoB/PPL/PHS, Nova Esperança (PTC/PRTB), PCdoB, PT/PSB, PSTU e Unidos Venceremos (PSL/PR/PMN).

APÓS INDEFERIR REGISTRO DE AZEVEDO, JUSTIÇA ADIA DEFINIÇÃO DE TEMPO DE RÁDIO E TV

Juiz Antônio Carlos Moraes disse que será rigoroso (Foto Pimenta).

A definição do tempo no rádio e TV dos partidos e coligações nas eleições de prefeito e vereador em Itabuna somente será conhecida dia 7 de agosto, conforme anunciou o juiz da 27ª Zona Eleitoral, Antonio Carlos Rodrigues de Moraes. Hoje, representantes de partidos e candidatos e de emissoras de rádio e televisão se reuniram com o juiz no Fórum Ruy Barbosa.

Segundo o magistrado, a impugnação da candidatura do prefeito Capitão Azevedo determinou a mudança. Antonio Carlos Moraes esclareceu dúvidas quanto à propaganda eleitoral no rádio, TV e internet. O juiz recomendou aos candidatos usar apenas sites pessoais ou de suas coligações de acordo com a resolução do TSE.

INTERNET NA CAMPANHA

Ao lado do chefe do cartório, Marcelo Brito, o juiz fez críticas à colocação de placas em locais públicos de uso comum em desacordo com a legislação, ao volume dos carros de som e à propaganda ilegal em blogs e sites.

“Os partidos serão notificados, assim como os blogueiros”, disse o juiz Antonio Carlos Moraes.  Acrescentou que três decibelímetros serão usados em locais públicos para fiscalizar os carros de som para que limitem o volume em 85 decibéis.

Já o chefe do cartório, Marcelo Brito, criticou o uso de emissoras de rádio AM para atingir adversários e elogiar candidaturas amigas, em Itabuna e cidades circunvizinhas. “As rádios também serão notificadas. Em caso de reincidência, serão aplicadas multas, cujo máximo é de até 100 mil unidades fiscais de referência (Ufirs)”, comentou Brito.

JUIZ DIZ QUE CINCO BANDIDOS “LOTEARAM” ITABUNA EM RAIOS A E B

Vídeo mostra parte da fala do juiz da 2ª Vara Crime de Itabuna, Antonio Carlos Moraes, na reunião da Associação Comercial de Itabuna. Além de afirmar que 90% dos homicídios em Itabuna são ordenados de dentro do presídio (relembre aqui), o magistrado também diz que cinco bandidos lotearam o município, dividindo-o em raios A e B. Antonio Carlos Rodrigues também faz críticas à direção do presídio. Confira no vídeo disponibilizado pelo presidente do Lions Clube Itabuna Sul, Marco Franco.

“90% DOS HOMICÍDIOS EM ITABUNA SÃO ORDENADOS DE DENTRO DO PRESÍDIO”, AFIRMA JUIZ CRIMINAL

MAGISTRADO FAZ DURAS CRÍTICAS A DELEGADO
E AO SECRETÁRIO ESTADUAL DE SEGURANÇA

Autoridades debatem segurança pública na ACI (Foto Pimenta).

O juiz da 2ª Vara Crime de Itabuna, Antonio Carlos Rodrigues Moraes, apresentou um dado estarrecedor, na noite desta segunda, 14. “Cerca de 90% dos crimes de homicídio em Itabuna são ordenados de dentro do Presídio, que também é de onde é controlado o tráfico de drogas e entorpecentes”, disse.

O magistrado também fez duras críticas ao secretário estadual de Segurança Pública, Maurício Barbosa, e ao delegado-chefe da Polícia Civil, Hélio Jorge Paixão. Segundo o juiz, as duas autoridades desmarcaram reunião para debater segurança sem que apresentasse justificativa.

– Simplesmente mandaram fax cancelando o encontro. Parece que essas autoridades não têm compromisso algum com a cidade, apesar de ela figurar entre as dez mais violentas do País -, afirmou ao PIMENTA o juiz Antonio Carlos Moraes.

O juiz e autoridades em segurança pública participaram de reunião para debater o recrudescimento da criminalidade no município, que registrou dez homicídios em apenas seis dias.

O debate ocorreu no auditório da Associação Comercial de Itabuna (ACI). Nenhum delegado da Polícia Civil participou da reunião, embora tivesse sido anunciada a presença do coordenador regional da Polícia Civil, Moisés Damasceno.

O presidente da ACI, Eduardo Fontes, lembrou dos esforços da associação para instalar o sistema de videomonitoramento no centro, que parou de funcionar desde o fim das obras na avenida do Cinquentenário.

A prefeitura, disse, até o momento não fez repasse para manutenção das câmeras do sistema. O prefeito Capitão Azevedo (DEM) não participou da reunião, mas mandou representante.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia