WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: ‘juiz’

TJ-BA ABRE CONCURSO COM 50 VAGAS PARA JUIZ SUBSTITUTO; SALÁRIO CHEGA A R$ 23,2 MIL

Concurso para juiz substituto na Bahia tem 50 vagas e R$ 23 mil de salário

Foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico desta quinta-feira (27) o Edital 2018 do concurso para Juiz Substituto do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia. São 50 vagas, sendo 32 para ampla concorrência, 15 para negros e três para deficientes. O subsídio é de R$ 23.284,14, conforme edital.

Clique aqui e acesse a íntegra do edital

O prazo de inscrição no concurso será aberto no próximo dia 4 de outubro e será encerrado às 18h de 5 de novembro deste ano (Horário de Brasília). A inscrição será feita pela internet, no site do Cebraspe ou no AS Escritório Virtual, na Avenida Adhemar de Barros, 408, sala 3, em Ondina, Salvador. A taxa foi fixada em R$ 230,00, conforme edital, mas o candidato poderá pedir isenção, a depender da renda.

O certame terá cinco etapas, com prova objetiva seletiva; discursiva e prática de sentença; investigação social e vida pregressa, além de exames; prova oral; e prova de títulos. A primeira fase está prevista para 13 de janeiro do próximo ano.

JUIZ COMPLICADO

Coluna Tempo Presente (A Tarde):

O juiz Vítor Bizerra (que está envolvido com a adoção irregular de crianças em Monte Santo) organizou uma pequena manifestação comandada por dois empregados dele (juiz), em frente ao fórum de Juazeiro, a fim de tentar influenciar o juiz corregedor do TJ da Bahia, que ali se encontra para apurar a invasão que o juiz Vítor fez na Fazenda Campo Largo, em Sento Sé, de propriedade da Quifel Energy, que ali instala um parque eólico.

O juiz é acusado de querer grilar a área.

UMA ESPERA DE DEZ ANOS

Alex Venícius: nomeação finalmente saiu.

Do Cena Bahiana

Saiu nesta terça-feira (5) a nomeação do bacharel Alex Venícius Campos Miranda para o cargo de juiz substituto. Miranda, que é delegado de polícia, foi aprovado em concurso público para a magistratura há mais de dez anos e deveria ter sido empossado em 2002, o que não ocorreu em função do entendimento de que ele ainda não teria cumprido o chamado interstício. Ou seja, o tempo de três anos de exercício de atividade jurisdicional.

O bacharel, natural de Ibicaraí, recorreu da decisão e teve sua vitória confirmada hoje, em um decreto assinado pelo presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, Mário Alberto Hirs. De acordo com o decreto, a nomeação do novo juiz de direito tem efeito retroativo a 23 de dezembro de 2002.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia