WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba



bahiagas





novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

editorias






:: ‘Luiz Caldas’

TEATRO DE ITABUNA SERÁ INAUGURADO HOJE COM IVETE E ORQUESTRA SINFÔNICA DA BAHIA

Teatro Candinha Doria será inaugurado nesta sexta-feira

O Teatro Candinha Doria, em Itabuna, será inaugurado nesta sexta-feira (26) com apresentações de Ivete Sangalo e músicos e a Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba), a partir das 19h30min. A inauguração será restrita a quase 600 convidados, que é a capacidade máxima do teatro. O equipamento cultural será inaugurado pelo governador Rui Costa e o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes. Horas antes, às 12h30min, Rui e Fernando concedem entrevista e fazem visita guiada para a imprensa.

A obra ficou paralisada por 12 anos e foi retomada em 2018, após o Governo do Estado e a Prefeitura firmarem convênio para a conclusão. Além de cerca de R$ 10 milhões já empregados na fase estrutural, o Estado repassou mais de R$ 20 milhões, desde 2018 e a conclusão neste ano. Até o próximo domingo, shows de Simone e Simaria, Luiz Caldas e Chiclete com Banana e apresentações do Ballet do Teatro Castro Alves.

A inauguração do novo teatro marca os 109 anos de emancipação de Itabuna, comemorado em 28 de julho. Apto a receber espetáculos nacionais e internacionais, o teatro, em sua estrutura física, atende a todas as normas ambientais, de segurança e de acessibilidade, além de possuir uma moderna estrutura de iluminação, sonorização, mecânica, cênica e acústica, além de um amplo foyer, camarim, sanitários, salas de apoio e administração, segundo o governo baiano.

ATRAÇÕES DIAS 27 E 28

A programação promovida pela Governo do Estado terá neste sábado (27), a partir das 19h30min, a Osba, o Ballet do Teatro Castro Alves (BTCA) e o espetáculo A História do Soldado. No dia 28, data do aniversário da cidade, a área externa do teatro vai receber os shows de Luiz Caldas e da banda Chiclete com Banana.

PARALISAÇÃO, POLÊMICA E REDE GLOBO

Projeto ficou paralisado por mais de 10 anos

Após mais de dez anos de paralisações e polêmica, a obra é entregue. No período em que ficou paralisada, a obra ganhou destaque como um dos exemplos nacionais de desperdício de dinheiro público ao aparecer em matéria do Fantástico, da Rede Globo (relembre aqui).

Artistas e entidades se mobilizaram para a sua conclusão em um dos movimentos liderados pelos produtores culturais Ari Rodrigues e Eva Lima, da Associação Cultural Amigos do Teatro (Acate).

Ari, da Acate, em entrevista para a Globo

O clamor pela conclusão também levou o Ministério Público Estadual (MP-BA) a investigar o quanto já havia sido gasto até aquele momento. Apontou cerca de R$ 17 milhões, com base em documentos. A obra estava orçada em R$ 12,9 milhões. Será concluída por cerca de R$ 24 milhões. O Estado não informou, com precisão, o valor repassado desde 2018 até a conclusão do projeto.

O valor gasto divulgado pela promotoria em 2013 foi contestado pelo prefeito Fernando Gomes (reveja). Numa reunião com representantes da OAB e da Acate, o então ex-prefeito disse terem sido gastos R$ 3,7 milhões. “O dinheiro gasto foram R$ 800 mil da prefeitura e R$ 2 milhões e 900 mil do Estado. Digo isso por que a obra toda foi orçada, na época, em R$12 milhões e 900 mil. Se já gastaram R$ 17 milhões e não concluíram, então alguém pegou esse dinheiro”, afirmou Fernando em 2013.

ANIVERSÁRIO DE ITABUNA TERÁ IVETE, SIMONE E SIMARIA E ORQUESTRA SINFÔNICA DA BAHIA

Ivete, Simone e Simaria e Orquestra Sinfônica da Bahia no aniversário de Itabuna

Andreyver Lima

Durante coletiva no Teatro Municipal Candinha Doria, nesta tarde, o prefeito Fernando Gomes anunciou as atrações das festividades dos 109 anos de emancipação política de Itabuna. Além da Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba), estão Ivete Sangalo, Chiclete com Banana, Luiz Caldas e a dupla Simone e Simaria, uma escolha pessoal da primeira-dama do estado, Aline Peixoto, como presente para a cidade, segundo o prefeito.

O Teatro será inaugurado dia 26 (sexta-feira) às 19h30, sendo a obra mais simbólica nos últimos anos em Itabuna. Por conta de sua importância, Fernando tem atendido diretamente de uma sala no teatro, onde recebeu a imprensa. “Haverão os discursos e após o governador, entrará a orquestra e logo depois Ivete Sangalo. Por conta da capacidade do teatro (600 pessoas), vamos colocar ao lado um telão para o povo acompanhar”, disse.

O prefeito afirmou que toda a festa é promovida pelo Governo do Estado. “Após Ivete, ainda na sexta-feira, terá para o povão o show de Simone e Simaria. Uma oferta da primeira-dama do estado para o dia da cidade”. Na noite de sábado (27), se apresentarão Chiclete com Banana e Luiz Caldas.

No domingo (28), dia do aniversário, terá missa às 9h30, na Catedral São José e às 17h00, no TCD, a entrega da comenda Firmino Alves, considerada a maior honraria do município, que recebe o nome do fundador de Itabuna.

ITACARÉ DIVULGA ATRAÇÕES DA “FESTA DA VIRADA”

Luiz Caldas será uma das atrações do Réveillon em Itacaré

O rei do axé music, Luiz Caldas, e a banda Tribo de Jah, um dos maiores nomes do reggae do Brasil, são algumas das atrações já confirmadas para o Réveillon 2018/2019 de Itacaré, que terá ainda shows com Padre Ednaldo e Banda, Pirilampo e DJ. A proposta, segundo o prefeito Antônio de Anízio, é promover uma das maiores e mais tranquilas festas de virada dos últimos anos.

A festa começará a partir das 20h, na Praia da Coroinha, orla da cidade, e contará ainda com show pirotécnico. A Prefeitura de Itacaré, segundo Anízio, também está executando um conjunto de ações para receber um grande público para o período da Virada.

O trabalho já começou com a limpeza e iluminação das ruas, sinalização em diferentes pontos da cidade e a melhoria no sistema de trânsito, com a colocação de mais agentes e a capacitação dos profissionais. A Polícia Militar, em parceria com a Prefeitura de Itacaré, também desenvolverá um conjunto de ações para garantir ainda mais segurança para os itacareenses e turistas.

ANITTA, LUIZ CALDAS E TRIO DA HUANNA PUXAM FOLIÃO “PIPOCA” HOJE EM SALVADOR

Luizinho, do Trio da Huanna, e Anitta são duas das atrações no Circuito Dodô, na Barra

Os três circuitos do Carnaval promovido pelo Governo da Bahia, especialmente para o folião pipoca, serão animados por grandes atrações da música nacional e baiana, nesta sexta-feira (9). Anitta é uma das principais. A cantora desfila a partir das 20h, na Barra (Dodô), seguida de Parangolé, às 20h30min, Luiz Caldas (20h45min), Margareth Menezes (21h45min) e Trio da Huanna (23h30min).

No Circuito Osmar (Campo grande), quem agita a galera é a Banda Babado Novo (18h30min), Sarajane (19h) e Dilsinho. O folião que optar por brincar a festa no Pelourinho (Circuito Batatinha) terá atrações em todos os largos. O cantor Lazzo Matumbi abre o Carnaval no Centro Histórico de Salvador, no Largo do Pelourinho, às 19h, seguido por Amanda Santiago, que anima o folião de 21h30 a meia noite. No Largo Pedro Arcanjo, se apresentam Zelito Miranda (17h às 18h30), Orquestra Compasso (19h30 às 22h) e Banda Ruy Tapajós (22h à 00h).

O Largo Tereza Batista recebe Val Macambira, com seu Carnaval Sinfônico, das 14 às 17h. Em seguida se apresenta as bandas Africana ( 19 às 21h), A Unidade (21h às 23h30) e cantor Jorge Zarath (00h a 1h30). No Largo Quincas Berro D’Água quem comanda a noite são as bandas Plano Inclinado (19 às 21hh), Batuque de Negro (21h30 às 23h30) e Barca Folia do Pelô (00h a 1h30). A programação completa pode ser acessada pelo site do Carnaval da Bahia. :: LEIA MAIS »

LUIZ CALDAS E LORDÃO NA BEIRA-RIO

Lordão e Luiz Caldas se apresentam na Beira-Rio em Itabuna.

Lordão e Luiz Caldas se apresentam na Beira-Rio em Itabuna.

Luiz Caldas e Banda Lordão serão as atrações do Circuito Mais Música em Itabuna, na próxima segunda (1º), Dia do Trabalhador, a partir das 19h, na Praça Rio Cachoeira, na Beira-Rio, em frente à Câmara de Vereadores. As atrações têm patrocínio da Vivo e do Governo do Estado.

O Projeto Circuito Mais Música integra o FazCultura, das secretarias estaduais da Fazenda (Sefaz) e de Cultura (Secult). O projeto terá apoio da Prefeitura de Itabuna na edição grapiúna. O projeto é uma realização da Caderno 2 Produções e Da Cultura.

ESTUDIOSOS E MÚSICOS ANALISAM OS 30 ANOS DA AXÉ MUSIC

Luiz Caldas é precursor do axé (Foto Divulgação).

Luiz Caldas é precursor do axé (Foto Divulgação).

Danyele Soares | Agência Brasil

A axé music chegou aos 30 anos. O gênero, que marca o carnaval baiano e leva milhões de foliões à loucura, teve início com a música Fricote, de Luiz Caldas e Paulinho Camafeu, em 1985. De lá para cá, o ritmo ganhou novos contornos a partir da mistura com outros gêneros como o sertanejo, o samba e o pagode. O movimento de aproximação com diferentes fontes musicais também gerou críticas sobre uma possível crise do axé.

Para o coordenador do curso de graduação em música popular da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Ivan Bastos, entretanto, isso é um movimento natural. “Alguns falam em crise criativa, mas eu não acho que é isso,. Essa mistura se dá por conta do capitalismo. Produtores, empresários e artistas veem que isso dá dinheiro e resolvem fazer. A nova tendência dá visibilidade ao cantor e acontece com outros estilos também.”

Segundo o professor, a nova composição das bandas após a saída de vocalistas que estouraram nas décadas de 80 e 90 e até nos anos 2000, como Netinho, Ivete Sangalo, Cláudia Leitte e Bell Marques, também é consequência desse ciclo natural e de interesses comerciais. “As gerações vão se sucedendo e a moda também. O antigo modelo é superado e assim surge espaço para outros nomes”, destaca.

O professor e vice-reitor da UFBA, Paulo Miguez, especialista em carnaval, avalia que a mistura de gêneros é positiva. De acordo com ele, o axé é composto por diversas formas, como a música dos blocos afro, do trio elétrico e do afoxé, o que representa um sinal de vitalidade do gênero. Ele destaca que é preciso diferenciar o axé no sentido estético musical do negócio que o movimento gera.

“O axé, no sentido estético, é muito interessante, formado por uma mistura, e gera importante transformação na cena cultural baiana. Isso é uma coisa fantástica. Já o aspecto comercial é concentrado, as oportunidades são poucas e o ativo fundamental desse negócio é o ‘sistema de estrelas’, a partir do qual é definido o valor a ser cobrado nos ingressos.”

De acordo com o cantor e compositor Luiz Caldas, considerado precursor do gênero, o axé vive um momento maravilhoso e as mudanças fazem parte do novo cenário musical. Ele destaca que o ritmo levou Salvador para o mundo e inovou o carnaval baiano. O cantor diz também que o axé foi responsável por “abrir novamente as portas” da imprensa para a Bahia depois do sucesso de Caetano Veloso, Gilberto Gil, dos Novos Baianos, de A Cor do Som, entre outros.

“Muita gente diz que o axé music está em crise, mas isso é uma crise particular, é a crise de alguns. Eu mesmo vivo meu melhor momento musical e sou o criador do axé music. Hoje, olhando para trás e vivendo o presente, digo que é um momento de criação e celebração. Vamos para a frente que vem muita gente por aí.”

O SHOW DE LUIZ CALDAS

Luiz Caldas levou uma multidão à Praça Adami, ontem, no encerramento da Lavagem do Beco do Fuxico. Foi homenageado e reverenciou o público com canções próprias e de feras como Raul Seixas. Confira como foi o início do show.

Em tempo: o trio elétrico usado como palco pelo artista apresentou falhas no som que comprometeram o show de Luiz Caldas, refletindo na qualidade da captação feita pelo blog.

LUIZ CALDAS: “ITABUNA ME DEU RÉGUA E COMPASSO”

Luiz Caldas é atração da Lavagem do Beco de 2015 (Foto Divulgação).

Luiz Caldas é atração da Lavagem do Beco de 2015 (Foto Divulgação).

Há 30 anos, o feirense Luiz Caldas despontava no cenário musical brasileiro com um ritmo diferente, o axé music. Neste sábado, a partir das 22 horas, será a vez de prestar homenagem não apenas aos 30 anos do axé music, mas a quem é considerado o criador do ritmo.

Luiz Caldas é o principal nome da Lavagem do Beco do Fuxico, neste sábado (7), em Itabuna. A festa que sempre abria os carnavais itabunenses é realizada todos os anos, independentemente da cidade ter ou não festa.

São os blocos tradicionais, como Maria Rosa e Casados I… Responsáveis, que não deixaram a tradição morrer – e é bem neste cenário que o “Pai do Axé” se apresentará, na Praça Adami, às 22h. A atração foi contratada pelo governo baiano.

Luiz Caldas também não esquece o passado. “Itabuna me deu régua e compasso”, disse o cantor em uma entrevista ao Resenha da Cidade, da Rádio Difusora.

O músico lembra que estava em Itabuna, quando recebeu seu primeiro convite para se apresentar em cima de um trio elétrico, o Tapajós, em Ibicaraí, a 40 quilômetros de Itabuna.

O músico até cantou, de improviso, a canção Haja amor. Luiz Caldas prometeu show com antigos sucessos (Tieta, Haja amor e Que é que essa nega quer) e novas canções. Um novo CD será lançado pelo cantor e compositor em fevereiro. O novo trabalho é uma mistura de samba-reggae.

A alegria do cantor em rever amigos talvez não tenha sido maior que a sensação de ser lembrado por fãs. Um deles apareceu no hotel onde está hospedado, na Avenida Aziz Maron, no Jardim União (Beira-Rio) para que Luiz Caldas autografasse a coleção de sete discos de vinil, quase a discografia completa do Pai do Axé Music. Texto Pimenta.

NATAL DE CONQUISTA TERÁ NANDO REIS, MILTON NASCIMENTO E MARIA GADÚ

Praça Tancredo Neves já recebeu iluminação natalina (Foto Divulgação).

Praça Tancredo Neves já recebeu iluminação natalina (Foto Divulgação).

A Prefeitura de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, divulgou a programação de um dos maiores eventos públicos natalinos do nordeste brasileiro, o Natal da Cidade. O evento abre espaço para artistas locais e reúne grandes atrações nacionais.

Neste ano, o evento terá feras como Erasmo Carlos, Milton Nascimento, Maria Gadú, a portuguesa Susana Travassos e Margareth Menezes. Os shows são gratuitos e ocorrem na praça Tancredo Neves.

PROGRAMAÇÃO DE SHOWS

18 – Erasmo Carlos
19 – Nando Reis
20 – Luiza Possi
21 – Milton Nascimento, Wagner Tiso e Victor Biglione
22 – Toni Garrido, Sandra de Sá, Margareth Menezes e Nenéu Liberalquino
23 – Maria Gadú
24 – Susana Travassos
25 – Renato Braz e Luiz Caldas








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia