WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba








novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

editorias






:: ‘Lula’

PROEZA ERA CRIANÇA VIVA

Mariana FerreiraMariana Ferreira | mariana.sferreira90@gmail.com

 

O que parecia um fenômeno imbatível e impositivo da vida foi passo a passo minado por ações agressivas e muitas vezes contestadas, rotuladas como assistencialistas e eleitoreiras. Mas, assim como a fome é criação do ser humano, a segurança alimentar também o é.

 

Em meio a tantos e exaustivos embates dessa campanha eleitoral, vi na página do Facebook da Dilma que a Globo a mandou retirar um vídeo por não ter autorização de uso. Sem necessidade aqui de julgar sobre a relação Globo x Dilma – já há tantas declarações e percepções sobre isso –, fui ver o vídeo. Enfim, fala de uma reportagem sobre o retrato da fome no Brasil que repercutiu no mundo e ganhou vários prêmios. O conteúdo é forte, mostra o Brasil do ano 2001.

No vídeo é possível ver como há tão pouco tempo a vida era tão difícil e em muitos casos insuportável para as pessoas do grupo de baixa renda. Não pela violência, não por acidentes, mas pela fome. Sem fazer apologia a Lula e Dilma, que é a minha candidata, é verificável que é realmente impressionante o ritmo acelerado de evolução em relação à fome e à miséria no país.

Àquela época, que não está tão distante assim, a reportagem da Globo versou que “proeza era criança viva, e bebê recém enterrado era acontecimento banal”. Revelou ainda que “no Brasil, a cada 5 minutos morria uma criança, a maioria de doenças da fome”. Um médico sanitarista foi entrevistado e ele informou que, de acordo com o Unicef, morriam cerca de 290 crianças por dia nessas condições, o que correspondia, também segundo o órgão, a dois boeings 737 de crianças mortas por dia.

É incrível ver como o que parecia impossível há tão pouco tempo, e tão discutido por Milton Santos, geógrafo que no mesmo ano gravou um documentário sobre o assunto (meses antes de sua morte), desmanchou-se no ar, como quem apenas esperava alguém para intervir. E foi assim que comer mostrou-se ser, além do óbvio, um ato político.

O que parecia um fenômeno imbatível e impositivo da vida foi passo a passo minado por ações agressivas e muitas vezes contestadas, rotuladas como assistencialistas e eleitoreiras. Mas, assim como a fome é criação do ser humano, a segurança alimentar também o é. Santos, um mestre de fato e de direito, ficaria orgulhoso ao saber que, hoje, o seu Brasil deu exemplo mundial e foi honrosamente retirado do Mapa da Fome da ONU. Um feito para encher os brasileiros de orgulho.

Segue o link do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=-A9zEQ1-ODQ#t=166

Mariana Ferreira é comunicóloga.

WAGNER DIZ QUE AÉCIO “NÃO TEM MUITO APREÇO PELO TRABALHO”

Wagner diz que Aécio não tem apreço pelo trabalho (foto Pimenta).

Wagner diz que Aécio não tem apreço pelo trabalho (foto Pimenta).

O governador baiano, Jaques Wagner (PT), concedeu entrevista à Folha desta segunda (13). Nela, aborda a política nacional, eleições de 2014, necessidade de reforma política e corrupção.

Wagner diz, na entrevista, que Aécio “não tem muito apreço pelo trabalho” e vê em Dilma Rousseff, presidente e candidata à reeleição, pessoa “muito mais qualificada, trabalhadora e determinada” do que o senador mineiro.

Para o petista, a campanha tucana erra ao bater na tecla corrupção. “Não reconheço em Aécio Neves alguém que possa dar aula de ética. O povo sabe que tem santo e tem diabo em todos os partidos”, disse. E cita a derrota do tucano no próprio estado (Minas Gerais): “O povo mineiro não é bobo”. Lá, apenas Antônio Anastasia, candidato tucano ao senado, venceu. Perderam Aécio e Pimenta da Veiga, que disputou o governo.

Ainda provocando, o governador baiano disse que Aécio não foi quem pensou em choque de gestão em Minas, pois “estava no Rio [de Janeiro] passeando. Para sentar na cadeira de presidente, tem que trabalhar muito. E ele (Aécio) não tem muito apreço pelo trabalho”.

O governador baiano também faz autocrítica e considera que o PT precisa refletir sobre o seu desempenho em São Paulo. Acredita que a eleição de Rui Costa ao governo da Bahia se deu porque algo foi plantado. Wagner considera que Lula terá bala na agulha para 2018, na sucessão de Dilma Rousseff – ou de Aécio.

SUL DA BAHIA PRETERIDO

Lula e Rui Costa em evento na capital baiana em junho (Foto divulgação).

Lula e Rui Costa em evento na capital baiana em junho (Foto divulgação).

O ex-presidente Lula fará a terceira visita à Bahia desde a convenção do seu partido, o PT. Mas, tudo indica, o interior do estado será preterido nesta campanha. Havia expectativa de que a estrela do partido participasse de comício em Itabuna ou Ilhéus, nesta semana, por ser a região onde o candidato ao governo baiano, Rui Costa, tem desempenho mais baixo. Não vem. Dia 1º, Lula estará, outra vez, em Salvador.

Aliás, a última visita de Lula ao sul da Bahia em atividade de campanha foi em 2000, quando o deputado federal Geraldo Simões (PT), atrás nas pesquisas, travava uma disputa dificílima contra o então prefeito Fernando Gomes. “Zé de Cuma” buscava a reeleição com o apoio do trio ACM, Paulo Souto e César Borges. Geraldo, com apoio e presença de Lula em caminhada considerada histórica, acabou eleito prefeito de Itabuna pela segunda vez.

LULA AQUI…

Lula e o candidato ao governo, Rui Costa, durante comício em Salvador (Foto Vaner Casas/BApress).

Lula e o candidato ao governo, Rui Costa, em Salvador (Foto Vaner Casas/BApress).

São cada vez menores as chances do ex-presidente Lula participar de comício no sul da Bahia. A expectativa era grande, principalmente para quebrar o clima de “não campanha” que impera na região.

Nos dois maiores municípios sul-baianos, Ilhéus e Itabuna, aliados questionam as poucas atividades. E têm em vista qual o maior prejudicado, o candidato ao governo Rui Costa (PT). “Nem parece que temos candidatura”, afirma um aliado. “O adversário (Paulo Souto) tem volume de campanha bem maior [no sul da Bahia]. Poderá refletir bem na urna”.

AÉCIO, MARINA E O TUCANATO

marco wense1Marco Wense

O tucanato de FHC trata a candidatura de Aécio Neves com frieza e indiferença.

Os tucanos do PSDB paulista estão cada vez mais frios e indiferentes com a candidatura de Aécio Neves à presidência da República.

Nem mesmo a melhora nas pesquisas, dando uma sobrevida ao candidato, fazendo renascer a esperança do ex-governador (MG) ir para um segundo turno, sensibilizou o tucanato de FHC.

Pela Vox Populi, divulgada na última terça-feira (23) pela TV Record e pelo conceituado jornal Valor Econômico, a diferença entre Marina Silva e Aécio é de apenas cinco pontos (veja aqui).

A ex-ministra do Meio Ambiente do então governo Lula caiu de 27% para 22%. O tucano subiu dois pontos, de 15% para 17%. A presidente Dilma Rousseff, que busca o segundo mandato, saiu de 36% para 40%.

Aliás, a marca do tucanato paulista sempre foi o da frieza diante dos fatos. Essa turma é de uma insensibilidade inominável. E olhe que Aécio é um tucano de plumagens exóticas, não é um tucano qualquer.

Aécio Neves (PSDB).

Aécio Neves em Itabuna (Foto Pimenta).

Aécio sabe de tudo. Não é nenhum neófito nas artes da política e, muito menos, marinheiro de primeira viagem. O melhor caminho é o de ficar parecendo que não sabe de nada.

Milhões de “santinhos” serão distribuídos com a foto de Geraldo Alckmin, candidato ao Palácio dos Bandeirantes (reeleição), com a ambientalista Marina Silva (PSB).

Marina já autorizou a dobradinha, digamos, tucano-socialista. Alckmin, por sua vez, se faz de desentendido. Farinha pouca meu pirão primeiro. O “companheiro” Aécio que se dane.

O engraçado é que Marina descartava, de maneira até radical, qualquer possibilidade de aproximação com Geraldo Alckmin. Quando o assunto era o PSDB, a ex-petista só colocava José Serra na lista dos bons tucanos.

Marina, em nome da “nova política”, despreza os partidos políticos, chega até a satanizá-los. Acha que pode governar negociando com cada parlamentar. Vai ser um Deus nos acuda. Um varejão.

Só resta ao candidato Aécio Neves esperar o fim do processo sucessório. O troco fica para 2018, já que Alckmin é candidato ao Palácio do Planalto. É bom lembrar que Aécio é mineiro. É mineirinho.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

EVERALDO FALA EM VITÓRIA DE RUI NO 1º TURNO

Everaldo Anunciação acredita em vitória de Rui ainda no primeiro turno.

Everaldo Anunciação acredita em vitória de Rui ainda no primeiro turno.

Everaldo Anunciação, presidente do PT baiano, empolgado com os números da pesquisa Babesp divulgados hoje, disse acreditar em vitória de Rui Costa ainda no primeiro turno, além da eleição de Otto Alencar (PSD) ao Senado. Desde o início do horário eleitoral, Rui saltou de 11% para 27% nas intenções de voto.

Para Everaldo, o candidato ao governo pelo PT ainda tem muito espaço para crescer. Eufórico com os números, o dirigente estadual fala em vitória de Rui no primeiro turno (“tem muito espaço para crescer e até ganhar esta eleição ainda no primeiro turno”).

Outro fator considerado relevante para a tendência de maior crescimento do petista, cita Everaldo, são os apoios do ex-presidente Lula, de Dilma Rousseff e do governador Jaques Wagner. Com os apoios da trinca petista, Rui atinge 32%, enquanto Paulo Souto, com ACM Neto e Aécio Neves, cai de 39% para 37%, segundo a Babesp.

A campanha deverá colar o nome de Rui Costa, ainda mais, em Lula e Dilma. A presidente da República e candidata à reeleição tem 54% das intenções de voto na Bahia, segundo o Instituto Babesp.

A euforia toma conta dos petistas, mas o Babesp está sob a mira do DEM baiano devido às ligações do instituto com o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo, que contratou a pesquisa.

PÚBLICO FRACO

O senador Walter Pinheiro e políticos aliados participaram, ontem à noite (4), da inauguração do comitê do candidato a governador pelo PT, Rui Costa, e ao Senado pelo PSD, Otto Alencar, além de Dilma Rousseff. Chamou atenção não os discursos, mas o público. Pouca gente compareceu, retratando as dificuldades da chapa majoritária em Itabuna.

Nos bastidores, os diversos grupos que compõem a base governista e apoiam Rui, Otto e Dilma se queixam os candidatos não compareceram – nem o vice da chapa, João Leão, o “Bonitão”.

Rui e Otto devem vir a Itabuna e Ilhéus somente no próximo final de semana. Um aliado, espirituoso, diz que, com a falta de mobilização, nem Lula daria jeito – para atrair gente.

LULA DEFENDE REELEIÇÃO DE DILMA E DIZ QUE VOLTA “DISPOSTO” E COM “FORÇA” EM 2018

Lula, que anuncia retorno em 2018, puxa voto para Rui Costa (Foto Vaner Casas/BApress).

Lula, que anunciou retorno em 2018, puxa voto para Rui Costa (Foto Vaner Casaes/BApress).

Marival Guedes, para o PIMENTA

Lula afirmou hoje à noite, em Salvador, que será candidato a presidente da República em 2018. É a primeira vez que o ex-presidente fala em disputar o comando do país, após governá-lo por dois mandatos, de 2003 a 2010.

– Aí eles vão falar “Dilma mais 4 anos e depois esse tal de Lula quer ficar mais 4”. Em 2018 eu vou estar com 72 anos e disposto [a disputar a presidência novamente] – frisou, reforçando que “enquanto estiver vivo e tiver força”, não vai permitir o retorno daqueles que, na sua concepção, atrasaram o país.

Diante de um público de mais de dez mil pessoas, o ex-presidente disse enxergar que o ódio contra o seu partido, o PT, é ideológico.

[Quando estava na presidência] Eu pensava que era porque era torneiro mecânico e gente do povo. Mas não. Dilma é formada e o ódio continua. O ódio [contra o PT] é ideológico. Eles não querem o pobre viajando de avião e comendo melhor.

VOTO PARA RUI E OTTO

Ainda no comício em Salvador, Lula saiu em defesa de Rui Costa e Otto Alencar. “O povo não pode permitir que a Bahia volte a ser governada pelo atraso”. O ex-presidente fez um paralelo ao dizer que, antigamente, o coronel tinha fazenda e chicote.

– Hoje ele tem um canal de televisão e um jornal. Com isso, eles vão tentando fazer a cabeça das pessoas e nós não podemos permitir. A gente não quer mais senhor de engenho não. A gente quer fazer parte do bolo”.

O ex-presidente voltou a sair em defesa de Dilma ao falar do enfrentamento da crise econômica. “Dilma enfrentou a crise sem demitir”, observou, sem esquecer que a receita defendida pelos opositores pregava “demissões”.

Ele ainda citou números como a geração de 11 milhões de emprego em pouco mais de uma década e que hoje a inflação anual fica em torno de 6%, enquanto em 1986, citou, chegava a 86% ao mês.

COMÍCIO DE RUI E OTTO COM LULA ATRAI MAIS DE 10 MIL PESSOAS EM SALVADOR

Rui, Lula, Wagner e Otto Alencar em comício há pouco em Salvador.

Rui, Lula, Wagner e Otto Alencar em comício há pouco em Salvador.

O ex-presidente Lula foi a principal estrela do comício do candidato ao governo baiano pelo PT, Rui Costa, e ao Senado, Otto Alencar (PSD), hoje à noite em Salvador. O evento atraiu cerca de dez mil pessoas à Praça da Revolução, em Periperi, no Subúrbio Ferroviário.

Lula defendeu a eleição de Rui Costa e Otto Alencar, além da reeleição da presidente da República, Dilma Rousseff, em evento em que foi ovacionado. Além dos candidatos Rui Costa e Otto Alencar e do vice na chapa petista, João Leão (PP), também participaram o governador Jaques Wagner e candidatos a deputado, além de lideranças estaduais.

Ao lado do ex-presidente, Rui Costa disse que o estado avançou com Wagner e o novo projeto é para avançar ainda mais: – Um projeto que, com Lula e Dilma, já fez a maior transformação social e econômica nesse país. E que, na Bahia, com Wagner, tirou milhões da miséria, deu acesso à água e à luz a mais de 6 milhões de baianos – disse, lembrando que visitou mais de 120 municípios desde o início da campanha e o que viu lhe dá a certeza da vitória.

Ainda no palanque, Rui informou que a transformação no país também chega ao subúrbio da capital baiana. A região do Subúrbio Ferroviário, segundo ele,  receberá R$ 600 milhões em obras, que incluem a revitalização da orla marítima. A autorização de liberação da verba já foi assinada pela presidente Dilma Rousseff, segundo ele.

OTTO: HOMENAGEM A WALDIR

O candidato ao Senado pelo PSD, Otto Alencar, criticou “pesquisas encomendas” (alfinetada no Ibope) em que tanto ele como Rui Costa aparecem em segundo lugar, mas opositores ligados à Família Magalhães (dona da Rede Bahia) lideram com boa margem ao Senado e ao governo baiano.

Otto prometeu, se eleito, dedicar a sua vitória a Waldir Pires, no que foi interpretado também como outra cutucada nos carlistas, acusados de fraude eleitoral que custou o mandato de Waldir.

O CONSERVADORISMO E A ELEIÇÃO DE 2014

professor júlio c gomesJulio Cezar de Oliveira Gomes | advjuliogomes@ig.com.br

Pressionada, entre outros, pelo poderoso pastor Silas Malafaia, Marina recuou na proposta de reconhecer o casamento entre pessoas do mesmo sexo, restringindo-se a apoiar o que, simplesmente, já existe: a legalidade da união civil homoafetiva com base em decisões do STF.

Definitivamente, a agenda e as propostas conservadoras tomaram conta das eleições de 2014, sobretudo no que toca à disputa pela Presidência da República.

Após a morte de Eduardo Campos e a ascensão de Marina Silva à cabeça da chapa de sua coligação e ao topo da disputa, o que se passou a ver, de forma cada vez mais explícita, foi a disputa pelo voto mais conservador, por meio das negociações com os líderes desses setores, traduzindo-se em compromissos políticos e programáticos cada vez mais próximos daquilo que desejam os chamados setores da direita.

Foi assim que, pressionada, entre outros, pelo poderoso pastor Silas Malafaia, Marina recuou na proposta de reconhecer o casamento entre pessoas do mesmo sexo, restringindo-se a apoiar o que, simplesmente, já existe: a legalidade da união civil homoafetiva com base em decisões do STF.

Estes mesmos setores exigem de Marina uma posição formal quanto à não legalização do aborto e das drogas, solidamente calcados nos milhões de votos que possuem.

Para não ficar para trás, e tentando recolocar-se no centro da disputa presidencial Aécio Neves incluiu formalmente em suas propostas a revisão da legislação que trata de pessoas com 16 e 17 anos que cometem crimes graves, tais como homicídio.

Esta corrida ao conservadorismo deixa a presidente e candidata Dilma em uma situação muito difícil. Ceder a este tipo de programa político seria, em princípio, romper com as expectativas daqueles que historicamente votam nela; e não fazê-lo significa deixar a bola da vez e as demandas sociais nas mãos de seus adversários, sobretudo de Marina Silva, que muda suas propostas de governo com rapidez e facilidade de causar inveja até às mais velhas e ferinas raposas da política brasileira.

Em parte, é preciso dizer, os brasileiros se sentem contemplados por esta agenda conservadora, sobretudo no que toca à segurança pública. Não podemos mais dar tanta atenção aos direitos das chamadas minorias sociais em um país onde ocorreram, em 2012, 56 mil homicídios, segundo números do próprio Governo Federal; onde não se tem mais tranquilidade para trabalhar ou sair às ruas, e onde o Estado parece curvar-se cada vez mais diante do crime.

Quanto à sexualidade, me coloco entre aqueles que entendem que a vida privada e afetiva é problema de cada um, desde que guardem o devido respeito às demais pessoas. Mas não sei se a maior parte da população brasileira pensa deste mesmo jeito, ou se só diz isto para parecer “moderninho”, uma atitude muito ao gosto do brasileiro.

:: LEIA MAIS »

LULA PARTICIPA DE COMÍCIO DE RUI E OTTO

Lula participa de comício com Rui na quarta.

Lula participa de comício com Rui na quarta.

O ex-presidente Lula participará de comício do candidato ao governo baiano pelo PT, Rui Costa, e ao Senado, Otto Alencar (PSD), nesta quarta-feira (3). O local escolhido para o evento foi a Praça da Revolução, no Subúrbio Ferroviário, em Salvador.

O comício será o primeiro com a participação do ex-presidente Lula na campanha de Rui Costa. O ex-presidente esteve na Bahia em junho, na convenção do PT, quando a chapa majoritária com Rui, o vice João Leão (PP) e Otto foi oficializada.

O governador Jaques Wagner também participará do comício, que também reunirá candidatos a deputado e lideranças em todo o estado.

ARTIGO – A AVENTURA MARINA

claudio_rodriguesCláudio Rodrigues | aclaudiors@gmail.com

Sem uma reforma política que mude esse atual processo, essa “Nova Política” do discurso da ex-ministra de Lula nada mais é que uma peça de seus marqueteiros.

A trágica morte do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos alçou à cabeça de chapa na disputa pela presidência da República a sua candidata a vice, a ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva. Todos sabem que Marina ingressou no PSB aos 48 minutos do segundo tempo, após ter o registro do seu partido, o Rede, negado pelo TSE.

A candidatura da ex-senadora despertou no eleitorado brasileiro o desejo de mudança que o falecido Eduardo Campos e o senador Aécio Neves não conseguiram despertar. Mas algumas posições da candidata do PSB/Rede devem ser questionadas e precisam de respostas para que o desejo de mudança não se torne um salto no escuro. Marina defende uma “Nova Política” e, caso chegue ao Planalto, afirma que irá governar com os bons políticos que estão no banco de reserva.

A Constituição de 1988 transformou o Poder Executivo em refém dos partidos e institucionalizou a política do “toma lá, dá cá”. Como administrar o País sem a tão afamada “governabilidade”, que nada mais é que a troca de cargos pelo apoio dos partidos no Congresso, em que cada ministério vira feudo de partidos e dutos de desvios de recursos? Quem não se lembra da famosa limpeza no início do governo Dilma, que trocava o ministro, mas não o partido? Foi assim com FHC, com Lula e Dilma e assim será com qualquer outro que assumir a presidência.

Sem uma reforma política que mude esse atual processo, essa “Nova Política” do discurso da ex-ministra de Lula nada mais é que uma peça de seus marqueteiros. Outro ponto que caracteriza a candidata do PSB/Rede é sua intransigência religiosa. Ela é radicalmente contra as pesquisas com células-tronco, que é esperança de milhares de pessoas portadoras de necessidades especiais e que sofrem com algum tipo de doença degenerativa. Vale lembrar que o Brasil é um dos países líderes no processo de pesquisa com células-tronco. Suas posições contrárias às de setores do agronegócio, carro-chefe da balança comercial brasileira, também merecem ser esclarecidas.

Com relação à união homoafetiva, qual a real posição da ex-senadora? Suas convicções religiosas permitirão a união entre pessoas do mesmo sexo? De quem a candidata Marina irá se cercar caso chegue a presidência do Brasil?

Sabemos que a única experiência administrativa de Marina foi quando ocupou a pasta do Ministério do Meio Ambiente na gestão do ex-presidente Lula. Por lá, travou uma série de divergência com os colegas das demais pastas por inviabilizar licenças ambientais para a realização de obras essenciais para o desenvolvimento do País. É inegável a sua história na luta pela preservação do meio ambiente, mas isso não é certificação de experiência administrativa.

A eleição da ex-senadora Marina Silva é aventurar, é a incerteza, uma grande interrogação, e aventura é para os super-heróis da ficção, não para um presidente do Brasil.

Cláudio Rodrigues é empresário.

CONVENÇÃO HOMOLOGA NOME DE RUI COSTA, QUE FALA EM VITÓRIA NO 1º TURNO

Rui Costa, João Leão e Otto Alencar observam participantes de convenção.

Rui Costa, João Leão e Otto Alencar observam participantes de convenção.

Um clima de euforia tomou conta do PT baiano com a convenção que homologou tanto a candidatura de Rui Costa a governador como as de João Leão (PP) a vice e Otto Alencar (PSD) a senador. No Parque de Exposições de Salvador, o partido conseguiu reunir mais de 10 mil pessoas, dentre elas Jaques Wagner, Lula e Dilma Rousseff.

Além dos partidos dos membros da chapa majoritária, o evento também garantiu o apoio do PCdoB, PDT e PTB à candidatura de Rui. O PR ainda fará convenção no dia 30, mas o governador Jaques Wagner assegura que os republicanos marcharão com o nome governista. O presidente do PT baiano, Everaldo Anunciação, disse que o evento reforçava a confiança na vitória do projeto governista.

Rui Costa, apesar de aparecer em terceiro na única pesquisa registrada até agora, a do Ibope, feita em maio, fala em vitória no primeiro turno. Disse que as mais de 10 mil pessoas foram ao evento sem receber dinheiro, o que seria uma estocada no adversário. Souto reuniu 1,2 mil pessoas em sua convenção, na semana passada (veja aqui).

A confiança em vitória no primeiro turno, diz Rui, estaria nas realizações do governo federal no período de Lula e Dilma e nas gestões de Jaques Wagner (1997 a 2014) no governo baiano.

O candidato citou programas como o Água para Todos, que levou água para cerca de 4 milhões de baianos, segundo as contas do ex-secretário da Casa Civil, cinco novas universidades federais, dentre elas a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), mais de 8 mil quilômetros de novas estradas ou de rodovias recuperadas e a construção de mais de 180 mil residências.

 

....

Wagner, Otto, Dilma, Leão, Lula e Rui Costa na convenção nesta sexta.

LULA E DILMA

A presidente Dilma Rousseff defendeu “bom combate”, sem xingamentos, e disse que os adversários apelam para o ódio e a mentira.

– Eles disseram que não ia ter Copa, que os estádios não ficariam prontos, que o povo não conseguiria chegar aos estádios e que os aeroportos iriam se transformar num caos. E nada disso aconteceu, nada disso está acontecendo. Eles subestimaram até o povo brasileiro, que está dando um show de bola, dentro e fora dos estádios – afirmou.

O ex-presidente Lula citou números dos governos do PT na União e na Bahia e disse que é preciso fazer comparações, para convencer o eleitor. “Porque não temos o direito de permitir retrocessos”, completou. “Nós nos acostumamos a comer contrafilé e agora queremos passar a comer filé. Nós deixamos de viajar de pau de arara e precisamos nos acostumar a viajar de avião”.

FUNCIONAMENTO DO METRÔ É “VITÓRIA DA PERSEVERANÇA”, DIZ RUI COSTA

Metrô de Salvador começa a funcionar hoje, gratuitamente (Foto Manu Dias).

Metrô de Salvador começa a funcionar hoje, gratuitamente (Foto Manu Dias).

Rui Costa: vitória da perseverança.

O pré-candidato ao governo baiano, Rui Costa (PT), disse que a entrada em operação do metrô de Salvador, hoje, é “dívida quitada” e “superação de dificuldades”, além de “vitória da perseverança e do trabalho”.

Tido pela presidente Dilma Rousseff e pelo ex-presidente Lula como um dos responsáveis por fazer o metrô circular, Rui Costa, ex-secretário estadual da Casa Civil, diz ter sentimento de dever cumprido ao “destravar o metrô, parado há 14 anos”.

– Tenho muito orgulho de cumprir essa determinação, mas minha meta agora é fazer o metrô chegar até Cajazeiras e Lauro de Freitas – comprometeu-se.

O sistema será inaugurado em instantes (previsto para a faixa das 10h) com uma primeira viagem oficial no trajeto Acesso Norte / Campo da Pólvora / Acesso Norte. Da viagem, participam o governador Jaques Wagner e a presidente Dilma Rousseff. O sistema metroviário está sob administração do estado desde abril do ano passado.

LULA É HOMENAGEADO COM ESTÁTUA NA OEA

Ex-presidente Lula é única personalidade viva a ganhar estátua na OEA (Foto Raul Juste Lores/Folha).

Lula é única personalidade viva a ganhar estátua na OEA (Foto Raul Juste Lores/Folha).

Uma exposição temporária para comemorar os dez anos da entrada da China na Organização dos Estados Americanos (OEA) rende homenagem a 12 personalidades mundiais, dentre elas, o ex-presidente brasileiro Luís Inácio Lula da Silva.

O petista é a única personalidade viva homenageada na exposição ao lado da Casa Branca, em Washington, nos Estados Unidos, informa Raul Juste Lores, da Folha de São Paulo. A exposição é do artista chinês Yuan Xikun. As réplicas ficarão nos jardins da OEA até 1º de agosto.

Dentre os homenageados, estão incluídos os ex-presidentes Abraham Lincoln (Estados Unidos), Eloy Alfaro (Equador) e José de San Martín (Argentina) e o escritor colombiano Gabriel García Márquez.

IBOPE: DILMA ATINGE 50% NA BAHIA

Corrida presidencial: Campos, Dilma e Aécio.

Corrida presidencial: Campos, Dilma e Aécio.

A candidata à reeleição à presidência da República, Dilma Rousseff (PT), atinge 50% das intenções de voto na Bahia, segundo a última pesquisa Ibope, feita no período de 15 a 19 de maio. Aécio Neves (PSDB) atinge 12% e Eduardo Campos (PSB) chega a 7%.

Na fila dos “nanicos”, Pastor Everaldo (PSC) chega a 2% no estado. Os demais não pontuaram.

O percentual de brancos e nulos na corrida presidencial entre o eleitorado baiano atinge 14%. Já o de indecisos, chega a 13%.

A presidente Dilma também lidera na pesquisa espontânea. Ela tem 29% das intenções de voto nesta modalidade, contra 6% de Aécio Neves. Embora não seja candidato, o ex-presidente Lula é citado por 6% dos eleitores ouvidos. Eduardo Campos, 3%, assim como Marina Silva, também do PSB.

A pesquisa foi encomendada pela Rede Bahia e tem margem de erro de 3 pontos percentuais. Está registrada sob o número BR-00130/2014.

LULA SUGERE CAMPANHA “PAZ E AMOR” A RUI E DIZ QUE HÁ ÓDIO CONTRA O PT

Ex-presidente é assediado em evento do PDT.

Ex-presidente, ao centro, é assediado em evento do PDT.

Da Redação

O ex-presidente Lula defendeu os feitos dos 11 anos de governo do PT no país durante evento no qual o PDT anunciou apoio ao pré-candidato petista ao governo baiano, deputado Rui Costa. O ex-presidente ainda recomendou ao pré-candidato que não faça uma campanha “falando mal” do adversário.

– A gente não precisa repetir aquela mazela que tinha aqui na Bahia, no passado, com Antônio Carlos Magalhães xingando todo mundo. Nós queremos é provar que somos melhores que eles, e com números.

O ex-presidente também disse que o ódio contra a presidente Dilma Rousseff tem como principal alvo o projeto do PT. Lula falou de melhorias na área social no Brasil nos últimos 11 anos, da ampliação do número de universidades e de mudanças de hábito do brasileiro. E, novamente, saiu em defesa da presidente:

– Poucas vezes este país teve a sorte de ter uma pessoa com a idoneidade, o caráter e a seriedade da Dilma. Muitas vezes vão falar “ah, ela não ri, ela não conversa tanto quanto o Lula“. Mulher não tem que ficar arreganhando os dentes não. Mesmo dentro de casa, a mulher é mais severa. Uma mulher presidente da República é demais para eles [os opositores].

Lula ainda fez mea culpa. “Nem sempre a gente está bem. A gente sabe que tem momento que não consegue fazer tudo. E quando não consegue, o povo fica puto. Não vou votar mais nele”. Ele ainda se comparou a Getúlio Vargas e disse que “a coisa mais barata é cuidar de pobre. O pobre quer é educação, trabalhar, alimento na mesa, o pão de cada dia à custa de seu trabalho”.

“ELES NÃO SERÃO LOUCOS DE
CORTAR O BOLSA FAMÍLIA”

O ex-presidente alfinetou os presidenciáveis Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) ao falar de políticas sociais. “Quem é que cuida dos pobres em Minas Gerais? É o governo federal. Quem é que cuida em Pernambuco? É o governo federal. Quem faz o Luz para Todos no Brasil? É o governo federal. Quem é que faz universidade? Eles não serão loucos de cortar o Bolsa Família”.

:: LEIA MAIS »

AÉCIO, CAMPOS E LULA NA BAHIA

Geddel, Souto e Aécio Neves em Feira (Foto Valter Pontes/CPhoto).

Geddel, Souto e Aécio Neves em Feira (Foto Valter Pontes/CPhoto).

A Bahia será um dos principais alvos do tucano Aécio Neves e do pessebista Eduardo Campos durante a batalha eleitoral deste ano. A dupla está em visita ao estado nesta segunda-feira.

Aécio acabou de participar de evento em Feira de Santana, o segundo maior colégio eleitoral do estado. Campos participa de evento com universitários no terceiro maior colégio eleitoral baiano, Vitória da Conquista.

Para não perder terreno, o PT convocou o ex-presidente Lula, que também está na Bahia. Vem para solenidades em São Francisco do Conde e Salvador, onde anuncia apoio ao pré-candidato ao governo baiano pelo PT, Rui Costa.

Há pouco, Aécio disse em Feira que a aliança construída pelo PSDB, DEM e PMDB está entre as mais sólidas do país. “A chapa dos pré-candidatos Paulo Souto, ao governo, e Geddel Vieira Lima, ao senado, é o resultado da aliança política mais bem construída até agora no Brasil”, disse o tucano.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia