WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
alba


jamile_yamaha

sintesi17

dezembro 2017
D S T Q Q S S
« nov    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

editorias


:: ‘Magalhães’

PREFEITO DERRUBA ÁRVORES E MANDA INSATISFEITOS “T.N.C.”

O prefeito de Poções, Otto Magalhães, do PCdoB, protagonizou uma cena lamentável ao ser questionado por populares insatisfeitos com o corte de árvores na cidade. A medida se deve à construção de uma praça, em terreno vizinho à Prefeitura.

Em vídeo divulgado pelo Políticos do Sul da Bahia, Magalhães aparece descontrolado, afirmando que “agora qualquer viadinho” quer mandar no município. O prefeito ainda manda quem estiver incomodado com a derrubada das árvores, “tomar no c…”.

Nas imagens, aparecem assessores do prefeito pedindo que a gravação seja interrompida. As manifestações do gestor foram consideradas homofóbicas por grupos que defendem os direitos LGBT. O PCdoB ainda não se manifestou sobre o episódio.

FUNCIONÁRIO DA SECRETARIA DA SAÚDE MORRE EM ACIDENTE

Emerson não resistiu a duas paradas cardiorrespiratórias

Emerson não resistiu a duas paradas cardiorrespiratórias

O digitador Emerson Magalhães, de 27 anos, que trabalhava no Departamento de Vigilância Epidemiológica de Itabuna, morreu na noite de ontem (30), após sofrer um acidente de trânsito no Centro de Itabuna. Emerson pilotava uma moto, que se envolveu em colisão com um carro na Avenida Inácio Tosta Filho.

O servidor da Secretaria da Saúde chegou a ser socorrido e foi submetido a cirurgias, mas não resistiu após duas paradas cardiorrespiratórias. O corpo está sendo velado no SAF.

Em nota, o secretário municipal da Saúde, Paulo Bicalho, afirma que ele e equipe da Secretaria manifestam “sentimento de pesar e solidariedade à família, amigos e colegas de Emerson Magalhães”. Diz ainda que o jovem era “querido por todos do departamento e, por extensão, dos funcionários da Prefeitura de Itabuna”.

OPERAÇÃO VASSOURAS

vassouraFoi deflagrada na Prefeitura de Itabuna a Operação Vassouras, que consiste em aplicar a velha mandinga de colocar o utensílio de limpeza atrás da porta como sinal para mandar embora visitas indesejadas.

No caso da Prefeitura, não se trata exatamente de visitas, mas dos ocupantes de cargos comissionados que não comungam da decisão do prefeito Claudevane Leite (PRB) de apoiar o deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB) como seu sucessor.

Segundo um comunista, a ordem é espalhar vassouras atrás das portas de diversos gabinetes do centro administrativo. Associada à mandinga, foi recomendada muita oração para fazer o prefeito cumprir a própria determinação de exonerar os rebeldes.

PREFEITO VANE MANTÉM DISSIDENTES NO GOVERNO

Prefeito mantém a caneta no bolso

Prefeito mantém a caneta no bolso

Pouco mais de uma semana após a reunião em que anunciou apoio oficial à pré-candidatura do deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB) a prefeito de Itabuna, o prefeito Claudevane Leite (PRB) mantém sua gestão sem alterações.

Há dez dias, Vane reuniu o secretariado e informou que somente permaneceriam no governo aqueles que aceitassem apoiar o comunista. Na administração, entretanto, há vários titulares de cargos de confiança, inclusive no primeiro escalão, que não acompanharão o prefeito nesse apoio.

No governo, apesar da orientação do chefe, acredita-se ele manterá os dissidentes nos cargos até vencer o prazo de desincompatibilização para aqueles que serão candidatos. Depois disso, é possível que Vane faça outras mudanças, mas nada é certo.

A situação é tão indefinida, que até comunista está botando o joelho no chão. “O jeito é orar”, afirma um discípulo de Marx.

LIXO NA RUA PODE SER CAMPANHA SUJA… LITERALMENTE!

Itabuna amanheceu com lixo espalhado em toda parte, pois não houve coleta na noite de ontem (07). Trabalhadores da empresa responsável pelo serviço, a Biosanear, paralisaram as atividades devido ao atraso dos salários, problema que decorre da impontualidade da Prefeitura, já há três meses sem pagar um centavo à empresa.

No governo, há quem atribua a suspensão da coleta de lixo a uma sabotagem política. Seria uma forma de, por assim dizer, empanar o brilho do lançamento da pré-candidatura do deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB) a prefeito.

Fonte do governo diz que não é a primeira “coincidência” do tipo. Servidores comissionados, que esperavam receber o salário de fevereiro na última sexta-feira (04), não viram nada cair na conta. No mesmo dia, o prefeito Claudevane Leite reuniu seus cargos de confiança para anunciar apoio ao comunista.

VANE PARA UM LADO, O PRB PARA O OUTRO

Prefeito apoia pré-candidato do PCdoB, mas seu partido busca outros caminhos

Prefeito apoia pré-candidato do PCdoB, mas seu partido busca outros caminhos

Após a solicitação do prefeito de Itabuna para que os cargos de confiança sejam desocupados por aqueles que não apoiam a pré-candidatura do deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB), aguarda-se com expectativa as próximas edições do Diário Oficial do Município.

Pelas movimentações de grande parte dos servidores indicados politicamente, haverá uma debandada geral. Curiosamente, a rejeição ao comunista se dá com maior força entre os aliados mais próximos do prefeito, e especialmente de seu partido, o PRB.

O Pastor Francisco Edes, que comanda a Secretaria de Assistência Social, é um que deverá pedir o boné para reassumir sua cadeira na Câmara de Vereadores. Francisco não só rejeita a candidatura de Davidson, como já tem mantido conversas com outros pré-candidatos. Por ele, o nome pode ser o do apresentador Tom Ribeiro, do professor Roberto José e até do deputado Augusto Castro. Seu cardápio só não inclui antepasto de cururu.

Não é de hoje que o prefeito tem enfrentado rebelião em sua cozinha. Há alguns meses, o vereador Manoel Júnior (PRB), suplente do Pastor Francisco, assinou requerimento para abertura de uma Comissão Especial de Inquérito com o objetivo de investigar um caso de plágio na produção do Plano Municipal de Saneamento. A CEI não vingou, mas por esse episódio Claudevane já teve uma ideia de que possui correligionários de comportamento pior que o dos adversários.

Possível pré-candidato pelo PRB, Tom Ribeiro tem feito críticas duras ao governo e acusado o prefeito de não saber comandar. “Existem erros na administração, pois o prefeito não tomou a iniciativa como deveria ter feito e a caneta ficou o tempo todo na mão do vice (Wenceslau Júnior, do PCdoB)”, dispara Ribeiro. Ou seja, com uma cajadada só, o apresentador bateu no “irmão” Claudevane e no comunista.

Alguns analistas acreditam que o apoio pessoal de Claudevane, em um governo sem coesão, é pouco significativo para Davidson. Aliás, a situação faz lembrar um episódio relado por Lira Neto na biografia do ex-presidente Getúlio Vargas, quando este venceu as eleições de 1950 com apoio do velho PSD. Detalhe: o PSD tinha candidato oficial, o mineiro Cristiano Machado, porém as alas mais influentes do partido eram ligadas a Getúlio.

Segundo Lira Neto, surgiu daí na política brasileira um novo sentido para o verbo “cristianizar”, quando uma legenda declara apoio formal a determinado candidato, enquanto na prática seus correligionários passam a trabalhar por outro. No caso de Davidson, não há sequer apoio da legenda, apenas do prefeito, mas ele corre o sério risco de ser “cristianizado”.

VANE ANUNCIA PRÉ-CANDIDATO NA SEGUNDA

davidson - pimentaDepois de reunir secretários e demais ocupantes de cargos de confiança para informar que Davidson Magalhães (foto), deputado federal do PCdoB, será o candidato oficial à sucessão, o prefeito de Itabuna, Claudevane Leite (PRB), fará o mesmo anúncio nesta segunda-feira (07), dessa vez em um “encontro de lideranças”.

O evento acontece às 18 horas, no salão social da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB). Segundo o convite, que está sendo distribuído via redes sociais, estarão no encontro os presidentes do PCdoB nas esferas nacional e estadual, respectivamente, os deputados federais Luciana Santos e Daniel Almeida.

Será uma verdadeira festa comunista.

HOJE É O “DIA DO FICO” NA PREFEITURA DE ITABUNA

Vane exigirá apoio integral ao candidato comunista (Foto Pimenta).

Vane exigirá apoio integral ao candidato comunista (Foto Pimenta).

O prefeito de Itabuna, Claudevane Leite (PRB), reunirá seus secretários hoje (03) para anunciar o candidato oficial do governo à sua sucessão. O nome, como já se sabe, é o do deputado federal Davidson Magalhães, do PCdoB, para quem Vane exigirá apoio integral.

A mensagem do gestor será clara: os secretários que desejarem ficar no governo deverão firmar compromisso com a candidatura do comunista. Caso contrário, o convite para bater em retirada estará oferecido. A expectativa é de que nesta sexta-feira (04) o prefeito reúna os ocupantes de cargos de confiança para repetir o mesmo recado.

No governo, há ainda a pré-candidatura do presidente da Ficc, Roberto José (PSD), que já tentou convencer o prefeito a também apoiá-lo, deixando a escolha definitiva para outro momento, no qual seria levado em consideração o nome mais competitivo. Vane recusou a proposta, por entender que é necessário unir o governo.

Roberto já colocou seu cargo na Ficc à disposição do prefeito.

NO RASTRO DA PROPINA

Luiz Alberto integra comissão que irá a Holanda

Luiz Alberto integra comissão que irá a Holanda

Do BA24Horas

Três baianos foram escalados para participar da comissão externa que irá a Holanda, investigar suspeita de pagamento de propina pela empresa SBM Offshore a funcionários da Petrobras.

Farão parte da excursão os deputados federais Paulo Magalhães (PSD), Mário Negromonte (PP) e Luiz Alberto (PT).

O mais curioso na seleção dos nomes é que Negromonte é citado em reportagem da revista Veja, publicada neste fim de semana, como um dos beneficiários de um esquema de pedágio abastecido por fornecedores da Petrobras.

Outro suspeito, que teria enviado mensagem cobrando 120 (provavelmente R$ 120 mil) ao doleiro Alberto Youssef, foi identificado somente pelas iniciais: “L.A.”.

Leia mais

GERALDO SIMÕES X DAVIDSON MAGALHÃES

Petista critica comunista, que lhe devolve o "afago"

Petista critica comunista, que lhe devolve o “afago”

Inimigos íntimos, o deputado federal Geraldo Simões (PT) e o presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães (PCdoB) estão mais uma vez em pé de guerra. Se é que um dia deixaram de estar.

No último sábado (2), a batalha entre os dois políticos saiu da latência, quando o petista, entrevistado no programa Resenha da Cidade (Rádio Difusora AM) falou mal do comunista, criticando patrocínios liberados pela empresa Bahiagás para eventos culturais no interior do Estado.

Irônico, Simões chegou a dizer que a quantidade de patrocínios oferecida pela empresa é tamanha, que isso seria capaz de influenciar o preço do gás. Ele também afirmou que os gastos estariam associados à pré-campanha de Davidson Magalhães, que deverá disputar cadeira na Câmara dos Deputados em 2014.

A resposta do comunista veio nesta terça-feira (5), em entrevista concedida a Ricardo Bacelar, na Rádio Nacional. Instigado a responder ao deputado, Magalhães destacou investimentos realizados pela Bahiagás no sul da Bahia, como os R$ 50 milhões na instalação do gasoduto e R$ 14 milhões na ampliação da rede de distribuição de gás.

Segundo o comunista, esses investimentos, assim como a política de patrocínios, vão continuar. Ele acrescentou que as críticas de Geraldo Simões são contra o governo, já que as ações da Bahiagás estariam alinhadas com a gestão estadual e suas contas são auditadas por um conselho, presidido pelo vice-governador Otto Alencar (PSD), e pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

– É lamentável ver que um deputado que deveria estar ajudando a sua cidade, sua região, fica em Brasília criticando os investimentos que estamos fazendo, e, enquanto isso, ele ( Geraldo) só se preocupa em mandar emendas duvidosas para outros municípios de bem longe – disparou Magalhães na entrevista.

DAVIDSON E AUGUSTO CASTRO

Por falar em possíveis dobradinhas (ver nota abaixo), outra que se cogita é entre o atual presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, do PCdoB, com o deputado estadual Augusto Castro (PSDB). O assunto foi tratado com bastante entusiasmo num encontro ocorrido neste sábado, 22, entre o vice-prefeito de Itabuna, Wenceslau Júnior, e o próprio deputado.

Magalhães deverá disputar cadeira na Câmara Federal.

DELEGADO DO BIGODÃO SE APOSENTA E QUER TOMAR UMA EM ILHÉUS

 

Correio de hoje publicou matéria sobre a aposentadoria de Magalhães

Após ser exonerado do cargo de delegado titular da Ilha de Itaparica,  José Magalhães Filho decidiu que chegou a hora de pendurar as chuteiras e dar o descanso dos justos ao bigode mais famoso da polícia baiana.

Magalhães começou a ficar conhecido na década de 80, com fama de delegado durão. Foi esse perfil que o levou a assumir o comando da polícia civil em Itaparica, onde a criminalidade anda pegando pesado. Não conseguiu cumprir a missão a contento e acabou removido do cargo.

O delegado entrou em férias e diz que depois cumprirá um período de 18 meses de uma licença-prêmio a que tem direito. Em seguida, virá a aposentadoria com planos de conhecer o Brasil e, especialmente, a cidade de Ilhéus, no sul da Bahia.

Ao Correio, Magalhães declarou que pretende acabar com a única mágoa que traz consigo. É que, segundo ele, certa vez um homem de bigode deu um tiro numa boate de Ilhéus e disseram que havia sido o delegado. Ele garante ter provado inocência, argumentando que jamais pisou na Terra da Gabriela.

“Quero ir lá para conhecer a cidade, ir nesse bar e tomar uma cerveja para comemorar minha aposentadoria”, informou.

alba



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia