WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba



bahiagas





novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

editorias






:: ‘manifestação’

BAHIA REGULAMENTARÁ GRATIFICAÇÕES A POLICIAIS CIVIS

Policiais civis protestaram durante visita de Rui a Itabuna || Foto Pimenta

Policiais civis protestaram durante visita de Rui a Itabuna || Foto Pimenta

Após protesto de policiais civis em Itabuna, na última segunda-feira (10), o governador Rui Costa atendeu reivindicação e autorizou o delegado-geral da Polícia Civil da Bahia, Bernardino Brito Filho, a tomar as providências necessárias, com a Secretaria da Administração (Saeb), para a regulamentação da concessão de gratificações para policiais civis. São elas a Gratificação de Atividade Jurídica (GAJ), destinada aos delegados, e a Gratificação de Atividade Policial Judiciária (GAPJ), para as demais carreiras da Polícia Civil.

A autorização, ontem (10), beneficia os novos servidores policiais, entre delegados, investigadores e escrivães, que se encontram na referência III para avançarem para a referência IV. O delegado-geral ressaltou que a regulamentação foi necessária porque a Lei 12.601, de 28 de novembro de 2012, no seu artigo 1º, estabeleceu, excepcionalmente, um processo revisional.

Bernardino Brito explicou que este processo especificou revisões apenas para os anos de 2012, 2013, 2014 e 2015. A Polícia Civil, porém, juntamente com a Saeb e a Procuradoria Geral do Estado (PGE), já iniciou uma série de reuniões técnicas para definir, no menor espaço de tempo, uma regulamentação, visando a concessão das gratificações àqueles servidores que estão na referência III e atendem os requisitos para alteração à referência IV.

URUÇUCA: PROTESTO CONTRA DESOCUPAÇÃO BLOQUEIA “ESTRADA DO CHOCOLATE”

 

Protesto reuniu moradores afetados e autoridades locais || Foto Roberto Souza

Protesto reuniu moradores afetados e autoridades locais || Fotos PIMENTA

Proprietários de imóveis foram notificados na semana passada || Foto Pimenta

Proprietários de imóveis foram notificados na semana passada || Foto Pimenta

Donos de imóveis residenciais e comerciais ao longo da BA-262, trecho Ilhéus-Uruçuca,  fazem protesto em Uruçuca, nesta tarde e noite de quinta (3), contra uma ordem de desocupação das margens da rodovia estadual.

A ordem de desocupação é da Superintendência de Infraestrutura de Transporte da Bahia (SIT), da Secretaria de Infraestrutura do Estado. Na manifestação de hoje, a pista foi fechada, nos dois sentidos, com barricadas. Manifestantes atearam fogo em pneus e madeira para impedir a passagem de veículos na  rodovia. A ordem de desocupação é do Governo do Estado.

Quem reside ou tem comércio dentro da faixa de domínio da rodovia, foi notificado para deixar o local. O prazo concedido para desocupação foi curto. A decisão afeta dezenas de moradores e atinge negócios. A notificação de desocupação das margens da BA-262 foi entregue no último final de semana.

Manifestantes atearam fogo em barricada para fechar rodovia.

Manifestantes atearam fogo em barricada para fechar rodovia.

ESTRADA DO CHOCOLATE

O Governo do Estado alega que fará investimentos ao longo da BA-262 para executar o projeto Estrada do Chocolate, lançado pelo secretário estadual de Turista, José Alves, e o vice-governador João Leão, em julho, durante o Chocolat Bahia, em Ilhéus.

Por trás da orientação de desocupação das margens da pista, também está a ordem para futuros projetos ligados à Zona de Processamento e Exportação (ZPE) e Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol).

A desocupação das faixas de dominío, medida legal, seria uma das formas de atrair os chineses. Os orientais já estiveram no Brasil em duas missões, a última delas no último dia 14 de julho, para definir investimentos no sul da Bahia. Do PIMENTA.

ITABUNA: GRITO DOS EXCLUÍDOS SE TORNA “FORA, TEMER” E COBRA ELEIÇÕES DIRETAS

grito-itabuna-foto-pimenta2

(Fotos Pimenta)

(Fotos Pimenta)

Gestante protestou de um jeito diferente na Cinquentenário (Foto Pimenta).

Gestante na Cinquentenário (Foto Pimenta).

Centenas de estudantes secundaristas e da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) lideraram manifestação por eleições nacionais diretas neste 7 de Setembro. A palavra de ordem de cerca de 600 estudantes, atividades e integrantes de movimentos sociais era “Fora, Temer”. Eles desceram a Avenida do Cinquentenário puxados por um carro de som.

No início do protesto, estudantes da Uesc se envolveram numa confusão com um grupo que defesa a separação do sul da Bahia do restante do Estado. O movimento separatista era liderado pelo radialista Elivaldo Cabral. Houve enfrentamento, com ofensas verbais e latinhas sendo lançadas contra o trio elétrico. A Polícia Militar precisou intervir, separando o trio do radialista do grupo “Fora, Temer”.

Ao contrário de anos anteriores, o Grito dos Excluídos deste ano foi liderado por um grupo composto por cerca de 50 estudantes, boa parte ligada ao Centro Acadêmico de História da Uesc. Abaixo, vídeo com a palavra de ordem no início do desfile e momentos após o confronto.

ITABUNA TERÁ ATO EM DEFESA DO GOVERNO

Cinquentenário será o local das manifestações em Itabuna (foto Marcos Souza)

Cinquentenário será o local das manifestações em Itabuna (foto Marcos Souza)

Militantes do PT e de outros partidos que apoiam o governo da presidente Dilma Rousseff farão manifestações hoje (18) em todo o país. Em Itabuna, o ato acontece na Avenida Cinquentenário, mesmo local onde no domingo se reuniram manifestantes do lado contrário, ou seja, os que defendem o afastamento da presidente e a condenação nos envolvidos em crimes apurados pela operação Lava Jato.

A mobilização na cidade começa às 15 horas, estando programada a tradicional concentração no Jardim do Ó. Pelas redes sociais, os organizadores afirmam que o ato é reação a uma suposta tentativa de golpe.

Um dos que coordenam a manifestação é o sindicalista e ex-vereador Luís Sena, do PCdoB. Segundo ele, há um movimento de direita que está disseminando ódio e desesperança. “Precisamos e vamos reagir, sob pena de tudo o que foi reconstruído após 64 e os avanços da era Lula/Dilma serem jogados na lama”, argumenta Sena.

CORPO DE JOVEM MORTO EM PERSEGUIÇÃO SERÁ ENTERRADO ÀS 16H

Jovem morreu após perseguição policial no Lomanto, em Itabuna (Foto Álbum Familiar).

Jovem morreu após perseguição policial (Foto Álbum Familiar).

O corpo do jovem Nadson Almeida será enterrado no Cemitério Campo Santo, em Itabuna, às 16h desta segunda (17). Familiares e amigos prestam homenagens ao menor em velório que ocorre na Igreja Menino Jesus, no Bairro Lomanto, de onde sairá às 15h.

Nadson morreu ontem pela manhã, na Rua Jorge Amado, no Lomanto, após perseguição policial. O menor fez 14 anos neste mês e estava pilotando uma moto Honda Fan 125 quando policiais militares deram ordem para ele parar. Assustado e sem capacete, o menor fugiu e acabou perdendo a direção da moto, caindo em seguida.

O PIMENTA conversou há pouco com dois dos tios de Nadson. Núbia Lemos, ainda abalada, confirmou que havia marcas no corpo do jovem que sugerem queda, seguida de atropelamento. A família já recorreu à Defensoria Pública para acionar o Estado.

Risomar Lima, tio do garoto, disse ao blog que Nadson havia saído de casa em uma moto sem autorização dos pais. “O pai dele [Nailton Lima de Almeida] não estava em casa. Saiu para socorrer um veículo e soube do que aconteceu quando retornou”, disse Risomar.

A família também havia pedido uma nova perícia, após constatar que a morte foi provocada por traumatismo craniano e fratura de costela, braço e tórax.

ÔNIBUS É INCENDIADO EM PROTESTO

Ônibus seguida de Itabuna para Buerarema, quando foi interceptado por manifestantes (Foto Pimenta).

Ônibus seguida para Buerarema, quando foi interceptado por manifestantes (Foto Pimenta).

Um ônibus da Rota Tansportes foi incendiado nesta manhã de domingo no viaduto do entroncamento das BRs 415 e 101, Lomanto, em Itabuna.

Seis viaturas da polícia especializada, a antiga Caerc, foram deslocadas para a manifestação. As primeiras informações dão conta de que uma viatura em perseguição a um bandido teria atropelado um adolescente, o que provocou o protesto.

Mais informações em instantes.

POLÍCIA FEDERAL NA UTI

Manifestação Polícia Federal Ilhéus

Agentes, escrivães e papiloscopistas da Polícia Federal promoveram paralisação em todo o país, hoje, exigindo mais investimentos na corporação e um plano de carreira para as três categorias. Acima, policiais federais no ato Polícia Federal na UTI, hoje pela manhã (11) em Ilhéus.

MORADORES DO SANTA INÊS FAZEM PROTESTO E INTERDITAM POSTO DE SAÚDE

Moradores interditaram ruas e posto de saúde no Santa Inês (Foto Marli Vitória).

Moradores interditaram ruas e posto de saúde no Santa Inês (Foto Marli Vitória).

Cerca de 200 moradores do Santa Inês interditaram as principais vias de acesso ao bairro nesta manhã de quarta (31) e fecharam a Unidade de Saúde da Família Corbiniano Freire. Eles cobram mais médicos, equipamentos, ampliação do Programa Saúde da Família e reforma da unidade.

Além das obras e ações em saúde, os moradores cobram pavimentação da Rua de Mutuns e transversais, água encanada, ampliação da rede de esgoto e melhoria no campo de futebol do bairro e aumento das linhas de ônibus que atendem ao bairro.

Durante o protesto de quase três horas, a Avenida Bionor Rebouças e a Rua Nova foram interditadas com barricadas com pneus e madeira.

Moradores ocupam posto de saúde e interditam unidade (Foto Marli Vitória).

Moradores ocupam posto de saúde e interditam unidade (Foto Marli Vitória).

Segundo o líder comunitário Gilvan Barbosa (“Júnior”), a reforma da unidade é cobrada pelos moradores há nove anos. “Sempre há reforma de postos, mas nunca o do Santa Inês”, afirma. “Na verdade, não é reforma. Tem que construir outra unidade”.

Conforme Júnior, há dentistas, mas falta material para atendimento. O bairro conta com apenas uma equipe de Saúde da Família para atender a toda a comunidade, que hoje tem quase 10 mil pessoas.

O forro da unidade de saúde virou abrigo para morcegos, o que provoca forte odor. As agentes de saúde, segundo Júnior, estão sem sala para reuniões.

Ônibus ficaram retidos durante o protesto dos moradores (Foto Pimenta).

Ônibus ficaram retidos durante o protesto dos moradores (Foto Pimenta).

POSTO SERÁ REABERTO SÓ APÓS ACORDO
Os moradores passaram cadeado no portão da unidade de saúde. A promessa é só reabrir a unidade quando representantes do governo municipal sentarem à mesa para conversar com representantes da comunidade.

Posto de saúde é fechado após protestos contra condições precárias (Foto Pimenta).

Posto de saúde é fechado após protestos contra condições precárias (Foto Pimenta).

CONFIRA VÍDEO DO PROTESTO NA TV PIMENTA

A PRESSÃO FUNCIONOU

No sábado, 27,  a Prefeitura de Itabuna foi impedida de reinaugurar uma unidade básica de saúde no bairro São Roque, pois os moradores da rua onde fica a mesma fizeram protesto contra o abandono do local.

Os manifestantes exigiram ação imediata do governo para melhorar as vias de acesso, o serviço de coleta de lixo, bem como o abastecimento de água e a manutenção da rede de esgoto. O secretário de Desenvolvimento Urbano, Marcos Monteiro, esteve no São Roque ainda na manhã de sábado e ouviu as reivindicações, comprometendo-se a atendê-las.

Na noite desta terça-feira, 30, máquinas da administração municipal patrolavam as ladeiras do São Roque, inclusive – naturalmente – aquela onde funciona a unidade de saúde Dilson Cordier. Somente após a ação, a Prefeitura ficou liberada para reinaugurar o posto.

A solenidade está marcada para esta quarta-feira, 10 horas.

MANIFESTAÇÃO COMEÇA, APÓS “BRONCA”

Esvaziada, manifestação começou com duas horas de atraso.

Esvaziada, manifestação começou com duas horas de atraso.

Mesmo insatisfeito com a participação dos militantes do PCdoB, um pequeno grupo de manifestantes desce neste momento a Avenida Princesa Isabel. Antes de sair da concentração, organizadores discursaram, reforçando o caráter apartidário do protesto e criticando os comunistas.

A situação acabou esvaziando o ato. Dos 15 mil convocados pelas redes sociais, há cerca de cem na manifestação.

4 MIL VÃO ÀS RUAS EM ILHÉUS

Multidão protesta em frente ao Palácio Paranaguá (Foto Ed Ferreira/Ag. Photossintese).

Multidão protesta em frente ao Palácio Paranaguá (Foto Ed Ferreira/Ag. Photossintese).

O ato “Reúne Ilhéus” levou, pelo menos, 4 mil pessoas às ruas centrais do município. A manifestação terminou por volta das 20h e não registrou incidentes, apesar de haver interdição, momentânea, da Ponte do Pontal, que liga o centro à zona sul.

A manifestação começou em frente ao Teatro Municipal, de onde a multidão seguiu em direção ao Palácio Paranaguá, onde pediram ao prefeito mais qualidade no transporte coletivo. Na sequência, o grupo seguiu para a Praça Cairu e Ponte do Pontal.

O vereador Ivo Evangelista foi vaiado pela multidão ao tentar participar da protesto, segundo o Photossíntese. Produtores de cacau também participaram do ato no qual fizeram críticas à anistia da presidente Dilma Rousseff às dívidas de países africanos, enquanto rejeita proposta de perdão da dívida para cacauicultores.

Jovens interditam Ponte do Pontal em Ilhéus (Foto Ed Ferreira/Ag. Photossintese).

Jovens interditam Ponte do Pontal em Ilhéus (Foto Ed Ferreira/Ag. Photossintese).

ITABUNA: EQUIPE DE AFILIADA DA GLOBO VAI ÀS RUAS SEM IDENTIFICAÇÃO

Cinegrafista da TV Santa Cruz dispensa colete e equipamento não tem símbolo da emissora (Foto Pimenta).

Cinegrafista e equipamento sem identificação da TV Santa Cruz (Foto Pimenta).


Os ataques de manifestantes no sudeste do País a profissionais de emissoras de televisão, principalmente a Globo, levaram algumas afiliadas a terem mais cautela na cobertura dos protestos. Em Itabuna, o cinegrafista que cobria o ato nesta tarde de quinta (20) foi às ruas sem colete nem símbolo da TV Santa Cruz. A emissora é afiliada Rede Globo e pertence à Rede Bahia, da família do falecido Antônio Carlos Magalhães.

A manifestação em Itabuna foi pacífica, sem registro de ocorrência até o final do ato, por volta das 19h10min. Na semana passada, o grupo de 200 estudantes universitários e secundaristas fez críticas à cobertura da concorrente da Santa Cruz, a TV Cabrália. Hoje, dezenas ocuparam as escadarias do templo da Igreja Universal do Reino de Deus no Jardim do Ó, e fizeram críticas ao prefeito Claudevane Leite (PRB) e ao bispo Edir Macedo por meio de palavras de ordem ou cartazes.

MANIFESTAÇÃO COM MAIS DE 5 MIL PESSOAS

Comunidade da marcha tem mais de 40 mil convidados (Reprodução Facebook).

Comunidade tem mais de 40 mil convidados (Reprodução Facebook).

Pelo menos 5,3 mil pessoas já confirmaram nas redes sociais a participação no protesto desta quinta (20), às 14h30min, em Itabuna, contra possível aumento de passagem e pela melhoria dos serviços públicos.

A organização da Marcha Unificada de Itabuna convidou cerca de 42 mil pessoas e organizações que possuem perfil no Facebook. Além dos 5,3 mil confirmados, outros 1,1 mil “talvez” participem. Será a terceira marcha do movimento de estudantes secundaristas e universitários no município.

Ontem, o movimento obteve do prefeito Claudevane Leite a garantia de que não haverá reajuste de passagem sem melhoria na prestação do serviço por parte das empresas, incluindo renovação da frota, além de pavimentação do itinerário das linhas urbanas.

A passeata sairá da Praça Simão Fitermann. Haverá ato em frente à sede da Prefeitura de Itabuna (Centro Administrativo Firmino Alves), quando organizadores pretendem entregar documento a representantes do poder local. Logo após, a manifestação seguirá em direção ao centro da cidade.

MAIS DE 200 ESTUDANTES PROTESTAM CONTRA REAJUSTE DE PASSAGEM EM ITABUNA

Manifestantes fizeram segundo protesto contra reajuste da tarifa em Itabuna (Foto Pimenta).

Manifestantes fizeram segundo protesto contra reajuste da tarifa em Itabuna (Foto Pimenta).

Manifestantes param em frente à sede dos Comerciários e protestam (Foto Pimenta).

Manifestantes param em frente à sede dos Comerciários e protestam (Foto Pimenta).

Estudantes secundaristas e universitários participaram do segundo protesto contra o aumento da tarifa de ônibus em Itabuna. A manifestação de hoje foi encerrada na Praça Adami, quando os estudantes decidiram que vão fazer outro ato e tentar audiência para a próxima sexta (21), às 9h, com o prefeito Claudevane Leite (Vane do Renascer). A manifestação reuniu mais de 200 pessoas.

Durante o percurso na Avenida do Cinquentenário, os manifestantes interditaram o cruzamento com a Rua Alício de Queiroz e Praça Camacã e protestaram contra o Sindicato dos Comerciários de Itabuna.

Os representantes dos comerciários, sindicato ligado ao PCdoB, votaram favoráveis ao reajuste da passagem de R$ 2,20 para R$ 2,50. “Rabo preso, rabo preso” era o que gritavam os manifestantes, após vaiar cada entidade que votou favorável ao aumento da passagem no Conselho de Transporte de Itabuna, dentre elas o Sindicato dos Rodoviários de Itabuna e a Central Única dos Trabalhadores (CUT), ligada ao PT.

Estudante exibe cartaz com pedido ao prefeito (Foto Pimenta).

Estudante exibe cartaz com pedido ao prefeito (Foto Pimenta).

Com palavras de ordem como “Pula sai do chão/é o roubo do busão” e “Se a passagem aumentar/Itabuna vai parar”, os manifestantes seguiram pela Avenida do Cinquentenário e encerraram o ato na Praça Adami. Cartazes pediam passe-livre e que o prefeito não conceda o reajuste.

Na Praça Adami, representantes de entidades criticaram a possibilidade de aumento. Luadson Sales, representante do Coletivo Fiscal Grapiúna, disse que o reajuste fará com que cada usuário gaste R$ 150,00 por mês com passagem. “É pegar ônibus para trabalhar ou trabalhar para pegar ônibus?”, questionou.

:: LEIA MAIS »

PROTESTO FECHA BR-101 EM MASCOTE

Protesto provocou engarrafamento de mais de cinco quilômetros.

Protesto provocou engarrafamento de mais de cinco quilômetros.

Moradores de São João do Paraíso, em Mascote, interditaram a BR-101 por mais de três horas, ontem (5), para cobrar melhorias na segurança pública. Cerca de 300 pessoas, conforme o comando da 69ª Companhia Independente da PM, participaram da manifestação.

A comunidade do distrito do município baiano se queixa do alto número de arrombamentos de residências e casas comerciais, além de tentativas de homicídio. O major Castro Rodrigues negociou com os líderes da manifestação e a pista foi liberada com a ajuda de tratores.

O protesto deixou a rodovia congestionada. Houve reunião do comando da PM com o prefeito Washington Santana para definir ações na segurança da localidade.

FAMÍLIAS DE POLICIAIS FARÃO NOVA PASSEATA

Revoltados com a prisão dos seis policiais militares ilheenses, punidos por participar da greve da categoria, em fevereiro, familiares dos PMs farão nova passeata de protesto.

Na semana passada, o juiz Paulo Roberto Santos de Oliveira, da Auditoria da Justiça Militar da Bahia, negou os pedidos de habeas corpus impetrados pela defesa dos policiais, que chegaram a fazer greve de fome. Eles estão detidos no batalhão-escola, na Barra.

A passeata sairá da Praça Guadalajara, ao lado do estádio Mário Pessoa, às 10 horas da manhã. De lá, prossegue em direção ao Palácio Paranaguá, sede do governo municipal. Sindicatos de várias categorias vão estar presentes na manifestação.

 

PROTESTO INTERDITA RODOVIAS EM ITABUNA

Os moradores e comerciantes do bairro Nova Itabuna prometem interditar o viaduto Paulo Souto, a partir das 7h desta segunda-feira. Eles reclamam do descaso de prefeitura e Departamento de Infraestrutura de Transportes (Derba) com o trecho de quase um quilômetro da antiga Avenida Ibicaraí, que vai da Nova Itabuna ao Morumbi. O viaduto interliga as BRs-101 e 415, além de registrar tráfego diário de mais de 20 mil veículos.

O trecho é esburacado e os moradores sofrem com lama em dias de chuva e muita poeira quando o sol dá as caras. As reclamações foram feitas no Derba e na prefeitura, que não teriam respondido.

O trecho passou por obras de reurbanização há três anos, quando a prefeitura gastou R$ 1,5 milhão para a colocação de paralelepípedos. A obra, executada pela Construtora Verti, teve preço superfaturado, conforme denúncia à época. O serviço, de má-qualidade, não resistiu às primeiras chuvas e ao tráfego de veículos.

Cansados de pedir atenção, moradores e comerciantes decidiram radicalizar. Comerciantes, por exemplo, dizem que são obrigados a trabalhar usando máscaras devido à poeira. Pior, a poeira os faz perder clientes.

A manifestação está programada para um horário de tráfego intenso tanto de quem se desloca para o trabalho como de estudantes secundaristas e universitários de Itabuna, sul e sudoeste da Bahia.

PROFESSORES DE ILHÉUS DEFLAGRAM GREVE POR TEMPO INDETERMINADO

Professores da rede municipal ilheense fazem protesto no Palácio Paranaguá (Foto Jornal Bahia Online).

Uma assembleia dos professores da rede municipal de ensino de Ilhéus, realizada no final da manhã desta terça-feira (12), decidiu por uma greve por tempo indeterminado a partir de amanhã. Com a decisão quase 30 mil alunos da rede ficarão sem aulas, comprometendo ainda mais o calendário do ano letivo do município, que já apresenta um certo atraso.

No final da manhã, professores e trabalhadores em educação do município percorreram o centro da cidade explicando à população os motivos do movimento. Chateados com a postura do governo no processo de negociação com a categoria, dirigentes sindicais garantem que os professores e trabalhadores em educação só retornam às salas de aula após a Prefeitura fechar e assinar o acordo.

O governo teria acatado a decisão de pagar o Piso Nacional dos Professores, mas o impasse estaria na discussão sobre o Plano de Carreira dos Trabalhadores em Educação, que, segundo a categoria, não vem sendo aceito pelo governo. Confira tudo no Bahia Online.

SERVIDORES PROTESTAM CONTRA ‘ESMOLA’ DE AZEVEDO

Servidores protestam nas ruas próximas ao centro adminstrativo (Foto Beca Bonfim).

Cerca de 500 servidores municipais e agentes comunitários de saúde e de combate a endemias foram às ruas, novamente, para protestar contra a “frieza” do prefeito Capitão Azevedo (DEM) nas negociações das campanhas salariais das duas categorias. O gestor municipal ofereceu 3% de reajuste para funcionários e servidores municipais. A categoria pede 14,7%, sendo 5,1% “sonegado” em 2009.

Azevedo ainda não discutiu a possibilidade de equiparação dos salários de agentes de saúde e de combate a endemias ao que é repassado pelo governo federal. Uma mesa única e permanente de negociações foi instituída, mas pouco se avançou nas discussões.

As manifestações são puxadas pelos sindicatos dos Servidores Municipais (Sindserv) e dos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate a Endemias (Sindacs). Os servidores têm audiência pré-agendada com o prefeito para a próxima quarta-feira, 23, no centro administrativo Firmino Alves.

A CAMINHADA E OS NÚMEROS

Entre os organizadores da caminhada em defesa do Porto Sul, houve divergências quanto ao número de participantes. Uns contaram 3 mil, enquanto outros afirmam que havia 10 mil pessoas na manifestação.

O Pimenta apurou o conflito e descobriu que, no início, o número era realmente próximo de 10 mil, mas até a Praça Dom Eduardo houve dispersão e a quantidade se reduziu.

Os coordenadores lamentaram que os lojistas não tenham fechado as portas de seus estabelecimentos, para fortalecer a manifestação. Entre o lucro imediato e os possíveis ganhos futuros (com a implantação do porto), os comerciantes ilheenses optaram pela primeira alternativa.

MANIFESTAÇÃO A FAVOR DO PORTO

Um ato público em favor do Complexo Intermodal Porto Sul será realizado nesta quinta-feira, 10, em Ilhéus. O objetivo de representantes de entidades de todos os segmentos que apoiam o projeto é fazer uma grande caminhada, saindo da Avenida Osvaldo Cruz, fundos do estádio Mário Pessoa, e percorrendo as principais ruas de Ilhéus.

Entre os que já confirmaram presença, estão representantes de diversos movimentos sociais da região, inclusive membros da CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil), Força Sindical, UGT (União Geral dos Trabalhadores), segmento empresarial, portuários e estudantes.

Responsáveis por mais de 400 entidades já assinaram um manifesto em defesa do Porto Sul. O documento foi entregue no final de maio ao governador Jaques Wagner, que considera o projeto estratégico para o desenvolvimento econômico da Bahia e da região.

NOVA MANIFESTAÇÃO EM BUERAREMA

Manifestantes voltaram a ocupar quarteirão do fórum e prefeitura (Fábio Roberto).

Manifestantes fazem protesto na porta do fórum (Fábio Roberto).

Cerca de 200 pessoas participaram de nova manifestação em Buerarema. Com as caras pintadas e nariz de palhaço, elas ocuparam a frente da prefeitura e, com a chegada da polícia, se dirigiram ao fórum local. Ligados ao prefeito Mardes Monteiro, os manifestantes exigiam do juiz eleitoral Antônio Hygino uma decisão sobre quem realmente deve comandar o município.

Legalmente, a cidade está sem prefeito. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu na semana passada que o comando do município deveria retornar às mãos do prefeito-interino Eudes Bonfim (PR), presidente da Câmara de Vereadores.  Com a manifestação da última sexta, a Justiça não viu condições para “passar o poder” a Eudes. Mardes, eleito em outubro de 2008, teve o registro de candidatura cassado em julho do ano passado.

Policia protege centro administrativo em Buerarema.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia