WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

editorias






:: ‘Maria Jape’

CARMELITA FAZ CORPO A CORPO NA ZONA RURAL

Pré-candidata abraça a agricultora Maria Luciana Santos (foto divulgação)

Ainda não existe candidatura oficial, mas em Ilhéus todos os pré-candidatos estão investindo pesado no corpo a corpo. Neste domingo, 22, quem estava a pleno vapor foi a vereadora Carmelita Ângela (PT), que visitou o distrito de Maria Jape.

A pré-candidata petista reuniu-se com um grupo formado eminentemente por trabalhadores rurais e ouviu queixas diversas, principalmente relacionadas à má-conservação das estradas. De modo geral, os moradores da zona rural de Ilhéus também manifestam descrença nos políticos e suas promessas. Por isso, a petista preferiu ouvir.

“Quem vai dizer o que vocês querem não sou eu, que moro na cidade. Quem tem que dizer isso pra nós são vocês”, foi logo avisando Carmelita. Ao eximir-se de fazer promessas, a vereadora pelo menos evitou que alguém da comunidade gritasse algo como: “eu já ouvi essa conversa antes, minha senhora!”.

ESTRADA RUIM DEIXA 150 SEM AULA EM MARIA JAPE

A comunidade de Maria Jape está praticamente isolada do resto de Ilhéus há quase três semanas. As chuvas que caíram nos últimos dias deixaram a estrada em péssimo estado e a prefeitura alega não ter dinheiro para contratar máquinas para recuperá-la.

Os ônibus utilizados no transporte escolar de aproximadamente 150 alunos não mais sobem a ladeira da Sapucaia, pois a manobra tem sido considerada de risco para passageiros. Um dos ônibus escolares tombou na estrada de acesso a Banco da Vitória. Os moradores apelam para que a estrada seja consertada com urgência.

MARIA JAPE ABANDONADO

A comunidade de Maria Jape, em Ilhéus, reclama atenção do governo de Sir Newton Lima (PSB). A estrada que liga a área urbana ao povoado está intransitável. A situação de abandono é tão grande que o empresário Ubirajara Coelho e moradores de Maria Jape fizeram uma cotização para compra de lâmpadas. A localidade está às escuras.

Nos contatos com a prefeitura, diz Bira, a informação é de que os pontos de luz não podem ser recuperados porque o município não teria dinheiro para a compra de reatores. Há meses que a comunidade tenta uma solução para a estrada e a iluminação. O jeito foi colocar a mão no bolso. Imagine que boa parte dos moradores da localidade não recebe nem salário mínimo…






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia