WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia






secom bahia








maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

editorias






:: ‘Marinha do Brasil’

CONCURSO PÚBLICO DA MARINHA OFERECE MAIS DE 80 VAGAS PARA ÁREA DE SAÚDE

Inscrições estão abertas até o dia 20 deste mês

A Marinha está com inscrições abertas para o concurso público que visa o preenchimento de 86 vagas de médicos nos Comandos dos 2º, 3º 4º, 5º, 6º e 7º Distritos Navais. As oportunidades são para os estados da Bahia, Rio Grande do Norte, Pará, Rio Grande do Sul, além de Brasília. A inscrição pode ser feita até o dia 20 deste mês.

As vagas são profissionais nas especialidades de Alergologia (1); Anatomia Patológica (1); Anestesiologia (1); Cancerologia (1); Cardiologia (10); Cirurgia Geral (6); Cirurgia Plástica (1); Cirurgia Torácica (1); Cirurgia Vascular (2); Clínica Médica (7); Dermatologia (1); Endocrinologia/ Metabologia (2); Gastroenterologia (2) e Geriatria (2).

Há oportunidade também para profissionais nas especialidades de Ginecologia e Obstetrícia (8); Hematologia (1); Infectologia (2); Medicina Intensiva (2); Medicina Nuclear (1);Nefrologia (1); Neurocirurgia (1); Neurologia (2); Oftalmologia (5); Ortopedia e Traumatologia (2); Otorrinolaringologia (1); Pediatria (5); Pneumologia (1); Psiquiatria (10); Radiologia (4); Radioterapia (1) e Urologia (1).

Podem concorrer os profissionais com menos de 36 anos em janeiro de 2020 e que tenham concluído ou estar em fase conclusão do Curso de Medicina. As provas serão aplicadas na segunda quinzena de julho. O dia ainda será divulgado. A inscrição custa R$ 126 e deve ser feita exclusivamente pela internet, no site www.ingressonamarinha.mar.mil.br.

MARINHA É DENUNCIADA POR AGRESSÕES A QUILOMBOLAS NA BAHIA

Um dia após a presidenta Dilma Rousseff retornar das férias na Base Naval de Aratu, em Salvador, os moradores da comunidade quilombola Rio dos Macacos denunciaram agressões por parte da Marinha do Brasil.

Eles relataram que o acesso à comunidade foi interrompido e que estariam sendo “intimidados” para deixar o local. A localidade se encontra a cerca de 500 metros da área militar.

A área do Quilombo Rio dos Macacos está no centro de uma disputa judicial e territorial envolvendo a Marinha do Brasil e os moradores. O conflito teve início na década de 50 do século passado, com a doação das terras pela prefeitura de Salvador para instalação da base militar. Informações da Agência Brasil.










WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia