WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
alba


jamile_yamaha

sintesi17

dezembro 2017
D S T Q Q S S
« nov    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

editorias


:: ‘MEC’

BRUMADO E PORTO SÃO PRÉ-SELECIONADOS PELO MEC PARA FACULDADES DE MEDICINA

Porto Seguro poderá contar com uma faculdade de Medicina

Brumado, Irecê, Porto Seguro e Valença estão entre os 29 municípios brasileiros pré-selecionados pelo Ministério da Educação para autorização de criação de cursos de Medicina por instituições privadas de educação superior. O edital de chamamento público foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) nesse final de semana. A instituição selecionada poderá oferecer 50 vagas.

O próximo passo é a adesão do município convocado. Cada município que aderir se compromete a oferecer a estrutura de equipamentos públicos, cenários de atenção à rede e programas de saúde necessários para a autorização da criação dos cursos. Até março do ano que vem, uma comitiva da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres), do MEC, vai visitar e conferir de perto as estruturas.

Brumado é pré-selecionado para faculdade de Medicina|| Foto Brumado Urgente

Para aderir ao processo, o município pré-selecionado deverá acessar o Sistema de Monitoramento, Execução e Controle do MEC (Simec), preencher o requerimento e enviar os documentos. A última etapa é a habilitação das mantenedoras de instituições de educação superior.

Os municípios que não obtiverem resultados satisfatórios durante as visitas da comissão serão excluídos do processo. A divulgação do resultado será feita pela página da Seres no portal do MEC e a homologação do resultado será publicada no Diário Oficial da União, com a lista final dos municípios contemplados.

MEC: UESC É A 2ª MELHOR UNIVERSIDADE DA BAHIA E LIDERA ENTRE AS ESTADUAIS

Uesc é a melhor entre as estaduais e a segunda no geral, segundo MEC

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) é a segunda melhor instituição de ensino superior baiana, ficando atrás apenas da Universidade Federal da Bahia (Ufba), segundo ranking do Ministério da Educação (MEC).

O ranking foi elaborado com base no Indicador de Qualidade da Educação Superior 2016, baseando-se nos resultados do Índice Geral de Cursos (IGC). A Uesc obteve nota 3,2309, enquanto a Ufba alcançou 3,6627.

Dentre as universidades estaduais, a Uesc foi a melhor classificada. A segundo com melhor desempenho foi a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), com 3,0531. Dentre as particulares, a melhor do ranking foi a Universidade Salvador (Unifacs), com 2,6529. Confira o ranking mais abaixo.

O IGC é calculado com base na média de três conceitos no último triênio. São eles o Conceito Preliminar de Curso (CPC), o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) dos cursos das instituições avaliadas e os conceitos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) dos cursos de mestrado e doutorado.

RANKING BAIANO

1° Universidade Federal da Bahia (Ufba) – 3,6627
2º Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) – 3,2309
3º Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) – 3,0714
4º Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) – 3,0531
5º Instituto Federal Baiano (IFBaiano) – 3,0120
6 º Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) – 3,0104
7º Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) – 2,7874
8º Instituto Federal da Bahia (IFBA) – 2,7714
9º – Universidade Salvador (Unifacs) – 2,6529
10 º Universidade do Estado da Bahia (Uneb) – 2,3774
11º Universidade Católica do Salvador (Ucsal) – 2,2324

QUALIDADE

A avaliação do Conceito Preliminar de Curso (CPC), que avalia a qualidade dos cursos de bacharelado e graduação tecnológica, leva em conta quatro critérios: os professores (corpo docente); o desempenho dos formandos no Enade; o que a graduação agregou ao aluno e, por fim, a opinião dos alunos sobre o curso. As notas variam entre 1 e 5. :: LEIA MAIS »

MEC LIBERA R$ 31,4 MILHÕES PARA UNIVERSIDADES BAIANAS; UFSB TERÁ SÓ R$ 2,2 MILHÕES

UFSB receberá R$ 2,2 milhões.

UFSB receberá R$ 2,2 milhões para despesas até o final do ano

A Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) e Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) estão entre as instituições públicas federais de ensino contempladas com recursos que o governo tinha segurado como forma de reduzir o rombo nas contas públicas.

De acordo com o Ministério da Educação, as quatro universidades receberão mais de R$ 31,4 milhões. Desse total, somente  R$ 2,212 milhões serão repassados para UFSB, sendo R$ 867.356 a título de liberação financeira e R$ 1.345.426 orçamentária. A Ufob receberá um pouco mais de 3,780 milhões, dos quais R$ 2.116.431 referentes à liberação financeira.

A Universidade do Federal do Recôncavo da Bahia foi contemplada com quase R$ 5,7 milhões a título de liberação financeira  (R$ 3.130.609) e orçamentário (R$ 2.595.921).  A UFBA foi a instituição na Bahia contemplada com maior valor que será repassado pelo MEC. A universidade receberá R$ 8.693.205 de liberação orçamentária e R$ 11.052.912 de liberação financeira.

O MEC anunciou a liberação de cerca de R$ 1 bilhão para amenizar a crise nas universidades e institutos federais de educação no país. As instituições federais foram afetadas com o contingenciamento, no início do ano, de R$ 3,6 bilhões de despesas diretas do MEC, o que vem causando enormes dificuldades nas universidades e institutos de educação.

UESC FIGURA ENTRE AS MELHORES UNIVERSIDADES DO PAÍS EM RANKING DO MEC

Uesc obtém conceito 4 e está entre as melhores do país (Foto Robson Duarte).

Uesc obtém conceito 4 e está entre as melhores do país (Foto Robson Duarte).

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) está entre as melhores instituições de ensino superior do país, de acordo com ranking divulgado pelo Ministério da Educação (MEC). A universidade sul-baiana atinge conceito 4 (IGC), numa escala que vai de 1 a 5.

Ficando atrás apenas da Universidade Federal da Bahia (UFBA), que é 28ª colocada, a Uesc é a segunda do ranking no estado e figura entre as 64 melhores do país. A instituição sul-baiana teve 25 cursos avaliados e obteve IGC contínuo 3,1548 ante 3,5603 da UFBA. A melhor colocada no país, Unicamp, alcançou IGC contínuo 4,3714 e conceito 5.

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) é a 71ª.  A Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) é a 73ª. A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) é a 80ª. Apenas 89 universidades e institutos federais obtiveram os conceitos máximos (4 e 5).

Além de estrutura dos cursos e nível dos docentes, as notas do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) também é considerado para elaboração do ranking. Confira os resultados no ranking abaixo, que considera apenas Universidades e institutos federais de Educação, Ciência e Tecnologia. Os dados se referem ao ano de 2015. Clique no “leia mais” e confira tabela completa. :: LEIA MAIS »

CONSULTA PÚBLICA SOBRE O ENEM TERMINA HOJE

Qualquer pessoa interessada em opinar sobre mudanças no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tem até hoje (17) para participar da consulta pública sobre a prova, realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A consulta foi aberta no dia 18 de janeiro, pela internet, e o Inep enviou e-mail convidando os 6,1 milhões de participantes do Enem 2016 para se manifestar sobre aspectos que podem ser mudados no exame.

Com base nas respostas, o Ministério da Educação poderá modificar o exame ainda este ano. Uma das principais mudanças poderá ser a aplicação das provas em apenas um dia, com 5 horas e 30 minutos de duração. Atualmente, o Enem é aplicado em dois dias – um sábado e um domingo. A prova também poderia ser menor e ter, no máximo, 100 questões – hoje são 180. Em todos os casos, a redação será mantida.

:: LEIA MAIS »

NOVO ENSINO MÉDIO COMEÇA A SER IMPLEMENTADO EM DOIS ANOS

Ministro da Educação durante ato de sanção do novo Ensino Médio (Foto Antônio Cruz).

Ministro da Educação durante ato de sanção do novo Ensino Médio (Foto Antônio Cruz).

O ministro da Educação, Mendonça Filho, disse hoje (16) que o novo ensino médio estará implementado em todo o país a partir de 2019. “Há prazos para os estados se adequarem a essa realidade. A base [Base Nacional Comum Curricular] só estará concluída até o final de 2017. Não poderíamos exigir a implementação plena pelos estados em 2018. Então, isso será feito com mais profundidade só em 2019.”

A reforma do ensino médio foi sancionada na manhã de hoje pelo presidente Michel Temer. Entre as principais mudanças estão a flexibilização curricular, a ampliação da carga horária e a formação técnica dentro da grade do ensino médio. O próximo passo é implantar a Base Nacional Comum Curricular que, atualmente, está sendo elaborada por um comitê presidido pelo Ministério da Educação (MEC).

De acordo com o ministro, o ensino médio é diferenciado em cada unidade da Federação e, por isso, a implementação da reforma será discutida com os conselhos e secretarias estaduais, para que cada um faça as adequações necessárias. “A lógica é preservar as peculiaridades e valorizar o protagonismo dos sistemas estaduais”, disse Mendonça, ao falar sobre a distribuição dos conteúdos da base durante os três anos do ensino médio.

Segundo a secretária executiva do MEC, Maria Helena Guimarães, a tendência é que o primeiro ano seja concentrado na base e que, a partir do segundo ano, as escolas comecem a flexibilizar e diversificar o currículo com os chamados itinerários formativos, em que o estudante poderá escolher entre cinco áreas de estudo: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e formação técnica e profissional. O projeto prevê que os alunos escolham a área na qual vão se aprofundar já no início do ensino médio. :: LEIA MAIS »

COM MUDANÇAS, FIES ABRE INSCRIÇÕES PARA 150 MIL FINANCIAMENTOS

Fies oferece até 150 mil financiamentos neste semestre (Foto ABr).

Fies oferece até 150 mil financiamentos neste semestre (Foto ABr).

Após atraso de quase três horas, o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) abriu inscrições na internet. A previsão era que o sistema fosse aberto às 12h, mas, segundo o Ministério da Educação, estava passando por ajustes finais. Nesta edição, são ofertados 150 mil financiamentos.

As inscrições começam hoje (7) e vão até o dia 10. O resultado será divulgado no dia 13. Para concorrer a uma das vagas, é preciso acessar o site do programa.

Neste semestre, o governo reduziu o teto do financiamento aos estudantes. O limite mensal do Fies passou de R$ 7 mil para R$ 5 mil.

O atraso na abertura das inscrições gerou reclamações nas redes sociais e o termo Fies chega aos mais citados no Twitter.

Ontem (6), o Ministério da Educação anunciou que o sistema seria aberto às 12h.”12h no fuso horário de Marte, né Fies”, escreveu um usuário do Twitter. “O MEC cobra comprometimento com o horário no Enem, mas eles mesmos não têm pra divulgar as coisas, como pode?”, reclamou outra. “Daqui a pouco é 2018 e não abriu essa inscrição ainda #FIES”, disse outra usuária do Twitter.

FINANCIAMENTO

O Fies oferece financiamento a estudantes em cursos de instituições privadas de ensino superior. A taxa efetiva de juros do programa é de 6,5% ao ano. O percentual de financiamento é definido de acordo com o comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita do estudante. O candidato deve ter renda familiar mensal de até três salários-mínimos por pessoa.

A oferta de vagas do Fies dá prioridade aos cursos de engenharias, formação de professores e áreas de saúde. Além das áreas prioritárias, o programa valoriza os cursos com melhores índices de qualidade em avaliações do MEC.

Para participar é preciso ter tirado pelo menos 450 pontos na média das provas do (Enem) e não ter zerado a redação.

PROUNI OFERECE 476 BOLSAS EM FACULDADES DE ILHÉUS E ITABUNA

Inscrições no Prouni vão até dia 3 (Foto Pimenta).

Inscrições no Prouni vão até a próxima sexta-feira (Foto Pimenta).

Estudantes que fizeram o último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e desejam disputar bolsas do Programa Universidade para Todos (Prouni) terão 43 opções de cursos superiores em faculdades de Itabuna e outras 25 opções em Ilhéus. No total, são 476 bolsas integrais e parciais, de acordo com o Ministério da Educação (MEC). As inscrições para concorrer às vagas começaram hoje (31) e terminam no próximo dia 3.

As faculdades em Itabuna oferecem 327 bolsas integrais e 6 bolsas parciais pelo programa. Dentre as instituições com vagas pelo Prouni, estão a FTC e a Unime. Dentre os novos cursos oferecidos em Itabuna pelo Prouni, está Medicina Veterinária, na FTC, com 2 bolsas, ambas integrais.

Já em Ilhéus, as instituições particulares de ensino superior disponibilizam 69 bolsas integrais e 74 parciais, conforme levantamento feito pelo PIMENTA. As opções são para aulas presenciais e a distância.

Administração e Direito são os cursos que oferecem mais bolsas pelo Prouni em Itabuna, com 31 e 30 vagas, respectivamente. Outras opções bastante concorridas e com bom número de bolsas são os cursos de Enfermagem (23), Engenharia Civil (22) e Psicologia (14).

As maiores ofertas de bolsas em faculdades de Ilhéus são para Enfermagem (15), Direito (14) e Administração (13). Dos cursos mais caros, Odontologia (Faculdade de Ilhéus) tem oferta de 4 bolsas, todas integrais. A mensalidade deste curso custa R$ 1.891,00, segundo informado pela instituição ao MEC.

CRITÉRIOS DO PROUNI

 

Para participar do Prouni, o estudante precisa ter obtido 450 pontos, na média, no Enem, e não ter zerado a prova de redação.

O candidato precisa, ainda, ter estudado o Ensino Médio em escola pública ou ter sido bolsista integral na rede particular. Pessoas com deficiência podem disputar bolsa, independente da escola em que tenha estudado.

Professores da rede pública e que estejam no exercício da profissão também podem concorrer, sem precisar comprovar renda.

RENDA

A renda bruta familiar mensal não pode ser superior a um salário mínimo e meio para bolsas integrais. Para disputar bolsa parcial, a renda não deve superar três salários mínimos.

MEC ABRE INVESTIGAÇÃO CONTRA A FACULDADE MONTENEGRO

Sede da faculdade de Ibicaraí (Foto BA24horas).

Sede da faculdade de Ibicaraí (Foto BA24horas).

O Ministério da Educação determinou a suspensão de ingresso de novos alunos em todos os cursos de graduação da Faculdade Montenegro, no município Ibicaraí. A decisão foi tomada como medida cautelar, no âmbito de processo administrativo instaurado pela Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior, em portaria publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (23).

De acordo com a portaria, a faculdade, mantida pela Academia de Educação Montenegro, credenciada pelo Decreto Federal nº 98.885 publicado no Diário Oficial da União de 26 de janeiro 1999, não foi recredenciada até a presenta data.

Com a decisão, a instituição fica impedida de realizar vestibular ou transferências em todos os seus cursos. A medida suspende, também, novos contratos de Financiamento Estudantil (FIES) e a participação em processo seletivo para oferta de bolsas do Programa Universidade para Todos (Prouni), bem como restringe a participação no Programa Nacional de acesso ao ensino técnico e emprego (Pronatec). Confira mais no BA24horas.

NO SISU, UFSB AINDA É UFESBA

Sigla da UFSB ainda é desconhecida pelo sistema Sisu (Foto Gabriel Oliveira).

Sigla da UFSB ainda é desconhecida pelo sistema Sisu (Foto Gabriel Oliveira).

O Ministério da Educação abriu consulta às vagas disponíveis no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para quem fez o Enem 2016. Mas o estudante deve ficar atento, caso deseje disputar vaga na Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB).

Para localizá-las o candidato deverá digitar o nome completo da universidade ou, simplesmente, Ufesba. Outra opção é por município. A sigla designativa UFSB ainda não é reconhecida pelo sistema.

A propósito, a universidade está oferecendo total de 480 vagas para cursos de graduação pelo Sisu, sendo 160 para cada um dos campi da instituição – Itabuna, Porto Seguro e Teixeira de Freitas.

As inscrições no sistema de seleção começam na terça (24). No eixo Ilhéus-Itabuna, também oferecem vagas a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Atualizado às 11h17min.

MEC RECREDENCIA FACULDADE MADRE THAÍS

Campus da Madre Thaís, na Avenida Itabuna, em Ilhéus (Foto Divulgação).

Campus da Madre Thaís, na Avenida Itabuna, em Ilhéus (Foto Divulgação).

O Ministério da Educação (MEC) renovou o credenciamento a Faculdade Madre Thaís (FMT), de Ilhéus, após a instituição ter sido submetida a avaliação pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

A portaria 755, de 20 de julho, foi publicada na edição 139 do Diário Oficial da União, tendo validade de cino anos. Para o presidente da FMT, Isidoro Gesteira, o recredenciamento reflete “o empenho de cada um dos professores, coordenadores da instituição”.

Diretora acadêmica da FMT, a professora Tatiana Barcelo avalia que o recredenciamento significa que a instituição alcançou “ótimo desempenho, considerando-se os aspectos como ensino, extensão, responsabilidade social, gestão da instituição, corpo docente e formação do egresso”.

MEC LIBERA NOVA CHAMADA DO PROUNI

prouniO resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) foi divulgado hoje (27) pelo Ministério da Educação (MEC). Os aprovados devem correr, pois o prazo para entrega de documentação na faculdade para a qual se inscreveu termina na próxima sexta (1º).

Neste semestre, estão sendo oferecidas 125.442 bolsas integrais ou parciais em faculdades particulares em todo o país. Os beneficiados são aqueles que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Quem se inscreveu para disputar bolsa e não foi chamado, deve manifestar interesse para participar da lista de espera. O prazo para isso vai de 8 a 11 de julho, no site do ProUni.

MEC AUTORIZA CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA NA FTC ITABUNA

FTC terá curso de Medicina Veterinária no segundo semestre (Foto Divulgação).

FTC terá curso de Medicina Veterinária no segundo semestre (Foto Divulgação).

O Ministério da Educação (MEC) autorizou o curso de Medicina Veterinária no campus de Itabuna da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), conforme portaria Nº 201, publicada no Diário Oficial da União. A instituição poderá oferecer 100 vagas por semestre. O curso está registrado no MEC sob o número 48 201501167.

De acordo com o diretor da FTC Itabuna, Januário Mourão e Lima, o vestibular para a primeira turma será realizado em 17 de julho, com oferta de 100 vagas. “Com base em pesquisas, identificamos que existe um mercado em potencial para os profissionais veterinários e que era preciso oportunizar aos estudantes da região mais esta opção de graduação no sistema privado de ensino”.

Atualmente, no eixo Ilhéus-Itabuna, apenas a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) oferece curso de Medicina Veterinária. Segundo Januário, os investimentos para assegurar a qualidade acadêmica do novo curso já estão programados, a exemplo da oferta de laboratórios de análises de ponta. A instituição ainda não divulgou o valor da mensalidade do curso.

O médico veterinário pode atuar em até 80 diferentes áreas, conforme o Conselho Federal de Medicina Veterinária. Dentre as opções, estão clínica de animais, auditoria e inspeção em matadouro, frigoríficos e laticínios, responsável técnico em tecnologia de carnes e leite, além de responsável técnico em defesa sanitária animal, consultor em impactos ao meio ambiente e responsável técnico em vigilância sanitária animal e vigilância ambiental.

MEC DEFINE CURSOS QUE SERÃO AVALIADOS NO ENADE 2016

Uesc terá cursos avaliados no Enade em 2016.

Uesc terá seis cursos avaliados no Enade em 2016.


O Ministério da Educação (MEC) publicou, no Diário Oficial da União, as regras para o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), em 2016. O Enade será aplicado no dia 20 de novembro.

Segundo o MEC, o Enade deste ano servirá para avaliar o desempenho dos estudantes dos cursos de bacharel em agronomia, biomedicina, educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina, medicina veterinária, nutrição, odontologia, serviço social e zootecnia.

A prova também será feita por estudantes dos cursos de tecnólogo nas áreas de agronegócio, estética e cosmética, gestão ambiental, gestão hospitalar e radiologia.

O objetivo do exame é avaliar o conhecimento dos estudantes do último ano dos cursos de graduação sobre o conteúdo programático, suas habilidades e competências.

O resultado é usado para compor índices que medem a qualidade de cursos e instituições de ensino superior. Os estudantes devem fazer o Enade para obter o diploma, no entanto, não existe um desempenho obrigatório aos alunos.

MEC DIVULGA 2ª CHAMADA DO PROUNI

prouniO resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) já está disponível na internet. Os estudantes pré-selecionados têm de hoje (12) até o dia 18 de fevereiro para comprovar nas instituições de ensino as informações prestadas no momento da inscrição.

É de responsabilidade do candidato verificar na instituição os horários e o local para apresentação dos documentos necessários. Quem perder o prazo ou não comprovar as informações é automaticamente reprovado. Entre os documentos a serem apresentados estão um de identificação, comprovantes de residência, de rendimento do estudante e de integrantes do grupo familiar e comprovantes de ensino médio.

Quem não foi pré-selecionado na segunda chamada ainda poderá manifestar interesse em participar da lista de espera entre o dia 26 e 29 de fevereiro, na página do ProUni.

Pelo programa, os estudantes podem concorrer a bolsas de estudo parciais e integrais em instituições particulares de educação superior, com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nesta primeira edição de 2016, o ProUni teve 1.599.808 candidatos inscritos para concorrer a 203.602 bolsas.

O programa já concedeu mais de 1,7 milhão de bolsas a estudantes de baixa renda desde que foi criado, em 2004, de acordo com o Ministério da Educação. Da Agência Brasil.

COMEÇAM HOJE INSCRIÇÕES NO FIES

Estudantes já podem se inscrever para financiamento de estudos pelo Fies (Foto Wilson Dias/Agência Brasil).

Estudantes já podem se inscrever para financiamento pelo Fies (Foto Wilson Dias/Agência Brasil).

Começam hoje (26) as inscrições para o processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do primeiro semestre deste ano.  As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet, no site do Fies, até o dia 29.

Pode se inscrever no processo seletivo o estudante que tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir de 2010, e obtido pelo menos 450 pontos na média das provas. O candidato não pode ter tirado 0 na redação do Enem. Além disso, precisa ter renda familiar mensal bruta per capita de até 2,5 salários mínimos (R$ 2.200).

O interessado em obter o financiamento poderá se inscrever em um único curso e turno entre aqueles com vagas ofertadas. Durante o período de inscrição, ele poderá alterar sua opção de vaga, bem como fazer o cancelamento. Os estudantes serão classificados de acordo com as notas no Enem na edição em que tiver obtido a maior média.

O Fies financia cursos superiores não gratuitos com avaliação positiva. O Ministério da Educação ainda não divulgou o número de financiamentos disponíveis para esta edição.

LISTA DE ESPERA

O processo seletivo do Fies referente ao primeiro semestre de 2016 terá chamada única e lista de espera. Os estudantes que não forem pré-selecionados na chamada única serão incluídos na lista de espera para o preenchimento das vagas eventualmente não ocupadas. O resultado da pré-seleção na chamada única e a lista de espera serão divulgados no dia 1º de fevereiro.

O Fies oferece financiamento de cursos em instituições privadas de ensino a uma taxa efetiva de juros de 6,5% ao ano. O percentual de financiamento é definido de acordo com o comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita do estudante. Atualmente, mais de 2,1 milhões de estudantes participam do programa. Da Agência Brasil.

MEC DIVULGA NOTA DE CORTE DO SISU; 974 MIL JÁ SE INSCREVERAM

As primeiras notas de corte do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) estão disponíveis. É possível acessar pela internet a nota mínima necessária para passar em cada um dos cursos oferecidos pelo sistema.

O Sisu seleciona participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para vagas em instituições públicas de ensino superior. As inscrições começaram ontem (11) e podem ser feitas até quinta-feira (14), no site do Sisu.

Diariamente, o Ministério da Educação (MEC) divulga, também no portal do Sisu, a nota de corte, que é a menor para o candidato ficar entre os potencialmente selecionados para o curso. A nota é calculada com base no número de vagas disponíveis e no total de candidatos inscritos para aquele curso.

O candidato que já fez a inscrição poderá consultar, até o dia 14, a própria classificação parcial na opção do curso escolhida. Ontem, o MEC informou que mais de 974 mil já haviam feito a inscrição no sistema.

:: LEIA MAIS »

MEC DIVULGA NOTAS DO ENEM EM JANEIRO

Da Agência Brasil

Diante de centenas de apelos de estudantes feitos pelas redes sociais, o Ministério da Educação (MEC) comunicou que as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vão sair no dia 8 de janeiro.”Nós entendemos a ansiedade de vocês e não poderíamos passar o Natal sem divulgar a data do resultado do #‎Enem2015 !”, diz um “post presente” do MEC publicado nas páginas do ministério no facebook e no twitter. “Aproveitem as festas, dia 8 de janeiro está logo ali”.

Além da seleção para vagas em instituições públicas, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), com a nota do Enem, o estudante de baixa renda pode tentar uma vaga na educação superior por meio do programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas de estudos em instituições particulares de educação superior.

O resultado do exame também é requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), participar do programa Ciência sem Fronteiras e ingressar em vagas gratuitas dos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). Para pessoas maiores de 18 anos, o Enem pode ser usado ainda como certificação do ensino médio.

PROFESSORES DÃO DICAS NA RETA FINAL PARA O ENEM

Provas do Enem serão aplicadas no próximo final de semana (Foto ABr).

Provas do Enem serão aplicadas no próximo final de semana (Foto Arquivo Agência Brasil).

A poucos dias das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), não é hora de aprender novos conteúdos, mas sim de revisar aquilo que já se domina. Essa é a dica do professor de química Paulo Santos. “Neste momento, o estudante tem que priorizar aquilo que tem algum tipo de domínio e fazer aquele ajuste final”, orienta ele, que leciona num cursinho preparatório para o Enem e o Programa de Avaliação Seriada (PAS), em Brasília.

No próximo fim de semana, nos dias 24 e 25, estudantes de todo o país farão as provas do Enem. Mais de 7,7 milhões de candidatos se inscreveram. A Agência Brasil e o Portal EBC conversaram com professores para saber o que os alunos devem priorizar nos últimos dias de estudo e que temas têm mais chances de aparecer nas questões.

Além da revisão, a dica de Santos é que os alunos resolvam provas de anos anteriores como forma de treino, pois muitos temas são recorrentes. “É a melhor estratégia de todas. O aluno vai se habituando à linguagem e vai aprendendo os processos cognitivos que o Enem desenvolve dentro daquele assunto”, disse.

Ele lembra também outros aspectos que os estudantes podem encontrar na prova de química. “Em química, aparecem muitas questões sobre equilíbrio químico, reconhecimento de funções orgânicas”. Santos destaca também que as questões sociais são bastante abordadas. “Até na ciência da natureza esse aspecto nunca é deixado de lado. A relação do homem com o meio, como pode modificar o seu meio em prol econômico, ambiental e social.”

REFAZER PROVAS

Coordenador de um curso pré-vestibular em Brasília, Paulo Perez concorda com a estratégia. “Fazer provas anteriores é o melhor caminho para a preparação. O [Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira] Inep disponibiliza todas as provas no sitedele, com os gabaritos. O aluno pode fazer a prova e ver o que errou. [Pode] procurar, nesta última hora, caso um assunto se repita com frequência, ir atrás do assunto para treinar.”

Perez destaca também que a prova exige que os alunos coloquem em prática o conteúdo que aprenderam dentro de sala de aula e, por isso, as conhecidas “decorebas” acabam não ajudando tanto. “É uma prova de leitura, de saber ler e interpretar. É uma prova muito mais de saber resolver os problemas com as ferramentas que ele aprendeu no ensino médio do que de decoreba e conteudista”.

:: LEIA MAIS »

PRÉ-ESCOLA: BRASIL PRECISA INCLUIR 18,6% DAS CRIANÇAS DE 4 E 5 ANOS

Brasil ainda precisa incluir mais de 18,6% na pré-escola, de acordo com MEC (Foto Elza Fiúza/AB).

Brasil ainda precisa incluir mais de 18,6% na pré-escola, de acordo com MEC (Foto Elza Fiúza/AB).

Mônica Tokarnia | Agência Brasil

No ano que vem, a educação infantil, para crianças de 4 e 5 anos, será obrigatória no Brasil e o país deverá ofertar vagas a todos os que têm essa idade e estão fora da escola. Para cumprir a meta de universalização da pré-escola, que está no Plano Nacional de Educação (PNE), o país tem de incluir  18,6% das crianças nessa faixa etária, conforme dados disponíveis no portal Planejando a Próxima Década, do Ministério da Educação (MEC).

“Os números mostram evolução e, mesmo assim, preocupam”, diz a coordenadora-geral do movimento Todos pela Educação, Alejandra Meraz Velasco. De acordo com o movimento, em números absolutos, é preciso ainda incluir aproximadamente 790 mil crianças dessa faixa etária na pré-escola – responsabilidade que cabe aos municípios, com apoio dos estados e da União, e às famílias, que têm de matricular as crianças.

Segundo Alejandra, para além de simplesmente incluir, é preciso ofertar educação de qualidade às crianças. “É recente a passagem da primeira infância para a educação, em alguns locais ainda se mantém a ideia de que o ensino infantil é simplesmente um local onde as crianças ficam. Nesse momento de expansão. é importante reforçar a proposta pedagógica da etapa.”

O QUE ENSINAR

“É preciso que a criança na pré-escola tenha um ambiente acolhedor, que possibilite a leitura em rodas de conversa, onde possa recontar uma história que o educador está contando para ela, onde possa interagir”, afirma o gerente de programas da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, Eduardo Marino.

Para Marino, a rotina da criança deve incluir jogos focalizados, leituras, brincadeiras. Não é como as demais etapas com disciplinas e com estudantes sentados em fileiras. Também é importante que se tenha um educador como referência, e não vários professores. “É importante que a criança tenha contato com música, ritmo, que se prepare bem na fase da pré-alfabetização, na iniciação de raciocínio lógico e matemático.”

A professora e pesquisadora da Universidade de São Paulo (USP) Zilma de Moraes Ramos de Oliveira destaca a importância do contato com outras crianças e também com outros ambientes e materiais, respeitando o cuidado com a segurança.

“Uma criança em casa pode brincar de faz de conta, mas quanto está em um ambiente que propicia isso, pode brincar de faz de conta de coisas novas. As outras crianças podem acenar com possibilidades”, diz. Ela acrescenta que o contato com a diversidade também é importante nessa fase. “A criança vê que o outro não pensa como ela, tem costumes diferentes e passa a ter uma maior abertura”, diz.

Quanto ao papel do professor, Zilma diz que o educador deve aprender a interagir com a criança e escutar o que ela está falando. “Pode às vezes parecer engraçado e parecer que está falando de coisas diferentes, mas quando se estuda e se para para pensar, faz todo sentido o que a criança está falando. Frases que pareciam confusas ou engraçadas merecem ser observadas. E, quando se trata de bebês, é nas minúcias que estão as pistas do que está acontecendo com eles.”

SITUAÇÃO NOS MUNICÍPIOS

“Está sendo feito um grande esforço para aumentar a oferta de vagas”, afirma o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Alessio Costa Lima. “Por mais que em 2016 não venhamos a atingir 100% de inclusão, sabemos que possivelmente não atingiremos, mas o percentual de crianças não atendidas será pequeno”, acrescenta.

Ele diz ainda que a atual situação econômica do país impossibilita os municípios de aumentar os investimentos em educação. “As redes não estavam preparadas para atender à demanda existente.

O Ministério da Educação (MEC) informa que presta ajuda suplementar, por meio de repasses do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Quanto ao que é ensinado, a Base Nacional Comum Curricular incluirá os objetivos de aprendizagem e desenvolvimento da educação infantil. A proposta preliminar da base será publicada em 15 de setembro. O MEC diz que irá se reunir também com as Undimes estaduais para organização do debate com as redes municipais e apoio ao calendário que vem sendo construído com os estados.

SEMANA DA EDUCAÇÃO INFANTIL

Desde abril de 2012, a semana do dia 25 de agosto passou a ser considerada a Semana Nacional da Educação Infantil e o dia 25, o Dia da Educação Infantil. As datas foram instituídas por lei sancionada pela presidenta Dilma Rousseff em homenagem ao aniversário da médica Zilda Arns, fundadora da Pastoral da Criança. Zilda Arns foi uma das vítimas do terremoto que devastou o Haiti, em janeiro de 2010.

MEC DIVULGA LISTA DE PRÉ-SELECIONADOS NO FIES

O Ministério da Educação (MEC) divulgou hoje (12) a lista dos candidatos pré-selecionados no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que pode ser consultada no site do programa.

O resultado deveria ter sido divulgado na segunda-feira (10), mas uma liminar da 15ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal suspendeu a divulgação. Hoje à tarde, segundo o Ministério da Educação (MEC), a Justiça Federal suspendeu a liminar, o que permitiu que a pasta desse continuidade ao processo seletivo.

Com o atraso, o cronograma também foi prorrogado em um dia, de acordo com o site do Fies. Agora, os estudantes pré-selecionados  na  chamada  única  deverão  acessar  o  Sisfies e concluir sua inscrição para contratação do financiamento no prazo de 14 a 23 de agosto.

Ao todo, serão ofertadas 61,5 mil vagas. Com o Fies, os estudantes financiam cursos superiores em instituições privadas de ensino superior. Os estudantes têm até três anos depois de formados para quitar o empréstimo.

Ao longo do curso, os alunos pagam parte da mensalidade de acordo com a faixa de renda familiar. Todos os beneficiados pelo Fies têm 5% de desconto nas mensalidades dos cursos. Esta é a primeira edição do Fies em que começam a valer as novas regras do programa.

A liminar havia sido concedida em favor da Anima Educação, que questionou a distribuição de vagas e pediu a suspensão do prazo.

:: LEIA MAIS »

MEC PRORROGA PRAZO DE RENOVAÇÃO DO FIES

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou o prazo para renovação dos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) até o dia 20 de julho. O prazo, que já foi prorrogado mais de uma vez, terminaria hoje (30).

A portaria com a ampliação do prazo foi publicada no Diário Oficial de União. As renovações devem ser realizadas por meio do Sistema Informatizado do FIES (SisFies), também disponível nas páginas do Ministério da Educação e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

O Fies oferece financiamento das mensalidades de cursos em instituições privadas de ensino superior, com juros de 3,4% ao ano. O estudante começa a quitar o financiamento 18 meses após a conclusão do curso.

INSCRIÇÕES NO SISUTEC COMEÇAM NESTA 2ª

SisutecQuem quiser concorrer a um vaga no ensino técnico pode se inscrever a partir de amanhã (29), pela internet, no Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). As inscrições serão encerradas sexta-feira (3). Para se candidatar, é preciso ter feito a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 e não ter zerado a redação.

Por meio do Sisutec, instituições públicas e privadas de ensino superior e de educação profissional e tecnológica oferecem vagas gratuitas em cursos técnicos para participantes do Enem. O programa é do Ministério da Educação.

A divulgação dos resultados, em primeira chamada, está prevista para 7 de julho. A segunda chamada deve sair dia 14 de julho. De acordo com o edital, as aulas serão iniciadas entre 3 e 31 de agosto.

Terão prioridade no preenchimento das vagas os alunos de escolas públicas e os que estudaram na rede privada, na condição de bolsista integral.

Ao fazer a inscrição, o candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções de curso. Durante o período de inscrição serão divulgadas as notas de corte de cada curso e o candidato poderá mudar as opções para as quais se inscreveu inicialmente.

:: LEIA MAIS »

alba



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia