WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


agosto 2017
D S T Q Q S S
« jul    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias


:: ‘Ministério da Educação’

GOVERNO DÁ “ZIG” EM ESTUDANTES E ADIA CRONOGRAMA DO FIES

Governo adiou para dia 15 a conclusão das inscrições no Fies (Foto Reprodução).

Governo adiou para dia 15 a conclusão das inscrições no Fies (Foto Reprodução).

O Ministério da Educação (MEC) adiou o cronograma do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A conclusão da inscrição dos estudantes pré-selecionados, cujo prazo começaria hoje (1º), foi adiada para o dia 15 de julho. A decisão está em edital publicado nesta sexta-feira no Diário Oficial da União.

O resultado do Fies foi divulgado ontem (30). Embora ainda no prazo previsto, a lista com os estudantes selecionados demorou para ser divulgada, tendo saído apenas às 22h. Até as 12h, o novo cronograma ainda não constava na página do programa. Falta ainda definir a data de convocação dos estudantes em lista de espera.

A publicação no DOU diz apenas que a conclusão da inscrição deverá ser feita a partir do dia 15, sem prazo para o término. Em nota, o MEC diz que a prorrogação se deu por conta de “ajustes necessários na fórmula de cálculo para adaptação do sistema à mudança de faixa de renda de 2,5 para 3 salários mínimos”. A pasta diz ainda que a mudança “não compromete o processo de financiamento”.

Os estudantes podem conferir na página do Fies o resultado da seleção. O resultado é uma pré-seleção, assegura apenas a expectativa de direito às vagas para as quais se inscreveram no processo seletivo do Fies. A contratação do financiamento fica condicionada à conclusão da inscrição no Sistema Informatizado do Fies (SisFies) e ao cumprimento das demais regras e procedimentos do programa.

Nesta edição serão ofertados 75 mil financiamentos. Aqueles que não forem selecionados serão automaticamente inscritos na lista de espera.

:: LEIA MAIS »

PROUNI ABRE INSCRIÇÕES PARA VAGAS REMANESCENTES

prouniO Ministério da Educação (MEC) vai oferecer as bolsas que não foram preenchidas no processo de seleção regular do Programa Universidade para Todos (ProUni). Os interessados poderão se inscrever a partir de amanhã (23) até 31 de março, pela internet.

O ProUni oferece a estudantes brasileiros de baixa renda bolsas de estudos integrais e parciais (50% da mensalidade) em instituições privadas de ensino superior. Na primeira edição de 2016, o ProUni ofertou 203.602 bolsas para 30.931 cursos. As bolsas que não foram preenchidas em nenhuma das chamadas regulares serão ofertadas nesta etapa.

As inscrições serão pelo site do ProUni.

Podem concorrer professores da rede pública de ensino, além dos estudantes que fizeram alguma edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010. O candidato não pode ter nota zero na redação e precisa ter, no mínimo, 450 pontos na média no Enem.

As bolsas integrais são para os candidatos com renda familiar bruta por pessoa de até 1,5 salário mínimo por mês e as bolsas parciais, para os participantes com renda familiar bruta por pessoa de até três salários mínimos. Os professores estão dispensados do critério de renda.

Aqueles que se candidatarem terão dois dias úteis para comprovar as informações prestadas na inscrição nas instituições e ensino. Cabe ao estudante verificar o local, a data e o horário de atendimento e demais procedimentos. Com informações da Agência Brasil.

MULHER GOSTA É DE CARINHO!

Manu BerbertManuela Berbert | manuelaberbert@yahoo.com.br

 

Colocar a violência contra a mulher em discussão não é punir o homem em si. Muito pelo contrário. É orientá-lo sobre sentimentos como o respeito, a compaixão, o amor e a amizade para com elas.

 

 

No domingo, quando o Enem divulgou o tema da redação após o fechamento dos portões, confesso que fiquei em êxtase. Tornar necessário que sete milhões de estudantes reflitam sobre “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira” é um marco e deve ser comemorado por todos. As relações interpessoais estão em colapso, e o Ministério da Educação entendeu, enfim, que não basta decorar os assuntos do ensino médio para se tornar alguém apto a se relacionar com outrem e suas futuras profissões.

Li que especialistas confirmaram a pertinência do tema, e que neste ano só há um tipo de posicionamento: contrário à violência. Embora a liberdade de expressão seja o direito de qualquer indivíduo em manifestar suas opiniões e pensamentos, defender qualquer ato violento, seja ele qual for, é se colocar na contramão dos direitos humanos e, assim, ir de encontro às normas que regem o nosso país. Em resumo, só irá atingir uma pontuação significante na prova quem escreveu abominando a violência física, verbal ou psicológica à mulher. “Bingo”, pensei!

Os índices de violência doméstica crescem assustadoramente no Brasil. E não é necessário que se tenha acesso a ambientes judiciais para ter essa noção. Todos os dias, assistimos nos noticiários casos de atos grotescos praticados no âmbito familiar, e isso inclui abuso sexual contra as crianças, maus tratos contra idosos, e principalmente a violência contra a mulher. Ou a escola debate normas comportamentais atuais que orientem as interações entre os indivíduos, ou estaremos predestinados a um “apocalipse” social.

Colocar a violência contra a mulher em discussão não é punir o homem em si. Muito pelo contrário. É orientá-lo sobre sentimentos como o respeito, a compaixão, o amor e a amizade para com elas. Da mesma forma, a Lei Maria da Penha não tem como finalidade punir o homem, e sim punir o homem agressor. E antes que alguém pense “mais um texto de uma feminista do século XXI”, permitam-se um pouquinho mais de clareza: Mulher gosta de carinho, seja ela feminista ou apenas FEMININA, como eu!

Manuela Berbert é publicitária e colunista do Diário Bahia.

REVOLUÇÃO NAOMARIANA

jorge portugal2Jorge Portugal | jpportugal@uol.com.br

Não à toa, em recente encontro internacional de educação, realizado na Coreia do Sul, o ministro da Educação, Prof. Renato Janine Ribeiro, classificou a UFSB como uma das duas universidades de vanguarda do Brasil.

Acaba de começar no sul da Bahia uma verdadeira revolução no âmbito do ensino superior do país, e para o ensino baiano em particular. Seu nome: UFSB. Seu comandante-em-chefe: Prof. Naomar Almeida. Sim, ele mesmo que, ainda na condição de reitor da Ufba, implantou a bem sucedida política de ações afirmativas, que mudou a cara e a cor da universidade, e ainda instituiu os Bacharelados Interdisciplinares, buscando atualizar a nossa “Federal”, ajustando-a à moderna visão de universidade, mundo afora. Sei que não foi fácil. Acompanhei a sua árdua luta de convencimento aos seus pares, e vibrei com sua vitória final.

Cumprida a missão “ufbeana”, Naomar partiu para a concretização do seu sonho maior e pleno: a criação da Universidade Federal do Sul da Bahia, dando forma final e definitiva ao modelo que sempre esteve na cabeça de Anísio Teixeira, mas também no bojo do pensamento de Paulo Freire, Darcy Ribeiro e Milton Santos. Não à toa, em recente encontro internacional de educação, realizado na Coreia do Sul, o ministro da Educação, Prof. Renato Janine Ribeiro, classificou a UFSB como uma das duas universidades de vanguarda do Brasil. A outra é a Universidade Federal do ABC paulista.

A UFSB já nasce com um elenco de professores-doutores na sua totalidade; mantém e até amplia a estrutura dos Bacharelados Interdisciplinares e, culminância das culminâncias, em vez de estar narcisicamente voltada para as suas pós-graduações, inclina o seu olhar para o ensino médio da rede pública, como forma de desativar a “bomba social” do país. Por isso, a participação do Prof. Naomar e da UFSB no Pacto Social da Bahia tem sido necessariamente fundamental. Os colégios universitários nas demais cidades onde não há campus formal (Ferradas/Itabuna, Porto Seguro e Teixeira de Freitas) darão nova vida e qualidade aos estudantes da região, que já respirarão o “ar universitário” antes mesmo de ingressar no ensino superior.

Reitor Naomar e sua equipe da UFSB: magníficos!

Jorge Portugal é poeta, educador e secretário estadual de Cultura.
(Artigo publicado no Facebook da UFSB.)

JANINE RIBEIRO DIZ QUE MEC ESTÁ SEM DINHEIRO PARA NOVOS CONTRATOS DO FIES

O Ministério da Educação (MEC) não tem dinheiro para assinar novos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) neste semestre, disse o secretário executivo da pasta, Luiz Cláudio Costa. Ele informou que o MEC ainda não foi notificado da determinação judicial para reabertura do prazo de inscrições, mas adiantou que a pasta recorrerá da decisão.

Segundo Costa, “mesmo que [o prazo para inscrições] seja reaberto, será inútil”. Ele informou que foram reservados R$ 2,5 bilhões para o Fies, o limite foi atingido e não será possível financiar novos contratos neste semestre.

O Fies registrou 252.442 novos financiamentos em instituições privadas de ensino superior, segundo balanço do ministério. O prazo para novos contratos foi encerrado no último dia 30 e mais de 500 mil candidatos buscaram o financiamento.

O ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, disse que o número superou a expectativa de 250 mil novos contratos. Os cursos mais procurados foram engenharia, com 46.981 contratos, direito (42.717), enfermagem (16.770) e administração (15.796).

De acordo com Renato Janine, o número pode cair, pois os alunos precisam comprovar as informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento em cada instituição de ensino. A expectativa é que a queda seja insignificante.

PAULO GABRIEL EM SECRETARIA DO MEC É “MOTIVO DE HONRA”, DIZ PRESIDENTE DO PT

Everaldo comemora escolha de Paulo Gabriel para o MEC.

Everaldo comemora escolha de Paulo Gabriel para o MEC.

O presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação, sul-baiano como Paulo Gabriel Nacif, disse ao PIMENTA que a escolha do professor para a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi), do MEC, é “motivo de honra”.

“Foi uma escolha com forte opção pela capacidade técnica e compromisso político que ele construiu ao longo da sua vida profissional e de militante”, resumiu o dirigente estadual do PT, partido ao qual Paulo Gabriel, baiano de Coaraci, é filiado. “A Bahia já conhece e o Brasil vai conhecer o valor que ele vai ajudar a agregar à política de Educação”, festeja Everaldo.

Paulo Gabriel foi anunciado hoje (6) como secretário de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do MEC. Também nesta segunda, o filósofo Renato Janine Ribeiro assumiu o Ministério da Educação (confira nota abaixo).

FIES PASSA A EXIGIR MÉDIA MÍNIMA NO ENEM

A partir de hoje (30), o estudante que tiver média inferior a 450 pontos nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não poderá se inscrever para uma bolsa do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Além da média mínima, o candidato não pode ter nota zero na redação. As inscrições vão até o dia 30 de abril.

Em fevereiro, foram abertas as inscrições para novas adesões ao Fies, mas sem a obrigatoriedade da nota mínima. Era preciso apenas ter feito o Enem para solicitar o financiamento. Não estão sujeitos a essa regra os professores do quadro permanente da rede pública matriculados em cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia.

A regra de exigir a média mínima no Enem foi estabelecida em portaria do Ministério da Educação, publicada em dezembro de 2014, e gerou descontentamento de estudantes e representantes de instituições privadas de ensino superior. Instituições estimam que a mudança reduzirá em pelo menos 20% o número de contratos do Fies.

O Ministério da Educação descarta a possibilidade de abrir mão da exigência. Segundo a pasta, a mudança foi feita pela qualidade do ensino superior e o diálogo com as entidades é permanente.

O Fies financia de 50% a 100% das mensalidades, dependendo da renda familiar mensal bruta. É destinado a alunos matriculados em cursos superiores presenciais não gratuitos, oferecidos por instituições cadastradas no programa e que tenham obtido resultados positivos nas avaliações do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior.

Entre as mudanças feitas pelo ministério no Fies estão também a alteração de 12 para oito no número de parcelas de repasse de recursos para as instituições privadas e percentual máximo de reajuste para mensalidades no caso de aditamentos de contratos. Agência Brasil.

FILÓSOFO RENATO JANINE ASSUMIRÁ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

Renato Janine Ribeiro assume Educação.

Renato Janine Ribeiro assume Educação.

Presidência da República anunciou hoje (27) que o filósofo e professor Renato Janine Ribeiro será o novo ministro da Educação. Ribeiro ocupará a vaga deixada por Cid Gomes na semana passada, depois que o então ministro acusou deputados de serem achacadores e oportunistas.

O novo ministro da Educação é professor titular de ética e filosofia política da Universidade de São Paulo (USP) e especialista na obra do filósofo inglês Thomas Hobbes, sobre quem focou suas pesquisas de mestrado e doutorado. Sobre o filósofo, Ribeiro publicou os livros A Marca do Leviatã e Ao Leitor Sem Medo.

Ribeiro escreveu ainda ensaios sobre filosofia política focando a realidade brasileira. Ele venceu o Prêmio Jabuti em 2001 com a obra A Sociedade Contra o Social: O Alto Custo da Vida Pública no Brasil. O filósofo tem ainda publicações que tratam de democracia, da relação da universidade com a sociedade e sobre a forma de fazer política em geral. Ao todo Ribeiro tem 18 livros editados, além de ensaios e artigos em publicações científicas.

No serviço público, além de ter sido aprovado no concurso para professor da USP, Janine atuou como membro do Conselho Deliberativo do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) (1993-1997), do conselho da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) (1997-1999), secretário da SBPC (1999-2001) e diretor de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) (2004-2008).

Além disso, foi membro do Conselho Deliberativo do Instituto de Estudos Avançados da USP e é membro do Conselho Superior de Estudos Avançados da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), segundo informações do Palácio do Planalto.

Ribeiro fez mestrado na Université Paris 1 Pantheon-Sorbonne, doutorado pela USP e pós-doutorado pela British Library. O novo ministro foi convidado hoje pela presidenta Dilma Rousseff para assumir o cargo e tomará posse no dia 6 de abril.

CID GOMES, O INCENDIÁRIO!

Cid Gomes incendiou plenário da Câmara (Foto ABr).

Cid incendiou Brasília (Foto ABr).

Agência Brasil

A exoneração de Cid Gomes do cargo de ministro da Educação está publicada na edição de hoje (19) do Diário Oficial da União. Gomes pediu demissão ontem (18) à presidente Dilma Rousseff, após embate com deputados e com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no plenário da Casa.

Cid Gomes foi ontem (18) à Câmara, convocado em comissão-geral, para explicar declarações que deu em um evento na Universidade Federal do Pará, no dia 27 de fevereiro, de que há no Congresso Nacional “400 ou 300 achacadores”, que se aproveitam da fraqueza do governo para levar vantagens.

Em sua defesa na comissão, ele pediu desculpas pela declaração, mas apontando para Eduardo Cunha disse: “Prefiro ser acusado por ele de mal-educado do que ser acusado como ele, de achaque, como diz a capa da Folha de S.Paulo”.

Líderes partidários da base governista e da oposição criticaram duramente as declarações e a postura do ministro Cid Gomes no plenário da Câmara e pediram a saída dele do cargo. Ao deixar a Câmara, o então ministro da Educação seguiu para o Palácio do Planalto e apresentou o pedido de demissão à presidente.

PROUNI OFERECE 533 BOLSAS EM FACULDADES DE ILHÉUS E ITABUNA

FTC volta a oferecer vagas pelo Prouni.

FTC volta a oferecer vagas pelo Prouni.

As inscrições no Programa Universidade para Todos (Prouni) começaram hoje e prosseguem até a quinta (29) com oferta de 533 bolsas integrais e parciais em faculdades de Ilhéus e Itabuna. A inscrição deve ser feita somente no site do programa (http://siteprouni.mec.gov.br/).

Itabuna oferece maior número de cursos (33) e de bolsas (358) nas modalidades presencial e a distância. A novidade neste ano é a oferta de vagas em cursos da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC). A maior oferta de cursos presenciais, no entanto, é da Unime.

O curso com maior quantidade de bolsas é Pedagogia (47 integrais e 3 parciais). Dentre as opções, o estudante tem cursos como Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Nutrição, Farmácia e Psicologia.

Já em Ilhéus, são 175 bolsas disponíveis, sendo 115 integrais. Sete das bolsas integrais são oferecidas pela Faculdade de Ilhéus para quem deseja cursar Odontologia. A maior oferta de bolsas em Ilhéus é do curso de Direito (17 integrais e 7 parciais).

As bolsas podem ser disputadas por alunos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 e obtiveram, pelo menos, 450 pontos na média geral e não zeraram a redação. O estudante precisa ter cursado o Ensino Médio em escola pública ou ter sido bolsista em estabelecimento particular.

Outro requisito é a renda familiar. O aluno que tem renda mensal familiar de 3 salários mínimos por pessoa pode disputar bolsa integral. Se a renda for igual ou inferior a um salário mínimo e meio por integrante da família, a opção é a bolsa parcial. Para fazer o cálculo, basta somar a renda familiar e dividir pelo número de membros da família.

Confira o número de vagas por curso em Itabuna e Ilhéus

ITABUNA

Administração

Integral – 44

Parcial – 2

:: LEIA MAIS »

ESTUDANTE JÁ PODE CONSULTAR DESEMPENHO NO ENEM

Os candidatos já podem consultar o desempenho individual no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 na página do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

CONFIRA AQUI

Para ter acesso ao resultado, é necessário o número de inscrição ou do CPF e a senha criada no momento da inscrição. A senha pode ser recuperada na própria página. Segundo o Inep, por causa do elevado número de acessos, estudantes podem ter dificuldades para fazer a consulta.

Os candidatos têm acesso às notas em cada uma das cinco áreas avaliadas no Enem: ciências humanas, ciências da natureza, linguagens, códigos e suas tecnologias, matemática e redação. O Inep não disponibiliza uma nota final no exame. Isso porque cada instituição que utitliza o Enem como forma de ingresso pode escolher uma forma de calcular a nota final, atribuindo pesos diferentes para cada uma das áreas.

O espelho da redação, que mostra a nota em cada uma das competências avaliadas, estará disponível em até 60 dias. O acesso à correção é apenas pedagógico e não cabe recurso.

:: LEIA MAIS »

ENEM 2013: QUASE 5 MIL ESCOLAS TIVERAM MÉDIA INFERIOR A 500 NA REDAÇÃO

enem_estudanteDa Agência Brasil

Em todo o país, 4,9 mil escolas tiveram média abaixo de 500 na nota da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013. Elas representam pouco mais de um terço (33,87%) do total de 14,7 mil escolas, cujos resultados foram divulgados hoje (22). Com essa nota, tais instituições são classificadas no nível 1, o mais baixo, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela prova.

Em relação ao desempenho individual, mais da metade dos alunos de 3,9 mil escolas tiveram nota inferior a 500 – nota mínima exigida para que o aluno obtenha o certificado de conclusão do ensino médio. A nota máxima é 1 mil.

Na outra ponta, apenas 16 escolas tiveram 800, ou mais, na média da nota da redação, o que corresponde ao nível 5, o maior na escala do Inep. No total, 9,1 mil escolas tiveram alguma porcentagem de estudantes no nível 5. Apenas 39 tiveram mais da metade dos alunos nesse nível.

A redação é a única parte do exame em que os alunos têm de escrever. As demais provas são de múltipla escolha. Em 2013, o tema da redação foi Efeitos da Implantação da Lei Seca no Brasil.

A correção da prova de redação avalia cinco competências: domínio da norma padrão da língua escrita; compreensão da proposta de redação; capacidade de selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista; conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários à construção da argumentação; elaboração de proposta de intervenção para o problema abordado, respeitados os direitos humanos.

Neste ano, o Inep acrescentou novos componentes na divulgação das notas, o nível socioeconômico e a formação docente. Além da média dos 30 melhores estudantes da instituição.

Nas escolas em que mais da metade dos estudantes ficou no nível 1, a maior parte dos alunos têm nível socioeconômico médio baixo ou médio. Esse indicador é calculado a partir do nível de escolaridade dos pais e da posse de bens e contratação de serviços pela família dos alunos.

Para o presidente do Inep, Francisco Soares, de modo geral, os resultados são semelhantes aos de anos anteriores. “A seleção tem excelentes alunos e tem alunos com baixo desempenho, como em qualquer levantamento. O que existe de novo é que estamos qualificando [os resultados].”

:: LEIA MAIS »

PROFESSORES DÃO DICAS DE ESTUDO E DESCANSO NA RETA FINAL PARA O ENEM

Estudantes entram na reta final para o Enem (Foto Agência Brasil/Arquivo).

Estudantes entram na reta final para o Enem (Foto Agência Brasil/Arquivo).

Os dias que antecedem a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) são de ansiedade para muitos candidatos e também de dúvida sobre o que fazer nos momentos finais. O melhor é estudar até o último minuto, ou descansar para evitar estresse na dia da prova? E como lidar com o cansaço durante o exame? Professores ouvidos pela Agência Brasil dão dicas sobre estudo e descanso nesta reta final e orientações para os dias das provas.

A sugestão do coordenador de ensino médio da Escola Garriga de Menezes, Marcelo Borges, é que nos primeiros dias desta semana os candidatos ainda façam uma revisão, resolvendo provas passadas do Enem, e reservem os outros dias para descansar e descontrair. “Nos três primeiros dias da semana, ainda é importante que façam uma revisão, mas não em cima de conteúdos e sim de questões de provas passadas para que possam ter uma referência sobre os conteúdos que ainda não dominam com clareza. Com isso, quem sabe, ainda podem dar uma melhorada”, diz.

Na quinta (6) e sexta-feira (7), a dica do coordenador é que os estudantes apenas relaxem. “Esses são dias de procurar atividades que possam divertir e não causar estresse. O ideal é não ter contato com o conteúdo para não chegar àquela conclusão do ‘só sei que nada sei’. Procure atividades culturais como teatro, cinema”, diz Marcelo Borges.

O professor de geografia do pré-vestibular do Sistema Elite de Ensino Marcos Chaves indica aos estudantes revisar fórmulas de química, física e matemática até a metade desta semana. Na véspera da prova, ele também avalia que o melhor é descansar, ter uma boa noite de sono e alimentação leve.

Chegar com antecedência de uma hora ao local de prova é o que recomenda o professor Marcos Chaves para evitar ainda mais nervosismo ao candidato no momento da prova. “Se o candidato não se preparar e chegar em cima da hora no local de prova, ele já chega nervoso, sobressaltado, e isso prejudica a concentração”, comenta.

Para os dois dias do Enem, o especialista em educação e diretor da rede de colégios Alub, Alexandre Crispi, tem dicas para aumentar o rendimento dos estudantes, como levar lanche e se alimentar a cada uma hora e meia. “Com tantas horas sem comer, o cérebro não vai conseguir dar as mesmas respostas, então, leve barras de cereais, chocolate. Ter em mãos um lanche ajuda a evitar que o aluno tenha esquecimentos durante a prova”.

Outras dicas são se levantar para beber água ou ir ao banheiro durante o período da prova para ativar a circulação e espantar o sono e aproveitar todo o tempo disponível para responder às questões. “Aproveite todo o tempo de prova e não saia antes do final. A maioria dos candidatos sai uma hora antes do final da prova e desperdiça tempo de prova. Saindo uma hora antes, o candidato desperdiça tempo que dá para resolver 20 questões. Cada 10 questões do Enem gera aproximadamente 100 pontos na prova”, estima o professor. Ele ressalta que, mesmo que o candidato tenha terminado a prova, é interessante aproveitar todo o tempo para revisar as questões que foram mais difíceis de resolver e geraram dúvidas.

Ao longo da semana, o candidato deve estabelecer uma estratégia para resolver as provas, segundo o coordenador do Garriga de Menezes, Marcelo Borges. O tempo médio gasto em cada questão deve ser três minutos. A redação também merece planejamento prévio. “No segundo dia, é interessante que não deixem a redação para o final, ou façam antes, entre a prova de linguagens e a de matemática. Essa é uma dica importante porque a prova de linguagens pode gerar alguma ideia criativa para que eles possam desenvolver a redação”, explica.

As provas do Enem serão aplicadas nos dias 8 e 9 de novembro. O exame tem 8,7 milhões de inscritos. Para se preparar para a prova, os candidatos podem acessar o aplicativo questoesenem.ebc.com.br. O banco de questões da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) reúne itens de 2009 a 2013.

MEC DIVULGA 1ª CHAMADA DO PROUNI

prouniDa Agência Brasil

O Ministério da Educação divulga hoje (15) na internet o resultado da primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni). A partir de amanhã, os candidatos devem se dirigir à faculdade para a qual foram pré-selecionados, levando os documentos que comprovam as informações prestadas na ficha de inscrição.

Para evitar contratempos, o candidato deve verificar o horário e o local no qual deve comparecer para a apresenação das informações. O prazo para que isso seja feito vai até o dia 24.  Caso perca o prazo, o candidato é automaticamente retirado do processo.

Na página do ProUni está disponível uma lista com a documentação necessária. Entre os itens solicitados estão documento de identificação, comprovante de residência, de rendimento e de conclusão do ensino médio.

O ProUni oferece bolsa de estudo integral ou parcial (50% da mensalidade) em instituições particulares de educação superior que tenham cursos de graduação e sequenciais de formação específica. O programa é dirigido a egressos do ensino médio da rede pública ou da rede particular, na condição de bolsistas integrais.

O estudante precisa comprovar renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio para a bolsa integral e de até três salários mínimos para bolsa parcial.

Esta edição do programa ofertou 115.101 bolsas e teve 653.992 inscritos.

Veja abaixo o cronograma do ProUni:

Resultado da primeira chamada: 15 de junho
Comprovação de informações: de 16 a 24 de junho
Resultado da segunda chamada: 4 de julho
Comprovação de informações: de 4 a 11 de julho
Adesão à lista de espera: 21 e 22 de julho
Comprovação de informações dos candidatos em lista de espera: 29 e 30 de julho

MEC AUTORIZA 30 NOVOS CURSOS SUPERIORES

O Ministério da Educação publicou hoje (30) no Diário Oficial da União portaria que autoriza o funcionamento de 30 cursos superiores em instituições privadas. Os cursos estão distribuídos em faculdade de 11 estados brasileiros.

As novas vagas são em cursos como arquitetura e urbanismo, engenharias civil, mecânica, elétrica e ambiental, administração, teologia, ciências contábeis, gestão de recursos humanos, logística, entre outros. No geral, cada curso tem entre 100 e 200 vagas disponíveis.

Para serem autorizados, os cursos devem preencher uma série de requisitos quanto ao projeto pedagógico, corpo docente e infraestrutura, e ainda passar por uma visita ao local. Após a autorização para oferta de turma e quando o curso de graduação tiver completado 50% de sua carga horária total a instituição deve solicitar o seu reconhecimento, que é necessário para a validade nacional dos diplomas dos estudantes.

CONCURSO DO MEC OFERECE 60 VAGAS E ATÉ R$ 8,3 MIL DE SALÁRIO

concursosO Ministério da Educação (MEC) inicia na próxima sexta-feira, 14, as inscrições para o concurso público que vai oferecer 60 vagas temporárias para candidatos com nível superior.

Os salários variam de R$ 6.130 a R$ 8.300, a depender do cargo pretendido. São oferecidas vagas para analistas contábil, educacional, de política e processual. Do total, sete vagas são destinadas a pessoas com deficiência.

As inscrições seguem até 5 de março, exclusivamente pelo site do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe/UNB). A taxa é de R$ 100 para analista e R$ 110 para especialista.

A realização da prova objetiva está prevista para o dia 27 de abril. O concurso tem validade de um ano, prorrogável por igual período. Informações d´A Tarde.

TENTATIVA DE FRAUDE ELIMINA 1.522 CANDIDATOS DO ENEM 2013

Flávia Albuquerque | Agência Brasil

ENEM 2013O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, confirmou hoje (20) a eliminação de 1.522 candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2013 por tentativa de fraude. “Só em Minas Gerais, foram 396”, disse o ministro, após participar do lançamento da Frente de Prefeitos para o Desenvolvimento da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Ele garantiu, porém, que não houve fraude na organização do exame deste ano.

Segundo Mercadante, o Ministério da Educação (MEC) trabalha antes, durante e depois do Enem, para evitar qualquer tipo de irregularidade, como a que foi investigada pela Polícia Civil de Minas Gerais.
Ele disse que o MEC e a Polícia Federal, que agora está com o caso, formaram uma parceria muito construtiva, trabalhando até no dia do exame, para ter o flagrante.

De acordo com investigações da Polícia Civil de Minas Gerais, a quadrilha suspeita de ter fraudado as provas do Enem deste ano é também acusada de fraude de vestibulares de medicina. Conforme as apurações, os criminosos agiram em Barbacena, região central do estado, vendendo gabaritos a candidatos por preços que variavam de R$ 70 mil a R$ 100 mil. Os resultados repassados aos candidatos eram do caderno amarelo de questões do exame.

:: LEIA MAIS »

R$ 1,4 BI PARA EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL

Educação tem recursos assegurados para ensino em tempo integral.

Após a divulgação das médias nacionais dos estudantes brasileiros no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), a diretora de Currículos e Educação Integral do Ministério da Educação, Jaqueline Moll, refirmou que o governo federal deverá aplicar mais de R$ 1,4 bilhão até o final deste ano para a ampliação do ensino em tempo integral nas escolas públicas. O valor já havia sido anunciado no primeiro semestre deste ano e foi confirmado em palestra que concedeu na Câmara a convite da Frente Parlamentar da Educação.

As médias gerais do Ideb, que são baseadas nas taxas de aprovação e no desempenho geral em provas de Português e Matemática, mostraram que os alunos do ensino médio da rede pública não evoluíram em dois anos – o índice de 3,4 atingido em 2009 foi mantido em 2011. Já nos anos iniciais do ensino fundamental, os resultados foram melhores. Os alunos dessa etapa alcançaram nota 5 – o que representa 0,1 a mais que a média prevista para 2013.

MEC DIVULGA 2ª CHAMADA DO SISU

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta manhã, 13, a segunda chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A lista com os nomes aprovados deve ser conferida no site do programa. Os aprovados devem ficar atentos ao prazo de matrícula, dias 17 e 18 de julho.

CONFIRA A SEGUNDA CHAMADA

Os que não obtiveram aprovação nas duas primeiras chamadas devem se inscrever na lista de espera a partir de hoje. O prazo encerra-se na próxima quinta-feira, 19. A convocação destas vagas remanescentes ocorrerá no dia 24, conforme calendário do MEC. O candidato precisa ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano passado para concorrer às vagas.

ENEM 2012 TERÁ 5,8 MILHÕES DE CANDIDATOS

O Ministério da Educação (MEC) divulgou hoje o número final de candidatos que farão as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012, marcadas para os dias 3 e 4 de novembro. Este é o número exato de candidatos que confirmaram inscrição com o pagamento da taxa e significa novo recorde.

Do total de inscritos, segundo o MEC, 4 milhões ficaram isentos do pagamento da taxa de R$ 35,00 porque são alunos de escolas públicas ou porque pertencem a famílias de baixa renda, informa a Agência Brasil. Pagaram a taxa 1.761.233 inscritos. Além das provas nos dias 3 e 4 de novembro, o gabarito será divulgado no 7 de novembro. A previsão de resultado é para 28 de dezembro.

CURSO DE DIREITO DA UNIME RECEBE “PARECER DESFAVORÁVEL” DA OAB

Pavilhão onde funciona curso de Direito, que teve parecer desfavorável da OAB.

O curso de Direito da Unime de Itabuna (Facsul Itabuna) recebeu parecer desfavorável da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A Faculdade forma a primeira turma neste semestre. O curso é autorizado pelo Ministério da Educação e tenta, agora, obter o reconhecimento, o que permite a emissão de diploma aos que concluírem o curso.

A Comissão Nacional de Educação Jurídica do Conselho Federal da OAB avaliou  19 pedidos de reconhecimento em todo o País e apenas um obteve parecer favorável, o da Faculdade Nobre de Feira de Santana (BA).

O parecer da OAB tem caráter apenas opinativo, o que significa que o curso pode ser reconhecido pelo MEC. A OAB avalia, no reconhecimento do curso, a “qualidade do corpo docente, estrutura física e se a instituição cumpre requisito social para seu funcioamento”, servindo como recomendação ao MEC.

Este blog tentou contato com a instituição de ensino, mas ninguém atendia nos telefones informados no site da unidade itabunense.

INSCRIÇÕES AO ENEM COMEÇAM ÀS 10H

Uesc acabou com vestibular e aderiu ao Enem-Sisu.

Os candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já poderão se inscrever para participar das provas que serão aplicadas nos dias 3 e 4 de novembro. O portal do Enem estará aberto a partir das 10 horas desta segunda-feira, 28. A taxa de inscrição permanece em R$ 35. O prazo termina em 15 de junho e as inscrições serão feitas exclusivamente pela internet.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), do Ministério da Educação, anunciou mudanças nos critérios de correção da redação com o objetivo de tornar o processo mais objetivo e reduzir a margem de erros em 2012. O edital com todos os detalhes do exame foi publicado na sexta-feira (25) no Diário Oficial da União.

Alunos que estejam cursando o 3º ano do ensino médio em escola pública estão isentos do pagamento, que deverá ser efetuado até 20 de junho por meio do boleto que será gerado durante a inscrição. Em 2011, o exame recebeu mais de 6 milhões de inscrições.

SÓ PELO ENEM

Quem deseja concorrer a uma vaga dos cursos de graduação da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), deverá se inscrever e fazer as provas do Enem 2012. A instituição aboliu o vestibular. A partir de 2013, o ingresso será por meio do exame do ensino médio e inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação.

MEC RECONHECE CURSO DE JORNALISMO DA UNIME

Depois de quase quatro anos, a Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior do Ministério da Educação (MEC) publicou portaria reconhecendo o curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo da Unime em Itabuna.

O curso oferece 100 vagas por ano. Cerca de 100 bacharéis aguardavam o reconhecimento para registrar seus diplomas. A primeira turma do curso foi formada no segundo semestre de 2009.

RESULTADO DO VESTIBULAR DA UESC SAI ATÉ DIA 30

Vestibular da Uesc foi o último da instituição, que aderiu ao Enem (Foto Jonildo Glória).

O resultado do vestibular da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) deverá ser divulgado até o dia 30 deste mês, segundo previsão da AOCP e da coordenação do exame. Hoje foi o último dia de provas. Os candidatos responderam a questões de Matemática, Física e Química.

O percentual de abstenção chegou a 26,1% no terceiro e último dia de provas (14.038 candidatos se inscreveram no vestibular). Foi o maior já registrado pela Uesc em toda a sua história e surpreendeu até mesmo a coordenação do concurso.

Depois de afirmar que muitos dos inscritos teriam passado em outros vestibulares de instituições mais próximas de casa e – por isso – desistido da Uesc, a vice-reitora Adélia Pinheiro hoje mudou de opinião.

– Não é possível especificar quais os fatores que contribuem para esse comportamento dos candidatos, já que em outras instituições o não-comparecimento de candidatos ao processo seletivo vem crescendo ano a ano.

UESC OFERECE 800 VAGAS PELO SISU

Quem não fez o vestibular ou já está eliminado por falta tem outra oportunidade de entrar na Uesc ainda em 2012. Mas precisará ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2011 e obtido rendimento suficiente para concorrer a vaga num dos 33 cursos de graduação da universidade.

As inscrições podem ser feitas pelo Sistema Unificado de Seleção (SiSu), que, assim como o vestibular, oferece 800 vagas. O prazo vai até o próximo dia 12 (quinta). A inscrição é feita somente pela internet, no site http://sisu.mec.gov.br/



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia