WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: ‘negócios’

PENALTY JUSTIFICA DEMISSÕES EM ITABUNA, MAS GARANTE FÁBRICAS NO SUL DA BAHIA

Penalty justifica demissões, mas garante continuidade de fábricas no sul da Bahia

A Cambuci, detentora da marca Penalty, informou que as demissões na fábrica de Itabuna, no sul da Bahia, no último final de semana, ocorreram em virtude de “adequação momentânea” e se comprometeu a fazer novas contratações. Como informou o PIMENTA em primeira mão, ontem (19), as mais de 100 demissões foram justificadas pelo cenário econômico e baixo faturamento da empresa (“alto estoque e baixas vendas”).

A Cambuci tem incentivos fiscais até 2020 nas unidades de Itabuna e de Itajuípe e a prorrogação por mais 10 anos está sendo negociada. No diálogo com o sindicato da categoria, no entanto a empresa informou que os incentivos já tinham sido prorrogados, o que não foi confirmado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Bahia (SDE-BA).

A Penalty se comprometeu com o governo baiano a manter os 450 empregos em Itabuna e os 250 em Itajuípe, onde, segundo sinalizou à SDE-BA, não haverá demissões. A empresa fabrica materiais esportivos nas duas fábricas instaladas no sul da Bahia

Em nota, a SDE informou que “a permanência da Penalty na Bahia é estratégica para os municípios de Itabuna e Itajuípe e para a geração de emprego e renda em benefício de todo o povo baiano”. A Cambuci informou ter investido cerca de R$ 5,6 milhões no sul da Bahia nos últimos cinco anos.

COMÉRCIO: SEBRAE DÁ DICAS PARA AUMENTAR AS VENDAS DO DIA DOS PAIS

Dia dos Pais está entre as principais datas do comércio no Brasil

O Dias dos Pais, comemorado no dia 11 de agosto deste ano, é uma das cinco principais datas para o varejo no país. Preparar-se para aproveitar essa oportunidade é praticamente uma obrigação para qualquer empresário, destaca o canal do Sebrae.

As datas comemorativas funcionam como um incentivo principalmente para o setor do comércio. É importante estar atento a todos os detalhes, desde a promoção de ofertas até a qualidade do atendimento. Além de impulsionar as vendas do período, um planejamento bem executado contribui para a fidelização de clientes que podem voltar a procurar o negócio em outras ocasiões.

Definir uma estratégia voltada para a data, produzir pacotes e kits promocionais, mexer na vitrine para torná-la mais atraente aos olhares dos consumidores e criar uma identidade visual são algumas iniciativas que podem esquentar as vendas e dar uma maior visibilidade ao empreendimento. As redes sociais também são uma alternativa importante para esse período.

O Sebrae separou cinco dicas para que os empreendedores possam se organizar para a data, confira no leia mais, a seguir. :: LEIA MAIS »

SUPERBAHIA É APOSTA DE NOVOS NEGÓCIOS PARA A AGRICULTURA FAMILIAR, AFIRMA JOSIAS

SuperBahia abre espaço para a agricultura familiar e cooperativas do Estado || Foto Divulgação

Associações e cooperativas da agricultura familiar participam de mais uma edição da SuperBahia, a maior feira do varejo de alimentos do Norte-Nordeste do Brasil, com a expectativa de gerar negócios para o segmento e, consequentemente, renda para agricultores familiares do interior da Bahia. O evento teve início nesta terça-feira (23), na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Participam do evento 17 organizações produtivas, que apresentam suas cartelas de produtos e negociarão com supermercadistas e demais empresários do setor de alimentos que visitarem o estande Aqui Tem Agricultura Familiar da Bahia, espaço de 76 metros quadrados, montado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio do projeto Bahia Produtiva.

Josias, da SDR, ressalta força da agricultura familiar baiana

Entre os produtos que poderão ser encontrados estão mel, doces, geleias e compotas de umbu, goiaba e maracujá da caatinga, chocolates, nibs de cacau, iogurtes, castanhas de caju, flocão de milho não transgênico, cafés especiais, barras de cereais, palmito, bananas chips, derivados da mandioca e polpas de frutas.

O secretário de Desenvolvimento Rural, Josias Gomes, destacou que essa é a quarta vez que a agricultura familiar participa da SuperBahia. “Um evento que felizmente nos colocou em uma situação de igualdade com as grandes marcas do País. Para a nossa felicidade, nesta edição estamos com 16 cooperativas. isso não é pouco para quem há tão pouco tempo não tinha espaço tão significativo quanto esse para vender seus produtos”.

Segundo o diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, o crescimento do setor, que também é acompanhado da maturação das cooperativas, que a cada ano tem novas marcas, novos rótulos e novas embalagens, alcançam a condição dos produtos estarem presentes nas prateleiras dos supermercados. “Em um evento como esse, aproximar potenciais compradores das nossas cooperativas é fundamental para a gente gerar negócios, contratos, prospectar vendas desses empreendimentos e fazer o que nós queremos, que é o grande fim nosso, o de gerar renda para agricultura familiar da Bahia”.

A Cooperativa de Produção Agropecuária de Giló (Coopag), do município de Várzea Nova, já colhe os frutos da participação da SuperBahia do ano passado e está fornecendo três mil litros de iogurte para a Rede Mix, gerando um lucro de R$20 mil por mês para o empreendimento.

De acordo com o presidente da Coopag, a expectativa é grande para este ano: “Queremos introduzir outros produtos nessa rede e garimpar novos clientes e o Centro de Distribuição da Agricultura Familiar vai nos ajudar muito, pois vai ser possível montar uma câmara fria, para poder armazenar nossos produtos e montarmos uma logística para vender em delicatessens e mercadinhos, por exemplo”.

O Centro de Distribuição, localizado em Itapuã, é mais uma estratégia de comercialização dos produtos da agricultura familiar, do Governo do Estado, por meio da SDR, que beneficia produtores do setor, no escoamento e armazenamento de produtos. :: LEIA MAIS »

SEBRAE OFERECE ATÉ 70% DE SUBSÍDIO PARA EMPRESA INVESTIR EM INOVAÇÃO E TECNOLOGIA

Unidade do Sebrae na Paulino Vieira, Centro de Itabuna || Foto Maurício Maron

As empresas baianas que desejam investir em inovação e tecnologia com subsídio financeiro de até 70% já podem participar do Sebraetec. A solução do Sebrae é voltada para quem pretende aumentar a eficiência, inovar em produtos, processos, marketing e gestão e automatizar processos e atuar em e-commerce.

Direcionado a microempreendedores individuais (MEI), microempresas (ME) e empresas de pequeno porte (EPP), o Sebraetec oferece subsídio financeiro para serviços em sete áreas – Design, Produtividades, Propriedade Intelectual, Qualidade, Inovação, Sustentabilidade e Serviços Digitais. A empresa contará com orientação para explorar diferenciais e alcançar um novo posicionamento no mercado, acesso a fornecedores especializados, serviços tecnológicos e soluções de inovação.

O Sebraetec disponibiliza um portfólio com mais de 120 soluções. Para participar, os empreendedores devem acessar o site http://www.sebraetec.com. As informações completas sobre o programa podem ser obtidas também na agência do Sebrae em Ilhéus, localizada na avenida Osvaldo Cruz, 74, Edifício Premier Business Center, no bairro Cidade Nova. Já em Itabuna, a entidade fica na rua Paulino Vieira, 175, Edifício Lizete Mendonça, Centro.

CHOCOLAT BAHIA MOVIMENTOU R$ 15 MILHÕES EM NEGÓCIOS, AFIRMA ORGANIZAÇÃO

Festival do Chocolate movimenta mais de R$ 15 milhões e atrai 60 mil pessoas

A 11ª edição do Chocolat Bahia – Festival Internacional do Chocolate e Cacau da Bahia chegou ao fim na noite deste domingo (21) com números ainda mais robustos que os da edição de 2018. De acordo com a MVU, empresa detentora da marca Chocolat Bahia e organizadora do evento, o festival atraiu mais de 60 mil pessoas nos quatro dias e movimentou R$ 15 milhões em negócios, com 170 expositores e 70 marcas de chocolate.

Segundo o coordenador do Festival, Marco Lessa, os resultados superaram todas as expectativas, numa demonstração de que os consumidores passam a valorizar o chocolate de origem. “Tivemos muitos lançamentos de produtos, com diversidade e inovação, que atraíram pessoas da região e de outros estados”.

Para ele, é importante conscientizar os 30 mil produtores de cacau, que sustentaram a economia sul-baiana por décadas, de que eles podem se restabelecer dentro de um novo conceito, o do chocolate de origem. “Dessa maneira, iremos retomar, em bases sólidas e sustentáveis, o caminho do desenvolvimento”.

NOVOS NEGÓCIOS

Gerson Marques, da Fazenda Yrerê, produz chocolates e atua no turismo rural. A Fazenda Yrerê é referência no sul da Bahia com a produção de chocolates de origem e na atração de turistas de várias partes do país e do mundo. Ele participou do festival, assim como nas edições anteriores.

– As vendas diretas aumentaram e também os acordos comerciais com parceiros da Bahia e de outros estados, consolidando a qualidade e o potencial do chocolate, além de criar um novo atrativo para o setor turístico – disse ele, que também participou de festivais de promoção da marca do chocolate sul-baiano em outras praças, como São Paulo.

Para Leo Maia, que aproveitou o evento para lançar o chocolate branco com nibs de cacau, esse é um mercado que exige sempre inovações capazes de cativar e atrair novos consumidores. “As vendas foram ótimas”.

Fernando Botelho, da Modaka, é um dos pioneiros na produção de chocolate de origem. Para ele, o momento é de colheita. “Esse movimento que estamos vivendo no Sul da Bahia é fantástico. Agrega valor ao nosso principal produto, o cacau, tornando a região conhecida pelo chocolate de qualidade”.

A difusão de novas tecnologias também tem sido uma das tônicas do festival. O diretor executivo do Centro de Inovação do Cacau, da Universidade Estadual de Santa Cruz, Cristiano Vilela, vê um processo de modernização e valorização do cacau e na qualidade do chocolate da região. :: LEIA MAIS »

FESTIVAL DO CHOCOLATE DE 2019 JÁ É O MAIOR EM 11 EDIÇÕES DO EVENTO

Festival atrai público recorde ao Centro de Convenções de Ilhéus || Foto Divulgação

O Festival Internacional do Chocolate e Cacau de 2019, em Ilhéus, vai até as 22h deste domingo (21), mas os números parciais apontam que o evento deste ano já é o maior em 11 edições do evento. Com 170 expositores, quase metade (70) produtores de cacau e de chocolate no sul da Bahia, ontem o festival, como se diz, não deu para todos que queriam acessar o Centro de Convenções de Ilhéus, tamanha a quantidade de visitantes.

Dentre os destaques desta edição, um show das cooperativas da agricultura familiar, com inovações nos sabores, desde chocolate sem lactose, aromatizantes e glúten, chocolate com jaca, abacaxi, coco, com licuri e goiaba. As combinações exóticas, que geram sabores marcantes e peculiares, produzidas por cooperativas da agricultura familiar, estão fazendo sucesso com os visitantes do 11º Festival Internacional do Chocolate e Cacau – Chocolat Bahia 2019.

A Cooperativa de Serviços Sustentáveis da Bahia (Coopessba), responsável pela marca Natucoa, e a Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária da Bacia do Rio Salgado e Adjacências (Coopfesba), de Ibicaraí, que administra a marca Bahia Cacau, participam do Festival e apresentam produtos saborosos que estão sendo bem recebidos pelo público.

“O sabor me agradou demais. Provei especiarias que não temos costume em nosso dia a dia e notei que muitas marcas não têm essa combinação, com licuri e a jaca, por exemplo, que foi o que eu mais gostei”, disse Yndira Gobira, estudante de Engenharia Civil, de Belo Horizonte, após provar bombons da Bahia Cacau.

Com o apoio do Governo do Estado, via Bahia Produtiva, projeto executado Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), a Coopessba e a Coopfesba recebem recursos mediante edital para qualificar o processo produtivo, com agregação de valor e acesso a mercado.

Carine Assunção, presidente da Coopessba, salientou que o festival é o maior evento de chocolate da Bahia. “Nossa participação mostra que há união de pequenos agricultores com grandes marcas, produzindo chocolate tão bom quanto. Este ano, estamos com o nosso estande próprio, lançando produtos, com o Selo de Identificação Geográfica, que mostra a origem do cacau e qualidade”.

SEBRAE OFERECE 300 VAGAS DE CAPACITAÇÃO EM ILHÉUS E ITABUNA EM JULHO

Loja do Sebrae na Rua Paulino Vieira, em Itabuna || Fotos Maurício Maron

O Sebrae está com mais de 300 vagas abertas em  capacitações gratuitas e pagas para micro e pequenos empreendedores da região sul da Bahia, no mês de julho. As temáticas são destinadas para as pessoas que desejam abrir um negócio ou para aqueles que buscam uma capacitação específica nas áreas de moda, liderança, inovação, finanças, empreendedorismo e mídias sociais. As vagas são limitadas e as inscrições já podem ser feitas pela internet ou pelos telefones (73) 3613-9734 e (73) 99974-2262 (Itabuna) ou (73) 3634-4068 e (73) 99974-2263 (Ilhéus).

As capacitações têm início nesta sexta-feira (5), das 13h às 17h, no Sebrae de Ilhéus, e das 14h às 17h, no Sebrae em Itabuna, com o projeto “Sexta da Oportunidade”, capacitação voltada para o empreendedor que deseja abrir um negócio próprio. A iniciativa oferece orientações gratuitas sobre como planejar um negócio, com informações atualizadas de mercado. O próximo encontro acontece no dia 19 de julho, em Itabuna e em Ilhéus, nos mesmos horários.

Michel: metodologia vivencial e interativa

PROGRAMAÇÃO

Na próxima semana, de 9 a 12 de julho, o Sebrae Itabuna promove a entrevista individual para quem tem interesse em participar do Seminário Empretec,  que ocorrerá de 22 a 27 de julho, em Itabuna. A capacitação conta com uma metodologia desenvolvida pela Organização das Nações Unidas (ONU) e é destinada para quem sonha em montar o próprio negócio ou aqueles que querem potencializar seus empreendimentos.

De acordo com o gerente adjunto do Sebrae, Michel Lima, ao todo, são 60 horas de capacitação, em seis dias, no qual o participante é desafiado em atividades práticas. “A metodologia é vivencial e interativa. Através de jogos, exercícios e debates, é possível conhecer o perfil empreendedor, desenvolver competências para a vida profissional e, consequentemente, para aumentar as chances de sucesso do negócio”. O investimento é de R$ 875,00 e pode ser parcelado em até dez vezes no cartão de crédito. :: LEIA MAIS »

SUL DA BAHIA SE REINVENTA COM PRODUÇÃO DE CHOCOLATE DE ORIGEM E CACAU SELECIONADO

Sul da Bahia se reinventa produzindo cacau selecionado e chocolate de origem || Foto Ana Lee

O cacauicultor Fernando Botelho, 77 anos, lembra bem o cenário do final da década de 80. “Tivemos de demitir todos os 120 funcionários e fazer financiamentos na tentativa frustrada de recuperar totalmente a lavoura. Perdi alguns imóveis e uma fazenda. Jamais vivemos algo como a vassoura-de-bruxa, foi uma coisa altamente desastrosa”.

Exatos 30 anos depois do surgimento da praga que dizimou as plantações de cacau no Sul da Bahia, Botelho celebra o crescimento da sua marca de chocolate e outros derivados do cacau orgânico, a Modaka, e se prepara para participar da 11ª edição do Chocolat Bahia Festival, de 18 a 21 de julho, em Ilhéus.

O evento, hoje considerado o maior do setor no Brasil, teve um início modesto, com apenas quatro marcas nacionais. Este ano, 70 produtores de chocolate de origem, de um total de 170 expositores, ocuparão o pavilhão de feiras do Centro de Convenções da cidade.

Patrícia e o pai, Fernando Botelho, da Modaka: da crise à reinvenção || Foto Caixa Colonial

A crise que abateu a cacauicultura na região em 1989 levou os produtores a buscar alternativas. “Começamos a fazer polpa e geleia de cacau na cozinha da minha mãe”, conta a engenheira Patrícia Viana Lima, 50 anos, filha de Botelho e chocolate maker da Modaka.

O nome Modaka faz referência ao doce do deus hindu Ganesha, símbolo de prosperidade e força no rompimento de obstáculos. Desde 2012, é na única fazenda que restou à família Viana Lima, no município de Barro Preto, sul da Bahia, onde se produz o cacau 100% orgânico que dá origem aos nibs, amêndoas crocantes e chocolates certificados nacional e internacionalmente.

O beneficiamento da amêndoa foi a saída encontrada para a derrocada da produtividade. “O Chocolat Festival surgiu justamente para fomentar a profissionalização desse novo mercado que, em 2008, surgia ainda timidamente na região e hoje está em plena expansão”, afirma o empresário e publicitário Marco Lessa, idealizador do festival e uma das 100 personalidades mais influentes do agronegócio brasileiro em 2016 e em 2018.

– Há 11 anos reunimos consumidores, especialistas e produtores nesse evento, uma grande oportunidade para discutir a industrialização, a verticalização da produção e, consequentemente, a melhoria da qualidade das amêndoas de cacau selecionado e produto final elaborado – pontua Lessa.

Lessa idealizou o Chocolat Bahia e produz chocolate || Foto Valter Pontes/Coperphoto-Fieb

O evento contribuiu diretamente para o crescimento vertiginoso desse mercado na região, tornando-se um marco na história recente do sul da Bahia. “Além de cumprir sua função de promover a cadeia do cacau e chocolate, o Festival serve como divisor de águas para a nossa história, mudando a forma de se pensar a economia, dando visibilidade e criando um espaço para a promoção e negócios de novas marcas de chocolates finos, fabricantes de equipamentos, produtores de cacau e derivados, inovação”, aponta Cristiano Santana.

Presidente da Associação Cacau Sul Bahia, Cristiano aponta que o evento atrai turistas e consumidores em geral. Segundo ele, o Festival cumpre “o papel educativo de levar ao público a oportunidade de degustar produtos singulares de alto nível gastronômico, a ter contato com o mundo do chocolate através de palestras, cursos, e elevar o nome da Bahia a padrões internacionais como referência em chocolates de alta qualidade”. A Associação representa cerca de 2,3 mil produtores da região.

Chocolat Bahia atrai mais de 30 mil visitantes a cada edição, em Ilhéus || Foto Divulgação

Com teor mínimo de 40% de cacau (contra os 25% das marcas de grandes indústrias no Brasil), o chocolate produzido a partir de amêndoas selecionadas – em um processo intitulado Bean to Bar (da amêndoa à barra) ou de Origem – tem conquistado consumidores mundo afora. “Em 2015 começamos a exportar nossos chocolates para a França. A receptividade é excelente e pretendemos avançar pela Europa”, revela Alexandre Soeiro, gerente da Mendoá Chocolates, uma das marcas em exposição no Chocolat Festival.

INDICAÇÃO GEOGRÁFICA

Cacau com selo de Indicação Geográfica || Foto Maurício Maron

Conquistado no ano passado, o registro de Indicação Geográfica (IG) garante aos produtores de cacau do sul da Bahia o Selo de Origem. Ele é concedido a lugares que são conhecidos como tradicionais produtores de um determinado produto ou serviço ou cujas características do produto, quando originário do local, são únicas.

No caso do sul da Bahia, conta toda a tradição e história em torno da produção de cacau, como, por exemplo, o modo de produção cabruca, que minimiza o impacto no meio ambiente, ajudando a manter parte da flora e sem eliminar a fauna local. “Sem dúvida, o Selo de Origem chega no momento certo para valorizar ainda mais o trabalho que vem sendo desenvolvido, elevando o patamar tanto da matéria-prima quanto do nosso chocolate no mercado”, comenta Lessa. Atualmente, a Bahia lidera o ranking de produção de cacau no País, com mais de 200 mil toneladas produzidas entre 2017 e 2018.

PROGRAMAÇÃO

Voltado para consumidores e profissionais da área, o Chocolat Bahia Festival atrai anualmente milhares de visitantes, marcando o calendário turístico do estado e firmando o Sul da Bahia como principal região produtora de chocolate de origem do Brasil. Durante quatro dias, além da venda de chocolates e outros derivados do cacau selecionado, o 11º Chocolat Bahia promove experiências sensoriais, exposições históricas e artísticas, cursos de capacitação, workshops, debates sobre temas do setor e palestras ministradas por especialistas internacionais. Clique em Leia Mais e confira toda a programação do evento, com workshops, palestras etc. :: LEIA MAIS »

KHOURY, DO SEBRAE, DESTACA O PAPEL DOS MUNICÍPIOS NO ESTÍMULO AO EMPREENDEDORISMO

Khoury durante seminário de gestão pública em Itabuna || Foto Maurício Maron/Sebrae

O superintendente do Sebrae Bahia, Jorge Khoury, apontou ações implementadas pela instituição em municípios sul-baianos a partir do programa Cidade Empreendedora. Nesta sexta, Khoury participou de um seminário regional, em Itabuna, para discutir gestão pública e ressaltou a importância do município em criar condições ideais para o crescimento dos micro e pequenos negócios, seja no comércio, na indústria ou na agricultura.

– Tem que existir o envolvimento do município, desburocratizando uma série de ações, aplicando a educação empreendedora. O esforço que temos feito hoje é que essa ação seja articulada em parceria com a administração do município, e, só assim, a gente vai poder disponibilizar aos empreendedores a condição para crescer – disse o superintendente.

Dentro dessa proposta, o município de Uruçuca, que está há mais de um ano implementando ações em parceria com o Sebrae, já possui a Sala do Empreendedor, está em fase de implantação de ações de educação empreendedora, e já desenvolve iniciativas de desburocratização e compras públicas. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Águido Muniz, o objetivo é “gerar riqueza, renda para os empreendedores locais e fazer com que os recursos circulem no município”.

Já Ilhéus, que iniciou recentemente o processo de implantação dos eixos de gestão pública, educação empreendedora, desburocratização e de compras públicas e energia, tem investido também, na capacitação dos agentes públicos, através do programa Liderar o Futuro do Sebrae. “Precisamos ter profissionais que pensem em liderar, em gerir com eficiência econômica, diminuição de custos e que o maior beneficiado seja a nossa comunidade”, declarou o prefeito Mário Alexandre (Marão).

Dentre as ações de eficiência da gestão pública, o prefeito de Itacaré e presidente do Consórcio Litoral Sul, Antônio de Anízio, destacou a parceria do Sebrae, Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Instituto Arapyaú e a empresa Gove, que no ano passado aplicou ações de melhoria em seu município. “Tivemos redução de despesas no transporte escolar, municipalizamos a coleta de lixo e conseguimos dobrar a nossa arrecadação”, declarou o gestor.

Ainda durante o seminário, a gerente regional do Sebrae em Ilhéus, Claudiana Figueiredo, falou sobre “Novos modelos de desenvolvimento: singularidades culturais como ativos econômicos”, com insights sobre as alternativas de fortalecer a economia cultura, criativa, compartilhada e colaborativa. Segundo ela “são economias que trabalham o intangível, a capacidade de gerar valor a partir daquilo que está abundantemente nessa região, principalmente pela rica cultura, pela história e pelos símbolos”, destacou.

RESTAURANTE EMPÓRIO FECHA UNIDADE DE ITABUNA

Empório Bahia em Itabuna fecha as portas || Foto Divulgação

O Restaurante Empório Bahia fechou a sua unidade no Jardim Vitória, em Itabuna, e vai manter apenas a filial em Itacaré, também no sul da Bahia. O restaurante era uma das principais referências de boa gastronomia no município.

Fecha as portas em Itabuna depois de 10 anos em operação.  “Informamos que nossas atividades foram encerradas na cidade [Itabuna] e acreditamos que fizemos parte de muitas histórias e momentos felizes sempre num ambiente que prezou pela excelência do bem servir e receber”.

Em nota, a direção do Restaurante Empório comunica que continuará “atendendo em Itacaré, com uma proposta mais despojada e diferente, sempre focados na qualidade”. A decisão de fechar a unidade vem cerca de um mês após o restaurante suspender funcionamento e anunciar reforma das instalações em Itabuna.

AZUL OFERECE US$ 145 MILHÕES PARA COMPRAR PARTE DA AVIANCA

Azul quer comprar parte da Avianca por US$ 145 milhões

Da Agência Brasil

A companhia aérea Azul informou, hoje (13), que protocolou na Justiça uma nova proposta para comprar parte das operações da Avianca Brasil, empresa que passa por recuperação judicial e cancelou diversos voos no último mês.

Em nota, a empresa informou que requereu junto ao juízo da 1ª Vara de Falências e Recuperação Judicial de São Paulo, onde se processa a recuperação judicial da Avianca Brasil, uma autorização específica para a compra de uma “nova Unidade Produtiva Isolada (Nova UPI)”, espécie de empresa que seria criada a partir do desmembramento da Avianca, no valor mínimo de US$ 145 milhões.

A proposta é maior do que a ofertada em março, quando a Azul ofereceu US$ 105 milhões para a compra de parte das operações da Avianca Brasil. A oferta da Azul prevê a compra de 21 slots (autorizações de pouso e decolagem), que a Avianca detém atualmente no Aeroporto de Congonhas; 14, no Santos Dumont, e 7 no aeroporto de Brasília.

“A Azul acredita que o pedido formulado ao juízo da RJ para alienação judicial da Nova UPI confere à Avianca Brasil, seus empregados, consumidores, credores e demais interessados uma alternativa legal e legítima para viabilizar a monetização, o uso continuado de bens e a preservação de atividades, as quais correm grave risco de paralisação e rápida deterioração das atividades da companhia, no melhor interesse do mercado de aviação e todos os envolvidos”, disse a empresa em comunicado ao mercado. :: LEIA MAIS »

DONO DA HAVAN VOLTA A AVALIAR ABERTURA DE FILIAL EM ITABUNA

Havan possui loja em municípios baianos, como em Vitória da Conquista || Foto Divulgação

O empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas de departamento Havan, deverá visitar Itabuna em julho para avaliar a possibilidade de abertura de uma filial da empresa no município. Hang, que se tornou conhecido em todo o país como dos principais cabos eleitorais do então candidato a presidente Jair Bolsonaro, já havia sinalizado interesse no município baiano.

A visita de Hang a Itabuna é articulada pelo diretor de Expansão da Havan, Nilton Hang, e o vereador de Brusque (SC) Jean Pirolla, informa o site Políticos do Sul da Bahia. No ano passado, o empresário disse ter obrigação de abrir filial no município (relembre aqui), mas o aeroporto fechado seria empecilho colocado por Hang para abrir filial aqui, segundo disse o prefeito Fernando Gomes na última semana. O aeródromo foi reaberto nesta semana para pequenas aeronaves e UTIs aéreas (reveja).

A EMPRESÁRIOS, NELSON LEAL ASSEGURA EMPENHO PARA APROVAÇÃO DO CDC BAIANO

Nelson Leal, ao centro, recebe empresários e promete apoio à criação do CDC baiano

Interlocutor do setor produtivo baiano no Legislativo, o presidente Nelson Leal garantiu aos dirigentes do Fórum Empresarial da Bahia o seu empenho pessoal para a aprovação do projeto que institui o Código de Defesa do Contribuinte (CDC). O instrumento existe em nove estados brasileiros e garante segurança jurídica para o empresariado investir e gerar emprego e renda.

A conversa de 40 minutos no gabinete da presidência da Assembleia Legislativa da Bahia, hoje (7), foi considerado “um libelo em favor das forças produtivas que necessitam de um regramento claro, indispensável à criação de um ambiente propício para novos investimentos”.

O deputado Nelson Leal presidiu a Frente Parlamentar de Apoio a Indústria e é o autor do projeto que institui o CDC. Ele acredita que pontos de convergência entre a proposta do Fórum Empresarial da Bahia e do Governo da Bahia (que teme perda de receita) podem ser encontrados por meio de encontros bilaterais.

O presidente da Assembleia Legislativa conversará com o governador Rui Costa para estabelecer um diálogo entre os empresários e técnicos da Casa Civil na busca de pontos convergentes, capazes de garantir a aprovação negociada desse importante instrumento legislativo – e cidadania. Leal recebeu os agradecimentos do presidente do Fórum, Cláudio Cunha, que falou em nome das 28 entidades que o integram.

SHOPPING JEQUITIBÁ, 19 ANOS: O SONHO QUE HELENILSON CHAVES TRANSFORMOU EM REALIDADE

Manoel Chaves Neto

 

É com orgulho e responsabilidade que trabalhamos unidos arduamente com todo nosso TIME, dia a dia, tijolo a tijolo, para consolidar o sonho que nosso pai, Helenilson Chaves implantou, transformou em realidade, demonstrando de forma inequívoca a capacidade empreendedora da nossa gente grapiúna e a certeza de que, é no trabalho presente, que celebramos a fé no futuro.

 

Inaugurado no ano 2000, graças ao pioneirismo e espírito empreendedor do empresário Helenilson Chaves, o Shopping Jequitibá é, hoje, o maior centro comercial do Sul da Bahia, num raio de 250 quilômetros. Em meio a uma das maiores crises já enfrentadas pela região, Helenilson teve a percepção de que era preciso quebrar paradigmas, romper a dependência de um único produto, o cacau, e modelar Itabuna como polo regional não apenas comercial e industrial, mas também prestador de serviços e de lazer/empreendimento, o que se revelou um acerto.

Hoje o Shopping Jequitibá, com seus 24.675 m2 de ABL, além do varejo, contempla no seu mix vários serviços que atraem mensalmente milhares de pessoas, movimentam a economia e geram empregos.

Ao completar 19 anos, o Jequitibá está a todo vapor, com as obras da segunda ampliação com mais 4.320 m2 de novas ABL, que incluem mais áreas de varejo, lazer e serviços, como a rede de papelaria e material de escritório Kalunga, a Smart Fit academias inteligentes, a Med Plaza, um centro médico integrado com todas as especialidades; os cinemas Cinemark, maior exibidor de filmes do país; Casas Bahia, principal empresa de varejo do Brasil; e o restaurante Burger King.

Helenilson idealizou e inaugurou o Jequitibá

Além disso, temos um compromisso permanente com a capacitação e valorização de nosso TIME e parceiros, num processo que busca oferecer um atendimento de qualidade, produtos variados e de excelência, que contemplam as demandas regionais e faça do Jequitibá um shopping Regional Dominante no Sul da Bahia.

É com orgulho e responsabilidade que trabalhamos unidos arduamente com todo nosso TIME, dia a dia, tijolo a tijolo, para consolidar o sonho que nosso pai, Helenilson Chaves, implantou, transformou em realidade, demonstrando de forma inequívoca a capacidade empreendedora da nossa gente grapiúna e a certeza de que, é no trabalho presente, que celebramos a fé no futuro.

Mais que um empreendimento, o Shopping Jequitibá é um símbolo e um patrimônio da nossa região, capaz de ser resiliente e superar desafios e obstáculos.

Manoel Chaves Neto é diretor do Shopping Jequitibá.

EVENTO GRATUITO TRAZ DICAS PARA QUEM DESEJA INVESTIR EM E-COMMERCE E REDES SOCIAIS

Evento será promovido pelo Sebrae, gratuitamente, em Itabuna e em Ilhéus

As ferramentas e plataformas para um e-commerce de sucesso e a importância das redes sociais na consolidação da marca são temáticas que nortearão a 3ª edição do Digitalize-Me – O seu negócio na Internet. O evento acontece na próxima segunda (6), no Itabuna Palace Hotel, em Itabuna; e na terça (7), no auditório do Premier Business Center, em Ilhéus. Nos dois dias, os encontros ocorrem das 18h às 22h.

Michel Lima, do Sebrae || Foto Maurício Maron


Segundo o gerente adjunto do Sebrae em Ilhéus, Michel Lima, o projeto Digitalize-Me, que acontece em todo o Brasil, une iniciativas comerciais e acadêmicas com poder real de capacitação. “O projeto compreende a organização e a realização de palestras sobre os temas: redes sociais, comércio eletrônico e marketing digital, realizadas e organizadas pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), em parceria com o Sebrae”.

No sul da Bahia, a sócia-proprietária da Beecom Negócios, Valeria Chaussard, inicia os eventos falando sobre as “Ferramentas gratuitas para um E-commerce de sucesso”. Em seguida, o diretor executivo da ABComm, Júlio Pegna, aborda a “Importância das redes sociais na consolidação da marca”. Já o consultor, professor e palestrante de Marketing Digital Elias Júnior fecha o encontro tratando sobre “Como escolher a plataforma do seu e-commerce”.

O projeto busca estimular a cultura do empreendedorismo digital e trazer novas empresas para o comércio eletrônico e redes sociais, levando conhecimento e desenvolvendo habilidades de comunicação digital nas empresas.

O evento é gratuito e as inscrições estão sendo feitas na Loja Virtual do Sebrae ou na agência de atendimento da instituição em Itabuna, na Rua Paulino Vieira, 175, Edifício Lizete Mendonça, Centro (tel: 73 3634-4068 / 73 99974-2263), e na unidade regional em Ilhéus, no Edifício Premier Business Center, na Avenida Osvaldo Cruz, 74, Cidade Nova (tel: 73 3613-9734 / 73 99974-2262).

SHOPPING JEQUITIBÁ COMEMORA 19 ANOS COM SHOWS, PROMOÇÕES E BRINDES NO DOMINGO

Shopping Jequitibá completa 19 anos com promoção de eventos neste domingo

O Shopping Jequitibá comemora 19 anos de inauguração neste domingo (5) com uma programação especial para os clientes. Na Praça da Alimentação, haverá apresentações de música ao vivo com os cantores Kércia Vicente, das 12h30min às 14h30min, e Iago Sena, das 18h30min às 21h. Outra atração é o Quiz (perguntas e respostas), com distribuição de brindes para quem acertar as perguntas.

No mall da praça central, será disponibilizado, das 15h às 18h30min, um espaço reservado para as crianças, com algodão-doce, pipoca e pintura facial. Para os adultos, haverá uma área Instagram, para fotos nas redes sociais. Nesta área, o cliente também poderá curtir muita música com o DJ Guigui. Também às 18h30min, desfile com os personagens de teatro e fantasia interagindo e tirando fotos com os clientes no shopping.

O shopping foi inaugurado em maio de 2000. Após a sua inauguração, o Jequitibá passou por expansões, com investimento de cerca de R$ 50 milhões em valores não atualizados. Agora o empreendimento se prepara para entregar a segunda expansão desde quando foi inaugurado. Com previsão de entrega ainda neste semestre, entram em funcionamento novas lojas e serviços no andar superior. Serão 20 lojas e 7 mil metros de área construída.

CINEMA

No segundo semestre, o centro de compras, serviços e lazer inaugura o cinema com a marca Cinemark. Serão  4 salas de projeção, 3 delas com tecnologia 3D, segundo afirmou ao PIMENTA a diretora de expansão do Cinemark, Andrea Pupo, no lançamento do projeto. O investimento da segunda maior rede de cinemas do mundo é de R$ 6 milhões.

MAIS DE 100 FUNCIONÁRIOS DEVEM SER DEMITIDOS PELA REDE BAHIA

Rede Bahia deve demitir mais de 100 funcionários

Desde a última semana correm “boatos” nos bastidores da comunicação que a Rede Bahia irá promover um elevado corte na sua equipe de contratados. De acordo com o Bahia Notícias,  os profissionais começaram a ser avisados na manhã desta quinta-feira (2) e o número de desligamentos pode ser superior a 100.

Já há informações do desligamento de, pelo menos, três produtoras de jornalismo da TV Bahia com muito tempo de casa, Telma Verçosa, Mara Viana e Márcia Freire. A baixa será em todos os veículos da empresa, o que inclui a TV, sites, rádios e jornal impresso.

A medida, inclusive, foi iniciada no setor de jornalismo da instituição, o que inclui produtores, repórteres e apresentadores, e também da área técnica. O BN entrou em contato com a assessoria de comunicação da Rede Bahia para obter um posicionamento oficial, mas ainda não obteve resposta.

ILHÉUS É SELECIONADA PELO SEBRAE NO PROGRAMA CIDADE EMPREENDEDORA

Comunicado foi feito por Claudiana em reunião com o prefeito no Centro Administrativo

Ilhéus foi selecionada pelo Sebrae para participar do Cidade Empreendedora, um programa de transformação econômica de municípios e voltado para a gestão pública e lideranças locais. A comunicação foi feita pela coordenadora regional do Sebrae, Claudiana Figueiredo, ao prefeito Mário Alexandre (Marão).

“Saímos daqui com uma relação ainda mais estreita. O intuito é proporcionar um ambiente mais favorável para os pequenos negócios, onde o poder público, Sebrae e a iniciativa privada se unem para criar uma pujança de desenvolvimento que a gente tanto espera para a região”, destaca a coordenadora Regional Sebrae, Claudiana Figueiredo.

Segundo o o prefeito Mário Alexandre, a gestão tem procurado implantar iniciativas de desenvolvimento da cidade. Ele apontou setores como a indústria e o comércio. “Estamos entre os mais importantes municípios baianos classificados para participar do programa inovador do Sebrae. Empreender da maneira correta será nosso grande desafio, por isso, precisamos de parcerias como essa”, afirmou o prefeito Mário Alexandre.

O projeto concentra-se em oito eixos: liderança empreendedora; mapeamento de oportunidades; desburocratização; desenvolvimento de um local destinado ao empreendedorismo; sustentabilidade das compras públicas e fomento da cultura empreendedora e da inovação. O secretário Paulo Sérgio celebrou a adesão ao programa. “Queremos dar condições ao cidadão para gerar renda. Vamos trabalhar firme durante esses meses para transformar Ilhéus numa cidade que faz acontecer”, disse o titular da Sedic.

O município de Ilhéus foi selecionado por ter cumprido os critérios de formalização com entidades empresariais para a implantação do Programa Cidade Empreendedora; por ser um município integrante de Região Metropolitana reconhecida e aprovada por legislação estadual; ter uma Sala do Empreendedor, além de possuir aporte em fundo de aval ou sociedades garantidoras de crédito.

SHOPPING JEQUITIBÁ INICIA A CAMPANHA “MÃE, AMOR À FLOR DA PELE”

Campanha para o Dia das Mães começa nesta quinta

O Shopping Jequitibá, em Itabuna, está iniciando hoje (25), a campanha do Dia das Mães, uma das datas de maior movimentação nos setores de comércio, lazer e prestação de serviços. Com o tema “Mãe, Amor à Flor da Pele”, a campanha, que vai até o dia 12 de maio, é focada em um ação de compra e troca com aporte do cliente.

Nas compras acumulativas a partir de R$ 150,00, mais R$ 15,00 em espécie, o cliente terá direito de levar para a casa um hidratante Florata Amor de Lavanda, da marca O Boticário. A troca pode ser feita no estande da promoção, na Alameda da Moda, de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h.

A campanha é válida até quando durar o estoque. Além dessa ação, lojistas prepararam vouchers de descontos para atrair o público consumidor da região.

PRAIA, CACAU, CHOCOLATE E MÚSICA SÃO ATRATIVOS ILHEENSES NO FERIADÃO DE PÁSCOA

Ilhéus espera grande ocupação hoteleira nesta Semana Santa || Foto Clodoaldo Ribeiro

A Páscoa está chegando e Ilhéus é um dos cincos destinos baianos mais procurados pelos turistas nessa época do ano, segundo informações da Secretaria de Turismo do Estado da Bahia. O município que tem a maior faixa litorânea da Bahia também se destaca por ser grande produtor de cacau, principal matéria-prima para a fabricação do chocolate, principal produto utilizado na fabricação dos ovos de Páscoa.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Setur-Ba, a expectativa para alta ocupação é grande. O visitante que escolher Ilhéus tem a experiência de conhecer o processo de produção do cacau e do chocolate. Além disso, pode fazer passeios culturais conhecendo o Bar Vesúvio, Casa de Jorge Amado, Catedral de São Sebastião, Bataclan e o Mercado de Artesanato, todos no Centro Histórico do município sul-baiano.

Como opções de passeios para os chocólatras, tem o atrativo Estrada do Chocolate, formado por fábricas de chocolate gourmet, fazendas históricas, assentamentos, unidades industriais chocolateiras, além de permitir ao visitante vivenciar a história da região através do turismo rural. Os turistas podem fazer visitas guiadas pelas fazendas e degustar o cacau, sucos e geleias do fruto e também saborear os deliciosos chocolates de origem.

FORRÓ CRUSH

Tem diversão para todo mundo nessa Páscoa. Quem gosta de festa e quer garantir a animação no feriadão, no sábado dia 20 de abril acontece o “Forró Crush” na Concha Acústica, com grandes atrações do forró como Kal Firmino, Adelmário Coelho, Calcinha Preta e Rasta Chinela. O evento inicia a temporada de forró na cidade e está programado para começar às 22 horas. O show promete agitar a galera que ama dançar coladinho.

CATAMARÃ FARÁ TRAVESSIA SALVADOR-BARRA GRANDE; OPERAÇÕES DEVEM COMEÇAR EM ABRIL

Catamarã fará linha Salvador-Morro de SP-Barra Grande || Imagem Barra Grande24h

Turistas que moram na capital baiana, Salvador, e queiram curtir a Península de Maraú terá mais uma opção para chegar a Barra Grande, no sul da Bahia. A previsão é de que a linha seja inaugurada em abril, antes da Semana Santa.

A operação ligando Salvador a Barra Grande terá paradinha em outro paraíso sul-baiano, Morro de São Paulo (Cairu). O catamarã já está pronto e tem capacidade para 100 passageiros sentados, segundo o BarraGrande24h. A previsão é de que o catamarã zarpe em direção à capital, diariamente, às 7h, retornando para Barra Grande às 13h.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia