WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba

workshop










setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘neurocirurgia’

MÉDICOS DO HOSPITAL GERAL DE CONQUISTA REALIZAM PROCEDIMENTO INÉDITO NO NORDESTE

Procedimento inédito no Nordeste foi realizado por equipe do HGVC, de Conquista

O médico Iogo Henrique classificou como histórico para a neurocirurgia o procedimento inédito realizado pelo Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), na última segunda-feira (27), quando o hospital fez a primeira microcirurgia neuroendoscopia assistida da região brasileira. O HGVC é caracterizado pela assistência em alta complexidade em neurocirurgia.

Com essa técnica disponível, segundo o médico, aumenta a eficiência do serviço. Ainda que nem todos os pacientes sejam candidatos a realizar procedimentos minimamente invasivos, a grande maioria dos casos é beneficiada. O uso da neuroendoscopia durante os atos microcirúrgicos permite que o procedimento seja realizado com mais segurança e por craniotomias menores, segundo os médicos Iogo Henrique e Mauro Sérgio.

A neuroendoscopia é considerada bem menos invasiva que o tradicional. No procedimento é usado o endoscópio cirúrgico, um instrumento ótico que permite a visualização de estruturas no interior de uma cavidade cerebral com aumento e boa resolução. O procedimento possibilita o acesso a tumores, sangramentos e outras lesões, ainda que em lugares mais profundos, sem precisar de uma grande cirurgia.

Dentre os benefícios da neurocirurgia minimamente invasiva destacam-se menor tempo de internação, incisões menores, menor trauma cirúrgico, menor risco de infecção e recuperação mais rápida. Ainda segundo a equipe, as cirurgias são mais rápidas e precisas e praticamente há ausência ou mínima manipulação do cérebro.

Essa técnica é uma grande conquista para os pacientes de toda região. No HGVC está disponível o que de melhor existe na área da neurocirurgia. Mesmo em nível nacional, esse tipo de tratamento é oferecido em poucos centros de referência na área.

Ainda nesta terça (28), foi realizada outra cirurgia desse tipo. Um jovem de 29 anos, com um tumor localizado no tronco cerebral (uma região de difícil acesso e que 1mm faz diferença entre vida e morte), foi submetido ao tratamento cirúrgico com essa técnica. O procedimento durou cerca de 2h e ocorreu sem intercorrências. Poucos minutos depois, o paciente já se encontrava sem sintomas ou queixas e com previsão de alta hospitalar em 48h.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia